Arquivo da Categoria ‘Mundo’

Quadro de medalhas

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Discutir quadro de medalhas de Olimpíada é coisa de gente tacanha, assim tipo jornalista e palpiteiro de rede social.

Basquete, vôlei e futebol, somados, dão um terço das medalhas do ping-pong. Dá pra levar a sério? Não dá, mas dá pra brincar…

Inventando uns clássicos, com placares lastreados em medalhas de ouro.

  • Brasil 7×3 Argentina
  • Japão 12×9 Coréia do Sul
  • Estados Unidos 46×26 China
  • Grã Bretanha 27×17 Alemanha
  • Colômbia 3×0 Venezuela
  • Uzbequistão 4×3 Cazaquistão
  • Jamaica 6×5 Cuba
  • Croácia 5×2 Sérvia
  • Quênia 6×1 Etiopia
  • Canadá 4×0 México
  • Itália 8×7 Espanha
  • Hungria 8×8 Holanda
  • Rússia 19×10 França
  • Austrália 8×4 Nova Zelândia
  • Eslováquia 2×1 República Tcheca
  • Bolívia 0x0 Equador
  • Peru 0x0 Butão

Últimos pitacos olímpicos

domingo, 21 de agosto de 2016

OURO no Vôlei. Brasil 3×0 Itália. Wallace, que a CBV roubou do Sada Cruzeiro, é o melhor do mundo.

“NEYMAR é mega, mas é muito do bem”, disse Luiz Roberto, narrador da Globo. É isso aí, seja lá o que for isso aí.

PEREZ, maratonista cubano, cruzou a linha, em 40º lugar, com uma faixa “I love Jesus”. Comunistas brasileiros vão cortar os pulsos.

A FAMÍLIA do Alemão Stefan Henze autorizou a doação dos órgãos do técnico de canoagem, morto em acidente de carro no Rio. O coração do treinador já está batendo no corpo de uma brasileira, após um transplante bem sucedido nas últimas horas.

Outros pitacos olímpicos

sábado, 20 de agosto de 2016

Vi, ouvi e li:

  • MORENOS PRA SEMPRE! Por onde andam aqueles brasileiros que ficaram 2 anos babando os 7×1, na vã esperança de ficarem louros? Deu ruim, hem?
  • ALYSON FELIX, minha velocista favorita, conquista seu segundo ouro no revezamento. Vai correr bonito assim lá em casa!
  • POLIANA OKIMOTO, nadadora brasileira de águas abertas, tinha medo de nadar no mar e ser comida por tubarão. Perdeu o medo, mas sofreu hipotermia e teve de abandonar a prova, na Olimpíada de Londres. Agora, no Rio, conquistou medalha. Insistir é preciso.
  • WILLIAN, levantador do Cruzeiro, fez defesa monumental no lance do ponto da vitória do Brasil sobre a Argentina. 3×1! Estaremos na final!
  • FABIENNE SAINT LOUIS, 28 anos, triatleta das Ilhas Maurício, foi diagnosticada com um câncer na glândula salivar, em dezembro. Às vésperas da Olimpíada, passou por duas cirurgias pra retirada do tumor e de células cancerígenas. Complicações no segundo procedimento atrapalharam ainda mais a sua corrida contra o tempo. Ela sofreu paralisia facial nos meses seguintes e ficou sem movimentos no lado direito do rosto. Perguntada por que participou da Olimpíada durante sua recuperação, Fabienne disse: “Estou aqui porque amo meu esporte, me qualifiquei pra estar aqui e sacrifiquei 4 anos da minha vida. Esta é a mensagem que eu quero passar. Nós temos que lutar até o fim.” (Veja, 19abr16)

E vc, olímpico leitor, o que tem pra contar?

Pitacos sobre a Rio 2016

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Pertinentes conservações:

  • COMEÇOU A VINGANÇA! Brasil 33×30 Alemanha, na Arena do Futuro. Primeira vitória do handebol brasileiro sobre seleção europeia em Olimpíada.
  • BOXEADORES com excesso de testosterona estão bolinando camareiras na Vila Olímpica. O jeito será mandar as arrumadeiras pro prédio dos ginastas e contratar os beques do Vasco e do Madureira pra arrumar o quarto dos lutadores.
  • HALTEROFILISMO feminino é o que mais aprecio na Olimpíada. Me emociono, só de saber que todas aquelas mulheres podem me carregar no colo.
  • LULOPETISTAS estão em campanha nas redes sociais pra entregar a Lulla e Dillma o ouro conquistado por Rafaela Silva. Até parece que os chefões do PT ralaram por ele. Conversa fiada. Responsáveis foram os pais da judoca, que a encaminharam para o esporte. O técnico Geraldo Bernardes, que não só a treinou, como pagou as despesas dela no começo da carreira. O Instituto Reação, criado por Flávio Canto e mantido pela IBM, que deu condições pra ela treinar. A Marinha do Brasil, que a incorporou a seus quadros, dando-lhe segurança financeira. A noiva, Thamara, que cuida da casa e dos cachorros enquanto a judoca cumpre sua agenda. E nós, contribuintes, que pagamos impostos, fonte dos subsídios estatais aos atletas de alta performance brasileiros.

Quantas medalhas?

sábado, 6 de agosto de 2016

Quais as chances de ouro para o Brasil na Rio 2016?

Minhas apostas:

  • Maratona Aquática (Ana Maria Cunha) —– Futebol Masculino —– Boxe (Robson Conceição, 60 Kg) —– Vôlei Masculino —– Judô (Mayra Aguiar, 78 Kg) —– Vôlei Feminino —– Ginástica (Arthur Zanetti, argolas) —– Vôlei de Praia (Larissa & Talita e Alisson & Bruno) —– Vela (Robert Sheidt).

Outras apostas para pódio:

  • Handebol Feminino —– Canoagem (Isaquias Queiroz) —– Vela (Fernanda Oliveira & Ana Barbachan na 470 e Martine Grael & Kahena Kunze na 49) —– Maratona Aquática (Poliana Okimoto) —– Atletismo (Fabiana Murer) —– Ginástica (equipes masculina e feminina, Diego Hypóllito e Flávia Saraiva) —– Natação (Bruno Fratus) —– Futebol Feminino —– Judô (Maria Suelen, Victor Penalber) —– Vôlei de Praia (Ágatha & Bárbara e Evandro & Pedro Solberg) —– Tênis (Marcelo Melo & Bruno Soares) —– Tiro (Felipe Wu) —– Luta (Aline Silva), Polo Aquático Masculino.

Entre 1 e 30 medalhas, pois.

Brasil x África do Sul: Começa a busca pelo ouro

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

BRASIL 0x0 ÁFRICA DO SUL, 04ago16qua16h. TEMPO parcialmente nublado, temperatura 26º, vento 14 Km/h, umidade 34%. LOCAL: Nacional (73 mil), Brasília, 1ª rodada Olimpíada 2016. TRANSMISSÃO: Globo, SporTV, Espn, Fox e Band. PÚBLICO: 65.000. ARBITRAGEM: Antonio Mateu Lahoz, Pau Cebrian Devis, Roberto Díaz Pérez (Espanha). AMARELOS: Thiago Maia (Brasil); Mvala e Mathoho (África do Sul). Vermelho: Mvala. BRASIL: Weverton; Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio, Douglas Santos (William); Thiago Maia, Renato Augusto (Rafinha), Felipe Anderson (Luan); Gabriel, Gabriel Jesus, Neymar. T: Rogério Micael. ÁFRICA DO SUL: Khune; Mobara, Mathoho, Coetzee, Modiba; Mvala, Mekoa, Motupa; Masuku (Morris), Dolly, Mothiba. T: Owen da Gama.

Desempate empatado

sexta-feira, 15 de julho de 2016

O BENFICA está disputando um torneio no Algarve, Portugal. Como seu primeiro jogo terminou empatado, a disputa foi pros pênaltis e eis que acontece o inusitado. Cobrados dez, o placar ficou 3×3.

E zefini, nenhum chute a mais! O regulamento não previa cobranças alternadas. Foi assim que terminou a primeira disputa de pênaltis empatada na história do futebol.

Camisa não pesou, etiquetas não decidiram

sexta-feira, 15 de julho de 2016

O Independiente DEL VALLE tornou-se o segundo finalista da Libertadores 2016, ao vencer o Boca Juniors por 3×2, em Buenos Aires.

Riquelme havia dito que esta seria a semifinal mais fácil da vida do Boca. Como se vê, não foi. A cena está mudando sm que o antigo meia se dê conta.

Chile, Portugal, Islândia, Gales, Irlanda, Irlanda do Norte, Equador e até arrasada Venezuela estão botando banca. Assim como Leicester, Audax e Del Valle.

Etiquetas já não desequilibram tanto. E aquela manjada história de camisa pesada só tá valendo um pouquinho, quase nada mesmo.

Cabe ao leitor quebrar a cuca e listar os novos fatores desequilibrantes do futebol…

BOCA JUNIORS 2×3 INDEPENDIENTE DEL VALLE, 14jul16qui21h45, volta da semifinal da Libertadores 2016, La Bombonera (49 mil), Buenos Aires, 49.000 espectadores. Árbitros uruguaios: Daniel Fedorczuk, Mauricio Espinosa, Miguel Nievas. Amarelos: Zuqui, Fabra, Cata, Caicedo, Mina. Gols: Pavón, 3, Caicedo, 25, Cabezas, 49, Julio Angulo, 50, Pavón, 90. BOCA: Orión; Jara, Daniel Cata Díaz, Insaurralde, Fabra; Pérez (Walter Bou, 62), Cubas (Benedetto, 53), Fernando Zuqui; Pavón, Tevez, Lodeiro. T: Guillermo Schelotto. DEL VALLE: Azcona; Núñez, Caicedo (Fernando León, 88), Mina, Ayala (Tellechea, 82); Orejuela, Rizotto (Jonathan González, 91), Cabezas, Sornoza; Julio Angulo, José Angulo. T: Pablo Repetto.

Portugal 1×0 França: A melhor equipa deste verão!

domingo, 10 de julho de 2016

PORTUGAL contra França, no Stade de France, em Saint Denis, decidindo a Eurocopa 2016.

Rui Amorim reportou para os leitores de A BOLA:

ÉDER UMA VEZ…

Portugal é campeão da Europa! A Seleção Nacional derrotou a França na final de Paris, com um golo de Éder, aos 109 minutos. Fernando Santos prometeu e cumpriu, regressando a casa apenas no dia 11 de julho, com a taça na mão.

Como numa noite encantada, a formação das quinas revelou sempre grande personalidade, do primeiro ao último minuto, e soube combater o maior ímpeto francês, adversário que se revelou mais perigoso no tempo regulamentar, até encontrar a felicidade no prolongamento.

Já ninguém se lembrava, aí, que Gignac tinha feito estremecer o nosso país de uma ponta à outra, com aquele remate ao poste sobre os 90 minutos. Nem que faltaram uns centímetros assim a Griezmann para se fazer gigante perante Rui Patrício.

Gigante foi a equipa portuguesa, que se levantou sempre perante todas as adversidades, como a de chegar ao cúmulo de ficar sem o melhor do mundo, Cristiano Ronaldo, ainda antes da meia hora de jogo. Por questionáveis critérios do árbitro Mark Clattenburg, CR7 saiu lesionado, Payet ficou lá dentro mesmo com excessos de agressividade…

O cúmulo das ironias chegou com a chamada de Éder ao jogo. Vítima da crítica da moda, o ponta-de-lança nacional fez jus à aposta de Fernando Santos, outro alvo fácil na caminhada para a final, o mentor do jogo de nojo, como apelidaram os gauleses. Com craque escrito nas costas, o jogador do Lille, lá de França, mostrou como se faz e deitou Lloris aos seus pés.

Ao 19.º minuto do prolongamento, Portugal inteiro no Stade de France, a Europa era toda nossa. Na linha do pensamento do selecionador nacional, ainda podem estar a falar mal a esta hora: Somos campeões da Europa, fomos a melhor equipa que França viu neste verão!

PORTUGAL 1×0 FRANÇA, q0jul16dom16h, final Eurocopa 2016, Stade de France, Paris, França, 80.000- espectadores. Árbitros: Mark Clattenburg, Simon Beck, Jake Collin, ingleses. Amarelos: Cédric, João Mário, Guerreiro, Carvalho, Patrício, Umtiti, Matuidi, Koscielny, Pogba. Gol: Eder, 108. PORTUGAL: Rui Patrício, Cédric, Pepe, José Fonte, Raphael Guerreiro; Willian Carvalho, João Mário, Adrien Silva (João Moutinho, 66)m Renato Sanches (Eder, 78); Nani, Cristiano Ronaldo (Ricardo Quaresma, 24). T: Fernando Santos. FRANÇA: Lloris; Sagna, Koscielny, Umtiti, Evra; Matuidi, Pogba, Sissoko (Martial, 109); Payet (Coman, 57), Griezmann, Giroud (Gignac, 77). T: Didier Deschamps.

Alemanha pós-copa: 7 derrotas e 1 eliminação

quinta-feira, 7 de julho de 2016

França e Alemanha disputam a segunda semifinal da Eurocopa 2016, no Velodrome, Marselha.

Primeiro tempo, só deu Alemanha, mass… Aos 45≠1 o Bastião meteu a mão na bola dentro da área e Griezaman não deu colher pro Neuer.

França 1×0.

ANIVERSÁRIO: João Chiabi Duarte está completando 65 anos, hoje.Saúde, velho!