Arquivo da Categoria ‘Mundo’

Van Basten prenhe de propostas

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Marco VAN BASTEN, agora diretor da Fifa quer mudar o futebol.  Sugestões

  1. Fim do impedimento
  2. Fim das prorrogações
  3. Fim das disputas por pênaltis
  4. Cartão laranja pra tirar botineiro de campo por dez minutos
  5. Mano a mano entre goleiro e ahogador de linha pra decidir jogos empatados
  6. Aumento do número de substituições.
  7. Jogo dividido em 4 tempos
  8. Cronômetro parado nos últimos 10 minutos pra evitar perda de tempo nas bolas paradas
  9. Só capitão podendo conversar com o juiz
  10. Limite de 60 jogos por ano para os atletas.

Apoio as propostas 2, 6, 9 e 10.

Oliú ou Futebol?

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

MERYL STREEP chamou de idiotas os fãs de futebol e de lutas. Ela só aprecia quem gosta da subcultura de Oliú. Além de puxa-saco e superestimada, pretensiosa.

Eu não troco jogo do Cruzeiro por nenhuma dessas historietas oliudianas. Vc troca, caro leitor? Tem mais: prefiro a Glória Pires falando de cinema do que a Meryl Streep.

Bravo, Cabañas!

sábado, 7 de janeiro de 2017

CABAÑAS, ex-centroavante do América do México e da Seleção Paraguaia:

  • “Não guardo rancor à pessoa que me deu o tiro. Me aconteceram muitas coisas, mas o que mais falta me faz é jogar futebol, defender as cores do América e da minha seleção. A verdade é que, com o tiro, me dei conta de que minha ex-mulher só me queria pelo meu dinheiro. Me roubou tudo, enquanto eu estava lutando pra viver. Eu não tenho amigos, porque quando o dinheiro acabou, se foram os que diziam ser meus amigos. Cada dia que levanto, agradeço a Deus por estar vivo, por perceber que o dinheiro não é tudo na vida e com orgulho digo que vendo pão e ajudo meus pais com as despesas”.

Cabañas virou padeiro e vive no Paraguai.

Isso dá pra fazer?

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

JR GALVÃO não quer saber de chororô por conta do calendário:

  • Este ano, o Nacional de Medellin disputou tudo nas cabeças, conquistando Libertadores e Copa da Colombia E ainda chegou à final da Sulamerican, está na semifinal do Colombiano e vai disputar o Mundial. Tudo isto sem o técnico Reinaldo Rueda se queixar do calendário. Ele entrou em todas as competições pra ganhar. Deveria servir de exemplo, já que por aqui é uma choradeira só. Se o time disputa dois títulos, parece ser impossível tentar ganhar ambos. Mais um belo exemplo dos colombianos, em quem os brasileiros deveriam mirar neste momento.

Sua opinião, por favor, caro leitor!

Um sobrevivente falou

domingo, 4 de dezembro de 2016

ERWIN TUMIRI, técnico aeronáutico, sobrevivente da queda do avião da Lamia, contou ao Fantástico:

  • Avisaram que iríamos pousar, pouso normal. Eu não disse nada à imprensa sobre ter cumprido os protocolos pra situação de risco. Ninguém percebeu que ia cair. Estavam todos prontos pra pousar normalmente. Em nenhum momento, fiquei na posição fetal. A preparação era pra pouso normal.
  • O técnico Caio Júnior estava me ensinando a falar português. Quando disseram “afivelem os cintos, vamos pousar”, todos voltaram a suas poltronas. As luzes se apagaram e começou a vibrar. Pensei que era do pouso, mas não foi. S;o ouvi o barulho, não me lembro de mais nada. Depois me levantei do chão.
  • Foi como num pesadelo, eu nem acreditava. Acordei e pensei: “O que aconteceu aqui?”. O que fiz foi pegar minha lanterna, iluminar e gritar por socorro. Comecei a piscar a lanterna pra que me vissem. Ximena estava a cinco metros de mim, eu estava com o rosto no chão e levantei assustado. Levantei e corri em direção a ela. Ela estava presa e gritando. Quando me viu foi se acalmando e eu disse: “Vamos embora”. Estava no mato, tudo escuro, pensei em ir em direção ao aeroporto. Vi muitos corpos espalhados, mas não tinha o que fazer. Não via sinais de vida e, além disso, me preocupava se o avião fosse explodir e se desmanchar. Por isso, fui me afastando com Ximena.
  • Nós, técnicos, fazemos o pré-voo. Temos uma lista de checagem de tudo que é preciso fazer no avião. A Lamia tem seu gerente, seu pessoal, é outra coisa. Eu faço meu trabalho. Sei tudo o que me ensinaram sobre o avião. Fiz o relatório informando que íamos até Cobija. Na decolagem, voltei a perguntar sobre a escala e o piloto disse: “Não, vamos pra Medellín”.
  • Cálculo de autonomia e carga quem faz é o despachante de voo. É responsabilidade da Lamia. Eles sabiam o peso e o combustível correspondente. Eles me diziam qual era o combustível necessário pra abastecer. Supus que sabiam o que faziam. Acho que pode não ter sido uma boa ideia do piloto ou da pessoa responsável na Lamia ter tomado essa decisão.
  • Poderia me fazer ouvir pelo piloto: “É assim que tem ser e vai ser assim”. Essas decisões não deferiam ser tomadas de maneira tão individual, Deveriam nos comunicar pra onde vamos, o que vamos fazer. A tripulação teria que saber. Eu diria que faltou um pouco mais de liderança ao piloto pra se por de acordo com toda a tripulação.
  • Vou continuar com meu trabalho, continuar me preparando pra não deixar de voar. Quero terminar meu curso de pilotagem, quero ser piloto comercial.
  • Um dia quero ir a Chapecó, conhecer a cidade. Às vezes, sinto como se tivesse sido salvo por eles. Como se eles tivessem dado sua vida pela minha. Por isso, quero conhecer essa cidade.

Novidades táticas na Europa

sábado, 3 de dezembro de 2016

O CHELSEA, líder da Premier League, vem de duas vitórias de virada sobre o Tottenham Spurs (2×1) e o Manchester City (3×1).

Narradores e comentaristas brasileiros não se cansam de elogiar o time do Oeste de Londres. Eu preferi analisar as novidades táticas dos blues. Ei-las:

  • Defesa com três beques,
  • Centroavante puro-sangue e
  • Técnico motivador.

Estou impressionado com tantas novidades num mesmo time. Esse diploma Uefa é mesmo um diferencial e tanto…

Perdeu a graça

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

O futebol perdeu a graça. Está difícil pensar, escrever ou discutir algo sobre o jogo.

Resta pensar, rezar ou torcer pela saúde dos sobreviventes e se colocar ao lado dos familiares dos mortos.

Os sobreviventes

terça-feira, 29 de novembro de 2016

GUILLERMO MOLINA, médico e diretor do Hospital San Juan Dios, de La Ceja, esclareceu a situação dos sobreviventes do acidente que vitimou a maior parte da delegação da Chapecoense.

  • “Chegaram vivos aqui o Rafael Henzel, jornalista de Chapecó, e um jogador da Chapecoense, o Alan Ruschel. Os dois não estavam com consciência total, mas em um estado complicado geral. O Neto chegou em estado muito severo, comprometimentos encéfalo-craniano e do tórax, fraturas expostas de membros inferiores, foi entubado, passou por exames, está em cirurgia. O Alan Ruschel chegou entre 2h30 e 3h da manhã (horário local), estava com uma fratura no membro inferior, comprometimento abdominal, e uma fratura de vértebra. Foi transferido pra outra clínica a fim de realizar exames e outros procedimentos porque necessitou de imobilização na coluna. Conversei com o médico do hospital San Vicente Fundación e ele me disse que o Danilo morreu e o Jackson Follman teve de amputar um membro inferior.”

Resta torcer pra que todos sobrevivam. Eles e os tripulantes bolivianos Erwin e Ximena Suarez.

Acidente com avião da Chape

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Acidente com avião da Chape. As notícias:

  • 02h. Desapareceu avião da empresa boliviana Lamia, que transportava o time da Chapecoense para a primeira final da Copa Sul-americana. Autoridades colombianas informam que havia 72 passageiros e 9 tripulantes a bordo e que há sobreviventes.
  • 03h Avião era usado por diversos times e seleções sulamericanas. Empresa tinha experiência dm voos no continente.
  • 04h Avião localizado. Caiu quando se preparava para aterrissagem de emergência. Há sobreviventes. Equipes de resgate já estão no local.
  • 05h Rafael Lima, Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei, Hyoran, Martinuccio, Moisés e Nivaldo são os jogadores que não viajaram para decisão.
  • 05h30 Alan Ruschel foi o primeiro resgatado. Já está no hospital de La Ceja. Espera-se por mais 14 sobreviventes. Pode haver mais sobreviventes.
  • 05h40 Goleiro Danilo já ligou pra mulher dele informando que está passando bem.
  • 05h50 Follman, goleiro reserva, que defendeu a Urt no Mineiro, está no hospital. Uma aeromoça boliviana, Ximena Suarez, também está salva.
  • 06h Rádio Caracol informa haver 25 mortos.
  • 06h05 Sérgio Manoel e Ananias são os dois ex-cruzeirenses que estavam no voo da Lamia.
  • 06h10 Rafael Gobato, fisiologista, foi resgatado com vida.
  • 06h30 Mário Sérgio, Dewa Pascovich, Paulo Júlio Clement e Victorino Clermont, todos da Fox, estão entre os mortos.
  • 07h Rafael Hanzel, jornalista de Chapecó, foi resgatado com vida.
  • 07h20 76 mortos, informa Radio Caracol.
  • 09h Neto, beque da Chape, resgatado com vida.
  • 10h Danilo, goleiro, um dos primeiros resgatados, morreu no hospital.
  • 14h Ruschel sofreu fratura na coluna e está sendo operado. Follman teve uma perna amputada.

Jogos que não são da nossa conta

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Estamos em férias e nada disso é da nossa conta, mas a gente corneta assim mesmo:

  • Copa Paulista, primeiro jogo das finais: XV Piracicaba 2×0 Ferroviária.
  • Champions League: Rostov 3×2 Bayern. O time russo é o 6º colocado no campeonato nacional.
  • Sul-americana: Chapecoense 0x0 San Lorenzo. Chape está na final contra Nacional Medellín ou Cerro Porteño.
  • Copa do Brasil: AtléticoMG 1×3 Grêmio. Como não tem gol qualificado, nada ficou resolvido.

Quem viu e tiver algo a comentar, pode meter a boca no trombone.