Jadson, a próxima novela

Por SÍNDICO | Em 23 de dezembro de 2018

PRÓXIMA novela: Jadson no Cruzeiro, Digão, Ezequiel e Bruno no Fluminense. 

Cruzeiro precisa de mais um volante? Henrique, Cabral, Lucas, Ederson, Romero e Nonoca não bastam?

Cruzeiro encontrará  reserva melhor pro Edílson do que Ezequiel, por um preço camarada?

Bruno não foi o fracasso que muitos torcedores dizem, mas se ele quer ir embora, paciência.

Não seria melhor o Cruzeiro simplesmente rescindir os contratos dos que querem se mandar e promover alguns jovens pra completar o elenco? 

36 comentários para “Jadson, a próxima novela”

  1. SÍNDICO disse:

    JADSON, JOGOS E GOLS: Botafogo (11/13), 47 jogos, 1 gol. Udinese (13/14), 1 jogo, 0 gol. Paranaense (15/16), 27 jogos, 1 gol. Santa Cruz (16), 20 jogos, 0 gol. Ponte (17), 39 jogos, 1 gol. Fluminense (18), 59 jogos, 3 gols. Total: 193 jogos, 5 gols.

  2. Souza disse:

    JADSON eu desconheço. E olha que cheguei a assistir a jogos do Fluminense. Parece-me mais uma contratação sem sentido, como foram as de Bruno Silva e Mancuello, ano passado. Bruno Silva porque havia no elenco o Hudson, já adaptado, e por um valor bem menor. Mancuello porque não vinha jogando nada no Flamengo.

    • SOUZA disse:

      EZEQUIEL esteve mal no ano passado, mas nos últimos jogos melhorou. Resta saber se o problema foi físico. Bruno Silva merece mais uma chance. Entendo que apenas não se adaptou ao esquema tático. Em suma, exceto pela folha salarial, a troca com o Fluminense não me parece boa.

      • SÍNDICO disse:

        VOLANTE é fixação dos contratadores do Cruzeiro. Estão sempre buscando algum. Mesmo que o Lucas volte ao Real, o elenco ainda conta com bons reservas. Se vier, Jadson herdará o posto, mas sem entregar a qualidade de passe do Lucas.

    • BrunoBarros disse:

      Bruno Silva não foi um equívoco. Ele passou 2 anos jogando muito bem pelo Botafogo, pela direita, no setor que o Robinho joga. Seria uma alternativa a mais pra essa função. Essa era a esperança. Teve um início ruim, e ficou logo marcado por boa parte da torcida. À certa altura numa tentativa vil e tacanha de auto-elogio do Mano foi diagnosticado como um cara que não se encaixaria no esquema do Cruzeiro, um time que segundo seu treinador, propõe o jogo. Citando que o Botafogo jogava no contra-ataque , onde seu futebol de força se encaixaria melhor. Pior que muita gente boa caiu nesse papinho furado. Cômico se não fosse trágico. Cruzeiro com o Mano e o Botafogo do Jairzinzin têm formas de jogar muito similares. A ideia é basicamente a mesma. Recuar a equipe pra ganhar campo nas costas do adversário, atacando na base do contra-ataque, usando um neologismo, na base do futebol reativo.

      • BrunoBarros disse:

        O Jadson, acredito eu, estaria vindo também pra ser uma opção pela direita, e até mesmo na lateral, onde já jogou. Tem a volância como formação, claro, mas acho que será bastante utilizado nessas outras duas funções, principalmente se não vierem o lateral-direito e o tal meia pra jogar pelos lados.

      • SÍNDICO disse:

        MANO criou o Céu a Terra.

      • SÍNDICO disse:

        BRUNO é jogador de força. Mano prefere os caras que trabalham a bola, sem afoiteza. Certamente, não foi uma contração pedida, mas apenas aceita por ele.

      • SÍNDICO disse:

        TODOS os times brasileiros se concentram na defesa, quando estão sem a bola, e atacam com certos cuidados, quando são donos dela. Santos foi a exceção, jogando sempre com vários atacantes e, algumas vezes, até sem armadores. O que não deu bons resultados.

      • BrunoBarros disse:

        Pra quem não saca nada de saltos ornamentais todo pulo é igual. É assim em qualquer esporte.

    • BrunoBarros disse:

      O Bruno Silva não veio pra ser um “substituto” do Hudson. Não era essa a intenção. Ele veio como meia. O substituto do Hudson chegou com a temporada em andamento, que foi o Ederson.

      • BrunoBarros disse:

        Aliás, essa viuvez pelo Hudson apequena o clube. Um jogador extremamente comum. Bem marromeno. Claro, fez um temporada muito boa pelo Cruzeiro em 2017, a melhor da sua carreira, mas vamos com calma. É um jogador que não muda time, nem elenco nenhum de patamar. Henrique, Romero e Lucas Silva são melhores. Cabral talvez. Nonoca e Ederson poderão ser. Então vamos deixar o Falcão, ops…, o Hudson quietinho lá em Sampa mesmo. Não resolve nada.

      • SÍNDICO disse:

        Jogador brasileiro que muda time não joga no Brasil.

      • BrunoBarros disse:

        Bons jogadores podem mudar um time. De preferência a união de vários. E aqui tem jogador bom sim, capaz disso. Arrascaeta é um. Everton Ribeiro outro. Henrique. Dedé. Só pra ficar nos que a gente conhece bem. Mas é muito claro que ninguém joga sozinho. Desde sempre. O que não dá é pra que um jogador que já tá na praça há uns 10 anos jogando marromeno de uma hora pra outra, por conta de uma temporada ou nem isso, se transformar no “cara que faltou”, que iria fazer a diferença.

      • SÍNDICO disse:

        Nunca ouvi alguém dizer que o Bruno Silva fazia falta ao time celeste. Deve ter sido um negócio de oportunidade. Hudson tb não foi decisivo, embora tenha disputado uma ótima temporada e marcado um gol decisivo na Copa do Brasil. Quanto aos demais citados, são todos excelentes jogadores, mas precisam estar juntos no mesmo time pra fazerem a diferença. Arrascaeta ou Ribeiro, por exemplo, não fariam Flu, Vasco ou Bota mudarem de patamar. Não vejo esse cara no Brasil.

      • Souza disse:

        Bruno, parece-me que vc não compreendeu quando mencionei sobre o Hudson. Não se trata de tentar buscá-lo novamente. O eu disse que ele estava adaptado ao time e não era preciso contratar outros para o meio de campo, ainda mais por valor superior. Agora o erro poderá se repetir com o B. Silva. Entendo melhor tentar adaptá -lo ao time do que contratar o Jadson.
        Exceto se for um daqueles quase unanimidade, tipo R. Goulart e Everton Ribeiro.

  3. SÍNDICO disse:

    TROMBA D’ÁGUA matou 6 jovens, sábado, em cachoeira de S João Batista do Glória, Sudoeste de Minas. Enchente não manda recado, pega de surpresa.

  4. Jdias disse:

    Posso queimar minha língua e o jogador dar muito certo, mas será que a base não consegue formar volantes medianos para serem reserva do reserva? Ou estão só buscando um motivo para tirarem 3 jogadores do elenco?

  5. Filipe Braga disse:

    Conseguindo o Jádson pode incluir o Romero na troca com o Grêmio. Quem sabe até aceitem TN + Romero pelo Luan rsrs

    • SÍNDICO disse:

      Não é bom negócio. Romero é coringa.

    • Tolentino disse:

      Segundo Abel Braga Jadson é um jogador operário. Daqueles que o torcedor não gosta mas que o treinador adora. Assim sendo não parece-me substituto pro Lucas Silva que tem um passe longo qualificado e no Cruzeiro achou posição praticamente de armador.

  6. Bruno 7L RJ disse:

    Jadson é mais meia do que volante. Bom jogador. Mas não vejo tanta necessidade. Tentaria o Marcos Jr e/ou Matheus Alessandro.

    • SÍNDICO disse:

      É o que chamam segundo volante. Meia costuma fazer gols e ele, quando faz, até se admira. Me parece que viria pra substituir Lucas.

    • Tolentino disse:

      No Cruzeiro ele está mais para Romero. Jogador esforçado que procura produzir com seriedade e vontade em qualquer posição que for escalado. Mas nenhum grande talento observável.

  7. zuloobas disse:

    Tomara que não seja verdade que o Cruzeiro fez proposta para Dodô, jogador caro, da posição de Egídio, que é grande jogador.

    • BrunoBarros disse:

      Também acho totalmente desnecessário. Melhor apostar no Patrick Brey e no Rafael Santos. São 2 bons valores, jovens. Não faz sentido investir alto na posição.

      • SÍNDICO disse:

        DODÔ tem salário europeu. Pra disputar posição, não é conveniente. O cara certo seria o Leo Pelé, que o São Paulo buscou no Bahia. Breu e Rafael são incógnitas. Deveriam ser testados no Mineiro, jogando entre titulares e não num catadão.

  8. Velloso disse:

    JADSON seria boa pensando em elenco, já que dificilmente Lucas Silva fica e Mancuello não será aproveitado na posição (negociado ou não), Seria uma boa troca, se não envolvesse o Ezequiel. O Cruzeiro tem 14 jogadores de referência num elenco que não segurou a barra como se imaginava. Acredito que o pensamento da comissão técnica é o de fortalecer a segunda linha e manter o planejamento de 2018 em 2019.

    • SÍNDICO disse:

      LUCAS tem mais um ano de contrato com o Real. Provavelmente, será vendido, mas não pro Cruzeiro, que não tem dinheiro, nem crédito. Manuela poderia ser seu substituto, mas Mano o considera mais um meia do que um volante.

  9. SÍNDICO disse:

    GILBERTO, lateral direito de 25 anos, é aguarda em Belo Horizonte para exames médicos. Se for aprovado, assinará contrato com o Cruzeiro. ele está parado desde 25Ago tratando de um edema ósseo no joelho esquerdo. Gilberto tem contrato com a Fiorentina até Jun20 e está emprestado ao anos Fluminense desde Jan18. O empréstimo encerra-se este mês.

  10. SÍNDICO disse:

    DODÔ, lateral esquerdo de 26 anos, da Sampdoria, atualmente, no Santos, pode ser contratado pelo Cruzeiro. O time paulista, que tem a preferência pra compra, não dispõe de R$8 milhões pra concretizar negócio e o jogador pode vir pra Toca II.

  11. SÍNDICO1 disse:

    THIAGO NEVES, em dois ano e Cruzeiro, disputou 110 jogos, marcou 32 gols (média de 0,3) e deu 16 assistências (média de 0,14).

    • Tolentino disse:

      Os números de assistências do Neves escancaram que ele não é articulador nem aqui nem na China. Apenas mais homem de frente. Praticamente um atacante.

      • SÍNDICO disse:

        O Cruzeiro não joga pendurado num unico articulador. Egídio, Edílson Arrascaeta, Robinho, Lucas, Henrique e Cabral tb trabalham na criação.

  12. Tolentino disse:

    É bizarro esta ideia de avaliar um reforço por uma temporada. Ainda mais quando o mesmo custou tão caro. Insana mesmo. Esse pessoal nunca ouviu falar em adaptação? Cartola que faz isso adora queimar dinheiro. Repito nenhum dos que chegaram neste ano em definitivo deveriam sair no próximo.