Argentina 4×1 Coréia Democrática: El Pipa voou

Por Jorge Angrisano Santana | Em 17 de junho de 2010

No Soccer City, em Joanesburgo, Coréia Dmocrática e Argentina abrem a 2ª rodada do Grupo B, às 8h30, horário de Brasília.

Verón desfalca a Argentina por causa de uma contusão muscular. Será substituído por Máxi Rodríguez.

Messi, que Maradona diz estar acima de qualquer outro boleiro desta Copa, receberá marcação especial dos coreanos. E El Pipa Higuaín terá que marcar os gols que perdeu na estréia.

Huh Joong-Moo, treinador da Coréia diz ter um plano pra parar o baixim do Barça. Eu tô apostando em alguns golpes de taiquendô…

*****

Cobertura da partida pelo UOL Esporte:

Argentina combina “fator Messi” com bola aérea para golear a Coreia do Sul

Bruno Freitas, em Johanesburgo, África do Sul

Dos cinco gols da Argentina na Copa do Mundo até agora, quatro nasceram de jogadas de bola pelo alto, em cobranças de falta, escanteio e também em contra-ataques. Contra a Coreia do Sul, o melhor do mundo Messi voltou a dar pílulas de espetáculo em dribles e arrancadas, mas o time de Maradona passou pelo segundo adversário na Copa do Mundo por 4 a 1 também graças aos lances aéreos, e não somente pelo desequilíbrio de seu virtuoso craque.

Com o resultado positivo em Johanesburgo, que contou com três gols de Higuaín, a Argentina se isola na liderança do grupo B, com seis pontos somados, fica muito próxima das oitavas de final e ainda se firma no rol de favoritos, passando ilesa das ameaças de zebras, que pegou a Espanha, por exemplo.

Ao contrário da estreia contra a Nigéria, a Argentina conseguiu ser mais do que Messi no setor de criação. Tevez e Di Maria cresceram em relação ao primeiro jogo e conduziram a equipe pelo chão até o ataque. Aguero também entrou bem no segundo tempo e foi participativo em dois gols.

Mas, se por um lado a Argentina tem o brilho de Messi e companhia na frente, atrás conta com as trapalhadas de Demichelis. O zagueiro do Bayern de Munique teve a bola tomada em um descuido infantil no fim do primeiro tempo, em lance que acabou no gol dos sul-coreanos.

A falha grotesca de Demichelis, no entanto não tirou da Argentina sua segunda vitória em dois jogos na África do Sul. Ainda no primeiro tempo, Park Chu-young marcou contra após cruzamento de Messi em bola parada. O time de Maradona abriu 2 a 0 com Higuaín, de cabeça, depois de escanteio seguido de linha de passe aérea.

No segundo tempo, a Argentina voltou a rolar a bola pelo chão, com Messi. Em arrancada com cara de Camp Nou, o ídolo do Barcelona chegou até a área e bateu duas vezes: uma o goleiro rebateu e a outra foi na trave. No rebote, Higuaín marcou seu segundo no gol no jogo. Pelo alto de novo, os sul-americanos fecharam a contagem, novamente com o camisa 9, após cruzamento de Aguero.

Seja com Messi ou pelo alto, a Argentina demonstra já na segunda rodada ser forte candidata ao título, para alegria de sua torcida, surpreendentemente numerosa na África do Sul. E, de quebra, conta com o personagem mais rico de uma Copa ainda insossa: Maradona. O técnico repetiu o terno da estreia e até dominou uma bola que saiu pela lateral. O Soccer City veio abaixo na breve intervenção do campeão de 86.

Chaves

  • Contra: aos 16min do primeiro tempo, Park Chu-young desviou para o próprio gol um cruzamento de Messi em bola parada.
  • Vacilo: Demichelis estava sozinho, mas perdeu a bola para Lee Chung-yong, que vinha de trás, no lance do gol sul-coreano.
  • Matador: Com três gols, Higuaín mostrou porque é titular no ataque da Argentina

Personagens

  • Higuaín: Com três gols marcados na partida, o atacante do Real Madrid se isola na relação de artilheiros da Copa.
  • Park Chu-young: O camisa 10 da Coreia não conseguiu tirar o pé da bola e desviou contra o próprio gol o cruzamento de Messi no 1º tempo.
  • Messi: O melhor do mundo brilhou mais uma vez, participou de gols e levantou a torcida mesmo sem ter anotando o seu, novamente.
  • Demichelis: Bobeou feio e perdeu a bola no lance do gol de Lee Chung-yong, que entrou na cara de Romero para marcar.

Lances

  • 16 – GOL DA ARGENTINA! Messi cobra falta na área, a bola pega na canela de Chu-young e engana o goleiro.
  • 32 – GOL DA ARGENTINA! Maxi Rodriguez alça a bola, que desvia em Burdisso e sobra para Higuain. Atacante só desvia na saída do goleiro.
  • 46 – GOL DA COREIA! Demichelis falha feio e deixa a bola para Chung-yong, que toca na saída do goleiro.
  • 76 – GOL DA ARGENTINA! Messi faz tabela com Aguero, tenta chutar duas vezes e a última bate na trave, sobrando para Higuain que, sozinho, só empurra para o gol.
  • 80 – GOL DA ARGENTINA! Messi acha Aguero na esquerda, que cruza para o meio e Higuain, de cabeça, só completa para o gol.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.