Cruzeiro já tem seu time de futebol feminino

Por SÍNDICO | Em 27 de fevereiro de 2019

CRUZEIRO já tem seu time de futebol feminino, cumprindo assim uma descabida exigência da Conmeb ol (e também da Cbf) de que se tenha time feminino para se obter autorização pra disputar as competições mas ulinas.

Hoffmann Túlio, 31 anos, que estava no América, atual campeão mineiro, formado em Educação Física, é o técnico do time.

Os demais componentes da comissão técnica serão: Jorge Victor (auxiliar técnico), Ubiratan Miranda (preparador físico), Fábio Fagundes (treinador das goleiras), Camilla Thome (massagista) e Pandson Gutemberg (roupeiro).

  • Elenco: Camila Menezes, Renata Rodrigues, Michele Felix (G), Dayana Lopes, Isabelle Leone, Janaína Cristina (L), Mariana Maciel, Hingredy Talita, Nathalia Rodrigues, Jaini Teixeira, Liamara Paulo (B), Nathalia Rodrigues, Karolina Batista, Bruna Teixeira, Isabela Cristina, Pamela Dutra (V), Thayane Silva, Maria Eduarda Sampaio, Raíza Silva (M), Kembelly Campo, Miriã Leone, Paloma Merlo, Vanessa Machado, Paula Vincenzo, (A).

Paula Vincenzo tem convocações pelas seleções de base e principal, Camila Menezes, pela seleção principal, e Dayana Lopes, Isabelle Leone, Bruna Emília Teixeira, Maria Eduarda Sampaio, Miriã Leone, Vanessa Machado, pelas seleções de base.

60 comentários para “Cruzeiro já tem seu time de futebol feminino”

  1. SÍNDICO disse:

    Futebol feminina nao tem receita, só despesa. Conmebol Cbf vão ajudar a pagar as contas?

    • BrunoBarros disse:

      E o atletismo, que você tanto defendeu, com toda razão, dá dinheiro? Eu sou totalmente favorável a essa medida. Se os clubes não se coçam pra fazer o certo a entidade organizadora pode usar ferramentas pra alcançar esse objetivo, pelo menos no início, pra tirar o dirigente de clube de sua habitual inércia. E que venham times de basquete, vôlei, futsal, handebol. O que der, buscando parcerias a exemplo do vôlei masculino. O Cruzeiro tem tamanho pra isso. Basta um pouco mais de boa vontade e entendimento.

      • SÍNDICO disse:

        O que vc chama de ferramenta é autoritarismo, demagogia e ingerência indevida na administração dos clubes.

      • SÍNDICO disse:

        ATLETISMO o Cruzeiro escolheu ter e, depois, não ter. Escolha lícita. Futebol feminino está sendo obrigado a ter. Dá pra perceber a diferença?

      • SÍNDICO disse:

        Não sou contra o futebol feminino, sou contra a imposição de se ter uma equipe profissional dele.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Ambos têm bons argumentos. Ainda não consigo ter opinião sobre o tema.

      • BrunoBarros disse:

        Pois é Síndico, como eu disse, pelo menos de início pra tirar nossos dirigentes de sua habitual inércia mental vale a tentativa.

      • Tolentino disse:

        Probibir tudo e mais um pouco – incluindo rua de fogo – não é ingerência nem autoritarismo e nem demagogia. Agora desenvolver o futebol feminino… É brincadeira?

      • matheus t penido disse:

        Falta de futebol feminino não coloca a segurança de ninguém em risco, mas das ruas de fogo não se pode dizer o mesmo. Elementar.

      • Tolentino disse:

        Como é que é? Mostre uma só vez que ruas com sinalizadores foram responsáveis por tragédia. Além do mais quando uma faixa de torcida representou perigo a alguém? Liste aí o que cada proibição representa em matéria de segurança pública… Elementar. rsrsrsrs

      • Matheus Penido disse:

        Se vc acha que sinalizadores no meii de uma multidão de gente e de veículos é algo seguro, paciência. Só me resta o alívio por você não ser uma autoridade de segurança pública. Sobre as faixas, volte no post anterior e veja minha posição : não gostei de todas as medidas, fui simpático apenas àquelas que visam à segurança e ao bom andamento do evento.

  2. SÍNDICO disse:

    CABULOSAS é o nome que deram ao time feminino.

  3. SÍNDICO disse:

    SADA CRUZEIRO 3×0 REGATAS LIMA (25/13, 25/14, 25/14), Arena JK, Belo Horizonte, 2ª rodada, Grupo B, Campeonato Sul-Americano de Vôlei Masculino. CRUZEIRO: Sandro, Luan, Leozinho, Rodriguinho, Levi, Robert, Bauer. T: Marcelo Mendez. REGATAS: Paolo, Ruiz, Eduardo, Cardenas, Álvaro, Garcia, Nakamatsu + Bocanegra, Stucchi, Silva, Linder. T: Manuel Cordova.

  4. zuloobas disse:

    Alguns chamariam machismo mas eu me entendo em esportes como consumidor e como consumidor, não perco o meu tempo com futebol feminino, para mim isso é ruim demais, similar talvez só a um nado sincronizado masculino, se houvesse. A melhor do mundo, Martha é um Celsinho (Ronaldinho Gaúcho cover) piorado, boa, entre as mulheres, melhor do que eu, talvez, se isso é ser bom… As goleiras são ridículas, não há tática, só muito balão, pé-murcho e lentidão. Não gosto mesmo, sem demagogia e kagando mole para crítica politicamente correta. E olha que, até hoje, só assisti o desfutebol feminino de seleções, imagina o de clubes…

    • BrunoBarros disse:

      Politicamente correto é uma situação muito subjetiva. Por exemplo, nesse caso muita gente coaduna com esse tanto de borracha que você escreveu aí agora. Você está sendo politicamente correto com essa turma. E pense, não é porque você não gosta, mesmo não conhecendo muito bem, que a coisa não tem futuro. E nem vou tentou argumentar a questão da comparação com o Celsinho. É de uma estupidez imensa. Caramba!

    • Bruno 7L RJ disse:

      Eu acho legal. Melhorou demais o nível. As goleiras realmente deixam desejar. Acho que tem futuro tbm se aumentarem o incentivo.

      • zuloobas disse:

        “Esporte” que não assisto mais, graças a Deus, parece que minha alma está se refinando, é o tal do MMA. O combate feminino chega a me doer por dentro, acho q é pq sou romântico, do tipo q tem p si, q em mulher não se bate nem c uma flor. Para mim, as mulheres são muito mais guerreiras do que os homens, inclusive, mas, usá-las como gladiadoras, acho pura covardia.

      • Tolentino disse:

        Perfeito. Sem apoio a modalidade, com salários de fome e muitas mulheres tendo que ter tripla jornada é de se esperar o nível mais baixo de atuação aqui no Brasil. A medida já deu a oportunidade a muitas de só treinar…

      • Tolentino disse:

        MMA é um lixo independente do gênero no ringue. Tá aí um “esporte” babaca.

      • matheus t penido disse:

        Também não gosto de MMA, nunca assisti . Mas, independente do meu gosto, esse troço é um sucesso de público e consegue atrair patrocinadores sem precisar de imposição. Já o futebol feminino…

    • Tolentino disse:

      Penso o mesmo do vôlei feminino e sinceramente não assisto. Mas também não saio por aí detonando a existência do esporte ou a modalidade. Eu sou livre pra não gostar e outros livres pra adorar.

      • zuloobas disse:

        Concordo contigo, Tolentino. Expliquei pq o futebol feminino não me atrai e acabei detonando a modalidade. Deixo p ti questões: fui escroto, honesto ou as duas coisas? Detonei pq a parada ela é detonada msm, pq gosto de depreciar, ou as 2 coisas? Sinceramente, torço p dar certo, só não gosto de assistir.

      • Tolentino disse:

        Não precisa ir tão longe. Mas já que as meninas vestiram azul vamos torcer. Aliás bobear o futebol delas não precisa ser muito bom para ser mais agradável de se ver que o do MM. Rsrsssss

      • JOAOCOSTA disse:

        Tolentino e o Zullobas não gostam de ver meninas de shortinho. Hummmm…

      • zuloobas disse:

        🤣🤣🤣🤣😂😂😂 Haveria maneira melhor para se ver menina de shortinho?

  5. SÍNDICO disse:

    SISSI foi a única craque, ao poda letra, do futebol. Sabia enfiar uma bola como poucos. Percebia o jogo e não se limitava a meter os peitos e partir pra cima. Marta é boa, pelo arranque, drible e chute, mas a Sissi era mais boleira. Eu j;a assisti, ao vivo, jogos de seleções feminina. É de uma ingenuidade que não se vê nem em Sub15 masculino.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Sissi jogou numa outra época. Foi uma craque contemporânea num momento que quem tinha um olho era rei. Marta é completa para o padrão atual. Sissi seria com um Gerson, Marta é um CR7. Hoje o Gerson não arrumaria muita coisa se não se adequasse. Não teria aquele espaço todo para levantar a cabeça, olhar, olhar de jogo, ter certeza, mais um olhadinha, e lançar.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Monstra mesmo é a Formiga, que jogou na época da Sissi de atacante (junto com a Roseli, lembra dela?) se reinventou e mata a pau até hoje.

      • BrunoBarros disse:

        Pretinha fazia uma fumaça boa também. Kátia Cilene, excelente centroavante. E todas poderiam jogar hoje. Com a preparação física, fisiologia, nutrição, todas essas “tecnologias” que hoje ajudam os esportistas a terem uma condição física muito superior ao que existia antigamente se aplicadas nesses jogadores e jogadoras das antigas teriam o mesmo efeito. Assim como não faz sentido comparar condições físicas entre homens e mulheres também não é correto comparar fisicamente jogadores de épocas distintas. Tecnicamente dá. Basta ver o que cada um fez a sua época jogando contra adversários em condições físicas similares. Qual a diferença que o Pelé colocava pros outros contemporâneos? Qual a distância dele para os outros? E o Messi? Também é tão acima quanto dos seus atuais concorrentes?

    • BrunoBarros disse:

      Não faz nenhum sentido comparar o que se vê no futebol feminino com o masculino, nenhum. É um absurdo tentar ensejar tais comparações. O Zuloobas escreveu uma das maiores besteiras já escritas nesse blog. Seguindo esse tacanho raciocínio Hortência e Paula não jogavam nada, era umas “Paulinho Villas Boas” pilotadas. Maureen Maggi? Ganhou o ouro no salto em distância com um salto que não a classificaria nem pra Olimpíadas no masculino. Percebem o quao surreal é essa linha de raciocínio?

      • BrunoBarros disse:

        Pilotadas=pioradas

      • zuloobas disse:

        Bruno, vc não vai conseguir mais mulheres assim. 7L q é um Bruno muito mais esperto, foi em cima: é ruim pq não tem incentivo. Não disse q é sem futuro, disse q é ruim. Se vc gosta, vai fundo, só n queira q eu tenha a sua opinião ou finja q acho isso bom, p agradar alguém. Qta dificuldade cognitiva, Hortência e Paula foram campeãs mundiais, tinham talento e inteligência tática. Basquete feminino tá em outro patamar, tem até NBA delas, mulher que enterra na cesta. Futebol feminino está mais para rúgbi feminino, no Brasil. Não que não possa melhorar, no estágio atual não me atrai, mas está evoluindo demais. Se vc realmente tivesse a intenção de extrair algo do q eu disse ia ver q o raciocínio foi tudo construído em cima do q faço com o MEU tempo vago. E olha a faço muita porcaria, como ler sua crítica e me dignar a respondê-lo.

      • zuloobas disse:

        Em tempo, o basquete feminino está em decadência no Brasil e nunca mais foi o msm depois q essas deusas pararam.
        Uma pena.

      • BrunoBarros disse:

        Zuloobas, tá difícil. Você elencou uma séries de motivos por achar que o futebol feminino não presta. Quase todos os argumentos baseados em comparações com o masculino. E tenha mais humildade. Não é porque discordei veementemente da sua opinião que eu esteja fingindo algo. A sua impressão é só sua, não é a universal. Quem discorda tem seus motivos. Atenha-se a discutir o assunto e pare com essa mania infantilóide de julgar a opinião do outro que diverge da sua como uma questão de mera vaidade pessoal. Isso é muito baixo. Prepotência é mato.

      • matheus t penido disse:

        O basquete feminino cresceu justamente porque o talento dessas jogadoras atraiu público. Por sua vez, o futebol feminino segue empacado mesmo depois de anos de razoável exposição na mídia, e a “ solução“ que encontraram foi a imposição. Tem gente que acha isso legal, mas não é o meu caso.

      • BrunoBarros disse:

        E achar que o basquete feminino só é legal porque agora tem mulher enterrando é de um desentendimento atroz. E é justamente isso o que estou contra argumentando. Tento te mostrar que não há lógica nisso. Mesmo assim se você acha o que escrevi uma enorme besteira, ok, aceito numa boa. Só não tente encerrar a discussão praticando psicologia de boteco jogando no ar que os motivos do outro se explicam por uma questão de vaidade, de fazer tipo. Isso é feio e demonstra a fragilidade dos seus argumentos.

      • BrunoBarros disse:

        Meu comentário foi sobre o que você escreveu. Simples assim. Comentei o assunto. Você que mais uma vez veio com esse papinho ridículo de que tenho interesses escusos, talvez querendo conseguir mais mulheres, não é mesmo? Foi você que disse. Ou não? Pode descansar majestade. Sou apenas um reles mortal divergindo totalmente da sua opinião. Pode voltar pro castelo.

    • zuloobas disse:

      É sério isto? “Atenha-se a discutir o assunto e pare com essa mania infantilóide de julgar a opinião do outro que diverge da sua”… Pois jurava q foi vc quem veio me julgar, anteriormente. 👍 venceu pelo cansaço.

  6. SÍNDICO disse:

    MESA-REDONDOSTAS politicamente corretos, que bateram palmas pra decisão da Cbf e da Conmebol, deviam encher o saco de suas emissoras pra elas transmitirem os campeonatos da categoria.

  7. Celeste disse:

    Torço para dar certo, mas sou contra esse tipo de imposição.A decisão de montar ou não uma equipe de futebol feminino tem que partir dos clubes. A CBF, que esbanja dinheiro, deveria montar uma seleção permanente. O sucesso da seleção talvez estimularia o clubes a montar times.

  8. Bruno Furletti disse:

    OFF Topic: A FOX Sports será vendida de porteira fechada. A ESPN não poderá contratar profissionais ou abarcar direitos de transmissão da emissora. A Globosat não pode comprar a FOX Sports. A nova dona poderá manter o nome (FOX sports) durante um tempo.

  9. Matheus Penido disse:

    Chato pra baralho! Mas já que o Cabuloso foi obrigado a aderir, vamos torcer pelas garotas.

  10. SÍNDICO disse:

    ERNESTO ARAUJO, durante bom tempo escreveu posts sobre os jogos de vôlei. BRUNO BARROS terá o espaço que quiser pra fazer o mesmo dom o futssaia.

    • BrunoBarros disse:

      Todos nós. Assim seja.

    • Ernesto Araújo disse:

      Ernesto Araújo JÁ FOI um assíduo comentarista do blog. Hoje não consegue mais tempo nem para assistir aos jogos do Futebol, que dirá do volei… Bons tempos… Mas pelo menos, ao contrário do comentarista, o time de Marcelo Mendez está aí, firme e forte e, mesmo muito mais limitado, continua honrando o nome do Cruzeiro.

  11. SÍNDICO disse:

    BRASILEIRO DE FUTSSAIA A2 começa neste fim de março. Cabulosas estreiam contra o Taubaté, em 27, 28, 29, 30 ou 31Mar, em Taubaté. O Cruzeiro está no Grupo 5, ao lado de Taubaté, Aliança, de Goiás, Cresspom, do Distrito Federal, Fluminense e Vasco. As equipes se enfrentarão em turno único. O último compromisso do Cruzeiro será contra o Fluminense, em 01Mai, no Sesc Venda Nova, Beagá. Serão 36 clubes divididos em 6 grupos. Os dois melhores se classificam às oitavas. Os 4 quatro melhores terceiros colocados nos grupos também terão vaga na fase seguinte, quando os duelos serão definidos por sorteio.

    • SÍNDICO disse:

      TABELA do Grupo 5: 1ª rodada (27, 28, 29, 30 ou 31Mar), Taubaté x Cruzeiro —– 2ª rodada (10, 11, 12, 13 ou 14Abr), Cruzeiro x Aliança —– 3ª rodada (17, 18, 19, 20 ou 21Abr) —– Vasco x Cruzeiro 4ª rodada (24, 25, 26, 27 ou 2Abr, Cresspom x Cruzeiro —– 5ª rodada (01/Mai), Cruzeiro x Fluminense.

  12. Saddi disse:

    Futebol feminino só assisto se for permitido comemoração sem camisa… rsrs

  13. Bruno 7L RJ disse:

    Tem bola rolando eu vejo.

  14. zuloobas disse:

    Digamos que minha corneta atingiu notas altas, “com imprecisão”, mas digo o seguinte: onde envergarem a camisa azul celeste, vou torcer pra caramba, fato.