Itair caiu

Por SÍNDICO | Em 10 de outubro de 2019

ITAIR MACHADO caiu. Demitido, após acordo, com previsão de pagamento de multa. Para o público externo, contido, terá sido uma renúncia.

Ele esteve à frente do futebol do clube por 22 meses, tempo suficiente pra conquistar três títulos: dois mineiros e uma Copa do Brasil.

Resumo da opera:

Zezé Perrella assumirá o comando do futebol. Wagner Pires seguirá como presidente, até a convocação de novas eleições, marcadas para Jan20. Além de Pires, os vices Hermínio Lemos e Ronaldo Granata renunciarão a seus cargos. A eleição terá candidato único, a ser eleito por aclamação. Havia consenso entre as várias correntes de que a permanência de Itair estava inviabilizando as tentativas de solucionar a crise administrativa e financeira. Perrella e aliados costuraram um acordo com Wagner para a permanência dele como presidente, enquanto um comitê liderado pelo ex-senador vai passar a gerir o clube. A reunião do Conselho convocada para 21Out, que iria decidir o afastamento de Wagner foi cancelada.

36 comentários para “Itair caiu”

  1. SÍNDICO disse:

    SAÍDA do Itair não resolve problema algum pode até criar outros. Toda a diretoria precisa ser removida.

  2. Taí disse:

    Bora, Rainha, falta só vc!

  3. SÍNDICO disse:

    CONSELHEIROS venais ficarão órfãos por pouco tempo. Logo se agarrarão ao novo comando, esperando ganhar pequenos prêmios: camisas, ingressos, viagens, empregos etc. A base apodrecida do clube continuará intacta comprometendo toda a estrutura.

  4. Taí disse:

    A rainha queria fazer uma assembleia sem tempo hábil para comunicar aqueles que não participam das feijoadas.

  5. Taí disse:

    Zezé acaba de assumir a direção de futebol do CEC.

  6. Wagner CPM disse:

    Falta o resto da corja.

  7. CIDADÃO DE BEM disse:

    Parece que há um acordo para Wagner Pires de Sá permanecer como rainha da Inglaterra até o início do ano que vem, e então antecipar as eleições. Nesse acordo, pelo que minha fonte falou, Pedrinho anteciparia recursos para colocar salários em dia.

  8. SÍNDICO disse:

    ZEZÉ PERRELLA assumirá o comando do futebol do clube. Wagner Pires de Sá segue como presidente, até a convocação de novas eleições, marcadas para Jan20. Além de Wagner Pires, os vices Hermínio Lemos e Ronaldo Granata renunciarão a seus cargos. A eleição terá candidato único, a ser eleito por aclamação. Havia consenso entre as várias correntes de que a permanência de Itair estava inviabilizando todas as tentativas de resolver a crise administrativa e financeira. Perrella e aliados costuraram um acordo com Wagner para a permanência dele como presidente do Cruzeiro, enquanto um comitê liderado pelo ex-senador vai passar a gerir o clube. A reunião do Conselho convocada para 21Out, que iria decidir o afastamento de Wagner foi cancelada.

  9. CASTELÕES disse:

    Ufa! Até que enfim! Meu astral ja melhorou! Agora nós vamos sair da zona.

  10. SITE CRUZEIRO disse:

    WAGNER PIRES DE SÁ, no intuito de apaziguar o forte momento político vivido pelo Clube nos últimos meses, tomou duas decisões importantes na tarde desta quinta-feira: A primeira delas será antecipar as eleições do Clube para Jan20, mas para isso será necessário um acordo com os vices Herminio Lemos e Ronaldo Granata, que também foram eleitos e terão que dar anuência. A segunda foi pela saída imediata do vice, Itair Machado, que a partir de agora deixa o comando do futebol, que será dirigido pelo presidente do Conselho Deliberativo, Zezé Perrella. Itair Machado esteve à tarde na Toca da Raposa se despedindo dos jogadores, comissão técnica e funcionários, que desejaram boa sorte em suas próximas jornadas. O presidente Pires de Sá salientou que sua decisão deve-se ao grave momento politico que o Cruzeiro atravessa, atrelado à forte crise financeira. Wagner revelou, mais uma vez, que assumiu o Clube tremendamente endividado, tendo pago durante o seu mandato mais de R$150 milhões de dívidas da administração anterior, além das despesas mensais de salários de funcionários e jogadores e os respectivos impostos. Acrescentou ainda que, diante das constantes disputas políticas, o Clube foi perdendo chances seguidas de recorrer ao mercado para corrigir suas finanças. Com esse acordo, as duas reuniões do Conselho Deliberativo marcadas para o dia 21 próximo estão canceladas. Resumindo: o presidente continua no cargo até a realização das próximas eleições, Itair Machado deixa a vice-presidência, e Zezé Perrella assume o comando do futebol do Cruzeiro e estará presente em Chapecó na partida de domingo contra a Chapecoense. 

Belo Horizonte, 10 de Outubro de 2019, Wagner Pires de Sá, Presidente do CRUZEIRO EC

  11. Jdias disse:

    O problema do Cruzeiro é muito maior que Itair e Serginho. Eles ajudaram a agravar a situação, mas depois de vários anos de ma gestão, se tudo der certo, vamos continuar a série A esse ano e ano que vem teremos um time nível 2012, pois o brejo o de enfiaram nossa vaca é grande. Tomara que os vices não coloquem o ego acima do clube e ajudem a viabilizar a solução da crise política no clube.

  12. HOJE EM DIA disse:

    SAÍDA de Itair Machado é um sinal de que a gestão Wagner Pires de Sá no Cruzeiro acabou. A queda do último escudeiro do presidente celeste determina novos tempos no clube, que passará a ser comandado, provavelmente já neste mês, por um comitê gestor formado por três ou cinco conselheiros. Os nomes ainda estão sendo escolhidos entre o grupo que integra a oposição. Mas uma decisão importante já está tomada. Segundo uma fonte ouvida pelo Hoje em Dia, que participou das reuniões que aconteceram nesta quinta, vários integrantes da direção do Cruzeiro e que recebem algum tipo de remuneração serão demitidos. A medida é uma maneira de acabar com a influência dentro do clube de Sérgio Nonato, ex-diretor geral e que pediu demissão do cargo na semana passada, e de Itair Machado, demitido nesta quinta como parte do processo da saída de Wagner Pires de Sá, que será afastado da presidência. Esta medida deve atingir até mesmo o futebol, com Marcelo Djian que também não tem a permanência garantida. Além disso, os novos profissionais que forem ocupar os cargos entrarão com salários mais baixos, dentro da nova realidade que o clube será obrigado a viver. Uma questão que vem sendo costurada é o fato de os dois vices eleitos, Hermínio Lemos e Ronaldo Granata, não concordam com seus afastamentos, pois garantem que não cometeram nenhuma irregularidade e que não podem ser afastados dos cargos para o qual foram eleitos.

  13. Palestra1921 disse:

    Só acredita nessa história de apaziguamento quem quer.

  14. Luizito Soárez disse:

    “Através de nota oficial, o clube informou que o dirigente “deixa o comando do futebol” em saída “imediata”. No entanto, em rápido contato com a reportagem, Itair se limitou a dizer que FOI DEMITIDO “em prol do bom andamento político do clube”. Procurada a diretoria de comunicação não soube informar sobre a multa rescisória, registrada em contrato, de R$ 2 milhões, que o dirigente tem direito a receber se fosse demitido, foi ou será paga” (GE)

  15. JJ disse:

    Baita mudança, sai o Itair volta o ZZP? O Cruzeiro é uma cleptocracia.

  16. Mais uma Vitória de Pirro muito “comemorada”…

    • Celeste disse:

      O futebol repete a política. ZZP de salvador da pátria. A que ponto chegamos! Eu escrevi duzentas vêzes aqui que não confiava no ITM. Nunca deveria ter pisado na Toca. Mas deixaram e se assim o fizeram é porque tinham motivos. Enfim, espero que nossos jogadores e torcida se unam para que sobrevivamos. Não dá para esperar algo dos bastidores. Infelizmente, no quesito ” direção” (incluo aqui os conselheiros e todos que mamam na Raposa), dias piores virão.

  17. Fernandão disse:

    Na minha percepção não é uma vitória de pirro. É a vitória possível no momento. Não sei se o acordo será cumprido por todas as partes, mas o primeiro e muito importante passo foi dado. Itair tinha de sair. Ele acaba com a credibilidade do Cruzeiro. Qual patrocinador iria por um real antecipado na mão desse cara? Agora há a possibilidade de captar algum recurso para quitar nem que seja uma beirada dos atrasados. Além disso a promessa de eleições em janeiro é alvissareira. O Perrela tem o nome mais queimado na torcida não pelo que ele fez enquanto dirigia o Cruzeiro, mas principalmente pelo Helipóptero, onde ao que parece ele entrou de gaiato, e pelo fato de ter largado o Cruzeiro na mão do Dimas, no apagar das luzes de sua gestão. Entre os anos 90 e 2010 a torcida e os sócios gostavam dele. Tá faltando agora é explorar melhor o fato. Era pro Perrela ter marcado uma coletiva pra hoje de manhã. Meia dúzia de frases bem colocadas melhorariam o astral, deixariam o ambiente mais leve e demonstrariam a vantagem da situação. Silente, ele está reforçando a imagem de que houve jogo de bastidores para proteger interesses.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.