Arquivo da Categoria ‘Mundo’

Primeira Liga Mundial

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Criei uma liga. Não uma porqueira, como essa do GPT, mas um troço de responsa, com times de ponta.

  • Real, Barça, Bayern, Inter, Milan, Juve, Chelsea, ManU, ManC, Liverpool, Paris, Cruzeiro, Corintiãs, Boca, River, Colo Colo, América, Galaxy, Shandong, Verdy.

Pra evitar surpresas, fiz a projeção dos pontos que o Cruzeiro poderia faturar.

Real, Barça, Bayern, Paris, 0

Juve, ManU, ManC, 1

River, Boca, Corintiãs, 2

Inter, Milan, Chelsea, Liverpool, Colocolo, 3

América, Shandong, Galaxy, 4

Verdy, 6

TOTAL: 42 pontos

Imagino que dê pra se manter na primeira divisão. E vc, matemático leitor, o que opina?

Qual?

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Dúvidas:

  1. Se KOBE BRYANT resolvesse esticar a carreira por mais um ano, em qual time da NBA ele seria mais útil?
  2. Se FRED largasse o Flu, em qual ataque da Séria A do Brasileiro ele se encaixaria melhor?
  3. Se TOM BRADY fosse demitido do Patriots, qual time da NFL ele levaria à conquista do Superbowl?
  4. Se DILLMA ROUSSEFF renunciar à presidência do Brasil, em qual país ela daria um jeito?
  5. Se ADRIANO IMPERADOR resolver jogar futebol de novo, qual time o receberia de braços abertos?

Meus palpites: Knicks, Botafogo, Cowboys, Tonga e Villa Nova.

Lembrando ao comedido leitor, que sí vale uma resposta pra cada questão.

Sueli Pereira, rainha brasileira na Corrida de Reis

domingo, 10 de janeiro de 2016

SUELI PEREIRA, do Cruzeiro, ficou em 3º lugar (primeira brasileira) na 31ª Corrida de Reis, em Cuiabá. Ela cruzou a linha de chegada, após correr 10 Km em 35’10”, carregando a bandeira do Maior de Minas.

DELVINE MERINGOR, do Quênia, campeonou com 35’06”. A vice foi a tanzaniana FAILUNA MATANGA, com 35’10”.

Perfumo e mais dez

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

SELEÇÃO ARGENTINA de todos os tempos:

  • Fillol, Zanetti, Perfumo, Passarella, Tarantini; Brindisi, Redondo, Maradona; Messi, Batistuta, Kempes. 

A eleição foi coordenada pela Federação Argentina de Futebol.

Oito descendentes de italianos.

Dois jogaram em times brasileiros, um deles no Cruzeiro.

Vela de Ré, nova modalidade olímpica

sábado, 26 de dezembro de 2015

DORIAN VAN RIJSSELBERGHE, velejador holandês campeão olímpico em Londres, após disputar a Copa Brasil de Vela:

“Era comum que sacos plásticos prendessem na quilha. Isso aconteceu com meu companheiro de treino 13 vezes durante uma regata. Tivemos que navegar de ré pra tirar o lixo que se prendia na prancha. Como será nos Jogos Olímpicos? Velejadores navegando de ré pra vencer a corrida? Isso é o que acontecerá se ninguém tomar medidas drásticas pra mudar a poluição da água. A Baía de Guanabara tem tantos sacos plásticos que a população do mundo todo poderia usá-los em suas compras de Natal. Em resumo, a água é nojenta e perigosa.”

Cidade maravilhosa / Cheia de encantos mil / Cidade maravilhosa / Coração do meu Brasil

Pedaladas à chinesa

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Um post-detox, a pedido do Sérgio Luiz. O artigo é de Valentin Schmid, do Epoch Times em China

China falsifica dados econômicos

Todo mundo sabia, mas demorou um pouco para que se tornasse oficial. Os valores do PIB chinês são exagerados. A confirmação de que os dados vêm sendo inventados há um longo período de tempo, pelo menos regionalmente, é da agência de notícias Xinhua, porta-voz oficial do governo chinês.

Esta informação veio à tona assim que o Escritório Nacional de Auditoria admitiu que o PIB é basicamente inventado. O órgão já havia feito, anteriormente, um relatório, que não chegou a divulgar, diz o China Daily. “Um conselho em Liaoning reportou receitas fiscais anuais 127% mais elevadas do que o número real”, relatou o diário.

A agência Xinhua, por outro lado, mencionou uma velha máxima: “Se os dados anteriores não tivessem sido inflados, os números atuais de crescimento não iriam mostrar uma queda tão abrupta.” De acordo com o China Daily, as autoridades locais também manipularam valores dos investimentos e exageraram em pelo menos 20% no caso da província de Heilongjiang. Eles fingiam que mesmo os contratos não assinados eram investimentos reais, independentemente do dinheiro real estar envolvido ou não.

“As estatísticas oficiais têm problemas metodológicos profundos. O número do PIB realmente não diz muito sobre o crescimento da economia como um todo”, diz Leland Miller, do China Beige Book, empresa de pesquisa que, entre outras métricas, entrevista milhares de empresas pra manter-se a par de seu crescimento.

Segundo a imprensa oficial, vários dados sobre o crescimento da economia foram inventados, o que é uma das razões por que a maioria dos investidores e analistas também não acreditam nos números da previsão de crescimento do país. “A economia que não está crescendo 7%, como informa o governo,  está mais pra 1% ou 2%. Em Pequim, à boca pequena, se admite que o crescimento é, na verdade, em torno de 2,2% “, diz Gordon Chang, autor do livro “T”.

Wilbur Ross, investidor americano, conferiu os dados da produção e do consumo reais pra fazer a sua própria avaliação, ao invés de confiar apenas nos dados oficiais: “A economia chinesa não está crescendo a 7%. Sentimos, há um par de anos, que esses números eram muito, muito generosos. Indicadores físicos como consumo de eletricidade, gás natural, petróleo, cimento, aço, telecom e vendas no varejo não estão crescendo a 7%. Muito menos as exportações.”

Fica a questão: Afinal de contas, qual é o verdadeiro PIB da China, depois de tudo? Ninguém sabe ao certo… 

Ruim pra China, pior pro Brasil. Lá se vai mais uma âncora.

Como colocar Itabira no mapa do futebol

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Com a conquista da Copa Fifa de Clubes, o Barcelona chegou a 22 troféus internacionais conquistados.

São 5 Copas da Europa, 5 Supercopas da Europa, 4 Recopas da Europa, 3 Copas de Cidades-feiras, 3 Copas Fifa de Clubes e 2 Copas Latinas.

Em seguida, aparecem Milan , Real Madrid e o egípicio Al-Ahly, com 20 canecos internacionais.

Nas Américas, o Boca tem 18, Independiente, 16, São Paulo, 12, River, 9, Peñarol, 8, Cruzeiro, 7, Vélez e Nacional, 6.

Em números, o Barça é o maior, mas em qualidade, o Real, com 10 títulos de campeão europeu, tem mais hierarquia.

Para os mesarredondistas brasileiros, o sucesso do Barça se deve às suas canteras, aos técnicos com diploma Uefa, ao sistema de jogo e cousa e lousa.

Eu acho que é tudo por conta da grana. E dasafio: dêem ao VALERIODOCE o orçamento do Barça e, em uma década, Itabira será maior do que a Catalunha.

Barça 3×0 River: A grana venceu de novo

domingo, 20 de dezembro de 2015

O Barça venceu o River, por 3×0, em Yokohama, e conquistou pela terceira vez o Torneio Fifa de Clubes.

Não perdi meu tempo vendo esse jogo de cédulas marcadas. Foi mais uma vitória do dinheiro.

Para os mesarredondistas e seus seguidores, contudo, é a vitória do jeito de jogar europeu, da escola de técnicos da Uefa e tolices afins.

Poha nenhuma! Se derem ao VALERIODOCE a grana do Barça, todo ano Itabira assistirá desfile de campeões fifa em cima do caminhão dos bombeiros.

Não ponhou reparo?

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Se vc tem memória curta ou não tá prestando atenção em poha nenhuma, o PHD te ajuda se lembrar:

  1. Hoje é o Raja Day.
  2. Carlos Miguel Aidar foi um dos idealizadores do Clube dos 13.
  3. Carlos Miguel Aidar foi o cara mais importante da Copa União.
  4. Keith Richards completa 72 anos, hoje.
  5. Levy pulou da barca furada, ontem.

E segue o jogo!

De gente pra gente, sem governo

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

RYAN HRELJAC, canadense, 24 anos, é amigo de milhares de ugandenses.

Quando tinha 6 anos, ele ouviu a professora dizer que muitas crianças morriam de sede na África e quis saber quanto custaria levar água a elas.

Ela disse que a WaterCan perfurava poços ao custo de U$70.

Em casa, Ryan pediu o dinheiro à mãe e ouviu que deveria se encarregar de algumas tarefas domésticas pra obter a grana.

Semanas depois, o garoto foi à sede da WaterCan comprar um poço pros meninos da África. Mas o preço real era de U$2.000.

Susan, sua mãe, deixou claro que não poderia lhe dar essa grana toda, nem que ele cumprisse tarefas domésticas até o fim da vida.

Ryan não se abalou. Pediu ajuda a parentes, colegas, vizinhos e amigos até juntar o dinheiro.

Em janeiro de 1999, com a grana levantada um poço foi perfurado numa vila em Uganda.

Ryan se entusiasmou, criou uma fundação, rodou o mundo em busca de donativos e não parou mais de perfurar poços nas áreas secas da África.