Renegados, segundo um cérebro de galinha

Por SÍNDICO | Em 2 de janeiro de 2014

Post de um adversário do Cruzeiro, que recolhi numa rede social, dia desses:

  • “A torcida do Cruzeiro é composta de foragidos italianos, que saíram da sua pátria para tentar algo no Brasil. São insuportáveis acham que abafam, mas não passam de uns renegados”. (M. Antônio)

Interessante é que este foi um argumento utilizado por dirigentes e torcedores do Athletico, que tentaram cassar o título do Palestra Italia, em 1928.

O mundo gira, a Lusitana roda, mas a boçalidade se mantém inamovível.

23 comentários para “Renegados, segundo um cérebro de galinha”

  1. Volante da base celeste é convocado para a Seleção dos Estados Unidos (Gustavo Aleixo, Site Oifcial do Cruzeiro) Nesta quinta-feira, o meiocampista Luis Felipe Fernandes Rodrigues, 17 anos, 1m76, foi chamado para treinar com a seleção principal dos Estados Unidos, na Flórida. O jogador chamou a atenção do estafe norteamericano, que acompanhou a IMG Cup, realizada nos Estados Unidos, em dezembro. Luis Felipe foi um dos destaques do time Sub17 campeão. Luis Felipe nasceu em Nova York, onde morou com seus pais, ambos brasileiros, até os três ano, quando eles retornaram ao Brasil pra morar em Ouro Branco. “Não esperava a convocação, foi algo repentino, mas que é fruto do trabalho. A gente esteve por um período curto nos Estados Unidos disputando um campeonato, no qual acabamos sendo campeões. Agora veio a recompensa com essa convocação”, relembrou, o volante que gosta de sair para o jogo e arriscar de fora da área. Na seleção norte-americana, Luís Felipe será comandado por Jürgen Klinsmann, atacante da Alemanha campeã mundial em 1990. Ao falar da chance de ser treinado por uma referência do futebol mundial, o mais novo talento celeste se mostrou ansioso em conhecer o seu novo comandante. “Não sei muito sobre o trabalho dele, mas estou muito feliz por ter a chance de conhecê-lo. É, sem dúvida, uma oportunidade incrível”, afirmou o jogador, que garante estar com o inglês afiado, mesmo após se ver distante do país natal. “Falo bem inglês. Tenho praticado muito na Toca da Raposa I, porque costuma ter muito estrangeiro lá. Estou preparado.”, arrematou, o jovem craque meio gringo, meio brasileiro da Toquinha.

  2. Jornalista disse:

    Os sírios e libaneses, povos de valor, que estimo muito e tenho grandes amigos em BH, tiveram seus problemas para chegarem ao Brasil. Eles tem representantes expressivos no Atl-MG. O que quero dizer é que o autor da frase acima é um retardado.

  3. Nonato disse:

    E você espera o quê dessa gente? Dessa torcidinha de bost@? Desse clubinho de merd@? Existem exceções, poucas, mas a maioria das galinhas é uma gentinha com idéias como a desse tipo aí. Rivalidade saudável é o k7, quero mais é que se explodam.

    • Peraí! Assim, vc fica muito parecido com o cérebro de galinha. Rir é mais saudável do que ficar irado com as besteiras dos rivais.
      .

      • Nonato disse:

        Eles não respeitam o Cruzeiro. O presidente, a crônica esportiva, os atletas mal-educados, todos eles, não só não respeitam como tramam para sacanear o Cruzeiro. Por que eu deveria respeitá-los? Quero mais é que se lasquem, mesmo. Afinal, chega uma hora que rir das galinhas perde a graça, enjoa.

      • Nonato disse:

        Eu já me sensibilizei com as vergonhas do ‘coirmão’. Tinha aquela ideia de que a rivalidade era coisa sadia e produtiva. Em 2005 senti até pena da cocota: “Nossa, que coisa, o CAM na Série B!” Hoje, não mais. Por mim, que se acabem. São arrogantes, despeitados e não têm nem fezes no reto pra expelir. Claro, existem exceções, e o senhor que frequenta esse blog, parece que, pela distinção das suas mensagens, é uma. Mas elas são poucas, muito poucas.

      • Nonato disse:

        Até profanar a Imagem Santa de Nossa Senhora eles profanaram. Tudo isso por ódio e despeito ao Cruzeiro. Não vejo graça nas atitudes rasteiras da mentalidade galinácea.

  4. Ricardo Malafaia disse:

    Triste. Mais um futuro adepto da distribuição de cavaletadas.

  5. Em 02jan21 nascia em Belo Horizonte o PALESTRA ITALIA, que, em 1942, passaria a se chamar CRUZEIRO, um dos clubes mais importantes do Brasil e do mundo. No mesmo dia, em Sete Lagoas, vinha ao mundo ZULMIRA DA COSTA. Quis o destino que ela se tornasse uma torcedora fanática do clube azul. Nesta quinta-feira, 02jan14, eles celebraram juntos os 93 anos de existência. Na missa de ação de graças do clube, Zulmira da Costa foi saudada pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares na sede social do Barro Preto e ficou orgulhosa. “Carrego comigo essa honra. Faço questão de vir à missa todos os anos. É especial demais ter nascido junto com o Cruzeiro”. (Superesportes, 02jan13)

  6. Polaco disse:

    Se colocar frangas, gambás e urubus no liquidificador e bater não sobra meio copo..Ô RAÇA!

  7. Hércules disse:

    A história das frangas é entremeada de influências políticas, apoio faccioso da FMF…imprensa, e apropriação indébita de patrimônio público. Não se pode comparar moralmente com o MAIOR DE MINAS.

  8. Celeste disse:

    Caro Jorge, as pessoas nunca vão mudar, as gerações pode ser que sim, mas isso demanda anos e não estaremos aqui para ver.Em outros temos a diversão dos moleques era o futebol no campinho. Tenho irmãos e sei muito bem o que é isso. Hoje os garotos têm mais o que fazer e os campinhos não existem mais. A molecada está menos fanática e acredito que essa rivalidade tende a diminuir.

    • Celeste disse:

      Tenho 8 sobrinhos (as). Cada um tem o seu time, torcem e participam dos papos de futebol quando estamos todos reunidos.Nenhum deles abre mão de um programa (passeio, show, cinema e etc) para ver seu time jogar.

  9. Dias disse:

    OT: Para quem se liga em fornecedor de material esportivo, o Cruzeiro está prestes a fechar com a Penalty. Quem esperava Nike ou Adidas…

  10. Hendrix disse:

    Sou um dos 8 milhões de renegados com muito orgulho. Quanta inveja. Na falta de calcanhar apelam pra qualquer coisa. Tô acostumado.

  11. Walterson disse:

    Se juntar o cérebro de todos os atleticanos, pra rechear uma empadinha tem de encher de batatinha.

  12. Del Prete disse:

    Se esse pais é alguma coisa, muito se deve a esses “renegados”.Vieram de um pais assolado por guerras e fome,e vieram dispostos a TRABALHAR de verdade,vivendo em uma cultura diferente e com muito sacrifício.

  13. Elias disse:

    Luiz Felipe (ou, para os mais chegados Lipe Fernandes) é sobrinho de um grande amigo meu, galináceo de 4 costados (tão doente que foi dar manota em Marrocos) hehehe. Nascido em NY, veio parar em Ouro Branco com os pais e dai pro Cruzeiro foi um pulo. O garoto tem futuro. Principalmente, pela força física, tão necessária hj em dia.

  14. Del Prete disse:

    Estou nas mãos com uma edição do livro”Camponeses de Engenho e Arte- História e Geografia dos Imigrantes Italianos em Minas Gerais,que é uma tese de doutorado do cientista italiano Federico Campoli.E claro que nem uma cocota com um neuronio na cabecinha vai querer ler,antes de falar m….por aí .

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.