Montillo e Fábio não comprometeram

Por SÍNDICO | Em 24 de agosto de 2010

Atuações dos celestes e seus adversários no Cruzeiro 0x1 Vitória, em Ipatinga, pela 15ª rodada do Campeoanto Brasileiro, em 22ago10.

Matheus Penido, para o PHD

  • Cuca – Começou o jogo num esquema parecido com o da moda na Europa, com os 2 volantes presos, Jones do lado direito, Montillo pelo meio, Ribeiro na esquerda e Paulista no comando de ataque. Não deu certo, pois o time ficou encaixotado, não conseguiu jogar pelas pontas e só levava perigo quando Montillo conseguia se desvencilhar da forte marcação baiana. No intervalo voltou ao simples jogando com 2 meias clássicos e a coisa ao invés de melhorar piorou, pois além de não produzir no ataque o time passou a dar generosos espaços na defesa. Desesperado e perdendo o jogo ele adotou o 3-5-2 com Ribeiro de ala direita (olha a invenção ai, gente) mas o cara foi expulso e o tim se estrepou de vez. Te cuida, Cuca!  Pau que dá em Baptista dá em Stival também!
  • Torcida – A torcida ocupou os 11 mil lugares disponíveis e empurrou o time. Fez a obrigação dela e não foi recompensada. (Síndico)

  • Fábio – Dessa vez não fez nenhum milagre, mas ainda assim fez uma ótima defesa num chute potente de fora da área de Eduardo. E não teve culpa no gol sofrido.
  • Rômulo – Atacou muito, mas com pouca qualidade. Abusou dos cruzamentos fracos, facilmente cortados pelo primeiro zagueiro posicionado dentro da área e não encontrou uma forma de entrar na defesa do Vitória em jogadas combinadas com seus companheiros. Como seu jogo tinha muito volume e pouca produção acabou sendo escolhido pra sair  quando Cuca planejou mudar a forma do time jogar.
  • Gil –  Bom primeiro tempo, vencendo o duelo com Junior e quem mais aparecia pra especular na área celeste. Na segunda etapa se perdeu e foi envolvido quase todas as vezes que o Vitória chegou perto da área, inclusive no lance do gol. No final quando o jogo virou ataque contra defesa tentou empurrar o time pra frente em desespero de causa, mas não teve sucesso.
  • Edcarlos – Inseguro. Errou passe que quase deu em gol do Vitória no começo e levou um passeio de Junior na segunda etapa. No lance do gol não conseguiu desarmar o centroavante baiano que teve tempo pra girar e acertar um tiraço contra o gol de Fábio.
  • Cláudio Caçapa – Desfez alguns ataques sazonais do Vitória e tentou empurrar o time pro ataque na base do desespero. Se o treinador optar por uma bequeira tripla é bem provável que ele ganhe uma vaga no time como zagueiro de sobra.
  • Diego Renan – Onde está o futebol atrevido e surpreendente daquele lateral / ala que a torcida celeste conheceu em 2009? O Renan de hoje até ataca mas o faz sem nenhuma inspiração e tenta sempre as jogadas óbvias, facilmente neutralizadas pelo adversário. Teria ele ficado “manjado” ou é o medo de tomar bola nas costas que retrai a capacidade ofensiva do garoto? Seja lá o que for deveria ser motivo de preocupação pro treinador já que ele é praticamente o único revelado na base celeste que vingou nesse time. Espero que o Cuca saiba como  trabalhá-lo e não simplismente o rife como deseja muita gente.
  • Fabrício – Com Cuca virou cabeça-de-área tradicional. Marca e fecha a defesa mas não tem liberdade pra empurrar o time pra frente com suas arrancadas como fazia no tempo de Adilson. Se os meias e atacantes resolverem a parada tudo bem, mas  quando eles ficam encaixotados pela marcação como aconteceu nos últimos dois jogos do Ipatingão o time simplismente pára e as vitórias não vêem. Mas como pra parte da torcida celeste volante é sinônimo de enxadista e coisas do tipo, sugiro sua troca dele pelo Daniel Tijolo. Quem se anima a acessar a Wikipedia pra descobrir o paradeiro do antigo volante do DJ?
  • Henrique – Aplicado na contenção, mas sem inspiração pra apoiar o ataque. O pior de sua atuação, contudo, foi o excesso de passes errados, alguns deles até simples, quase elementares pra um profissional do futebol.
  • Jones – Inibido, se atrapalhou todo com a função recebida  de ocupar o lado direito do ataque e tentar jogar com Rômulo. Quando se aproximou da área adversária fez um jogada interessante de meia-atacante dando a impressão que é isso o que ele melhor sabe fazer em campo. Mas se realmente quiser vencer no Cruzeiro e no futebol vai precisar fazer não só o que gosta, mas sim o que lhe for pedido pelo treinador. Coisa que ontem pelo menos ele não deu conta de fazer.
  • Montillo – O melhor do time. Aliás foi praticamente a única arma ofensiva já que com todo mundo encaixotado pela marcação baiana restavam suas jogadas pessoais pra tentar arrumar alguma coisa no jogo.
  • Thiago Ribeiro – Tentou jogar pelas duas pontas mas não achou espaços nem  uma combinação perfeita pra furar a defesa baiana. Quando foi  transformado em ponta direita e começou a crescer na partida, conseguiu ser expulso de forma tola, irreponsável e inconseuquente. Como castigo recebeu vaias da torcida celeste e uma merecida multa da direção do clube.
  • Wellington Paulista – Parafraseando o Luxa, estava num dia em o pãozinho caia sempre com a manteiga pra baixo. Abdicou de ficar na cara do gol pra cavar uma expulsão e não conseguiu, tentou cavar pênalti e se deu mal, tentou marcar de cabeça e de puxeta e também não deu certo, enfim, tudo que ele tentou deu errado. Pra piorar ainda isolou uma bola reboteada na cara do gol e com Viáfara batido. Pode pegar o jogo de hoje e rasgar do currículo.
  • Roger Galera – Até tenta jogar mas a produção continua quase nula. Faz alguns lançamentos, tenta algumas arrancadas, enfim, faz alguma fumaça que serve no máximo pra que ele se considere um injustiçado em entrevistas, mas que nunca resolvem o problema do time.
  • Wallyson – Tentou alguma coisa na base do desespero e até chutou uma bola que exigiu boa defesa de Viáfara. Fica pra próxima.
  • Juiz & Bandeiras – Os bandeiras foram perfeitos, inclusive em lances difíceis.Aliás, desde já eu convido a capixaba Katiuscia a vir bandeirar uma “pelada” minha aqui em Itaúna. Exclusivamente pela competência dela e sem segundas intenções, diga- se de passagem. Já o apitador Francisco Carlos Nascimento acertou ao não cair na conversa fiada do malandro Wellington Paulista duas vezes e acertou ao excluir o agressor Anderson da partida. No lance da expulsão de Ribeiro ele exagerou na reação, mas aí a culpa maior é dos jogadores sem noção do Cruzeiro, que mesmo vendo que o árbitro estava transtornado prosseguiram na burra discussão.
  • Vitória – Toninho Cecílio vai sentir falta do Cruzeiro no restante do campeonato. Em duas semanas ele conseguiu encarar a Raposa duas vezes em Ipatinga e faturar 4 pontos, com direito a vitória acachapante no duelo tático com Cuca em ambas. Tem futuro esse cidadão! Viáfara também fez duas ótimas defesas, Anderson e Renié foram beques seguros, Wanderson foi um leão na marcação do meio campo e Junior venceu o duelo com os beques celestes no segundo tempo decidindo a partida com um golaço e dando muito trabalho.

Matheus Penido, 21, cruzeirense, estudante de Direito, nasceu e mora em Itaúna.

68 comentários para “Montillo e Fábio não comprometeram”

  1. Claudinei Vilela disse:

    ninguem foi bem.,……..até o Fabio em duas saidas de bola com os pés, isolou a rendonda.
    Montillo tambem, mandou uma bola lá em Fabriciano.
    Noite pra ser esquecida!

  2. KKKK “…Te cuida, Cuca ! Pau que dá em Baptista dá em Stival também!..,.”
    Essa foi ótima JS…

  3. Binho disse:

    Cuca anda perdido. QUE volte Paraná ao time titular. Ele faz qualquer coisa melhor que a maioria. Com ele em campo tanto Henrique, quanto Fabrício sobem de produção porque sabem que tem alguém em quem podem confiar sempre. Esse trio é o que de melhor o Cruzeiro dispõe no momento. O Cruzeiro vai ter que jogar 2 tempos como jogou contra o flu, se quiser ganhar dos gambás. E terá que por a bola pra dentro, o que parece que Paulista só consegue a cada 3 partidas. Paulistas é horroroso. Farias, pra ontem.

  4. OT – Passei hoje de manhã em frente do Parque do Sábia por volta das 08:00 a fila de compra de ingresso estava enorme.
    Levantei informações aqui em Uberlândia os outros pontos de venda (Shopping, Estadio Joca Ribeiro, etc) as filas também estão muito grandes também.. vai enxer o Sábia amanhã.

  5. Elias disse:

    Assisti alguns jogos do fim de semana. TODOS muito disputados, com os jogadores chegando junto, disputando a bola como um faminto disputa um prato de comida (frase copiada de um contumaz habitante da ZR). Ninguém quer ficar na Z4, inclusive possíveis postulantes a voltar prá segundona, listados pelos expert´s no início do ano ( Atl. Go/ Guarani / Avai, entre outros). Todos já perceberam que correr atrás do prejú igual o Flu no ano passado pode “não dar pedal”.
    Segundo entendidos, dois grandes devem disputar o limbo da série B no ano que vem…

  6. Amanhã como escreivi no blog da Confraria Rio para o Cruzeiro “…Vai ser o jogo da superação, da torcida contra, da necessidade de fazer uma apresentação condicente com a grandeza do Cruzeiro, de ganhar do técnico responsável pelo BI 5 x 0 que incomodo até hoje a imprensa mixuruca mineira, vai ser o jogo entre a espada e a Cruz pois estamos a três pontos do G4 e a seis pontos do Z4, vai ser o jogo do verdadeiro torcedor Cruzeirense que ama, apoia e torce por nosso time SEMPRE com coração, Sangue e Pulmão…”

  7. Elias disse:

    Mais um OT:
    Vcs viram ontem no CQC o Felipe Andreoli zoando o Luxa( e consequentemente o time do Damas?) – http://migre.me/174Hg
    Vídeo do lançamento do vinho do Galvão ( 4 :48 m). É chacota?

  8. Claudinei Vilela disse:

    Sangue Azul me deixou preocupado. Só 6 mil Cruzeirenses?
    Não acredito que podem ter 30 mil gambá em UDI.

  9. Claudinei Vilela disse:

    Venderam 14 mil ingressos no primeiro dia de venda e a maior procura foi de Gambá mesmo……Essa derrta pro vitoria e a vitoria corinthiana no classico influenciou até nisso.

  10. mariana disse:

    Matheus, perfeita sua análise do Fabrício. Aliás, Henrique e Fabrício cairam msm de produção. Mas isto vem desde a época do AB. Parece que o Fabrício sentiu mais as mudanças no time, como por ex a ausência do MP.

    • Hugo 5erel0 disse:

      Os dois estão irregulares. Principalmente o Henrique.

    • matheus t penido disse:

      Obrigado, Mariana. Sobre o Fabricio, tb acho que ele ainda não se adaptou nesse time do Cuca assim como mtos companheiros. Nos ultimos jogos vi ele e o Henrique cobrindo os laterais que subiam mto, produziam pouco e ainda tomavam bola nas costas. Na verdade o time ainda tem que encontrar um equilibrio entre ataque e defesa , o que é quase impossível com a visão de futebol que se tem em Minas.

    • Matheus Reis disse:

      Concordo, Mariana. Alias, esse momento me lembra as entradas do Pedro Ken – que não concordava – no time, quando substituía Fabrício ou Henrique. O problema nem era o Pedro Ken, mas a alteração no modo de jogar de Fabrício/Henrique e Paraná.

      É o que acontece hoje. Os três estavam tão acostumados a jogar junto que a saída de um influencia no função e, consequentemente, no futebol dos outros dois.

  11. Eduardo Arreguy Campos disse:

    O time do vitória é o destaque, não o Toninho Cecílio, que pegou o time montado. No Cruzeiro, além de algumas atuações pífias (Henrique, Fabrício, Jones, Edcarlos) e o número de passes errados, merece destaque o nervosismo do Thiago Ribeiro, que em algumas jogadas, quando não recebeu a bola, deu as costas para o jogo, reclamando acintosamente dos companheiros.

    • Rogerio a arquibancada Coberta esta destinada para o Socio do Futebol de todas as categorias, sei disso por que veiriquei com o CEC
      Acredito que como é a mais cara R$ 50,00 o ingresso vai estar misturado como se fosse as cativas do Mineirão em jogos do Galo e Cruzeiro. Vou verificar e te informo se for somente para a torcida do Cruzeiro vou levar um susto.. pois não imaginava tanto torcedor do Cruzeiro aqui..

      • Rogério disse:

        Obrigado Mauricio, é só curiosidade mesmo, não preocupe em correr atrás desta informação.

  12. Claudinei Vilela disse:

    Só falta essa, o Henrique e o Fabricio so jogam se o MP tiver em campo.

    • Hugo 5erel0 disse:

      Rendem mais com ele em campo. Isso é fato. E não adianta dar birra, rolar no chão, fazer beicinho e dar três pulinhos que nem o Luxilique.

    • Binho disse:

      Claudinei só lê o que lhe interessa. Fez questão de ignorar a frase”rendem mais”. Volta e releia o que escrevi. QUem sabe você enxerga.

    • Matheus Reis disse:

      Se tem lateral que joga melhor com 3 zagueiros, porque não pode ter volante que joga melhor com outros 3?

      Muito atacante só faz gol se tem um bom companheiro. O problema é que o time tem 10 na linha, e isso faz uma diferença danada.

  13. OT – Arquibancada Coberta do Sábia se esgotaram os ingressos (valor R$ 50,00) , somente arquibancada aberta (R$ 30,00) e Geral (R$ 15,00) disponíveis para venda.

  14. Ernesto Araujo disse:

    Jorge Santana está dando chance para a base do PHD assumir interinamente algumas funções. A dupla Reis & Penido está correspondendo. Nesse post Matheus Penido fez análises precisas e ainda fechou bem com a frase “Pau que dá em Batista dá em Stival”…

    • Hugo 5erel0 disse:

      Espero que não seja um sinal da venda do Mauro França.

      • matheus t penido disse:

        Pô, Serelo, quem sou eu pra puxar o tapete do França? Uma reposição dessa seria pior que o ZZP passar o Fabricio nos cobres e trazer o Daniel Tijolo pro lugar.

      • Hugo 5erel0 disse:

        Sei. Não me engana com esse papinho “vim para somar, não para dividir”, “estou à disposição do professor”, “é uma disputa saudável”…

      • Rogério disse:

        O Mauro França está mais para Marquinhos Paraná, fica no banco e não reclama e quando é chamado para jogar arrebenta com o jogo.

      • Ernesto Araujo disse:

        Jorge fez um plano de carreira para o Mauro e ele já renovou por 5 anos. O Blog do Chelsea fez tudo para levá-lo mas ele já disse que se for pra ir para Europa que seja para escrever para um clube espanhol.

    • Matheus Reis disse:

      hahaha!

      Mas eu já larguei a base. Com meus 25 estou buscando meu espaço. Cheguei há pouco tempo e procuro fazer o trabalho sempre que solicitado. Tenho muito a aprender com esse grupo e espero marcar meu nome no PHD para depois pensar em sair. Mas claro, só se for um bom negócio para o PHD e para mim.

  15. Renato-SP disse:

    Concordo plenamente com o post. Só achei muita camaradagem dizer que tudo que o WP tentou deu errado. Na verdade, quase sempre o que ele tenta dá errado. Tem algumas fases de goleador e só. O que me deixa preocupado com esse jogador, é o fato dele ter inexplicavelmente uma tranquilidade para reivindicar a posição de titular. Se o Eliandro tivesse uma sequência de jogos que o tosco tem estaríamos tranquilos em relação à centroavante. Entrar 20 minutos é osso. Acho que a meiúca ideal para quarta, com o que temos, seria: MP, Henrique, Fabinho, Montillo. Na zaga, Gil e Caçapa. Na frente, Walyisson e Eliandro.

  16. Claudinei Vilela disse:

    Cuca quer dois volantes apenas porque quer jogar com dois armadores. Se os volantes que temos só conseguem ter boas perfomance se forem 3, ou troca-se os 3 por dois que consigam dar conta do recado ou peçam a FIFA para jogarmos com 12.

  17. Renato-SP disse:

    Agora, o que é inaceitável é vender o mando de campo. Simplesmente ridículo. Já está criada a próxima muleta. “Estávamos acostumando ao Ipatingão e só fizemos um treino no Parque do Sabiá, mas o importante é sair daqui com os 3 pontos. Não vi nenhuma necessidade de transferir esses jogos para Uberlandia. Patético.

    • Rogério disse:

      Também acho, é o fim da picada, me cheira a atitude eleitoreira. Parece que querem agradar a todos..

      • Sobrinho disse:

        O Cruzeiro foi criticado por todas as definições de mando de campo pós fechamento do Mineirão.

      • Rogério disse:

        Sobrinho, acho que voce não entendeu bem a minha critica, estou criticando o fato de fazer jogos em vários locais diferentes, na minha opinião deveriam definir um só local, Sete Lagoas, Ipatinga, Uberlândia, tanto faz, mas que fossem feitos todos os jogos em um só local.

      • Sobrinho disse:

        Mais uma critica por causa das escolhas de mando de campo.

      • Rogério disse:

        Uai, proibiram criticas e nem fiquei sabendo..

      • Chaves disse:

        Pelo contrário, se proibir criticas, os posts não terão sequer 1 comentário, hehehe.

  18. Binho disse:

    Sei é que estou muito preocupado. A gordura está sendo queimada em casa. Fico pensando quando Fábio nos desfalcar indo pra seleção, questão de tempo. Estamos fu e mal pagos. Mais da metade de nossos pontos podem ser creditados a ele em sua maior parte.

  19. Matheus Reis disse:

    OT: O Beckenbauer de São Bernardo mais uma vez não foi relacionado.

    Goleiros: Fábio e Rafael
    Laterais: Diego Renan, Jonathan, Pablo e Rômulo
    Zagueiros: Cláudio Caçapa, Edcarlos e Gil
    Volantes: Elicarlos, Everton, Henrique e Marquinhos Paraná
    Meias: Montillo, Pedro Ken e Roger
    Meia-atacante: Jones
    Atacante: Robert, Wallyson e Wellington Paulista

  20. Naldo disse:

    A torcida desta vez não se deu nem ao trabalho de atirar um tênis no campo, deixou a raquetada por conta do Vitória. Começou a deixar o estádio antes do final do jogo, e os que ficaram não viram nada que merecesse a sua permenência.

  21. Naldo disse:

    O Cuca escalou mal o time, a semana de treinamento não rendeu nada. Aliás, rendeu, o Jones. Substituiu pior ainda e o time teminou com um a menos, nervoso, atabalhoado, perdido, no salve-se quem puder e sem a menor pinta de que vá reagir na próxima partida.

  22. Naldo disse:

    O WP é aquele centroavante que se jogar todas as partidas, volta e meia ele deixa uma rede. Eu tambem era assim nos meus tempos de pelada.

  23. Mauro França disse:

    Mais uma excelente análise do Matheus Penido. Por sinal, a dupla Penido & Reis tá batendo um bolão.