Celeuma besta

Por SÍNDICO | Em 12 de abril de 2018

CELELUMA sem fim essa da decisão do Paulista. Palmeirenses não encaixaram bem a derrota. Mas o fato é que perderam em campo, com arbitragens corretas etal.

Ah, mas o diretor de arbitragem estava onde não devia na hora do pênalti marcado e desmarcado! Estava, mas ninguém o viu orientando o Juiz. E, ademais, juízes ouvem um monte durante a partida. Torcedores, jogadores bandeiras, auxiliares, a patroa e os amigos, pelo celular, no intervalo, e cousa e lousa. O ser humano é muito comunicativo, entenderam?

E toda essa chatice é alimentada justamente por mesarredondistas, que vivem pedindo árbitro de vídeo, ou seja, interferência externa. Melhor virar a página e discutir a bola que rolou numa decisão sensacional. É o que interessa.

35 comentários para “Celeuma besta”

  1. SÍNDICO disse:

    Palmeiras, que havia sido vice na chapa do Corinthians no Brasileiro 2017, voltou a ser vice na chapa do Paulista 2018. É muito, é um hipopótamo a ser digerido.

  2. SÍNDICO disse:

    Presidente do Palmeiras não foi à festa de encerramento do campeonato. Deve ter perdido um almoço de primeira. Além de chato, ficou com fome.

  3. SÍNDICO disse:

    EM MINAS, a seleção doc campeonato, com votos dos jornalistas da Globo e do Tempo, teve 4 cruzeirenses, 4 frangas e 3 americanos. O Cruzeiro somou 9 pontos a mais que o vice, teve o melhor ataque e a melhor defesa. Mas os eleitores devem ter achado pouco. bando de imbecis que cavam a própria falta de credibilidade.

    • matheus t penido disse:

      Imprensa mineira sempre foi isso aí, ao menos desde que comecei a acompanhar (aposto que antes também era). Os poucos jornalistas que se dão ao trabalho de analisar o jogo com um pouco de lucidez vão pro eixo Rio-SP, por aqui ficam as tranqueiras. Parece que deu uma melhorada nos últimos tempos com a entrada de uma turma nova, mas ainda há muita coisa pra ser desempoeirada.

  4. matheus t penido disse:

    É bom ver o papel ridículo que os palmeirenses estão fazendo pra não repetir por aqui em caso de situação parecida. Normal que cartolas e torcedores chiem mesmo com o árbitro acertando, mas já deu tempo de sobra pra esfriarem a cabeça. Corintianos estão vivendo uma semana de êxtase.

  5. SÍNDICO disse:

    BOTAFOGO tem feito o impossível nos últimos dois anos. Clube quebrado, elenco barato, técnicos novatos e, no entanto, alcança bons resultados esportivos.

  6. matheus t penido disse:

    OT: Robinho, Neves e Cabral já apontaram o Cruzeiro como um dos favoritos ao título. Isso não é bom. Mano precisa dar uma baixada na bola dos caras.

    • SÍNDICO disse:

      Há controvérsia. Já pensei assim, mas a verdade é que atletas têm de ser confiantes mesmo. Lembro do Diego Souza se dizendo com medo de perder o título de 2009, quando o time dele, Palmeiras, estava bem à frente na pontuação. Até hoje, acho que aquilo não foi nada positivo.

      • SÍNDICO disse:

        MANGA, goleiro do Botafogo nos anos 60, dava entrevista antes dos jogos contra o Flamengo dizendo que já havia mandado a patroa fazer a feira. no sábado, com o bicho da vitória que viria no domingo. E que vinha mesmo.

  7. SÍNDICO disse:

    FLU ON FIRE. Tentei entender a brigalhada no Flu e me perdi. São dezenas de partidos e agrupamentos, centenas de motivos, milhares de farpas. Alguém se anima resumir a balbúrdia pra um cara de QI mediano entender a coisa?

    • VICTOR PIMENTEL disse:

      Houve um golpe (ou revolução como gostam de dizer por aí) muito bem aplicado no Fluminense que determinou uma ruptura verdadeira no comando do clube. Você precisa entender a Flusócio e a queda de Horcades que ainda vinha da velharada lá dos tempos do Horta. Aqui tem o resumo não-viciado da história da Flusócio até 2010: LINK

      Eu vou destacar para fluidez o item 2009:

      “2009 – Cidadania Tricolor. O foco do ano foi a campanha de associação em massa. Estava clara a necessidade de trazer o torcedor para dentro do clube, fazê-lo participar da vida política de sua paixão. Era o clamor pela cidadania tricolor. A Flusócio criou o SATT (Serviço de Atendimento ao Torcedor Tricolor), especialmente para atender o torcedor do Fluminense interessado em se associar. A campanha foi sucesso absoluto, tendo como resultado a adesão de aproximadamente 1200 novos sócios.”

      Esse foi o grande elemento disruptivo no Fluminense. Esse grupo tinha em 2008 criado o blog e frequentava um pedaço do Maracanã que nem era bom de ver o jogo. Cadeiras lá embaixo na diagonal, só que tinha uma particularidade interessantíssima: A faixa flusocio.com.br/blog ficava em local de destaque na transmissão da TV.

      Pois bem… isso transformou o blog (e você sabe bem que 2008 foi um período onde blogues bombaram em relevância) no principal ponto de encontro de torcedores. A Flusocio virou o PHD tricolor, porém com atuação política.

      Só que a atuação política dos caras, para consumo externo, foi de alto nível pois resolveram instituir uma forte campanha de associação, SEM TOCAR NO ASSUNTO CANDIDATURA. O foco do programa Cidadania Tricolor foi levantar que o importante era o torcedor do Fluminense de todo o Brasil virar sócio e fim de papo. Em quem iriam votar, que caminho seguiriam no clube era por conta do sujeito, mas entendia a Flusocio no seu proselitisimo que o importante eram associações que reforçariam o clube e o time. E assim foi feita toda a estrutura para associação de torcedores do Fluminense.

      A inteligência da coisa esteve na sutileza. Ora, se eu sou o arauto do convencimento da importância em alguém se associar, se você chegou através de mim em algum lugar, a propensão que você me ouça e me escolha em uma decisão, é enorme.

      Então, como os clubes tinham em si pouquíssimos sócios porque vinha de uma era de sócios patrimoniais e tal, uma revolução internética de associações, focada em data hábil para que os novos associados participassem de pleito eleitoral foi uma força estrondosa se impondo na política do clube.

      Uma base eleitoral foi criada do zero e, como no poder não existe vácuo, os novos ocupantes passaram a virar o Fluminense e o tempo e acomodações do novo grupo começam a atuar politicamente. O algoz morto do passado deixa de ser o algoz.

      Simplificando uma analogia, o Flusocio é o MDB e que, com a democratização, vendo espaço livre, fragmentou-se para controle e disputa do butim internamente.

      Dessa forma, não há subsídios para disputas no Fluminense, mas disputas na Flusócio. Eu não lanço campanha para presidente da China, eu cresço no Partido Comunista.

      Essa entrada de sócios do Fluminense foi diferente da promovida por Eurico Miranda. Perceba que o golpe da Flusócio foi positivo porque ele trouxe tricolores para a vida tanto política quanto financeira do clube, enquanto Eurico promoveu a compra da presidência pura e simples. Isso fortaleceu o Fluminense administrativamente e até como clube, mas o “ônus” da democracia é que o apoiador de primeira hora começou a participar da política de fato, uai. E agora, o PMDB tricolor vai se fragmentando.

      Lembrando que os associados do Fluminense ainda são poucos e, criar grupos e facções é moleza. Basta abrir um grupo de Whatsapp, fofocar o dia inteiro e você já é um grupo político. 10 pessoas barulhentas em bloco já são uma célula. Aí, com essa lupa eu já não acompanho mais.

      O que eu recebo de queixas é que minam o segundo mandato Peter como tendo enfraquecido o time e não sendo excelente no administrativo/financeiro. E o Abad, a quem chamam de A-bad, implicam que o time montado é fraquíssimo e que administrativamente/financeiramente tem sido desastroso, o que ganhou força com dispensas abruptas de jogadores, perda de direitos de outros por não pagamento de salário/FGTS com o auge nos casos Scarpa e Dourado.

      Bem… é isso aí que eu sei.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Bastidores de Vasco e Flor é só safadeza. Muita gente querendo mamar. Se o Abel (que é um treinador que se reinventou nos 2 últimos anos) sair, Flor cai e não sobe nunca mais. Vasco ainda tem muita força politica com o Charutão.

      • Miguel Tolentino disse:

        Qualquer associação esportiva no Brasil é assim. Aliás no América Latina só a dupla Brasil/Argentina trata tão mal o futebol como produto e tem administrações tão corruptas e incompetentes. Todos os outros países já modernizaram em alguma instância por meio de legislação e organização este mercado. México e Chile são exemplos, neste sentido.

      • Miguel Tolentino disse:

        No Brasil o São Paulo após experimentar o estrago que a arbitrariedade de seus cartolas pode fazer em tão pouco tempo modernizou totalmente seu Estatuto de modo a reduzir os mandos e desmandos dos seus gestores ou colocá-los a mecanismos de controle de decisões. No Cruzeiro este assunto é tabu, a velharada da confraria está mais preocupada com bajulação e favores.

  8. Bruno 7L RJ disse:

    Não foi pênalti…fato. Mas o que fez o juiz voltar atrás? Esse é o x da questão. A regra é clara sobre interferência externa. Mas é ético reclamar sobre o juiz ter impedido que um erro favorecesse um time?

    • Bruno 7L RJ disse:

      Porcaiada fala de interferência externa, e tudo indica que foi mesmo. Mas deve ser provado. No achismo não vai pra frente. Se provado, penso que a reclamação é legítima, pois também seria um erro ir contra as regras.

  9. Bruno 7L RJ disse:

    Eu torci pro Corinthians. Esse Carille é muito bom treinador.

  10. JOAOCOSTA disse:

    Tire o dedo do moderador, Jorge!

  11. Eduardo Arreguy Campos disse:

    Chororô estendido pela falta de assunto, haja saco para aguentar. E que venha o árbitro de vídeo, que não vai acabar com a polêmica no futebol, mas vai diminuir muito.

    • Miguel Tolentino disse:

      Os retrógrados não curtem muito as benesses da tecnologia. Os conservadores rejeitam qualquer mudança diante da incapacidade de seus cérebros lidarem com o novo. Já os tapados adoram cultuar o obsoleto e o arcaico.

      • SÍNDICO disse:

        TALENTIM tem uma facilidade pra falar besteira que chega a ser cômica. Dizer que os conservadores rejeitam mudança é uma boçalidade típica de quem não tem autocrítica e cujo censório já foi pro saco. Vai ser burro assim lá em Floripa!

  12. Eduardo Arreguy Campos disse:

    O.T: nova pesquisa do Datafolha coloca o Cruzeiro com o dobro de torcida sobre as frangas no Brasil. Sem novidades.

  13. JOAOCOSTA disse:

    Uai, Síndico! Vai me moderar até quando?