Arquivo da Categoria ‘Mineiro’

RapoCota, semifinal em 2002

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Esta foi a segunda semifinal da história do RapoCota.

COPA SUL-MINAS 2002. Os 4 melhores do turno únco se classificaram pras semifinais. Cruzeiro, 1º, com 35 pontos, encarou o AtléticoMG, 4º, 28. Houve empate ór 1×1 nas duas partidas. Nos pênaltis, o Cruzeiro venceu, foi às finais, contra o AtléticoPR, e campeonaou com vitórias na Baixada e no Mineirão..

  • ATLÉTICO-MG 1×1 CRUZEIRO, 21abr02, domingo, 16h. LOCAL: Mineirão (90 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: Jogo de ida das semifinais da SulMinas 2002. PÚBLICO: 30.692 pagantes, R$284.951, média R$9. ARBITRAGEM: Héber Roberto Lopes (PR). AMARELOS: Edgar, Mancini, Bruno, Gilberto Silva, Marcelo Djian (A); Ricardinho, Vander, Fábio Júnior, Maicon, Marcelo Batatais (C). VERMELHOS: Cris (C); Bruno (A). GOLS: Kim, 8, Luisão, 67. ATLÉTICO-MG: Milagres; Gutierrez, Marcelo Djian e Edgar; Mancini, Gilberto Silva, Bruno, Rodrigo (Bosco) e Rubens Júnior; Guilherme e Marques (Kim, depois, Wellington Amorim). T: Levir Culpi . CRUZEIRO: Jefferson, Maicon (Ruy Cabeção), Cris, Luisão e Sorín; Fernando Miguel (Marcelo Batatais) e Ricardinho; Vander e Jussiê; Fábio Júnior (Alessandro) e Edílson Capetinha. T: Marco Aurélio.
  • CRUZEIRO (4)1×1(2) ATLÉTICO-MG, 27abr02, sábado, 16h. LOCAL: Mineirão (90 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: Jogo de volta das semifinais da SulMinas 2002. PÚBLICO: 21.521 pagantes,23.959 presentes, R$188.120, média R$9. ARBITRAGEM: Antônio Pereira da Silva (GO). AMARELOS: GOLS: Vander e Bosco. PÊNALTIS: Marques (Atlético 1×0), Vander (Cruzeiro 1×1), Bosco (Atlético 1×1, defesa de Jefferson), Jussiê (Cruzeiro 2×1), Erlon (Atlético 2×2), Jorge Wágner (Cruzeiro 3×2), Baiano (Atlético 2×3, chutou pra fora), Lúcio (Cruzeiro 4×2). CRUZEIRO: Jefferson; Maicon, Marcelo Batatais, Luisão e Sorín; Fernando Miguel (Jorge Wagner) e Ricardinho; Vander e Jussiê; Alessandro (Lúcio) e Edílson Capetinha. T: Marco Aurélio. ATLÉTICO-MG: Milagres; Gutierrez, Erlon e Marcelo Djian; Baiano, Bosco, Edgar, Rodrigo (Paulinho, depois, Djair) e Rubens Júnior; Guilherme e Marques. T: Levir Culpi.

RapoCota, semifinal em 2001

sexta-feira, 10 de abril de 2015

CRUZEIRO  AtléticoMG já se enfrentaram em 5 semifinais. O Maior de Minas levou vantagem em todas.

COPA SUL-MINAS 2001. O Coritiba, campeão da Chave C enfrentou o Grêmio, melhor 2º de todas as chaves. Deu Coxa. Cruzeiro, campeão da B enfrentou o AtléticoMG, campeão da C. O Cruzeiro passou, foi às finais contra o Coritiba, e campeonou vencendo no Couto Pereira e no Mineirão.

  • ATLÉTICO-MG 1×1 CRUZEIRO, domingo, 01mar01, 16h. LOCAL: Municipal (25 mil), Ipatinga. MOTIVO: Jogo de ida das semifinais da SulMinas 2001. PÚBLICO: 13.710 pagantes, 16.726 presentes (3.016 crianças não pagaram) R$126.269, média R$9. ARBITRAGEM: Carlos Eugênio Simon (RS), Marco Antônio Martins (MG) e Helbert Costa Andrade (MG). AMARELOS: Anderson, Luiz Carlos (A); Marcos Paulo, Luisão, Marcus Vinícius (C). GOLS: Guilherme, 4, Jorge Wagner, 66. CRUZEIRO: Jefferson Cléber Monteiro (Maicon), Luisão, Cléber e Alex (Sérgio Manoel); Marcos Paulo e Marcus Vinícius; Jorge Wagner e Jackson; Geovane e Marcelo Ramos (Oséas). T: Luiz Felipe Scolari. ATLÉTICO-MG: Velloso, Paulo Baier (Rinaldo), Carlão, Rodrigão e Luiz Carlos; Anderson e Rolete; Alexandre e Ramon; Guilherme e Marques. T: Abel Braga.
  • CRUZEIRO 3×1 ATLÉTICO-MG, domingo, 08mar01, 16h. LOCAL: Mineirão (90 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: jogo de volta das semifinais da SulMinas 20101. PÚBLICO: 33.692 pagantes, 38.300 presentes, R$332.694. média R$10. ARBITRAGEM: Paulo César Oliveira (SP). AMARELOS: Cléber Monteiro (C), Guilherme (A). VERMELHO: Anderson (A). GOLS: Guilherme, pênalti, 18,  Geovane, 25, Jorge Wagner, 50, Oséas, 65. CRUZEIRO: Bosco; Cléber Monteiro, Cris, Luisão e Sorín; Marcus Vinícius e Ricardinho; Jackson e Jorge Wagner (Marcelo Ramos); Oséas (Sérgio Manoel) e Geovane (Marcos Paulo). T: Luiz Felipe Scolari. ATLÉTICO-MG: Velloso, Cicinho (Rinaldo); Carlão, Rodrigão e Ronildo; Romeu e Anderson; Lincoln (Valdir Bigode) e Alexandre (Cacá); Marques e Guilherme. T: Abel Braga.

Emoção a gente só vê por aqui

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Metade da fase de grupos da Copa Africana de Nações, já se foi, e o futebol ainda não deu as caras.

Em 12 jogos, 18 gols. Partidas arrastadas, jogadores sem imaginação, pouca torcida, uma chatice.

(mais…)

Cruzeiro, tetracampeão da Taça Minas Gerais

sábado, 15 de dezembro de 2012

Em 1984, o Cruzeiro sagrou-se tetracampeão da Taça Minas Gerais. E, por ter conquistado três títulos consecutivos, ficou com a posse definitiva do troféu.

Esta foi a partida final do torneio. Valia lugar na decisão do Campeonato Mineiro (que não houve porque o time celeste conquistou o 2º turno também) e para o Brasileiro de 1985, na época, chamado Copa Brasil.

(mais…)

Dragão sem poder de fogo

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Teófilo Otoni, 14 de junho de 2012

Jorge Santana,

O AméricaTO não participará da Taça Minas Gerais por falta de recursos financeiros.

(mais…)

Pra assustar a BWA

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

BWA, veja só o que te espera. Toma!

Números do Campeonato Mineiro de 2011, levando-se em conta os jogos domésticos de cada time:

(mais…)

Memórias de um teleguiado

sábado, 21 de maio de 2011

Este é o post saideiro sobre a decisão do Campeoanto Mineiro.

Foi escrito por um notório teleguiado:

(mais…)

Mais um dia azul

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Cruzeiro em três tempos:

  1. Cara-de-pau => Zezé Perrella: “Não foi o Cruzeiro que inventou Copa do Mundo. Estamos procurando o governador e ele já se comprometeu a enviar um projeto para a Assembléia para ressarcir os clubes do prejuízo. Quem tem que bancar Copa do Mundo é o governo do Estado, não os clubes. É possível que parte desse prejuízo seja amenizado pelo Estado.” Sou contra. Se houver dinheiro sobrando, o Governo do Estado deve investi-lo em casas pra quem mora debaixo de pontes e viadutos. Os clubes mineiros precisam deixar de ser adictos de verba pública.
  2. (mais…)

Ecos do Jogão

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Ainda sobre o Jogão (Cruzeiro 2×0 Atlético-MG, em 15mai11):

  1. “Já vi o Cruzeiro vencer o rival de várias maneiras: com Tostão & Dirceu Lopes, com Perfumo & Piazza, com os adversários saindo de campo antes da hora, com placares de 5×0, 5×1, 4×0 etc… Mas igual a este jogo, nunca! Foi o melhor de todos! Ver de perto, ao lado do alambrado, o Leonardo Silva tremendo depois do primeiro gol e ficar ainda mais nervoso após o segundo foi demais! Este foi o melhor RapoCota!” (Dr. Cláudio Ianni)
  2. (mais…)

Velho Damas: “Não me resta outra alternativa: Parabens!”

terça-feira, 17 de maio de 2011

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do Cruzeiro 2×0 Atlético-MG, na Arena do Jacaré, Sete Lagoas, jogo de volta da final do Campeonato Mineiro de 2011, em 15mai11:

(mais…)