Devastados

Por SÍNDICO | Em 8 de outubro de 2019

DEVASTADOS, americanamente falando, é como se sentem muitos cruzeirenses, incomodados com a má fase de seu time. 

Afoitos, esses caboclos se esquecem de que faltam 15 rodadas para o fim do Brasileiro.  Tempo suficiente para o Cruzeiro conseguir uma sequência positiva, como as que já experimentaram Vasco, Goiás e Fluminense. 

Mas se tal não ocorrer e o Cruzeiro for rebaixado, esses devastados vão ter vários de seus desejos atendidos. Na segunda divisão, o time celeste não terá jogadores experientes, nem medalhões, tampouco técnicos famosos. Será tudo bem básicão. 

E o melhor, no arranca-rabo da segundona, não haverá necessidade de táticas, estratégias e outros requintes que tanto incomodam os devastados voluntarista deprimidos. Vamos ter overdose de futebol indígena!

42 comentários para “Devastados”

  1. Tolentino disse:

    Na série b tem VAR?

  2. Romarol disse:

    Um dos melhores post do ano. Após pedirem pro clube abandonar as Copas, eles mesmos querem abandonar o Brasileiro, com 15 rodadas antes. Eu só desisto matematicamente.

  3. Fernando Henrique disse:

    Da até pra campeonar com 100% de aproveitamento.

  4. SÍNDICO disse:

    ÁBILA, ex-Cruzeiro, atualmente no Boca, teve a família ameaçada de sequestro em Cordoba, Argentina. Polícia montou guarda na casa da família do centroavante.

    • Wagner CPM disse:

      Em BH ele tinha paz, exceto pelo Mano menezes que o boicotou. Perdemos um baita centro avante, daqueles que ha muito tempo não víamos. E agora estamos carentes na posição.

  5. SÍNDICO disse:

    JÚLIO BAPTISTA, 38 anos, virou treinador do time juvenil do Valladolid, clube de propriedade de Ronaldo Nazário, 41 anos, Os dois foram jogadores do Cruzeiro.

    • SÍNDICO disse:

      JÚLIO BAPTISTA se aposentou em maio deste ano. Ele esteve no Cruzeiro entre Jull13 e Dez15, conquistando o Brasileiros de 2013 e o Mineiro e o Brasileiro de 2014.

  6. Fernandão disse:

    Manter o ânimo é difícil. Mesmo faltando 14 rodadas após o jogo, a sensação é que se não vencer o Fluminense não escapa mais. Precisamos do “turning point” já. Temos jogos muito duros na reta final pra entrar precisando de pontos. CAP fora na 31ª, Santos fora na 34ª, Vasco fora na 36ª e fecha com Grêmio e Palmeiras. Esses jogos estão intercalados com as “obrigações” Avaí e CSA em casa (rodadas 33 e 35). O miolo do segundo turno tem jogos que realmente decidem. Pros 42 pontos, descontando os jogos difíceis e computando os fáceis, resta buscar uns dois terços de aproveitamento nos outros. Chape (F), Sumpaulo (C), Corinthians (F), Fort. (C), Botafogo (F) e Bahia (C). 25ª a 30ª rodada. Tem que sair três pontos amanhã e mais doze daí. 20 + 3 +12 +6 e resta um empate no clássico. Esse post ficou parecendo coisa do Rei Arthur.

  7. Wagner CPM disse:

    Dedé vai jogar? Éderson vai jogar? Rodriguinho enfim vai aparecer? Minhas preocupações são essas no momento. Fábio, Egídio, Dedé, Fabruno, Edilson, Ederson, Henrique, Robinho, Neves, Pedro Rocha e Fred. Esse time bate o flor.

  8. Velloso disse:

    O imediatismo tem como efeito colateral a ansiedade. Todos os envolvidos precisam perceber que o planejamento é somar pontos em sequência e manter sempre aberta a possibilidade para o próximo jogo sair ou distanciar, principalmente no miolo do turno, como disse o Fernandão.

  9. washington ramos disse:

    Pirou o cabeçote Síndico? Segunda divisão nem pensar. A cláusula que protegia os chamados grandes acabou, a cota da Série B é R$6mi, o que o Cruzeiro fará com isto? Toda vez que o Cruzeiro tá uma draga danada, visito a tia da minha esposa, que é cruzeirense fanática. Amanhã vou a Mariana fazer uma visita para ela, para acabar com esta zica, comprar umas Baker e aguardar o 4×0 para cima do florminenC.

  10. SÍNDICO disse:

    CRUZEIRO x FLUMINENSE, 09ouy19qua21h30. TEMPO. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 24ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: ARBITRAGEM: Jean Pierre Goncalves Lima, Leirson Peng Martins, Michael Stanislau (RS). VAR: Jonathan Benkenstein (RS). AMARELOS: GOLS: CRUZEIRO: Fábio — Edilson, Edu (Dedé), Fabruno, Egídio — Henrique, Jadson — Robinho, M Gabriel (Rocha), David; Fred. T: Abel Braga. FLUMINENSE: Muriel — Gilberto, Nino, Frazan, Orinho — Yuri, Ganso, Daniel, Nenê — João Pedro, Yony. T: Marcão.

  11. Eduardo Arreguy Campos disse:

    Eu até acho que os jogadores estão se esforçando, mas falta força, fôlego e técnica. E aí…

    • SÍNDICO disse:

      THIAGO NEVES correu 11 quilômetros contra o Goiás. Torcedor sempre tem explicações fáceis pra problemas complexos.

      • SÍNDICO disse:

        HENRIQUE jogou mais de 40 partidas, sem pedir descanso. Ederson jogou 5 e já pediu penico.

      • Zedocanada disse:

        Nem tanto sindico, segundo as normas atuais de fisiologia, atletas jovens precisam de uma carga horaria menor que os mais velhos. O problema é que o Brasil / torcedor vai descobrir a ciência daqui a uns 10 anos.

      • SÍNDICO disse:

        Elabore mais, por favor. Quanto ao Brasil descobrir algo em apenas dez anos, só em sonhos. Dá mais tempo. Uns vinte, talvez.

      • Zedocanada disse:

        Não é minha área, se conseguir tempo com a doutora, vou elaborar.

      • Eduardo Arreguy Campos disse:

        Pois é, eu falei que eles estão se esforçando, mas está sempre faltando algo. Esforço só não basta.

    • SÍNDICO disse:

      DEDÉ, Leo e Egídio, Henrique jogam todas e com intensidade o tempo todo. Rafael Santos, Dodô, Sassá e Rocha, não aguentam mais do que uma hora de correria. Ederson fez 5 partidas e teve de sair do time, com dores musculares. Idade não é a única variável a ser levada em conta, mas é a única ao alcance do estoque de saber do torcedor.

  12. Fernando Henrique disse:

    Rapaz, Gidão segurou a bronca na entrevista ein…senti firmeza!