NFL: wildcard do sábado em Houston e Seattle

Por SÍNDICO | Em 7 de janeiro de 2017

MAURO FRANÇA

Agora começa o melhor do show.

É tempo de playoff na NFL. Os melhores da temporada regular se engalfinham em disputa do título das Conferências, passaporte para o Super Bowl 51. É tudo ou nada. Vencedor avança, perdedor volta pra casa. Garantia de jogos eletrizantes, para o deleite dos fanáticos da bola oval, a partir deste final de semana, com a rodada do Wild Card.

Como de costume, a ESPN vai transmitir ao vivo todos os jogos. Programem-se e façam suas apostas.

JOGOS DE SÁBADO

HOUSTON TEXANS x OAKLAND RAIDERS, 19h35 (horário de Brasília), NRG Stadium (72.220), Houston, Texas.

O Raiders fez uma campanha irrepreensível para voltar aos playoffs depois de 14 temporadas. Até a Semana 13, tinha 10-2, com uma série de 6 vitórias seguidas. Travou luta acirrada com o Chiefs pelo título da divisão. Ficou atrás ao perder o confronto direto na Semana 14, voltou a liderança na Semana 16, ao vencer o Colts. Nesse jogo o quarterback Derek Carr, que vinha jogando em alto nível, fraturou a fíbula. Perdeu o título com a derrota para o Broncos na última rodada e, como se não bastasse, o QB reserva Matt McGloin, também se contundiu. Sem alternativa, vai jogar com o calouro Connor Cook, 23 anos, que será o primeiro quarterback na história da Liga a estrear como titular numa partida de playoff. E fora de casa, numa tremenda pressão. O Raiders conta com uma poderosa linha ofensiva, considerada a segunda melhor da Liga, o que pode facilitar a vida do novato. Seu ataque foi o 7º em pontos, 9º em touchdowns e 6º em jardas conquistadas. A defesa foi 26º em jardas cedidas, 24º contra o jogo aéreo e 23º contra corridas.

Na equilibrada AFC Sul, o Texans conquistou o título nos critérios de desempate e volta aos playoffs pela segunda vez consecutiva. Teve uma reta final de temporada regular atribulada, alternando 3 derrotas seguidas com 3 vitórias nos jogos finais, algumas dramáticas, como na Semana 15, quando quase perdeu para o Jaguars, lanterna da divisão, em casa. Nesse jogo, o QB titular Brock Osweiler foi pro banco por deficiência técnica. Seu substituto, Tom Savage, sofreu uma concussão no último jogo e está fora. Osweiler reassumiu o posto e vai ter que mostrar um desempenho muito acima do que vinha tendo. Texans entra pressionado por jogar em casa contra um time com um QB calouro e, sobretudo, para apagar o vexame da temporada passada, quando tomou uma surra do Chiefs (30-0), no wild card, em casa. Mesmo sem J.J. Watt, melhor jogador defensivo por 3 temporadas, sua defesa é forte, a melhor da Liga em jardas cedidas, 2ª melhor contra o jogo aéreo e 12ª contra o corrido. Já o ataque é sofrível, apenas o 29º em jardas conquistadas, 22º em pontos e 31º em touchdowns.

  • Confrontos – Temporada regular 2016: Um jogo, Raiders 27×20, Semana 11. Histórico: 10 jogos, Texans 6-4. Playoffs: 1º jogo. 
  • OAKLAND RAIDERS
  • Campanha: 12-4 (6-2 em casa, 6-2 fora). 2º colocado na AFC Oeste, 5º na Conferência.
  • Histórico: Fundado em 1960, chega aos playoffs pela 22ª vez, a 1ª desde 2002, quando disputou e perdeu o Super Bowl 37. Em 43 jogos, tem 25-18. Disputou 5 Super Bowl, venceu 3 (76, 80, 83) e perdeu 2 (67, 02).
  • Posição nos rankings: defesa: 26º; ataque: 6º; passes: 13º; corridas: 6º; pontos: 7º (26.0)
  • Destaques: Derek Carr, QB, 25 anos, 3ª temporada, 28 TD (7º), 6 INT, 3.937 jardas lançadas (14º) – fora da temporada por fratura da fíbula / Latavius Murray, RB, 26 anos, 3ª temporada, 195 corridas – 788 jardas, 12 TD (5º) / Michael Crabtree, WR, 29 anos, 8ª temporada – 2ª na equipe, 89 recepções – 1.003 jardas, 8 TD / Amari Cooper, WR, 22 anos, 2ª temporada, 83 recepções – 1.153 jardas (8º), 5 TD / Khalil Mack, DE, 25 anos, 2ª temporada, 73 tackles, 11.0 sack (8º).
  • Técnico:Jack Del Rio, 53 anos, 11ª temporada, 2ª pelo Raiders depois de 9 com o Jaguars (2003-2011), duas classificações pra playoffs com o Jaguars (05, 07). Temporada regular: 87-84. Playoffs: 1-2.
  • Houston Texans
  • Campanha: 9-7 (7-1 em casa, 2-6 fora). Campeão da AFC Sul pela 2ª vez consecutiva, 4º na Conferência.
  • Histórico: Fundado em 1999, franquia mais nova da Liga, fez sua primeira temporada em 2002. 4ª classificação aos playoffs, 2ª consecutiva. Em 5 jogos, tem 2-3. Ainda não disputou o Super Bowl.
  • Posição nos rankings: defesa: 1º; ataque: 29º; passes: 29º; corridas: 8º; pontos: 29º (17.4)
  • Destaques: Brock Osweiler, QB, 26 anos, 5ª temporada, 1ª na equipe depois de 4 com o Broncos, 15 TD (27º), 16 INT (4º), 2.957 jardas lançadas (27º) / Lamar Miller, RB, 25 anos, 5ª temporada, 1ª na equipe, 268 corridas (6º) – 1.073 jardas (10º), 5 TD / DeAndre Hopkins, WR, 24 anos, 4ª temporada, 78 recepções – 954 jardas, 4 TD / Quintin Demps, SS, 31 anos, 9ª temporada, 5 na equipe, 55 tackles, 6 INT (2º).
  • Técnico:Bill O’Brien, 47 anos, 3ª temporada na equipe e como técnico principal na Liga, 2ª classificação para playoffs. Temporada regular: 27-21. Playoffs: 0-1.

SEATTLE SEAHAWKS x DETROIT LIONS, 23h15 (horário de Brasília), CenturyLink Field (67.000), Seattle, Washington.

O Seahawks volta aos playoffs pela 5ª vez consecutiva, com seu pior desempenho na sequência. Nos últimos jogos alternou derrotas e vitórias, o que pôs em dúvida sua capacidade em chegar longe nos playoffs. Certamente não vive mais o esplendor das temporadas 13-14, quando disputou por duas vezes o Super Bowl, mas ainda merece respeito. E não perde um jogo de playoff em casa desde 2004. Marshawn Lynch se aposentou e o jogo corrido da equipe caiu vertiginosamente. Earl Thomas se machucou, mas outros integrantes da famosa Legião do Boom seguem firmes, como Bobby Wagner, Kam Chancellor e Richard Sherman. A força do Seahawks reside principalmente na defesa, 5ª melhor em jardas cedidas, 8ª contra o jogo aéreo e 7ª contra o jogo corrido. Russell Wilson teve problemas com contusões ao longo da temporada, teve sua pior marca de toda a carreira no jogo corrido, uma de suas especialidades, mas declarou que se sente em forma para os playoffs. O ataque foi 12º em jardas conquistadas por jogo, 10º no jogo aéreo, apenas o 25º no corrido, 18º em pontos e touchdowns.

O Detroit Lions chegou a disparar na liderança da NFC Norte depois de vencer 8 de 9 jogos entre as Semanas 5 e 14. Rateou na reta final da temporada com 3 derrotas consecutivas, a última no confronto direto com o Packers pelo título da divisão, em casa, na Semana 17. Garantiu a vaga nos critérios de desempate. Luta contra um retrospecto terrível. Desde 1970, só ganhou um de 11 jogos de playoffs, há 25 anos. Nas últimas 7 participações, perdeu todas no wild card. Sem contar o jejum de títulos, que já dura quase 60 anos. O último foi ainda na antiga NFL, em 1957. Em confrontos com times classificados, tem 0-5. Matthew Stafford é um excelente QB, o que mais conseguiu viradas no 4º quarto, mas caiu nos jogos finais. Seu melhor recebedor é Golden Tate, ex-Seahawks. Zach Zenner apareceu bem nos últimos jogos, mas o desempenho ofensivo da equipe, no geral, foi sofrível: 21º em jardas conquistadas, 11º no jogo aéreo, 30º no corrido e 20º em touchdowns. Sua defesa foi 18ª em jardas cedidas, apenas a 19ª contra o jogo aéreo e 18ª contra corridas.

  • Confrontos – Temporada regular 2016: Nenhum jogo. Histórico: 11 jogos, Colts 7-4. Playoffs: 1º jogo. 
  • SEATTLE SEAHAWKS
  • Campanha: 10-5-1 (7-1 em casa, 3-4-1 fora). Campeão da NFC Oeste, 3º na Conferência.
  • Histórico: Fundado em 1974, jogou sua primeira temporada em 1976. 16ª classificação aos playoffs, 5ª consecutiva. Em playoffs, 29 jogos, 15-14. Disputou 3 Super Bowl, venceu 1 (14) e perdeu 2 (06,15).
  • Posição nos rankings: defesa: 5º; ataque: 12º; passes: 10º; corridas: 25º; pontos: 19º (22.1).
  • Principais jogadores: Russell Wilson, QB, 28 anos, 5ª temporada, 21 TD (17º), 11 INT, 4.219 jardas lançadas (10º), 259 jardas corridas. / Thomas Rawls, RB, 23 anos, 2ª temporada, 109 corridas – 349 jardas / Doug Baldwin, WR, 28 anos, 6ª temporada, 94 recepções (7º) – 1.128 jardas (11º), 7 TD / Jimmy Graham, TE, 30 anos, 7ª temporada, 2ª com a equipe, 65 recepções – 923 jardas, 6 TD / Bobby Wagner, MLB, 26 anos, 5ª temporada, 167 tackles (1º).
  • Técnico: Pete Carroll, 65 anos, 11ª temporada, 7ª na equipe, 7ª classificação pra playoffs, 5ª com a equipe. Temporada regular: 103-72. Playoffs: 9-6, 8-4 com o Seahawks. Super Bowl: 2, 1-1 (14,15). 
  • DETROIT LIONS
  • Campanha: 9-7 (6-2 em casa, 3-5 fora). 2º na NFC Norte, 6º na Conferência.
  • Histórico: Fundado em 1953 com o nome de Portsmouth Spartans, mudou pra Detroit Lions em 1934. Ganhou 4 títulos na antiga NFL, o último em 1957. Depois da fusão NFL-AFL em 1970, é a 12ª classificação aos playoffs. Em 10 não passou do wild card. É a única equipe da NFC que não disputou Super Bowl. Em 12 jogos, tem 1-11
  • Posição nos rankings: defesa: 18º; ataque: 21º; passes: 11º; corridas: 30º; pontos: 20º (21.6).
  • Principais jogadores: Matthew Stafford, QB, 28 anos, 8ª temporada, 24 TD (14º), 10 INT, 4.327 jardas (6º) / Zach Zenner, RB, 25 anos, 2ª temporada, 88 corridas – 334 jardas, 4 TD / Golden Tate, WR, 28 anos, 7ª temporada – 3ª na equipe, 91 recepções (10º) – 1.077 jardas (15º), 4 TD / Anquan Boldin, WR, 36 anos, 14ª temporada – 1ª na equipe, 67 recepções – 584 jardas, 8 TD (9º) / Tahir Whitehead, MLB, 26 anos, 5ª temporada, 132 tackles (9º).
  • Técnico: Jim Caldwell, 61 anos, 6ª temporada, 3ª pela equipe, 4ª classificação pra playoffs. Temporada regular: 53-43. Playoffs: 2-3, 0-1 pela equipe.

22 comentários para “NFL: wildcard do sábado em Houston e Seattle”

  1. SÍNDICO disse:

    Vou torcer pelo LIONS. No outro jogo, vou me decidir na hora.

  2. SÍNDICO disse:

    TEXANS 20×17 RAIDERS. É difícil acreditar que um quarterback calouro, fazendo seu primeiro jogo como titular na carreira, vai conseguir vencer na pós-temporada fora de casa. É isso que Connor Cook terá de fazer no sábado em Houston. Os Texans terminaram com a melhor defesa da NFL, mas também sofrem na posição de QB. O time venceu sete de oito jogos em casa por causa de sua defesa. Nessas partidas, Brock Osweiller teve 8 touchdowns e 12 interceptações. (Palpite do Paulo Antunes, comentarista da Iespien)

  3. SÍNDICO disse:

    SEAHAWKS 27×23 LIONS. Em sua carreira, Matthew Stafford tem uma vitória em 24 jogos fora de casa contra equipes que terminaram a temporada com mais triunfos do que derrotas. Ataques unidimensionais não vencem em Seattle, e Detroit foi o segundo time que menos correu com a Bola. Será que Matthew Stafford consegue carregar seu time? Tenho minhas dúvidas. Detroit tem apenas uma vitória na pós-temporada desde que ganhou o título da NFL em 1957! Seattle tem 9 vitórias em 11 jogos nos playoffs atuando em casa. (Palpite do Paulo Antunes, comentarista da Iespien)

  4. Mauro Franca disse:

    Meus palpites: Raiders e Seahawks.

  5. SÍNDICO disse:

    Primeiro tempo: Texans 20×7 Raiders. Osweiller jogando bem.

  6. SÍNDICO disse:

    NBA => Warriors se reforçou com uma etiqueta de primeira linha, Durant, e o time piorou muito. Ontem, em casa, apanhou do Grizzlies por 138×110.

  7. Jdias disse:

    Raiders mereciam prosseguir, mas com QB estreante fica complicado. No segundo jogo não há favorito. No fim vou ficar com os times dá casa.

  8. SÍNDICO disse:

    Pior atuação de um ataque neste torneio, até aqui, essa do Raiders. R não é out culpa do QB novato. A ruindade é dos recebedores.

  9. SÍNDICO disse:

    SADA CRUZEIRO 3×0 SÃO BERNARDO (25/14, 25/23, 25/14), 07han17sab20h, 12ª rodada, Superliga 16/17, Poliesportivo do Riacho, Contagem. CRUZEIRO: William, Evandro, Filipe e Leal, Isac e Simon e o líbero Serginho. Entraram William, Evandro e Leozinho. T: Marcelo Mendez. S1AO BERNARDO: Brasília, Gabriel, Madaloz, Ademar, Wennder, Babu e o líbero Rafinha. Entraram Yago, Matheus, Wallaf, Vini, Matoso e Pernambuco. T: Douglas Chiarotti.

  10. SÍNDICO disse:

    SEAHAWKS 26×6 LIONS. Não teve muita graça.

  11. Cruzeiro.Org disse:

    CBF confirma data e horário da estreia do Cruzeiro na CopaBr
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=49978

    Cruzeiro recusa amistoso em ´Noche Alba` em função de planejamento
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=49979

    Sub20 perde para o Bragantino e adia classificação na Copinha
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=49981

    Guarani (SP) acerta com armadores Bruno Nazário e Luiz Fernando
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=49980

  12. SÍNDICO disse:

    Apesar das derrotas, Raiders e Lions têm mais a comemorar do que a lamentar nesta temporada. Vale o mesmo pro Dolphins, se ficarem pelo caminho hoje, pois há tempos os três não apareciam nos pleiofes.

    • Jdias disse:

      Ah, mas o Raiders vieram muito bem. Quase conseguiram o by. Mereciam ir mais um pouco. Mas as contusões custaram caro.

  13. Filipe Braga disse:

    Go Cowboys!!