Cuca: “Não tenho vergonha de me fechar”

Pitacos de protagonistas e blogueiros acerca do Atlético 0×2 Cruzeiro, na Arena da Baixada, Curitiba, pela 8ª rodada do Brasileiro 2010, em 14jul10:

  1. Juca Kfouri, em seu blog: O frágil Furacão perdeu para o Cruzeiro, 2 a 0,  gol no fim do primeiro tempo de Wellington Paulista,  e do segundo, com Robert. O rubro-negro parece estar se preparando para cair.
  2. Vitor Birner, em seu blog: O Furacão de Carpegiani apresentou novas caras e um futebol melhor que no início do campeonato. Tomou a iniciativa do jogo e criou boas chances. Buscou o ataque e exigiu trabalho duro do goleiro Fábio. Contudo, foi prejudicado pela arbitragem. Aos 19 minutos, Bruno Mineiro desviou para as redes após defesa de Fábio e passe de Alex Mineiro no rebote. O árbitro Wilson Seneme deu impedimento. No lance final da primeira etapa, Wellington Paulista marcou para a Raposa e jogou por água abaixo o bom 1° tempo atleticano. O segundo gol cruzeirense foi aos 41 minutos da etapa final, com Robert. O time do estreante Cuca se defendeu bem e escapou sem sofrer gol do Furacão, que buscou o ataque mas não teve boas chances como no primeiro tempo.
  3. Leandro Mattos, em seu blog: A primeira impressão foi boa!: Se o que vale é a primeira impressão, como afirma um antigo dito popular, o Cruzeiro de Cuca deu um belo cartão de visitas nessa quarta-feira, ao bater o Furacão por 2 a 0, na Arena da Baixada, e subir algumas posições na tabela de classificação, na retomada do Campeonato Brasileiro, após a disputa da Copa do Mundo 2010. Com certeza, boa parte da torcida estrelada não nutriu saudades por um meio campo com três volantes, quesito obrigatório na ‘era Adílson Batista’. Roger e Gilberto mostraram que podem atuar juntos e que dão, sem a menor dúvida, mais criatividade e uma qualidade de passe muito melhor aos estrelados. O Cruzeiro teve dois armadores fora de casa, em campo inimigo, cenário praticamente impensável sob a batuta do ex-treinador. Fábio, que pegou tudo, e Roger, preciso nos passes, foram os destaques com a camisa azul. O Rubro-Negro paranaense mostrou porque está entre os quatro frequentadores da zona da degola. Só Paulo Bayer e Bruno Mineiro conseguem sobressair em meio a um elenco fraco tecnicamente.
  4. Fábio, goleiro do Cruzeiro: A gente conseguiu fazer um bom jogo. Buscamos a todo o momento ter um bom comportamento dentro de campo taticamente e saindo com velocidade. Conseguimos um gol e depois marcar bem.
  5. Fabrício, volante do Cruzeiro: Que legal, com essa vitória, num frio danado, mas foi muito bom. A gente fica feliz, todo mundo está comprometido com o que o Cuca tem pedido. Desde sempre o grupo é muito profissional, tem sido assim desde que cheguei aqui. Conseguimos esse resultado e agora é dar sequência. Vamos chegar lá na frente, que é o nosso objetivo maior. Quando todo mundo se empenha, é difícil de ganhar da gente. Os meias, principalmente, estão de parabéns. A gente que é volante está acostumado a marcar e atacar, mas eles geralmente só atacam e agora defenderam também.
  6. Wellington Paulista, atacante do Cruzeiro: Eu vinha falando nas entrevistas coletivas que o Cuca deixou claro para a gente que o que dizem do Cruzeiro é que o time tem muita qualidade, muita posse de bola, mas é um time frio, que não tem emoção. Foi o que ele pediu para a gente e conseguimos colocar raça, determinação. Agora é manter isso para sairmos com o título.
  7. Robert, atacante do Cruzeiro: Foi meu primeiro jogo oficial, sempre estive tranquilo, procurei me adaptar o mais rápido à equipe. Tive uma oportunidade e marquei, agora é dar continuidade ao trabalho. Marcar um gol na estreia para mim foi muito importante.
  8. Cuca, treinador do Cruzeiro: Eles foram vibrantes. Os caras saíram de campo com ‘grama na bunda’. Lutaram, guerrearam, você vê o Roger tomando cartão. Tem que ser assim. É tão bonito ver quando o cara se entrega, se doa, um vai incentivando o outro. A gente pode e deve melhorar, mas foi bom o começo. Uma vitória é sempre bem-vinda, ainda mais fora de casa contra um adversário difícil de ser batido como é o Atlético, com uma força muito grande da arquibancada e um time aguerrido. O Atlético jogou com diversas formas táticas, fomos pressionados, e no fim vencemos por 2×0. No montante do jogo, fizemos uma boa partida. Quero deixar bem claro que gosto de jogar ofensivo, mas não tenho vergonha de me fechar. Quando senti que tinha que me fechar, eu me fechei. Faltavam 12 minutos e senti que, naquele momento do jogo, não tinha mais a parte tática. Existia a superação, a bola alçada na área. E deixei o meu time alto, com o Fabinho de terceiro zagueiro. Tiramos o Roger, que é um articulador, mas não tinha mais espaço para articular. Nós precisávamos era da velocidade. Aproveito para chamar o torcedor para o domingo, lá na nossa ‘Lagoa Azul’, que a gente tem chamado carinhosamente. É a nossa casa, a 70 km, dá para ir tranquilo com a família. O torcedor vai ver de novo o Cruzeiro com muita vontade de vencer e, se Deus quiser, buscando mais uma vitória, quem sabe entrando no G-4.
  9. Neto, goleiro do Atlético: Ninguém trabalha quarenta dias para alcançar um resultado deste, mas não deu. Só nos resta trabalhar. Não podemos mais perder. E não só do Vasco, mas todos os jogos serão difíceis agora.
  10. Paulo Baier, meia do Atlético: Nós tivemos dois gols anulados, ainda preciso ver na televisão, mas o Cruzeiro mereceu a vitória. O primeiro tempo foi melhor, mas, no segundo, o Cruzeiro dominou.
  11. Paulo César Carpegiani, treinador do Atlético: Nós não queremos lamentar aqui. Mas perdemos várias oportunidades de gol e erramos no passe final. Pedimos desculpas à torcida. Os jogadores se doaram em campo, mas perdemos o jogo e temos que sair para o próximo. A torcida tem todo direito de reclamar, mas vamos fazer a cabeça dela apresentando um bom futebol e vencendo. Dizer que foi injusto não existe no futebol. Vence quem faz os gols. Nós tivemos o nosso goleiro trabalhando muito pouco no jogo, mas mesmo assim tivemos muitos erros de passe, algumas estreias de jogadores que ficaram nervosos, e tudo isso atrapalhou um pouco no rendimento. No segundo tempo, com as mudanças, a equipe conseguiu se enquadrar um pouco melhor, mas tomamos outro gol e não conseguimos fazer os nossos. 
  12. Elias Guimarães, no PHD: Muito bom. O 1º gol saiu de uma jogada até manjada, desde o ano passado. O 2º foi uma pintura, passes precisos, de prima e a tirada do goleiro pelo Robert. Recuperamos os 3 pontos jogados fora contra o Tritiquim-GO. Agora vamos prá cima do sempre perigoso Goiás. Mais uma vitória nos coloca na briga. Ao contrário de alguns comentaristas, até que gostei da zaga, tendo em vista a carência do setor. Gostei do meio. Roger com alguns lampejos e outras jogadas dignas de futebol master, mais lento que aqueles antigos micros 286. E o ataque continua como no ano passado quando o Kleber se contundiu e essa dupla deu a resposta quando o Cruzeiro precisou. Thiago Ribeiro deixa qualquer defesa doidinha da silva. WP na área marca mesmo.
0

63 Replies to “Cuca: “Não tenho vergonha de me fechar””

  1. claudio(xina)lemos says:

    primeiro?

    0
  2. claudio(xina)lemos says:

    Definição excelente do tio tate sobre alguns momentos do Roger, mais lento que um 286. Como fazia tempo que não ouvia falar em 286. Mas no geral valeu a vitoria, e, como dizia o Adilson, vamos aguardar, ainda não tenho plena confiança no time. Mas torço muito, a chegada do montilho vai fortalecer muito o meio de campo. E, o Gilberto vai melhorar e também vai fortalecer a meiúca do nosso querido estrelado.

    0
  3. Pois é, veio Xina… comentei ao vivo com amigos o seguinte: o que o Cruzeiro precisa neste momento é ter a força, o apoio e o crédito da torcida. NÃO PODE ACONTECER COMO ONTEM. Mais um vexame na já extensa folha corrida de certo time da RMBH. 2.868 e público de Mequinha, seja onde for. E uma defesa que consegue ser a pior de um campeonato de nivel técnico duvidoso. Não vi nada tão bom nem tão ruim que se possa dizer:” é esse”, campeonando ou rebaixando. Os empates do Flu e a derrota do SPFW, candidatíssimos ao título é a prova inequívoca de que a volta do campeonato nivelou ainda mais o que já se apresentava desta forma. Palmas pro Cuca pela humildade de reconhecer que o futebol indígena não tem lugar hoje em dia. 1 x 0 é goleada.E show, só no Palácio das Artes.

    0
    1. Saiu de BH, não tem torcida Elias.

      0
  4. E eu não vou duvidar se ele sapecar logo os três volantes ( principalmente com a chegada desse novo reforço vindo do Flu) em clássicos e jogos decisivos contra potenciais adversários ao título. Dá-lhe Maracujina!
    Certos comentaristas vão à loucura…rs

    0
  5. Não vamos ser injustos. o Público dos galináceos foi espetacular. 3.100 testemunhas. Que torcida fiel e maravilhosa. E os goleiros podem ir aquecendo, rapidamente abre outra vaga, O Fábio (seria mera semelhança?) Costa não dura muito…..saudações celestes

    0
    1. Lembra o drible de corpo que Pelé deu em Mazurkievicz? Fábio Costa aplicou em si mesmo.

      0
      1. Lembro. O FC é um gênio da bola.

        0
  6. Claudinei Vilela says:

    Kaiu e demais zebrados irão comprovar o que todos nos do interior ja sabemos. MINAS tem dono, e ele se chama CRUZEIRO. Saiu da avenida do contorno não existe mais zebrado…..

    0
  7. Leo Vidigal says:

    E essa vitória e o tropeço do Santos nos deixou às portas do G4. Nos últimos anos tem sido difícil tirar o Cruzeiro de lá, então é chegar no topo o mais rapidamente possível e não sair mais.

    0
  8. Sobrinho says:

    Gostei da fala do Cuca e do que ele pensou sobre o time e o momento do jogo para fazer as substituições. Se conseguir manter o grupo comprometido e junto dele acho que pode sobrar um G4 novamente esse ano.

    0
    1. Estou gostando do Cuca, até o momento. Pra variar, ele não parece ser tão ruim como a imprensa esportiva falava. Isto só mostra que o nível de qualidade destes pseudos-profissionais é tão baixo em Minas como em todo o Brasil.

      0
  9. BrunoBarros says:

    Acho que o Adilson fez um ótimo trabalho, e sempre achei que ele poderia ter ficado no comando da equipe, mas bola pra frente, chegou o Cuca, treinador que considero estigmatizado de maneira errada, assim como o Adilson o era.
    Mas, pegando como base os trabalhos anteriores do Cuca, penso mais parecido com ele em relação ao futebol do que o AB. Cuca é sim de fato um treinador que arma suas equipes mais ofensivamente. No Goiás eram 3 atacantes, por exemplo, e no Fluminense, naquela situação em que saiu por milagre e muito por competência de seu treinador, jogava sim com 3 zagueiros, mas se engana quem pensa que esse esquema seja defensivo, muito pelo contrário. Depende da formação que vc utilizar no meio campo.

    0
  10. BrunoBarros says:

    E Cuca foi muito bem em sua estreia. Mexeu na hora certa e bem. Lá na Baixada, com o time visitante ganhando de 1 gol de diferença, nos 15 minutos finais vc pode ter certeza que vai chuver bola na área. O que Cuca fez? Primeiro colocou o Paraná, pra reforçar a marcação e ter um pouco mais de posse de bola, pra esfriar o jogo. Depois lançou mão do Fabinho, como zagueiro pela esquerda, ganhando também em estatura, pra segurar a pemba das bolas alçadas. No jogo-treino?! contra o Tupi ele já havia colocado o volante ali, e acho que é uma excelente alternativa que o Cuca tá criando de escalação. O Fabinho joga bem como zagueiro, tem que ser aproveitado ali também.

    0
  11. BrunoBarros says:

    Só pra terminar, eu prefiro um time que comece a partida, seja dentrou ou fora de casa, com uma proposta mais ofensiva. E de acordo com o andamento da partida o técnico vai fazendo suas mudanças. Se precisar colocar o time mais ainda pra frente, que o faça, se precisar fechar, também, a exemplo do jogo no Paraná.
    Estou confiante no trabalho do Cuca, pois em pouco tempo já dá pra ver que ele conhece o nosso time, até mesmo pelas mudanças e alternativas que ele vem criando, e chegando mais esse pessoal que falta, Montillo, Wallysson, um zagueiro pra jogar, vai dar rock esse elenco na mão dele.

    0
  12. ” Quando todo mundo se empenha, é difícil de ganhar da gente.” Essa fala do Fabricío seria uma cutucada? Como pode, jogador que ganha MUITO bem pra fazer sua função, fazer corpo mole. Sei que isso é comum no futebol, mas não me acostumo. E ficam naquele papinho de profissional e fazem esse tipo de coisa.

    0
    1. simone b de castro says:

      Fabrício quis mandar um recado, claramente…

      0
      1. Juro, pensei isso no ato!

        0
  13. Walterson says:

    Que jogo o Leandro Mattos assistiu onde o Roger foi destaque e preciso nos passes?
    O comentário do WP foi muito infeliz. Quer dizer que o time era malemolente porque o AB não pedia raça e determinação? Ou ele pedia para o time ser relaxado mesmo e os jogadores obedeciam cegamente as instruções o professor?

    0
  14. matheus t penido says:

    Juca Kfouri foi sucinto com sempre. E o Leandro Matos fez um comentário bem fraquinho no meu modo de ver.

    0
    1. Rogério says:

      Juca comente sempre de acordo com o resultado, fica claro que ele não vê os jogos.

      0
      1. Muitas vezes comento os jogos que não vejo baseado nos comentários aqui do blog. Deve ser por isso que o pessoal acha que minhas opiniões tão esquisitas. Por exemplo, no jogo de quarta que não vi, comentei ontem com uns amigos meus que o Roger foi muito mal, mas também foi muito bem. Acho que eles andam meio desconfiados.

        0
      2. Rogério says:

        Voce é um comentarista amador, sendo assim é direito seu comentar, até sem ter visto o jogo, já o Juca, que é um profissional, acho não é uma postura legal, falar do que não viu.

        0
      3. Ele está mais preocupado com o Ricardo Teixeira, Carlos Arthur Nuzman, Luxemburgo e Zezé Perrela, seus grandes amigos.

        0
  15. BrunoBarros says:

    Agora, certeza é uma coisa que no futebol, e também na vida, não existe até o fato ocorrer, mas é aí que reside o grande barato de tudo. A dúvida sobre o amanhã. Sem isso seríamos reduzidos a alguma fórmula matemática qualquer, monocórdios, sendo que a vida é uma composição que usa todos os acordes possíveis, principalmente os dissonantes. Que venha o amanhã, mas que seja fruto do trabalho correto de ontem e de hoje.Discordo de quem diz que temos que viver só o presente. Passado e futuro fazem parte de tudo o que a gente faz. Esse papinho de auto-ajuda, de “viva o presente”, não cola e não funciona, pra mim tá na mesma panela daquele papo do Dunga na convocação, de que só quem pode versar sobre determinado assunto é quem esteve presente no ocorrido. É de uma estreiteza tamanha pensar assim

    0
  16. simone b de castro says:

    OFF: Alguém sabe o que aconteceu entre o luxilique e o Marcos Guiotti ontem? O jornalista está indignado em seu twitter…

    0
    1. claudio(xina)lemos says:

      pode mandar o link?

      0
      1. Rogério says:

        Fiquei curioso agora.

        0
      2. O problema é que o Luxa tem “bagagem”, não gosta de ser criticado( ainda mais pela imprensa provinciana). E já mostrou seu cartão de visitas pros críticos do seu timinho fraquinho. Que continue assim…

        0
  17. Walterson says:

    O Globo Esporte mostrando os frangos da cocota foi realmente hilário. Quanta pixotada!

    0
  18. claudio(xina)lemos says:

    Bem feito para ele. Gostaria de saber o que o luxa falou na entrevista.

    0
  19. Carlos Campos says:

    Walterson, viu o globo esporte em qual cidade?????

    0
    1. Walterson says:

      Campinas.

      0
  20. Mostraram na Globominas a ruindade dos “n” goleiros emplumados. Cada falha, dignas de goleiro inglês…rsrsrs

    0
  21. Carlos Campos says:

    Ah…rapozaço…fiquei com a sensaçao q a globo BH nao mostrou o que mostraram em rede nacional !

    0
  22. simone b de castro says:

    Cuca tem toda razão de fechar o time quantas vezes forem necessárias, sim. Isso faz parte do futebol. Espero que os amantes do futebol indígena, como tanto gosta de falar o JS, não o critiquem, principalmente quando o jogo for mais difícil.

    0
    1. Rogério says:

      Mesmo porque não temos nenhum esquadrão que vai atropelar todo mundo, para sonharmos com alguma coisa maior vamos ter que jogar fechado muitas vezes neste campeonato.

      0
  23. Eu achei perfeita a colocação do Fabrício. Não vejo como cutucão, e sim, como o time deve atuar. Se o volante defende e ataca o meia tem que ajudar na marcação tambem. O esquema 4-2-2-2 do Cuca só funcionará assim.

    0
    1. Walterson says:

      Pois é, mas deveria ser assim com o AB tambem. Entendi que muita gente fez corpo mole e o Fabricio cobrou a fatura.

      0
      1. Com certeza. Serve tambem de alerta para aturma do boicote.

        0
  24. O time do Cruzeiro era frio. Deve ser o reflexo do gelo que alguns jogadores estavam dando no treinador. WP, faça gols(s) e tamos conversados.

    0
    1. claudio(xina)lemos says:

      O kalil deve estar se lambuzando e chafurdando na lama. Depois fica com esta pose de santinho e moralista, deve ser o pior dos ultimos das frangas. Coisa boa. Elas merecem.

      0
    2. Rogério says:

      O mais estranho é que em Minas o Kalil foi chamado de genio, dizem que vendeu um atacante chamado Kléber para o Porto e usou o dinheiro para comprar o Diego Souza.

      0
      1. claudio(xina)lemos says:

        kkkkkkkkkkk, quanta ingênuidade.

        0
      2. claudio(xina)lemos says:

        Por quanto mesmo eles falaram que as frangas vederam o tal de Kleber?

        0
      3. claudio(xina)lemos says:

        Segundo noticia do superfrangas a Venda do tal jogador pode parar na Fifa, já que o dito cujo tem contrato com um outro time português por mais uma temporada. A tal historia mal contada.

        0
      4. Rogério says:

        Se não me engano foi 2,3 milhões de Euros que foi noticiado.

        0
      5. Sobrinho says:

        Os atleticanos acreditam piamente nisso tudo. O atletico não teve prejuízo ano passado (só 24 milhões de deficit), o atletico não está gastando tanto com contratação assim, o BMG nem ajuda tanto, o Diego Souza foi pago com a venda do Kleber, tudo isso eu já ouvi de atleticanos que deveriam ser esclarecidos. O Kaliu é genio para eles e para a imprensa, junto com o genio luxa e o BMG vão terminar de falir o falido.

        0
      6. claudio(xina)lemos says:

        Eles estão chupando os ossos da galinha.

        0
      7. claudio(xina)lemos says:

        Diz um amigo que trabalha comigo que o tal m@r que veio para ser a solução do gol das frangs é um verdadeiro pudim de cach@ça. O Luxa vai se responsabilizar pelo dinheiro gasto com ele? Quanto dinheiro elas gastaram com goleiros?

        0
      8. simone b de castro says:

        Mas eles não estão nadando em dinheiro, como arrotou o boquirroto na TV?

        0
      9. Que dia que a cocota nadou em dinheiro? Só se foi no ano da conqusita da Libertadores.

        0
  25. Porem uma coisa ninguem pode negar. O Kalil tem todos os defeitos mas sonha e luta com todas as armas para levar o time dele a campeonar. Se não ocorre, não é por culpa dele. Pelo menos culpa voluntária.

    0
  26. Cuca parabéns não se deixe. Influênciar pela mídia, cornetas conselheiros, etc acredite no seu trabalho e bola pra frente

    0
  27. Achei que o Cuca demorou para fechar o time. Aquele início de segundo tempo foi um teste para cardíacos. Sorte que os jogadores do CAP foram incompetentes. É fato que nada disso apaga a bela vitória conseguida lá na baixada. Acredito que com o tempo ele vai acertar mais a marcação. Os frangos dos goleiros do time zebrado foram mostrados em rede nacional. Na Band mostraram também a entrevista pós jogo do profexor. Os repórteres daí de BH parece que têm medo do cidadão. Ridículo. A maior característica da era ABap foi a garra que a equipe mostrou em várias oportunidades. Se o time era um gêlo nos últimos tempos é porque realmente alguém queria se livrar dele. Fique atento Cuca!

    0
    1. Questão de caráter Dra. Celeste, não muda com a troca de treinador. Estes mesmos que queriam a saída do Adilson irão querer a saída do Cuca, basta que este passe a desagradá-los.

      0
  28. joao novaes says:

    vendo o jogo dos galinaceos ontem, reafirmo a minha preocupaçao: fica muita gente colado no alambrado e numa possivel revolta de torcedores contra o time seja galinaceo, CRUZEIRO ou coelho ou insatisfaçao contra o trio de arbitros, fica muito facil arremessar qualquer objeto no campo! temo por alguma coisa nete sentido.algo deveria ser pensado ou entao isolar o local com um cordao de policiais

    0
  29. Amigos do PHD: Amanhã começa um novo capítulo, mais longo e decisivo na vida do clube e da gente. É um caminho difícil que muitos dos clubes brasileiros deverão enfrentar por conta do desejo do Mundial 2014… pena que as contas… Estamos de mudança, e é uma mudança difícil para todos, mas, será duradoura, não duvido. Gostaria de saber se há caravanas saindo, se sabem de alguém organizando isso, ou se três ou quatro estão dispostos a viajarem comigo. Sozinho quase com certeza não vou, embora esteja animado para esse happening. Meu telefone é 8797-0959, estarei dando aulas até 21:00 hs. e abro o debate para “como irmos, como voltarmos, a que hora devemos sair, etc, portanto antes não responderei. Um abraço grande. Jorge Schulman

    0
    1. Vinicius Cabral says:

      Schulman, provavelmente eu e minha namorada não iremos neste jogo. Mas me coloco à disposição para irmos em outros. Acho que você tem meu telefone. Abraço!

      0
  30. Valeu, Vinicius, se não, me manda um mail pessoal. Abraço!

    0

Comentários fechados.