Copa dos Sonhos: Garrincha desequilibra

Por SÍNDICO | Em 3 de janeiro de 2007

Entre os blogueiros do  http://blogdojuca.blog.uol.com.br/ , Botafogo 63 x 43 Internacional. Para os analistas, Bota 6 x 2.

  • Internacional: Manga, Paulinho, Figueroa, Gamarra e Oreco; Salvador, Carpegiani e Falcão; Valdomiro, Fernandão e Tesourinha. Tec: Minelli.
  • Botafogo: Manga, Torres, Leônidas, Mauro Galvão e Nílton Santos; Gérson, Didi e PC Caju; Garrincha, Túlio e Jairzinho. Tec: Saldanha e Zagallo.

“Jogo complicado. No 2º tempo, Saldanha expulsou Zagallo do banco e deu tremenda dura no Mané que resolveu jogar. Deu Botafogo.” (Ugo Giorgetti)

“Torres. Leônidas. Nílton. Didi. Gérson. Caju. Jairzinho. De quebra ainda tem Garrincha? Qual é o adversário? Não interessa. Vitória do Botafogo, e derrota de sua torcida que conspurcou esse timaço com a escalação de Túlio. Pobres Quarentinha e Amarildo, dois baitas jogadores. Não disse que essas listas não fazem bem ao nosso futebol, minha cara Placar?” (Fernando Calazans)

“Outra vez, ganha o time mais equilibrado. O Inter.” (Alberto Helena Jr.)

“De quem é mesmo a vantagem do empate? Se não tem, vamos lá. A defesa do Botafogo é fenomenal, com Mauro Galvão no lugar de Basso. O argentino era o eleito, normalmente, embora poucos o tenham visto em ação – só disputou 18 partidas pelo Botafogo. A zaga do Inter tem Figueroa e Gamarra no auge. Precisa mais? O meio-de-campo do Inter é mais consistente. O do Botafogo, mais talentoso. E alguém vai dizer que Didi e Gérson não dão consistência ao setor? No ataque, o Inter perde. Valdomiro não era nenhum fenômeno e, para jogar, Minelli deslocou Tesourinha. Logo Tesourinha, que jogou pela ponta-esquerda, mas era bom mesmo na direita. Para concluir: Saldanha anunciou o Botafogo num 4-3-3, mas o escalou no 4-2-4. No ataque, Garrincha, Túlio, Jairzinho e PC. Garrincha e PC matam Oreco e Paulinho e o Botafogo vence por 4 x 2.” (PVC)
 
“Botafogo 5 a 0 – Jairzinho (2), Garrincha (1), PC Caju (1) e Gerson. O talento de Falcão e Carpegianni foi insuficiente diante da enciclopédia do futebol, dos dribles do Mané e da fúria do Jairzinho (municiados por Gérson, PC Caju etc). Don Elias Figueroa acabou o jogo com torcicolo e distensão nas duas pernas.” (RM Prado)
 
“Botafogo 4 x Inter 2. Time com Garrincha, Didi, Nilton Santos, Gerson, Jairzinho, PC Caju tem de ser favorito. Além disso, Manga era botafoguense.” (Tostão)

“O Botafogo é mais time. Nilton, Gerson, Didi, Mané e Jair juntos, pára com isso! Basta equilibrar o time.” (Márcio Guedes)

“Esse jogo é impossível de se decifrar. Só mesmo no cara e coroa. A injustiça é inevitável, mas há de ter um vencedor. Plaft! é o Inter.” (Ruy Ostermann)

24 comentários para “Copa dos Sonhos: Garrincha desequilibra”

  1. Jorge Santana disse:

    O Botafogo tem mais talentos. Se a partida fosse jogada no ritmo dos Anos 60, ganharia por 6 x 2.

    Se jogada no ritmo atual, por 2 x 1.

    De qualquer forma, Garrincha, diria o Chiabi, estraçaiaria. Mesmo que Falcão, Figueroa e Tesorinha jogassem o máximo, daria Botafogo.

    Nílton Santos, Jairzinho, Didi, Torres… Pela mãe do guarda!

  2. Evandro disse:

    Imaginei que esta seria a disputa mais apertada dos confrontos iniciais.

    O forte do Colorado (seu meio-campo) seria completamente anulado pelo meio da “estrela solitária”.

    Não acredito que PCCaju e CATorres fossem ponto de desequilibrio. São jogadores com holofote de mais devido a mídia.

    Mas, realmente, Garrincha desequilibraria, se Joaozinho fez o que fez com a defesa do Inter, Garrincha os colocaria perdidos. Não queria que ganhasse o Botafogo mas parece um resultado justo.

    Ah! e mais uma vez concordo com o Calazans. Estes torcedores que trocam Túlio por qualquer um outro merecem troféu “orelhudo”. Mas também com o uniforme listrado em preto e branco…

  3. Jorge Santana disse:

    PC teve holofotes além da conta, concordo. Mas o Torres, não. Este jogava muito. E sempre.

    A final dessa Copa deve ser Bota x Santos. E Pelé vencerá. Cruzeiro e SEP correm por fora. Têm chances. Ou melhor, teriam se nós votássemos.

  4. Franklin Bronzo disse:

    Figueroa, Gamarra, Carpegiani, Falcão e Tesourinha, de um lado. Nilton Santos, Didi, Gérson, Garrincha e Jairzinho, do outro. Dá empate? Não. O “peso específico” dos craques do Bota é bem maior. Botafogo, na cabeça.

  5. Walterson disse:

    Túlio Maravilha e Fernandão se equivalem. Os dois times têm boas defesas e excelentes meios-de-campo, mas o ataque do Fogão é melhor. Embora Minelli seja melhor que os dois juntos, o Botafogo vence com um pé nas costas, graças a Jairzinho e Garrincha.

    Estou impressionado com a objetividade e concisão do Helena jr. Que comentarista!

  6. Jorge Santana disse:

    Tão conciso que, como uma só frase, comentou todos os jogos até aqui.

  7. Marcos disse:

    Pois prá mim dava Inter. Garrincha e Jairzinho só jogariam se alguém no meio-campo tomar a bola e passar pra eles. Mas quem no meio-campo botafoguense marca?

  8. Quatro cariocas entre os oito, dá nisso… Preferível seria o Calazan e o Márcio Guedes serem hors-concours. Mesmo assim, daria Botafogo, mas mais equilibrado do que foi.

    O Grêmio vai tomar 8 a 0 do Flamengo.

  9. E o Helena, com uma frase, não só escolheu como impecavelmente justificou o melhor dos times a cada jogo. Vai errar no jogo Grêmio x Flamengo, assim como todos, mas ninguém é 100% mesmo.

  10. Eduardo disse:

    Os palpites dos blogueiros, até agora, têm batido com os resultados das partidas. Será que tem alguma coisa a ver, tipo quanto melhor o time, maior empolgação?

  11. Geniba disse:

    O Túlio estar no ataque do Botafogo é justificável pois muitos votam apenas nos jogadores que viram jogar. Como o Juca disse, é um critério válido. Com isso, algumas injustiças históricas são cometidas. Mas essas seleções dos sonhos da Placar são para isso mesmo, gerar conversa de buteco, de blog. E a gente precisa levar na brincadeira.

    O Calazans, por exemplo, que sempre condena as “injustiças”, acabou de cometer uma ao citar Amarildo e Quarentinha e se esquecer de Heleno de Freitas.

    Pelo que ouvi falar e pelo que li no livro “Nunca houve um homem como Heleno”, esse sim foi o maior de todos os centroavantes. De carreira conturbada e curta, mas que não poderia ficar de fora do ataque do Botafogo.

    Que me desculpem os que votam em apenas quem viu jogar, mas acho que um livro é tão válido quanto uma TV. Quando leio uma biografia bem escrita, consigo me colocar e me deliciar com o momento narrado.

    De qualquer maneira, temos que respeitar o Túlio, que foi um grande artilheiro e é menos valorizado do que muita gente que não fez nem metade do que ele fez.

  12. Jorge Santana disse:

    Concordo com o Geniba. Na Placar escolhi os que vi, li e ouvi jogarem pelo Cruzeiro. Até hoje, meu irmão buzina em meus ouvidos dizendo que eu não podia ter escolhido os que escolhi. Se concordasse com ele, teria matado a memória do clube.

  13. Vocês sabem como se escolhe o touro e a vaca grandes campeões em exposições. Divide-se os competidores em categoria, no caso, por idade, e os campeões de cada fazem a final. O melhor para esse tipo de competição seria escolher a seleção de cada era e, dentre os escolhidos, a seleção geral.

    O Grêmio, p.e., teria 9 seleções:
    1 – Pré-Estadual: 1903/1918
    2 – Era Amadora: 1919/1941
    3 – 1ª Supremacia Vermelha: 1942/1955
    4 – Doze em Treze: 1956/1968
    5 – 2ª Supremacia Vermelha: 1969/1976
    6 – A Retomada: 1977/1984
    7 – O Hexa: 1985/1990
    8 – Morte e Ressurreição: 1991/1998
    9 – Decadência e Ressurgimento: 1999…

    Desses 99 jogadores, se retirariam os 11.

  14. Naldo disse:

    Caro Jorge,

    Pelo andar da carruagem e pelos votantes, vou ser repetitivo, mas tambem aposto em Botafogo X Santos na final. Ou seja Garrincha X Pelé.
    Com vitória do Pelé.
    Mas meu voto é do CRUZEIRO porque em campo nós levamos – 6X2 e 3X2.

    Tostão, Dirceu Lopes e Cia fizeram Pelé e Carlos Alberto comer grama.

    Esse time para min foi o mais fantástico, Até por ser de fora do, plageando o Neuber, eixo do mal.

    Saudações Celestes

  15. Geniba disse:

    Mesmo se, da próxima vez, a Placar criar o banco do sonhos de cada equipe, não solucionaria o problema. Cruzeiro, Botafogo, Santos e alguns outros têm mais de 17 ou 22 jogadores que poderiam ser escalados como titulares facilmente.

    Um jornal da Espanha também fez algo parecido com o Barcelona esses dias, vocês viram? Mas a votação foi pela internet. Qualquer um votava. Pra citar só quem ficou DE FORA: Ronaldo, Rivaldo, Stoichkov, Eto’o, Shuster…

    É complicado…

  16. Evandro disse:

    A coisa é tão complicada que até a disposição tática do time influencia em determinadas posições. o Cruzeiro é um exemplo… Se for para jogar num 4-3-3 tem craque nacional que fica de fora. Se muda para um 4-2-4 com o qual o Cruzeiro teve suas melhores escalações as injustiças cometidas serão muitas.

    E corrobora a crítica a quem faz seleção somente por ter visto jogar.
    COmo que não vou confiar nos relatos do meu avô sobre Niginho e brilhantemente descritos por Plinio Barreto, Jorge Santana e outros. Abrir mão disso é sandice…
    e ainda querem que eu arrume um lugarzinho para o “el gordito” na minha seleção de todos os tempos. Se nem no Barça ele conseguiu, na minha é que não entra!

  17. Marcos disse:

    Pois é, o Ronaldo ficou de fora do Cruzeiro de todos os tempos também.

    Palhinha foi um craque, mas Ronaldo é fora-de-série. Maior jogador de sua geração e forte candidato a centroavante do Brasil de todos os tempos. Quem somente viu Ronaldo pós-cirurgia no joelho, não imagina o que ele jogava antes. E olha que após a cirurgia ele ainda foi artilheiro de uma Copa do Mundo e eleito melhor jogador do mundo em 2002.

  18. Mauro França disse:

    Concordo com o Evandro. No meu Cruzeiro dos sonhos ele não entrou (e nem ficaria na reserva). Pode ter jogado muito aqui, ter sido o Fenômeno, cracaço, decisivo em Copa do Mundo, e tudo o mais. Mas não o bastante para tirar o lugar de Niginho do meu Cruzeiro dos Sonhos.

  19. Jorge Santana disse:

    Pô, Evandro, vc queria, mesmo, que a torcida do Barça escalasse o Fenômeno? Ou, quem sabe, Fenômeno e Figo?

    Quanto ao Niginho, d’accord. Gerações de craques passarão pelo Cruzeiro e nem somando a contribuição de todos eles se chegará perto do que fez Niginho pelo Cruzeiro.

    Com Niginho em campo não havia jogo perdido enquanto o juiz não desse cabo da partida. Niginho deveria ser nome de estádio, estátua no Barro Preto. Filme. Peça teatral. Nome de avenida.

    E, nbo entanto, nem um banner dele se vê no Mineirão…

    Os emplumados, com toda sua proverbial burrice, deletaram Guará. Nós, cruzeirenses, não podemos deixar Niginho fora de qq seleção que se faça.

  20. Evandro disse:

    SanJorge,

    Pois é…

    Meu time dos sonhos joga no 3-5-2, ultrapassado segundo Autuori, e os dois atacantes chamam-se Niginho e Joãozinho.

    Niginho, dentre TODOS os atacantes de Cruzeiro, Atlético-MG e América, é o que fez mais gols nos adversários/clássicos. Meu avô era fã incindicional dele. Não existia outro igual. Meu avô abriu uma excessão para equipará-lo ao Tostão depois do penta campeonato e da Copa do mundo de 1970. Só depois disso meu avô colocou o Tostão como o segundo maior da história do Cruzeiro/Palestra.

  21. Jorge Santana disse:

    Guará fez um gol a mais no Cruzeiro do que Niginho nos emplumados. Mas a diferença entre os times nos Anos 30 favoreceu o alvinegro. Niginho, sozinho, tirava o sossego dos adversários. Foi um monstro. O jogador de futebol por excelência.

  22. Evandro disse:

    Mas Guará fez MENOS gols nos pompomzinhos do que Niginho. Na soma das artilharias entre os atacantes DOS TRÊS times nos chamados clássicos, Niginho é REI.

  23. Fabio Duarte disse:

    “Botafogo 5 a 0 – Jairzinho (2), Garrincha (1), PC Caju (1) e Gerson. O talento de Falcão e Carpegianni foi insuficiente diante da enciclopédia do futebol, dos dribles do Mané e da fúria do Jairzinho (municiados por Gérson, PC Caju etc). Don Elias Figueroa acabou o jogo com torcicolo e distensão nas duas pernas.” (RM Prado)

    hahahaahahahahahahahahahah

  24. Lucas disse:

    É claro que o Botafogo ganharia… esse timaço bate qualquer time que ja existiu na face da Terra… eu so colocaria Quarentinha no lugar de Túlio