Arquivo da Categoria ‘Números’

Catimba: um ranking pra desasnar palpiteiros

domingo, 8 de julho de 2018

CATIMBA na Copa: um ranking pra desasnar mesa-redondistas e seus seguidores:

O FiveThirtyEight, site americano especializado em análise de dados e previsão de resultados, fez levantamento de quanto tempo cada seleção da Copa gasta pra atividades como tiro de meta e substituições quando está à frente no placar –a popular “cera”.

O resultado é surpreendente para aqueles que apontam o Brasil como o mais catimbeiro. A seleção de Tite chega a ser até mais rápida quando está em vantagem, com média de dois segundos a menos nas cinco situações de jogo analisadas: escanteios, faltas, tiros de meta, substituições e arremessos laterais.

O time que apresentou maior variação de tempo nessas situações foi o Peru –seis segundos a mais pra cada uma delas, lembrando que a seleção peruana só esteve em vantagem diante da Austrália, na última rodada da fase de grupos, quando já estava desclassificada.

A surpresa vem a seguir: quatro seleções europeias fecham o “top 5”. Sérvia e Suécia  (5,7 segundos a mais), França (5,6seg) e Inglaterra (4seg) estão entre as equipes que mais fizeram “cera”, de acordo com o levantamento.

“À medida em que analisamos os dados e mapeamos cada paralisação do jogo na Copa, pudemos ver claramente algumas tendências. O time que está vantagem leva mais tempo pra desempenhar até a mais simples das tarefas, como um tiro de meta”, diz o jornalista David Bunnell.

O México aparece em 7º no ranking, atrás do Senegal. No jogo que resultou na eliminação dos mexicanos, nas oitavas de final, o técnico Juan Carlos Osorio reclamou muito do “tempo gasto com um único jogador” do Brasil, numa referência clara a Neymar. O levantamento, contudo, mostra que mexicanos fizeram mais cera do que a seleção brasileira na Copa.

Mas houve também reclamação de uma seleção sul-americana (a Colômbia) contra uma europeia (a Inglaterra). O time colombiano reclamou muito da cera dos ingleses na etapa final do tempo normal do duelo válido pelas oitavas de final. Algo que o jornal The Times, um dos mais conceituados do Reino Unido, viu como algo positivo, destacando que a Inglaterra “aprendeu a ser malandra”.

RANKING da catimba: -5,6 Polônia … -2,0 Brasil … -1,4 Japão … +0,1 Bélgica … +0,5 Croácia … +1,2 Rússia … +1,7 Espanha … +1,9 Uruguai … +2,3 Portugal … +2,8 México … +3,7 Senegal … +4,0 Inglaterra … +5,0 França … +5,7 Suécia e Sérvia … +6,1 Peru.

GLOBO ESPORTE (condensado)

Simpatizantes

quinta-feira, 10 de maio de 2018

IBOPE pesquisou torcidas. Com uma novidade: o percentual de simpatizantes de cada uma. 

O Cruzeiro tem 4%º dos torcedores do País, sendo 24% deles apenas simpatizantes.

A Franga, tem 3% dos torcedores brasileiros, sendo 26% meros simpatizantes.  

O América tem menos de 0,5% da torcida, com 93% do contigente constituído por simpatizantes.

Desce pelo ralo mais uma baboseira dos emplumados, a de que são todos fanáticos.

Números do Cruzeiro em 2018

terça-feira, 8 de maio de 2018

CRUZEIRO em 2018: 

  • JOGOS: 2×0 Tupi — 0x0 Caldense — 4×0 Uberlândia — 2×1 Tombense — 1×0 América — 2×0 Democrata — 1×0 Villa — 3×0 Boa — 2×4 Racing — 1×0 Mineiro — 3×0 Urt — 1×1 Patrocinense — 2×0 Patrocinense — 1×0 Tupi — 2×1 Tupi — 1×3 Mineiro — 0x0 Vasc0 — 2×0 Mineiro — 0x1 Grêmio — 0x0 LaU — 0x1 Flu — 7×0 LaU — 0x0 Inter — 4×0 Vasco — 1×0 Botafogo
  • NÚMEROS: Jogos: 25 jogos, 16 vitórias, 5 empates, 4 derrotas, aproveitamento de 71%, 42 gols a favor, 12 gols contra. 
  • ARTILHEIROS: 8 Neves — 6 Arrascaeta, Rafinha — 4 Sassá, Sobis — 3 Raniel — 2 Robinho, Mancuello — 1 Leo, Dedé, Hermes, Cabral, Fred, Rafamarx, (1 contra). 
  • ASSISTENTES: 7 Egídio — 3 Arrascaesta, Edílson,  Neves, Sobis, Robinho — 2 Henrique, Mancuello, Rafinha, Raniel — 1 Manoel, Murilo, Romero, Sassá.
  • PÚBLICO: 47.499 América — 46.080 Tupi — 44.253 Mineiro — 35.33 Vasco  — 33.87 Tupi —30.252 LaU — 29.677 Villa — 23.467 Uberlândia — 20 015 Urt — 17.049 Botafogo — 15.946 Boa.

Satisfeito, prezado leitor? Não? O que precisa ser mudado, então?

Cruzeiro tem a maior torcida Off Eixo

sexta-feira, 13 de abril de 2018

DATAFOLHA pesquisou o tamnho das torcidas brasileiras. Eis o ranking:

  • BRASIL: 31% Nenhum-Outros — 18% Fla — 14% Corintiãs — 8% Saumpaulo — 6%  Palmeiras — 4% Cruzeiro, Vasco — 3%, Grêmio, Inter, Santos — 2% Franga — 1% Bahia, Bota, Flu, Vitória.
  • SUDESTE: 21% Nenhum — 19% Corintiãs — 14% Fla — 10% Saumpaulo — 8% Cruzeiro, Palmeiras — 5% Franga —  4% Santos, Vasco — 35 Outro — 2% Bota, Flu.
  • SUL: 20º Grêmio — 18% Inter, Nenhum — 12% Corintiãs — 9% Outro — 8% Fla — 5% Saumpaulo — 4% Palmeiras — 3% Santos — 1% Cruzeiro, Bota, Vasco.
  • NORDESTE: 26% Nenhum — 23% Fla — 21% Outro — 9% Corintiãs — 6% Bahia — 5% Vasco — 4% Palmeiras — 3% Vitória — 1% Bota, Flu, Santos.
  • NORTE 37% Fla — 19% Outro —- 17% Nenhum —8% Corintiãs — 7% Vasco — 6% Saumpaulo — 3% Palmeiras — 1% Bota, Flu, Santos.
  • CENTRO-OESTE: 28% Nenhum — 23% Fla — 15% Corintiãs — 9% Saumpaulo — 7% Outro — 6% Palmeiras — 4% Santos — 2% Vasco — 1% Cruzeiro, Franga, Bota, Flu, Grêmio, Inter.

A loucura

sexta-feira, 30 de março de 2018

ZEZÉ PERRELLA disse ter deixado o Cruzeiro, em 2011, com uma dívida de R$120 milhões. Segundo ele, uma dívida dos 90 anos do clube, até então. 

Disse também, que nos seis anos de Gilvan na presidência, mais de R$280 milhões foram somados à dívida, que agora passa dos R$400 milhões. 

Segundo ele, os caras enlouqueceram coma decisão de campeonato a qualquer custo. 

Pergunto ao caro desportista e financista leitor: Vale a pena cometer loucuras financeiras a fim de campeonar? Vc faria isto?

A conta chegou

sábado, 10 de março de 2018

JAECI CARVALHO, em sua coluna no Superesportes: 

“Uma fonte do Cruzeiro revela à coluna que a dívida do clube hoje está na casa dos R$370 milhões. R$200 milhões refere-se a dívida de premiação, direito de imagem e outras despesas. R$170 milhões estão sendo pagos no Refis e Profut, cujo valor mensal é de R$400 mil. A diretoria negocia o pagamento de impostos, na casa dos R$12 milhões, referentes ao fundo de garantia não recolhido. Em contrapartida, o clube aumentou o número de sócios adimplentes de 36 mil para 50 mil. O objetivo é chegar até julho aos 100 mil sócios pagando em dia. Não será difícil, pois o Cruzeiro tem colocado público excepcional em seus jogos. Quarta-feira, em partida que nada valia, pois o time já tinha oito pontos de vantagem para o segundo colocado, foram 35 mil pagantes no Mineirão. O ex-presidente Gilvan de Pinho Tavares, bicampeão brasileiro e campeão da Copa do Brasil, nega que a dívida esteja nesses valores e diz que deixou o clube bem equacionado, principalmente com o Refis”.

Quando eu escrevi que o clube não estava pagando em dia e nem honrando compromissos com outros clubes, vários comentaristas duvidaram.

Não há mistérios. Notícias vazam. Ainda bem. Agora, é coma torcida. A mesma que fechou os olhos pra gastança.,preocupada apenas os títulos. 

Avisando que essa história de ingresso médio a R$11 não vai resolver o problema. Nem a associação a R$12 por mês. Pensem nisto.

De fato…

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Borja custou R$33 milhões, Diegossouza, R$10,5 milhões, Dourado, R$11 milhões e, agora, Bebezão, R$12 milhões.

Conclusão do meu amigo Rogério Bastos: “Fred tá ficando cada dia mais barato!”. 

E num é que é? 

Gangorra

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

CRUZEIRO espera chegar aos 100 mil sócios no decorrer desta temporada. Atualmente, tem 70. Mas só 45 mil pagam em dia. 

Eu aposto que, se o time avançar na Libertadores, a marca de 100 mil será quebrada sem muita dificuldade. 

Se tropeçar, contudo, cai pra 50 mil. A infidelidade não é exclusividade da torcida celeste, mas ela é líder na prática.

Pergunto ao caro leitor: Existe alguma chance de que essa postura mude? Ou essa gangorra é pra sempre?

Estão confiando em vc, torcedor

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

CRUZEIRO tomou R$50 milhões emprestados com um banco pra quitar folhas atrasadas. 

Aqueles calotes salariais de que falei aqui (e fui contestado pelas polianas) estão escancarados. 

O clube podia ter perdido jogadores por atrasos de pagamentos. Como aconteceu com o Santos e o Fluminense. 

Pro torcedor, esses problemas não interessam, são chatos, irritam quando alguém os levanta. Mas nem por isso deixam de existir.

Agora, o pior da história: a nova diretoria espera quitar o empréstimo em seis meses. Com ajuda do torcedor que, ela imagina, vai comprar camisas, ingressos e se associar. 

Pago pra ver.

Soccerex põe brasileiros no final da fila

sábado, 6 de janeiro de 2018

O SOCCEREX publicou seu Football Finance 100, relatório que leva em conta balanços dos clubes e dados da Uefa, Financial Times, Bloomberg, Yahoo Finance, Forbes, Transfermarkt e Hoovers.

As variáveis analisadas são valor de mercado do elenco, ativos fixos, tesouraria, investimento potencial do proprietário e dívida líquida.

Os dez clubes com maior potencial são, pela ordem: City, Arsenal, Paris, Evergrande, Tottenham, Madrid, United, Juventus, Chelsea e Bayern.

Os brasileiros estão léguas atrás dos mais fortes: Paranaense é o 61º, Internacional, 63º, Corinthians, 71º, São Paulo, 84º, Cruzeiro, 85º, Palmeiras, 87º, Fluminense, 92º, Flamengo, 94º, Grêmio, 95º, Mineiro, 96º, e Santos, 98º.