Honduras 1×0 Chile: Cadê o pênalti? Vencer era uma necessidade…

Por SÍNDICO | Em 16 de junho de 2010

No Estádio Mbombela, em Nelspruit, Honduras e Chile abrem o Grupo H, que tem a Espanha como principal atração e favorita de quase todo mundo pra conquistar a Copa.

O Chile, treinado por El Loco Bielsa, um argentino que manda o time pras cabeças, vai jogar no 4-3-3 com Sanchez, Suazo (Gallardo) e Beausejour atacando em tempo integral.

Honduras, mais humilde, vai de 4-4-1-1. Carlos Pavón, 36 anos, 56 gols pela Nacional, terá de se virar sozinho no comando do ataque. Quando muito, receberá apoio do meia-armador Nuñez, de quem a gente jamais ouviu falar.

O Juiz será Eddy Maillet, das Ilhas Seychelles, país pouco maior do que Belo Horizonte, com 87 mil habitantes, descoberto por Vasco da Gama, que fica coladinho em Madagáscar.

*****

Eis como o La Prensa, de Tegucigalpa, reportou o jogo:

Honduras debuta con derrota en el Mundial

Ambos representativos abren el grupo H del Mundial de Sudáfrica y protagonizarán el primer duelo latinoamericano (Nelspruit , Sudáfrica)

Mal inicio para Honduras en el Mundial de Sudáfrica-2010. La Selección Nacional después de 28 años volvió a una Copa del Mundo, pero comenzó el camino cayendo 1-0 contra Chile en un duelo con sabor latinoamericano que abrió la acción del Grupo H.

El gol de Jean Beausejour a la media hora de partido dio a Chile su primera victoria mundialista en 48 años y permitió al equipo de Marcelo Bielsa sumar sus tres primeros puntos ante un flojo equipo catracho que, por lo que ha mostrado este miércoles, se confirma como la cenicienta del su zona, donde también están España y Suiza.

La Bicolor, que aún busca el primer triunfo mundialista de su historia, tendrá que esperar, porque se encontró con un rival muy superior en lo futbolístico y que mereció, por juego y ocasiones, mucho más.

El último triunfo de Chile en un fase final de la Copa del Mundo se remonta al 10 de junio de 1962, cuando venció, como anfitriona, a la ex Unión Soviética en la ciudad de Santiago (2-1). Desde entonces, no había podido ganar ni un solo encuentro -siete derrotas y seis empates- en sus siguientes cuatro participaciones: Inglaterra’66, Alemania’74, España’82 y Francia’98.

Los jugadores hondureños tuvieron mucho trabajo en defensa y es que lo de los chilenos pinta bien. Es un equipo dinámico, veloz, atrevido, que juega con las líneas muy juntas, al que le gusta dar un buen trato al balón y practicar un fútbol atractivo. Salió a por el partido desde el primer minuto. Y lo hizo atacando sin cesar por las alas, con dos laterales ofensivos como Vidal e Isla y con un Alexis Sánchez hiperactivo por ambas bandas.

Aún así, a Chile le falta instinto asesino si no tiene a Humberto Suazo, su goleador, al que Bielsa reservó después de que el ‘Chupete’ se haya pasado las dos últimas semanas recuperándose de una lesión muscular.

Una falta lanzada por Matías Fernández y un disparo lejano de Vidal que Noel Valladares atajó en dos tiempos fue lo más peligroso de Chile antes de que, pasada la media hora, Beausejour rematara a gol una combinación entre el propio Fernández y Vidal (0-1).

El tanto fue un premio merecido a la insistencia chilena y el justo castigo para una Honduras que se había mostrado solida en la contención, rápida en el repliegue, pero tácticamente rácana y técnicamente limitada a la hora de fabricar algo de fútbol.

Sin el otro Suazo, David, también delantero y también reservado por Reinaldo Rueda al no estar al cien por cien, la selección hondureña lo porfió todo a la solvencia de Wilson Palacios para poner pausa en la medular y los disparos lejanos de Núñez, sustituto en la mediapunta de Rambo De León, al que una lesión muscular le ha dejado a última hora fuera del Mundial.

El guión del partido no cambió tras la reanudación, si acaso, aún se puso más de cara para Chile, el único equipo que quería el balón. Mientras que Honduras intentaba controlar el choque con el repliegue, su potencia física y la organización defensiva.

Un disparo demasiado Cruzado de Alexis Sánchez y un doble remate de Ponce y Medel que Valladares sacó por dos veces en la línea de gol fueron los dos primeros avisos de la escuadra sudamericana en la segunda mitad. Mientras tanto, en la meta contraria, Bravo vivía desde lejos y con placidez el aluvión atacante de su equipo.

Honduras no robaba, no salía, no armaba una contra que hiciera al menos recular al rival. El equipo centroamericano fue decayendo hasta acabar encerrado en su área, pero Chile fue incapaz de sentenciar por culpa de su falta de definición en los metros finales.

Con otro rival, quizá lo hubiera acabado pagando, pero no con Honduras, un equipo tan tímido con el balón que no fue capaz de disparar entre los tres palos durante toda la segunda mitad.

El segundo partido de Honduras es el lunes 21 de junio contra España que hoy debuta ante Suiza, nuestro tercer rival.

Honduras: Noel Valladares, Sergio Mendoza, Osman Chávez, Maynor Figueroa, Emilio Izaguirre, Amado Guevara, Wilson Palacios, Roger Espinoza, Ramón Núñez, Edgard Álvarez y Carlos Pavón. Entrenador: Alexis Mendoza. / Chile: Claudio Bravo, Waldo Ponce, Mauricio Isla, Carlos Carmona, Gary Medel, Matías Fernández, Rodrigo Millar, Alexis Sánchez, Arturo Vidal, Jorge Valdivia y Jean Beausejour. Entrenador: Marcelo Bielsa.

UOL Esportes viu quae tudo, menos um pênalti calro a favor da seleção azul-estrelada, Assim fica difícil!

  • 27 – Matías Fernández cobra a falta forte. Mesmo longe da área, o meia-atacante chileno assusta o goleiro e bola passa rente ao travessão.
  • 34 – GOOOLLL DO CHILE!!! Isla recebe belo passe na direita e cruza rasteiro para Beausejour desviar no primeiro pau.
  • 45 – Em cobrança de falta, Nuñez chuta no meio e Bravo manda para o escanteio.
  • 62 – UUUHHH!!! Sanchez recebe passe de Valdivia, domina na entrada da grande área, chuta e a bola passa rente à trave direita hondurenha
  • 64 – UUUHHH!!! Vidal escora cobrança de falta para o meio da área. Livre, Ponce cabeceia debaixo da trave e Valladares faz grande defesa;
  • Alexis Sánchez – Liso, o camisa 7 partiu para cima dos defensores de Honduras e criou chances de gol com seus dribles.
  • Carlos Pavon – Maior artilheiro da história de Honduras e herói da classificação, finalizou a gol apenas uma vez e errou. 
  • Noel Valladares – Sofreu ao ver seu time ser dominado e realizou quatro importantes defesas, evitando uma goleada.
  • Amado Guevara – Capitão hondurenho errou 28% dos passes e foi substituído aos 19min do segundo tempo .

27 comentários para “Honduras 1×0 Chile: Cadê o pênalti? Vencer era uma necessidade…”

  1. Será que a mágica de Valdívia vai entrar em campo?

  2. Bruno Pontes disse:

    E a partida tá boa. O Chile tá partindo pra cima sem medo.

  3. Damas disse:

    Uma das imagens bonitas que vi nesta copa foi o centro avante koreano chorando no momento do seu hino nacional. Isto sim, seria uma coisa a ser ensinada aqui no Brasil desde a mais tenra idade.

    • Bruno Pontes disse:

      Juninho Pernambucano fez o mesmo na fatídica partida contra a França em 2006. To achando que a prática dá azar hein…

  4. Elias disse:

    $%#@&* —> Chile 1 x 0. Nosso time joga mal =(

  5. Elias disse:

    Mais um jogo disputadíssimo (pouca técnica e muita disposição) que caminha prá um placar mínimo…

  6. Binho disse:

    Essa é seguramente a pior copa de todos os tempos. Pior que a dos EUA em 94. baixo nível é elogio. Só jogos ruins exceção o da Alemanha. Dá desânimo assistir qualquer jogo. Pavoroso.

    • Mauro França disse:

      Faze uma afirmação tão categorica antes mesmo do final da primeira rodada da fase de grupos é, no minimo, precipitado. Faça um exercicio de memoria e liste os jogos memoraveis da primeira fase das Copas de 2006 e 2002 (pra não falar das da década de 90). Além do que, o nível do futebol atual é esse. Ou pratica-se futebol de alto nivel em todas as competições e só na Copa que não?

      • Binho disse:

        É o pior começo de copa de todos os tempos. Sou categórico. Nenhuma outra foi tão ruim quanto essa. Só jogos pavorosos. Se está gostando, bom pra você. Eu não.

      • Mauro França disse:

        Se eu fosse responder como vc, diria simplesmente: Problema seu, então, desligue a TV.

      • Mauro França disse:

        Eu continuo achando que a Copa de 90 segue insuperavel.

      • Binho disse:

        Já estou fazendo isso Mauro. Tem jogos tão ruins que não consigo assistir e chegar ao final. Moro sozinho e tenho muito o que fazer dentro de casa. NãO DÁ PRA perder tempo com esse desfile de horrores. E tem outra. Nada tem a ver com o número de gols. Ela é péssima pela futebol apresentado por todas as seleções até agora. Há jogos emocionantes sem gols. Emoção até agora foi zero.

      • Fala sem saber…
        Ele não lembra de nenhum outro jogo de outra Copa…
        Falou da de 94, mas a de 90 foi pior.
        Mas ele não lembra nem de uma, nem da outra.
        Fala por falar. Cornetagem pura.

      • Binho disse:

        Assisto a copas antes de você ter nascido Geni. Posso cornetar o quanto quiser. Já não é seu caso, que adora provocar e sair correndo da raia.

      • Bruno Pontes disse:

        Estou com o Mauro. Os começos de Copa sempre são assim. Foi assim nas últimas também. Além disso, a qualidade das partidas muitas vezes é analisada de forma simplista, só levando em conta o número de gols feitos. Se ontem o Coreano tivesse errado o chute do gol e o L.Fabiano tivesse acertado o que perdeu na cara do goleiro, o jogo teria sido, pra muita gente, muito melhor. Com 5 segundos diferentes, de 90 minutos.

    • Binho,
      Concordo com você.
      Ter opinião sobre as coisas depois que aconteceram não é ter opinião, é relatar aquilo que viu sobre FATOS.
      Esta Copa é a PIOR desde 1990. Estou dizendo isto ANTES que ela começasse. Basta ver COMO se classificaram e a qualidade (???) das classificadas.
      Poderei afirmar que esta Copa é PIOR do que a de 1990 depois de encerrada. Para isso, terei que ver aos jogos e não desligar a TV como alguns sugerem.
      Acredito que muita gente tá com medo de opinar, e fica falando que vai melhorar só para dizer que “falei que ia melhorar”. Tem que melhorar. PIORAR é impossível e seria um DESASTRE.
      E olha que a mídia internacional ESCONDE um monte de mazelas extra-campo para amenizar os efeitos negativos.
      Mas tem gente que acha que não podemos opinar ANTES. QUestão de coragem…

      • Sobrinho disse:

        E você quer afirmar que essa é a pior compa por que mesmo?

      • Sobrinho disse:

        copa

      • Binho disse:

        É mesmo. Me esqueci da copa do Lazaroni. Foi de doer as vistas mesmo.

      • Mauro França disse:

        Eu acrscentaria: quem foi mesmo que falou que a Copa ia ter um excelente niovel tecnico? Convenhamos, esta previsão de que o nivel tecnico seria baixo nem é tanta previsão assim. Quem viu a última Eurocopa, a Copa Africana de janeiro, as eliminatórias, enfim, acompanhou o futebol internacional tinha mais é que prever que o nivel tecnico não seria lá essas coisas.

      • Mauro França disse:

        Nivel tecnico ruim ou não, ou mesmo o “pior de todas as Copas” não me impede de acompanhar a Copa com interesse, de ver TAMBÉM os pontos positivos. Enfim, curtir o evento, sem ter que ficar repetindo o tempo todo de que o nivel tecnico é o pior de todos os tempos.

      • Binho disse:

        Mas foi o que eu disse Mauro: Se está bom pra você, aproveite. Eu não fico repetindo coisa alguma. É a primeira vez que entro no blog depois que a copa começou.

  7. Leo Vidigal disse:

    Muita falta e pouco jogo. O Chile mereceu a vitória, teve volume e poderia ter feito mais. Honduras ficou no penal não marcado, muito pouco. Vamos ver se a Espanha fura o ferrolho suíço e melhora a média de gols e o nível técnico do torneio.

  8. Claudinei Vilela disse:

    Estava em dúvida se torcia para Honduras ou para a Nova Zelandia, que tem o Cruzeiro do sul estampado em sua bandeira.
    De toda forma, as duas seleções serão meras coadjuvantes nessa Cup.

  9. Estou perdendo minhas esperanças de ver Honduras enfrentando o Brasil nas oitavas.
    Só um milagre… Chile ou Suiça devem ficar em segundo… se a Espanha não pisar na bola.

  10. Daniel Carvalho - Porto Alegre disse:

    Jogos marcados pela forte marcação. Temos de superar as marcações e atentar pra não levar gol no contra-ataque. Jogo a jogo vamos chegando. O futebol tem disso: teoricamente a Espanha venceria, mas na prática a história foi outra. E ainda teremos surpresas.