Espanha 0(7)x0(6) Itália: Goleada de pênaltis

Por SÍNDICO | Em 27 de junho de 2013

Espanha contra Itália em Fortaleza, pela semifinal da Confederações 2013.

Reportagem d’O Povo, de Fortaleza:

Filme repetido: Espanha repete Euro-2008 e elimina Itália nos pênaltis Fúria vai encarar o Brasil na decisão da Copa das Confederações no domingo

A Espanha começou a ganhar seu grande destaque justamente após uma partida contra a Itália pelas quartas de final da Eurocopa de 2008, quando eliminou o adversário nos pênaltis e avançou à semifinal da competição.

Ali acabava o estigma do “quase”. Nesta quinta-feira, no Castelão, em Fortaleza (CE), pela semifinal da Copa das Confederações, a história foi a mesma. Após 0 a 0 no tempo normal, a Fúria venceu por 7 a 6 nos pênaltis e garantiu vaga na final contra a Seleção Brasileira, no próximo domingo, no Maracanã.

ESQUEMA COMPACTO E BOAS CHANCES

Sob o forte calor de Fortaleza, Espanha e Itália entraram campo dispostos a marcar logo nos primeiros minutos. Pedro, em uma jogada pelo lado direito do campo, bateu cruzado e levou perigo ao goleiro Buffon. Em seguida, De Rossi recuperou uma bola pelo meio, tocou para Gilardino. Ele deu belo passe para Giaccherini chutar e colocar a Azzurra no jogo.

Com um esquema que contava com uma linha de cinco homens da defesa e quatro no meio de campo, a Itália deixou claro que sua proposta era evitar a Fúria por perto de sua área. E evitou durante boa parte do jogo.

Quem não contava com vários lances de perigo da Azzurra era o torcedor espanhol. Principalmente em bolas aéreas, os italianos tiveram, ao menos, duas grandes chances. Fora outras oportunidades que poderiam ter uma melhor finalização.

Na melhor oportunidade italiana no primeiro tempo, Maggio, livre na área, colocou a cabeça na bola e obrigou Casillas a realizar uma grande defesa. Antes, Marchisio também havia perdido uma chance clara. O camisa 1 espanhol se destacou.

A Espanha, por sua vez, teve ótima chance com Fernando Torres. Após matar a bola na entrada da área, o atacante girou em cima da zaga e bateu cruzado com a perna esquerda. A bola passou perto da trave. E foi só.

MUDANÇAS E DESGASTE POR CONTA DO CALOR

O segundo tempo veio com mudanças. Além de novos nomes em campo, times com posturas táticas diferentes. Cesare Prandelli sacou Bazargli e colocou Montolivo em campo. De Rossi, com isso, fez um papel de líbero. Já Del Bosque tirou David Silva e mandou Jesús Navas a campo. O objetivo era claro: atuar com dois homes abertos, Navas e Pedro, para tentar furar o bloqueio da Azzurra.

Em boa troca de passes pela direita, Navas recebeu bola de Fernando Torres e bateu cruzado. Buffon, bem colocado, defendeu e não deu rebote. Como a Itália continuava bem postada em campo, principalmente no sistema defensivo, Iniesta arriscou jogada individual e chutou sem direção. A Fúria tinha problemas para furar o bloqueio azul.

A Itália, jogando em casa por conta do apoio da torcida, seguiu buscando o gol principalmente em bolas aéras. O problema é que tanto para a Azzurra quanto para os espanhóis, o calor pesou. Ambas as equipes não aguentaram o ritmo forte do jogo e alguns jogadores pediram água em vários momentos. Mata e Marchisio substituíram Pedro e Aquilani, respectivamente.

PRORROGAÇÃO: DRAMA E CORAÇÃO EM CAMPO

No primeiro tempo da prorrogação, os dois treinadores queimaram suas últimas substituições. Prandelli tirou Gilardino, que não fez boa partida, e deu chance a Giovinco. E Del Bosque colocou Javi Martínez no lugar de Fernando Torres, repetindo o esquema da Euro-2012, com dois volantes e sem homem de área. Martínez fez o falso camisa 9.

Giaccherini, em uma das melhores chances do jogo, acertou a trave após um belo chute. Casillas estava vendido na jogada. Na sequência, Piqué matou no peito dentro da grande área e chutou. A zaga afastou o perigo. E ainda teve uma boa chegada de Jordi Alba. Faltou pontaria ao lateral-esquerdo.

Chiellini jogado no gramado com câimbras: cena da entrega, do desgaste. Esgotados, os espanhóis correram para pedir água enquanto o italiano era atendido. Mas tiveram grande chance de matar o jogo em um chute de Xavi: Buffon falhou e a bola ainda bateu na trave. Dramático! O goleirão italiano ainda pegou chute cruzado de Navas. Mas a partida foi mesmo para os pênaltis.

PÊNALTIS:

  1. Ita 1xo, Candreva, pé direito, centro da baliza.
  2. Esp 1×1. Xavi, pé direito, lado inferior direito.
  3. Ita 2×1. Aquilani, pé direito, base do poste esquerdo.
  4. Esp 2×2. Iniesta, pé direito, lado inferior direito.
  5. Ita 3×2. De Rossi, pé direito, ângulo superior esquerdo.
  6. Esp 3×3. Piqué, pé direito, base do poste esquerdo.
  7. Ita 4×3. Giovinco, pé direito, base do poste esquerdo.
  8. Esp 4×4. Ramos, pé direito, ângulo superior esquerdo.
  9. Ita 5×4. Pirlo, pé direito, base do poste esquerdo.
  10. Esp 5×5. Mata, pé esquerdo, base do poste esquerdo.
  11. Ita 6×5. Montolivo, pé direito, base do poste esquerdo.
  12. Esp 6×6. Busquets, pé direito, lado inferior direito.
  13. Fora! Itália 6×6. Bonucci, pé direito, acima da baliza.
  14. Esp 7×6. Navas, pé direito, base do poste esquerdo.

Espanha 0(7)x0(6) Itália, quinta-feira, 27jun13, 16h, tempo bom, Castelão, cancha de 105x68m, gramado perfeito, Fortaleza, semifinal da Confederações 2013. Público: Juiz: Howard Webb (inglês). Bandeiras: Darren Cann e Mike Mullarkey ingleses). Amarelos: De Rossi (I), Piqué (E). ESPANHA: Casillas, Arbeloa, Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Xavi e Iniesta; Pedro (Mata, 78), David Silva (Jesús Navas, 50) e Fernando Torres (Javi Martínez, 3). Tec: Vicente Del Bosque. ITÁLIA: Buffon, Maggio, Chiellini, Barzagli (Montolivo, intervalo) e Bonucci; De Rossi, Marchisio (Aquilani, 78), Pirlo e Candreva; Giaccherini e Gilardino (Giovinco, início da prorrogação). Tec: Cesare Prandelli.

24 comentários para “Espanha 0(7)x0(6) Itália: Goleada de pênaltis”

  1. 87 pessoas apreendidas pela polícia (O Povo, 27jun13)
    Segundo informações da SSPDS, 87 pessoas possivelmente envolvidas em atos de vandalismo na Av. Dedé Brasil foram apreendidas e estão sendo encaminhados pro 16º Distrito Policial. Um adolescente foi apreendido e levado pra DCA.
    17h28
    Até agora, 72 pessoas envolvidas em atos de vandalismo na Dedé Brasil foram apreendidas, segundo informação da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará. O grupo está sendo levado pro 16º Distrito Policial, no bairro Dias Macêdo. Segundo a delegada titular, Marília Fernandes, pelo menos 30 pessoas já estão nas dependências da delegacia. Um adolescente foi apreendido e encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente.
    16h50
    Polícia tenta fazer dispersão nos arredores da Dedé Brasil. Nesse momento, motocicletas chegaram pra dar reforço aos agentes de segurança, que tentam avançar na direção da Parangaba. Apesar da utilização de bombas de gás e balas de borracha, manifestanes não recuam. Mais cedo, um veículo da TV Diário foi incendiado, mas o fogo já foi contido. Ao longo da Dedé Brasil, podem ser vistas muitas placas e outdoors arremessados ao chão (eles foram utilizados pelos manifestantes pra tentar romper o bloqueio policial). Observadores do MP ainda acompanham o cerco do Batalhão de Choque.
    16h04
    Clima continua tenso na Dedé Brasil e arredores. Cavalaria continua tentando dispersar grupos e helicópteros da Força Nacional sobrevoam a via. Manifestantes arremessam bolas de gude e objetos diversos na direção dos agentes de segurança.
    15h33
    Perto da barreira policial, manifestantes atearam novamente fogo em objetos e avista-se grande quantidade de fumaça. Também na Dedé Brasil, um carro da TV Diário foi depredado e incendiado. Outro veículo, pertencente à TV Jangadeiro, foi depredado. Manifestantes ameaçam incendiar carros estacionados nas vias paralelas. Agora há pouco, a Polícia recebeu reforços. O Batalhão de Choque continua disparando balas de borracha. Torcedores tentam chegar à Arena Castelão e precisam correr na avenida com os ingressos levantados pro alto.
    15h15
    Pelo menos 5 policiais e 2 manifestantes estão feridos devido aos confrontos que acontecem na Dedé Brasil. Dois homens da Cavalaria foram atingidos por pedras e bolas de gude. Eles recebem atendimento em um carro da Força Nacional. Uma garota passou mal e precisou ser removida numa maca por agentes de segurança. A Polícia responde ao avanço de manifestantes com pedras, com bombas de gás e balas de borracha; helicópteros sobrevoam a avenida. Mais cedo, grupos montaram barricadas e fizeram fogueiras. Agentes de segurança afastaram os manifestantes, pois a preocupação é a existência de um posto de gasolina nas proximidades de onde foi ateado fogo. O Corpo de Bombeiros já está no local. Moradores do Sumaré, comunidade próxima da área de embate, estão apavorados com a ação da Polícia. Alguns relataram estar sofrendo os efeitos do gás lacrimogêneo dentro de suas casas. Alguns ônibus que transportavam torcedores pra Arena Castelão foram rendidos pelos manifestantes. Um dos veículos -pertencente à empresa Vega, foi pedrejado e teve todas as vidraças quebradas. Os agentes de segurança tiveram dificuldade pra fazer os grupos recuarem. A Polícia Rodoviária Federal também chegou à Dedé Brasil. Barulho de bombas escutado por todos os lados.
    Às 14h
    Os manifestantes fizeram barricada com pneus e atearam fogo em um trecho da Dedé Brasil. A Polícia usa bala de borracha e bomba de gás pra tentar dispersar o grupo. Um manifestante foi ferido na perna por uma bomba e levado, pela Polícia, pra ser atendido após a barreira policial. O Batalhão de Choque avançou e os manifestantes recuaram um pouco. Os observadores do MP ainda não identificaram excesso da Polícia na ação desta quinta-feira.
    13h30
    Alguns manifestantes passaram a jogar pedras e coquetel molotov nos policiais e conseguiram ultrapassar a primeira barreira. A Polícia revidou o ataque com bombas de gás lacrimogêneo, o que fez dispersar o protesto. O Batalhão de Choque está avançando pra evitar que os manifestantes cheguem perto do Castelão. Manifestantes contrários ao ataque gritam “não à violência” no protesto.
    13h
    Um grupo jogou rojão e atirou fogos de artifício. Nesse momento, alguns mais exaltados jogaram pedras e bolas de gude nos PMs, que não revidaram. Outros manifestantes pediram pra esse grupo parar com a violência. Após esse primeiro embate, tudo voltou a ficar tranquilo. Observadores do MP continuam a conversar com os manifestantes pra evitar o confronto.
    12h53
    A PM estima que cerca de 5 mil pessoas estejam participando do protesto na Av Dedé Brasil, neste momento. Continua tudo tranquilo no local da manifestação. Um policial chegou a conversar com um grupo de pessoas. Ele disse que não queria confronto e que qualquer manifestação seria respeitada se os manifestantes não tentassem ultrapassar a barreira policial. Durante a conversa, o grupo repassava as informações ao restante dos participantes. Eles estão na Dedé Brasil, no cruzamento com a R. Corumbá.
    12h35
    A manifestação chegou à barreira da Polícia Militar, no Passaré. Observadores do MP chegaram a conversar com manifestantes mais exaltados, que estavam com pedras na mão, pra evitar a violência. A manifestação segue pacífica. Os manifestantes cantaram o Hino Nacional ao chegar na barreira policial. Agora, gritam palavras de ordem. Após a primeira barreira policial, há mais duas barreiras -cavalaria da PM e batalhão de Choque, antes da chegada à Arena Castelão.
    12h15
    Neste momento, manifestantes estão parados no cruzamento entre Av. Pedro Ramalho e R. Marechal Bittencourt pra decidir se irão pra o local onde há o bloqueio da Polícia ou se contornam em uma rua paralela pra evitar o confronto. Os mais exaltados querem ir em direção ao bloqueio policial. O protesto segue pacífico.
    11h30
    Manifestantes já começaram a passeata na Av Dedé Brasil, rumo à Arena Castelão, onde ocorrerá a semifinal da Copa das Confederações entre Espanha e Itália. Um grupo de mil pessoas, segundo a Polícia Militar, saiu da concentração na pracinha da Universidade Estadual do Ceará, no Itaperi. O clima é de tranquilidade e há poucos policiais e viaturas acompanhando os manifestantes até o momento. Próximo ao estádio há um bloqueio da Força Nacional. Observadores do Ministério Público Estadual acompanham a passeata pra verificar possíveis excessos por parte da Polícia. Entre os manifestantes, há forte presença de sindicatos e associações, principalmente de policiais militares, que estão à paisana e não quiseram se identificar. O vereador Capitão Vagner (PR) esteve na concentração e conversou com alguns membros da associação. A manifestação foi organizada via rede social com a criação dos grupos “+ Pão – Circo” e “Fortaleza Corajosa vai parar”. Até agora, as principais reivindicações nos cartazes e bandeiras dos manifestantes são relativos à tarifa do transporte público e à entrega imediata das carteirinhas de estudante.

  2. Nos últimos 8 jogos a Itália só venceu uma vez a Espanha. Foi 2×1, em agosto de 2011, com gols de Riccardo Montolivo e Alberto Aquilani.

  3. Gianluigi Buffon tem 132 jogos pela Azzurra, ao lado de Fabio Canavarro, o recordista, tem 136.

  4. Naldo disse:

    Balotelli fazendo falta ao time da Itália. Prorrogação avista.

    • Fez muita falta. E pensar que tá cheio de cornetarista dizendo quenão faz falta, dizendo que Balotelli não é tudo isto. Povinho mais trouxa estes comentaristas esportivos profissionais. Aliás, salvam-se raríssimos… Beletti e outros tem ficado perdidos no meio de tanta mediocridade e falta de noção. Tem um tal de Neto, da Band, que comprova toda a minha teoria sobre comentarista ex-jogador que foi craque dentro de campo… os caras não conhecem nada… sem falar no ex-fenômeno, ídolo de alguns torcedores por aqui até como comentarista, que tá dando dó… mas também, com a audiência que o enaltece… ABS/ 😛

  5. Raphael Firmino disse:

    É morte súbita?

  6. Estas duas partidas das semifinais, ontem e hoje, estão colocando na berlinda e expondo toda a idiotice de comentaristas que se baseiam em estatísticas para formular os seus conceitos (SIM, muito torcedor acredita no que diz o comentarista que se baseia em estatística). O Brasil contrariou as estatísticas e venceu. A Itália ignorou as estatísticas e esteve mais perto de se classificar no tempo normal que a Espanha, que segundo os comentaristas de estatísticas, ia “atropelar” a Itália. A propósito, Scolari é rabudo… o time que classificar vai chegar estourado no domingo… e o time que for enfrentar o Uruguai às 13h em Salvador, vai perder de goleada… ABS/ 🙂

  7. jrgalvao disse:

    Certo falava o gaucho e gremista peninha, que sempre disse que futebol bonito é coisa de viado. No futebol o importante é ganhar, mesmo jogando feio. Tou morrendo de rir, de parte da imprensa esportiva nacional, que gosta e adora dissertar sobre o tal futebol bonito rrssss. Os caras não se emendam rrssss

  8. Até que enfim, a Espanha conseguiu fazer muitos gols num jogo.

    • Mauro Franca disse:

      Sindico e sua implicância com a Espanha. Fizeram 2 no Uruguai, 3 na Nigéria e 10 no Taiti. No Taiti pode não valer, mas foram os espanhóis que marcaram mais gols neles. E na final da Euro-12 o placar foi 4×1.

  9. Gol!!! Espanha 0, Itália 1. Antonio Candreva (Itália) com o pé direito ao centro da baliza.
    Gol!!! Espanha 1, Itália 1. Xavi com o pé direito ao lado inferior direito da baliza.
    Gol!!! Espanha 1, Itália 2. Alberto Aquilani com o pé direito junto à base do poste esquerdo.
    Gol!!! Espanha 2, Itália 2. Andrés Iniesta com o pé direito ao lado inferior direito da baliza.
    Gol!!! Espanha 2, Itália 3. Daniele De Rossi com o pé direito ao ângulo superior esquerdo.
    Gol!!! Espanha 3, Itália 3. Gerard Piqué com o pé direito junto à base do poste esquerdo.
    Gol!!! Espanha 3, Itália 4. Sebastian Giovinco com o pé direito junto à base do poste esquerdo.
    Gol!!! Espanha 4, Itália 4. Sergio Ramos com o pé direito ao ângulo superior esquerdo.
    Gol!!! Espanha 4, Itália 5. Andrea Pirlo com o pé direito junto à base do poste esquerdo.
    Gol!!! Espanha 5, Itália 5. Juan Mata com o pé esquerdo junto à base do poste esquerdo.
    Gol!!! Espanha 5, Itália 6. Riccardo Montolivo com o pé direito junto à base do poste esquerdo.
    Gol!!! Espanha 6, Itália 6. Sergio Busquets com o pé direito ao lado inferior direito da baliza.
    Pra fora!!! Espanha 6, Itália. Leonardo Bonucci com o pé direito alto, por cima do travessão.
    Gol!!! Espanha 7, Itália 6. Jesús Navas com o pé direito junto à base do poste esquerdo.

  10. Naldo disse:

    Brasil campeão!

  11. Cláudio Ianni disse:

    Sou nascido e registrado na Espanha……..

  12. Futebol tem histórias muito engraçadas e curiosas, a do Iniesta x Leandro Bomfim é uma delas.

  13. A Espanha bem que tentou jogar como sempre faz: tocando a bola de pé em pé e colocando o adversário pra correr atrás dela. Mas o que se viu na partida entre a Fúria e a Itália, nesta quinta-feira, em Fortaleza, foi uma pressão italiana no campo de ataque. Nos 25 minutos iniciais, a Espanha manteve os habituais 69,6% de posse bola e trocou o dobro de passes que os italianos, mas enquanto eles já haviam chutado 6 vezes, a Espanha tentou apenas 1 finalização. No final do 1º tempo -como mostram as estatísticas do banco de dados da Opta- os italianos chegaram a 9 chutes enquanto os espanhóis deram apenas 2. No final da 2ª etapa, talvez desorientados pela marcação sob pressão italiana, os espanhóis viram sua posse de bola despencar pra 52,8% -média bem inferior à dos três jogos da 1ª fase, que foi de 69%. Ambas as equipes desperdiçaram muitas chances e conseguiram chutar em direção ao gol apenas 5 vezes nos 90 minutos. Na prorrogação, a Espanha dominou, mas voltou a desperdiçar várias chances. A igualdade no placar permaneceu até a 7ª série de pênaltis, quando Bonucci cobrou a la Roberto Baggio e deu a vitória aos espanhóis. (Band News)