Arquivo da Categoria ‘Seleção’

Brasil 3×0 Paraguai: Show!

terça-feira, 28 de março de 2017

BRASIL 3×0 PARAGUAI, 28mar17ter21h45. TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 15 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Itaquera (46 mil), São Paulo. MOTIVO: Classificatória Sul-americana Copa 2018. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PUBLICO: 44.378 pag, R$12.323.925. ARBITRAGEM: Victor Carrillo, Jonny Bossio, Coty Carrrera (Peru). AMARELOS: Valdez, Rojas, Domínguez. GOLS: Coutinho, 33, Neymar, 63, Marcelo 90. BRASIL: Alisson; Fagner, Marquinhos (Thiago Silva, 46), Miranda, Marcelo; Casemiro, Paulinho; Philippe Coutinho (Willian, 88), Renato Augusto, Neymar; Firmino (Diego Souza 88). T: Tite. PARAGUAI: Antony Silva, Bruno Valdez, Paulo da Silva, Verón, Junior Alonso; Cristian Riveros, Rodrigo Rojas; Pérez, Almirón (Óscar Romero, 46), Cecilio Domínguez (Ángel Romero, 76); Derlis González (Santander, 55). T: Francisco Arce.

Brasil 1×0 Colômbia: Demasiadamente amistoso

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

VJJa e Efe foram sucintas ao contar como foi o jogo:

Em amistoso de festa, homenagens e um futebol não muito empolgante, O Brasil venceu a Colômbia por 1×0 no chamado Jogo da Amizade, disputado no Engenhão pra lembrar as vítimas da tragédia com o voo da Chapecoense e arrecadar fundos pra seus familiares, e somou pontos assumindo a liderança do ranking da Fifa. Dudu marcou de cabeça o gol da vitória.

Antes de a bola rolar, houve uma série de homenagens aos 71 mortos em 29Nov do ano passado, na queda do avião que levava jogadores, comissão técnica e dirigentes da Chape, além de jornalistas, pra final da Sul-Americana, contra o Nacional, em Medellín.

Jogadores se intercalaram, abraçados, pra ouvir os hinos nacionais, juntos também com os sobreviventes da tragédia: o goleiro Jackson Folmann, o beque Neto, o lateral-esquerdo Alan Ruschel e o radialista Rafael Henzel. Nas arquibancadas, 18 mil torcedores gritavam “Vamos, vamos, Chape”. As homenagens também se estenderam às cabines da imprensa. Durante a transmissão da partida na Globo, Henzel fez a narração junto com Galvão Bueno.

A partir do pontapé inicial, os times ficaram devendo, e os viram apenas um gol, marcado por Dudu, aos 46. O atacante, um dos destaques do amistoso ao lado de Diego, aproveitou o rebote no chute de Diego Souza e marcou de cabeça.

Na parte esportiva, o triunfo, o 7º em 7 partidas com Tite no comando, levará o Brasil ao topo do ranking da Fifa em sua próxima atualização, no mês que vem, algo que não acontecia desde Mai10.

BRASIL 1×0 COLÔMBIA, 25jan17qua21h45. TEMPO seco, temperatura 29º, vento 10 Km/h, umidade 50%. LOCAL Engenhão (16mil), Rio de Janeiro. MOTIVO: Amistoso. TRANSMISSÃO: Globo, Band, Sportv, Espn, Record, Fox. PÚBLICO: 18.695 pag, R$.1.285.000. ARBITRAGEM: Jorge Ignacio Baliño, Lucas Andres Germanotta, Gabriel Alfredo Chade (argentinos). AMARELOS: Geromel, Lucas, Aguilar. GOL: Dudu, 46. BRASIL: Weverton; Fagner, Geromel, Rodrigo Caio, Fábio Santos (Jorge, 46); Walace, Arão (Rodriguinho, 46), Lucas Lima (Scarpa, 68); Dudu (Camilo, 78), Robinho (Diego, 46), Diego Souza (Luan, 62). T: Tite.  COLÔMBIA: David González; Bocanegra, Felipe Aguilar, Tesillo, Farid Díaz (Balanta, 61); Abel Aguilar (Cuéllar, 68), Mateus Uribe. Macnelly Torres (Montoya, 46); Copete (Hernández, 61), Borja (Rangel, 68), Teo Gutiérrez (Berrío, 46). T: José Pekerman.

Começou a temporada 2017

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Começa a temporada do futebol.

  • Em Juiz de Fora, Primaliga, FLUMINENSE 3×2 CRICIÚMA. Flu foi agraciado com um gol em impedimento.
  • Em São Lourenço da Mata, Copa do Nordeste, NÁUTICO 4×0 UNICLINIC. Timbu arrasou o time do médico cearense.
  • Em Riobamba, Sul-americano Sub20, BRASIL 0x1 COLÔMBIA. Goleiro da Franga entregou a paçoca.

Agora, só falta, 7.394 jogos pro ano se encerrar. Força, vivente!

Brasil 3×0 Argentina: Cachetazo!

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Foi assim, segundo Globo Esporte:

O 1º tempo começou com dois chapéus de Messi e terminou com um gol de Neymar. Houve uma eficiência cruel do Brasil contra uma Argentina esforçada, determinada, mas carente de velocidade e definição. Enquanto Di Maria nem foi notado, Coutinho saiu da direita pra esquerda, deixou pra trás um Mascherano que parece ter deixado o ímpeto em Barcelona, e fez um golaço, parecido com os que faz no Liverpool. No fim, Neymar recebeu de Jesus e, livre, com espaço, deslocou Romero.

No 2º tempo, Bauza voltou com Aguero no lugar de Pérez, e quem o viu no São Paulo pensou: quando ele está perdendo, coloca um atacante e tira um meia, a tendência é tomar mais. Quando Paulinho driblou Romero e bateu pro gol vazio, a Argentina escapou graças à leitura de jogo de Zabaleta, que salvou quase na linha. Mas Paulinho insistiu e fez o gol merecido. Ele, que ajudou Fernandinho no combate a Messi, apareceu de novo na área e completou pro gol. Daí pra frente, virou baile de carnaval. Em campo, com Neymar e nas arquibancadas eufóricas. O Brasil afundou seu rival e elevou às alturas seu ego.

BRASIL 3×0 ARGENTINA, 10nov16qui21h45. TEMPO nublado, temperatura 25º, sem vento, umidade 62%. LOCAL: Mineirão (60 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 10ª rodada, Eliminatórias Copa 2018. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: 53.490 presentes, R$12.726.250. ARBITRAGEM: Julio Bascuñan, Christian Schliemann, Marcelo Barraza (Chile). AMARELOS: Fernandinho, Marcelo, Mori, Otamendi, Biglia. GOLS: Coutinho, 22, Neymar, 45, Paulinho, 58. BRASIL: Alison, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda (Thiago Silva), Marcelo; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Neymar,  Philippe Coutinho (Douglas Costa); Gabriel Jesus (Firmino). T: Tite. ARGENTINA: Sergio Romero, Pablo Zabaleta, Nicolás Otamendi, Funes Mori e Emmanuel Más; Javier Mascherano, Enzo Peréz (Kun Aguero), Lucas Biglia e Angel Dí Maria (Ángel Correa); Lionel Messi e Gonzalo Higuaín. T: Edgardo Bauza.

Venezuela 0x2 Brasil: Líder!

terça-feira, 11 de outubro de 2016

O jogo visto pelo Globo Esporte: 

Compactação, pressão na saída de bola, triangulação e velocidade. O Brasil começou o jogo em cima da Venezuela, mas abusou do direito de perder gols no 1º tempo. Em certos momentos, a Seleção só tinha Alisson em seu campo de defesa. Dentro de suas limitações, os donos da casa até conseguiram levar perigo em alguns contrataques. Mas foi só. O primeiro gol saiu aos 7, num erro de passe do goleiro Hernández, seguido de um toque por cobertura de Gabriel Jesus. Poderiam ter saído outros antes do intervalo: Paulinho e Philippe Coutinho perderam boas chances.

A etapa final parecia um filme repetido. Assim como na inicial, o Brasil marcou logo no comçeo. Aos 52, após jogada trabalhada na esquerda, Renato Augusto cruzou e Willian fez 2×0. Perdendo em casa e precisando do resultado, a Venezuela se lançou ao ataque e assustou o Brasil algumas vezes, como no lance em que Alisson fez uma defesaça em cabeçada de Rondón. Mas deu ainda mais espaços pra equipe de Tite contratacar. E não fossem pelos gols perdidos por Paulinho, teria havido outra goleada.

VENEZUELA 0x2 BRASIL, 11out16ter21h30. TEMPO nublado, temperatura 16º, sem vento, umidade 89%. LOCAL: Metropolitano, Mérida, Venezuela. MOTIVO: 10ª rodada, Eliminatórias Sul-americanas, Copa, 2018. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: ARBITRAGEM: Víctor Carrillo, Jonny Bossio, Raúl Cruz (Peru). AMARELOS: Ángel, Velázques, Herrera. GOLS: Jesus, 7, Willian, 52. VENEZUELA: Daniel Hernández –Roberto Rosales, Wilker Ángel, José Manuel Velázquez, Feltscher — Tomás Rincón, Arles Flores (Yangel Herrera) — Adalberto Peñaranda (Otero), Juan Pablo Añor (Alejandro Guerra) — Josef Martínez, Salomón Rondón. T: Rafael Dudamel. BRASIL: Alisson — Daniel Alves, Marquinhos, Miranda,  Filipe Luis — Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto — Willian (Taison), Philippe Coutinho (Giuliano) — Gabriel Jesus. T: Tite.

Brasil 5×0 Bolívia: Neymar estraçaiou!

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

BRASIL 5×0 BOLÍVIA, 06out16qui21h45. TEMPO parcialmente nublado, temperatura 25º, vento 14 Km/h, umidade 83%. LOCAL: Arena das Dunas (42 mil), Natal. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: 30.013 pagantes, R$4.307.145, média R$144. ARBITRAGEM: Wilson Lamouroux, Alexander Guzman, Eduardo Díaz (Colômbia), AMARELOS: Neymar, Meleán, Azogue. GOLS: Neymar, 10, Coutinho, 25, Filipe, 38, Jesus, 43, Firmino, 75. BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda, Filipe Luís; Fernandinho, Giuliano (Lucas Lima), Renato Augusto; Philippe Coutinho, Neymar (Willian); Gabriel Jesus (Firmino). T: Tite. BOLÍVIA: Carlos Lampe, Erwin Saavedra, Ronald Raldes, Edward Zenteno, Marvin Bejarano; Jorge Enrique Flores, Joselito Vaca, Jhasmani Campos (Joselito Vaca), Juan Carlos Arce (Rodrigo Ramallo); Yasmani Duck, Marcelo Moreno. T: Ángel Guillermo Hoyos.

Brasil 2×1 Colômbia: Em 2º lugar

terça-feira, 6 de setembro de 2016

BRASIL 2×1 COLÔMBIA, 06set16ter21h45. TEMPO nublado, temperatura 25º, vento 3 Km/h, umidade 89%. LOCAL: Arena Amazônia (42 mil), Manaus. MOTIVO: 8ª rodada Eliminatórias Copa 2018. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: 36.601 pagantes, R$5.840.501, média R$160. ARBITRAGEM: Patricio Loustau, Ivan Nuñez, Gustavo Rossi (Argentina). AMARELOS: Medina, Paulinho, Marcelo, Neymar, Giuliano. GOLS: Miranda, 1, Marquinhos, 35 (c), Neymar, 74. BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda, Marcelo; Casemiro, Paulinho (Giuliano), Renato Augusto; Willian (Philippe Coutinho), Gabriel Jesus (Taison), Neymar. T: Tite. COLÔMBIA: David Ospina; Santiago Arias, Jeison Murillo, Oscar Murillo, Farid Díaz; Sebastián Pérez, Carlos Sánchez, Macnelly Torres (Cuadrado), James Rodríguez; Luis Muriel (Marlos Moreno), Carlos Bacca (Roger Martínez). T: José Pekerman.

Equador 0x3 Brasil: Toda glória a Jesus!

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

EQUADOR 0x3 BRASIL, 01set16qui18h. TEMPO chuvoso, temperatura 16º, vento 11 Km/h, umidade 86%. LOCAL: Olímpico Atahualpa, Quito. MOTIVO: 7ª rodada eliminatórias Copa 2018. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: 35.980. ARBITRAGEM: Enrique Cáceres Villafañe, Eduardo Cardoso Escobar, Milciades Saldivar Franco (Paraguai). AMARELOS: Bolaños, Montero, Paredes, Domínguez (E), Paulinho (B). VERMELHO: Paredes (E). GOLS: Neymar, 72 ℗, Jesus, 85 e 91. EQUADOR: Alexander Domínguez; Juan Carlos Paredes, Gabriel Achilier, Arturo Mina; Walter Ayoví,  Gruezo (Gabor), Cristian Noboa, Valencia, Jefferson Montero (Arroyo); Miller Bolaños, Felipe Caicedo (Ibarra). T: Gustavo Quinteros. BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos, Marcelo; Casemiro, Renato Augusto, Paulinho; Willian (Philippe Coutinho), Gabriel Jesus, Neymar. T: Tite.

Brasil 1/5x 1/4 Alemanha: Aqui, é campeão de tudo!

sábado, 20 de agosto de 2016

BRASIL 1/5×1/4 ALEMANHA, 20ago16sab17h30. TEMPO nublado, temperatura 25º, vento 16 Km/h, umidade 73%. LOCAL: Maracanã (78 mil), Rio de Janeiro. MOTIVO: Final do torneio olímpico 206. TRANSMISSÃO: Globo, SporTV, Band, Iespien, Fox. PÚBLICO: ARBITRAGEM: Alireza Faghani, Reza Sikhandan, Mohammadreza Mansouri (Irã). AMARELOS: Zeca, Gabigol (B); Selke, Prömel, Sven Bender, Süle (A). GOLS: Neymar, 26 (f), Meyer, 58. PÊNALTIS: Renato Augusto, Marquinhos, Rafinha, Luan e Neymar converteram (B); Ginter, Gnabry, Brandt e Süle converteram. Petersen desperdiçou (A). BRASIL: Weverton; Zeca, Rodrigo Caio, Marquinhos, Douglas Santos; Walace, Renato Augusto; Luan, Neymar, Gabriel Jesus (Rafinha), Gabigol (Felipe Anderson), T: Rogério Micale. ALEMANHA: Horn; Klostermann (Christiansen), Süle, Ginter, Toljan; Sven Bender, Lars Bender (Prömel), Meyer, Brandt; Selke (Petersen), Gnabry. T: Horst Hrubesch.

Brasil 1×2 Canadá: Nem bronze, Galvão!

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

BRASIL 1×2 CANADÁ, 19ago16sex13h. TEMPO ensolarado, temperatura 25º, vento 8 Km/h, umidade 57%. LOCAL: Itaquera (46 mil), São Paulo. MOTIVO: Disputa do 3º lugar do torneio olímpico de futebol feminino. TRANSMISSÃO: Globo, SporTV, Fox, Band, Iespien. PÚBLICO: 39.718.  ARBITRAGEM: Teodora Albon (Romênia), Petruta Iugulescu (Romênia), Maria Sukenikova (Eslováquia). AMARELOS: Marta, Andressa, Rafaelle. GOLS: Rose, 25, Sinclair, 52. BRASIL: Bárbara; Fabiana, Rafaelle, Mônica, Tamires (Erika); Thaisa, Formiga; Marta, Andressa (Poliane); Cristiane (Debinha), Beatriz. T: Vadão. CANADÁ: Stephanie Labbé; Josee Belanger, Buchanan, Shelina Zadorsky, Ashley Lawrence; Matheson (Sophie Schmidt), Desiree Scott, Jessie Fleming, Rose (Chapman); Melissa Tancredi (Janine Beckie), Christine Sinclair. T: John Herdman.