Arquivo da Categoria ‘JOGOS’

Atlético-MG 2×0 Cruzeiro: sofreu, mas avançou

quarta-feira, 17 de julho de 2019

CRUZEIRO contra Atlético-MG neste 17jul19qua19h15, no Independência, Belo Horizonte, volta das quartas de final da Copa do Brasil 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; A Mineiro, o 7º, com 13.352.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro eliminou o Fluminense nas oitavas, A Mineiro eliminou o Santos.

TEMPO limpo, temperatura 17º, vento 21 Km/h, umidade 55%.

TRANSMISSÃO: SporTV menos MG, Premiere e Premiere Internacional, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Paulo Nunes e Bob Faria, reportagens de Rodrigo Franco e Roger Casé.

ARBITRAGEM: Flavio Rodrigues de Souza, Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro, Vinicius Furlan (SP). VAR: Thiago Duarte Peixoto. (SP).

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, M Gabriel, Rocha — Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael G, Orejuela L, Weverton L, Fabruno B, Cacá B, Dodô L, Adriano V, Jadson V, Maurício A, Sassá A, Neves A, David, A.

AUSENTES: Edílson, Rodriguinho (lesionados).

PENDURADOS: ninguém

MINEIRO: Victor — Patric, Réver, Rabello, Santos — Jair, Elias — Chará, Cazares, Otero — Alerrandro. T: Rodrigo Santana.

BANCO: Cleiton G, Guga L, Leonardo Silva B, Maidana B, Hernandez L, Welison V, Vinícius M, Martínez M, Geuvânio A, Maicon Bolt A, Luan A, Ricardo Oliveira A.

AUSENTES: Gustavo Blanco, Uílson (lesionado).

PENDURADOS: José Welison.

ATLÉTICO-MG 2×0 CRUZEIRO, 17jul19qua19h15. TEMPO limpo, temperatura 17º, vento 21 Km/h, umidade 55%. LOCAL: Independência (23 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: volta das quartas de final da Copa do Brasil 2019. TRANSMISSÃO: Sportv e Premiere. PÚBLICO: 22.145 presentes, R$1.352.396. média R$61. ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues Souza, Danilo Manis, Alex Ang. VAR: Thiago Peixoto. (SP).. AMARELOS: Fábio, Egídio, Robinho, Rocha, David, Jair, Cazares. Luan, Ricardo. VERMELHOS: Alerrandro, David, 65. GOLS: Cazares, 34, Patric, 92. ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Réver, Rabello , Santos; Jair (Ricardo, 69), Elias (Luan, 56); Otero (Geuvânio, 63), Cazares, Chará ; Alerrandro. T: Rodrigo Santana. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Romero; Robinho (Jadson, 62), M Gabriel, Rocha (Dodô, 82), Fred (David, 58). T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 472\1 jogos. Cruzeiro venceu 161, empatou 128, perdeu 183, com 606 gols a favor e 659 contra. Pelo Brasileiro, foram 66 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 21, perdeu 23, marcou 89 gols, sofreu 84. Os dois clubes já se enfrentaram em 23 decisões do Mineiro. O Cruzeiro venceu 13 (40, 67, 72, 77, 87, 90, 98, 04, 08, 09, 11, 14, 18, 19), perdeu 9 (31, 54, 62, 76, 85, 00, 07, 13, 17) e empatou uma (56). Na Copa dos Campeões Mineiros 1999, a vitória foi do Cruzeiro. Em fases preliminares, o Cruzeiro foi eliminado pelo rival nas quartas do Brasileiro de 1999 e o eliminou nas semifinais da SulMinas de 2001 e 2002, do Mineiro de 2005 e 2006, da Copa Montevidéu 2009, da Copa do Brasil 2019 e foi eliminado nas semifinais do Mineiro 2015. Na Copa do Brasil, o Cruzeiro perdeu a final de 2014. Foram 242 clássicos no Mineirão. O Cruzeiro venceu 88, empatou 78, perdeu 75, marcou 284 gols, sofreu 257. Pelo Mineiro, foram 273 jogos, com 93 vitórias do Cruzeiro, 71 empates, 109 derrotas, 297 gols a favor, 344 contra. Pela Primeira Liga, 1 jogo, 1 vitória do Cruzeiro que fez 1 gol e não sofreu nenhum. Pela Copa do Brasil, 4 jogos, com 1 vitória do Cruzeiroe r3 do Atlético. Cruzeiro marcou 3 gols e sofreu 5.

Cruzeiro 0x0 Botafogo: sem emoções

domingo, 14 de julho de 2019

CRUZEIRO contra Botafogo, neste 14jul19dom16h, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, pela 10ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 18º colocado, com 8 pontos; Botafogo, o 7º, com 15.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15822 pontos; Botafogo, o 11º, com 10.619.

ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden, Rafael da Silva Alves, Jorge Eduardo Bernardi (RS). VAR: Rafael Traci (SC).

TRANSMISSÃO: Globo pra RJ, MG, ES, PB, RN, PI, AM, RO, AC, RR e AP (com Luis Roberto, Roger Flores e Sandro Meira Ricci) e Premiere (com Rogério Corrêa e Henrique Fernandes).

TEMPO . ensolarado, temperatura 28º, vento 5 Km/h, umidade 27%.

CRUZEIRO: Fábio — Weverton, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Jadson, Neves, Rocha, David. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Orejuela, Cacá, Fabruno, Dodô, Rafael Santos, Ederson, Maurício, Sassá, Fred, M Gabriel.

AUSENTES: Romero, Robinho (suspensos), Edílson, Rodriguinho, Orejuela (lesionados).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Rodriguinho, Neves.

BOTAFOGO: Gatito — Marcinho, Carli, Gabriel, Gílson — Bochecha, João Paulo, Alex Santana — Erik, Diego Souza, Luiz Fernando. T: Eduardo Barroca.

BANCO: Cavalieri G, Fernando L, Marcelo Benevenuto B,  Jonathan L, Jean V, Allan Santos V, Victor Rangel A, Pimpão A, Lucas Campos A.

AUSENTES: Cícero (lesionado), Valencia (em situação irregular).

PENDURADOS: Gilson, Jonathan, Gustavo Bochecha, João Paulo, Valencia, Erik.

CRUZEIRO 0x0 BOTAFOGO, 14jul19dom16h0. TEMPO ensolarado, temperatura 28º, vento 5 Km/h, umidade 27%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 10º rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO:  18.012 presentes, R$215.441, média R$12. ARBITRAGEM: Leandro Vuaden, Rafael Alves, Jorge Bernardi (RS). VAR: Rafael Traci (SC). AMARELOS:  nenhum. CRUZEIRO: Fábio, Weverton, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral (Fred, 34); Jadson, Neves (Mauricio, 46), David; Rocha (Sassá, 62). T: Mano Menezes. BOTAFOGO: Gatito, Marcinho (Fernando, 84), Carli, Gabriel, Gilson; Bochecha, Alex Santana, João Paulo; Erik (Rangel, 67), Diego Souza, Luiz Fernando (Pimpão, 19). T: Eduardo Barroca.

HISTÓRICO: 91 partidas, Cruzeiro venceu 38, empatou 29, perdeu 24, marcou 130 gols, sofreu 106. Os dois clubes jamais decidiram um título entre si.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.453 jogos, 631 vitórias, 391 empates, 431 derrotas, 2.113 gols marcados, 1.647 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 638 jogos, 288 vitórias, 139 empates, 211 derrotas, 960 gols marcados, 787 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 3×0 Atlético-MG: sem crise na Toca III

quinta-feira, 11 de julho de 2019

CRUZEIRO contra Atlético-MG neste 11jul19qui20h, no Mineirão, Belo Horizonte, ida das quartas de final da Copa do Brasil 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; A Mineiro, o 7º, com 13.352.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro eliminou o Fluminense nas oitavas, A Mineiro eliminou o Santos.

TEMPO limpo, temperatura 17º, vento 15 Km/h, umidade 46%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Jayme Jr, comentários de Henrique Fernandes, reportagens de Pedro Augusto Correia e Vinícius Eulálio.

ARBITRAGEM: Raphael Claus, Marcelo Carvalho Van Gasse, Danilo Ricardo Simon Manis (SP). VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP).

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, M Gabriel — Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael G, Weverton L, Fabruno B, Cacá B, Dodô L, Rafael Santos L, Ederson V, Jadson V, Maurício A, Sassá A, P Fred A, David, A.

AUSENTES: Edílson, Orejuela, Rodriguinho (lesionados).

MINEIRO: Victor — Patric, Réver, Rabello, Santos — Welison, Elias — Luan, Cazares, Chará — Alerrandro. T: Rodrigo Santana.

BANCO: Cleiton G, Guga L, Leonardo Silva B, Maidana B, Hernandez L, Jair V, Vinícius M, Martínez M, Geuvânio A, Maicon Bolt A, Otero A, Ricardo Oliveira A.

AUSENTES: Gustavo Blanco (lesionado)m Adílson (problemas pessoais).

PENDURADOS: José Welison.

CRUZEIRO 3×0 ATLÉTICO-MG, 11jul19qui20h. TEMPO limpo, temperatura 17º, vento 10 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Mineirão (52 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: ida das quartas de final da Copa do Brasil 2019. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 46.113 pagantes, R$2.190.896, média R$48. ARBITRAGEM: Raphael Claus, Marcelo Van Gasse, Danilo Manis (SP). VAR: Rodrigo Guarizo (SP). AMARELOS: nenhum. GOLS: Rocha, 12, Neves, 26, Robinho, 54. CRUZEIRO: Fábio; Romero, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral; Robinho (Fred, 72), Neves (David, 91), Rocha (Jadson, 76), M Gabrel. T: Mano Menezes. ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Rabello, Réver, Santos; Welison (Jair, 75), Elias; Chará, Luan (Otero, 46), Cazares (Geuvânio, 66); Alerrandro. T: Rodrigo Santana.

HISTÓRICO: 471 jogos. Cruzeiro venceu 161, empatou 128, perdeu 182, com 606 gols a favor e 657 contra. Pelo Brasileiro, foram 66 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 21, perdeu 23, marcou 89 gols, sofreu 84. Os dois clubes já se enfrentaram em 23 decisões do Mineiro. O Cruzeiro venceu 13 (40, 67, 72, 77, 87, 90, 98, 04, 08, 09, 11, 14, 18, 19), perdeu 9 (31, 54, 62, 76, 85, 00, 07, 13, 17) e empatou uma (56). Na Copa dos Campeões Mineiros 1999, a vitória foi do Cruzeiro. Em fases preliminares, o Cruzeiro foi eliminado pelo rival nas quartas do Brasileiro de 1999 e o eliminou nas semifinais da SulMinas de 2001 e 2002, do Mineiro de 2005 e 2006, da Copa Montevidéu 2009 e foi eliminado nas semifinais do Mineiro 2015. Na Copa do Brasil, o Cruzeiro perdeu a final de 2014. Foram 242 clássicos no Mineirão. O Cruzeiro venceu 88, empatou 78, perdeu 75, marcou 284 gols, sofreu 257. Pelo Mineiro, foram 273 jogos, com 93 vitórias do Cruzeiro, 71 empates, 109 derrotas, 297 gols a favor, 344 contra. Pela Primeira Liga, 1 jogo, 1 vitória do Cruzeiro que fez 1 gol e não sofreu nenhum.

Fortaleza 2×1 Cruzeiro: não competiu, perdeu

quarta-feira, 12 de junho de 2019

CRUZEIRO contra Fortaleza, 12jun19qua21h, no Castelão (63 mil), Fortaleza, pela 9ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 14º, com 8 pontos; Fortalexa, o 17º, com 7.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Fortaleza, o 33º, com 4.222.

TEMPO nublado, temperatura 28º, vento 22 Km/h, umidade 77%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com Odinei Ribeiro e Ricardinho.

ARBITRAGEM: Heber Roberto Lopes, Alex dos Santos, Eder Alexandre (SC). VAR: Rafael Traci, Rodrigo D’alonso Ferreira (SC).

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Dodô – Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Rochas — Sassá. T: Mano Menezes.

BANCO:, Eudes G, Rafael G, Weverton L, R Santos L, Fabruno B, Cacá B, Jadson V, Ederson V, Maurício M, Rocha A, David A,  Raniel A, M Gabriel A.

AUSENTES: Egídio (doente), Edilson, Lucas Silva, Rodriguinho, Fred (lesionados).

PENDURADOS: Romero, Robinho, Rodriguinho, Neves.

FORTALEZA: Felipe Alves — Gabriel Dias, Quintero, Nathan, Carlinhos — Felipe, Juninho, Dodô, Romarinho – Marcinho, André Luiz. T: Rogério Ceni.

BANCO: Marcelo Boeck G, Bruno Melo L, Patrick B, Diguinho B, Araruna V, Romero V, Tinga V, Paulo Roberto V, Derley V, Marlon, M, Júnior Santos A, Kieza A, Matheus Alessandro A.

AUSENTES: Edinho, Wellington Paulista, Roger Carvalho (lesionados), Osvaldo (suspenso).

PENDURADOS: Carlinhos, Felipe e Marcinho.

FORTALEZA 2×1 CRUZEIRO, 12jun19qua21h. TEMPO chuvoso, temperatura 25ª, vento 20 Km.h, umidade 95%, LOCAL: Castelão (63 mil), Fortaleza. MOTIVO: 9z rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃOL Premiere. PÚBLICO: 17.099 pagantes, R$947,000, média R$ ARBITRAGEM: Heber Roberto Lopes, Alex Santos, Eder Alexandrino (SC). VAR: Rafael Traci (SC). AMARELOS: Leo, Romero, Dedé, Dodô, Cabral, Robinho, Nathan. CERMELHO: Nathan, 64. Gols: André, 2, Sassá, 10, André, 45+1. FORTALEZA:Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Nathan, Carlinhos; Felipe, Juninho; Dodô, Romarinho (Derley, 74), Marcinho (Matheus Alessandro, 60), André Luís (Tinga, 60). T: Rogério Ceni. CRUZEIRO: Fábio; Romero, Dedé, Leo, Dodô (M Gabriel, 72); Henrique, Cabral (Jadson, 46); Robinho, Neves, Rocha; Sassá (Raniel, 63). T: Mano Menezes.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.452 jogos, 631 vitórias, 390 empates, 431 derrotas, 2.113]2 gols marcados, 1.647 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 637 jogos, 288 vitórias, 138 empates, 211 derrotas, 960 gols marcados, 787 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 0x0 Corinthians: parou no goleiro

sábado, 8 de junho de 2019

CRUZEIRO contra Corinthians, neste 08jun19sab19hh, no Mineirão, Belo Horizonte, 8ª rodada, Brasileiro 2019.

RANKING de clubes da CBF 2016: Cruzeiro é o 2º, com 15.822; Corinthians é o 5º, com 14.508.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro está e, 15º lugar, com 7 pontos, Corinthians é o 9º, com 11.

TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 10 Km/h, umidade 70%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Ricardinho.

ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henriques, Silbert Faria Sisquim, Carlos Henrique Alves Lima Filho (RJ). VAR: Rodrigo Carvalhaes Miranda (RJ).

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Dodô — Henrique, Cabral — Robinho, Neves,  Rocha — Sassá. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Fabruno, Rafael Santos,, Jadson, Ederson, Maurício, Raniel, David, M Gabriel.

AUSENTES: Edílson, Orejuela, Fred (lesionados), Egídio (doente), Murilo (seleção olímpica), Rodriguinho, Lucas Silva (poupados).

PENDURADOS: Romero, Neves, Rodriguinho.

CORINTHIANS: Walter – Michel, Marllon, Henrique Buss, Danilo Avelar – Ralf, Júnior Urso, Sornoza, Jadson — Gustagol, Clayson. T: Fábio Carille.

BANCO: Caíque França G, Bruno Mendez B, Pedro Henrique B, Carlos Augusto L, Matheus Jesus V, Gabriel V, Richard V, Ramiro M, Régis M, Boselli A,

AUSENTES: Cássio, Fagner (seleção brasileira), Matheus Vital, Pedrinho (seleção olímpica), Manoel (emprestado pelo Cruzeiro), Vagner Love (poupado)

PENDURADOS: Cássio, Jadson e Júnior Urso.

ADVERSÁRIO: Fundado em 02set12, o alvinegro Sport Club Corinthians Paulista, dono da 2ª maior torcida do País, tem 2 mundiais, 1 Libertadores, 6 brasileiros, 3 copas do Brasil, 5 RioSP, 29 paulistas e 1 Brasileiro Série B.

CRUZEIRO 0x0 CORINTHIANS, 08jun19sab19hh. TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 6 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 8ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 16.120 pagantes, 21.370 presentes, R$353.230. R$22. ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henriques, Silbert Sisquim, Carlos Henrique Alves (RJ). VAR: Rodrigo Carvalhaes (RJ). AMARELOS: Robinho, Marllon. CRUZEIRO: Fábio; Romero, Dedé, Leo, Dodô; Henrique, Cabral (Jadson, 75), Robinho, Neves; Rocha (David, 65); Sassá (Raniel, 64). T: Mano Menezes. CORINTHIANS: Walter; Michel (Méndez, 17), Marllon, Henrique, Avelar; Ralf, Urso (Richard, 80), Sornoza (Everaldo 70), Jadson, Clayson; Gustagol. T: Fábio Carille.

HISTÓRICO: 89 jogos. Cruzeiro venceu 30, empatou 22, perdeu 37, marcou 100 gols, sofreu 116. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 67 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 18, perdeu 27, marcou 63 gols, levou 75. Os dois já decidiram dois títulos brasileiros. Em 1969, no Mineirão, Cruzeiro 2×1, mas o título ficou com o Palmeiras que fez um gol a mais, na mesma tarde, sobre o Botafogo. Em 1998, o Corinthians campeonou, com 2×2 no Mineirão, 1×1 e 2×0 no Morumbi. Em 2018, o cruzeiro venceu a Copa do Brasil com 1×0 no Mineirão e 2×1 em Itaquera. Foram disputados 5 pleiofes na história da Copa do Brasil. Corinthians levou a melhor nas oitavas de 1991 (3×1 e 1×0) e nas oitavas de 2002 (2×2 e 3×2). Cruzeiro, nas quartas de 1996 (4×0 e 2×3), nas oitavas de 1998 (3×1 e 1×1), nas quartas de 2016 (1×2 e 4×2) e na final de 2018 (1×0 e 2×1).

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.451 jogos, 631 vitórias, 390 empates, 430 derrotas, 2.112 gols marcados, 1.645 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 636 jogos, 288 vitórias, 138 empates, 210 derrotas, 959 gols marcados, 785 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 2(3×1)2 Fluminense: no grito da torcida

quarta-feira, 5 de junho de 2019

CRUZEIRO contra Fluminense, neste 05jun19qua19h15, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Fluminense é o 13º, com 10.034.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro estreia na competição; Fluminense passou por River Teresina (0x5), Ypiranga Erechim (3×0), Luverdense (0x0 e 2×0) e Santa Cruz (2×0 e 0x2).

TEMPO limpo, temperatura 16º, vento 12 Km/h, umidade 70%.

TRANSMISSÃO: SporTV, menos MG, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Henrique Fernandes e Grafite.

ARBITRAGEM: Rafael Traci (SC), Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO), Carlos Berkenbrock (SC). VAR:  Rodrigo D’alonso Ferreira (SC).

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Dodô — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, M Gabriel, Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Weverton, Cacá, Fabruno, Ederson, Jadson, Lucas, Rodriguinho, Raniel, Sassá, David, Rocha.

AUSENTES: Edílson e Orejuela (lesionados), Egídio (doente), Murilo (seleção olímpica).

PENDURADOS: ninguém.

FLUMINENSE: Agenor — Gilberto, Nino, Frazan, Caio Henrique — Allan, Daniel, Ganso — Brenner, João Pedro, Luciano. T: Fernando Diniz.

BANCO: Rodolfo G, Igor Julião L, Luan B, Mascarenhas L, Caio Vinícius V, Miguel Silveira M, Leo Arthur, Kelvin A, Ewandro A, Pablo Dyego A.

AUSENTES: Yoni González. Dodi, Leo Santos, Matheus Ferraz, Airton, Bruno Silva, Digão (lesionados), Guilherme (jogou pelo Bahia), Yuri (jogou pelo Santos), Marcos Paulo (seleção olímpica portuguesa), Pedro (seleção olímpica brasileira).

PENDURADOS: ninguém.

CRUZEIRO 2×2 FLUMINENSE (Cruzeiro 3×1, nos pênaltis), 05jun19qua19h15. TEMPO limpo, temperatura 18º, vento 10 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2019. TRANSMISSÃO: Sportv e Premiere. PÚBLICO: 47.460 presentes, 40.056 pagantes, R$546.961, média R$14. ARBITRAGEM: Rafael Traci (SC), Fabricio Vilarinho, (GO), Carlos Berkenbrock (SC). VAR: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC). AMARELOS: Henrique, Sassá, Robinho, Luciano, Daniel.  GOLS: Ganso, 13 (p); Neves, 58 e 79 (p), JoãoPedro, 91. PÊNALTIS: Rocha, Sassá, Neves, Allan, converteram. Romero, Lucas, João, Ganso, Gilberto perderam. CRUZEIRO: Fábio; Romero, Dedé, Leo, Dodô; Henrique, Cabral (Lucas, 84), Robinho, Neves, M Gabriel (Rocha, 46); Fred (Sassá, 72). T: Mano Menezes. FLUMINENSE: Agenor; Gilberto, Nino (Miguel, 89), Frazan (Mascarenhas, 83), Caio Henrique; Allan, Daniel, Ganso; Luciano, Brenner (Ewandro, 82), João Pedro. T: Fernando Diniz.

HISTÓRICO: 82 jogos. Cruzeiro venceu 26, empatou 21, perdeu 35, marcou 114 gols, levou 128. Pelos campeonatos brasileiros, desde 1959, foram 65 partidas. Cruzeiro venceu 24, empatou 17 e perdeu 24, marcou 90, sofreu 90. Os dois clubes jamais decidiram uma competição entre si, mas chegaram próximos no Brasileiro 2010, quando o Flu campeonou com 2 pontos a mais.

São Paulo 1×1 Cruzeiro: vitória escapa no apito

domingo, 2 de junho de 2019

CRUZEIRO contra São Paulo, 02jun19dom16h, Pacaembu (38 mil), São Paulo, 7ª rodada, Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16ª, com 5 pontos, São Paulo, o 4º, com 11.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, 15.822 pontos, São Paulo, o 12º, com 10.508.

ARBITRAGEM: Braulio da Silva Machado, Kleber Lúcio Gil, Thiaggo Labes (SC). VAR: Héber Roberto Lopes (SC).

TRANSMISSÃO de São Paulo x Cruzeiro: Globo pra SP (menos Baixada Santista), MG, RS, PR, GO, TO, MS, MT, BA, SE, AL, PE, MA, PA e DF, com narração de Cleber Machado e comentários de Casagrande e Roger Flores. Premiere, com Odinei Ribeiro e Wagner Vilaron.

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, M Gabriel — Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael G, Eudes G, Weverton L, Fabruno B, Cacá B, Dodô L, Jadson V, Lucas V, Ederson V, David A, Sassá A.

AUSENTES: Orejuela, Edílson (lesionados), Rodriguinho, Raniel (poupados).

PENDURADOS: Romero e Rodriguinho.

SÃO PAULO: Volpi — Hudson, Anderson Martins, Bruno Alves, Reinaldo — Tchê Tchê, Luan — Victor Bueno, Hernanes, Toró — Pato. T Cuca.

BANCO: Jean G, Junior G, Igor Vinícius L, Walce B, Luan B, Leo L, Jucilei V, Willian Farias V, Igor Gomes M, Everton Felipe M, Nenê M, Calazans M, Helinho A.

AUSENTES: Everton, Pablo, Lizieiro, Rojas (lesionados), Antony (seleção olímpica), Arboleda (seleção equatoriana), Gonzalo Carneiro (suspenso).

PENDURADOS: Anderson Martins e Igor Vinícius.

SÃO PAULO 1×1 CRUZEIRO, 02jun19dom16h. TEMPO chuvoso, temperatura 19º, vento 6 Km/h, umidade 90%. LOCAL: Pacaembu (38 mil), São Paulo. MOTIVO: 7ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 7.835 pagantes, R$297.639, média R$38. ARBITRAGEM: Braulio Machado, Kleber Gil, Thiago Labes (SC). VAR: Heber Roberto Lopes (SC). AMARELOS: TchêTchê, Calazans, Robinho, Neves, Cabral, VERMELHO: Vinícius, 93. GOLS: Pato, 14, Neves, 67 (f). SÃO PAULO: Volpi, Hudson (Igor Vinícius, 78), Bruno Alves, Anderson Martins, Reinaldo; Luan, Tchê Tchê, Hernanes (Igor Gomes, 46); Vitor Bueno (Calazans 78), Toró, Pato. T: Cuca. CRUZEIRO: Fábio, Romero, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral (Lucas, 72), Neves (David, 68); Robinho, M Gabriel, Fred (Sassá, 86). T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 85 jogos. Cruzeiro venceu 21, empatou 22, perdeu 42; marcou 82 gols, levou 114. Pelo Brasileiro, 63 jogos, 12 vitórias do Cruzeiro, 16 empates, 35 vitórias do São Paulo. Pela Libertadores, 6 partidas, 3 vitórias do Cruzeiro e 3 do SPFC. O Cruzeiro marcou 5 gols e levou 6. Nas 3 vezes em que decidiram títulos, o Cruzeiro venceu 2 (Copa Ouro 1995 e Copa do Brasil 2000) e perdeu 1 (Recopa Sulamericana 1993).

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.450 jogos, 631 vitórias, 389 empates, 430 derrotas, 2.112 gols marcados, 1.645 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 635 jogos, 288 vitórias, 137 empates, 210 derrotas, 959 gols marcados, 785 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 1×2 Chapecoense: lá vem dramalhão!

domingo, 26 de maio de 2019

CRUZEIRO contra Chapecoense, neste 26mai19dom18h, Independência (23 mil), Nelo Horizonte, 6ª rodada do Brasileiro 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Chapecoense a 10ª, com 10.706.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 15º, com 6 pontos; Chapecoense, a 16ª, com 4.

TEMPO limpo, temperatura 20º, vento 6 Km/h, umidade 70%.

TRANSMISSÃO: Premiere e Premiere Play, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Ana Thaís Matos, reportagens de  Elton Novais e Maurício Paolucci.

ARBITRAGEM: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA/Fifa), Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA), Fabricio Vilarinho da Silva (GO). VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Egídio — Henrique — Robinho, Neves, Rodriguinho, M Gabriel — Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Fabruno, Murilo, Dodô, Jadson, Lucas, Cabral, David, Sassá, Rocha.

AUSENTE: Orejuela e Edilson (lesionado).

PENDURADOS: Romero e Rodriguinho.

CHAPECOENSE: Tiepo — Caíque Sá, Gum, Douglas, Bruno Pacheco — Márcio Araújo, Elicarlos, Campanharo — Arthur Gomes, Everaldo, Rildo. T: Ney Franco.

BANCO: Elias G, Bryan L, Rafael Pereira B, Ernandes L, Ruschel L, Amaral V, Augusto V, Régis M, Diego Torres M, Aylon A, Renato A.

AUSENTES: Thiago Santos, Eduardo, Vagner, Yann Rolim (lesionados); João Ricardo (doping).

PENDURADO: Douglas.

CRUZEIRO 1×2 CHAPECOENSE, 26mai19dom19h. TEMPO limpo, temperatura 20º, vento 6 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Independência (23 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 6ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 18.039 presentes, R$151.833, média: R$8. ARBITRAGEM: Dewson Freitas (PA), Alessandro Rocha Matos (BA), Fabricio Vilarinho (GO). VAR: Rodrigo Sá (RJ). AMARELOS: Dedé, Pacheco, Bryan, Rildo. GOLS: Rildo, 51, Neves, 56, Torres, 84. CRUZEIRO: Fábio — Romero, Dedé, Leo, Egídio — Henrique — Robinho, Neves (David), Rodriguinho (Rocha), M Gabriel (Lucas) — Fred. T: Mano Menezes. CHAPECOENSE: Tiepo — Caíque Sá (Bryan), Gum, Douglas, Pacheco — Márcio Araújo, Elicarlos, Campanharo (Torres) — Arthur Gomes, Everaldo, Rildo (Aylon). T: Ney Franco.

HISTÓRICO: 16 jogos entre Cruzeiro e Chape. Cruzeiro tem 7 vitórias, 4 empates, 5 derrotas, 23 gols a favor, 16 contra.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.449 jogos, 631 vitórias, 388 empates, 430 derrotas, 2.111 gols marcados, 1.644 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 634 jogos, 288 vitórias, 136 empates, 210 derrotas, 958 gols marcados, 784 sofridos, aproveitamento de 53%.

Fluminense 4×1 Cruzeiro: show de Xerém

sábado, 18 de maio de 2019

CRUZEIRO contra Fluminense, Maracanã, Rio de Janeiro, 18mai19qua18h, 5ª rodada, Brasileiro 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Fluminense é o 13º, com 10.034.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 11º, com 6 pontos, Fluminense, o 15º, com 3.

TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 14 Km/h, umidade 93%.

TRANSMISSÃO: Premiere, Premiere Play e Premiere Internacional, com Gustavo Villani, Lédio Carmona e Roger Flores.

ARBITRAGEM: Flavio Rodrigues de Sousa, Marcelo Carvalho Van Gasse, Alex Ang Ribeiro (SP). VAR: Heber Roberto Lopes (SC).

CRUZEIRO: Rafael — Orejuela, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Lucas — Robinho, Rodriguinho, Rocha — Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Vitor Eudes, Fabruno, Murilo, Dodô, Rafael Santos, Cabral, Romero, Jadson, Sassá, M Gabriel, David.

AUSENTES: Raniel (transição), Neves (doente), Fábio (poupado)..

PENDURADOS: Romero.

FLUMINENSE: Agenor — Gilberto, Nino, Matheus Ferraz, Caio Henrique — Allan, Dodi, Ganso — Daniel, Luciano, Yoni González. T: Fernando Diniz.

BANCO: Rodolfo G, Igor Julião L, Frazan B, Caio V, Guilherme M, Kelvin A, João Pedro A, Marcos Paulo A, Yuri A, Ewandro A, Pablo Dyego A.

AUSENTES: Leo Santos, Mascarenhas, Pedro, Airton, Bruno Silva, Digão (lesionados), Guilherme (jogou pelo Bahia), Yuri (jogou pelo Santos).

PENDURADOS: Allan e Luciano.

FLUMINENSE 4×1 CRUZEIRO, 18mai19qua18h. TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 14 Km/h, umidade 93%. LOCAL: Maracanã (78 mil), Rio de Janeiro. MOTIVO: 5ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 11.437 pagantes, R$253.360, média R$22. AMARELOS: Rodriguinho, Rocha, Allan, Luciano. GOLS: Nino, 43, Luciano, 46, Robinho, 48, JoãoPedro, 80 e 94. FLUMINENSE: Agenor; Gilberto, Ferraz, Nino, Caio Henrique; Allan, Daniel (Igor Julião, 83), Ganso, Leo Artur (João Pedro, 71); González, Luciano (Marcos Paulo, 77). T: Fernando Diniz. CRUZEIRO: Rafael; Orejuela (M Gabriel, 57), Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Romero; Robinho, Rodriguinho (Deivid, 75), Rocha; Fred (Sassá, 78). T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 81 jogos. Cruzeiro venceu 26, empatou 20, perdeu 35, marcou 112 gols, levou 126. Pelos campeonatos brasileiros, desde 1959, foram 65 partidas. Cruzeiro venceu 24, empatou 17 e perdeu 24, marcou 90, sofreu 90. Os dois clubes jamais decidiram uma competição entre si, mas chegaram próximos no Brasileiro 2010, quando o Flu campeonou com 2 pontos a mais.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.448 jogos, 631 vitórias, 388 empates, 429 derrotas, 2.110 gols marcados, 1.642 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 633 jogos, 288 vitórias, 136 empates, 209 derrotas, 957 gols marcados, 782 sofridos, aproveitamento de 53%.

Fluminense 1×1 Cruzeiro: castigo no fim

quarta-feira, 15 de maio de 2019

CRUZEIRO contra Fluminense, neste 15mai19qua21h15, no Maracanã, Rio de Janeiro, jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Fluminense é o 13º, com 10.034.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro estreia na competição; Fluminense passou por River Teresina (0x5), Ypiranga Erechim (3×0), Luverdense (0x0 e 2×0) e Santa Cruz (2×0 e 0x2).

TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 5 Km/h, umidade 93%.

TRANSMISSÃO de Cruzeiro x Fluminense, nesta quarta, 21h: Globo pra BH (com Jaime Júnior, Bob Faria e Márcio Rezende Freitas) e Sportv e Premiere Internacional (com Luiz Carlos Júnior, Alex Escobar e Roger Flores).

ARBITRAGEM: Luiz Flavio de Oliveira, Emerson Augusto de Carvalho, Neuza Inês Back (SP), VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Lucas — Robinho, Rodriguinho, Rocha — Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Edílson, Fabruno, Murilo, Dodô, Cabral, Romero, Jadson, Sassá, David.

AUSENTES: M Gabriel (lesionado), Raniel (transição), Neves (doente).

PENDURADOS: ninguém.

FLUMINENSE: Rodolfo — Gilberto, Nino, Matheus Ferraz, Caio Henrique — Allan, Dodi, Ganso — Daniel, Luciano, Yoni González. T: Fernando Diniz.

BANCO: Agenor, Igor Julião L, Frazan B, Caio V, Leo Arthur V, Miguel M, Kelvin Am João Pedro, Marcos Paulo, Ewandro A, Pablo Dyego A.

AUSENTES: Leo Santos, Mascarenhas, Pedro, Airton, Bruno Silva, Digão (lesionados), Guilherme (jogou pelo Bahia), Yuri (jogou pelo Santos)

PENDURADOS: ninguém.

FLUMINENSE 1×1 CRUZEIRO, 15mai19qua21h30. TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 5 Km/h, umidade 93%. LOCAL: Maracanã (78 mil), Rio de Janeiro. MOTIVO: ida das oitavas de final da Copa do Brasil 2019. TRANSMISSÃO: Globo Minas, Sportv, Premiere. PÚBLICO: 16.80 presentes, 15.912 pagantes, R$398.635, média R$25. ARBITRAGEM: Luiz Flavio Oliveira, Emerson Carvalho, Neuza Back (SP), VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP). AMARELOS: Ganso, Nino, Rodriguinho, Romero. GOLS: Rocha, 57, JoãoPedro, 93. FLUMINENSE: Rodolfo; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz, Caio Henrique; Allan, Daniel (Ewandro, 68), Leo Artur (Marcos Paulo, 76), Ganso; González, Luciano (João Pedro, 83). T: Fernando Diniz. CRUZEIRO: Fábio, Orejuela, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Romero, Robinho, Rodriguinho (Jadson, 67), Rocha (David, 77); Fred (Sassá, 81). T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 80 jogos. Cruzeiro venceu 26, empatou 20, perdeu 34, marcou 111 gols, levou 122. Pelos campeonatos brasileiros, desde 1959, foram 64 partidas. Cruzeiro venceu 24, empatou 17 e perdeu 23, marcou 89, sofreu 86 gols. Os dois clubes jamais decidiram uma competição entre si, mas chegaram próximos no Brasileiro 2010, quando o Flu campeonou com 2 pontos a mais.