Arquivo da Categoria ‘JOGOS’

Palmeiras 1×0 Cruzeiro: Mano não era o problema

sábado, 14 de setembro de 2019

CRUZEIRO contra Palmeiras, neste 14set19sab19h, no Allianz (43 mil), São Paulo, 19ª rodada, Brasileiro 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Palmeiras, o 1º, com 16.914 pontos.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 18 pontos, Palmeiras, o 3º, com 36.

TEMPO nublado, temperatura 20º, vento 12 Km/h, umidade 80%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Jota Junior, comentários de Paulo Nunes e Maurício Noriega, reportagens de Fabíola Andrade..

ARBITRAGEM: Rodolpho Toski Marques, Bruno Boschilia, Victor Hugo Imazu dos Santos (PR). VAR: Paulo Roberto Alves Jr, Adriano Milczvski, Ivan Carlos Bohn (PR).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Leo, R Santos — Henrique, Ederson — David, M Gabriel, Rocha — Fred. T: Rogério Ceni.

BANCO: Rafael, Fabruno, Dodô, Egídio, Jadson, Jadsom Silva, Adriano, Neves, Maurício, Robinho, Ezequiel, Sassá.

AUSENTES: Dedé, Weverton (lesionados), Cabral, Edílson, Rodriguinho (preparação física).

PENDURADOS: Cabral, Cacá, Dedé, Henrique, Robinho, Rodriguinho.

PALMEIRAS: Weverton — M Rocha, Victor Hugo, Gómez, Barbosa — Bruno Henrique, Felipe Melo, Scarpa — Willian, Luiz Adriano, Dudu —. T: Mano Menezes..

BANCO: Prass (G), Jailson (G), Mayke (L), Jean (L), Antonio Carlos (B), Luan B, Thiago Santos (V), Vitor Luis (L), Lucas Lima, Vitinho (M), (M), (A), Artur (A), Deyverson (A).

AUSENTES: Mayke (lesionado).

PENDURADOS: Antônio Carlos, Deyverson, Dudu, Marcos Rocha, Thiago Santos.

PALMEIRAS 1×0 CRUZEIRO Motivo: 19ª rodada Brasileiro 2019. Data/Hora: 14set19sab19h. Local: Allianz, São Paulo. Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR) Assistentes: Bruno Boschilia (PR), Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) VAR: Paulo Roberto Alves Junior (PR) GOL: Bruno Henrique, 45. Amarelos: Melo, Dudu, Marquinhos, Santos, Éderson. Público: 35.578 presentes, R$2.267.762. Palmeiras: Weverton; M Rocha, Gómez, Vitor Hugo, Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Scarpa (Lucas Lima); Dudu, Willian (Zé Rafael), Luiz Adriano (Borja). T: Mano Menezes. CRUZEIRO: Fábio, Orejuela, Cacá, Leo, R Santos (Egídio, 71); Henrique, Ederson; David (Neves, 64), M Gabriel, Rocha; Fred (Sassá, 69). T: Rogério Ceni.

HISTÓRICO: 96 jogos, Cruzeiro venceu 35, empatou 28, perdeu 33, marcou 136 gols, sofreu 142. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 63 partidas. Cruzeiro venceu 24, empatou 19, perdeu 20. Em Minas, 43 jogos. Cruzeiro venceu 23, empatou 12, perdeu, 8. No Independência, 3 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro (2×1, 1975, 2×0, 1991, 2×1, 2012). Foram 3 decisões: Em 1996, Cruzeiro venceu a Copa do Brasil (1×1, Mineirão, 2×1, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Copa do Brasil (0×1, Mineirão, 2×0, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Mercosul (1×2, Mineirão, 3×1 e 1×0, Parque Antártica.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.46o jogos, 633 vitórias, 393 empates, 435 derrotas, 2.119 gols marcados, 1.658 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 645 jogos, 29o vitórias, 141 empates, 214 derrotas, 966 gols marcados, 796 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 1×4 Grêmio: homenagem a Paulo Bento

domingo, 8 de setembro de 2019

CRUZEIRO contra Grêmio, 08set19dom11h, Independência (23 mil), Belo Horizonte, 18ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 15 pontos; Grêmio, o 11aaº, com 22.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Grêmio, o 3º, com 14.936.

TEMPO ensoalarado, temperatura 21º, vento 21 Km/h, umidade 78%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Luiz Carlos Jr. e comentários de Grafite e Henrique Fernandes, reportagens de Maurício Paolucci e Victor La Regina. .

ARBITRAGEM: Rafael Traci, Helton Nunes, Eder Alexandre (SC). VAR: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC).

CRUZEIRO: Fábio — Edilson, Cacá, Leo, Dodô – Henrique, Robinho — M Gabriel, Neves, David — Fred. T: Rogério Ceni.

BANCO: Rafael, Fabruno, Egídio, Rafael Santos, Ederson, Adriano, Cabral, Jadson, Ezequiel, Sassá, Rocha.

AUSENTES: Orejuela (Seleção Colombiana), Rodriguinho, Dedé (lesionados).

PENDURADOS: Cabral, Cacá, Dedé, Robinho, Rodriguinho.

GRÊMIO: Paulo Victor — Galhardo, Geromel, Kannemann, Cortez — Michel, Matheus Henrique — Alisson, Jean Pyerre, Everton — Tardelli. T: Renato Portaluppi.

BANCO: Júlio Cesar G, Paulo Miranda B, David Braz B, Juninho Capixaba L, Rômulo V, Darlan V, Thaciano M, Da Silva A, André A, Pepê A.

AUSENTES: Leonardo, Maicon, Léo Moura, Felipe Vizeu, Marcelo Oliveira (lesionados).

PENDURADOS: Leonardo e Luciano.

CRUZEIRO 1×4 GRÊMIO, 08set19dom11h TEMPO ensoalarado, temperatura 21º, vento 21 Km/h, umidade 78% LOCAL: Independência, Belo Horizonte. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 11.363 pagantes, 14.208 presentes, R$114.299, média R$10. ARBITRAGEM: Rafael Traci, Helton Nunes, Eder Alexandre (SC). VAR: Rodrigo D’alonso (SC). AMARELOS: Henrique, David, Alisson Gols: Tardelli, 18, Alisson, 27, Fred, 36 (p), Cebolinha, 63 e Cebolinha, 76. CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacám Leo, Dodô; Henrique, Robinho (Sassá,74), Neves (Ezequiel, 67), M Gabriel, David (Rocha, 29), Fred. T: Rogério Ceni. GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo, Geromel (David Braz, 51), Kannemann, Cortez; Michel (Luan, 79), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre, Everton; Tardelli (Pepê, 71). T: Renato Portaluppi.

HISTÓRICO: 76 jogos. Cruzeiro venceu 33, empatou 20, perdeu 24, marcou 96 gols, levou 79. Pelo Brasileiro, foram 56 jogos. Cruzeiro venceu 23, empatou 15, perdeu 19, marcou 71 e sofreu 66 gols. Pela Libertadores, 6 jogos. Cruzeiro venceu 3, empatou 2 e perdeu 1. Foram 29 jogos nos estádios do Grêmio (Olímpico e Humaitá). Cruzeiro venceu 6, empatou 10, perdeu 14, marcou 20 gols e sofreu 35. Cruzeiro e Grêmio já decidiram um título, a Copa do Brasil 93. No Olímpico, 0×0; no Mineirão, Cruzeiro 2×1.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.46o jogos, 633 vitórias, 393 empates, 434 derrotas, 2.119 gols marcados, 1.657 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 644 jogos, 29o vitórias, 141 empates, 213 derrotas, 966 gols marcados, 795 sofridos, aproveitamento de 53%.

Internacional 3×0 Cruzeiro: trapalhadas fatais

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

CRUZEIRO contra Internacional, neste 04ago19qua21h30, Beira Rio. Porto Alegre, volta das semifinais da Copa do Brasil 2109.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro passou por Fluminense e A Mineiro. Internacional, por Paysandu e Palmeiras.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Internacional, o 9º, com 10.902.

TRANSMISSÃO: Globo para todo o Brasil (narração de Luis Roberto, comentários de Caio Ribeiro, Roger Flores e Sandro Meira Ricci na Central do Apito). SporTV para todo o Brasil (Milton Leite, Bob Faria e Ricardinho).

TEMPO limpo, temperatura 12º, vento 10 Km/h, umidade 55%.

ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues de Souza (SP), Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA), Fabricio Vilarinho da Silva (GO). VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira de Amaral (SP), Caio Max Augusto Vieira (RN), Fabricio Porfirio de Moura (SP).

CRUZEIRO: Fábio — Jadson, Dedé, Fabruno, Dodô — Henrique, Robinho — M Gabriel, Neves, David — Rocha. T: Rogério Ceni.

BANCO: Rafael, Edílson, Cacá, Leo, Egídio, Rafael Santos, Ederson, Cabral, Maurício, Sassá, Fred, Welinton.

AUSENTES: Rodriguinho, Weverton (lesionado), Orejuela (Seleção Colombiana).

PENDURADOS: Egídio e Robinho.

INTERNACIONAL: Lomba — Bruno, Moledo, Cuesta, Uendel — Edenilson, Lindoso, Patrick – Nico López, Dalessandro – Guerrero. T: Odair Hellmann.

BANCO: Danilo Fernandes G, Heitor L, Zeca L, Emerson Santos B, Klaus B, Rithely V, Sarrafiore M, Nonato M, Neilton M, Pottker A, Guilherme Parede A.

AUSENTES: Wellington Silva, Rodrigo Dourado, Natanael, Matheus Galdezani (lesionados).

PENDURADOS: Sobis, Nico López.

INTERNACIONAL 3×0 CRUZEIRO, 04ago19qua21h30. TEMPO limpo, temperatura 12º, vento 10 Km/h, umidade 55%. LOCAL: Beira Rio (50 mil), Porto Alegre. MOTIVO: volta das quartas de final da Copa do Brasil 2019. TRANSMISSÃO: SporTv e Globo. PÚBLICO: 41.980 pagantes, 43.175 presentes, R$2.389.469, média R$57.  ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues Souza (SP), Alessandro Rocha Matos (BA), Fabricio Vilarinho (GO). VAR: Rodrigo Guarizo (SP). AMARELOS: ninguém. GOLS: Guerrero, 37 e 69, Edenílsonm 88. INTERNACIONAL: Lomba; Bruno, Moledo, Cuesta, Uendel (Sarrafiore, 91); Lindoso, Edenílson, Patrick, D’Alessandro (Sóbis, 76), Nico (Nonato, 86); Guerrero.​ T: Odair Hellmann. CRUZEIRO: Fábio; Jadson; Dedé (Cabral, 46), Fabruno, Dodô; Henrique, Robinho (Ederson, 75); M Gabriel, Neves, David;  Rocha (Fred, 6o). T: Rogério Ceni.

HISTÓRICO: 84 jogos, com 29 vitórias do Cruzeiro, 32 do Inter e 23 empates. O Cruzeiro marcou 105 gols e sofreu 109. Pelo Brasileiro, desde 1962, foram 71 partidas. O Cruzeiro venceu 25, empatou 20, perdeu 25, marcou 88 gols e sofreu 86. Os dois clubes decidiram o Brasileiro de 1975, com vitória do Inter na final por 1×0, no BeiraRio.

Cruzeiro 1×0 Vasco: um novato decidiu

domingo, 1 de setembro de 2019

CRUZEIRO contra Vasco, neste 01set19dom19h, no Mineirão, Belo Horizonte, 17ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 15 pontos; Vasco, o 14º, com 20 pontos.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Vasco, o 14º, com 9.360.

TEMPO limpo, temperatura 20º, vento 10 Km/h, umidade 70%/

TRANSMISSÃO: SporTV (menos MG) e Premiere, com Rogério Corrêa, Lédio Carmona e Roger Flores .

ARBITRAGEM de Cruzeiro x Vasco: Héber Roberto Lopes (SC), Bruno Boschilia – (PR), Danilo Ricardo Simon Manis (SP), Antônio Márcio Teixeira da Silva (MG), Joel Tolentino da Mata Júnior (MG, analista de campo) VAR: Wagner Reway (PB), Marcelo Aparecido de Souza (PB), Oberto Santos (PB), José Antônio Chaves (RS).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Dedé, Fabruno, Egídio — Henrique, Robinho — David, Neves, M Gabriel — Rocha. T: Rogério Ceni.

BANCO: Rafael, Edílson, Cacá, Dodô, R Santos, Ederson, Jadson, Cabral, Maurício, Fred, Sassá., Welinton,

AUSENTE: Weverton, Rodriguinho, Leo (lesionados).

PENDURADOS: Cacá, Cabral, Dedé, Rodriguinho.

VASCO: Fernando Miguel — Pikachu, Henriquez, Ricardo, Danilo Barcelos — Richard, Raul, Marcos Jr — Rossi, Marrony, Talles. T: Vanderlei Luxemburgo.

BANCO: Alexander G, Lucão G, Breno B, Alexandre Melo, Werley B, Lucas Mineiro V, Felipe Bastos V, Andrey V, Marquinho M, Bruno César M, Valdívia A, Tiago Reis A.

AUSENTES: Henrique, Leandro Castan (susensos), Sidão, Ramon (lesionados).

PENDURADOS: Yago Pikachu, Henriquez, Richard, Marrony, Fellipe Bastos e Talles.

CRUZEIRO 1×0 VASCO, 01set19dom19h. TEMPO limpo, temperatura 23º, vento 10 Km/h, umidade 50%. LOCAL: Mineirão, em Belo Horizonte. MOTIVO: 17ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Sportv, Premiere. PÚBLICO: ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido Ribeiro Souza (PB), Bruno Boschilia (PR), Danilo Ricardo Simon Manis (SP). VAR: Wagner Reway (PB). AMARELOS: Robinho, Henrique, M Gabriel, Raul, Talles, Rossi. GOL: Mauricio, 79. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Fabruno, Egídio; Henrique, Robinho (Ederson, 85); M Gabriel, Neves (Mauricio, 66), David, Rocha (Fred, 60). T: Rogério Ceni. VASCO: Fernando Miguel; Pikachu, Henríquez, Ricardo, Barcellos; Richard, Raul, Marcos Jr; Rossi (Tiago Reis, 76), Marrony (Fellipe Bastos, 77), Talles (Valdívia, 72). T: Vanderlei Luxemburgo.

HISTÓRICO: 98 jogos. Cruzeiro venceu 36, empatou 31, perdeu 31, marcou 147 gols e sofreu 126. Pelo Brasileiro, 58 partidas. Cruzeiro venceu 22, empatou 20, perdeu 17, marcou 89, levou 71 gols. Os dois clubes decidiram o Brasileiro de 1974, no Maracanã. O Vasco venceu por 2×1.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.459 jogos, 633 vitórias, 393 empates, 433 derrotas, 2.118 gols marcados, 1.653 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 643 jogos, 29o vitórias, 141 empates, 212 derrotas, 965 gols marcados, 791 sofridos, aproveitamento de 53%.

Csa 1×1 Cruzeiro: jogou como sempre

domingo, 25 de agosto de 2019

CRUZEIRO contra CSA, 25ago19dom19h, Rei Pelé (18 mil), Maceió, pela 16ª rodada do Brasileiro 2019.0

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 14 pontos; CSA, o 19º, com 11.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, CSA, o 45º, com 2850 pontos.

TRANSMISSÃO: Premiere e Sportv (menos AL), com narração de Rogério Corrêa, comentários de Paulo Nunes e Lédio Carmona.

TEMPO nubado, temperatura 26º, vento 256 Km/h, umidade 72%.

ARBITRAGEM: Marcelo de Lima Henrique (RJ), Luiz Claudio Regazone (RJ), Nailton Júnior de Sousa Oliveira (CE). VAR: João Batista de Arruda (RJ), Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ), Silbert Faria Sisquim (RJ).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Fabruno, Dodô — Henrique, Robinho — M Gabriel, Neves, David — Fred. T: Rogério Ceni.

BANCO: Rafael, Edílson, Dedé, Rafael Santos; Jadson, Cabral, Ederson, Maurício, Fred, Sassá.

AUSENTES: Leo, Welinton, Rodriguinho (lesionados), Rocha (doente).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Rodriguinho.

CSA: Jordi — Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán, Carlinhos — Naldo, João Vítor, Jean Cléber, Jonatan Gómez — Héctor Bustamante, Alecsandro. T: Argel Fucks.

BANCO: João Carlos G, Apodi L. Lucas Dias B, Ronaldo Alves B, Rafinha L, Euller L, Maranhão M, Didira M, Victor Paraíba A.

AUSENTES: Ricardo Bueno, Nilton, Cajuru, Amaral (lesionados).

PENDURADOS: Alan Costa, Luciano Castán, Jonatan Gómez, João Vitor, Ricardo Bueno.

CSA 1×1 CRUZEIRO, 25ago19dom19h. TEMPO nublado, temperatura 26º, vento 10 Km/h, umidade 75%. LOCAL: Rei Pelé (18 mil), Maceió. MOTIVO: 16ª rodada, Basileiro 2019. TRANSMISSÃO: Sportv e Premiere. PÚBLICO: 7.976 pagantes, 8.958 presentes, R$161.051, médua R$20. ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henrique (RJ), Luiz Claudio Regazone (RJ), Nailton Sousa Oliveira (CE). VAR: João Batista Arruda (RJ). AMARELOS: Cacá, Fábio, Jadson, Bustamante, João, Castan. GOLS: Fred, 10, Apodi, 93. CSA: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán, Carlinhos; Naldo (Euller, 46), João Vitor, Jean Cleber (Apodi, 65), Gómez; Bustmante; Alecsandro (Vítor Paraíba, 85). T: Argel Fucks. CRUZEIRO: Fábio, Orejuela (Edílson, 74), Cacá, Fabruno, Dodô, Henrique, Robinho (Jadson, 67), Neves, M Gabriel; Fred (Sassá, 85), David. T: Rogério Ceni.

HISTÓRICO: 7 jogos, 6 vitórias do Cruzeiro, 1 do Csa, 14 gols marcador pelo Cruzeiro, 3 pelo Csa.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.458 jogos, 632 vitórias, 393 empates, 433 derrotas, 2.117 gols marcados, 1.653 sofridos. Aproveitamen de 53%. Nos pontos corridos: 642 jogos, 289 vitórias, 141 empates, 212 derrotas, 964 gols marcados, 791 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 2×0 Santos: do jeito que o povo gosta

domingo, 18 de agosto de 2019

CRUZEIRO contra Santos, no Mineirão, Belo Horizonte, 18ago19dom16h, pela 15ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º, com 11 pontos; Santos, o 1º, com 32.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Santos, o 4º, com 14.682.

TEMPO ensolarado, temperatura 26º, vento 11 Km/h, umidade 35%.

TRANSMISSÃO: Globo para Minas, Rio Grande do Sul e Santos, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria, Ricardinho e Adriano Siebra;  Premiere, com narração de Daniel Pereira ecomentários de Mauricio Noriega.

ARBITRAGEM: Anderson Daronco, Rafael da Silva Alves, Elio Nepomuceno Andrade Junior (RS). VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Dedé, Fabruno, Dodô — Henrique, Egídio — M Gabriel, Neves, David — Rocha. T: Rogério Ceni.

BANCO: Rafael, Cacá, Rafael Santos, Adriano, Jadson, Ederson, Cabral, Robinho, Maurício, Fred, Sassá.

AUSENTES: Leo, Weverton, Rodriguinho (lesionado), Edílson (suspenso).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Rodriguinho.

SANTOS: Everson — Evandro, Veríssimo, Gustavo Henrique, Jorge — Sanchez, Pituca, Felipe Jonatan — Derlis González, Sasha, Soteldo. T; Jorge Sampaoli.

BANCO: Vanderlei G, João Paulo G, Victor Ferraz L, Pará L. Luan Peres B, Luiz Felipe B, Alison V, Evandro M, Felipe Anderson M, Jean Mota M, Marinho A, Uribe A, Lucas Venuto A.

AUSENTES: Aguilar e  Felipe (suspensos)

PENDURADOS: Soteldo, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar, Victor Ferraz, Uribe e Jorge.

CRUZEIRO 2×0 SANTOS, 18ago19dom16h. TEMPO limpo, temperatura 26º, vento 6 Km/h, umidade 30%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 15ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 36.975 pagantes, 43.604 presentes, R$629.491, média R$17. ARBITRAGEM: Anderson Daronco, Rafael Alves, Elio Nepomuceno (RS). VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN), Daniel Bins, Jose Eduardo Calza (RS). AMARELOS: Fred, Neves, Sampaoli. VERMELHO: Gustavo, 3. GOLS: Fred, 43, Neves, 46. CRUZEIRO: ​Fábio; Orejuela, Dedé (Cacá; 52), Fabruno, Egídio (Fred, 70); Henrique, Dodô, M Gabriel, Neves, David (Robinho, 67), Rocha. T: Rogério Ceni. SANTOS: Everson; Evandro (Pará, 8, Luiz Felipe, 46), Veríssimo, Gustavo Henrique, Jorge; Felipe Jonatan, Pituca, Sánchez (Alison; 61); Soteldo, Sasha, Derlis González. T: Jorge Sampaoli.

HISTÓRICO: 81 jogos. Cruzeiro venceu 30, empatou 22, perdeu 29; marcou 118 gols e levou 128. Pelo Brasileiro, foram 62 partidas. Cruzeiro venceu 23, empatou 18, perdeu 21; marcou 84 gols e sofreu 87. Nas duas vezes em que decidiram um título brasileiro, o Cruzeiro levou a melhor. Em 1966, venceu por 6×2 no Mineirão e 3×2 no Pacaembu. Em 2003, colocou 13 pontos de frente sobre seu rival após vencer pro 3×0, no Mineirão, em uma espécie de final antecipada do primeiro Brasileiro de pontos corridos.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.458 jogos, 632 vitórias, 393 empates, 433 derrotas, 2.117 gols marcados, 1.653 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 642 jogos, 289 vitórias, 141 empates, 212 derrotas, 964 gols marcados, 791 sofridos, aproveitamento de 53%.

Avaí 2×2 Cruzeiro: um ponto na superação

domingo, 11 de agosto de 2019

CRUZEIRO contra Avaí, na Ressacada (17 mil), Florianópolis, 11ago19dom16h, 14ª rodada, Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º, com 10 pontos; Avaí, o 20º, com 5.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Avaí, o 21º, com 6.394.

TEMPO nublado, temperatura 16º, vento de 15 Km/h, umidade 76%.

TRANSMISSÃO: Globo para MG e SC, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Marcio Rezende Freitas. Premiere e Premiere Internacional, com narração de Marcio Meneghini e comentários de Raphael Rezende.

ARBITRAGEM: Paulo Roberto Alves Jr, Bruno Boschilia, Ivan Carlos Bohn (PR), Diego da Costa Cidral, Marco Antônio Martins (SC). VAR: Adriano Milkzviski, José Mendonça da Silva Jr, Victor Hugo Imazu dos Santos, Nílson de Souza Monção (PR).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, M Gabriel, Rocha — Sassá. T: Ricardo Resende.

BANCO: Rafael, Vítor Eudes, Edílson, Cacá, Fabruno, Dodô, Ederson, Jadson, Maurício, David, Popó, Welinton.

AUSENTES: Rodriguinho (lesionado), Fred, Neves (Suspensos).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Rodriguinho.

AVAÍ: Vladimir — Leo, Betão, Marquinhos Silva, Paulinho — Pedro Castro, Franco — Lourenço, João Paulo, Bruno Sávio — Brenner. T: Alberto Valentim.

BANCO: Lucas Frigeri G, Iury L, Kunde B, Mateus Barbosa V, Luanderson V, Wesley V, Luan Pereira M, Gegê M, Douglas M, Julinho M, Ferrareis M, Caio Paulista A.

AUSENTES: André Moritz V, Daniel Amorim A, Alex Silva (lesionados), Igor Fernandes LE (suspenso).

PENDURADOS: Marquinhos, Ferrareis, Kunde.

AVAÍ 2×2 CRUZEIRO, 11 de agosto de 2019, às 16h. TEMPO nublado, vento 15 Km/h, umidade 75%. LOCAL: Ressacada (17 mil), Florianópolis. MOTIVO: 14ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: ARBITRAGEM: Paulo Roberto Alves, Bruno Boschilia, Ivan Carlos Bohn (PR), VAR: Adriano Milczvski (PR). AMARELO: Robinho, Edílson, Douglas. VERMELHOS: Edílson, Leo Avaí. GOLS: Castro, 22, Rocha, 61, Brenner, 73 (P), Sassá, 96. AVAÍ: Vladimir; Leo (Yury, 55), Betão, Marquinhos Silva, Paulinho; Richard Franco, Pedro Castro; Lourenço (Caio Paulista, 50), João Paulo, Bruno Sávio (Douglas, 70), Brenner. T: Alberto Valentim. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela (Edílson, 48), Dedé, Leo, Egídio (Dodô, 85); Henrique, Cabral (David, 54); Robinho, M Gabriel, Rocha; Sassá. T: Ricardo Resende (interino).

HISTÓRICO: 11 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro, 7 empates, 1 vitória do Avaí, 18 gols do Cruzeiro, 12 do Avaí.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.457 jogos, 631 vitórias, 393 empates, 433 derrotas, 2.115 gols marcados, 1.653 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 641 jogos, 288 vitórias, 141 empates, 212 derrotas, 962 gols marcados, 791 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 0x1 Internacional: fase braba!

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

CRUZEIRO contra Internacional, neste 07jul19qua21h30, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, ida das semifinais da Copa do Brasil 2109.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro passou por Fluminense e A Mineiro. Internacional, por Paysandu e Palmeiras.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Internacional, o 9º, com 10.902.

TRANSMISSÃO: Globo para todo o Brasil, com narração de Luís Roberto e comentários de Júnior e Casagrande. SporTV para todo o Brasil, com narração de Rogério Correa e comentários de Lédio Carmona e Grafite.

TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 05 Km/h, umidade 80%.

ARBITRAGEM: Luiz Flávio de Oliveira, Marcelo Carvalho Van Gasse, Danilo Ricardo Simon Manis (SP). VAR: Braulio da Silva Machado, (SC).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Dedé, Leo, Dodô — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Rocha — Sassá. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Edílson, Weverton, Fabruno, Cacá, Egídio, Rafael Santos, Jadson, Maurício, Sassá, Fred, M Gabriel.

AUSENTES: Rodriguinho, (lesionado), David (suspenso).

PENDURADOS: Egídio e Robinho.

INTERNACIONAL: Lomba — Zeca, Moledo, Cuesta, Uendel — Lindoso, Edenilson, Patrick – Nico López, Guerrero, Sobis. T: Odair Hellmann.

BANCO: Danilo Fernandes G, Bruno L, Dudu L, Klaus B, Iago L, Rithely V, Sarrafiore M, Nonato M, Neilton M, Pottker A, Guilherme Parede A.

AUSENTES: Rodrigo Dourado, Matheus Galdezani, Emerson Santos, Roberto (lesionados), D’Alessandro (suspenso).

PENDURADOS: Nonato e Nico López.

CRUZEIRO 0x1 INTERNACIONAL, 07ago19qua21h30. TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 05 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: ida das quartas de final da Copa do Brasil 2019. TRANSMISSÃO: SporTv e Globo. PÚBLICO: 32.886 pagantes, R$905.798, média R$28. ARBITRAGEM: Luiz Flavio Oliveira, Marcelo Van Gasse, Danilo Manis (SP). VAR: Braulio Machado (SC). AMARELOS: Dedé, Sobis. GOL: Edenílson, 76. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Leo, Dodô; Henrique, Cabral (Maurício, 81); Robinho (M Gabriel, 72), Neves; Sassá (Fred, 67), Rocha. T: Mano Menezes. INTERNACIONAL: Lomba; Bruno, Moledo, Cuesta, Uendel; Lindoso, Edenilson (Nonato, 81), Patrick; Nico (Wellington, 59), Sobis (Sarrafiore, 86), Guerrero. T: Odair Hellmann.

HISTÓRICO: 83 jogos, com 29 vitórias do Cruzeiro, 31 do Inter e 23 empates. O Cruzeiro marcou 105 gols e sofreu 106. Pelo Brasileiro, desde 1962, foram 71 partidas. O Cruzeiro venceu 25, empatou 20, perdeu 25, marcou 88 gols e sofreu 86. Os dois clubes decidiram o Brasileiro de 1975, com vitória do Inter na final por 1×0, no BeiraRio.

Atlético-MG 2×0 Cruzeiro: intensidade zero

domingo, 4 de agosto de 2019

CRUZEIRO contra Atlético-MG neste 04ago19dom19h, no Independência, Belo Horizonte, 13ª rodada, Brasileiro 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; A Mineiro, o 7º, com 13.352.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 10 pontos, Mineiro é o 4º, com 21.

TEMPO nublado, temperatura 18º, vento 16 Km/h, umidade 72%.

TRANSMISSÃO: Globo, pra Minas Gerais, com narração de Rogério Correa, comentários de Bob Faria e Márcio Rezende Freitas. Premiere, com narração de Jaime Júnior, comentários de Henrique Fernandes, reportagens de Rodrigo Franco e Roger Casé.

ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden (RS), Fabrício Vilarinho da Silva (GO), Neuza Ines Back (SP). VAR: Daniel Nobre Bins (RS).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — M Gabriel, Neves, Rocha — Fred. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Weverton, Cacá, Fabruno, Dodô, Rafael Santos, Adriano, Jadson, Robinho, David, Sassá, Popó.

AUSENTES: Edílson (fisioterapia), Rodriguinho (lesionado), Maurício, Ederson (seleção Sub20).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Rodriguinho e Neves.

MINEIRO: Cleiton — Patric, Réver, Rabello, Santos — Jair — Chará, Elias — Chará, Elias, Vina, Cazares — Ricardo. T: Rodrigo Santana.

BANCO: Fernando G, Guga L, Leonardo Silva B, Maidana B, Hernandez L, Martinez V, Otero M, Bruninho M, Nathan M, Geuvânio A, Alerrandro A, Papagaio A.

AUSENTES: Gustavo Blanco, Uílson, Victor, Luan (lesionado).

PENDURADOS: José Welison, Leonardo Silva, Luan, Lucas Hernández, Patric.

ATLÉTICO-MG 2×0 CRUZEIRO, 04ago19dom19h. TEMPO nublado, temperatura 18º, vento 16 Km/h, umidade 65%. LOCAL: Independência (23 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 13ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 13.181 presentes, R$546.290, média R$41. ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden (RS), Fabrício Vilarinho da Silva (GO), Neuza Inês Back (SP). VAR: Daniel Nobre Bins (RS). AMARELOS: Orejuela, Neves, Fred, Jair, Elias. GOLS: Vinícius, 45, Nathan, 91. ATLÉTICO-MG: Cleiton; Patric, Réver, Rabello, F Santos; Jair, Elias, Vinicius (Nathan, 85), Cazares (Geuvânio, 69); Chará, Ricardo Oliveira (Papagaio, 80). T: Rodrigo Santana. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral (Robinho, 61), M Gabriel, Neves (David, 77); Rocha (Sassá, 85), Fred. T: Mano Menezes.

HISTÓRICO: 473 jogos. Cruzeiro venceu 161, empatou 128, perdeu 184, com 606 gols a favor e 661 contra. Pelo Brasileiro, foram 67 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 21, perdeu 24, marcou 89 gols, sofreu 86. Os dois clubes já se enfrentaram em 23 decisões do Mineiro. O Cruzeiro venceu 13 (40, 67, 72, 77, 87, 90, 98, 04, 08, 09, 11, 14, 18, 19), perdeu 9 (31, 54, 62, 76, 85, 00, 07, 13, 17) e empatou uma (56). Na Copa dos Campeões Mineiros 1999, a vitória foi do Cruzeiro. Em fases preliminares, o Cruzeiro foi eliminado pelo rival nas quartas do Brasileiro de 1999 e o eliminou nas semifinais da SulMinas de 2001 e 2002, do Mineiro de 2005 e 2006, da Copa Montevidéu 2009, da Copa do Brasil 2019 e foi eliminado nas semifinais do Mineiro 2015. Na Copa do Brasil, o Cruzeiro perdeu a final de 2014. Foram 242 clássicos no Mineirão. O Cruzeiro venceu 88, empatou 78, perdeu 75, marcou 284 gols, sofreu 257. Pelo Mineiro, foram 273 jogos, com 93 vitórias do Cruzeiro, 71 empates, 109 derrotas, 297 gols a favor, 344 contra. Pela Primeira Liga, 1 jogo, 1 vitória do Cruzeiro que fez 1 gol e não sofreu nenhum. Pela Copa do Brasil, 4 jogos, com 1 vitória do Cruzeiroe r3 do Atlético. Cruzeiro marcou 3 gols e sofreu 5.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.456 jogos, 631 vitórias, 392 empates, 433 derrotas, 2.113 gols marcados, 1.651 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 640 jogos, 288 vitórias, 140 empates, 212 derrotas, 960 gols marcados, 789 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 0/2×0/4 River Plate: jogo de xadrez

terça-feira, 30 de julho de 2019

CRUZEIRO contra River Plate, Mineirão, Belo Horizonte, 30jul19ter19h15, volta das oitavas da Libertadores 2019.

CLASSIFICAÇÃO: na fase de grupos, Cruzeiro foi o 1º, no grupo A, contra Emelec, Lara e Huracán. River foi 2º, no grupo B, com Internacional.

TEMPO nublado, temperatura 22º, vento 18 Km/h, umidade 54%.

TRANSMISSÃO: Sportv, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Ricardinho.

ARBITRAGEM: Roberto Tobar, Claudio Rios, Alejandro Molina (Chile). VAR: Nicolas Gallo (Colômbia).

CRUZEIRO: Fábio – Orejuela, Dedé, Leo, Egídio – Henrique, Cabral — Romero, Neves, M Gabriel — Rocha. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael (G), Weverton (L), Cacá (B), Fabruno (B), Dodô (L), Ederson (V), Jadson (V), Robinho (M), Maurício (M), Sassá (A), Fred (A), David (A).

AUSENTES: Edílson, Rodriguinho (lesionados).

PENDURADOSS: ninguém.

RIVER PLATE: Armani – Montiel, Rojas, Martinez, Casco – Ponzio, Pérez — Fernandez, Carrascal, — Borré, Pratto. T: Marcelo Gallardo.

BANCO: Lux (G), López (L), Zuculini (V), Ferreira (V), De la Cruz (M), Palacios (M),  Rollheiser (A), Alvarez (A), Suárez (A).

AUSENTES: Quintero, Scocco, Pinola, Angileri (lesionados).

PENDURADOS: ninguém.

CRUZEIRO 0(2)x(4)0 RIVER PLATE, 30jul19ter19h15. TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 10 Km/h, umidade 60%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: volta das oitavas da Libertadores 2019. TRANSMISSÃO: Sportv. PÚBLICO: 55.567 presentes, R$2.464.451, média R$44. ARBITRAGEM: Roberto Tobar, Cláudio Rios, Alejandro Molina (Chile). VAR: Nicolas Gallo (Colômbia), AMARELOS: Romero, Pérez, Carrasca. O%ENALTIS: Fred, Rovinho (converteram, Henrique, David (perderam), De La Cruz, Montiel, Martínez, Borré (converteram). CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Leo, Egídio; Romero, Henrique, Cabral (Robinho, 60); Neves, M Gabriel (David, 85); Rocha (Fred, 72). T: Mano Menezes. RIVER: Armani; Montiel, Martínez, Rojas, Casco, Ponzio (Palácio, 46), Pérez, Carrascal, Fernández (De la Cruz, 70), Pratto (Suárez, 65), Borré. T: Marcelo Gallardo.

HISTÓRICO. 16 jogos, com 10 vitórias do Cruzeiro, 4 do River, 2 empate, 24 gols do Cruzeiro, 13 do River. Os dois decidiram a Libertadores 1976, o torneio 20 Anos do Mineirão, em 1985, a Supercopa 1991 e a Recopa 1998, sempre com vantagem do Cruzeiro.