Fábio, Montillo, Ribeiro e Casemiro, os melhores

Por SÍNDICO | Em 16 de agosto de 2010

Atuações dos celestes e seus adversários no São Paulo 2×2 Cruzeiro, no Morumbi, São Paulo, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, em 15ago10:

  • Fábio – Praticou três milagres, um deles sem tocar na bola, apenas fechando o ângulo para impedir o arremate fatal de Rocardo Oliveira. E foi correto nos demais lances. (Síndico) A segurança de sempre. Salvou duas bolas no primeiro tempo em chute de Ricardo Oliveira e cabeçada de Fernandão. Não teve culpa em nenhum dos gols. (Matheus Reis)
  • Rômulo – Complicado no 1º tempo, levou cartão infantil por trocar de camisa dentro de campo e sofreu com os ataques tricolores pelos eu setor. Na etapa final, melhorou. Marcou bem e subiu com perigo ao ataque.  (Síndico) Não apareceu tão bem no ataque, embora tenha feito algumas boas jogadas como numa arrancada aos 14 do primeiro tempo. Protagonizou um lance de estupidez e malemolência quando trocou o uniforme dentro de campo e tomou amarelo. (Matheus Reis)
  • Gil – Junto do Montillo, o melhor em campo. Ganhou praticamente todas as bolas pelo lado direito. Perdeu a cabeça em lance que não fez falta, reclamou com o juiz e tomou amarelo. Só precisa ter um pouco mais calma em lances como esse. Merece a titularidade. (Matheus Reis) o melhor da defesa. Despachou, limpou a área, cortou bolas perigosas e até andou desarmando na técnica quando foi posssível. Tudo isso com tranquilidade, sem se intimidar com os renomados atacantes do SPFC. (Matheus Penido)
  • Edcarlos – Nãom fosse pelo vacilo na caçada inútil a Fernandinho por ocasião do gol de empate tricolor, teria sido um dos melhores em campo. (Síndico) Perdeu a disputa pelo alto com Casemiro no primeiro gol do SPFC e levou um drible desconcertante de Fernandinho no segundo. No restante do tempo teve atuação razoável mas acabou deixando o campo com a imagem maculada pelos dois lances capitais. (Matheus Penido)
  • Diego Renan – Nosso lateral de Surubim tem usado bastante o crédito que tem por ser jovem e ser prata da casa. Mas se as atuações comprometedoras continuarem não sei como será. Gilberto de lateral-esquerdo só na cabeça de quem está despertando de uma hibernação de 12 anos… (Ernesto Araujo) Depois desta atuação, deverá comer banco nas próximas rodadas. Sua característica principal são suas ótimas subidas ao ataque, coisa que o Cuca não está o permitindo. Desta forma, seu futebol de defensor o está comprometendo. O garoto terá que aprender a marcar. (Romarol) Teve menos trabalho defensivo que Romulo já que o SPFC concentrava seus ataques pela esquerda. Ainda assim foi pouco contundenete no ataque. Em seu unico lance de brilho na partida deixou WP na cara do gol com um belo lançamento que o centroavante não conseguiu dominar. Afora essa jogada não lembrou mto aquele jogador esperto e impetuoso do segundo semestre de 2009. (Matheus Penido)
  • Cláudio Caçapa – Entrou para marcar pela esquerda e liberar Everton – depois Roger – para subir ao ataque. Marcou bem, embora quase tenha se complicado por não fazer o simples. Com o andar do segundo tempo, ficou na sobra aparecendo bem pelo lado direito e também saindo pro jogo. (Matheus Reis) Deu algumas vaciladas e andou perdendo o tempo de bola em alguns lances no começo. Com o tempo se ajeitou em campo e teve atuação segura. (Matheus Penido)
  • Henrique – Não foi tão bem. Parecia um pouco desligado embora tenha ajudado bastante ali na cabeça da área. Errou alguns passes bobos, como num contra-ataque no fim da partida que poderia matar o jogo. Na seqüência bobeou na cobrança de lateral que deu origem ao gol de empate. (Matheus Reis)
  • Fabrício – Como sempre, lutou muito. Mas ficou muito preso à marcação, sem a mobilidade de outros tempos. Também não ficaria bem prum volante arriscar-se no ataque se várias vezes o Cruzeiro colocou 11 jogadores atrás da linha da bola, não é mesmo? (Síndico)
  • Francisco Everton – Até agora não fez por merecer a titularidade. Espero que aconteça com ele o mesmo que com o Henrique que, de tanto o AB insistir com ele, acabou mostrando bom futebol. Por enquanto, só o Cuca viu mais futebol no mancebo que no Paraná. (Walterson Almeida) Ocupou a faixa esquerda do campo. Defensivamente não teve tanto trabalho porque o São Paulo não queria jogar por ali. Ofensivamente não teve tanto trabalho porque o Cruzeiro também não quis jogar por ali. Entrou duas vezes pelo meio: numa sofreu falta cobrada por Montillo e na outra chutou para defesa de Ceni. Saiu para a entrada de Roger aos 19 do segundo tempo. (Matheus Reis)
  • Roger Galera – Entrou animado, corre daqui, pula dali, mas ficou nisto. Nada de prático. Ou melhor, ao menos uma vez fez algo útil: brigou com a bola que o bandonou e foi se oferecer a Ribeiro no lance que originou o gol de empate. (Síndico) Entrou bem e deu opção para o time jogar pela esquerda. Brigou na área no lance do primeiro gol e tentou cadenciar o jogo depois que o time virou o placar. Bela participação. (Matheus Reis)
  • Montillo – Grande estréia. Um camisa dez como não se faz mais no futebol brasileiro: rápido, bom passe, lançamentos precisos. E, ao contrário de Roger e Gilberto, dá conta de jogar 90 minutos. Este vai dar trabalho aos microfonistas, seca-pimenteiras e hienas! (Síndico) Estréia de encher os olhos e, por isso mesmo, o melhor em campo. Começou muito bem até metade do primeiro tempo chamando o jogo, tentando lançamentos e ajudando na marcação. Caiu junto com o time, a partir da metade da primeira etapa. No segundo tempo continou buscando o jogo com movimentação intensa e auxílio defensivo. Interceptou uma bola na defesa, saiu rápido pro contra-ataque e enfiou bola preciosa para Thiago Ribeiro marcar o segundo gol. (Matheus Reis)
  • Thiago Ribeiro – Outro que busca o jogo o tempo todo. Dá um trabalho imenso às defesas adversárias. E é decisivo. Serviu WP no primeiro gol e fez o segundo. É outro que não dá sossego às hienas. (Síndico) Voltou a jogar bem dando a opção de velocidade pelo lado direito do campo. Voluntarioso que é, roubou algumas bolas na defesa. Movimentou-se com inteligência, como no lance do gol em que teve calma para tirar de Rogério. (Matheus Reis)
  • Wellington Paulista – Jogou como atacante de área que é. Perdeu um gol no primeiro tempo e guardou o dele no segundo. Acho que bobeu no lance do primeiro gol tricolor quando não acompanhou Casemiro. Em lance idêntico no começo da segunda etapa, Casemiro quase ampliou. Saiu para a entrada de Robert. (Matheus Reis)
  • Robert – Entrou pra manter a opção de contra-ataque. Como estava com muito gás, deveria ter dado mais apoio no lance do gol maldito. Foi meio mole na marcação. (Matheus Reis)
  • Cuca – Cuca errou as substituições. Primeiro por deixar Romulo já amarelado já que ele e DR se equivaliam, ou seja, ambos não jogavam nada; segundo, colocou o Roger e ficou sem lateral (as substituições não deram certo pois a única participação do Roger foi trombar com um zagueiro); terceiro, trocar WP por Robert faltando 5 minutos, só se aquele estivesse muito cansado e o time estivesse vencendo por 3 gols de diferença mas como os mesarredondistas falam que tem de manter a bola no ataque… (Walterson Almeida) Compensou o mau primeiro tempo da equipe com ousadia e boa leitura da partida no segundo. Fez substituições que confundiram até o comentarista da CBN Globo (ah se fosse Adílson… e ainda teve gente falando que o Cuca não inventou nada ontem), mas infelizmente não conseguiu orientar o time adequadamente pra segurar o resultado. Avaliação geral: Bom. (Ernesto Araujo) Consertou o time no intervalo. Percebeu que ninguém queria jogar pelo lado esquerdo e botou o Caçapa pra segurar as coisas ali. Quando viu que Everton não estava aproveitando o espaço, meteu o Roger e o time conseguiu a virada. Com o jogo no fim e a vitória perto, poderia ter trancado o time como anunciara que faria caso achasse necessário. O empate foi um castigo ao bom trabalho que fez na partida. Merece um puxão de orelhas –e me explico– por deixar o Rômulo trocar de uniforme dentro do campo. Se o lateral trocou é porque alguém lhe deu a camisa. E se alguém lhe deu a camisa, foi alguém que estava no banco. Como ele comanda o banco, é sua orelha que leva um puxão. (Matheus Reis)
  • Torcida – Compareceu em bom número e apoiou o time. Por voklta dos 40 do 2º tempo, conseguiu até calar a maioria são-paulina.
  • Juiz & Bandeiras – Vuaden deixa o jogo correr. Isto é bom para o futebol na mesma medida em que é ruim para os malandros. Os bandeiras também estiveram bem. Um deles cometeu um erro ao marcar impedimento de Ricardo Oliveira. Pouca coisa para um jogo tão corrido.
  • Adversários – Sérgio Baresi montou um time vivo, lutador, com bastante mobilidade. E soube trocar seus jogadores mais cansados por outros que fizeram a diferença no fim da partida. Os beques Renato Silva e Samuel estiveram bem e o volante Casemiro foi um dos destaques da partida marcando e atcando com desenvoltura. Ricardo Oliveira também fez uma grande partida, movimentando-se muito e aparecendo pra decidir empatar quando a vaca tricolor já estava atolada até o pescoço. (Síndico) Casemiro vai ser preparado para assumiu o lugar de Hernanes. É um bom volante para quem gosta de bons volantes. Marlos movimentou-se demais e deu trabalho como sempre. Junior César fez um bom primeiro tempo e Ricardo Oliveira brigou muito na frente. (Matheus Reis)

123 comentários para “Fábio, Montillo, Ribeiro e Casemiro, os melhores”

  1. Jorge Santana disse:

    Já que os dois matheus mataram serviço, arrisquei, eu mesmo, a produzir os comentários. Quem se anima a concluir o serviço?

    • Romarol disse:

      Diego Renan – depois desta atuação, deverá comer banco nas próximas rodadas. Sua característica principal são suas ótimas subidas ao ataque, coisa que o Cuca não está o permitindo. Desta forma, seu futebol de defensor o está comprometendo. O garoto terá que aprender a marcar.

  2. Ernesto Araujo disse:

    Cuca – Compensou o mau primeiro tempo da equipe com ousadia e boa leitura da partida no segundo. Fez substituições que confundiram até o comentarista da CBN Globo (ah se fosse Adílson… e ainda teve gente falando que o Cuca não inventou nada ontem), mas infelizmente não conseguiu orientar o time adequadamente pra segurar o resultado. Avaliação geral: Bom.

    • Walterson disse:

      Cuca errou as substituições. Primeiro por deixar Romulo já amarelado já que ele e DR se equivaliam, ou seja, ambos não jogavam nada; segundo, colocou o Roger e ficou sem lateral (as substituições não deram certo pois a única participação do Roger foi trombar com um zagueiro); terceiro, trocar WP por Robert faltando 5 minutos, só se aquele estivesse muito cansado e o time estivesse vencendo por 3 gols de diferença mas como os mesarredondistas falam que tem de manter a bola no ataque…

      • Moema (MFox) disse:

        Trombar com um zagueiro = retomar uma bola perdida e que resultou diretamente no primeiro gol.

  3. Romarol disse:

    O.T: Já se foram 14 rodadas. Do próximo final de semana em diante, serão mais 15 jogos (jogos no meio e finais de semana). Quem vencer esta maratona que se inicia agora e vai até meados de outubro, disputará o título e as vagas na LA. Bom que todo elenco celeste estará a disposição a partir de domingo. O clube que tiver elenco, vencerá.

  4. Ernesto Araujo disse:

    Diego Renan – Nosso lateral de Surubim tem usado bastante o crédito que tem por ser jovem e ser prata da casa. Mas se as atuações comprometedoras continuarem não sei como será. Gilberto de lateral-esquerdo só na cabeça de quem está despertando de uma hibernação de 12 anos…

    • BrunoBarros disse:

      Vc tá errado Ernesto. 34 anos é a idade do Gilberto, e isso há 12 anos atrás realmente era idade já de apagar das luzes de um jogador. Mas hoje em dia é diferente. É claro que o cara tem certa limitação em relação a quando tinha 20 e poucos anos, mas ainda pode jogar tranquilamente. Com um esquema que lhe dê uma boa cobertura, seja com 3 zagueiros, ou 3 volantes, joga fácil. Aliás, teria a mesma proteção que o “jovem” Jonathan necessitaria. Não tem bicho de sete cabeças. Essse papo de um monte de gente de que ele não dá conta mais de jogar na lateral é conversa pra boi dormir. Se tiver a proteção que qualquer lateral com mais liberdade tem, joga. Não tem segredo. Se ele não conseguir jogar assim, não pode jogar mais futebol profissional. O cara tem 34, não é 134 não.

  5. Não vou nem dar a nota diferenciada para os jogadores e técnico. Fiquei decepcionado, no geral, ainda mais depois da virada, fiquei na expectativa de que ganharíamos até de mais (embora o time não tivesse volume de jogo para ganharmos por “muito” mais…). Dou uma nota 9 com louvor para Fábio e Montillo. E só! O resto leva nota 5,8.

  6. Walterson disse:

    Ewerton – Até agora não fez por merecer a titularidade. Espero que aconteça com ele o mesmo que com o Henrique que, de tanto o AB insistir com ele, acabou mostrando bom futebol. Por enquanto, só o Cuca viu mais futebol no mancebo que no Paraná.

    • Ernesto Araujo disse:

      Pelo menos o Paraná tá descansando um pouco. Descansando do jogo e das críticas. Titular absoluto durante muito tempo e poucas vezes suspenso ou contundido, talvez esse descanso para um jogador já mais velho seja bom para que ele possa recuperar a motivação, o físico e o bom futebol.

  7. Walterson disse:

    Vuaden – Deixou o jogo correr quando era contra o Cruzeiro mas apitava esbarrão contra os bambis. Por exemplo, a falta do gol nem falta foi assim como o amarelo do Gil mas o dedo no olho do Fabricio ele “não viu”, apesar de ter sido bem na sua frente. Se ele “não viu”, por que ele amarelou o RO em seguida? Não seria o caso de vermelho direto?

  8. Matheus Reis disse:

    Uai… o e-mail deve ter ficado pelo caminho como os 2 pontos do Cruzeiro. Os pitacos:
    Fábio – A segurança de sempre. Salvou duas bolas no primeiro tempo em chute de Ricardo Oliveira e cabeçada de Fernandão. Não teve culpa em nenhum dos gols.

    Rômulo – Não apareceu tão bem no ataque, embora tenha feito algumas boas jogadas como numa arrancada aos 14 do primeiro tempo. Protagonizou um lance de estupidez e malemolência quando trocou o uniforme dentro de campo e tomou amarelo.

    Gil – Junto do Montillo, o melhor em campo. Ganhou praticamente todas as bolas pelo lado direito. Perdeu a cabeça em lance que não fez falta, reclamou com o juiz e tomou amarelo. Só precisa ter um pouco mais calma em lances como esse. Merece a titularidade.

  9. Matheus Reis disse:

    Edcarlos – Caiu de produção em relação às partidas anteriores. Num lance em que o rebote ficou para o São Paulo, o time saiu e ele deu condição para Ricardo Oliveira entrar livre e chutar pra fora. Deu algumas espanadas e foi facilmente batido por Fernandinho no lance que originou o segundo gol paulista.

    Diego Renan – No primeiro tempo, os lados esquerdo do Cruzeiro e direito do São Paulo não quiseram jogar. O jogo ficou restrito ao outro lado do campo. Tivesse visão, poderia ter aproveitado o espaço que criou-se por ali. Nada fez ofensiva e defensivamente. Saiu no intervalo.

  10. Matheus Reis disse:

    Caçapa – Entrou para marcar pela esquerda e liberar Everton – depois Roger – para subir ao ataque. Marcou bem, embora quase tenha se complicado por não fazer o simples. Com o andar do segundo tempo, ficou na sobra aparecendo bem pelo lado direito e também saindo pro jogo.

    Henrique – Não foi tão bem. Parecia um pouco desligado embora tenha ajudado bastante ali na cabeça da área. Errou alguns passes bobos, como num contra-ataque no fim da partida que poderia matar o jogo. Na seqüência bobeou na cobrança de lateral que deu origem ao gol de empate.

  11. Matheus Reis disse:

    Fabrício – Muita vontade como é de costume. Saiu mais para o jogo, sempre pelo lado direito e levando algum perigo para a defesa paulista. Tomou um tapa do Ricardo Oliveira que o juiz, de cara pro lance, fez vistas grossas.

    Everton – Ocupou a faixa esquerda do campo. Defensivamente não teve tanto trabalho porque o São Paulo não queria jogar por ali. Ofensivamente não teve tanto trabalho porque o Cruzeiro também não quis jogar por ali. Entrou duas vezes pelo meio: numa sofreu falta cobrada por Montillo e na outra chutou para defesa de Ceni. Saiu para a entrada de Roger aos 19 do segundo tempo.

    Roger – Entrou bem e deu opção para o time jogar pela esquerda. Brigou na área no lance do primeiro gol e tentou cadenciar o jogo depois que o time virou o placar. Bela participação.

    • Matheus Reis disse:

      Montillo – Estréia de encher os olhos e, por isso mesmo, o melhor em campo. Começou muito bem até metade do primeiro tempo chamando o jogo, tentando lançamentos e ajudando na marcação. Caiu junto com o time, a partir da metade da primeira etapa. No segundo tempo continou buscando o jogo com movimentação intensa e auxílio defensivo. Interceptou uma bola na defesa, saiu rápido pro contra-ataque e enfiou bola preciosa para Thiago Ribeiro marcar o segundo gol.

      Thiago Ribeiro – Voltou a jogar bem dando a opção de velocidade pelo lado direito do campo. Voluntarioso que é, roubou algumas bolas na defesa. Movimentou-se com inteligência, como no lance do gol em que teve calma para tirar de Rogério.

    • Matheus Reis disse:

      Wellington Paulista – Jogou como atacante de área que é. Perdeu um gol no primeiro tempo e guardou o dele no segundo. Acho que bobeu no lance do primeiro gol tricolor quando não acompanhou Casemiro. Em lance idêntico no começo da segunda etapa, Casemiro quase ampliou. Saiu para a entrada de Robert.

      Robert – Entrou pra manter a opção de contra-ataque. Como estava com muito gás, deveria ter dado mais apoio no lance do gol maldito. Foi meio mole na marcação.

      • BrunoBarros disse:

        Matheus, acho que o erro no gol foi do Edcarlos. O Robert chegou marcando em cima, certíssimo, meio atabolhoado, até porque não é um marcador, mas deu o bote, e queM deveria ter sido mais esperto e ficado na sobra, era o Edcarlos, como qualquer manual que de um bom zagueiro pede. Mas paciência, não estou crucificando o Edcarlos, até porque ele vem tendo boas atuações. O problema que ele errou em um lance capital, que definiu o resultado.

    • Matheus Reis disse:

      Cuca – Consertou o time no intervalo. Percebeu que ninguém queria jogar pelo lado esquerdo e botou o Caçapa pra segurar as coisas ali. Quando viu que Everton não estava aproveitando o espaço, meteu o Roger e o time conseguiu a virada. Com o jogo no fim e a vitória perto, poderia ter trancado o time como anunciara que faria caso achasse necessário. O empate foi um castigo ao bom trabalho que fez na partida. Merece um puxão de orelhas – e me explico – por deixar o Rômulo trocar de uniforme dentro do campo. Se o lateral trocou é porque alguém lhe deu a camisa. E se alguém lhe deu a camisa, foi alguém que estava no banco. Como ele comanda o banco, é sua orelha que leva um puxão.

    • Matheus Reis disse:

      Torcida: Pelas imagens da Globo fica até parecendo que tinha mais cruzeirense no estádio. Por um minuto pode-se ouvir o grito de “O Morumbi calou”. Merecia melhor sorte depois de enfrentar o frio paulista.

      Juiz e Bandeiras: Ruim. Não quis expulsar Ricardo Oliveira após tapa em Fabrício. O lance foi na sua cara. Como sua fama é de deixar o jogo correr, só expulsaria se saisse sangue e, no mínimo, dois dentes. Detalhe: o gol de empate foi de Ricardo Oliveira. Marcou falta inexistente em roubada de bola do Gil. Por reclamação, o beque recebeu amarelo. No primeiro tempo, o bandeira da esquerda errou ao dar impedimento de Ricardo Oliveira.

    • Matheus Reis disse:

      São Paulo: Casemiro vai ser preparado para assumiu o lugar de Hernanes. É um bom volante para quem gosta de bons volantes. Marlos movimentou-se demais e deu trabalho como sempre. Junior César fez um bom primeiro tempo e Ricardo Oliveira brigou muito na frente.

  12. matheus t penido disse:

    Pô, JS, fiquei esperando seu e-mail e nada, achei que vc tinha desistido de me passar o post. De todo jeito vou tentar dar algumas contribuições.

  13. matheus t penido disse:

    GIL o melhor da defesa. Despachou, limpou a área, cortou bolas perigosas e até andou desarmando na técnica quando foi posssível. Tudo isso com tranquilidade, sem se intimidar com os renomados atacantes do SPFC.

    EDCARLOS perdeu a disputa pelo alto com Casemiro no primeiro gol do SPFC e levou um drible desconcertante de Fernandinho no segundo. No restante do tempo teve atuação razoável mas acabou deixando o campo com a imagem maculada pelos dois lances capitais.

    • BrunoBarros disse:

      matheus, só um adendo sobre o primeiro gol bambi. Originou-se de uma falta inexistente, ridícula, que pena que o Vouaden, que apareceu tão bem, apitando certo, o que era realmente falta, acabou caindo na vala comum da juizada brasileira, que ao menor esbarrão apita. Isso porque nossos juízes não tem coragem de apitar um jogo corretamente, são influenciados a todo momento durante a partida pela torcida e por reclamações de técnicos e jogadores. Falta colhão pra essa juizada brasileira apitar a partida sem interferências, sem serem coagidos. Vouaden ainda guarda algum resquícios do grande juiz que surgiu há uns 2 anos, mas talvez pra não se complicar, tem ficado cxada vez mais parecido com essa galera do apito brazuca, que considero uma das piores do mundo.

      • BrunoBarros disse:

        Em tempo: Não estou dizendo que o Vouaden decidiu o jogo a favor deles, até porque momentos antes o bandeira havia marcado um impedimento do R. Oliveira, em que ele sairia na cara do Fábio, com uma grande possibilidade de marcar. Mas o que me indigna é essa questão de a qualquer esbarrãozinho eles marcarem falta, isso atrapalha os jogos, fica uma partida amarrada, com 60 e lá vai fumaça número de faltas, sendo que 2/3 delas não aconteceram. A proporção é mais ou menos essa mesmo, pra cada 3 faltas marcadas pela juizada brasileira, uma realmente aconteceu e duas foram invenção. E me surpreende que vários marcações de faltas inexistentes são “referendadas” como certas pelos comentaristas, que contribuem ainda mais pra propagação dessa ignorância. E assim caminha a mediocridade.

      • BrunoBarros disse:

        Em tempo ainda: Por exemplo, o pênalti marcado pro Flamengo contra o Ceará nesse último final de semana foi um absurdo! O jogador cearense chegou, e ao menor toque de braço no Willians o flamengusita caiu. E o juiz caiu na dele e se fosse o contrário, Ceará no ataque, provavelmente não marcaria, corroborando aquela questão de que os juízes brasileiros apitam ao sabor dos humores dos envolvidos no jogo, torcida, técnicos, jogadores e até dirigentes. E se o jogo fosse no Ceará, provavelmente o juiz não daria o pênalti. Foi um lance ridículo, e mais ridículo ainda foi ouvir alguns comentaristas, a maioria até, referendarem a marcação do juiz. Isso só colabora com que essa mentalidade, um tanto quanto provinciana dos nossos apitadores, perdure.

  14. matheus t penido disse:

    CAÇAPA deu algumas vaciladass e andou perdendo o tempo de bola em alguns lances no começo. Com o tempo se ajeitou em campo e teve atuação segura.

    DIEGO RENAN teve menos trabalho defensivo que Romulo já que o SPFC concentrava seus ataques pela esquerda. Ainda assim foi pouco contundenete no ataque. Em seu unico lance de brilho na partida deixou WP na cara do gol com um belo lançamento que o centroavante não conseguiu dominar. Afora essa jogada não lembrou mto aquele jogador esperto e impetuoso do segundo semestre de 2009.

  15. Os dois Matheus tem que levar um puxão de orelha, esses ajudantes do Sindico.. comeram bola., até agora não perceberam que nosso JS já tá ficando ruim da cuca devido a idade avançada…kkkk
    A proxima vez cobrem dele a participação e lembrem a ele que vocês já passaram o e-mail sobre o Post….
    Abraços

    • Matheus Reis disse:

      Tivemos alguns problemas aí depois que o Síndico me pôs pra treinar

      • Matheus Reis disse:

        à parte. Ameacei entrar na justiça, mas o blogueiro entrou em acordo com meus empresários. Agora é voltar logo pro campo, recuperar a forma física pra ficar à disposição do professor o mais rápido possível.

  16. Elias disse:

    O time já deu sinais de melhora. É querer demais que um time treine, no máximo, 3 vezes e já arrebente um adversário qualificado quanto o SPFW em seus domínios. A despeito de tudo, um bom resultado pelo andamento do jogo ( salvamos de tomar muitos gols no primeiro tempo e já no finzinho quando escapamos em, pelo menos, 2 oportunidades) e ruim pelo final. Mas boas perspectivas a vista. Com a volta do Gilberto armando pelo lado esquerdo ( como meia mais atrás ou até LE) e Montillo pela direita teremos muitas opções prá fazer o que não vinhamos fazendo: GOLS!
    Fiquei novamente cabreiro com nossa zaga. Edcarlos (que vinha bem) não pode, com sua experiência, deixar o Fernandinho fazer o que fêz aos 44´do segundo tempo.Imperdoável…

  17. Naldo disse:

    * O Roger entrou bem no jogo, é muito superior ao Everton. Entrou com vontade, correu, ajudou a marcar, brigou pela bola na área do São Paulo, participou do babe e rebate do primeiro gol. Para quem tava parado, mostrou que tá afim, e isto é bom.
    * O Thiago Ribeiro é um dos jogadores que mais gosto no Cruzeiro; tem habilidade, velocidade, se desloca o tempo todo. Pra mim, é o melhor atacante do escrete celeste. Participou do primeiro gol quando cabeceou a bola reboteada para o WP empatar o jogo. Aponta para o montillo onde quer a bola, recebe, dribla o Rogério e faz o segundo gol. O cara conhece, sabe muito de futebol, é um perigo para a zaga adversária.

    • Naldo disse:

      * O Montillo é um baita jogador, tem tudo para fazer a gente “esquecer” o Alex10. Chuta bem, é forte na bola parada, não tem cai, cai, é preciso nos passes e faz gol(s). Deu uma nova dinâmica ao meio de campo do Cruzeiro. Slave engano, é nossa melhor contratação em 2010. Vai virar ídolo da torcida.
      * O Fábio, já ah muito tempo, é o melhor goleiro do Brasil. Quando joga normal faz grandes defesas, quando joga bem faz milagres. Não teve culpa nos gol(s)
      * O Gil quando chegou ao Cruzeiro vinha com boas referências, teve o seu período de adaptação a um grande time, e agora esta jogando como sabe. Firme e forte na zaga, cortando tudo por baixo e por cima, e quando precisa ainda solta o braço nos rivais.

  18. Naldo disse:

    Fabio, Jonathan, Leonardo Silva, Gil, Marquinhos Paraná, Henrique, Fabrício, Gilberto, Montillo, Farias e Thiago Ribeiro. Não tem time melhor que este no Brasil não.

    • Walterson disse:

      Calma, o Farias ainda nem jogou. Tem de ver se vai dar liga.

    • BrunoBarros disse:

      Meu time seria praticamente esse, Naldo. Concordo contigo quando diz que o Gil vem bem. Mas a única alteração que eu faria nesse time-base que vc citou seria a entrada do Léo no lugar dele. Considero o ex-gremista um zagueiro de muito potencial, e se tiver chances pode se firmar como um ídolo na Toca. Gostei também de vc colocar o Paraná pela esquerda, ele vai muito bem ali, e pode alternar o posicionamento com o Gilberto, ora no meio, ora na lateral, seria uma boa tentativa do Cuca pra armar esse time titular. Vamos ver.

      • Naldo disse:

        Caro Bruno: quanto ao Léo, o melhor é saber que temos um grande jogador para reforçar a nossa defesa, não faz muito tempo e éramos carentes no setor.

    • Bruno Pontes disse:

      Acho difícil do Cuca escalar esse time. Tá muito “Adílson”… hehehe
      Além disso, LS só volta no fim de Setembro e, com o plantel atual, acho difícil ele voltar a ser titular neste ano ainda. Acho que vão ser duas opções de time:
      4-4-2: Fabio; Jonathan, Gil, Edcarlos (Léo) e D.Renan; Henrique, Fabrício, Gilberto (Everton/Roger) e Montillo; TR e WP (Farías).
      3-5-2: Fábio; Gil, Caçapa e Edcarlos (Léo); Jonathan, Henrique, Fabrício e Gilberto (Everton/Roger); Montillo; TR e WP (Farías).
      To falando do time que eu acho que o CUCA vai escalar, não necessariamente o que eu acho o melhor…

      • BrunoBarros disse:

        Certíssimo Xará, essas são opções pertinentes, a única ressalva que faço é que de acordo com as declarações do Cuca, o Gilberto pra ele é titular absoluto. Resta saber onde ele vai jogar, se na lateral em um esquema 4-4-2, com 3 volantes, se no meio formando dupla de armação com o Montillo, mas pro Cuca, Gilberto é titular. Ainda bem.

      • Naldo disse:

        Pessoal, aqui onde estou não posso nem acessar o PHD, imagina escrever . Fui.

      • Naldo disse:

        Se o o Cuca vai insistir com o Everton, espero que ele suba de produção para o bem de todos. WP e Faria Disputam o mesmo espaço, espero que o escolhido seja o que mais saiba balançara a rede. E o melhor, é termos opções.

  19. Arísio disse:

    Eu penso o seguinte: tanto Jonathan quanto D. Renan tem como característica principal a força ofensiva. Neste esquema do Cuca, ambos são sacrificados e ficam mais resguardados pra sustentar o meio campo com dois meias. E aí entra o x da questão. Ambos não dão garantia nenhuma ao setor defensivo. Haja vista as avenidas nas laterais, comuns nos últimos jogos. Logo, fica a dúvida: um treinador deve aproveitar as características do elenco ou formatar o time de acordo com os seus conceitos?
    Pra mim, com a melhora do nível dos zagueiros, além da opção de jogar com 3 volantes, temos agora a possibilidade de usar o 3-5-2. Liberando os alas, com um armador apenas e mais segurança nas costas do Renan e do Jonathan. Do jeito que está, sinto que o time está desequilibrado…

    • Arísio disse:

      tanto no setor defensivo com as avenidas nas beiras do campo e a pouca combatividade no meio, quanto no ofensivo sem o apoio dos laterais e jogadas de triangulação entre os atacantes e os meias. Espero que o Cuca ou ajuste o esquema atual ou já esteja pensando em outras possibilidades para acertar essas falhas.

      • Arísio disse:

        E acho que o Cuca está certo em manter o Caçapa na reserva mesmo com as boas atuações quando entrou. O fato é que, num esquema de 2 zagueiros, com laterais que falham na marcação e um meio que não dá o suporte adequado, deixar o Caçapa no mano com qualquer atacante com um mínimo de velocidade seria uma temeridade. No esquema com 3 zagueiros, talvez ele seja um dos melhores do campeonato pra fazer a sobra e aí é pra ser titular absoluto.

      • Romarol disse:

        Concordo, Concordo e Concordo.

  20. Naldo disse:

    Na minha opinião, o único erro do Cuca foi ter trocado o WP pelo Robert. Aliás, erro duplo. 1- O Robert nada acrescentou ao time. 2 – Deixou de mandar a campo o MP que seria a melhor opção para ajudar a fechar o time e segurar a vitória, principalmente na LE onde já não tínhamos mais o DR. Erro fatal. Não adianta agora ficar lamentando o empate.

  21. OT – Fazendo água!
    Sei que tem gente aqui no PHD e em outros espaços que está sabendo. Mas queria ver um post que ajudasse a analisar e construir uma proposta melhor, mais consistente e sólida.
    O Projeto Confraria Celeste fez água. Está sendo paralisado sem data para retôrno. Algumas ações de MKT que estamos acostumados também correm risco de paralisação.
    POr exemplo: Não bastasse estarmos correndo o risco de termos menos torcida em UBERLANDIA, ainda corremos o risco de não termos escudo, baandeirão e Raposão no Parque do Sabiá.
    Será possível?

    • Arísio disse:

      E eu queria ver um post ou texto na imprensa que desvendasse o porquê de tanto direcionamento de uma certa emissora para que os times joguem em Ipatinga. Que se pesquisasse se um gramado novo e com falhas reversíveis de poda é pior que um gramado maquiado com areia e anilina. Que se investigasse se procede que o administrador do Ipatingão é mesmo funcionário desta mesma emissora. Ou mesmo, qual o vínculo empregatício de vários funcionários desta emissora com um dos candidatos ao governo do estado. Acho que assim muitos poderiam ter uma visão mais global da questão da escolha dos campos e, provavelmente, deixaram de ser tão teleguiados. Ou não…

  22. Flavio Carneiro disse:

    Eu não consegui enxergar esse Gil que o Síndico e o Matheus viram em campo, no mais assisti o mesmo jogo que eles. O Fábio e o Montillo, foram os melhores em campo!

    • Matheus Reis disse:

      Não sei se é o seu caso, Flávio, mas a maioria dos torcedores não saberia responder se o Gil jogou do lado esquerdo ou direito da defesa. Isso dá o tom de como nego acompanha o jogo… Torce “praqueles de azul fazer o gol”, mas não presta a atenção em quem está com a bola, em que se movimenta, em quem sobe, quem fica, quem marca. Aí, o lado esquerdo da defesa falha e o Gil – por conta do passado – vira culpado. Sim, eu vi gente dizendo que foi o Gil quem tomou o drible do Fernandinho.

      Acompanhei o jogo, pela primeira vez, com um bloco de notas. Anotei pelo menos 5 roubadas de bola limpas do Gil. Fora cortes pra lateral e espanadas. Ele vive a melhor fase no Cruzeiro.

      • walfrido disse:

        Também achei uma boa partida do Gil. Aliás dos 3 zagueiros. Achei que o Caçapa entrou bem e não vi os erros de tempo de bola citados por alguém, me lembro sim do mala sem alça do Bobo Farinha dizendo essa bobagem. Achei sim que os zagueiros sofreram com a marcação deficiente e ingenua dos dois laterais e da pouca cobertura dos meio-campistas pois estes estavam preocupados com seus problemas ali no meio (Marlos, Casemiro, Carlinhos Paraíba…).

      • Cuné disse:

        Por falar em Bobo Farinha, foi hilário ver ele ao vivo respondendo que o Fábio era melhor goleiro que o Huck, até porque com certeza quem mandou a pergunta foi um fã do mala narigudo…

      • BrunoBarros disse:

        Caçapa entrou jogando muito. De novo. Quem tá sem tempo e chegando atrasado é o comentarista que não viu isso. Será que é possível alguém não ter notado a grande atuação do Caçapa no segundo tempo? Para o mundo que eu quero descer!

      • BrunoBarros disse:

        Exato Matheus, o Gil tá muito seguro, forte no combate direto com os atacantes, bem no alto, já a algum tempo. Ele tirou várias bolas durante o jogo, e isso vem se tornando uma constante. Agora quem não consegue enxergar essa evolução, não só do futebol do Gil, mas também de todos os nossos zagueiros, tá com birra, firmando o pé de birra, pra não dar o braço a torcer e admitir que hoje temos 6 bons zagueiros no elenco, alguns melhores do que os outros, mas opções temos. Nosso problema agora são outros, não é mais o miolo de zaga.

      • walfrido disse:

        Concordo em quase tudo contigo. Não acho que temos 6 excelentes zagueiros mas concordo que eles estão em bom momento. Não a toa nossa defesa é uma das menos vazadas num campeonato difícil. E ainda sobre zagueiros, vale lembrar que TODOS erram, se não errassem todos os jogos seriam 0 a 0. Sempre vai haver um errinho aqui, um de marcação ali, uma matada de bola, um lançamento. Os caras já não são craques, e ainda são zagueiros, oras?

  23. Bruno Pontes disse:

    Um pequeno OT: tem muita gente dizendo que o Flu já é campeão, que não dá pra competir com a Unimed, etc e tal. Ainda que isso esteja certo, alguém já parou pra reparar que, do time titular do franco favorito e líder indiscutível, simplesmente SEIS atletas já passaram pelo Cruzeiro, com 4 deles saindo da nossa base e 1 sendo nosso ídolo? Leandro Euzébio, Mariano, Júlio César e Beletti nasceram no Cruzeiro, Fred estourou no Cruzeiro e é ídolo e ainda tem o André Luís, que não teve boa passagem mas já vestiu a azul estrelada também. Muita gente fala que o Flu tem um timaço, e metade de seu time titular saiu do Cruzeiro. E o pior: desses, só o Fred se destacou em BH…

    • Mauro França disse:

      Bruno, Leandro Euzebio, Mariano e Julio Cesar não são crias da base celeste. O que não invalida o seu comentario. É curioso ver no líder do campeonato tantos jogadores com passagm pelo Cruzeiro, ainda mais de alguns rejeitados pela “exigente” torcida celeste.

      • Bruno Pontes disse:

        É, independente de terem se profissionalizado no clube ou não, eles surgiram em um grande time foi no Cruzeiro, e com isso podemos dizer o mesmo até em relação ao Fred. Agora, imagina a reação da torcida cruzeirense se, no começo do ano, falassem que nossa defesa seria composta por Mariano, André Luís, Leandro Eusébio e Júlio César….

      • simone b de castro disse:

        Os chatinhos iriam fazer uma revolução nos teclados..

      • claudio(xina)lemos disse:

        Simone os chatinhos não, todos faz uma enquete ai e fala em contratar o andré luiz ai vc vai ver como é. Futebol é momento, eu não quero nenhum deles no meu time.

      • walfrido disse:

        Desses aí, hj em dia, só o Julio Cesar, pois nos falta um lateral esquerdo, nem que seja pra ser reserva. E se trouxerem o Andre Luis de volta, depois do que ele fez aqui, eu mesmo ia virar hiena!!! ehehehehehee

      • claudio(xina)lemos disse:

        quer dizer nenhum não o Fred eu queria.

      • simone b de castro disse:

        Também não quero. Só quero dizer que se não tivesse outro jeito, ao invés de apoiar, a torcida ia chiar!

      • Bruno Pontes disse:

        É claro que era impossível prever mesmo. Isso, pra mim, mostra uma entre duas coisas: 1. ou esses caras não eram tão ruins assim, mas sim mal aproveitados no Cruzeiro, ou 2. isso serve pra mostrar que o time do Flu não
        é esse timaço que todos pregam. Acho que a 1 vale pro J.Cesar e principalmente pro Mariano, que de fato tá jogando muita bola por lá, e a 2 pra zaga.

      • walfrido disse:

        Um monte de craque não faz um grande TIME, mas um monte de perna de pau faz um timeco. To mais pra dizer que esse time do Flu tá indo além das expectativas com essa defesa e esse goleiro maluco. Na verdade é um time que não me chama a atenção, mas o Muricy tá tirando tudo dos caras. Fora a interação com a torcida que ajuda muito. No nosso caso a briguinha com a torcida nos ultimos anos atrapalhou muito.

      • Mauro França disse:

        De todo modo, não se trata de querer os caras aqui, a exceção do Fred, talvez.

      • Bruno Pontes disse:

        Claro, mas a questão que eu to levantando não é quem nós queríamos ou não de volta no Cruzeiro. É que esse quarteto forma a defesa de um time que, neste momento (e isso pode mudar, claro), é considerado o franco favorito ao título brasileiro. O que serve para, no mínimo, pensar se certos jogadores são realmente “imprestáveis” ou não. Tenho certeza que muito torcedor já rotulou os 4 com esse adjetivo, ou similares.

      • Rogério disse:

        Bruno falou e disse, as duas teses dele estão corretas. 1º – O FLU não é este time todo que estamos pensando que é. 2º – Jogador no Cruzeiro tem muito mais pressão que na maioria dos outros grandes clubes do Brasil, alguns destes titulares no FLU poderiam ter tido vida mais longa no elenco do Cruzeiro.

      • claudio(xina)lemos disse:

        Ou não rogério, olha só o Mariano que esta voando, no cruzeiro ele teve oportunidades foi titular, mas não marcava ninguém, nas frangas parece que gostava mais da noite que do dia. Mas méritos para o muricy que viu que ele não marca ninguém e escalou o cara de ala, agora quero ver como vai ficar o flu com o Deco, que não marca ninguém, O muricy vai jogar com dois armadores que não marcam e ainda com 3 zagueiros? Duvido. O seu meio de campo vira peneira. Porque o Muricy joga com o terceiro zagueiro na sobra e não à frente da zaga.

      • Rogério disse:

        De todos, o que acho que foi mais mal aproveitado foi o Julio César, fez poucos jogos aqui, foi emprestado, fez bons jogos no Goiás e nem assim teve chance novamente no Cruzeiro, aqui o jogador tem convencer logo e sempre, a fritura em relação ao Jonathan já começou.

      • Bruno Pontes disse:

        Xina, o que você está falando não necessariamente contradiz o que eu disse e que o Rogério endossou. O Mariano teve oportunidades no Cruzeiro sim mas, pelo que me lembro, ele era MUITO vaiado. Além disso, o fato do Muricy ter achado uma forma do jogador jogar bem no Flu prova que não se tratava de um imprestável, e sim de um jogador que tem seu valor, mas foi mal-aproveitado no Cruzeiro. E o fato de nenhum desses terem conseguido se firmar no Cruzeiro também serve, ao mesmo tempo, como prova de que o Flu não é esse timaço todo.

      • claudio(xina)lemos disse:

        Bruno eu não sei se eles foram mal aproveitados. O cruzeiro nunca jogou no 3-5-2, que é o esquema em que o Julio Cesar, o Mariano e o André Luiz podem jogar, por isto eles não ficaram no cruzeiro. Não encaixaram no time. Mariano e Julio Cesar marcam muito mal, e, inclusive o julio cesar é reserva, só esta jogando porque o Carlinhos que também esteve aqui esta machucado. O andré luiz dispensa comentários. O leandro Euzebio eu nem lembro. Tem o Leandro amaro que entrou na negociação do Léo. A torcida do Sep chiou, o cara custou R$ 5 .000.000,00 e foi vendido por um milhão mais o leandro amaro.

      • Bruno Pontes disse:

        Se o Júlio César é reserva do Carlinhos o argumento continua o mesmo :). Calma Xina, eu só estou apontando pra um fato no mínimo curioso. O time deles é considerado o grande favorito do campeonato e tem uma defesa inteira recheada por nossos “refugos”. Esses caras podem ser ruins o quanto for, tudo que você está falando aí. Mas, no momento, são os favoritos pra levantarem o caneco. Acho que é algo que merece uma reflexão, só isso.
        (vai me dizer que isso não te surpreende: http://bit.ly/bsSzdQ)

  24. Cuné disse:

    Pois eu achei que o Gil foi muito bem, mas o Caçapa arrebentou. Foi a segurança na zaga e só num saiu invicto porque nem puxar a camisa do Fernandinho na lateral conseguiram. Mas mesmo assim, por um milésimo de segundo ele não corta aquela bola do segundo gol. Não acho que ele seja titular, mas gosto do seu futebol simples e entendo que algumas de suas falhas podem ser creditadas à sua idade.
    Acho que o futebol dele cresce muito quando jogamos com três zagueiros.

  25. simone b de castro disse:

    Gostei demais do Caçapa! Quando entrou, deu muito mais tranquilidade à zaga. Montillo e Fábio, os melhores, e muita alegria pelo argentino. O resto, mais ou menos…Nem Fabrício jogou bem.

    • Mauro França disse:

      Nem o Thiago Ribeiro??? Que por sinal, deve ser homenageado pela Conmebol como arilheiro da Libertadores, fato que passou batido.

      • Rogério disse:

        Thiago Ribeiro muito, se movimentou bastante como é de costume, fez um golaço e ainda deu passe para outro, foi uma atuação compatível com as atuações que ele teve na Libertadores deste ano.

      • simone b de castro disse:

        Acho que apesar do gol, ele ainda tá devendo. Espero mais dele, porque ele já mostrou que pode. Tanto que é o artilheiro da LA, como vc disse. É esse TR que quero de volta!

  26. Binho disse:

    E outro dia eu perguntei, mas depois perdi o post, e não sei se alguém respondeu: Qual foi a última goleada do Cruzeiro ? Não me lembro mais e estou com uma saudade danada de um 4 x 0 ou 5 x 1. Gols, gols, gols, quero gols, poxa. A vitória simples serve, mas quero uma goleada de lavar a alma. Acho que isso daria novo ânimo a equipe. A confiança necessária pra, de vez, nos candidatarmos ao título. Animicamente, seria muito bom.

    • walfrido disse:

      Acho que foi um Cruzeiro 5 x 0 Uberaba no Mineirão, campeonato mineiro. Olhei a data desse jogo: 03/03/2010. Alguém lembra de outro?

      • Bruno Pontes disse:

        7 a 0 no Potosi foi antes disso? Acho que na 1a fase da LA teve mais também.

      • walfrido disse:

        7 a0 no Potosi foi em janeiro, não?

      • Binho disse:

        É isso mesmo. Lá se vão mais de 5 meses. É muito tempo pra um time do porte do Cruzeiro. Se só tivéssemos enfrentado grandes clássicos, vá lá. Quem sabe conseguimos aplicar uma contra o Vitória. Uma hora alguém terá que pagar o pato.

    • Rogério disse:

      20/01/10 – Cruzeiro 6 x 0 Uberlandia, 03/02/10 – Cruzeiro 7 x 0 Potosi, 06/02/2010 – Cruzeiro 4 x 2 Villa Nova, 24/0210 – Cruzeiro 4 x 1 Colo Colo, 03/03/10 – Cruzeiro 5 x 0 Uberaba.

    • Danilo_VIX disse:

      Eu ainda prefiro os 3 pontos…. Quando agente tiver 3 títulos brasileiros consecutivos, como foi o caso do São Paulo, eu começo a cobrar uma goleada em cima do primeiro colocado da tabela, e tem que ser com gol de placa, driblando o time inteiro, ou de bicicleta…

      • walfrido disse:

        Quem pediu goleada contra o SPFC? Não foi isso que o Binho pediu. Ele disse que quer uma goleada, eu também, mas ninguém disse que não gosta dos 3 pts e nem que tem que ser contra o campeão brasileiro.

      • Danilo_VIX disse:

        Eu também não pedi goleada, não. Só disse que eu ainda não estou com essa bola toda para querer goleada. Quero, acima de tudo, entes de goleada e tal, os 3 pontos e o título brasileiro. Ainda, SE o Cruzeiro estivesse com tantas conquistas nacionais, acho que aí sim seria legal ver algo “diferente”…

      • walfrido disse:

        Respondendo por mim, se vencermos todas por 1 a 0 em gol contra daqui até o fim do campeonato, vou estar super feliz e provavelmente comemoraremos o título no meu trio elétrico. O Binho só fez uma ressalva, muito interessante por sinal, do tanto tempo que o Cruzeiro não aplica uma goleada e do quanto isso pode ser importante para dar confiança ao time. Entendo e concordo com seu ponto de vista, mas não tem nada a ver com o que o Binho comentou, só isso. Bola pra frente!

      • Danilo_VIX disse:

        Eu também entendo esse ponto de vista, Wlafrido. Mas acho que uma vitória na raça por 1 x 0 ou 2 x 1 de virada também da confiança para o time. Sei que goleada é bom demais, também. Mas jogo contra as Rosanas só no segundo turno….

      • simone b de castro disse:

        Walfrido, temos que dar um jeito de tirar esse trio Elétrico da garagem!!! hehehe Ajuda aí, Cruzeiro!

      • Rogério disse:

        Se os 3 pontos vierem com goleada melhor ainda, mas com com certeza o mais importante são os 3 pontos.

      • Danilo_VIX disse:

        É isso!

      • Binho disse:

        Foi exatamente o que eu disse. E disse também que tenho saudade de uma surra de lavar a alma.

  27. mariana disse:

    Esse empate tá preso na minha garganta ainda. Sobre as atuações: Fábio é mais do mesmo, TR voltou a jogar bem, Montilho teve uma grande estréia, difícil conter a empolgação com o argentino e o Gil que se continuar assim vai manter a dupla de zaga de antes com o Léo Silva.

    • BrunoBarros disse:

      Mariana, tem o Léo pra estrear, que tem tudo pra beliscar uma vaguinha de titular, seja em um esquema com 2 ou um de 3 zagueiros. Fato é que com as evoluções do Gil e do Caçapa, mais as chegadas de Léo, Edcarlos, e Wellington, estamos muito bem servidos na posição. Agora quem tem que rachar a “cuca” é o treinador, com o perdão do trocadilho infame.

      • simone b de castro disse:

        Se esse Léo for bom mesmo, aguentar a responsabilidade de jogar no Cruzeiro, nossa dupla de zaga vai ser: Léo e Léo!

      • mariana disse:

        Nosso elenco tem boas opções pro Cuca, vamos ver como ele vai armar o time. E pensar que a pouco tempo tínhamos que improvisar…pq a diretoria não reforçou este elenco antes?!

    • BrunoBarros disse:

      Semana que vem com uma vitória nossa engressamos finalmente no G-4, e com grandes possibilidades de já alcançar a 3a. posição. Basta um empate entre Avaí e Botafogo, resultado bem possível de ocorrer. Esse empate nosso ficou com um gosto amargo, mesmo sendo fora de casa, mas confio plenamente na nossa recuperação já nesse final de semana próximo.

      • mariana disse:

        Temos que fazer valer o nosso mando de campo e vencer! Independente se vamos entrar no G4 agora ou não, precisamos somar pontos.

  28. outeiral disse:

    Caros,
    Tudo bem? Meu nome é Marcelo Outeiral. Sou jornalista e gostaria de algum contato do Mauro França. Alguém tem? Meu email é outeiral@globo.com

    Obrigado pela atenção!