Arquivo da Categoria ‘Miscelânea’

Há 54 anos, Minas conquistava Brasileiro de Seleções

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

MARCOS PINHEIRO

Neste 30Jan, comemora-se o 54º aniversário da conquista do Campeonato Brasileiro de Seleções de 1962 por Minas Gerais. O troféu está no Museu do Futebol do Mineirão, sem qualquer explicação adicional para os visitantes.

Minas Gerais estreou nas quartas-de-final, contra o Paraná, em 10jan63, mas a competição havia começado em 04nov62, que é seu ano oficial de referência, conforme escrito no próprio troféu. O segundo jogo da final contra a Guanabara foi em 30jan63.

Já foi bastante comum no futebol brasileiro a competição de um ano terminar no ano seguinte. O Mineiro de 1937, por exemplo, terminou em Abr38. A 1ª fase do Brasileiro de 1988 terminou em dezembro, os jogadores entraram de férias e o campeonato recomeçou no final de janeiro já nas quartas-de-final. O atacante Careca, do Cruzeiro, que estava voando no ano anterior, voltou das férias com mais de 100 Kg pra enfrentar o Internacional.

No caso do título mineiro, como o escrete estreou e terminou a competição em 1963, é comum se dizer que o torneio foi em 1963, mas na verdade Minas campeonou em 1962, assim como o título brasileiro que o Bahia conquistou em 1989 foi o de 1988.

Detalhe interessante é que a placa colada ao troféu menciona ser o “XXV Campeonato Brasileiro de Futebol”, mostrando que a CBD continuava ignorando o campeonato brasileiro que ela mesma organizou em 1922. Nesse ano, por ocasião das comemorações do Centenário da Independência, a entidade realizou, no Rio de Janeiro, o “Campeonato Brasileiro de Futebol”, com esse nome. A competição foi um sucesso e a única coisa que deu errado pra CBD foi São Paulo, cuja federação, à época, vivia às turras com a CBD, ter campeonado. Pra diminuir a conquista paulista, em 1923, a CBD voltou a organizar a competição, chamando-a de “1º Campeonato Brasileiro de Futebol”, alegando que a competição do ano anterior era experimental, e portanto não contaria. De nada adiantou os protestos paulistas, que voltariam a vencer a competição em 1923.

O Campeonato Brasileiro de Futebol continuaria acontecendo anualmente até 1944 (não houve edições em alguns anos), quando passou a a ser disputado de dois em dois anos e, a partir de 1959, de três em três. Após a edição de 1962, não houve novas edições até que em 1987 se tentou ressuscitar a competição. Minas, por ser campeã, entrou direto na semifinal e na final o Rio de Janeiro, representado pelo Americano de Campos, ganhou o título. Quatro anos depois, em 1991, houve a última edição da competição. Após uma primeira fase sem os estados mais importantes e com baixíssimo interesse do público, a competição não teve continuidade, terminando sem definição do campeão.

Na verdade, desde a década de 50, com o início do Rio-São Paulo, era crescente perda de interesse do público pela competição entre seleções estaduais. Desinteresse que se acentuou com o início da Taça Brasil em 1959.

  • CAMPEÕES: 1922, São Paulo — 1923, São Paulo — 1924, Distrito Federal — 1925, Distrito Federal — 1926, São Paulo — 1927, Distrito Federal — 1928, Distrito Federal — 1929, São Paulo — 1931, Distrito Federal — 1933, São Paulo (FBF) — 1934, Bahia (CBD) e São Paulo (FBF) — 1935, Distrito Federal (CBD) e Distrito Federal (FBF) — 1936, São Paulo (CBD) — 1938, Distrito Federal — 1939, Distrito Federal — 1940, Distrito Federal — 1941, São Paulo — 1942, São Paulo — 1943, Distrito Federal — 1944, Distrito Federal — 1946, Distrito Federal — 1950, Distrito Federal — 1952, São Paulo — 1954, São Paulo — 1956, São Paulo — 1959, São Paulo — 1962, Minas Gerais — 1987, Rio de Janeiro — 1991, não concluído.

Os sobreviventes

terça-feira, 29 de novembro de 2016

GUILLERMO MOLINA, médico e diretor do Hospital San Juan Dios, de La Ceja, esclareceu a situação dos sobreviventes do acidente que vitimou a maior parte da delegação da Chapecoense.

  • “Chegaram vivos aqui o Rafael Henzel, jornalista de Chapecó, e um jogador da Chapecoense, o Alan Ruschel. Os dois não estavam com consciência total, mas em um estado complicado geral. O Neto chegou em estado muito severo, comprometimentos encéfalo-craniano e do tórax, fraturas expostas de membros inferiores, foi entubado, passou por exames, está em cirurgia. O Alan Ruschel chegou entre 2h30 e 3h da manhã (horário local), estava com uma fratura no membro inferior, comprometimento abdominal, e uma fratura de vértebra. Foi transferido pra outra clínica a fim de realizar exames e outros procedimentos porque necessitou de imobilização na coluna. Conversei com o médico do hospital San Vicente Fundación e ele me disse que o Danilo morreu e o Jackson Follman teve de amputar um membro inferior.”

Resta torcer pra que todos sobrevivam. Eles e os tripulantes bolivianos Erwin e Ximena Suarez.

Oitocentos mil comentários

terça-feira, 10 de maio de 2016

O PHD chegou aos 800.000 comentários. Foi este:

Mauro Franca disse:
07 maio 2016 às 7:14 pm
Democrata vem forte com Van Basty!

Esclarecendo: VAN BASTY é um volante do democrata de Governador Valadares, líder do Módulo II do Mineiro 2016.

A mesa redonda das mesas redondas

sábado, 30 de janeiro de 2016

Para o pessoal que dá a vida por uma mesa redonda e deixa até de oferecer serviços sexuais à patroa pra assistir a uma delas, aqui vai a escalação da mesa das mesas:

  • Cereto, Bertozzi, Trajano, Mário Sérgio, Neto e Flávio Gomes. 

Mas, atenção!, é bom fazer um teste de QI antes e outro depois pra ver o estrago que uma coisa dessas produz.

A Regra (e o horário) do Jogo

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Deu na VEJA:

Com ritmo mais acelerado e uma série de revelações nos últimos capítulos, A REGRA DO JOGO parece realmente ter caído no gosto do público. A cerca de dois meses do fim, a novela das nove da Globo cravou ontem novo recorde de audiência, com 35 pontos em São Paulo, equivalentes a 53% dos televisores ligados, e de 40 pontos no Rio (58% de participação). A trama das sete, TOTALMENTE DEMAIS também teve seu melhor dia entre os cariocas: marcou 33 pontos de audiência, com 53% de share.

Algum jogo de futebol dá isto? Não? Então, parem e reclamar de futebol às 22h.

Aprendam, de uma vez por todas: quem manda é o consumidor, não o fanático por futebol.

Duvidam?

Então, encontrem uma TV disposta a passar futebol diariamente às 21h pra ver que fim ela terá.

Qual?

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Dúvidas:

  1. Se KOBE BRYANT resolvesse esticar a carreira por mais um ano, em qual time da NBA ele seria mais útil?
  2. Se FRED largasse o Flu, em qual ataque da Séria A do Brasileiro ele se encaixaria melhor?
  3. Se TOM BRADY fosse demitido do Patriots, qual time da NFL ele levaria à conquista do Superbowl?
  4. Se DILLMA ROUSSEFF renunciar à presidência do Brasil, em qual país ela daria um jeito?
  5. Se ADRIANO IMPERADOR resolver jogar futebol de novo, qual time o receberia de braços abertos?

Meus palpites: Knicks, Botafogo, Cowboys, Tonga e Villa Nova.

Lembrando ao comedido leitor, que sí vale uma resposta pra cada questão.

O país dos pais pirados

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Nones de jogadores que disputam a Copa SP de Futebol Júnior:

Allexson, Ayallan, Carlisson, Charleston, Charleston Filho, Clifton, Dalberson, Diancesaris, Domilson, Eliasafe, Piu, Guibon, Hercolys, Izano, Jordson, Jory, Karlenilson, Keiller, Kelvenny, Klisman, Liverson, Makton, Mardem, Nerison, Odilávio, Otacildo, Queven, Randson, Rickelvy, Riuler, Romércio, Sirnande, Tarssis, Tchulio, Wembley, Will, Wyrakitan, Ortega.

That’s Brazil!

Pedaladas à chinesa

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Um post-detox, a pedido do Sérgio Luiz. O artigo é de Valentin Schmid, do Epoch Times em China

China falsifica dados econômicos

Todo mundo sabia, mas demorou um pouco para que se tornasse oficial. Os valores do PIB chinês são exagerados. A confirmação de que os dados vêm sendo inventados há um longo período de tempo, pelo menos regionalmente, é da agência de notícias Xinhua, porta-voz oficial do governo chinês.

Esta informação veio à tona assim que o Escritório Nacional de Auditoria admitiu que o PIB é basicamente inventado. O órgão já havia feito, anteriormente, um relatório, que não chegou a divulgar, diz o China Daily. “Um conselho em Liaoning reportou receitas fiscais anuais 127% mais elevadas do que o número real”, relatou o diário.

A agência Xinhua, por outro lado, mencionou uma velha máxima: “Se os dados anteriores não tivessem sido inflados, os números atuais de crescimento não iriam mostrar uma queda tão abrupta.” De acordo com o China Daily, as autoridades locais também manipularam valores dos investimentos e exageraram em pelo menos 20% no caso da província de Heilongjiang. Eles fingiam que mesmo os contratos não assinados eram investimentos reais, independentemente do dinheiro real estar envolvido ou não.

“As estatísticas oficiais têm problemas metodológicos profundos. O número do PIB realmente não diz muito sobre o crescimento da economia como um todo”, diz Leland Miller, do China Beige Book, empresa de pesquisa que, entre outras métricas, entrevista milhares de empresas pra manter-se a par de seu crescimento.

Segundo a imprensa oficial, vários dados sobre o crescimento da economia foram inventados, o que é uma das razões por que a maioria dos investidores e analistas também não acreditam nos números da previsão de crescimento do país. “A economia que não está crescendo 7%, como informa o governo,  está mais pra 1% ou 2%. Em Pequim, à boca pequena, se admite que o crescimento é, na verdade, em torno de 2,2% “, diz Gordon Chang, autor do livro “T”.

Wilbur Ross, investidor americano, conferiu os dados da produção e do consumo reais pra fazer a sua própria avaliação, ao invés de confiar apenas nos dados oficiais: “A economia chinesa não está crescendo a 7%. Sentimos, há um par de anos, que esses números eram muito, muito generosos. Indicadores físicos como consumo de eletricidade, gás natural, petróleo, cimento, aço, telecom e vendas no varejo não estão crescendo a 7%. Muito menos as exportações.”

Fica a questão: Afinal de contas, qual é o verdadeiro PIB da China, depois de tudo? Ninguém sabe ao certo… 

Ruim pra China, pior pro Brasil. Lá se vai mais uma âncora.

Como colocar Itabira no mapa do futebol

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Com a conquista da Copa Fifa de Clubes, o Barcelona chegou a 22 troféus internacionais conquistados.

São 5 Copas da Europa, 5 Supercopas da Europa, 4 Recopas da Europa, 3 Copas de Cidades-feiras, 3 Copas Fifa de Clubes e 2 Copas Latinas.

Em seguida, aparecem Milan , Real Madrid e o egípicio Al-Ahly, com 20 canecos internacionais.

Nas Américas, o Boca tem 18, Independiente, 16, São Paulo, 12, River, 9, Peñarol, 8, Cruzeiro, 7, Vélez e Nacional, 6.

Em números, o Barça é o maior, mas em qualidade, o Real, com 10 títulos de campeão europeu, tem mais hierarquia.

Para os mesarredondistas brasileiros, o sucesso do Barça se deve às suas canteras, aos técnicos com diploma Uefa, ao sistema de jogo e cousa e lousa.

Eu acho que é tudo por conta da grana. E dasafio: dêem ao VALERIODOCE o orçamento do Barça e, em uma década, Itabira será maior do que a Catalunha.

Barça 3×0 River: A grana venceu de novo

domingo, 20 de dezembro de 2015

O Barça venceu o River, por 3×0, em Yokohama, e conquistou pela terceira vez o Torneio Fifa de Clubes.

Não perdi meu tempo vendo esse jogo de cédulas marcadas. Foi mais uma vitória do dinheiro.

Para os mesarredondistas e seus seguidores, contudo, é a vitória do jeito de jogar europeu, da escola de técnicos da Uefa e tolices afins.

Poha nenhuma! Se derem ao VALERIODOCE a grana do Barça, todo ano Itabira assistirá desfile de campeões fifa em cima do caminhão dos bombeiros.