Empréstimo de R$300 mi aprovado pelo Conselho

Por SÍNDICO | Em 11 de fevereiro de 2019

CONSELHO DELIBERATIVO aprovou, na noite desta segunda, 11Fev, empréstimo de R$300 milhões para quitação das dívidas urgentes do Cruzeiro.

  • A taxa é 0,65 que passa a 0,85%, com os seguros. É metade das taxas atuais, que são de 1,7%.\
  • Empréstimo terá de ser quitado em 5 anos, com 18 meses de carência.
  • Pires de Sá assinou documento garantindo que o dinheiro só será usado para quitação de dívidas pretéritas.
  • O patrimônio do clube não será envolvido na negociação.
  • O diretor financeiro fez uma explanação perfeita da conjuntura financeira do clube.
  • Presidente da Cbf já havia convocado Pires de Sá pra informar sobre a iminência de punições da Fifa ao clube.
  • A punição mais branda seria a proibição de registro de contratos. Nem contratos dos jogadores da base poderiam ser registrados.
  • A punição mais drástica seria o rebaixamento do clube.
  • Os conselheiros compareceram maciçamente e apenas um deles votou contra o empréstimo.
  • Uma comissão será formada pra acompanhar o uso do dinheiro emprestado.

Foi a melhor solução para este momento terrível. Mas o gerenciamento do uso dos recursos é que vai garantir o futuro do clube.

84 comentários para “Empréstimo de R$300 mi aprovado pelo Conselho”

  1. Marco Gartner disse:

    A MELHOR SOLUÇÃO para quitar uma dívida de fato é reconhecer a mesma. Acredito que se de fato o dinheiro tiver o seu correto destino e as futuras contatações forem responsáveis e honestas com o clube, em pouco tempo podemos sair deste sufoco. Que fique de lição ao maior de Minas. Contratar jogador para agradar empresário não faz o menor sentido em um clube tão grande e vitorioso. Que se quebre este ciclo. Saudações Celestes…

  2. CHAVES disse:

    FOI APROVADO o empréstimo maluco arquitetado por situação e “oposição” no Cruzeiro. Nem um mísero centavo será usado para quitar dívidas.

  3. Tolentino disse:

    O início do fim do Cruzeiro Esporte Clube. Assinaram a sentença de morte da instituição. Prevejo grana jorrando nos primeiros anos com contrações aeroportuárias, renovações gordas com os atuais atletas e comissão técnica mais bons aumentos pra Batorés e afins. A bomba ficará para a próxima gestão. Rendas comprometidas por um bom tempo.

    • SÍNDICO disse:

      Vc é pouco esperto. O que vc prevê já foi feito, sem que vc se desse conta. Não teremos um problema: já existe um problema. Se nada for feito, dá merda. Se for feito, pode ou não dar merda. Mas pro tipo de torcedor que vc ;e, quanto mais cedo der merda melhor.

  4. ARCSBC2012 disse:

    Tirei este trecho do GE Cruzeiro sobre a votação do empréstimo: “…Aos conselheiros, também será apresentado um planejamento financeiro para os próximos anos, tudo dentro desse plano de viabilidade financeira. O planejamento financeiro será de conhecimento apenas para os conselheiros ou será divulgado para todo torcedor cruzeirense?

    • SÍNDICO disse:

      Na manhã desta segunda, um grupo de conselheiros encostou o presidente na parede e exigiu isto. Se será cumprido ou não vai depender da torcida. Se ela é boa pra buscar medalhão em aeroporto e pra invadir a Toca, tem de ser boa tb pra cobrar o cumprimento do acordo.

      • Marcus Oliveira disse:

        Contratações aeroportuárias e má fase são visíveis aos olhos do torcedor… Pedir para cobrar cumprimento de acordo mal esclarecido é demais, não acha?

  5. SÍNDICO disse:

    A DÍVIDA NA FIFA tem nomes: Sobis, Pisano, Latorre, Arrascaeta, Caicedo, Denílson, Bigode, Riascos…

  6. SÍNDICO disse:

    GILVAN pediu a palavra e contestou a dívida. que ele diz não ter feito. Qualquer candidato a presidente do Cruzeiro deveria ser submetido a uma junta psiquiátrica, antes de ter a postulação aceita.

  7. SÍNDICO disse:

    CRUZEIRO está a um passo de perder o acordo de parcelamento de sua dívida no Profut. Se isto acontecer, é fim de linha.

  8. SÍNDICO disse:

    O EMPRÉSTIMO, negociada junto a uma instituição financeira inglesa, só começaria a ser devolvida em um ano e meio, a partir da assinatura do contrato –-e em sete prestações semestrais. Seria pago quase que de forma integral pelo próximo presidente. Os juros seriam de 9% ao ano, atingindo 45% durante os 5 anos. Assim, os R$300 milhões saltariam para R$435 milhões, com a primeira parcela a partir de Set20, semanas antes da próxima eleição presidencial do clube. Cada uma das prestações ficaria em R$62,1 milhões, terminando apenas em Set23.

    • SÍNDICO disse:

      PRA CONVENCER OS CONSELHEIROS a aceitarem o empréstimo, a diretoria explicará que possui mais de 17 credores das dívidas atuais, entre adversários, agentes de jogadores, empresários, bancos, receita federal e Fifa, com juros variáveis que causam enorme dificuldade no planejamento e pagamento. Com o empréstimo, o clube passaria a ter apenas um credor, com uma única taxa de juros.

      • SÍNDICO disse:

        PRA CONSEGUIR O DINHEIRO junto aos ingleses, o Cruzeiro está disposto a oferecer como garantias bancárias imóveis e recebíveis futuros, como cotas de TV. O Barro Preto, contudo, não pode ser utilizado pra isso. O único imóvel regularizado atualmente é a sede administrativa, que já está penhorada desde 2012. A preocupação da diretoria é de que em dois meses comecem a explodir os inúmeros processos na Fifa. E, caso não pague, o clube poderá sofrer uma série de punições, como a proibição de registrar atletas ou até o rebaixamento de divisão.

      • SÍNDICO disse:

        PLANO DE PAGAMENTO DO EMPRÉSTIMO: 1ª parcela em Set20, R$62,1 milhões — 2ª parcela em Mar21, R$62,1 milhões — 3ª parcela em Set21, R$62,1 milhões — 4ª parcela em Mar22. R$62,1 milhões — 5ª parcela em Set22, R$62,1 milhões — 6ª parcela em Mar23, R$62,1 milhões — 7ª parcela em Set23, R$62,1 milhões. [Jorge Nicola, Yahoo]

  9. HOJE EM DIA disse:

    JÚLIO REIS, responsável pela empresa Smart Valor e professor convidado da Fundação Dom Cabral, explicou em detalhes o que é preciso entender nesse empréstimo do Cruzeiro. “Se a intenção é pegar R$300 milhões emprestado, é por que a dívida que pretende-se quitar pode ter ultrapassado os R$350 milhões, já que espera-se uma redução significativa do montante a ser pago com as negociações para pagamento imediato. É preciso entender primeiramente se realmente todo este montante é de dívida urgente (que considero ser aquelas que possam trazer alguma sanção ao clube ou aquelas com juros exorbitantes), porque o valor é muito alto e o prazo de pagamento não é tão longo assim. Se parte do perfil da dívida for composto daquelas que estão em apreciação em instâncias iniciais de julgamento ou com taxas mais interessantes, vale a pena avaliar se elas não poderiam ficar para serem tratadas em um segundo momento. Agora se o valor necessário for este mesmo, é realmente uma operação delicada e será preciso um trabalho de gestão muito bom para permitir que o clube gere caixa suficiente pra amortização de mais de R$115 milhões por ano, após o período de carência.”

    • HOJE EM DIA disse:

      JÚLIO REIS entende que trocar os juros anuais de quase 30%, que a diretoria diz pagar atualmente, por uma taxa de apenas 9% ou 8,5% como foi dito, é interessante sim. Mas faz com que o clube fique “amarrado”. “Melhora o perfil da dívida, mas o clube fica amarrado, já que estas dívidas serão garantidas pelos recebíveis. Portanto essa nova dívida precisa ser paga, sob pena de inviabilizar as operações no futuro, e para pagar esse valor, só se fizer uma reestruturação de gastos muito pesada aliada a um crescimento de receitas acima da média”

      • HOJE EM DIA disse:

        JÚLIO REIS diz que, levando-se em conta os valores que se tornaram públicos e caso o sistema de pagamento seja o modelo que prevê parcelas iguais, o Cruzeiro pagaria juros acumulados na ordem de R$105 milhões. As sete parcelas semestrais, após a carência estariam na casa dos R$57,74 milhões, totalizando um pagamento de R$404,2 milhões. “No meu entendimento seria mais saudável para o clube conseguir um parcelamento maior, quem sabe de 14 parcelas, para dar mais tempo de organizar as finanças. Mas insisto que caso não haja um choque de gestão nas despesas e nas receitas, o problema virá muito maior a partir do final de 2020. Lembrando que o cálculo feito por mim já leva em conta as parcelas futuras. Considerando que nos últimos anos as receitas dos clubes brasileiros vêm crescendo significativamente e caso o Cruzeiro consiga crescer suas receitas acima desta média, o valor relativo das parcelas será menor, ou seja, o impacto das mesmas nas contas do clube será menor”.

      • SÍNDICO disse:

        JÚLIO REIS, o consultor de empresas que deu este depoimento ao HOJE EM DIA, é cruzeirense fanático.

      • zuloobas disse:

        No Twitter, ele fez uns vídeos explicativos.

  10. SÍNDICO disse:

    PIRES DE SÁ: “Estamos conseguindo um financiamento em condições excepcionalmente benéficas para o clube. Vamos trocar dívidas que temos internamente a taxa de juros altíssima, que chega a quase 2% ao mês, por uma por 0,86%. Foi uma grande vitória e graças a Deus tivemos a aprovação unânime do Conselho. Na verdade, tiveram dois votos contra. É até bom isso, porque toda unanimidade é burra”.

  11. SÍNDICO disse:

    DALAI ROCHA, vice do Conselho: “Mesmo aqueles que estavam se opondo a essa transação concordaram com ela porque na hora da votação apenas um se levantou contrariado. Então foi aprovado praticamente por unanimidade. O projeto está em operação. O empréstimo é a pretensão. O Cruzeiro teve agora aprovada a pretensão de obter esse empréstimo. Obviamente, há cláusula de confidencialidade”.

  12. SÍNDICO disse:

    Bruno Barros @brunopitangui => Dia histórico: o começo do fim ou o fim de grandes problemas?

  13. Jdias disse:

    A 1a coisa a se fazer é manter o Itair longe desse dinheiro. Ele deve ser usado para pagar dívidas. Acho até um acordo razoável, mas tem que começar a juntar o dinheiro para pagar logo. Se for pensar em começar a ter o dinheiro apenas 6 meses antes do vencimento da 1a parcela, estará encrencado. O que mais me preocupa é a variação cambial que ninguém falou. Espero que no momento que a conta chegar não venham com aquele papo que essa era a única solução, que tá difícil, etc

  14. mrr disse:

    A combinação do terceiro e último é digno de gargalhadas sem fim. Bom, pelo que entendi, nos próximos dias o Cruzeiro terá apenas uma dívida (a dívida) que será deste empréstimo. Haverá algum link da transparência que permita o torcedor verificar a quitação?

  15. Bruno Barros disse:

    Sou leigo no assunto, mas me parece a única saída plausível para que as páginas heroicas e imortais continuem sendo escritas. Nosso futuro está seriamente ameaçado. A nós cabe apoiar e fiscalizar o bom uso do dinheiro.

  16. Souza disse:

    Há muito os grandes clubes de futebol se equiparam a órgãos públicos: conseguem, mesmo com uma grande arrecadação, gerar rombos enormes e no final transferir a culpa ao público em geral. É muita gente mamando na teta. O Cruzeiro está seguindo direitinho a cartilha para um rebaixamento. Ou se distancia de alguns vampiros do patrimônio celeste ou em breve visitará a 2º divisão.

  17. Souza disse:

    A melhor saída é investir na base e torcer para aparecer pelo menos uns 4 grandes talentos, cujo dinheiro da venda seja destinado ao clube e não para terceiros.

    • Economista disse:

      Essa semana fizeram uma peneira na Toca do clube mal conseguiu organizar filas de crianças. Imagina o empréstimo.

    • mrr disse:

      Como que um clube endividado renova com Fred e Neves ~R$750-800/mês, contrata Rodriguinho ~R$700/mês, COMPRA parte dos direitos do HERMES, a terceira opção durante a temporada, e vem depois com esse discurso para fanático acreditar.

  18. SÍNDICO disse:

    DÍVIDAS em milhões de reais: Prout (178), Bancos (98), Fifa (85), Impostos (45), Intermediários (28), Globo (22), Clubes domésticos (12), Minas Arena (12), Imagem (2).

  19. Matheus Chaves disse:

    Respondendo à provocação do Síndico no outro post: a sugestão mais básica é utilizar o dinheiro pra de fato quitar as dívidas. A atual diretoria não me permite acreditar nisso. Depois, em médio prazo, devemos ficar livres das etiquetas e dos salários astronômicos. Tentar montar times mais baratos e se preparar pro jejum de títulos de uns 4 ou 5 anos. Enxugar o resto do departamento de futebol (Serginho Alterosa com salário de executivo é de lascar) e outros excessos no clube. Se este for o caminho, o empréstimo terá cumprido seu papel. Caso contrário, irá quebrar o clube ou no máximo empurrar o problema pra próxima gestão. Veremos.

  20. Marcus Oliveira disse:

    O Cruzeiro é como aquele parente que pede um dinheiro emprestado para pagar as dívidas do cartão de crédito. O problema não é o empréstimo, pois os juros e condições serão bem melhores. Mas por mais que você torça e aconselha por uma mudança na gestão das finanças, você sabe que tal pessoa manterá o mesmo comportamento que a colocou nesta situação.

    • mrr disse:

      COmo acreditar em ta austeridade se o próprio vice reclamou em 2018 do contrato da Caixa que obrigava o clube manter o compromisso fiscal? Sério que alguém realmente acredita em algo que foi dito ao conselho???

  21. WALLACE disse:

    Caso seja usado para pagamento de dívida , acho q foi correto. Entretanto 58 milhões por ano é muita grana, muitas tetas secaram. Ou não?

  22. MARCOALEX disse:

    Se não cortar o cabide de emprego lá, não vai ter 300 milhões que dê jeito, e diminuir a folha, pagar 300 mil por mês num Marcelo Hermes é foda, o clube não tem planejamento financeiro, não tem que dar lucro tem que gastar menos do que arrecada, simples assim, mas que não é assim…

  23. ROSAN disse:

    Duas dúvidas: quais as garantias? O contrato é em real ou em dólar ou euro?

  24. ECONOMISTA disse:

    Aprovação muito rapida e aparentemente sem nenhum estudo técnico. Ess gestão vai entregar esse empréstimo resolvido?

  25. MARCOALEX disse:

    No noticiário anterior se dizia que o clube apresentaria um planejamento financeiro. Pelas notícias novas não foi apresentado nada…

  26. VIANA disse:

    Me lembro que este mesmo conselho aprovou uma conta que o clube estava com 25 m de superávit e logo depois teve de reunir novamente para aprovar a mesma cinta com 17 m de déficit. A explicação à época é que alguns contratos não foram entregues ao contador, além fe outras informações contábeis. Se no dia-a-dia é assim imagina em uma negociação deste porte? Sou favorável à reestruturação da dívida mas vejo este caso específico muito nebuloso. Tecnicamente a diretoria não precisava do aval do conselho, então se não tivesse sido aprovado qual seria a atitude da diretoria? Outra questão: quem sabe o nome do banco que irá fazer esta negociação?

  27. ELCI disse:

    Vai endividando! Esse clube é um desastre administrativo. Compra jogadores e não paga. Já foi um exemplo de clube, mas agora…

  28. DIOGO disse:

    Trocar dívida mais cara por uma mais barata sem oferecer o patrimoniondo clube como garantia é bom. Porém, nada vai adiantar e o Cruzeiro continuará cavando o seu próprio buraco se não conseguir gerar superavit operacional. E pra isso é necessârio ter um planejamento financeiro claro e, mais importante, disciplina para cumprí-lo. Não dar pra contratar e pagar altos salários pra bondes como Riascos ou Rafael Sobis, por exemplo. Além disso, é importante ter em mente que, pelo divulgado pela imprensa, as garantias serão recebíveis. Logo, a não quitação das parcelas no prazo pode estrangular o pagamento de salários e gerar uma grande crise.

  29. PALMEIRA disse:

    É difícil opinar sobre um assunto que não conhecemos em detalhes. Para os padrões brasileiros a taxa de juros é baixa, porem devemos ter em mente que a dívida é em moeda estrangeira e tem de botar na conta a variação cambial, que pode trazer sérias consequências, a não ser que o tal seguro, que elevou o custo em 30%, seja algum tipo de hedge, para minimizar o risco. É importante que a diretoria tenha em mente que esta equalização do endividamento não seja entendida como senha para contrair mais dívidas, a ponto de comprometer mais ainda o futuro do clube.
    ·

  30. BURIAN disse:

    Meus caros, como em tudo na vida, o diabo está nos detalhes. Sem conhecer os detalhes deste contrato, é difícil dar alguma opinião. Mas eu tenho dois pontos (1) Pagamento em 5 anos é muito pouco. Faremos um absurdo esforço de ajuste financeiro (diminuição do passivo em 300 milhões) em apenas 5 anos. É muita coisa. É importante a torcida saber disto (5 anos de vacas magras para termos muitas alegrais depois).(2) Não é só a taxa de juros, é também a variação cambial. O clube pode se proteger disto (fazendo hedge no mercado), o que é fundamental. Mas o ponto aqui é que o custo é maior do que a taxa de juros contratada (comprar opção futura de compra de euro custa dinheiro). É necessário saber se o clube fez isto (o contrato não pode estar em swaps ou hedges -ele pode conter estes instrumentos para proteger uma das partes da oscilação cambial).
    \

  31. CHIABI disse:

    BOA ALTERNATIVA. Vai dar condições ao clube de respirar e eliminar essa pecha de caloteiros, que nunca foi nossa característica.

  32. SÍNDICO disse:

    MATHEUS CHAVES, não se paga salário de time pequeno pra executivo de time grande. As consequências podem ser piores do que a economia que vc imagina poder ser alcançada. Vc pode não aprovar o nome, mas um salário significativamente menor é quase impossível.

    • SÍNDICO disse:

      MATHEUS CHAVES, com time muito barato, perde-se receita, pois nos tempos que correm as premiações dos torneios são por desempenho. Além disto, um rebaixamento custa muito caro, pois não existe mais cota de Série A pra time grande disputando a Série B.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Nem tanto o céu, nem tanto a terra. Esses salários para TN, para Edilson… o senhor está deturpando o que o Chaves disse. Da pra fazer time competitivo sem gastar tanto. Tivemos isso na época do Adilson, Gambás foram campeões assim. Botafogo fez uma boa Libertas, CAP campeão da Sul-americana…. exemplos não faltam.

      • Matheus Chaves disse:

        7Lagoas já respondeu por mim. Precisamos aceitar que passaremos um período de entressafra apostando em valores mais modestos e torcendo pra dar certo. Quase deu em 2009. Pode dar de novo. Da forma como estamos levando, o modelo é insustentável e vai fazer água nesta ou em outra gestão.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Ele questionou o nome. Pagar bem, só se for alguém com competência reconhecida.

    • Matheus Chaves disse:

      Não gosto do nome, mas precisamos de tantos serginhos e benecy’s no quadro do clube? Este é o ponto. Se vamos pagar uma grana alta, que seja pra poucos e bons.

  33. Velloso disse:

    Depois de me inteirar sobre o assunto percebi que é uma alternativa justificável e razoável – e era necessário criar uma alternativa para que haja respiro, pois a grande crise, como afirmou o Síndico, já é notória. Pelo menos levantaram da cadeira e não ficaram justificando a dívida como o ‘pagamento dos títulos conquistados’, com fez Gilvan. O resultado de todo esse fluxo só será conhecido se as ações forem tomadas de forma profissional dentro do clube, limpando desnecessidades que hoje existem – existe uma desconfiança que paira sobre a capacidade da diretoria de gerir essa alternativa.

    • Velloso disse:

      Outro ponto que tenho dúvida é: realmente existe uma única instituição realmente disposta a realizar esse empréstimo? Existe a possibilidade de o montante, por exemplo, ser diluído para diversas instituições? Tenho receio que, apesar dos esforços, ninguém tope a parada da forma exata proposta pela diretoria.

  34. Cruzeiro.Org disse:

    Depois de aprovado, veremos as opiniões variadas. Qual a SUA? Se fosse SUA empresa? Se fosse SUA vida pessoal?
    Profissionais opinam sobre empréstimo de R$300 Millhões do Cruzeiro
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=51785 via @cruzeiro_org

  35. Thiago 5 estrelas disse:

    Só vejo uma forma de dar certo, a administração financeira do clube se tornar muito profissional e fazer a partir desse momento tudo de forma oposta ao que vinha fazendo. Mais ou menos como a administração do Bandeira de Melo no Flamengo. Pessoalmente não acredito, vide as últimas medidas adotadas pela diretoria em relação a renovações, contratações e inadimplência no pagamento de tributos.

    • mrr disse:

      Esse é o tocante, a nova diretoria de 2018 para cá não sinalizou nada no sentido de austeridade, contratou ex-jogador sob pena de pagar uma multa de 10 milhões.

  36. Fernando Henrique disse:

    Agora é dar um jeito de ganhar uma Copa do Brasil a cada 6 meses.

  37. Bruno Pontes disse:

    Recomendo que leiam o artigo do Globoesporte sobre o assunto. Eles aparentemente possuem muita informação sobre os detalhes da transação (ao contrário do Superesportes em que o artigo se lê como uma conversa de bar cheia de palpites).

    • Bruno Pontes disse:

      Entre algumas informações interessantes, por exemplo:
      O empréstimo será em Euros mas com um mecanismo para se proteger contra flutuações de câmbio – faz-se um congelamento da taxa cambial, com o custo de se aumentar um pouco a taxa de juros. Outro detalhe é que consta na ata da reunião com o conselho a obrigação da diretoria de não utilizar nenhum recurso do empréstimo com gastos de futebol. Detalhes interessantes que ao menos demonstram, na minha opinião, uma estratégia visando responsabilidade (como será a execução dessa estratégia, veremos).

    • Pois é…
      Vc viu, em algum lugar, alguma referência sobre a responsabilidade CIVIL do dirigentes pelos empréstimos, garantias de patrimônio pessoal etc, como prevê a “Lei Pelé e congêneres?? Também acho que tem muita gente dando palpite… Aliás, vi muito blogueiro e formador de opinião de rede social tecendo loas e pagando pau sem nem ter ideia de DETALHES da operação… Mesmo que exista cláusula que não pode pegar dinheiro para colocar no futebol (com vc referencia), eu pergunto… mas não tá pegando este dinheiro para pagar dívidas de jogadores de futebol?? Ou este tipo de exceção pode?? Transparência é uma coisa complicada… fico com a opinião do ex-diretor financeiro, que saiu com menos de 90 dias e que tem dúvidas sobre este tipo de transação. Mas vergonhoso mesmo é torcedor ir para rede social e mesa de boteco defender cheque em branco… (cheque em branco foi a expressão que um conselheiro falou para mim após a reunião de ontem: ASSINAMOS O CHEQUE EM BRANCO.

  38. É o que tinha, não? Achei que foi uma boa saída, desde que o dinheiro do empréstimo seja exclusivo para acabar com as dívidas. O meu medo é pela atual diretoria, Wágner Pires e Itair não inspiram um mínimo de confiança. Agora é apertar o cinto, cortar cargos e secar ao máximo a folha salarial a partir de 2020, já que pra este ano parece não ter jeito. E se tudo der certo, em 5 a 7 anos estaremos livres do sufoco. Torcer pra tudo ser feito da forma mais transparente possível e rezar pra dar certo.

  39. Saddi disse:

    Só tenho uma pergunta: quem é o louco que vai emprestar 300 milhões para um clube de futebol e sem garantias?????

  40. Matheus Penido disse:

    A princípio penso como o Chaves, mas uma coisa eu admito: parece que a água já chegou na cabeça, a coisa parece estar até pior do que parecia.

  41. HOJE EM DIA disse:

    A ATA assinada na reunião dessa segunda garante o comprometimento do Conselho Deliberativo com o Conselho Fiscal para que haja o pleno pagamento dos débitos que colocam diariamente oficiais de Justiça na porta do Cruzeiro. Mesmo sem divulgar a entidade financeira que repassará o dinheiro ao clube por questões de cláusulas de confidencialidade, o HD apurou que o empréstimo será feito em Euro e haverá seguro para proteção cambial. Assim, as duas partes, tanto o banco, quanto o Cruzeiro, se resguardarão contratualmente, uma vez que a negociação envolve riscos para ambas as partes. O dinheiro servirá para quitar alguns “valores perigosos”. O clube deve R$178 milhões ao Governo Federal (Profut), recebeu notificação da Receita Federal e tem poucos dias para quitar quantia milionária não divulgada, que se não for quitada, gerará grandes problemas. Gá também uma ação trabalhista recente que o obrigará o Clubea pagar R$1,9 milhão imediatamente.