Arquivo da Categoria ‘JOGOS’

Cruzeiro 1×0 Corinthians: Noite dos goleiros

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

CRUZEIRO contra Corinthians, neste 14nov18qua21h45h, no Mineirão, Belo Horizonte, 34ª rodada, Brasileiro 2018.

RANKING de clubes da CBF 2016: Cruzeiro é o 1º, com 15.288; Corinthians é o 6º, com 14.076.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro está e, 9º lugar, com 46 pontos, Corinthians é o 13º, com 40.

CRUZEIRO: Fábio — Ezequiel, Manoel, Leo, Egídio — Romero, Lucas — Robinho, Mancuello, David — Fred. T: Sidnei Lobo.

BANCO: Rafael, Cacá, Brey, Bruno, Henrique, Cabral, Neves, Raniel, Barcos, Rafinha.

AUSENTES: Murilo (lesionado), Sassá, Sobis, Edílson (suspensos), Dedé, Arrascaeta (seleções).

PENDURADOS: Cabral, Bruno, Dedé, Edílson, Ezequiel, Leo, Manoel.

ARBITRAGEM: Jean Pierre Goncalves Lima, Leirson Peng Martins, Lucio Beiersdorf Flor (RS).

CORINTHIANS: Cássio — Fagner, Leo Santos, Henrique Buss, Avelar — Douglas, Ralf — Pedrinho (Clayson) Jadson (Vital), Romero; Danilo (Thiaguinho, 46). T: Jair Ventura.

BANCO: G, Paulo Roberto L, Vílson B, Marllon B, Pedro Henrique B, Gabriel V, Thiaguinho M, M, Vital M, A, Jonathas A, Clayson A.

AUSENTES: Araos (suspenso), Carlos Augusto (seleção Sub20), Walter (problemas pessoais), Renê Jr, Sheik, Díaz (lesionados).

PENDURADOS: Sheik, Douglas, Pedro Henrique e Paulo Roberto.

ADVERSÁRIO: Fundado em 02set12, o alvinegro Sport Club Corinthians Paulista, dono da 2ª maior torcida do País, tem 2 mundiais, 1 Libertadores, 6 brasileiros, 3 copas do Brasil, 5 RioSP, 28 paulistas e 1 Brasileiro da Série B.

TRANSMISSÃO: Globo pra MG, SP, AL e DF (narração de Cleber Machado, comentários de Roger Flores, Casagrande e Renato Marsiglia, reportagens de Murilo Salviano e Caio Rocha). Premiere (com narração de Rogério Corrêa, comentários de Henrique Fernandes).

TEMPO nublado, temperatura 27º, vento 10 Km/h, umidade 54%, às 19h.

CRUZEIRO 1×0 CORINTHIANS, 14nov18qua21h45. TEMPO nublado, temperatura 25º, vento 10 Km/h, umidade 60%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 34ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Globo, Premiere. PÚBLICO: 8.314 pagantes, 15.520 presentes, R$128.669, média R$15. ARBITRAGEM: Jean Pierre Lima, Leirson Peng, Lucio Beiersdorf (RS). AMARELOS: Robinho, Fred, Douglas, AngelRomero. VERMELHO: Douglas, 45. GOL: David, 13. CORINTHIANS: Cássio — Fagner, Leo Santos, Henrique Buss, Avelar — Douglas, RalfPedrinho (Clayson, 75), Jadson (Vital, 82), Romero; Danilo (Thiaguinho, 46). T: Jair Ventura. CRUZEIRO: Fábio — Ezequiel, ManoelLeo, Egídio — Romero, Lucas — Robinho (Cabral, 82), Mancuello (Brey, 16), David (Raniel, 72) — Fred. T: Sidnei Lobo.

HISTÓRICO: 88 jogos. Cruzeiro venceu 30, empatou 21, perdeu 37, marcou 100 gols, sofreu 116. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 66 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 17, perdeu 27, marcou 63 gols, levou 75. Os dois já decidiram dois títulos brasileiros. Em 1969, no Mineirão, Cruzeiro 2×1, mas o título ficou com o Palmeiras que fez um gol a mais, na mesma tarde, sobre o Botafogo. Em 1998, o Corinthians campeonou, com 2×2 no Mineirão, 1×1 e 2×0 no Morumbi. Em 2018, o cruzeiro venceu a Copa do Brasil com 1×0 no Mineirão e 2×1 em Itaquera. Foram disputados 5 pleiofes na história da Copa do Brasil. Corinthians levou a melhor nas oitavas de 1991 (3×1 e 1×0) e nas oitavas de 2002 (2×2 e 3×2). Cruzeiro, nas quartas de 1996 (4×0 e 2×3), nas oitavas de 1998 (3×1 e 1×1), nas quartas de 2016 (1×2 e 4×2) e na final de 2018 (1×0 e 2×1).

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.400 jogos, 607 vitórias, 375 empates, 418 derrotas, 2.037 gols marcados, 1.580 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

AtléticoPR 2×0 Cruzeiro: Caiu numa armadilha

sábado, 10 de novembro de 2018

CRUZEIRO contra AtléticoPR, neste 10nov18sab19h, Baixada (42 mil), Curitiba, 33ª rodada, Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.282 pontos; AtléticoPR é o 9º, com 11.718.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro está em 8º lugar, com 46 pontos, Paranaense é o 9º, com 43.

CRUZEIRO: Fábio — Edílson, Manoel, Leo, Egídio — Henrique, Cabral – Robinho, Neves, Arrascaeta — Raniel. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Ezequiel, Cacá, Brey, Ederson, Romero, Bruno, Lucas, Barcos, David, Sobis.

AUSENTES: Dedé, Fred (poupados), Sassá, Mancuello (suspensos), Murilo, Rafinha (lesionados).

PENDURADOS: Bruno, Dedé, Edílson, Ezequiel, Leo, Murilo, Sobis.

ARBITRAGEM: Anderson Daronco, Rafael da Silva Alves, Michael Stanislau (RS).

PARANAENSE: Santos — Jonathan, Thiago Heleno, Leo Pereira, Lodi — Bruno Guimarães, Wellington — Cirino, Rafael Veiga, Nikão — Pablo. T: Tiago Nunes.

BANCO: Felipe Alves G, Diego Ferreira L, Wanderson B, Zé Ivaldo B, Márcio Azevedo L, Carleto L, Camacho V, Baralhas V, Rosseto M, Rony A, Marcinho A, Bergson A.

.AUSENTES: Lucho González (poupado), Bruno Nazário, Paulo André, Guilherme (lesionados).

PENDURADOS: Bergson, Márcio Azevedo, Nikão, Paulo André, Thiago Heleno, Wanderson, Zé Ivaldo.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Linhares Jr, comentários de Ricardinho, reportagens de Nádia Mauad e Pedro Correia. .

TEMPO nublado,  temperatura 19º, vento 14 Km/h, umidade 83%.

ATLÉTICO-PR 2×0 CRUZEIRO, 10nov18sab19h. TEMPO nublado,  temperatura 19º, vento 14 Km/h, umidade 83%. LOCAL: Baixada (42 mil), Curitiba. MOTIVO: 33ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 8.641 presentes, R$ 174.170, média R$20. ARBITRAGEM: Anderson Daronco, Rafael da Silva Alves, Michael Stanislau (RS). AMARELOS: Manoel, Henrique, Edílson, Cabral, Arrascaeta, Romero, Sobis, Jonathan, Guimarães, Wellington, Pereira. GOLS: Cirino, 9, Veiga, 21. CRUZEIRO: Fábio, Edilson (Romero), Manoel, Leo, Egídio, Henrique, Cabral; Robinho (Sobis), Neves, Arrascaeta; Raniel (Barcos). T: Mano Menezes. PARANAENSE: Santos; Jonathan (Diego Ferreira, 46), Thiago Heleno, Leo Pereira, Lodi; Guimarães (Camacho), Wellington; Cirino (Rony), Veiga, Nikão; Pablo. T: Tiago Nunes.

HISTÓRICO: 60 jogos, 24 vitórias do Cruzeiro, 19 empates, 17 do Paranaense. Cruzeiro marcou 89 gols, levou 76. Eles já decidiram duas competições nacionais entre si. Em 1999, o Paranaense conquistou a Seletiva da Libertadores vencendo por 3×0 na Baixada e perdendo por 2×1 no Mineirão. Na SulMinas 2002, o Cruzeiro venceu por 2×1, na Baixada, e 1×0, no Mineirão, na despedida de Sorín, com 70 mil espectadores.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.399 jogos, 606 vitórias, 375 empates, 418 derrotas, 2.036 gols marcados, 1.580 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

América 1×2 Cruzeiro: Cota 45 ultrapassada

domingo, 4 de novembro de 2018

CRUZEIRO contra AméricaMG, neste 04nov18qui15h, no Independência (23 mil), Belo Horizonte, pela 32ª rodada do Brasileiro 2018.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 9º, com 43 pontos; América o 16º, também com 34 pontos.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos; América, o 24º, com 6.255.

CRUZEIRO: Fábio — Edilson, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Arrascaeta — Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Ezequiel, Cacá, Manoel, Brey, Romero, Lucas, Mancuello, Raniel, Sobis, David.

AUSENTES: Bruno, Murilo (lesionados), Sassá (suspenso), Hermes, Fred, Rafinha (poupados).

PENDURADOS: Bruno, Dedé, Edílson, Ezequiel, Leo, Murilo, Sobis.

ARBITRAGEM: Heber Roberto Lopes (SC), Bruno Boschilia (PR) e Henrique Neu Ribeiro (SC).

AMÉRICA: João Ricardo — Norberto, Messias, Matheus Ferraz, Carlinhos — Juninho, Zé Ricardo; Luan, Robinho, Giovanni, Ruy. T: Adílson Batista.

BANCO: Fernando Leal (G), (L), Ricardo Silva (B), Wesley (V), Leandro Donizete (V), Lincoln (M), Marquinhos (A), Ademir (A), Matheusinho (A), Robinho (A), Moura A.

AUSENTES: Aylon, Gerson Magrão, Paulão (suspensos), David (fratura no joelho esquerdo), Jori (tendinite), Lima (transição).

PENDURADOS: Aylon, Juninho, Leandro Donizete, Luan, Matheus Ferraz e Rafael Moura.

TEMPO nublado, temperatura 26º, vento 14 Km/h, umidade 64%.

TRANSMISSÃO: Globo pra MG, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Marcio Rezende Freitas. Premiere, com narração de Jaime Junior e comentários de Henrique Fernandes.

AMÉRICA 1×2 CRUZEIRO, 04nov18qui17h. TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 06 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Independência (23 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 32ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Globo, Premiere. PÚBLICO: 9.423 pagantes, R$98.805, média R$10. ARBITRAGEM: Héber Roberto Lopes (SC), Bruno Boschilia (PR), Henrique Nou Ribeiro (SC). AMARELOS: Zé Ricardo, Juninho, Luan, Egídio. GOLS: Arrascaeta, 17, Neves, 50 (p), Moura, 71 (p). CRUZEIRO: Fábio; Edilson; Dedé, Leo; Egídio; Henrique, Cabral; Robinho (Lucas, 73), Neves (Macuello, 84), Arrascaeta; Barcos (Raniel, 75). T: Mano Menezes. AMÉRICA: João Ricardo; Norberto (Moura, 66), Messias, Matheus Ferraz, Carlinhos (Robinho, 46); Juninho, Zé Ricardo, Aderlan (Matheusinho, 46), Giovanni, Luan, Ruy. T: Adílson Batista.

HISTÓRICO: 366 jogos, 154 vitórias do Cruzeiro, 102 vitórias do América, 110 empates. Cruzeiro marcou 651 gols e sofreu 523.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.398 jogos, 606 vitórias, 375 empates, 417 derrotas, 2.036 gols marcados, 1.578 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Cruzeiro 3×1 Paraná: Sem fazer força

sábado, 27 de outubro de 2018

CRUZEIRO contra Paraná Clube, neste 27out18qua21h, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, pela 31ª rodada do Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos; Paraná, o 28º, com 5.244.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 10º, com 40 pontos, Paraná, o 120º, com 17.

CRUZEIRO: Fábio — Ezequiel, Dedé, Leo, Egídio — Romero, Lucas –Sobis, Mancuello, Arrascaeta — Fred. T: Mano Menezes.\

BANCO: Rafael, Cacá, Manoel, Hermes, Ederson, Bruno, Cabral, Brey, Raniel, David.

AUSENTES: Neves, Sassá (suspensos); Rafinha, Robinho (lesionados), Henrique, Edílson, Barcos, Rafinha (poupados).

PENDURADOS: Bruno, Dedé, Edílson, Ezequiel, Leo, Murilo, Sobis.

ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henrique, Michael Correia, Silbert Faria Sisquim (RJ).

PARANÁ: Richard — Wesley, Jesiel, Rayan, Igor — Leandro Vilela, Jhonny Lucas, Alex Santana — Andrey, Grampola, Juninho. T: Dado Cavalcante

BANCO: Thiago Rodrigues G, Mansur L, Vitinho L, Jhony V, Jean Lucas M, Alesson M, Rodrigo Carioca A, Silvinho A, Iacovelli A.

AUSENTES: René Santos, Nadson, Torito, Maicosuel, Guilherme Biteco, Felipe Augusto (lesionados), Ortigoza, Cleber Reis, Deivid, Caio Henrique, Baez (afastados).

PENDURADOS: Jesiel, Silvinho, Caio Henrique, Alex Santana, Torito González.

TEMPO chuvoso, temperatura 20º, vento 10 Km/h, umidade 80%.

TRANSMISSÃO: Premiere e Premiere Internacional, cpm narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria, reportagens de Gabriela Ribeiro e Maurício Paulucci.

CRUZEIRO 3×1 PARANÁ, 27out18sab21h. TEMPO chuvoso, temperatura 20º, vento 10 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 31ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: PÚBLICO: 6.405 pagantes, 18.783 presentes, R$105.203, média R$16. ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henrique, Michael Correia, Silbert Sisquim (RJ). AMARELOS: Igor. GOLS: Arrascaeta, 9, Fred, 14, Egídio, 19 (c), Sobis, 48 (p). CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Dedé, Leo, Egídio; Romero, Lucas; Sobis, Mancuello (Bruno), Arrascaeta (Deivid); Fred (Raniel). T: Mano Menezes. PARANÁ: Richard; Wesley (Mansur), Jesiel, Rayan, Igor; Vilela, Jhonny Lucas (Alesson), Alex Santana; Andrey, Grampola, Juninho (Silvinho). T: Dado Cavalcante.

HISTÓRICO: 28 jogos, 12 vitórias do Cruzeiro, 8 empates, 8 vitórias do Paraná, com 47 gols do Cruzeiro e 35 do Paraná.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.397 jogos, 605 vitórias, 375 empates, 417 derrotas, 2.034 gols marcados, 1.577 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Cruzeiro 0x2 Ceará: Sem qualidade pra jogar aberto

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

CRUZEIRO contra Ceará, neste 24out18qua19h30., no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, pela 28ª rodada, Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos, Ceará, o 27º, com 5.553.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 10º, com 40 pontos; Ceará, o 17º, com 31 pontos.

CRUZEIRO: Fábio — Edilson, Manoel, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Rafinha — Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Murilo, Brey, Ederson, Romero, Lucas, Bruno, Raniel, Sobis, David.

AUSENTES: Sassá (suspenso), Mancuello, Ezequiel, Hermes (lesionados), Dedé, Arrascaeta, Fred (poupados).

PENDURADOS: Bruno, Dedé, Edílson, Ezequiel, Leo, Murilo, Sobis, Neves.

ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues de Souza, Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, Tatiane Sacilotti dos Santos. (SP).

CEARÁ: Everson — Fabinho, Luiz Otávio, Tiago Alves, João Lucas — Richardson, Juninho, Calyson, Ricardinho  — Arthur, Leandro Carvalho. T: Marcelo Rospide / Lisca.

BANCO: Fernando Henrique G. Valdo B, Felipe Jonatan L, Matheus Lira V, Edinho V, Felipe Azevedo M, Elton A, Juninho Piauiense A, Luidy A, Eder Luís A, Hyuri A, Ricardo Bueno A.

AUSENTES: Samuel Xavier (suspenso), Romário, Alex Amado, Wescley (lesionados); Reina (transição).

PENDURADOS: Calyson, Richardson, Reina, Ricardinho, Arnaldo.

TEMPO nublado, temperatura 21º, vento 5 Km/h, umidade 49%.

TRANSMISSÃO: Premiere e Premiere Internacional, com narração de Rogério Corrêa e comentários de Bob Faria, reportagens de Vinícius Eulálio e Pedro Correia.

CRUZEIRO 0x2 CEARÁ, 24out18qua19h30. TEMPO chuvoso, temperatura 20º, vento 5 Km/h, umidade 91%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 28ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 12.05 pagantes, 30.814 presentes, R$204.315, média R$17. ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues, Miguel Cataneo, Tatiane Sacilotti (SP). AMARELOS: Neves, Ricardinho. GOLS: Artgur, 62 e 80. CEARÁ: Everson; Fabinho, Tiago Alves, Luiz Otávio, João Lucas; Richardson, Ricardinho (Pedro Ken, 87), Quixadá, Calyson (Felipe Azevedo, 78), Leandro Carvalho (Valdo, 73); Arthur. T: Rospide / Lisca. CRUZEIRO: Fábio; Edílson, Manoel, Leo, Egidio; Cabral (Raniel, 70), Henrique, Robinho, Neves (David, 60). Rafinha (Lucas, 84), Barcos T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 13 jogos, 6 vitórias do Cruzeiro, 3 do Ceará, 4 empates, 21 gols do Cruzeiro, 12 do Ceará.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.396 jogos, 604 vitórias, 375 empates, 417 derrotas, 2.031 gols marcados, 1.576 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Cruzeiro 3×0 Chapecoense: Bastou um tempo

domingo, 21 de outubro de 2018

CRUZEIRO contra Chapecoense, neste 09jun18sab19h, na Arena Condá (22 mil), Chapecó, pela 11ª rodada do Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos, Chapecoense a 14ª, com 9010.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 10º, com 37 pontos; Chapecoense, a 17ª, com 31.

CRUZEIRO: Fábio — Edílson, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Arrascaeta — Barros. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Ezequiel, Manoel, Murilo, Hermes, Brey, Lucas, Romero, Bruno, Mancuello, Raniel, Fred.

AUSENTES: Sassá, Mancuello (suspenso).

PENDURADOS: Bruno, Ezequiel, Leo, Murilo, Sobis, Neves.

ARBITRAGEM: Raphael Claus, Danilo Ricardo Simon Manis, Rogério Pablos Zanardo, Thiago Duarte Peixoto, Rodrigo Guarizo Ferreira  Amaral (SP).

CHAPECOENSE: Jandrei — Eduardo, Douglas, Thyere, Pacheco — Amaral, Barreto, Canteros — Torres, Leandro Pereira, Doffo. T: Claudinei Oliveira.

BANCO: Ivan G, Fabrício Bruno B, Bareiro B, Ruschel L, Orzu V, Marcos Vinícius V, Neném M, Osman M, Yann M, Bruno Silva A, Vinícius A, Victor Andrade A.

AUSENTES: Elicarlos, Márcio Araújo, Vinicius Freitas, Khevin, Neto, Capixaba, Perotti (lesionados)

PENDURADOS: Jandrei, Douglas, Barreto, Diego Torres e Leandro Pereira, Amaral e Osman.

TEMPO nublado, temperatura 22º, vento 12 Km/h, umidade 60%.

TRANSMISSÃO: SporTV menos MG, Premiere e Premiere Internacional, com narração de Rogério Corrêa e comentários de Edinho.

CRUZEIRO 3×0 CHAPECOENSE, 11out18dom19h. TEMPO nublado, temperatura 20º, vento 12 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Indpendência (23 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 30ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Sportv, Premiere. PÚBLICO: 12.666 pagantes, R$163.169, média R$13, ARBITRAGEM: Raphael Claus, Danilo Manis, Rogério Zanardo, Thiago Peixoto, Rodrigo Guarizo (SP). AMARELOS: Edílson, Dedé, Canteros. GOLS: Neves, 21, Arrascaeta, 29, Dedé, 43. CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral (Lucas, 71); Robinho, Neves, Arrascaeta (Rafinha, 46); Barcos (Raniel, 67). T: Mano Menezes. CHAPECOENSE: Jandrei; Eduardo, Thyere, Douglas, Pacheco; Amaral, Barreto (Yann Rolim, 66), Canteros; Torres (Bruno Silva, 46); Doffo (Vinícius, 69), Leandro Pereira T: Claudinei Oliveira.

HISTÓRICO: 15 jogos entre Cruzeiro e Chape. Cruzeiro tem 7 vitórias, 4 empates, 4 derrotas, 22 gols a favor, 14 contra.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.395 jogos, 604 vitórias, 375 empates, 416 derrotas, 2.031 gols marcados, 1.574 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Corinthians 1×2 Cruzeiro: Hexacampeão da Copa do Brasil!

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

CRUZEIRO contra Corinthians, neste 17out18qua21h45h, em Itaquera (46 mil), São Paulo, volta das finais da Copa do Brasil 2018.

RANKING de clubes da CBF 2016: Cruzeiro é o 1º, com 15.288; Corinthians é o 6º, com 14.076.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro passou pelo Paranaense (2×1, 1×1), Santos (1×0, 1/3×2/0) e Palmeiras (1×0, 1×1). Corinthians passou por Vitória (0x0, 3×1), Chapecoense (1×0, 1×0), Flamengo (0x0, 2×1).

CRUZEIRO: Fábio — Edilson, Leo, Dedé, Romero — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Rafinha — Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Ezequiel, Cacá, Murilo, Hermes, Bruno, Lucas, David, Sobis, Arrascaeta, Raniel, Fred.

AUSENTES: Manoel (amigdalite), Sassá e Esgídio (suspensos).

PENDURADOS: Edílson, Egídio, Raniel.

ARBITRAGEM: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ), Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ), Bruno Boschilia (PR), VAR:

CORINTHIANS: Cássio — Fagner, Leo Santos, Henrique Buss, Avelar — Douglas, Ralf — Jadson — Romero, Jonathas, Sheik. T: Jair Ventura.

BANCO: Walter G, Carlos L, Vílson B, Marllon B, Pedro Henrique B, Gabriel V, Thiaguinho M, Pedrinho M, Vital M, Danilo A, Diaz A, Clayson A.

AUSENTES: Matheus Matias, Rodrigo Figueiredo, Roger (sem inscrição no torneio), Renê Júnior (lesão no joelho esquerdo), Paulo Roberto (inflamação na coxa esquerda), Araos (suspenso).

PENDURADOS: Ninguém.

ADVERSÁRIO: Fundado em 02set12, o alvinegro Sport Club Corinthians Paulista, dono da 2ª maior torcida do País, tem 2 mundiais, 1 Libertadores, 6 brasileiros, 3 copas do Brasil, 5 RioSP, 28 paulistas e 1 Brasileiro da Série B.

TRANSMISSÃO: Globo (narração de Luis Roberto, comentários de Caio Ribeiro, Bob Faria e Leonardo Gaciba). SporTV (narração de Milton Leite, comentários de Mauricio Noriega e Muricy Ramalho) Fox (narração de Pvc, Zinho, Edmundo Animal, Carlos Eugênio Simon, Fernando Caetano)..

TEMPO nublado, temperatura 27º, vento 16 Km/h, umidade 62%, às 18h.

CORINTHIANS 1×2 CRUZEIRO, 17out18qua21h45. TEMPO nublado, temperatura 25º, vento 12 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Itaquera (46 mil), São Paulo. MOTIVO: volta das finais da Copa do Brasil 2018. TRANSMISSÃO: Globo, Sportv, Fox. PÚBLICO: 45.978 pagantes, R$5.108.151, média R$111. ARBITRAGEM: Wagner Magalhães (RJ), Rodrigo Correa (RJ), Bruno Boschilia (PR). VAR: Wilton Sampaio (G), Ivan Bohn (PR), Rodolfo Toski (PR). AMARELOS: Clayson, Jadson, Fagner, Sheik, Gabriel, Ralf, Robinho, Neves, Rafinha GOLS: Robinho, 27, Jadson, 54 (p), Arrascaeta, 81. CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Leo Santos, Henrique, Danilo Avelar; Ralf, Gabriel (Mateus Vital, 80); Emerson Sheik (Clayson, 77), Jadson, Romero; Jonathas (Pedrinho, 67). T: Jair Ventura. CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Leo, Romero; Henrique, Cabral; Robinho, Neves (Lucas, 80), Rafinha (Arrascaeta, 66); Barcos (Raniel, 74). T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 87 jogos. Cruzeiro venceu 28, empatou 21, perdeu 38, marcou 99 gols, levou 116. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 66 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 17, perdeu 27, marcou 63 gols, levou 75. Os dois já decidiram dois títulos brasileiros. Em 1969, no Mineirão, Cruzeiro 2×1, mas o título ficou com o Palmeiras que fez um gol a mais, na mesma tarde, sobre o Botafogo. Em 1998, o Corinthians campeonou, com 2×2 no Mineirão, 1×1 e 2×0 no Morumbi. Em 2018, o cruzeiro venceu a Copa do Brasil com 1×0 no Mineirão e 2×1 em Itaquera. Foram disputados 5 pleiofes na história da Copa do Brasil. Corinthians levou a melhor nas oitavas de 1991 (3×1 e 1×0) e nas oitavas de 2002 (2×2 e 3×2). Cruzeiro, nas quartas de 1996 (4×0 e 2×3), nas oitavas de 1998 (3×1 e 1×1), nas quartas de 2016 (1×2 e 4×2) e na final de 2018 (1×0 e 2×1).

Vasco 2×0 Cruzeiro: Reservas perdem mais uma

domingo, 14 de outubro de 2018

CRUZEIRO contra Vasco, neste 14out18dom16h, em São Januário, Rio de Janeiro, 29ª rodada, Brasileiro 2018.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 9º, com 37 pontos; Vasco, o 16º, com 31 pontos.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos; Vasco, o 13º, com 9.322.

CRUZEIRO: Rafael – Ezequiel, Cacá, Murilo, Brey – Lucas, Bruno – Sobis, Mancuello, David; Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Vitor Eudes G, Gustavo Rissi B, Michel M, Rafael Santos L, Sassá A, Raniel A.

AUSENTES: Sassá (suspenso), Arrascaeta (Seleção uruguaia), Egídio (lesionado), Fábio, Edílson, Dedé, Leo, Manoel, Hermes, Henrique, Romero, Cabral, Dedé, Rafinha, Neves, Robinho, Barcos (poupados).

PENDURADOS: Ezequiel, Leo, Murilo, Sobis, Neves.

ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, Anderson José de Moraes Coelho, Bruno Salgado Rizo (SP).

VASCO: Fernando Miguel — Luiz Gustavo, Werley, Castán, Ramon — Andrey, Cosendey, Bruno Ritter, Fabrício — Pikachu, Maxi Lópes. T: Alberto Valentim.

BANCO: Jordi G, Rafael Galhardo L, Lucas Kal B, Ricardo B, Henriquez B, Henrique L, Marrony M, Moresche M, Thiago Galhardo M, Giovanni Augusto M, Ríos A, Kelvin A.

AUSENTES: Martín Silva (Seleção Uruguaia), Willian Maranhão (supenso); Bruno Silva, Breno, Desábato, Lenon, Rildo, Caio Monteiro e Vinicius Araújo (lesionados).

PENDURADOS: Luiz Gustavo, Giovanni Augusto, Andrey, Ricardo, Yago Pikachu.

TRANSMISSÃO: Globo para RJ, MG, ES, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF (com Luiz Carlos Jr. Bob Faria, Roger Flores e Leonardo Gaciba) e Premiere (com Eduardo Moreno e Lédio Carmona).

VASCO 2×0 CRUZEIRO, 14out18dom16h. TEMPO nublado, temperatura 25º, vento 10% Km/ umidade 87%. LOCAL: São Januário (24 mil), Rio de Janeiro. MOTIVO: 29ª rodada, Brasileiro 2018. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 10.841 pagantes, 11.376 presentes, R$249.945, média R$. ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido, Anderson Coelho, Bruno Rizo (SP).. AMARELOS: Andrey, Castan, Jordi, Maxi, Gustavo, Werley, Bruno , Sobis, Sassá. VERMELHO: Mancuello. GOLS:  Pikachu, 48, Maxi, 69. CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Cacá, Murilo, Brey; Bruno (Sassá), Lucas, Mancuello, David (Rafael Santos); Sobis, Fred (Raniel). T: Mano Menezes. VASCO: Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Werley, Castán (Henríquez), Ramon; Cosendey, Andrey, Fabrício (Giovanni Augusto). Pikachu; Bruno Ritter, Maxi López, T: Alberto Valentim.

HISTÓRICO: 97 jogos. Cruzeiro venceu 35, empatou 31, perdeu 31, marcou 146 gols e sofreu 126. Pelo Brasileiro, 58 partidas. Cruzeiro venceu 22, empatou 20, perdeu 17, marcou 89, levou 71 gols. Os dois clubes decidiram o Brasileiro de 1974, no Maracanã. O Vasco venceu por 2×1.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.394 jogos, 603 vitórias, 375 empates, 416 derrotas, 2.028 gols marcados, 1.574 sofridos. Aproveitamento de 52,3%.

Cruzeiro 1×0 Corinthians: oito chances, um gol

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

CRUZEIRO contra Corinthians, neste 10out18qua21h45h, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, ida das finais da Copa do Brasil 2018.

RANKING de clubes da CBF 2016: Cruzeiro é o 1º, com 15.288; Corinthians é o 6º, com 14.076.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro passou pelo Paranaense (2×1, 1×1), Santos (1×0, 1/3×2/0) e Palmeiras (1×0, 1×1). Corinthians passou por Vitória (0x0, 3×1), Chapecoense (1×0, 1×0), Flamengo (0x0, 2×1).

CRUZEIRO: Fábio — Edilson, Leo, Dedé, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Rafinha — Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Eudes, Ezequiel, Manoel, Murilo, Hermes, Brey, Romero, Bruno, Lucas, Mancuello, Raniel, David, Sobis.

AUSENTES: Arrascaeta (Seleção Uruguaia), Sassá (suspenso).

PENDURADOS: Edílson, Egídio, Raniel.

ARBITRAGEM: Anderson Daronco (RS), Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA), Fabricio Vilarinho da Silva (GO). Var: Wilton Pereira Sampaio (GO). Todos do quadro da Fifa.

CORINTHIANS: Cássio — Fagner, Leo Santos, Henrique, Avelar — Gabriel, Ralf — Jadson — Vital, Romero, Clayson. T: Jair Ventura.

BANCO: Walter G, Caike G, Carlos L, Mantuan L, Paulo Roberto L, Vílson B, Marllon B, Pedro Henrique B, Thiaguinho M, Pedrinho M, Araos M, Danilo A, Jonathas A, Diaz A, Sheik A.

AUSENTES: Matheus Matias, Rodrigo Figueiredo, Roger (sem inscrição no torneio), Douglas (suspenso), Renê Júnior (lesão no joelho esquerdo), Paulo Roberto (inflamação na coxa esquerda).

PENDURADOS: Ninguém.

ADVERSÁRIO: Fundado em 02set12, o alvinegro Sport Club Corinthians Paulista, dono da 2ª maior torcida do País, tem 2 mundiais, 1 Libertadores, 6 brasileiros, 3 copas do Brasil, 5 RioSP, 28 paulistas e 1 Brasileiro da Série B.

TRANSMISSÃO: Globo, com Luís Roberto, Caio Ribeiro, Bob Faria e Paulo César Oliveira. Sportv, com Milton Leite, Mauricio Noriega e Muricy Ramalho.

TEMPO claro, temperatura 30º, vento 8 Km/h, umidade 37%, às 15h.

CRUZEIRO 1×0 CORINTHIANS, 10out18qua21h45. TEMPO limpo,  temperatura 25º, vento 10 Km/h, umidade 50%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: ida das finais da Copa do Brasil 2018. TRANSMISSÃO: Globo, Sportv. PÚBLICO: 46.308 pagantes, 53.368 presentes; R$4.169.227, média R$90. ARBITRAGEM: Anderson Daronco (RS), Alessandro Matos (BA), Fabricio Vilarinho (GO). Var: Wilton Sampaio (GO). AMARELOS: Henrique, Egídio, Neves, Santos, Jadson, Araos VERMELHO: Araos, 92. GOL: Neves, 45+1.  CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral; Robinho, Neves (David, 81), Rafinha (Sobis, 88); Barcos (Raniel, 74). T: Mano Menezes. CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Leo Santos, Henrique, Avelar; Gabriel, Ralf; Jadson (Sheik, 80); Vital (Araos, 67), Romero, Clayson (Pedrinho, 60). T: Jair Ventura.

HISTÓRICO: 86 jogos. Cruzeiro venceu 27, empatou 21, perdeu 38, marcou 97 gols, levou 115. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 66 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 17, perdeu 27, marcou 63 gols, levou 75. Os dois já decidiram dois títulos brasileiros. Em 1969, no Mineirão, Cruzeiro 2×1, mas o título ficou com o Palmeiras que fez um gol a mais, na mesma tarde, sobre o Botafogo. Em 1998, o Corinthians campeonou, com 2×2 no Mineirão, 1×1 e 2×0 no Morumbi. Foram disputados 5 pleiofes na história da Copa do Brasil. Corinthians levou a melhor nas oitavas de 1991 (3×1 e 1×0) e nas oitavas de 2002 (2×2 e 3×2). Cruzeiro, nas quartas de 1996 (4×0 e 2×3), nas oitavas de 1998 (3×1 e 1×1) e nas quartas de 2016 (1×2 e 4×2).

Cruzeiro 1×1 Boca Juniors: Juiz decidiu

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

CRUZEIRO contra Boca Juniors, neste 04out18qui21h45, Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, volta das quartas da Libertadores 2018.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro foi o 1º de seu grupo (Racing, Vasco, LaU) e passou pelo Flamengo (2×0 e 0x1) nas oitavas; Boca, 2º do seu grupo (Alianza, Junior, Palmeiras), passou pelo Libertad (2×0 e 4×2).

CRUZEIRO Fábio – Edílson, Dedé, Leo, Egídio – Henrique, Lucas – Robinho, Neves, Rafinha – Barcos. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Manoel, Romero, Cabral, Raniel, Sassá, Rafinha.

AUSENTES: Murilo (lesionado).

PENDURADO: Neves.

ARBITRAGEM: Andrés Cunha, Nicolás Tarán, Mauricio Espinosa (Uruguai). VAR: .

BOCA: Rossi; Buffarini, Izquierdoz, Magallán, Olaza; Barrios, Nández, Pérez; Pavón, Villa, Zárate. T: Guillermo Barros Schelotto.

BANCO: Bustillos (G), Goltz (B), Gago (V), Más (L), Cardona (M), Tevez (A), Ábila (A).

AUSENTES: Andrada (cirurgia), Jara, Benedetto (lesionados).

PENDURADOS: Ninguém.

TEMPO em Beagá às 18h: nublado, temperatura 24º, vento 11 Km/h, umidade 65%.

TRANSMISSÃO: Fox.

CRUZEIRO 1×1 BOCA JUNIORS, 04out18qui21h45. TEMPO nublado, temperatura 25º, vento 11 Km/h, umidade 90%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: volta das quartas da Libertadores 2018. TRANSMISSÃO: Fox. PÚBLICO: 48.925 pagantes, 56.764 presentes, R$2.652.600, média R$54. ARBITRAGEM: Andrés Cunha, Nicolás Tarán, Mauricio Espinosa (Uruguai). VAR: Leodán González (Uruguai). AMARELOS: Pérez, Egídio, Dedé, Rafael, Pavón. VERMELHO: Dedé, 81. GOLS: Sassá, 57, Pavón, 93. CRUZEIRO: Fábio; Edílson, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Lucas (Sassá, 57); Robinho, Neves. Arrascaeta (Rafinha, 75); Barcos (Raniel, 62). T: Mano Menezes. BOCA: Rossi; Buffarini, Izquierdoz, Magallán, Olaza; Barrios, Nández, Pérez (Gago, 72); Villa (Cardona, 86), Pavón, Zárate (Ábila, 80). T: Guilhermo Schelotto.

HISTÓRICO: 16 jogos, 6 vitórias do Cruzeiro, 6 do Boca, 4 empates, 17 gols do Cruzeiro, 17 do Boca. Os dois clubes decidiram a Libertadores de 1977, que o Boca conquistou nos pênaltis.