Gil tá jogando o fino!

Por SÍNDICO | Em 30 de maio de 2011

Atuações dos celestes e seus adversários no Cruzeiro 1×1 Palmeiras, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2011, em 29mai11:

  • Torcida – Dez mil é público de terceira divisão argentina. Boa participação das organizadas, nem tão boa da desorganizada. (Síndico)

  • Fábio – O Palmeiras não chegou com tanto perigo e o goleiro teve que fazer duas intervenções mais complicadas: num cruzamento no 1° tempo e num chute forte na etapa final. Sem culpa no lance do gol. (Matheus Reis)
  • Marquinhos Paraná – Quem sabe, joga em qualquer lugar. MP é jogador de futebol, não lutador de catch-as-catch-can, por isto prioriza a bola e não o adversário, como alguns torcedores gostariam. Não serviria pra estrelar as noitadas narradas por Carlos Valadares e Bob Leo. Contra a SEP ele tomou conta da lateral direita, deu uma mãozinha aos volantes e ainda apareceu no ataque. E, por pouco, não marca um golaço, desses de acabar com o fim de semana do Raher. (Síndico) / Jogou dentro das limitações que a função lhe impôs. Como lateral direito fechou bem os espaços e se saiu bem, apesar da boa partida de Gabriel Silva. Dessa vez até se arriscou ao ataque e quase marcou em chute de esquerda. (Matheus Reis)
  • Leo Simões – Jogou com mais seriedade, mas marcou bobeira no lance do gol palmeirense. Deveria ter acompanhado o atacante Luan mais de perto.(Matheus Reis)
  • Gil – Outra grande atuação. Levou o amarelo de praxe, mas ganhou a maioria das jogads sem estabanamento. Gilzão, Seleção! No futuro, é claro. (Síndico) / Outra atuação irretocável. Ganhou todas do Kleber que, inclusive, tentou mudar de lado para fugir do beque celeste. Ainda teve participação direta no gol de empate. (Matheus Reis)
  • Gilberto – No provável jogo de despedia, seguiu a toada das partidas anteriores. Muito mais meia atacante do que lateral. No 1° tempo, ainda aparecia pelo lado do campo. Na etapa final, voltou ao meio para ajudar na armação. Perdeu chance preciosa em jogada de Zé Ortigoza. (Matheus Reis)
  • Leandro Guerreiro – Mais uma partida sóbria marcando muito e protegendo a zaga com eficiência. Só precisa calibrar o pé em alguns passes para evitar que proporcione contra-ataques para o adversário. (Matheus Reis)
  • Henrique – Melhora em relação às partidas anteriores, mas longe do que pode e já rendeu. Na primeira parte do jogo, participou bem das jogadas de ataque. Depois sumiu. Se não ficar esperto, pode perder o assento depois que voltar da seleção. (Matheus Reis)
  • Montillo – Depois da péssima partida de estréia, não tinha como piorar. Entretanto, ainda está muito aquém das suas capacidades. Marcado de perto pelos palmeirenses, o argentino se movimentou bastante, procurou o jogo e armou alguns bons lances. Mas alguma coisa parece ter ficado pelo caminho. É hora de encontrá-la. (Matheus Reis)
  • Wallyson –  O mesmo posicionamento de Thiago valeu para Wallyson do lado direito. Vinha marcar na defesa e tentava sair em velocidade. Balançou a trave de Marcos e deu um o presente desperdiçado por Anselmo Ramon. Com a saída de Ribeiro, era a única opção de velocidade, mas deu lugar a Francisco Éverton. (Matheus Reis)
  • Francisco Everton – Entrou para dar ainda mais liberdade ao Gilberto. Ofensivamente, pouco acrescentou. Defensivamente, cumpriu seu papel. (Matheus Reis)
  • Brandão – Meio tempo em Manizales mais meio tempo ontem. É pouco para uma avaliação justa. Até aqui, foi uma mistura de Wellington Paulista com Farías: faz muita falta –6 no jogo– mas joga de pé. (Matheus Reis)
  • Anselmo Ramon – Terá pesadelos eternos com o gol mais perdido da edição 2011 do Campeonato Brasileiro. Olvidado tal lance, teremos uma boa atuação do jovem atacante. Bem posicionado, fez o pivô, girou com velocidade para concluir e esteve bem posicionado para marcar e dirimir o erro. Pra quem pede chances à base, essa é a hora de ter paciência. (Matheus Reis)
  • Thiago Ribeiro – No esquema com três atacantes, já estava decidido que voltaria para ajudar a marcar. Em alguns momentos, marcou como lateral esquerdo e tentou sair em velocidade. Até criou algumas jogadas no início da partida, mas caiu de produção e foi substituído. (Matheus Reis)
  • Ortigoza – Entrou com muita vontade, participando bem do jogo. Quase marcou de cobertura e colocou com carinho para Gilberto que isolou. Boa participação. (Matheus Reis)
  • Cuca – Sem Vítor, vetado por força de contrato, optou por improvisar a lateral direita novamente. A perda de ofensividade decorrente de um volante na lateral deveria ser compensada pela entrada de dois atacantes velocistas em cada ponta. Deu certo no início e o Cruzeiro parecia ir com tudo para cima da defesa palmeirense. O time de Felipão, praticamente todo atrás da linha da bola, conseguia marcar as investidas celestes. O Cruzeiro criou muito mais que na estréia, mas pecou demais na finalização. Muito em função de Brandão, que não parecia pronto para estrear em terras mineiras. A despeito do lance bizarro, Anselmo Ramon fez boa partida. Thiago Ribeiro caiu de produção e Zé Ortigoza entrou bem. A única alteração contestável foi a entrada de Francisco Éverton no lugar de Wallyson. O atacante era o único velocista em campo e Gilberto já jogava no meio, com Leandro Guerreiro cobrindo o seu lado. O Palmeiras já não atacava por ali. Pra mim, cautela demais. O resultado foi ruim e coloca pressão na equipe para conquistar uma vitória fora de casa. Apesar da ligeira melhora, Cuca precisa repensar esse esquema com laterais improvisados. Diego Renan, Pablo e Vítor servem ou não? É preciso ir às compras? Gilberto vai continuar como meia? Enfim, o treinador terá uma semana para remontar a equipe que não contará com Fábio, Henrique, Victorino e talvez Roger e Gilberto. (Matheus Reis)
  • Juiz & Bandeiras – O Juiz marcou o Gladiador em cima do lance. Não deu colher de chá pro ator da SEP que, como já fazia nos tempos de Cruzeiro, cavou uma penca de faltas. Inutilmente. O melhor da arbitragem foi isto: coibir a malandragem que, diga-se também foi praticada, em lances esparsos, por Ribeiro, Guerreiro e outros. (Síndico) / Wilton Pereira Sampaio não comprometeu o resultado do jogo, o que já está de bom tamanho. Mas deixou o pau comer no 1° tempo e não aplicou amarelo em Márcio Araújo num lance de cartilha; o volante palmeirense isolou a bola depois de falta marcada a favor do Cruzeiro. (Matheus Reis)
  • Arena do Jacaré – Segundo o experiente goleiro Marcos, “o gramado é um tapete”. Alguém poderia dar esta boa nova ao Jonathan? (Síndico)
  • Palmeiras – Fraco tecnicamente, obediente taticamente, a SEP se salvou devido às boas defesas de Marcos, à firmeza da bequeira (Thiago Heleno jogou muito bem) e a um chutaço de Luan. Era time pra ser batido sem grandes dificuldades. (Síndico) / Mostrou porque teve a melhor defesa do campeonato paulista. “Ah! Paulista não vale nada”. Não vale, mas vale. Assim como o Mineiro. Thiago Heleno faz uma temporada de recuperação espetacular. Tomou conta da zaga palmeirense e espanou tudo quanto é bola. Quando a zaga não dava conta, lá estava Marcos em dia de São Marcos. Gabriel Silva foi uma boa opção pela esquerda. Márcio Araújo fez uma boa partida pelo meio e Marcos Assunção sempre leva perigo nas cobranças de falta.  (Matheus Reis)

152 comentários para “Gil tá jogando o fino!”

  1. Walterson disse:

    Estou doido pra ver o comentário do síndico justificando o azulito no Anselmo Ramon. Concordo que o Gil jogou muito (comentei isto durante a transmissão) e o MP é firme e eficiente.

  2. Rogério disse:

    Assustadora a falta de intimidade o Brandão com a bola, se não se tratasse de um jogador com uma certa história no futebol diria que não era jogador profissional. Ou é falta de intimidade ou tem algum timpo de imã na canela dele que atrai a bola. Tem que fazer muitos treinos técnicos antes de voltar a ter oportunidades, apesar do gol perdido pelo Anselmo Ramon, deu para perceber que ele e a bola são do mesmo país.

  3. Chaves disse:

    ORTIGOZA – Entrou bem. Lúcido, se apresentou pra jogar abrindo espaços nas costas dos defensores palmeirenses. Quando Gabriel Silva vacilou, levantou a cabeça e deu com precisão a bola da virada que Gilberto desperdiçou. Antes do empate, saiu cara a cara e vacilou feio. Desta vez, não era lance pra colocar por cima do goleiro, uma vez que o Marcos estava em pé e não muito diatante da meta.

  4. Chaves disse:

    Montillo – Jogou mal. Vai ter muito trabalho neste ano, pois é encarado pelos adversários como o cara a ser marcado. Com pouco espaço, não tem conseguido dar continuidade nas jogadas. Continua perdendo muito tempo lamentando a cada lance perdido, ao invés de recompor com agilidade. Mas, mesmo assim, chama a responsabilidade até o fim do jogo e não se esconde.

    • Sobrinho disse:

      Montillo – Jogou bem, sem ser brilhante. Está precisando driblar gente demais para conseguir a arrumar alguma coisa.

  5. Chaves disse:

    Brandão – O pior do time. Pelo jeito, vai demorar mais uns jogos para se adpatar ao estilo de arbitragem brasileira que marca faltas facilmente. É muito forte e usa o corpo como referência. Quando conseguiu acertar uma de suas jogadas característica, girou sobre o beque e bateu pro gol de fora da área. Passou raspando, tinha endereço certo. Pelo alto, não teve oportunidades.

  6. Chaves disse:

    Anselmo Ramon – Mesmo sendo o mico da rodada, fez um bom jogo. Mais ágil e adpatado do que o Brandão, deu trabalho pra zaga adversária. Deixou boa impressão, mesmo tendo perdido a bola do jogo que poderia ter mudado a história e o desenho do confronto.

    • Walterson disse:

      Prefiro esperar pra ver este futebol todo. Assim como não vou cornetar por causa do gol perdido, tambem não vou render loas por causa do gol feito (se bobear, iria entrar direto). Mas que é melhor que o Brandão e WP juntos, não há dúvida.

  7. Damas disse:

    Alguém se lembra quem referendou a contratação do Gil, a despeito das butinadas que ele levou por aqui, quando foi contratado pelo CEC?

    • Chaves disse:

      Sim, você. Mas você não conta, pois graças a sua relação íntima com o Ricardo Guimaraes, o dono do Banco te passou 1% do Gil antes de repassá-lo ao Cruzeiro.

      • Damas disse:

        Calhorda. Referendei por havia visto o Gil jogar aqui em Goiânia. Não tem nada de 1% de RG não!!!!

    • claudioxinalemos disse:

      Adilson Batista.

  8. simone b de castro disse:

    Fábio, a meu ver, falhou no gol. Não estaria adiantado?

    • Walterson disse:

      Quéisso, Simone? O cara acertou um chute espírita (pode chutar mais 10 que não acerta o gol) e voce acha que foi falha do Fábio? Ninguem esperava que ele fosse chutar dali, muito menos o Fabio. As bolas chutadas que passaram pelo Marcos, ou acertou a trave ou passaram raspando.

    • Sobrinho disse:

      Não estava adiantado Simone. Impossível pegar aquela bola. Para pegar a bola o Fábio tinha que ter uns 30 cm a mais.

    • simone b de castro disse:

      Foi a impressão que tive. Mas se vocês que devem jogar peladas estão dizendo…

      • Damas disse:

        Simone: Nenhum dos dois jogam bola não. Brandão perto deles é Messi. Tb achei que o Fábio estava meio adiantado, a despeito do belo chute encaixado pelo atacante.

      • simone b de castro disse:

        Ah, tá vendo? Já achei um que pensa como eu. Valeu, Damas! rsrsrs

      • Rogério disse:

        Com sempre as Damas pensando da mesma maneira. rs. rs. rs….

      • Geniba disse:

        Aquela bola era indefensável! Mesmo se o Fábio estivesse mais dois passos para trás, não pegaria. Que ele socou aquela bola contra o Figueirense pra baixo, isso a gente não pode negar, mas no gol do Palmeiras, impossível de apontar falha dele.

    • BrunoBarros disse:

      Fábio estava posicionado corretamente no lance, e não chegou na bola porque o chute foi indefensável. Chutes como aquele que o Luan acertou entram na Champions League e na pelada de fim de semana, não há ser humano capaz de defender uma bola daquelas.

  9. Walterson disse:

    Diretoria – Considerei um erro a exigência da não-escalação do WP. Acho que seria muito melhor pra nós se o Porqueiras jogasse com um a menos, como jogamos os primeiros 4 meses do ano.

  10. Chaves disse:

    Fábio – Não teve culpa no gol. Quando um jogador acerta um chute daquele, como o Junior do Vitória acertou ano passado contra o Cruzeiro no Ipatingão, resta ao goleiro tentar fazer um milagre e defener. No mais, não teve trabalho.

    • Chaves disse:

      Aliás, cortou um cruzamento perigoso após penetração de um jogador na área pela linha de fundo.

  11. simone b de castro disse:

    Gil foi o melhor em campo.

  12. Chaves disse:

    GILBERTO – Alternou bons momentos e mals momentos. Com a bola nos pés e com liberdade pra sair, é um jogador diferente. Enxerga o jogo, vai pra cima e busca os atalhos do campo. A experiência dá a ele essas alternativas de buscar esses atalhos que ainda falta no Montillo, quando a coisa está complicada e o time na retranca. Graças a essa virtude, tem se destacado em momentos críticos nos últimos jogos. (Cont)

    • Chaves disse:

      Mas, sem a bola, deixa bem claro pra todos que está doido pra rachar fora. Não quer jogar na lateral e por isso mostra desânimo. É impressionante como ele recupera toda a vontade quando o treinador pede pra ele jogar no meio. Por ali mostra fôlego de menino mesmo aos 45 do segundo tempo.

  13. Parana com seu futebol de cerca-lourenço continua com cadeira cativa aqui…Ahhhh se o Roger que é muito mais util ao time tivesse metade dessa parcimonia.

    • Chaves disse:

      Segura seus treumas pra não avacalhar o post.

      • Chaves disse:

        traumas

      • opinião minha, uai….

      • Elias disse:

        Da qual discordo com veemência. Marquinhos Paraná NÃO É Lateral direito, é volante. Mas é sim jogador de grupo, obediente taticamente fazendo o que o treinador pede . E correspondeu, chegando inclusive no ataque, dando um bom chute prá gol, certamente tirado por certos “torcedores”que continuam essa até estranha perseguição.

      • Sobrinho disse:

        Teve um lance do Paraná com o Kleber que foi emblemático e deu para ver o que é perseguição à um jogador. Foi feito um lançamento longo nas costas do Paraná, ao invés dele tentar cortar de cabeça, dar voadora, cambalhota, etc, ele deixou a bola passar por ele, no que o Kleber dominou o Paraná já estava em cima na marcação. Quando o Kleber foi tentar o drible, Paraná tomou a bola de forma simples, sem se esforçar, sem dar carrinho, sem sujar o calção.

      • Sobrinho disse:

        Porém o corneta à minha frente, não esperou nem a jogada acontecer, quando teve o lançamento ele já xingou o Paraná. E mesmo com ele roubando a bola, continuou cuspindo maribondo.

      • raher disse:

        Claudiney voce esta vendo o certo. existe muita consideração e atenção com paraná, pela sua dedicação e subseviencia. Com a bolinha que ele joga qualquer um ja seria execrado. Ontem depois de 9 meses e 43 partidas ele deu um chute ao gol que está provocando orgasmos aqui ate agora. Um chute (mascado) em 9 meses é motivo de comemoração e quase uma placa na arena do jacaré.

      • Elias disse:

        Segundona, eu mortaço de ressaca definitivamente não mereço ler isso…ai ai

    • Damas disse:

      Pois eu acho que o Cuca já barrou o MP a favor do LG. O MP só está na lateral porque no momento não tem outro. E mais, entendo que um cara que carregou esta volância nas costas durante estes últimos 3 anos, mereceria um pouco mais de consideração.

      • Concordo que ele ja está barrado pelo Cuca. Isso explica a má vontade com o Cuca. Discordo que ele carregou o meio de campo do Cruzeiro nas costas…Ele dava a sua contribuição, dentro da sua limitação, mas nada de mestre, nada de craque, futebol comum, muitas vezes ajudado pela saude do Henrique e pela tecnica do Fabricio. MESMO ASSIM, não acho que dizer que o futebol dele é “cerca-lourenço” não quer dizer que estou o desrespeitando.

      • O respeito, como jogador do Cruzeiro, como profissional que é, por representar o Cruzeiro como sempre fez, mas não posso concordar que jogador deve ter cadeira cativa em time nenhum…Jogador nenhum, em time nenhum.

      • Damas disse:

        “cerca-lourença” na minha época de Lagoinha era “Meia boca”, “cabeça de bagre”, “ruim de bola”, em resumo – aquele que só jogava porque era o dono da bola.

      • Dylan disse:

        o Paraná ontem foi correto, não jogou mal mas concordo com o Claudinei. Ele é um jogador comum,que deu sua contribuição no meio campo mas pode ser barrado a qualquer momento, pra mim já teria sido. Não sei no que o banco de resevas pode ser falta de consideração.

      • Sobrinho disse:

        Mió calá… cada um que resolva seus traumas, obsessões e fantasmas.

      • Adair disse:

        A exceção da excelente final do Guerreiro seu futebol é fraco, costuma sempre correr atrás dos meias… Não consigo vê-lo no meu time ideal.

      • matheus t penido disse:

        Pois eu gostei do Guerreiro ontem. E contra o Avaí também.

      • Vc quer dizer, Figueirense, né Matheus!?

      • raher disse:

        Voce esta correto na barração que ja existe damas, mas exigir consideração com paraná porque ele perdeu a vaga, e com os demais ?? Gilberto perdeu a vaga, diego perdeu a vaga, pablo perdeu a vaga, Wp perdeu a vaga, thiago ribeiro andou perdendo. Mas parané tem de ter consideração e por ele pra matar o time. affff

      • matheus t penido disse:

        Raher deve ter esquecido mas o Paraná perdeu a posição quando o Cuca chegou e muita gente dava ele como carta fora do baralho. O que ele fez? Continuou fazendo o dele e recuperou a posição em campo. Ah se fosse o Galera ou o Gilberto…

      • Naldo disse:

        Tambem acho isto. O Cuca vai sacando o MP aos poucos para não criar traumas.

    • Walterson disse:

      O Roger é mais útil? Só se for para o adversário, como ao ser expulso aos 30 minutos do primeiro tempo. Tem gente que acha que só é útil quem faz gol e esquece que futebol tambem é importante não levar.

      • Chaves disse:

        Exato, Walterson. Além do que, a comparação é pobre. São jogadores de posições e estilos completamente diferentes. Na minha opinião, são dois bons jogadores.

      • Dylan disse:

        “traumas, obsessões e fantasmas”. Nem o MP supôs que pudese ser merecedor de tamanho drama.

      • Sobrinho disse:

        traumas, obsessões e fantasmas não se referem apenas ao MP.

    • Rogério disse:

      Escreve uma coisa dessa e ainda tem coragem de chamar os outros de corneta.

    • BrunoBarros disse:

      É impressionante, o cara tá jogando improvisado, longe, mas muito longe de comprometer, e mesmo assim insistem em pegar no pé dele. Tá marcando com correção, erra pouquíssimos passes, o que querem, que ele chegue na linha de fundo? E o Daniel Alves, considerado hoje o melhor lateral direito do mundo, quantas vezes ele chega na linha de fundo em um jogo do Barcelona? Assistam e contem, é raramente. Só falta agora falarem que o gol contra o Figueirense foi culpa do Paraná. Ah, as convicções!!

  14. Pedro disse:

    Éverton – como de costume entrou e não se explicou.

    • Adair disse:

      Nem todo jogador sabe ser coringa. O Éverton não sabe jogar de lateral, é horrível ali…No segundo jogo das finais passeou em campo, levando bolas nas costas o jogo inteiro e afunilando as jogadas pelo meio…Ressalto que acredito que o jogador jogue melhor com 2 volantes e ele encostando em outro meia, mas se for pra jogar de lateral quero vê-lo longe do time.

    • Everton ia entrar no lugar do Leo…Pelo visto o Cuca ia pro “tudo ou nada”, com o gol, saiu um atacante, o Gilberto foi pro meio, e o Everton fez a lateral.

      • Walterson disse:

        Ou seja, o Cuca é fraco mesmo e acabou dando sorte (a despeito de ser um tremendo azarado). Ele pensa, como certos comentaristas, que ser ofensivo é encher o time de atacantes. E tome perder o meio de campo e, por pouco, o jogo.

      • Azarado e sortudo so existe pra quem acredita em forças sobrenaturais. Eu não caio nessa..E eu nao sei qual jogo vc assitiu, mas o que eu vi, era ataque contra defesa, onde o Cruzeiro dominou todo o campo…O que vc chamar de “AZAR” eu chamo de copetencia do Marcos goleiro, e incopetencia dos nossos atacantes…

      • Elias disse:

        O Ewerton quase se consagra. O Marcos tirou o chute dele com o pé. E ninguém aproveitou a sobra…

      • BrunoBarros disse:

        Walterson, depois que o Everton entrou e o Gilberto foi para o meio que o Cruzeiro definitivamente se aproximou do gol da virada, inclusive com o próprio Gilberto desperdiçando uma chance cristalina na entrada da área depois de uma bela jogada do Ortigoza. Ainda teve o lance no finalzinho que o Anselmo recebeu do Gilberto na área e quase fez o gol. O time cresceu com a substituição, notadamente, então pergunto, por que o Cuca é burro por ter feito essa alteração, se ela deu certo?

    • Adair disse:

      Parir pro tudo ou nada de novo né, segundo jogo no brasileiro que iríamos jogar futebol índio…Ele iria recuar o Guerreiro e jogar com Everton, Paraná, Henrique de volantes com Montillo e Gilberto no meio e 3 atacantes…Isso é pelada…

      • isso…..sofre com o que ele IA fazer, corneta!

      • Adair disse:

        Você pode avaliar sim atitudes que já estavam a ser tomadas e não suposições…Quanto ao corneta, não me considero um é só o Cuca parar de abrir mão de um esquema tático e ficar usando o bumba meu boi mesmo que anda me irritando.

  15. matheus t penido disse:

    O que o Jorge falou sobre o Palmeiras é importante : é um time bem armado mas que hoje é fraco, ou seja, eram 3 pontos em casa pra serem ganhos e não foram por causa dos gols perdidos cara a cara.
    Eu continuo preferindo Paraná no meio mas ontem ele foi muito bem na direita, melhor que em SC. Gostei também do Gil e tenho que reconhecer que no meio de campo do Cruzeiro quem tá jogando melhor hoje é o Leandro guerreiro. Preocupante.

    • BrunoBarros disse:

      O Leandro Guerreiro está jogando bem porque ele tá na dele, é um bom jogador, assim como é o Paraná, que vai bem inclusive improvisado. O problema do Cruzeiro não é o Paraná nem o Guerreiro,

  16. Naldo disse:

    Fábio – Teve pouco trabalho. Fez uma boa defesa em um chute do jogador da SEP. Contou com a sorte em uma cabeçada que passou rente a trave em um escanteio e tomou um gol em chute de fora da área.

  17. Chaves disse:

    Thiago Heleno – Voltou a mostrar a forma física e o futebol demonstrado em 2008. Se tiver a cabeça no lugar e não desviar o foco, em breve estará em terras europeias

    • O T. Heleno jogou muito, ontem mesmo, comentei no Post da partida após o apito final

      • Elias disse:

        Felipão disse ontem que ele já tem duas propostas da Alemanha. Barril de chopp, tremei…

      • Geniba disse:

        Tá jogando bem no Palmeiras. Jogou bem em 2008 no Cruzeiro, mas depois sofreu com a noitadas e as lesões. Se curou das lesões mas continuou com as noitadas. Aí o preparo físico cobrou a conta. Futebol ele tem e eu sempre falei isso aqui. Lá na Toca, quem acompanhava de perto, sabia disso. É um ótimo zagueiro. Com a cabeça no lugar, vai longe.

      • Geniba disse:

        E não adianta lamentar pelo Cruzeiro não ter segurando Thiago Heleno (acho que ninguém lamenta, né? rsrs) e Bernardo. Esses caras tinham que sair de BH, das antigas amizades e mudar de vida, mudar de ares para mostrar o futebol que têm. Tiveram outras chances e estão aproveitando. A gente segue aqui e eles seguem lá. Que tenham sucesso!

  18. Chaves disse:

    PEDRO – Anda sumido. Quando o time estava vencendo, destilava mais se veneno. Agora, quando precisa, se mostra omisso em relação às críticas.

  19. Duro, torcida do Cruzeiro, pega no pé do Parana, Brandão, D. Renan, Pablo, etc, etc, e APLAUDE o Kleber quando é substituído ? Sem comentários !!!!

    • Chaves disse:

      O Kleber teve seu nome gritado antes do jogo por alguns, mas tomou vaia e uns “vai pra pu.ta que pariu, moleque” quando foi substituído.

  20. mariana disse:

    Gil tá demais mesmo, jogando mto! Gostei do Gilberto, Leandro Guerreiro e do MP.

  21. Pedro disse:

    Negócio é o seguinte: assim como Papai Noel e Coelhinho da Páscoa, também não existe o futebol do Brandão e do Éverton. Nosso banco de reserva é HORRENDO!!!!! Alguém discute isto? Queremos ser campeões, mas como mudar o rumo de um jogo com o que temos no banco de reserva, a começar pelo Cuca?

  22. acho que todos os olhares estariam voltados para o Gilberto. Essa lenga lenga de vô-num Vô chamram as ateñcções e ele ate que fez uma boa partida. Na zaga, no meio, no ataque, na lateral..Apoiou, deu passes, chutes a gol….profissionalismo nao faltou..

  23. Damas disse:

    Falando em Bernardo, Thiago Heleno, Gilberto e afins quem chegou arrebentando em Goiânia e assumiu a camisa 10 do Vila Nova de Goiás foi o Luiz Fernando (ex-Guarani). Ganhou o moto-rádio no jogo em que o VNova espancou a Ponte Preta no último sábado.

    • Geniba disse:

      Jogador do Vila Nova. Jogador de Vila Nova.

    • luiz fernando jogou bem e marcou um golaço. eu vi.

    • Paulo disse:

      Damas, o Cruzeiro maltrata os garotos da base. Bernardo, Dudu, Thiaguinho, Luiz Fernando, Uchoa, Anselmo Ramon fazem parte de uma geração que não foi bem cuidada pela diretoria e pelos treinadores de plantão. Ainda temos boas promessas no forno como o Gil (lateral direiro), Deivisson e Murilo (zagueiros) Gabriel Araújo e Iago (laterais direitos), Lucas Silva e Eber (volantes), Elber e Cristian (meias), Seba, Pedro Paulo e Leo (atacantes).

      • Paulo disse:

        Não tenho duvidas de que se essa safra fosse do seu time o Roberto Abras estaria tendo orgasmos múltiplos ao falar da juventude do galo.

      • msramosazul disse:

        Taí uma coisa que não entendo. Uma estrutura igual a Toca I, com profissionais de todo o tipo (psicologo, nutricionista, etc.., comissão técnica completa para cada categoria, com certeza custos altíssimos) e não se ter cuidado com os meninos. Espero que o Raul estja se preocupando com isto. São muitos talentos sendo desperdiçados.

      • Geniba disse:

        Vixe… voltaram com a história dos craques injustiçados pelos terríveis diretores e comissão técnica dos Cruzeiro…

      • Geniba disse:

        Ok, se vocês têm a certeza de que a diretoria e todas as comissões técnicas que passaram pelo Cruzeiro nos últimos anos maltratam os jogadores da base, devem saber o motivo disso também, né? Será que é pura maldade? Ou eles têm outros motivos sórdidos? Porque, mesmo acusados de mercenários, os dirigentes não maltratariam a base, pois um garoto revelado pelo clube pode valer milhões numa venda para Europa com um investimento relaetivamente baixo.

      • Geniba disse:

        E engraçado que esse mesmo clube que é maldoso com os jovens foi o que revelou, nos últimos anos: Gomes (Totenham e Seleção) Jefferson (Botafogo e Seleção), Maicon (Internazionale e Seleção), Jonathan (Santos), Luisão (Benfica e Seleção), Geovanni (ex-Barcelona, Benfica e Seleção), Maxwell (Barcelona e Seleção), Belletti (ex-Barcelona, Chelsea e Seleção), Charles (Santos), Wendell (Bordeaux), Guilherme (Atlético-MG), entre outros…

      • Rogério disse:

        Acho que a questão é justamente esta, pouco destes jogadores foram aproveitados no nosso time principal.

      • Paulo disse:

        Geniba, faltou na sua lista um monte de cabeças de bagre que a diretoria contratou com o aval dos treinadores e que atrapalharam as chances destes garotos no time principal. Com um pouco de boa vontade você vai fazer uma lista enorme com prejuizos para o clube.

  24. se entendesse de futebol o tanto que entendem o dylan, o raher e o cv, eu abriria um blog pra comentar badmington.

  25. Gustavo Barcellos disse:

    GILBERTO – Sempre lúcido com a bola nos pés. O time melhorou quando ele passou a jogar no meio. Se sair, será uma grande perda.
    MONTILLO – Agora que é figurinha carimbada, sofre com a marcação. É craque, mas às vezes quer dar uma satisfação a si mesmo e tenta resolver tudo sozinho.
    CUCA – Foi o mais injustiçado pelo resultado. Mesmo sem laterais de ofício, deixando espaços para o contra-ataque e com menos gente no meio-campo, montou um esquema que dominou o Palmeiras.

  26. kmp disse:

    Só sei que o Palmeiras escapou de voltar pra casa com uma sacolada de gols perante as chances clarissimas desperdiçadas, eles tem é que se dar por satisfeitos com esse empate.Quanto as avaliações o Gil foi mesmo um gigante, e o Brandão precisa urgentemente ser apresentado a bola, são inimigos irreconciliáveis,enquanto o A.Ramon mesmo perdendo um gol imperdível mostrou ter mais intimidade com a pelota.O garoto merece outras oportunidades.
    Abs.

    • matheus t penido disse:

      Eu não gostei da escalação mas no jogo concordo que o Cuca não foi mal e não merece tantas críticas. Se não tivesse perdido tantos gols cara a cara a vitória seria fácil e ele estaria sendo elogiado, inclusive pelas mudanças que fez ( entradas de Anselmo e Ortigoza ). Mas como tem gente que só enxerga defeitos nele, assim como outros só enxergavam defeitos no antigo treinador, vamo em frente.

  27. raher disse:

    FABIO – esteve bem , tomou gol espirita.
    Paraná – Ficou ali na lateral tocando pros ladinhos e foi uma vez la na frente dar um chute mascado que quase mata os fâs.
    LEO – Falhou na cobertura no momento do gol. No mais , seguro.
    GIL – Tomou conta da area. esta crescendo como becão.
    Gilberto , mal posicionado foi pouco util no ataque apesar de perder duas boas chances. Seria melhor se puxasse um pouco a marcação na intermediaria
    Leandro – Seguro, consciente e muito importante taticamente

    • raher disse:

      Henrique – Pouco eficiente na armação , mas foi melhor nos comabtes no meio.
      Montillo – Perdido igual cego em tiroteio, pouco produziu, pouco serviu aos atacantes.
      Walisson, alternou momentos de lucidez com de cabeça de bagre. MAs corre e ajdua.
      Thiago, fraco improdutivo e disperso.
      Brandão – Especialista em fazer faltas no ataque, ruim de dominio de bola.
      Anselmo – Uma boa promessa que ja começa com MICO.

  28. Danilo_VIX disse:

    Acredito que o Cuca está no rumo certo ao conduzir o time, mas parece que tem medo certa insegurança quando quer dar uma cara para o time. Nota-se que a questão das laterais desprotegidas atingiram-no de tal maneira que a insistência em improvisar volantes na lateral está aos poucos trazendo algum desequilíbrio para o time. O meio de campo começa a se perder no andar da partida. Ainda precisa saber o que que quando faz a substituições, sem parecer que está desesperado!

    • Damas disse:

      Danilo: O plantel do CEC tá ruim e isto não é culpa de treinador. A responsabilidade gerencial deste problema pertence à Direção do clube, cabendo ao treinador opinar sobre a viabilidade ou não de algum nome.

      • Danilo_VIX disse:

        Desculpe-me discordar, Damas. O Cruzeiro tem um bom elenco, falta apenas uma ou duas boas peças, talvez. mas temos um elenco competitivo e versátil. Cabe ao Cuca um pouco mais de calma e visão de jogo para arrumar a casa no momento oportuno, antes da partida começar, com uma escalação adequada ao momento e ao adversário, e durante a partida fazendo as substituições necessárias para adaptar o time à situação (ofensiva ou defensivamente).

  29. Damas disse:

    Não poderia deixar de registrar hoje um grande abraço ao amigo Naldo pela passagem de seu aniverário ontem.

  30. matheus t penido disse:

    E o xará tá certíssimo ao cobrar do Cuca uma decisão sobre as laterais. Gilberto tá jogando por ali quebrando o galho quando a coisa aperta vira meia, Paraná não faz feio mas faz, sim, muita falta na meiúca.
    Será que Pablo, Vitor e Diego Renan não servem mesmo? Se não servem há nomes melhores no mercado que dá pra trazer? Eu duvido muito.

    • raher disse:

      Se leandro guerreiro hoje é nosso melhor volante, se henrique é jogador de seleção e fabricio em forma é melhor que os 3,, onde voce colocaria seu “mestre” paraná??

      • matheus t penido disse:

        Minha meiúca pra sábado seria Paraná, Guerreiro, Fabrício e Montillo.

      • Matheus Reis disse:

        Seria a minha meiuca também, xará. Com a entrada de Vítor pela direita e Gilberto (D. Renan) pela esquerda. Muita gente fala que o Paraná tem lugar cativo no time, mas esquece que o próprio Cuca o tirou da equipe assim que chegou. A equipe caiu de rendimento depois de duas vitórias e MP voltou à titularidade com uma grande atuação no clássico.

      • matheus t penido disse:

        Eu comentei sobre isso lá em cima, nesse mesmo post. Comparei inclusive a atitude dele na época com as do Gilberto e do Galera recentemente.

      • Gustavo Barcellos disse:

        Eu iria com Rafael; Guerreiro, Léo, Gil, Everton; Paraná, Fabrício, Gilberto e Montillo; Wallyson e Thiago Ribeiro.

      • Hércules disse:

        Meu time hoje seria: Fábio, Pablo (ou Vítor), Gil, Victorino, Gabriel; Paraná, Guerreiro, Fabrício e Montillo; Wallyson e Anselmo. Deixando Montillo, Wallyson e Anselmo livres para atacarem. Mas o Cuca tem outras convicções e, dentro delas, torço para que ao menos escale dois laterais que tenham gosto de atuar naquelas posições, para dar um mínimo de alívio aos dois volantes.

      • Dylan disse:

        na contra mao da retranca sugerida pelo Matheus e pelo Hercules meu time sabado seria: Fabio, Vitor, Leo, Gil e Everton; Leandro Guerreiro, Fabricio, Gilberto e Montillo; Wallyson e Tiago Ribeiro.
        Isso contando que o Roger nao vai poder jogar.

      • Hércules disse:

        A escalação que fiz foi do time que desejaria titular no campeonato brasileiro.

      • matheus t penido disse:

        OK Dylan, agora vamos equacionar :
        3 volantes + 1 meia = retranca
        2 volantes + 2 meias = futebol arte
        Tô certo ou tô exagerando?

      • Walterson disse:

        Só mesmo o Dylan e o Raher pra achar que o Guerreiro joga mais que o Paraná. Não sei se é implicância ou cegueira.

      • raher disse:

        è frescura achar paraná pior , mas achar leandro pior que paraná é amor platonico.
        Gente caiam na real, paraná é um engodo. Um futebolzinho chinfrim p tempo todo, sem um pingo de emoção. sem um pingo de categoria. sem uma jogada magistral que levante o estadio. Isso faz com que voces comemorem até um quase chute ao gol em 6 meses. Menos!!

      • raher disse:

        Walterson voce como bom observador deve ter reparado que apesar dos mais resultados ( decorrentes de erros grupais) O fabio já não faz tantos milagres e a dupla de zaga nossa está sendo elogiada. Porque? porque o leandro protege mais a zaga e evita que atacantes ou meias cheguem livvres a sua frente, voltando mais, correndo mais e dividindo mais, coisa que seu idolo não fazia e por isso perdeu a vaga.

      • BrunoBarros disse:

        Se o cara pra ser bom tem que fazer jogada magistral, jogada de foca, contrata o Kerlon então. E mais uma meia dúzia desses caras que ficam fazendo malabarismos com a bola no intervalo. Tá garantido o Brasileiro assim.

      • BrunoBarros disse:

        Me surpreende muito que exista Cruzeirense ainda iludido com essa de jogadinha de tocar prum lado e olhar pro outro. Tivemos aqui um cara que simplificava as coisas, magistralmente, que foi o Alex, que é antítese do Ronaldinho Gaúcho, esse sim um jogador que gosta de fazer macumba pra turista. Eu pergunto: alguém entre nós duvida que o Alex jogue muito mais, mas é muito mais mesmo, do que o Ronaldinho “circo” Gaúcho?

  31. Beth Makennel disse:

    Também acho que o Gil esta jogando muiiitoooo. Já faz um bom tempo.

    • Hércules disse:

      Gil, Guerreiro e Fábio, os mais regulares do time.

    • BrunoBarros disse:

      Gil é o melhor zagueiro do Cruzeiro. Melhor do que o Victorino, que é bom também. Na zaga estamos muito bem servidos, Léo não compromete, o Naldo deixou ótima impressão quando foi acionado, e temos na base um garoto de muito futuro, o Deivisson.

  32. Hércules disse:

    “..isso desgasta bastante, porque você acompanha para marcar e quando recupera a bola, tem que dar opção para o ataque…” (Thiago Ribeiro, ao superesportes). Aí está, a ilusão do time ofensivo na escalação.

  33. Hércules disse:

    Excelente análise do Matheus Penido.