Não conte com o torcedor pra pagar as compras

Por SÍNDICO | Em 3 de novembro de 2017

INTER, na Série B, tem média de 23 mil espectadores. Fortaleza, na C, 18 mil. Cruzeiro, na A, 16 mil. 

Média de público ridícula, calote a torto e a direito, técnico com salário de R$700 mil, auxiliar, levando R$140 mil, jogadores cedidos a outros clubes sugando R$700 mil por mês dos cofres e…

A torcida xingando o vendedor Zezé Perrella e sonhando com reforços milionários. Torcedor, pra ficar burro, tem que estudar muito ainda. 

17 comentários para “Não conte com o torcedor pra pagar as compras”

  1. SÍNDICO disse:

    E ainda tem esse monte de conchavos eleitoreiros, que vão custar caro.

    • Miguel Tolentino disse:

      Meus reforços pro ano que vem seriam Ragelli, Fabrício Bruno e mais a turminha da oriunda da Toca I. Não faria esforço nenhum pra manter o Hudson, venderia o Sobis no ato e ainda buscaria alguma forma inteligente de me livrar de uma dúzia dos atuais “profissionais”.

  2. Miguel Tolentino disse:

    Quanta insanidade renovar com Mano Menezes ainda mais pagando este absurdo. A renovação com Fábio também não deve ter ficado barata, o goleiro já tinha antes dela um dos maiores salários de um futebolista no país. Mas há quem diga que pode piorar, Moreno virou sonho de consumo do Itair e sondando já quer mais de meio milhão de reais para beijar o escudo.

  3. matheus t penido disse:

    A maior parte da torcida do Cruzeiro acredita realmente que o clube deve ser tocado “como se não houvesse amanhã” e que a grandeza da instituição vai manter a farra impune eternamente. Os calotes aplicados em sequência parece não importar muito, tanto que pouco se falou disso na eleição. O povo está tendo o que quer.

  4. rosan amaral disse:

    Vamos jogar a bola para cima? Proposta de encontro da turma do blog e/ou cruzeiro.org.

  5. rosan amaral disse:

    Rafinha, do Bayer, na mira do Cruzeiro e foi pedido do Mano. Fonte no anexo.

    • rosan amaral disse:

      O CRUZEIRO avançou as conversas pra repatriar o lateral Rafinha, atualmente no Bayern. As negociações evoluíram e a cúpula mineira está confiante em fechar com o jogador. Ao renovar seu contrato, Mano Menezes teve a garantia da nova diretoria de que jogadores de peso chegariam pra fortalecer o time titular. A lateral direita é uma das carências do treinador e foi um dos pontos fracos da equipe neste ano. Recentemente, outro jogador foi oferecido ao clube mineiro, mas o cenário positivo com Rafinha fez a diretoria recuar e apostar no brasileiro. Nesta temporada, Mayke não conseguiu repetir seu futebol dos anos anteriores e acabou negociado no primeiro semestre com o Palmeiras. Já Ezequiel começou o ano bem, mas também não manteve as boas apresentações. Além disso, conviveu com lesões e o setor precisou ser provisoriamente ocupado pelo pelo volante Romero. Com 32 anos, Rafinha tem contrato com o Bayern até 30jun18, mas tem seu futuro incerto na equipe de Munique. Revelado pelo Londrina e projetado pelo Coritiba, Rafinha está há 12 anos fora do Brasil. Comprado pelo Schalke 04 em 2005, passou pelo Genoa, antes de se transferir para o Bayern em 2011. (UOL, 03nov17)

    • matheus t penido disse:

      Quem cobra 700 mil por mês deveria ter capacidade pra farejar um bom lateral até na Série D. Se é pra indicar um veterano do Bayern melhor colocar qualquer phdista no lugar do Mano.

    • rosan amaral disse:

      Para ser campeão da Libertadores em 2018 tem que se contratar o melhor que for possível. Agora, fazer experiência com jogadores (tentativa, erro, acerto) não se conseguirá mais do que conseguimos em 2017.

  6. Velloso disse:

    Os calotes incomodam, e muito. E sabemos, que pelo andar da carruagem outros virão. Mas incomodam apenas a quem pensa a longo prazo.

  7. Trem Azul disse:

    Torcedor acha que o clube recebe dinheiro do além !