Arquivo da Categoria ‘Mundo’

No terceiro dia, vc estará domesticado

sexta-feira, 24 de abril de 2015

ONTEM:

  • Aviso da Federação Atleticana de Futebol! Quem chamar a Federação Atleticana de Futebol de Federação Atleticana de Futebol será processado pelo chefão da Federação Atleticana de Futebol.

HOJE:

  • O governo da Turquia informa! Quem chama de gonocídio o genocídio de um e meio milhão de armênios em 1915, não sabe a história oficial do genocício que não queremos que seja chamado de genocício.

AMANHÃ:

  • Algum nerd vai criar um aplicativo pra se consultar a opinião de quem mata, rouba e pratica safadezas. Com essa ferramenta, vc vai se expressar em conformidade com ditames de meliantes, ditadores e malfeitores variados.

Americanização do futebol francês

sexta-feira, 3 de abril de 2015

L’ÉQUIPE informou, no primeiro de abril, que a liga francesa vai se americanizar a partir de 2018.

  • Devido ao crescente sucesso do futebol nos Estado Unidos, atestado por recordes de audiência na Copa 2014 -25 milhões de espectadores viram USA x Portugal, o equivalente à soma dos públicos das finais do baseball e do basquete transmitidas dias antes- a Liga de Futebol Profissional (LFP) decidiu redesenhar e ostentar em 2018 os novos distintivos de seus clubes, segundo modelos da NBA. Desde sua reeleição em 2012, pra chefia da LFP, Frederic Thiriez tem a mundialização do futebol francês como prioridade. Em 2014, ele assinou contrato de 6 temporadas por €480 milhões com a Sports Network beIN, triplicando os atuais direitos de televisionamento internacional da Ligue 1. O acordo contempla o princípio da garantia mínima. Se a beIN revender seus direitos a outros operadores, a LFP será reembolsada com metade da receita gerada acima do mínimo pactuado. É a chance do campeonato francês conquistar o mercado americano e recuperar-se de seu atraso em relação a outras ligas europeias.

O Cruzeiro também podia redesenhar seu vetusto escudo. Ou não?

Quanto à venda dos direitos de TV do Morrinhão pra beIN, bom, vai demorar.

Bem antes do primeiro de abril, o BIRD informou que o Brasil é o 120º no Doing business.

Difícil fazer negócios neztepaiz.

Turismo na Libertadores

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Pra vc, corajoso leitor, que está com vontade de acompanhar seu time pelas Américas, na Libertadores, eis o ranking da violência entre países que têm times na Libertadores:

  1. Venezuela, 53,7 assassinatos por grupo de 100 mil habitantes, com 16.072 defuntos.
  2. Colômbia, 30,8 por 100 mil, 14.670 mortos.
  3. Brasil, 25,2 por 100 mil, com 50.108 mortos.
  4. México, 21,5 por 100 mil, com 26.037 mortos.
  5. Equador, 12,4 por mil, com 1.924 mortos.
  6. Bolívia, 12,1 por 100 mil, com 1.270 mortos.
  7. Paraguai, 9,7 por 100 mil, com 649 mortos.
  8. Peru, 9,6 por 100 mil, com 2.865 mortos.
  9. Uruguai, 7,9 por 100 mil, com 267 mortos.
  10. Argentina, 5,5 por 100 mil, com 2.237 mortos.
  11. Chile, 3,1 por 100 mil, com 550 mortos.

Observações:

  • Os dados são de 2012, menos os da Argentina, que são de 2010. Como, de lá pra cá, a violência aumentou na terra dos hermanos, imaginem os índices atuais.
  • O Brasil, com seus 50 mil mortos, é o campeão mundial em números absolutos.
  • Cuba, apesar de adotar a pena de morte para crimes comuns, tem índices superiores aos do Chile.
  • Os dados são do Escritório sobre Drogas e Crime das Nações Unidas (UNODC, na sigla em inglês), sediado em Viena, Áustria..

E aí, vai encarar?

Brazil on the rocks

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

LAURO JARDIM, no Radar on Line, neste domingo, 08fev15:

  • O Brasil venceu hoje na China um campeonato mundial de um esporte pouco badalado –e numa categoria inusitada para brasileiros triunfarem: sagrou-se campeão mundial de polo na neve, depois de uma vitória contra a seleção dos EUA. Mais: o artilheiro da competição foi um brasileiro, o carioca Guilherme Lins.

As frangas já não estão mais sozinhas nos esportes do gelo.

Totti quase foi da centroavância à presidência

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

È vero!

  • FRANCESCO TOTTI, centroavante da Roma, recebeu 5 votos de parlamentares, na eleição presidencial italiana. Como a idade mínima pra ocupar o cargo é de 50 e ele só tem 38 anos, os votos foram anulados. Aqui no Brasil, meu candidato é o FLÁVIO CAÇA-RATO, do Clube do Remo.

E o seu boleiro-candidato, caro leitor, qual é?

Depois do SuperBowl

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Encerrado o 49º SuperBowl, o panteão dos maiores atletas de todos os tempos ganha nova personagem:

  • Top 5 virou Top 6. Pelé, Cassius Clay, Michael Jordan, Roger Federer e Wellington Paulista recebem Tom Brady de braços abertos.

Importante é que o Cruzeiro está dentro.

O duelo do milênio

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Uma dúvida já habitou -habita ainda?- o cérebro do cronista esportivo gaúcho, WIANEY CARLET, lá pelos idos de 2009.

Taison ou Messi, o futuro dirá quem foi melhor

Ontem à tarde, o mundo maravilhou-se com a decisão da Liga dos Campeões, entre Manchester United e Barcelona. Viu-se Lionel Messi —o craque que ainda adolescente foi levado da Argentina para a Espanha. Apesar de jovem ainda, já é experiente em confrontos maiúsculos. Ele foi o condutor do Barcelona rumo ao título.

À noite, no Beira-Rio, outro garoto encantou a torcida e levou o seu time a uma importante vitória, de virada: Taison. Com a força de dribles, arrancadas velozes, malícia e inteligência, o menino de Pelotas desequilibrou o jogo e garantiu ao Inter uma decisão, em Curitiba, com relativa tranqüilidade. Não foi a primeira vez que Taison comandou um vitória colorada. Foram muitas, apesar de ter sido promovido a titular há poucos meses.

Taison jogará em um grande clube europeu, não deverá ser outro o seu destino. E quando estiver diante dos olhos do Velho Continente, será inevitável a sua consagração. Fazer previsões desta natureza é sempre temerário. Mas, neste caso, nem chega a ser um ato de coragem.

Hoje, Messi desponta como candidato fortíssimo a melhor jogador de futebol do mundo. Dentro de algum tempo, provavelmente, Taison desfrutará desta posição. E, dentro de uns 10 anos, será possível questionar: quem foi melhor, Messi ou Taison? Não custa esperar para ver.

Postado por Wianey Carlet, em seu blog, em 28mai09

Faltam ainda 4 anos pro julgamento proposto pelo cronista, mas muita gente já tem pronto o veredicto.

É o seu caso, caro leitor? Ou vc, prudentemente, vai esperar a hora certa pra se decidir?

América Latina, o outro nome do inferno

domingo, 25 de janeiro de 2015

AS 50 CIDADES MAIS PERIGOSAS DO MUNDO

Segundo a Fundação City Mayors Security

Ranking, Cidade, País, Mortos por 100 mil habitantes em 2014 e (em 2011)

1 San Pedro Sula, Honduras, 187 (159)

2 Caracas, Venezuela, 134 (99)

3 Acapulco, Mexico, 113 (128)

4 Cali, Colombia, 83 (78)

5 Maceió, Brazil, 80 (135)

6 Tegucigalpa, Honduras, 79 (100)

7 Fortaleza, Brazil, 73

8 Guatemala City, Guatemala, 68 (75)

9 João Pessoa, Brazil, 67

10 Barquisimeto, Venezuela, 65 (55)

11 Palmira, Colombia, 61

12 Natal, Brazil, 58

13 Salvador, Brazil, 58 (57)

14 Vitoria, Brazil, 57 (68)

15 Sao Luis, Brazil, 57

16 Culiacán, Mexico, 55 (74)

17 Ciudad Guayana, Venezuela, 54 (59)

18 Torreón, Mexico, 54 (88)

19 Kingston, Jamaica, 53 (47)

20 Cape Town, South Africa, 51 (46)

21 Chihuahua City, Mexico, 50 (83)

22 Victoria, Mexico, 49

23 Belém, Brazil, 48 (78)

24 Detroit, USA, 47 (48)

25 Campina Grande, Brazil, 46

26 New Orleans, USA, 45 (58)

27 San Salvador, El Salvador, 45 (57)

28 Goiânia, Brazil, 45

29 Cuiabá, Brazil, 44

30 Nuevo Laredo, Mexico, 41

31 Manaus, Brazil, 43 (51)

32 Santa Marta, Colombia, 42

33 Cúcuta, Colombia, 42 (56)

34 Pereira, Colombia, 40

35 Medellin, Colombia, 38

36 Baltimore, USA, 38 (31)

37 Ciuadad Juárez, Mexico, 38 (148)

38 San Juan, Puerto Rico, 37 (53)

39 Recife, Brazil, 37 (48)

40 Macapá, Brazil, 37

41 Nelson Mandela Bay, South Africa, 36

42 Maracaibo, Venezuela, 35

43 Cuernavaca, Mexico, 35

44 Belo Horizonte, Brazil, 35

45 St Louis, USA, 34

46 Aracaju, Brazil, 33

47 Tijuana, Mexico, 33

48 Durban, South Africa, 32 (31)

49 Port-au-Prince, Haiti, 30

50 Valencia, Venezuela, 30

Rio de Janeiro está fora da lista. Vai ver que morte por bala perdida não conta…

Eram garotos que amavam a vida e o futebol

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Notícia da ANSA, agência italiana de notícias:

  • O grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) executou 13 jovens iraquianos, em praça pública, acusando-os de terem assistido a uma partida de futebol pela televisão entre a seleção do Iraque e a da Jordânia, válida pela Copa da Ásia, que está sendo disputada na Austrália. A morte dos adolescentes ocorreu no dia 12 de janeiro, mas a notícia só foi divulgada na noite de ontem (19). Os jovens foram capturados por jihadistas em Mosul e metralhados em público. De acordo com o EI, eles teriam violado a sharia (lei islâmica).”Os corpos ficaram expostos no chão, pelas ruas. Os pais dos jovens não puderam recuperar seus restos, com medo de serem mortos também”, relatou à imprensa um grupo de ativistas locais que documenta secretamente as atividades do EI.

Está passando da hora da presidente Dillma Rousseff entrar em ação e iniciar negociações com o EI.

Negociações que ela mesma propôs, quando foi à Assembleia da ONU.

De resto, aguardo explicações dos politicamente corretos que tanto defendem o relativismo cultural.

Aqui, é trabalho, meu filho!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico -OCDE-, que reune os países mais desenvolvidos do mundo, informa que o México é o país onde mais se trabalha.

Como não é membro, mas somente um parceiro, assim como China, África do Sul e Índia, o Brasil não aparece na lista, Ainda bem, pois seria um vexame pior do que os 7×1.

Eis a relação dos países mais laboriosos:

  1. MÉXICO. Horas trabalhadas por ano: 2.237. PIB: US$1,2 trilhão. Renda per capita: US$10.307.
  2. GRÉCIA. Horas trabalhadas por ano: 2.037. PIB: US$242,2 bilhões. Renda per capita: US$21.956.
  3. CHILE. Horas trabalhadas por ano: 2.015. PIB: US$277,2 bilhões. Renda per capita: US$15.732.
  4. RÚSSIA. Horas trabalhadas por ano: 1.980. PIB: US$2,097 trilhões. Renda per capita: US$14.612.
  5. POLÔNIA. Horas trabalhadas por ano: 1.918. PIB: US$525,8 bilhões. Renda per capita: US$13.648.
  6. HUNGRIA. Horas trabalhadas por ano: 1.883. PIB: US$133,4 bilhões. Renda per capita: US$13.481.
  7. ESTÔNIA. Horas trabalhadas por ano: 1.868. PIB: US$24,88 bilhões. Renda per capita: US$18.783.
  8. ISRAEL. Horas trabalhadas por ano: 1.867. PIB: US$290,5 bilhões. Renda per capita: US$36.051.
  9. TURQUIA. Horas trabalhadas por ano: 1.832. PIB: US$822 bilhões. Renda per capita: US$10.972.
  10. IRLANDA. Horas trabalhadas por ano: 1.815. PIB: US$232,077 bilhões. Renda per capita: US$50.503.

O Brasil tinha, em 2013, PIB de US$2,070 trilhões e renda per capita de US$10.328. Em 2014, baixou tudo.