Arquivo da Categoria ‘Personas’

Sassá por Marcos Vinícius

sexta-feira, 26 de maio de 2017

O atacante Sassá está a caminho do Cruzeiro, trocado pelo armador Marcos Vinícius.

  • SASSÁ, Luiz Ricardo Alves, nascido no Rio de Janeiro, em 11jan94, atacante, 1,74m, destro, revelado e profissionalizado pelo Botafogo (09/11), com passagens pelo Botafogo (12/13), Oeste (14), Náutico (14) e Botafogo (15/17), marcou 42 gols em  134 partidas como profissional, média de 0,31. Títulos: Carioca 2013, Taça Guanabara 2013 e 2015, Taça Rio 2013, Brasileiro Série 2015.

Vc apoia essa troca, caro leitor? 

Com um serial killer no corpo

quinta-feira, 25 de maio de 2017

SERIAL KILLER, homofóbico e racista, o comunista Ernesto Guevara é cultuado por diversos profissionais do futebol.

Rede TV mostrou fotos de alguns usuários de estampas e tatoos do assassino argentino: Maradona, Veron, Prass, Neto e Egidio são alguns deles.

O site não mostra, mas temos também nossa cota de imbecilidade, com a idolatria dos cérebros de galinha da Máfia Azul pelo escroque nascido em Rosario.

E vc, caro leitor, também já tatuou a imagem do Ché em suas nádegas?

O pior time do país

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Aprendo muito com o torcedor cruzeirense das redes sociais. 

Tanto que recolhi algumas de suas avaliaçoes.

  • Fábio é cristão, velho, gordo e frangueiro.
  • Mayke só pensava na Europa.
  • Lennon não sabe marcar.
  • Ezequiel é bichado.
  • Leo é gordo.
  • Manoel ganha muito e joga pouco. 
  • Caicedo é baixote e ruim de bola.
  • Barbosa é irregular.
  • Bryan é tosco.
  • Fabrício deve ter empresário amigo do Mano.
  • Henrique é aéreo, não suja o calção e marca com os olhos.
  • Cabral é lento e não sabe marcar.
  • Elber é foguete molhado.
  • Alisson não sabe chutar.
  • Ábila não sabe jogar fora da área.
  • Neves é baladeiro.
  • Sobis não sabe fazer gols.
  • Rafinha só sabe marcar.
  • Arrascaeta é uruguaio sem raça.
  • Mano é retranqueiro. 

Por ora, salvam-se Rafael, Dedé, Hudson e Romero. 

E o torcedor dos teclados, o que é?

Bigode de lá não tem sido o de cá

quinta-feira, 27 de abril de 2017

WILLIAN marcou dois gols na virada do Palmeiras sobre o Peñarol, ontem. E já fez oito desde que chegou ao Parque Antártica, virando talismã do técnico Eduardo Baptista e xodó fa galera.

Pergunto ao prezado leitor cruzeirense:

  • Vc, que vaiou e pediu a saída do Bigode, está arrependido?
  • Ele teria lugar nesse time celeste?
  • Por que ele está fazendo lá os gols que não andava fazendo cá?

Revista de fofocas

quinta-feira, 27 de abril de 2017

EDUARDO BAPTISTA perdeu a calma. Na coletiva, após a vitória do seu Palmeiras, por 3×2, sobre o Peñarol, defendeu-se da acusação de ser maleável e ter escalado Roger Guedes a mando do diretor de futebol Alexandre Mattos.

O alvo de sua ira foi o mesarredondista e blogueiro Juca Kfouri, que havia publicado a historia da maleabilidade do técnico antes da partida em Montevidéu.

Baptista disse que o futebol está virando revista de fofocas. Eu acho que é pior. Tá virando hospício, isto sim. Mesarredondistas e seus seguidores passam o tempo distribuindo palpites, notícias infundadas e criticando jogadores e treinadores sem a menor preparação pra tal.

Assim como a literatura, o cinema e a música popular, o futebol também está chegando ao fim. Foi bom enquanto durou, mas acabou, virou coisa de gente doida. E gente doida é chata pra carvalho!

Goleiros

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Hoje é o dia do goleiro. Besteira. Mas vamos aproveitar a data pra escolher:

  1. Quem foi o melhor goleiro que vc viu jogar?
  2. Quem é o melhor goleiro brasileiro da atualidade (atuando aqui e alhures)?
  3. Quem foi o melhor goleiro da historia do Cruzeiro?

Meus votos: Buffon, Danilo e Fábio.

Lennon gospel chegou

quarta-feira, 12 de abril de 2017

John LENNON Silva Santos, lateral direito, nascido em Araguaina, Tocantins, em 29dez91, destro, 1m77 e 75 Kg, foi contratado pelo Cruzeiro.

Com nome de roqueiro, mas apreciador do gospel, ao longo da carreira, ele defendeu Inhumas, Madureira, Vila, Anápolis, Botafogo, Goianiense, Glória, Sergipe e o Cruzeiro gaúcho.

Mano foi quem mandou contrata-lo. O caro leitor também mandaria? Ou acha que ele não tem futebol pra concorrer com Ezequiel e Mayke?

Mano foi salomônico?

sábado, 25 de março de 2017

MANO MENEZES estah fazendo a escolha certa ao dar a vaga do lesionado volante Henrique a Hudson, deixando Romero, que tem mais tempo no elenco e a simpatia da torcida, no banco? 

Rafinha, pelo estilo de jogo, não seria o substituto ideal do lesionado Robinho? Ou ja esta mesmo na hora de mexer no esquema escalando um centroavante de oficio? 

Vc estah com a palavra, tático e salomônico leitor.

Cruzeiro precisa do Everton Ribeiro?

quarta-feira, 22 de março de 2017

EVERTON RIBEIRO está voltando ao Brasil.

Torcida celeste, embora não esteja pagando o carnê, nem comparecendo aos jogos, quer sua contratação. 

O comentarista Bruno Furletti discorda: 

  • O Cruzeiro precisa contratar um atacante (com ou sem o Ábila) e não ficar sonhando com a volta do Everton Ribeiro para um time já cheio de armandinhos.

Vc concorda com o Bruno, caro leitor? 

Tsunamis sucessivos

terça-feira, 14 de março de 2017

FÁBIO é o melhor goleiro da história do Cruzeiro, depois do lendário Geraldo II. É também o jogador que mais vestiu a camisa celeste.

Deve ser titular, qualquer que seja o critério de análise. Mas não poderá tomar gol, se voltar ao time. De jeito nenhum. Nem de pênalti.

Se tomar um gol, o exército dos espiroquetas de teclado se levantará, em poderosa rebelião, pra derrubá-lo. E, junto com ele, Mano Menezes.

Mano, em tese, poderia evitar este mais do que previsível desfecho, mantendo Rafael titular. Mas, com Fábio no banco, ao primeiro gol em bola defensável, caem juntos técnico e goleiro.

Serão ambos liquidados pelos mesarredondistas de Norte a Sul deztepaiz. E, como se sabe, cartolas não têm personalidade pra bancar nada contra os boquirrotos.

Fato é que, qualquer que seja o goleiro, o Cruzeiro será engolido por tsunamis sucessivos. Não há saída. Nenhum time do mundo escapa da burrice de seu torcedor.