Esse time se garante com dois volantes?

Por SÍNDICO | Em 6 de abril de 2016

Alguém acredita que Deivid disputará as semifinais e, se passar, as finais do Mineiro, com dois volantes, um deles sendo o Cabral?

No Brasileiro e na Copa do Brasil, ele mandaria a campo um time como o que enfrentou o Guarani? 

O time celeste teria competência pra manter os adversários sob pressão tática e psicológica o tempo todo, de forma a não precisar de três volantes?

27 comentários para “Esse time se garante com dois volantes?”

  1. SÍNDICO disse:

    DEIVID tem 84% de aproveitamento em 15 jogos. São 11 vitórias, 3 empates, 1 derrota, 25 gols marcados, 11 sofridos e 33 pontos. 2×1 Ponte … 2×0 … Rio Branco … 1×1 Criciúma … 0x0 URT … 2×1 Tombense … 1×0 Tupi … 3×4 Fluminense … 1×0 Tricordiano … 1×1 América … 1×0 Caldense … 2×1 Cap … 3×0 Uberlândia, 3×2 Villa, 1×0 AtléticoMG, 2×0 Guarani.

  2. SÍNDICO disse:

    DEIVID: “O rendimento do Elber traz uma dor de cabeça boa. Todos os treinadores gostariam de ter essa dor de cabeça. Elber teve um momento ruim aqui no Cruzeiro, foi emprestado ao Coritiba e depois ao Sport, onde conseguiu deslanchar e mostrar o trabalho dele. O Cruzeiro o repatriou e está dando a oportunidade que ele foi buscar. Ele tem um diferencial muito bom, a rapidez. Todos treinadores precisam de um jogador rápido e agressivo como ele pelo lado”.

  3. Naldo disse:

    Seja qual a formação o time tem que se impor ou contar com a sorte.

  4. Matheus Chaves disse:

    Não, nein e not!

  5. Matheus Chaves disse:

    Com o que tem mãos do meio pra frente, sempre a melhor alternativa será ocupar o meio de campo com mais um jogador. Adoradores de mesas redondas vão discordar.

  6. SÍNDICO disse:

    O Cruzeiro só venceu o rapoCota porque conseguiu segurar o ímpeto das frangas fechando espaços. Se tivesse proposto o jogo, abrindo a mica, teria tomado uma lavada. O time celeste ainda não é decisivo do meio pra frente a ponto de apostar em marcação alta e posse cebola no campo do adversário.

  7. Carpe Diem (Renato Faria) disse:

    Eu entendo que ainda temos um time e um elenco inferior a de alguns concorrentes do Brasil. Mesmo assim, ACHO que dá pra insistir no jogo com dois volantes mais fixos (lado a lado) e uma linha com Élber, Alisson e Arrascaeta com Willian no comando de ataque. Willian ajuda a recompor. Sendo assim, optaria por Romero e Henrique na contenção.

    • SÍNDICO disse:

      E o Cabral? Acho melhor deixar Romero, Henrique e Cabral. Fica mais equilibrado, com marcação, saída e armação confiáveis. Mesmo assim, quando atacado, o time tem que botar onze em sua cancha. Marciel, Gino e Allano deveriam ser usado, conforme o adversário e as circunstâncias de cada partida.

      • Horácio Barros disse:

        Faço minhas suas palavras. Com um meio campo forte, os laterais podem apoiar (um de cada vez, claro), os atacantes não precisam recompor tanto (só cercar). O time fica mais equilibrado. Inclusive, à exceção de 66, todos os grandes times do cruzeiro tinha 3 volantes.

      • Horácio Barros disse:

        *tinham

  8. Jdias disse:

    Deivid parecia ter pouco juízo quando escalava o time com esquema indígena no começo da temporada. No clássico surpreendeu com a prudência. Então entendo que vai calibrar a escalação quando precisar.

  9. SÍNDICO disse:

    APOSTA de escalação pra domingo, em Varginha, contra o Boa: Rafael Monteiro, Mayke, Leo Simões, Bruno Rodrigo, Fabrício; Gino, Marciel; Nazário; Pisano, Douglas Coutinho, Allano.

  10. SÍNDICO disse:

    ELENCO do Cruzeiro: Fábio, Rafael, Lucas França, Lucão (G) ….. Leo Simões, Bruno Rodrigo, Manoel, Dedé, Bruno Viana, Fabrício Bruno (B) ….. Mayke, Fabiano, Kevin, Fabrício, Sánchez Miño (L) ….. Henrique, Bruno Ramires, Ariel Cabral, Marciel, Federico Gino, Lucas Romero (V) ….. Matías Pisano, Bruno Nazário, Arrascaeta, Marcos Vinícius, Allano, Alex (M), Alisson, Elber, Judivan, Willian, Rafael Silva, Douglas Coutinho (A).

  11. Jornalista disse:

    Acredito que ele não será o treinador no brasileiro.

  12. SÍNDICO disse:

    KEVIN Peterson dos Santos Silva, 18 anos, lateral-direito, nascido em Teresina/PI, em 07set97, 68 kg, 1m78, ex Mirassol (14/15), Avaí (15), no Cruzeiro, desde Set15, com passagem pela Seleção Brasileira Sub20 em 2016.

  13. jrgalvao disse:

    logico que nao, todo time tem que jogar com um meio forte, tem que ser tres volantes, no minimo, o resto é invenção de corneteiro, nao tem erro, tem que ser henrique romero marciel/ariel, nao tem como fugir disso

  14. Horácio Barros disse:

    Claro que não. Tem que jogar sempre com 3 volantes, 1 de marcação e 1 de cada lado que cubram os laterais.

  15. washington ramos disse:

    KAQINÃO! E não sou fã do Henrique, mas admito que sem ele o setor piora. Logo, com o elenco atual, Henrique, Lucas Romero e mais um (Cabral, Gino, Marciel, BRamires).

  16. Flavio Carneiro disse:

    Considerando os bons volantes que temos no elenco, vejo com bons olhos a escalação de 3 volantes, dependendo das características do jogo.

  17. SÍNDICO disse:

    Deivid, ninguém quer saber de apenas dois volantes no time. Se liga, cara!

  18. adonias filho disse:

    jogamos com dois volantes nao porque o eficiente e discreto Henrique machucou, mas porque o Arrascaeta voltou e nao tinha como tirar o Elber do time após a boa partida no classico regional. Aí cortou-se uma vaga entre os volantes pro ururguaio retomar sua vaga cativa.

  19. adonias filho disse:

    E dois volantes com Arrascaeta no time nao dá. O ururguaio nao marca ninguem a nao ser ele mesmo. Cim Ricardo Goulart e Everton Ribeiro jogamos com Henrique e Lucas Silva apenas, às vezes Nilton, porque os meia-atacantes eram compromissados com recomposiçao.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.