Neves: “Muitas mudanças em cima da hora”

Por SÍNDICO | Em 6 de setembro de 2019

PITACOS acerca do INTERNACIONAL 3-0 CRUZEIRO, Beira Rio, Porto Alegre, 04set19qua21h30, volta das semifinais da Copa do Brasil 2019:

ROGÉRIO CENI: Sobre o Jadson, vamos lá. Edilson deu entrevista na segunda, dizendo que tinha poucos minutos de jogo, voltando de lesão. O último jogo completo dele foi em 12Mai. Vamos completar quatro meses da última vez que ele jogou por 90 minutos. Ele deu uma declaração de que precisava de mais minutos. Era um jogo decisivo. Na minha cabeça, o Edilson jogaria. Na declaração, ele disse que gostaria de ter mais minutos, que não se sentia extremamente pronto. Achei que era um jogo muito importante pra correr o risco, por isso, quis colocar um jogador que treina nessa posição e tem a condição física pra aguentar 90 minutos. (…) A improvisação foi o Jadson na lateral direita, devido ao Orejuela na seleção, ao Weverton, machucado, e o Edilson voltando de um tempo parado, há muito tempo sem jogar 90 minutos. Jadson é um jogador mais leve e sabe cumprir bem a função de marcar.

THIAGO NEVES: Foi um jogo diferente, a gente precisou se adaptar. Na minha opinião, você mudar três ou quatro jogadores em uma decisão fora de casa é muita coisa, em um time que já vem formado. Improvisar jogadores é difícil, ainda mais jogadores que não vêm jogando. Ficou um pouco complicado, mas mesmo assim a gente conseguiu fazer um bom primeiro tempo. E aí o primeiro gol complicou. A gente ficou sabendo na preleção, sei lá, duas ou três horas antes do jogo. Na minha opinião, achei muito em cima da hora. Você improvisar três ou quatro jogadores numa linha que já vinha formada há dois anos. Nada contra, óbvio que queremos ganhar, jogadores que entraram jogaram bem, mas é muita coisa para um segundo jogo de semifinal.

AGNALDO MORATO: Fabruno, o melhor. Henrique, muito bem. Roxha, mal. Demais jogadores abaixo do que podem. David, o pior. Ceni vai perder a paciência com ele. E o Ceni hoje se perdeu um pouco. Talvez por falta de peças. Afora isto, por que levou pro jogo atletas sem boas condições físicas?

FERNANDÃO ÁVILA: Desorganizado, o time celeste foi definhando a cada gol sofrido e a cada convicção perdida. Parece que entrou sem um plano claro de jogo, coisa que nunca acontecia nos tempos do Mano. A ideia era “vamos pra dentro dos caras”. E os “caras” estavam sempre postadinhos para o contragolpe e deram a bola para o Cruzeiro. Ante a marcação forte do Inter na intermediária, cansou de recuar bolas para a zaga e para o goleiro recomeçando as jogadas. O jeito mais fácil de entrar era por meio de triangulações nas laterais, mas concentrou o jogo no meio, e pôs gente de pouca qualidade nas alas. Ciente de seus erros, o time insistiu neles o quanto pôde.

LEONARDO MATARELLI: Deu saudades do time do Mano nos mata-matas. Ceni escalou mal, substituiu pior ainda, e de quebra deixou cicatrizes no grupo ao improvisar na lateral direita e depois na zaga. Prefiro imaginar que, diante da realidade, ele poupou os titulares para o que importa no ano, que é fugir do Z4. E domingo começa pra valer o martírio, na disputa dos derrotados contra o Grêmio. Em tempo: precisando ganhar, virar o jogo, e dois centroavantes no banco até os 60 minutos…’

CLAUDINEI VILELA: Não sei porque a galera tá pluta… Time jogou do jeito que tudo mundo quer…. Quem fez o manonol foi o Inter… De agora em diante, o melhor a fazer é esquecer as copas. A Era Mano acabou!

82 comentários para “Neves: “Muitas mudanças em cima da hora””

  1. SÍNDICO disse:

    COMPACTAÇÃO causou o terceiro gol. Sofreremos outros assim?

    • Bruno 7L RJ disse:

      Apaga esse comentário antes que mais pessoas leiam. Complicado entrar no blog e dar de cara com uma besteira desse tamanho logo no primeiro comentário.

    • Tolentino disse:

      Jeeeeeesuuuuusss, Maria e José!

  2. Bruno 7L RJ disse:

    Ceni estava desconfortável na entrevista.

  3. Bruno 7L RJ disse:

    TN, nessa altura da carreira, vc não sabe que certas coisas não devem sir do ambiente interno?! Ou será que foi de caso pensado?

    • Romarol disse:

      Taí já matou a charada em post anterior.

    • Fernandão disse:

      Claro que é de caso pensado. Esses caras, depois de quarta, já ligaram pro empresário. Ano que vem sem Libertadores, o time nessa pindaíba atrasando salário. Torcer pra a nossa amiga sorte não nos abandonar.

    • Tolentino disse:

      Sabe sim, o que não esperava era o número de fãs que o Ceni tem na mídia para sair em sua defesa.

  4. Bruno 7L RJ disse:

    Morato, a maior contradição do Ceni IMO é falar sempre de velocidade é ter em determinado momento do jogo Cabral, Fred, TN e Robinho. Sobre a questão física, ele citou o caso do Robinho, alegando que o garante a escalação do Robinho é a qualidade no passe, fundamento este que ele errou quase tudo.

    • Romarol disse:

      Nada como expor seus comandados.

      • Bruno 7L RJ disse:

        E ele pontuou. Nem pra falar de maneira geral. Complicado. Vou a falar que estou curioso para saber a resposta no próximo jogo.

    • Tolentino disse:

      Nem parece que foi boleiro um dia. A experiência de vestiário de nada lhe serviu.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Aí vem a outra ponta da conversa… será que não foi de caso pensado esse tanto de recado?

      • Tolentino disse:

        Se foi de caso pensado é digno de internação. Travar queda de braço com as principais referências do time é pedir pé no traseiro.

      • Fernandão disse:

        Eu acho que ele até pensou nisso. “Vou expor o elenco um pouquinho. Tacar um pouco de melda no ventilador pra tirar os caras da zona de conforto”. Só que ele errou o tom completamente. Errou o momento também. Depois de um jogo onde nitidamente ele foi o mais errado de todos, fica parecendo caguetagem. Na hora de dar nome aos bois nomeou mal. Aquela do Edílson foi de lascar. Bastava ele falar que queria alguém que fosse suportar 90.

      • Tolentino disse:

        Outro ponto que chamou atenção na coletiva foram as declarações de que a possibilidade de ganhar uma Copa do Brasil foi determinante para deixar o Fortaleza. Talvez agora sua motivação se esvaiu.

      • Leonardo Matarelli disse:

        Ele, enquanto jogava, sempre foi prepotente, arrogante, enjoado, inclusive sendo eleito pelos “pares” com o honroso título de “jogador mais chato do Brasil”. Só que, em campo, no SP, ele se garantia pela qualidade técnica e pelos gols. Ao se aposentar manteve os defeitos e teve que deixar as qualidades no passado. Entrou no final da fila dos treinadores, porém se acha melhor do que realmente é. Estamos em muito mal lençóis. Não acredito, sinceramente, que ele chegue até o final desse mês. Pra bancar o que começou teria que afastar a “Turma dos nêgo veio” identificada pelo T. Neves. Afastar Neves e Edílson, pelo menos, e imediatamente. Mas não fará isso e será engolido pela “turma”.

  5. Bruno 7L RJ disse:

    Vilela e Matarelli, saudade nenhuma do Mano.

    • Romarol disse:

      Sentirá se demorar gritar: É campeão!

      • Bruno 7L RJ disse:

        Romarol, se a diretoria fizer um planejamento para sanar o clube financeiramente, me contendo com eventuais mineiros e com um time competitivo apenas. Assim como foi de 2007 a 2010. Já gritamos muitos “é campeão”, quero que o time ainda exista para o meu filho gritar tbm (detalhe é que ele já gritou 2 vezes e só tem 6 anos hehehe).

      • Romarol disse:

        Quem pensa assim são pessoas lúcidas. Não espere isso dessa Diretoria que aprofundou a crise do GPT. Mas não entendi essa linha de raciocínio com o Mano.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Mano já deu o que tinha que dar. Aquilo não é futebol, além de “boicotar” os jovens talentos. Falei uma opinião muito pessoal: os times do Mano eram bacanas nas COPAS afinal era um jogo de xadrez. Mas tudo tem limite, eu gosto de futebol minimamente bem jogado. Dos times do Mano, o que mais eu me amarrei foi o de 2015 e o de 2018.

      • Tolentino disse:

        Falando em Mano já chegou no Palmeiras prometendo futebol bonito e ofensivo. Dizendo que agora tem peças pra isso. Rsrsrsrs

    • Tolentino disse:

      As viúvas já podem se dar por satisfeitas e vestir a camisa do outro palestra. De verde, torcendo pra time endinheirado já poderão parar de encher o raio do saco.

    • Leonardo Matarelli disse:

      A única coisa que disse foi que diante da balburdia implantada deu saudades da organização do time do Mano em mata-matas. O resto é conversa fiada.

  6. Tolentino disse:

    [OFF] Perrella soltou o verbo contra a atual gestão do clube e apostou no fim do Cruzeiro em breve. O ofendido Wagner retrucou citando inclusive os proventos do Gustavinho na Toca.

    • SÍNDICO disse:

      quem pagou tais proventos?

      • Tolentino disse:

        Segundo o Sá 95 mil reais mensais saíram dos cofres celestes enquanto o filho do ex-presidente acumulava funções no clube e na CBF.

    • SÍNDICO disse:

      Então, foi o Sá quem pagou o Gustavo? E ele mesmo denuncia esse desperdício? Tem que internar na Pinel, já!

      • Leonardo Matarelli disse:

        Pois é. Pra pensar: a menos de 4 meses, “Gustavinho”, em composição de Sá com Perrela, era o candidato a Vice na chapa da reeleição. Calhordas. Todos eles.

      • Tolentino disse:

        De doido não tem nada! Aplicou com Perrella a mesma artimanha dos outros conselheiros. Garantir apoio empregando ou remunerado bem. Pelo visto não funcionou por muito tempo. Declarar o desperdício só aumenta a desfaçatez de quem se sente intocável.

      • SÍNDICO disse:

        Perrella quebrou o clube?

  7. SÍNDICO disse:

    CLAUDIO CARSUGHI: “Sei que está tudo errado com meu time, quando os defensores estão correndo feito loucos atrás dos atacantes adversários”.

  8. SÍNDICO disse:

    VANDERLEI LUXEMBURGO: “No meu time, o beque mais recuado lê o número nas costas do mais avançado”.

  9. SÍNDICO disse:

    JULIANO BELLETTI: “No Barcelona não se podia perder a bola no ataque. Se preciso, a gente a chutava pra lateral ou pra linha de fundo. Ela só não podia ficar com o time adversário”.

  10. Fernandão disse:

    Pimenta no dos outros é refresco. Não faz muito tempo, sacaneei até uns colegas que torcem para outro time. O motivo: eles vieram cheio de graça e conceito, com um treinador faceirinho e tomaram 3×0 no lombo. Não, péra…

    • Tolentino disse:

      Pior eu que sacaniei recentemente colegas pela possibilidade do Figueirense fechar as portas. Em breve deverei pagar a língua.

  11. Bruno 7L RJ disse:

    Sindiquinho lindo, na se faça de tolo pois o senhor não é. Compactação gera riscos, 1º fato. Time não estava compactado no 3º gol, estava todo zuado em campo, 2º fato. O senhor atravessa má fase.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Há pouco tempo o senhor disse que o 2º gol celeste nos 3 x 0 contras as frangas foi problema de compactação alvi rosa. Não foi, foi passe errado mesmo. O problema de senhor é de conceito. Mas acho o senhor maneiro e vou te esclarecer: o lance do pênalti do Vasco, aquele lance foi um típico problema que a compactação pode causar. Bola na diagonal com o atacante fazendo um quase facão. Bom, essa aula foi grátis. Bjo na alma.

  12. JOAOCOSTA disse:

    Para mim, está claro que o tempo do TN, Robinho, Edílson, Cabral, Fred e David no Cruzeiro já se esgotou. Tá na hora dessa turma procurar outras paragens.

    • Tolentino disse:

      A maioria dos citados teve alguma serventia, só queria saber mesmo a que veio o paquiderme tricolor.

    • SÍNDICO disse:

      Não servem porque não conquistaram todos os títulos disputados? TOSTÃO conquistou 5 mineiros e 1 Brasileiro. Perdeu 7 brasileiros, 2 mineiros e 1 Libertadores. Teria sido, no mínimo, morto pelos exigentes João e Talentim.

  13. Fernando Henrique disse:

    TN fez bem em soltar o verbo em cima do Frankenstein montado em cima da hora pelo nosso treinador Elifoot.

  14. zuloobas disse:

    To com o Claudinei, como na maioria das vezes. E tmj no apoio ao debutante Ceni tb, pq sequência é fundamental p qq trabalho de treinador aparecer.

  15. Souza disse:

    O que motiva os jogadores são metas nas quais os objetivos e recompensa são claros. Se a parte administrativa estivesse organizada, seria estabelecidos prêmios para se alcançar vaga na Libertadores e Sul-americana. Só assim o Ceni terá apoio de verdade.

  16. Souza disse:

    Domingo veremos se o Ceni conseguirá mexer com a equipe. No lugar dele, iniciaria com T. Neves e Fred no banco. Conversaria com ambos para ver se possuem motivação mínima para entrar no decorrer da partida. Volantes seriam Henrique e Ederson.

    • SÍNDICO disse:

      Por que deixar o artilheiro e o melhor jogador fo time fora de um jogo? Qual é a lógica disso?

      • Souza disse:

        Permitir que eles possam jogar com intensidade (uns 30 min) contra adversários já desgastados. Principalmente devido ao excesso de veteranos, é preciso pensar nos dois tempos de jogou antecipadamente.

  17. SÍNDICO disse:

    NEVES é o melhor jogador do Cruzeiro. De longe, o mais decisivo. Mas o torcedor prefere a mediocridade bem comportada. Considera arrogante quem faz sucesso. É chato mesmo ter que lidar com gente mais competente. Melhor é aproveitar a primeira oportunidade pra se livrar de um tipo assim. Mediocridade e ressentimento andam de mãos dadas.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Eu gosto do TN. Só acho que ele nao pode jogar com Robinho hoje em dia. E, no atual momento, tem um salário incompatível com a realidade do clube e com a entrega em campo. Se topar receber 1/3, pode ficar.

  18. SÍNDICO disse:

    MÉDIA DE IDADE do time que começou o jogo contra o Inter: 29 anos. Média de idade do time que terminou o jogo: 29 anos. Isso é time de masters?

    • Bruno 7L RJ disse:

      A partir de certa idade, a recuperação entre jogos, o metabolismo, e afins, isso tudo muda. Ainda mais quando gosta de uma birita. Time celeste tem 2 ou 3 assim. Caras que estão entre 32 e 36 anos que, quando chegam em determinado momento do jogo abrem o bico e a partir daí é como jogar com 2 com 2 a menos. Mesmo se a média for mantida.

  19. SÍNDICO disse:

    Talentim e Setelagoas não devem ser só isto que escrevem. De vez em quando, devem conseguir parir algo melhor. Os comentários deles neste post foram lamentáveis. Pra não dizer algo mais contundente.

  20. SÍNDICO disse:

    Mandar os caras mais velhos embora e jogar com os jovens é uma ideia juvenil.

  21. SÍNDICO disse:

    Se o Cemi só largou Fortaleza pela oportunidade de campeonar na Copa do Brasil não é inteligente. Não tem capacidade de analisar cenários.

  22. SÍNDICO disse:

    NEVES é dos poucos caras que falam o que pensa. Isto assusta o torcedor acostumado a comprar as abobrinhas dos jogadores sem personalidade.

  23. Bruno 7L RJ disse:

    Síndico, tá vendo o jogo da seleção?

    • Bruno 7L RJ disse:

      Colombia toda compactada colocando o Brasil na roda. Mas o Brasil vira e mexe acerta um lançamento nas costas dos zagueiros. Richarlisson saiu na cara do gol agorinha.

  24. SÍNDICO disse:

    BRASIL 2×2 COLÔMBIA, 06set19sex20h. TEMPO limpo, temperatura 29º, vento 14 Km/h, umidade 72%. TRANSMISSÃO: Sportv. PÚBLICO: 65.232 espectadores. LOCAL: Hard Rock Stadium (77 mil), Miami. MOTIVO: amistoso. ARBITRAGEM: Ismail Elfath (EUA)Corey Parker (EUA) e Adam Wienckowski (EUA). AMARELO: Casemiro. GOLS: Casemiro, 19, Muriel, 25 (p) e 34, Neymar, 58. BRASIL: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva, Alex Sandro; Casemiro, Arthur; Richarlison (Neres, 83), Coutinho (Bruno Henrique, 79) Neymar; Firmino (Paquetá, 82). T: Tite. COLÔMBIA: Ospina; Medina (Orejuelam 77), Mina, Sánchez, Tesillo; Barrios, Uribe (Lerma, 60), Cuadrado (Moreno); Martínez (Díaz), Muriel (Berrío, 67); Zapata (Borré). T: Carlos Queiroz.

  25. SÍNDICO disse:

    do Cruzeiro em 2019: 3×1 Guarani, 1×0 Patrocinense, 1×1 Mineiro, 2×2 Boa, 3×0 Villa, 3×0 Tupynambás, 0x0 América, 1×1 Urt, 1×0 Huracán, 2×0 Tombense, 3×0 Tupi, 3×0 Caldense, 5×0 Patrocinense, 2×0 Lara, 3×2 América, 1×0 Emelec, 3×0 América, 4×0 Huracán, 2×1 Mineiro, 1×1 Mineiro, 2×0 Lara, 1×3 Flamengo, 1×0 Ceará, 2×1 Goiás, 1×2 Emelec, 1×3 Inter, 1×1 Fluminense, 1×4 Fluminense, 1×2 Chapecoense, 1×1 São Paulo, 2×2 Fluminense, 0x0 Corinthians, 1×2 Fortaleza, 3×0 Mineiro, 0x0 Botafogo, 0x2 Mineiro, 0x0 Bahia, 0x0 River, 0x2 Paranaense, 0/2×0/4 River, 0x2 Mineiro, 0x1 Internacional, 2×2 Avaí, 2×0 Santos, 1×1 Csa, 1×0 Vasco, 0x3 Internacional.

    APROVEITAMENTO: 47j, 22v, 14e, 11d, 66gf, 39gc, 57%.

    PARTICIPAÇÕES: [[[43]]] Fábio [[[38]] Leo, Dedé, Robinho, Henrique, [[[37]]] Fred [[[35]]] M Gabriel [[[32]]] Egídio [[[29]]] Romero, David [[[26]]] Jadson, Cabral [[[25]]] Neves [[[24]]] Sassá [[[21]]] Rodriguinho, Rocha [[[20]]] Edílson, Orejuela, Dodô [[[18]]] Lucas [[[16]]] Rafinha [[[13]]] Fabruno [[[12]]] Raniel [[[6]]] Kayzer, Murilo [[[5]]] Popó, Maurício [[[4]]] Rafael, Cacá, Weverton [[[3]]] Ederson [[[1]]] Rafael Santos, Jadsom, Welinton.

    REFERÊNCIAS. Fábio, 848 jogos. Henrique, 497 jogos. Leo, 373 jogos, Lucas, 190, Egídio, 193, Dedé, 180, Robinho, 164, Fred, 123.

    ARTILHEIROS [[[18]]] Fred [[[8]]] Rodriguinho [[[7]]] Neves [[[4]]] Sassá, Rocha, Robinho, M Gabriel [[[3]]] Rafinha, Raniel, David [[[2]]] Dedé, Leo [[[1]]] Maurício, Egídio, Jadson, Dodô. Contra: Aislan (Tupi).

    ASSISTENTES: [[[10]]] Robinho [[[7]]] M Gabriel [[[6]]] Fred [[[5]]] Neves, David [[[3]]] Egídio [[[2]]] Rocha, Dodô, Lucas, Rodriguinho [[[1]]] Cabral, Leo, Henrique, Orejuela, Kayzer, Rafinha, Edílson, Dedé.

    MDJ:[[[6]]] Henrique, Fábio [[[5]]] Dedé, [[[4]]] Fred [[[3]]] Leo, Rocha, Neves [[[2]]] Robinho, Sassá, Rodriguinho, Rafinha, M Gabriel, Rafael [[[1]]] Cabral, Egídio, Orejuela, David, Lucas, Romero.

    VOTOS: [[[195]]] Dedé — [[[182]]] Fred — [[[199]]] Henrique — [[[189]]] Fábio — [[[1213]]] Neves — [[[102]]] Leo — [[[100]]] Robinho [[[99]]] Rocha — [[[95]]] M Gabriel — [[[84]]] Romero — [[[83]]] Rodriguinho — [[[58]]] Mano — [[[58]]] Egídio –– [[[55]]] Orejuela –– [[[47]]] Lucas — [[[45]]] David — [[[33]]] Rafinha — [[[32]]] Rafael — [[[28]]] Cabral — [[[25]]] Sassá — [[[20]]] Raniel — [[[21]]]] Ceni — [[[16]]] Dodô — [[[13]]] Murilo — [[[9]]] Edílson, Maurício — [[[7]]] Weverton, Jadson — [[[6]]] Cacá [[[5]]] Torcida — [[[4]]] Ederson — [[[7]]]] Fabruno — [[[1]]] Kayzer, Resende.

    ADVERSÁRIOS: [[[15]]] Volpi — [[[9]]] BruHenriqueFla, Walter — [[[6]]] J Pedro — [[[5]]] Guerrero [[[4]]] Neyfranco, Guimarães, Armani [[[[3]]] Dalessandro, PedroCastro, AlexSantana, Ceni, AndréFortal, Zé Ricardo, LeoSilva, VinaFranga [[[2]]] MarceloGallardo, JoãoPauloBota, Elicarlos, F Diniz, Jussani, Berola, MPauloFlu, SantanaCam, Edenílson [[[1]]] Torres, Rildo, Nicolopez, Moledo, E Ribeiro, Arrascaeta, Paulão, Givanildo, Gladstone, Marcos, M Araujo, Angulo, AllanFlu, Urso, Romarinho, Patric, Cazares, Jair, Gregore, Suárez, Palacio, JonatnhaCap, RonyCap, Odair, Cuesta, Vuaden, JorgeSan, Apodi, Argel, Odair.

    MANO: 235 jogos, 113 vitórias, 68 empates, 54 derrotas, aproveitamento de 58%. TÍTULOS no Cruzeiro: 2 mineiros, 2 copas do Brasil, 2 salvezzas.

    RESENDE 1 jogo, 0 vitória, 1 empate, 0 derrota, 2 gols a favor, 2 gols contra, aproveitamento de 33%.

    CENI: 4 jogos, 2 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 4 gols a favor, 4 gols contra, aproveitamento de 58%.