Arquivo da Categoria ‘JOGOS’

Boca Juniors x Cruzeiro: O maior desafio do ano

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

CRUZEIRO contra Boca Juniors, neste 19set18qua21h45, Bombonera (49 mil), Buenos Aires, ida das quartas da Libertadores 2018/

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro foi o 1º de seu grupo (Racing, Vasco, LaU) e passou pelo Flamengo (2×0 e 0x1) nas oitavas; Boca, 2º do seu grupo, passou pelo Libertad (2×0 e 4×2).

CRUZEIRO Fábio – Edílson, Dedé, Leo, Egídio – Henrique, Lucas – Robinho, Neves, Rafinha – Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Manoel, Hermes, Romero, Bruno, Raniel, Sobis.

AUSENTES: Arrascaeta, Mancuello (lesionados), Sassá (poupado), Fred (transição) .

PENDURADO: Neves

ARBITRAGEM: Eber Aquino, Eduardo Cardozo, Juan Zorrilla (Paraguai). VAR: Mario Vivar, Milcíades Saldivar (Paraguai), Gery Vargas (Bolívia).

BOCA: Andrada – Jara, Izquerdoz, Magallán, Olaza — Nández, Barrios, Pérez – Pavón, Benedetto, Zárate. T: Guillermo Barros Schelotto.

BANCO: Rossi (G), Más (L), Goltz (B), Gago (V), Cardona (M), Tevez, Villa (A).

AUSENTES: Ábila (suspenso)

PENDURADOS: Ninguém.

TEMPO ensolarado, temperatura 19º, vento 16 Km/h, umidade 50%.

TRANSMISSÃO: Globo, com narração de Galvão Bueno, comentários de Roger Flores, Bob Faria e Arnaldo Cezar Coelho. Sportv, com narração de Luiz Carlos Jr. e comentários de Lédio Carmona.

HISTÓRICO: 14 jogos, 6 vitórias do Cruzeiro, 5 do Boca, 3 empates, 16 gols do Cruzeiro, 14 do Boca. Os dois clubes decidiram a Libertadores de 1977, que o Boca conquistou nos pênaltis.

Cruzeiro 0x0 AtléticoMG: Um tempo de cada time

domingo, 16 de setembro de 2018

CRUZEIRO contra AtléticoMG, neste 16set18dom16h, no Nibeirão (62 mil), Belo Horizonte, pela 25ª rodada do Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, cm 15.288 pontos; Mineiro, o 5º, com 14.312.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 7º, com 33 pontos; Mineiro, o 4º, com 41 pontos.

CRUZEIRO: Rafael — Ezequiel, Manoel, Murilo, Hermes — Romero, Cabral — Bruno, Mancuello, David — Raniel. T: Mano Menezes.

BANCO: Eudes, Edílson, Leo, Egídio, Brey, Henrique, Lucas, Rafinha, Neves, Sassá, Barcos, Sobis.

AUSENTES: Dedé, Fábio (poupados), Robinho (suspenso), Arrascaeta (lesionado), Fred (transição).

PENDURADOS: Egídio, Romero, Sobis, Neves.

ARBITRAGEM: Rafael Traci (Cbf-PR), Ivan Carlos Bohn (Cbf-PR), Rafael Trombeta (Cbf-PR).

MINEIRO: Victor — Emerson, Leonardo, Maidana, Santos — Adílson, Elias — Luan, Cazares, Chará — Ricardo. T: Larghi.

BANCO: Cleiton G, Michael G, Patric L, Gabriel B, Hulk L, Lucas Cândido V, Galdezani V, José Wellison V, Andrade M, Terans, M, Denílson A, Leandrinho A.

AUSENTES: Uílson, Blanco (lesionados).

PENDURADOS: Fábio Santos, Galdezani, Leonardo Silva, Maidana, Patric, Ricardo Oliveira, Victor.

TRANSMISSÃO: Globo para MG (com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Márcio Rezende Freitas, reportagens de Elton Novais e Guto Rabelo). Premiere e Premiere Internacional (com Jaime Júnior e Henrique Fernandes).

TEMPO chuvoso, temperatura 23º, vento 5 Km/h, umidade 80%.

CRUZEIRO 0x0 ATLÉTICO-MG, 16set18dom16h. TEMPO chuvoso, temperatura 22º, vento 5 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 25º rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 21 795 pagantes, 24.999 presentes, R$1.304.712, média R$. ARBITRAGEM: Rafael Traci, Ivan Bohn, Rafael Trombeta (PR). AMARELOS: Adílson, Romero, Cabral, Ezequiel. CRUZEIRO:. Rafael; Ezequiel, Manoel, Murilo, Hermes; Romero, Cabral; Bruno, Mancuello (Sobis 79) David (Neves, 65); Raniel (Sassá, 75). T: Mano Menezes. MINEIRO: Victor; Emerson, Leonardo, Maidana, Santos; Adílson (Galdezani, 64), Elias, Cazares, Luan (Edinho, 77); Chará (Terans, 65), Ricardo. . T: Thiago Larghi.

HISTÓRICO: 467 jogos. O Cruzeiro venceu 159, empatou 126 e perdeu 182, com 599 gols a favor e 654 contra. Pelo Brasileiro, foram 66 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 21, perdeu 23, marcou 89 gols, sofreu 84. Os dois clubes já se enfrentaram em 23 decisões do Mineiro. O Cruzeiro venceu 12 (40, 67, 72, 77, 87, 90, 98, 04, 08, 09, 11, 14, 18), perdeu 9 (31, 54, 62, 76, 85, 00, 07, 13, 17) e empatou uma (56). Na Copa dos Campeões Mineiros 1999, a vitória foi do Cruzeiro. Em fases preliminares, o Cruzeiro foi eliminado pelo rival nas quartas do Brasileiro de 1999 e o eliminou nas semifinais da SulMinas de 2001 e 2002, do Mineiro de 2005 e 2006 e da Copa Montevidéu 2009 e foi eliminado nas semifinais do Mineiro 2015. Na Copa do Brasil, o Cruzeiro perdeu a final de 2014. Foram 239 clássicos no Mineirão. O Cruzeiro venceu 86, empatou 77, perdeu 75, marcou 278 gols, sofreu 255. Pelo Mineiro, foram 270 jogos, com 92 vitórias do Cruzeiro, 69 empates, 109 derrotas, 293 gols a favor, 341 contra. Pela Primaliga, 1 jogo, 1 vitória do Cruzeiro que fez 1 gol e não sofreu nenhum.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.391 jogos, 602 vitórias, 375 empates, 414 derrotas, 2.025 gols marcados, 1.568 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Palmeiras 0x1 Cruzeiro: Sangue, suor e gol

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

CRUZEIRO contra Palmeiras, neste 12set18qua21h45, no Allianz (43 mil), São Paulo, ida das semifinais da Copa do Brasil 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro e Palmeiras são os lideres, com 15.288 pontos.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro eliminou Paranaense (2×1 e 1×1) e Santos (1×0 e 1×2). Palmeiras eliminou América (2×1 e 1×1) e Bahia (0x0 e 1×0).

CRUZEIRO: Fábio — Edílson, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Lucas — Robinho, Neves, Arrascaeta — Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Manoel, Murilo, Hermes, Romero, Bruno, Cabral, Mancuello, Rafinha, Raniel, Sobis, David.

AUSENTES: Fred, Sassá (transição).

PENDURADO: Raniel.

ARBITRAGEM: Wagner Reway (Fifa-MT), Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA), Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO).

PALMEIRAS: Weverton — Mayke, Antônio Carlos, Dracena, Barbosa — Thiago Santos, Bruno Henrique, Moisés — Willian, Borja, Dudu. T: Luiz Felipe Scolari.

BANCO: Prass (G), Jailson (G), Rocha (L), Jean (L), Luan (B), Gabriel Furtado (V), Victor Luis (L), Vitinho (M), Lucas Lima (M), Hyoran (M), Artur (A), Papagaio (A).

AUSENTES: Scarpa (inflamação no calcanhar), Deyverson e Felipe Melo (suspensos).

PENDURADOS: Ninguém.

TEMPO nublado, temperatura 17º, vento 26 Km/h, umidade 77%.

TRANSMISSÃO: Globo para Varginha, Araxá, Coronel Fabriciano, Montes Claros e Belo Horizonte (com Rogério Corrêa, Bob Faria e Marcio Rezende Freitas); Sportv 2 e Premiere Internacional (com Jota Jr. e Wagner Vilaron).

PALMEIRAS 0x1 CRUZEIRO, 12set18qua21h45. TEMPO, temperatura 16º, vento 20 Km/h, umidade 60%. LOCAL: Allianz (43 mil), São Paulo. MOTIVO: ida das semifinais da Copa do Brasil 2018. TRANSMISSÃO: Globo e Sportv. PÚBLICO: 31.960 pagantes, R$2.732.381, média R$85. ARBITRAGEM: Wagner Reway (MT), Alessandro Rocha Matos (BA), Fabrício Vilarinho (GO).. AMARELOS: Dudu, Santos, Fábio , Leo. VERMELHO: Edilson, 80. GOL: Barcos, 4. CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Lucas, Robinho (Bruno, 61), Neves, Arrascaeta (Rafinha, 45); Barcos (Raniel, 79). T: Mano Menezes. PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Dracena, Barbosa; Thiago Santos (Lucas Lima, 46), Bruno Henrique (Rocha, 83), Moisés; Willian, Borja (Artur, 78), Dudu. T: Luiz Felipe Scolari.

HISTÓRICO: 93 jogos, Cruzeiro venceu 35, empatou 27, perdeu 31, marcou 134 gols, sofreu 137. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 61 partidas. Cruzeiro venceu 24, empatou 19, perdeu 18. Em Minas, 43 jogos. Cruzeiro venceu 23, empatou 12, perdeu, 8. No Independência, 3 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro (2×1, 1975, 2×0, 1991, 2×1, 2012). Foram 3 decisões: Em 1996, Cruzeiro venceu a Copa do Brasil (1×1, Mineirão, 2×1, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Copa do Brasil (0×1, Mineirão, 2×0, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Mercosul (1×2, Mineirão, 3×1 e 1×0, Parque Antártica.

Sport 0x0 Cruzeiro: Gol, um sonho impossível

sábado, 8 de setembro de 2018

CRUZEIRO contra Sport, neste 08set18sab16h, na Ilha do retiro (35 mil), Recife, pela 24ª rodada do Brasileiro 2018.

RANKING: Cruzeiro é o 1º, cm 16.282 pontos, Sport é o 15º, com 8.770.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro está em 7º lugar, com 32 pontos. Sport, em 17º, com 23.

CRUZEIRO: Fabio — Ezequiel, Manoel, Leo, Egídio — Bruno, Lucas —  Robinho, Mancuello, Rafinha — Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Eudes, Murilo, Hermes, Brey, Ederson, Cabral, Sobis, Raniel, David.

AUSENTES: Henrique (suspenso), Dedé (Seleção Brasileira), Arrascaeta, Romero (lesionados), Fred, Sassá (transição), Neves , Edílson (poupado).

PENDURADOS: Egídio, Romero, Sobis, Robinho, Neves.

ARBITRAGEM: Vinicius Gonçalves Dias Araujo, Alex Ang Ribeiro, Rogerio Pablos Zanardo (SP).

SPORT: Magrão — Ernando, Ronaldo Alves, Durval , Sander — Marcão, Neto Moura — Andrigo — Hernane Brocador, Marlone. T: Eduardo Baptista.

BANCO: Mailson G, Raul Prata L, Max B, Leo Ortiz B, Nonoca V, David V, Jair V, Ferreira V, Rafael Marques A, Morato a, Matheus Peixoto A.

AUSENTES: Michel Bastos (problemas particulares), Gabriel (lesionado).

PENDURADOS: Ronaldo Alves, Raul Prata, Fellipe Bastos.

TRANSMISSÃO: Premiere, Premiere Internacional, com narração de Rembrandt Junio, comentários de Cabral Neto e reportagens de Sabrina Rocha e Elton Novais.

TEMPO nublado, temperatura 27º, vento 26 Km/h, umidade 61%.

SPORT 0x0 CRUZEIRO, 08set18sab16. TEMPO nublado, temperatura 27º, vento 26 Km/h, umidade 61%. LOCAL: Ilha do Retiro (35 mil), Recife. MOTIVO: 24ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Premiere e Premiere Internacional. PÚBLICO: 9.525, R$53.860, média R$6. ARBITRAGEM: Vinicius Gonçalves Dias Araujo, Alex Ang Ribeiro, Rogerio Pablos Zanardo (SP). AMARELOS: Neto, Jair, Ronaldo, Robinho. SPORT: Magrão, Ernando (Prata, 46), Ronaldo Alves, Durval, Sander; Marcão, Neto Moura (Jair, 46), Andrigo (Mateus, 72), Marlone; Rogério, Hernane Brocador. T: Eduardo Baptista. CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Manoel, Leo, Egídio; Bruno, Lucas; Robinho (Raniel, 61), Mancuello, Rafinha (Ederson, 78); Barcos (David, 68). T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 43 jogos. Cruzeiro venceu 21, empatou 13, perdeu 9, marcou 57 gols e sofreu 27. Os dois clubes jamais se enfrentaram numa decisão de título.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.390 jogos, 602 vitórias, 374 empates, 414 derrotas, 2.025 gols marcados, 1.568 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Cruzeiro 1×1 Botafogo: Andou de lado

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

CRUZEIRO contra Botafogo, neste 05set18qua19h30, no Engenhão (42 mil), Rio de Janeiro, pela 23ª rodada do Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15,288 pontos; Botafogo, o 8º, com 11.958.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 7º colocado, com 31 ponto; Botafogo, o 15º, com 25.

CRUZEIRO: Fábio — Edílson, Leo, Murilo, Hermes — Henrique, Cabral — Bruno, Neves, Rafinha — Raniel. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Vítor Eudes, Ezequiel, Manoel, Brey, Ederson, Lucas, Mancuello, Barcos, Sobis, David.

AUSENTES: Romero (trauma no joelho direito), Dedé (Seleção Brasileira), Arrascaeta (lesão na coxa esquerda), Sassá e Fred (transição pra preparação física).

PENDURADOS: Egídio, Henrique, Romero, Sobis, Robinho, Neves.

ARBITRAGEM de Botafogo x Cruzeiro: Raphael Claus (Fifa, SP), Danilo Simon Manis (Fifa, SP), Rogério Pablos Zanardo (Cbf, SP)

BOTAFOGO: Saulo — Marcinho, Carli, Rabello, Moisés — Jean, Lindoso, Gustavo — Luiz Fernando — Erik, Kieza. T: Zé Ricardo.

BANCO: Diego G, Luiz Ricardo L, Marcelo Benevenuto B, Gílson L, Yuri L, Dudu Cearense V, Valencia M, Matheus Fernandes V, João Pedro M, Ezequiel A, Aguirre A, Brenner A.

AUSENTES: Gatito Fernández, Jefferson, Renatinho, Marcos Vinícius, Pimpão, João Paulo (lesionados).

PENDURADOS: Jean, Carli e Brenner.

TRANSMISSÃO: Premiere e Premiere Internacional, com narração de Eduardo Moreno e comentários de Edinho, reportagens de Pedro Augusto Correia.

TEMPO nublado, temperatura 20º, vento 11 Km/h, umidade 74%.

BOTAFOGO 1×1 CRUZEIRO, 05set18qua19h30. TEMPO nublado, temperatura 20º, vento 11 Km/h, umidade 74%. LOCAL: Engenhão (40 mil), Rio de Janeiro. MOTIVO: 23º rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 5.320 pagantes, 5.749 presentes, R$70.240, média R$13. ARBITRAGEM: Raphael Claus, Danilo Manis, Rogério Zanardo (SP). AMARELOS: Jean, Luiz, Carli, Henrique, Edílson, Bruno. GOLS: Luiz, 10, Edílson, 36 (f). BOTAFOGO: Saulo; Marcinho, Carli, Rabello, Moisés; Jean (Matheus Fernandes, 67); Luiz Fernando (Ezequiel, 85), Lindoso, Gustavo Bochecha, Erik; Kieza (Aguirre, 77). T: Zé Ricardo. CRUZEIRO: Fabio; Edílson (Ezequiel, 46), Leo, Murilo, Hermes; Henrique, Cabral; Bruno (Sobis, 56), Neves (Ederson, 74), Rafinha; Raniel. T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 90 partidas, Cruzeiro venceu 38, empatou 28, perdeu 24, marcou 130 gols, sofreu 106. Os dois clubes jamais decidiram um título entre si.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.389 jogos, 602 vitórias, 373 empates, 414 derrotas, 2.025 gols marcados, 1.568 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Cruzeiro 0x0 Internacional: Juiz tungou dois pts

domingo, 2 de setembro de 2018

CRUZEIRO contra Internacional, neste 02set18dom19h, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, pela 22ª rodada do Brasileiro 2108.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 7º, com 30 ponto; Internacional, o 2º, com 42.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos, Internacional, o 10º, com 11.368.

CRUZEIRO: Fábio — Edílson, Dedé, Leo, Egídio — Cabral, Lucas — Bruno, Neves, Arrascaeta — Raniel. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Ezequiel, Murilo, Henrique, Ederson, Cabral, Mancuello, Brey, Barcos, David.

AUSENTES: Hermes (suspenso), Sassá, Sobis, Robinho, Romero, Manoel (lesionados), Fred (transição).

PENDURADOS: Egídio, Sobis, Robinho, Romero, Henrique.

ARBITRAGEM: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO), Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa/GO), Bruno Raphael Pires (Fifa/GO).

INTERNACIONAL: Lomba — Zeca, Emerson Santos, Cuesta, Iago — Dourado, Edenílson, Patrick, Nico López — Pottker, Jonatan Álvez. T: Odair Hellmann.

BANCO: Daniel G, Fabiano L, Dudu L, Klaus B, Uendel L, Gabriel Dias V, Juan Alano M, Dalessandro M, Camilo M, Wellington Silva A, Rossi A, Damião A.

AUSENTES: Moledo (suspenso), Lucca, Danilo Fernandes, Charles, Thales (lesionados).

PENDURADOS: Iago, Edenílson, Lucca, Rossi, Brenner.

TRANSMISSÃO: SporTV (menos MG) e Premiere pra todo o Brasil, com narração de Rogério Correa, comentários de Bob Faria e Edinho.

CRUZEIRO 0x0 INTERNACIONAL, 02set18dom19h. TEMPO limpo, temperatura 23º, vento 12 Km/h, umidade 50%. LOCAL; Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 22ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Sportv e Premiere. PÚBLICO: 12.331 pagantes, 16.247 presentes, R$217.050, média R$18. ARBITRAGEM: Wilton Sampaio, Fabricio Vilarinho, Bruno Pires (GO). AMARELOS: Alvez, Patrick, Neves, Leo, Lucas. CRUZEIRO: Fábio; Edílson, Dedé, Leo, Egidio; Lucas, Cabral (Mancuello, 82), Bruno (Rafinha, 67), Neves, Arrascaeta; Raniel (Barcos, 72). T: Mano Menezes. INTERNACIONAL: Lomba, Zeca (Fabiano, 78), Emerson Santos, Cuesta, Iago. Dourado; Edenílson, Patrick, Nico López (D’Alessandro, 61). Pottker, Jonatan Alvez (Damião, 67). T: Odair Hellmann.

HISTÓRICO: 81 jogos, com 29 vitórias de cada time e 23 empates. O Cruzeiro marcou 104 gols e sofreu 102. Pelo Brasileiro, desde 1962, foram 70 partidas. O Cruzeiro venceu 25, empatou 20, perdeu 24, marcou 87 gols e sofreu 83. Os dois clubes decidiram o Brasileiro de 1975, com vitória do Inter na final por 1×0, no BeiraRio.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.388 jogos, 602 vitórias, 372 empates, 414 derrotas, 2.024 gols marcados, 1.567 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Cruzeiro 0x1 Flamengo: Perdeu, mas venceu

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

CRUZEIRO contra Flamengo, neste 29ago18qua21h45, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, volta das oitavas de final da Libertadores 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288; Flamengo, o 7º, com 12.796.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro foi campeão de seu grupo, Flamengo, vice no dele.

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Lucas — Robinho, Neves, Arrascaeta — Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Edílson, Manoel, Bruno, Cabral, Rafinha, Raniel.

AUSENTES: Sobis, Sassá (lesionado), Fred (transição).

PENDURADO: Ninguém.

ARBITRAGEM: Andrés Cunha, Nicolas Taran, Maurício Espinosa (Uruguai)

FLAMENGO: Diego Alves — Rodinei, Réver, Duarte, Renê — Cuellar — Ribeiro, Paquetá, Diego, Marlos Moreno — Vitinho. T: Barbieri.

BANCO: César, Pará, Thuler, Piris, Arão, Geuvânio, Lincoln, Dourado.

AUSENTES: Juan, Uribe.

PENDURADOS: Ninguém.

TEMPO nublado, temperatura 20º, vento 16 km/h, umidade 58%.

TRANSMISSÃO: Globo pra RJ, RS, SC, MG, ES, GO, TO, MS, MT, SE, AL, PE, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF, com narração de Galvão Bueno, comentários de Leovegildo Junior, Bob Faria e Arnaldo Cezar Coelho. Sportv, com narração de Luiz Carlos Jr. e comentários de Lédio Carmona.

CRUZEIRO 0x1 FLAMENGO, 29ag018qua21h45. TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 12 Km/h, umidade 60%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: volta das oitavas da Libertadores 2018. TRANSMISSÃO: Globo e Sportv. PÚBLICO: 44.791 pagantes, 52.425 presentes, R$2.840.890, média R$63. ARBITRAGEM: Andrés Cunha, Nicolas Taran, Maurício Espinosa (Uruguai). AMARELOS: Neves, Raniel, Rafinha, Renê, Duarte, Rodinei. GOL: Duarte, 69. CRUZEIRO: Fábio; Romero (Edilson, 57), Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Lucas, Robinho (Rafinha, 74), Neves, Arrascaeta; Barcos (Raniel, 71). T: Mano Menezes. FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Duarte, Réver, Renê (Geuvânio, 88); Cuéllar (Lincoln, 82); Everton Ribeiro, Paquetá, Diego, Marlos; Vitinho (Dourado, 68). T: Maurício Barbieri.

HISTÓRICO: 94 jogos. Cruzeiro venceu 35, empatou 26, perdeu 33, marcou 117 gols, sofreu 121. Pelo Brasileiro, desde 1959, foram 59 jogos. O Cruzeiro venceu 24, empatou 14, perdeu 21, marcou 67 gols, sofreu 70. Os clubes decidiram 2 títulos entre si, as copas do Brasil de 2003 e 2017. O Cruzeiro venceu ambas.

Cruzeiro 2×1 Fluminense: Enfim, uma vitória

sábado, 25 de agosto de 2018

CRUZEIRO contra Fluminense, neste 25ago18sab21h, no Mineirão, Belo Horizonte, pela 21ª rodada Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos; Fluminense é o 12º, com 10.926.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 7º, com 27 ponto; Fluminense, o 9º, com 25.

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Murilo, Hermes — Henrique, Lucas — Robinho, Neves, Arrascaeta — Raniel. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Manoel, Leo, Egídio, Ederson, Bruno, Mancuello, Rafinha, Brey, Barcos, David.

AUSENTES: Sassá (lesionado), Fred, Sobis (transição), Cabral, Ezequiel (suspensos).

PENDURADOS: Egídio, Hermes, Sobis, Robinho.

ARBITRAGEM de Cruzeiro x Fluminense: Rafael Traci, Ivan Carlos Bohn, Rafael Trombeta (PR).

TEMPO nublado, temperatura 22º, vento 10 Km/h, umidade 60%.

TRANSMISSÃO: Premiere, Premiere Internacional, cpm narração de Rogério Correa e comentários de Bob Faria.

FLUMINENSE: Júlio César — Gilberto, Gum, Ibañez, Ayrton Lucas — Richard, Dodi, Jadson — Sornoza, Pedro, Alessandro. T: Marcelo Oliveira.

BANCO: Marcos Felipe G, Paulo Ricardo B, Marlon L, Norton V, Daniel M, Pablo Dyego A, Cabezas A, Júnior Dutra A, Kaike A.

AUSENTES: Marcos Júnior, Everaldo (lesionados), Digão (impedido por ter sido emprestado pelo Cruzeiro).

PENDURADOS: Airton, Júnior Dutra e Sornoza.

CRUZEIRO 2×1 FLUMINENSE, 25ago18sab21h. TEMPO nublado, temperatura 22º, vento 10 Km/h, umidade 60%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, MOTIVO: 21ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 11.453 pagantes, 14.449 presentes, R$158.575, média R$14. ARBITRAGEM: Rafael Traci, Ivan Bohn, Rafael Trombeta (PR). AMARELOS:Hermes, Henrique, Dedé, Romero, Gum, Ibañez, Jadson. GOLS: Raniel, 12, Henrique, 25 (c), Ayrton, 72 (c). CRUZEIRO: Fábio; Romero, Dedé, Murilo, Hermes (Egídio, 46); Henrique, Lucas, Robinho (Rafinha, 81), Neves, Arrascaeta; Raniel (Barcos, 64). T: Mano Menezes. FLUMINENSE: Júlio César; Gilberto, Gum, Ibañez, Ayrton Lucas; Richard, Dodi, Jadson (Júnior Dutra, 74), Sornoza (Daniel, 76); Matheus Alessandro, Pedro (Kayke, 46). T: Marcelo Oliveira.

HISTÓRICO: 78 jogos. Cruzeiro venceu 26, empatou 19, perdeu 34, marcou 110 gols, levou 121. Pelos campeonatos brasileiros, desde 1959, foram 64 partidas. Cruzeiro venceu 24, empatou 17 e perdeu 23, marcou 89, sofreu 86 gols. Os dois clubes jamais decidiram uma competição entre si, mas chegaram próximos no Brasileiro 2010, quando o Flu campeonou com 2 pontos a mais.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.387 jogos, 602 vitórias, 371 empates, 414 derrotas, 2.024 gols marcados, 1.567 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Grêmio 1×1 Cruzeiro: Fábio garante um ponto

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

CRUZEIRO contra Grêmio, neste 22ago18sab21h45, no Humaitá (55 mil), Porto Alegre, 20ª rodada do Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos, Grêmio, o 3º, com 15.092.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 8º, com 26 pontos; Grêmio, o 3º, com 36.

CRUZEIRO: Fábio — Ezequiel, Leo, Murilo, Egídio — Romero, Cabral — Bruno, Rafinha, Arrascaeta — Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Eudes, Dedé, Manoel, Hermes, Ederson, Lucas, Brey, Mancuello, Robinho, David.

AUSENTES: Edilson (edema na coxa direita), Raniel (fadiga muscular), Sobis (inflamação no pé direito), Fred (transição pra física), Sassá (lesão no joelho esquerdo). Neves, Henrique e Dedé (poupados).

PENDURADOS: Cabral, Ezequiel, Hermes, Rafael Sobis e Robinho.

ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henrique, Michael Correia, Silbert Faria Sisquim (RJ).

GRÊMIO: Paulo Vítor; Leo Moura, Geromel, Kannemann, Cortez — Maicon, Jaílson — Ramiro, Luan, Everton — André. T: Renato Portaluppi.

BANCO: Grassi G, Leonardo L, Paulo Miranda B, Marcelo Oliveira L, Kaio V, Douglas M, Thaciano M, Cícero M, Jael A, Alisson A, Pepê A, Marinho A.

AUSENTES: Matheus Henrique e Grohe (lesionados).

PENDURADOS: Cabral, Ezequiel, Hermes, Sobis e Robinho.

TEMPO nublado, temperatura 11º, vento 12 Km/h, umidade 88%.

TRANSMISSÃO: Globo pra RS e MG, com narração de Rogerio Corrêa, comentários de Bob Faria e Maurício Saraiva. Premiere, com narração de Marcio Meneghini, comentários de Batista, reportagens de Júlio César Santos e Pedro Augusto Correia.

GRÊMIO 1×1 CRUZEIRO, 22ago18qua21h45. TEMPO nublado, temperatura 11º, vento 12 Km/h, umidade 88%. LOCAL: Humaitá (55 mil), Porto Alegre. MOTIVO: 20ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 12.773 pagantes, 14.559 presentes, R$398.680, média R$31. ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henrique, Michael Correia, Silbort Sisquim (RJ). AMARELOS: Cabral, Barcos, Ezequiel, Ramiro, Everton. GOLS: Bruno, 44, Everton, 59. GRÊMIO: Paulo Victor; Leo Moura (Jael, 46), Geromel, Kannemann, Cortez; Maicon, jaílson (Douglas, 84), Ramiro; Luan, Everton; André (Alisson, 46). T: Renato Portaluppi. CRUZEIRO: Fábio, Ezequiel (Robinho, 84), Leo, Murilo, Egídio. Cabral (Lucas, 77), Romero, Bruno; Rafinha, Arrascaeta (Neves, 64); Barcos T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 76 jogos. Cruzeiro venceu 33, empatou 20, perdeu 23, marcou 95 gols, levou 75. Pelo Brasileiro, foram 55 jogos. Cruzeiro venceu 23, empatou 15, perdeu 18, marcou 70 e sofreu 62 gols. Pela Libertadores, 6 jogos. Cruzeiro venceu 3, empatou 2 e perdeu 1. Foram 29 jogos nos estádios do Grêmio (Olímpico e Humaitá). Cruzeiro venceu 6, empatou 10, perdeu 14, marcou 20 gols e sofreu 35. Cruzeiro e Grêmio já decidiram um título, a Copa do Brasil 93. No Olímpico, 0×0; no Mineirão, Cruzeiro 2×1.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.386 jogos, 601 vitórias, 371 empates, 414 derrotas, 2.022 gols marcados, 1.565 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Cruzeiro 1×1 Bahia: sem força e sem inspiração

domingo, 19 de agosto de 2018

CRUZEIRO contra Bahia, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, neste 19ago18dom16h, 19ª rodada, Brasileiro 2018.

CRUZEIRO 1×1 BAHIA, 19ago18dom16h. TEMPO ensolarado, temperatura 23º, vento 12 Km/h, umidade 53%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 19ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 24.367 pagantes, R$387.435. média R$16. ARBITRAGEM: Bruno Arleu Araújo, Luiz Cláudio Regazone, Carlos Henrique Souza (RJ). AMARELOS: Robinho,387.435. Henrique, Gregore, Elton. GOLS: Grolli, 58, Neves, 61. CRUZEIRO: Fábio; Romero, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Lucas (Brey); Robinho (Mancuello), Neves, David (Rafinha, 46); Barcos. T: Mano Menezes. BAHIA: Anderson; Bruno, Grolli, Fonseca, Leo Pelé; Gregore, Elton; Elber (Marco Antônio), Vinícius (Régis), Zé Rafael; Gilberto (Edigar Júnio). T: Enderson Moreira.

(mais…)