Flanelaço

Por Jorge Angrisano Santana | Em 19 de fevereiro de 2010

Muitos cruzeirenses levarão flanelinhas pra formar um mosaico alaranjado no Mineirão, durante o RapoCota de amanhã.

O painel tem como objetivo agradecer ao rival citadino pela gentileza de ter guardado, durante todo o Brasileiro de 2009, a vaga do Cruzeiro na Libertadores 2010.

A Sra. Adriana Branco, diretora social do Clube de Lourdes, tirou satisfações com o diretor de marketing do Cruzeiro, Claret Namentala. Queria saber se o clube celeste estava apoiando a iniciativa.

Ora, bolas, isto não é da conta dela. Nem mesmo da conta da diretoria do Cruzeiro. O torcedor tem direito de se expressar livremente, desde que pacificamente.

Resta saber, se, para além da brincadeira, o gesto não será um doping pro adversário. Ou se não vai gerar ódio que pode desatar a violência fora do estádio.

Quanto ao primeiro problema, pelo ineditismo, bom humor e caráter pacífico da brincadeira, vale o risco.

Já o segundo deixemos com a Polícia Militar. Ela tem obrigação de garantir o direito à livre expressão do torcedor.

E deve ser rigorosa com os boçais que tentarem revidar com violência ao que é puro bom humor.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.