Arquivo da Categoria ‘JOGOS’

Cruzeiro 0x2 Palmeiras: não era incaível

domingo, 8 de dezembro de 2019

CRUZEIRO contra Palmeiras, neste 08dez19dom16h, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, 38ª rodada, Brasileiro 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Palmeiras, o 1º, com 16.914 pontos.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º, com 36 pontos, Palmeiras, o 3º, com 77.

TEMPO nublado, temperatura 20º, vento 12 Km/h, umidade 80%.

TRANSMISSÃO: Globo (RS, SC, PR, SP, MG, GO TO, MS, MT, BA, SE, AL, PE, PI, PA, AM, ROR AC, RR, AP e DF), com narração de Cléber Machado e comentários de Bob Faria, Casagrande e Sálvio Spínola. Premiere, com narração de Rogério Correa e comentário de Alexandre Lozetti e Fábio Júnior.

ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henrique, Luiz Cláudio Regazone, Silbert Sisquim, VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Leo, Dodô — Jadson, Henrique, Ederson — Ezequiel, Rocha, M Gabriel. T: Adílson Batista.

BANCO: Rafael, Weverton, Fabruno, Rafael Santos, Adriano, Maurício, Fred, Sassá, Joel, David.

AUSENTES: Dedé, Robinho, Rodriguinho, Neves (lesionados), Cabral, Edílson, Egídio (suspensos).

PALMEIRAS: Weverton — M Rocha, Kuan, Antônio Carlos, Diogo Barbosa — Matheus Fernandes, Bruno Henrique, Lucas Lima — Zé Rafael, Dudu, Raphael Veiga —. T: Andrey Lopes.

BANCO: Jailson G, Mayke L, Edu Dracena B,  Victor Luis L,  Jean V, Ramires V, Gabriel Veron M, Carlos Eduardo A, Willian A, Deyverson A.

AUSENTES: Gustavo Gómez, Vitor Hugo, Hyoran, Gustavo Scarpa, Felipe Melo, Luiz Adriano (lesionado).

CRUZEIRO 0x2 PALMEIRAS, 08dez19dom16h. TEMPO LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 38ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 27.229 presentes, 24.035 pagantes, R$ 307.703, média: R$13. ARBITRAGEM: Marcelo Lima Henrique, Luiz Cláudio Regazone, Silbert Sisquim, VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ). AMARELO: Zé Rafael. GOLS; CRUZEIRO: Fábio; Orejuela (Weverton, 49), Cacá, Leo, Dodô; Jadson, Henrique, Ederson; Ezequiel (Sassá, 46), Rocha (Maurício, 49), M Gabriel. T: Adilson Batista. PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke, 81), Luan, Antônio Carlos, Diogo Barbosa; Matheus Fernandes, Bruno Henrique; Raphael Veiga (Willian, 69), Lucas Lima, Zé Rafael (Gabriel Veron, 66); Dudu. T: Andrey Lopes.

HISTÓRICO: 97 jogos, Cruzeiro venceu 35, empatou 28, perdeu 34, marcou 136 gols, sofreu 144. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 64 partidas. Cruzeiro venceu 24, empatou 19, perdeu 21. Em Minas, 44 jogos. Cruzeiro venceu 23, empatou 12, perdeu, 9. No Independência, 3 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro (2×1, 1975, 2×0, 1991, 2×1, 2012). Foram 3 decisões: Em 1996, Cruzeiro venceu a Copa do Brasil (1×1, Mineirão, 2×1, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Copa do Brasil (0×1, Mineirão, 2×0, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Mercosul (1×2, Mineirão, 3×1 e 1×0, Parque Antártica.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.479 jogos, 636 vitórias, 402 empates, 442 derrotas, 2.130 gols marcados, 1.676 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 664 jogos, 293 vitórias, 151 empates, 220 derrotas, 977 gols marcados, 814 sofridos, aproveitamento de 53%.

Grêmio 2×0 Cruzeiro: Sobrenatural bateu ponto

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

CRUZEIRO contra Grêmio, 05dez19qui19h15, Humaitá (55 mil), Porto Alegre, 37ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º, com 36 pontos; Grêmio, o 4º, com 56.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Grêmio, o 3º, com 14.936.

TEMPO nublado, temperatura 24º, vento 23 Km/h, umidade 55%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Gustavo Villani, comentários de Bob Faria e Paulo Nunesm reportagens de Roger Casé e Fernando Becker.

ARBITRAGEM André Luiz de Freitas Castro, Cristhian Passos Sorence, Fabrício Vilarinho da Silva (GO). VAR: Wagner Reway (PB).

CRUZEIRO: Fábio — Edilson, Cacá, Leo, Egídio – Ederson, Henrique, Cabral — Orejuela, Fred, David — Fred. T: Adílson Batista.

BANCO: Rafael, Fabruno, Dodô, Rafael Santos, Jadson, Robinho, Ezequiel, Sassá, Joel, Rocha.

AUSENTES: Marquinhos Gabriel (suspenso); Thiago Neves (edema na coxa esquerda), Dedé (cirurgia no joelho direito) e Rodriguinho (cirurgia na região lombar).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Dodô, Edilson, Egídio, Fábio, Fred, Henrique, Jadson, Orejuela, Robinho, Rodriguinho, Neves.

GRÊMIO: Paulo Victor — Falhardo, David Braz, Kannemann, Cortez — Michel, Matheus Henrique — Pepê, Tardelli, Everton — Luciano. T: Renato Portaluppi.

BANCO: Júlio Cesar G, Rodriguez B, Paulo Miranda B, Juninho Capixaba L, Rômulo V, Darlan V, Patrick M, Frizzo M,  Isaque A, André A, Vixey A, Ferreira A.

AUSENTES: Geromel, Leonardo, Luan, Jean Pyerre, Marcelo Oliveira (lesionados).

PENDURADOS: Kannemann, Michel, Alisson, Tardelli, Paulo Miranda, Pepê.

GRÊMIO 2×0 CRUZEIRO, 05dez19qui19h15. TEMPO nublado, temperatura 22º, vento 16 Km/h, umidade 76%. LOCAL: Humaitá (55 mil), Porto Alegre. MOTIVO: 37ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 18.306 pagantes, 20.454 presentes, R$635.190, média R$35. ARBITRAGEM: André Luiz Freitas Castro, Fabricio Vilarinho, Cristhian Passos Sorence (GO). VAR: Wagner Reway (PB). AMARELOS: Egídio, Cabral, Edílson, Cacá. GOLS: Ferreira, 66, Pepê, . 84 (p). GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo (Patrick, 66), David Braz, Kannemann, Cortez; Michel, Matheus Henrique; Pepê, Tardelli (Ferreira, 60), Everton Cebolinha; Luciano (Isaque, 79). T: Renato Portaluppi. CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacá, Leo, Egídio; Henrique, Cabral (Robinho, 41), Ederson;  Orejuela (Ezequiel, 56), Fred (Rocha, 54), David. T: Adilson Batista.

HISTÓRICO: 78 jogos. Cruzeiro venceu 33, empatou 20, perdeu 26, marcou 97 gols, levou 85. Pelo Brasileiro, foram 58 jogos. Cruzeiro venceu 23, empatou 15, perdeu 21, marcou 72 e sofreu 72 gols. Pela Libertadores, 6 jogos. Cruzeiro venceu 3, empatou 2 e perdeu 1. Foram 30 jogos nos estádios do Grêmio (Olímpico e Humaitá). Cruzeiro venceu 6, empatou 10, perdeu 15, marcou 20 gols e sofreu 37. Cruzeiro e Grêmio já decidiram um título, a Copa do Brasil 93. No Olímpico, 0×0; no Mineirão, Cruzeiro 2×1.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.478 jogos, 636 vitórias, 402 empates, 441 derrotas, 2.130 gols marcados, 1.674 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 663 jogos, 293 vitórias, 151 empates, 219 derrotas, 977 gols marcados, 812 sofridos, aproveitamento de 53%.

Vasco 1×0 Cruzeiro: não faltou luta

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

CRUZEIRO contra Vasco, 02dez19seg20h, São Hanuárui *24 mil), Rio de Janeiro, 36ª rodada, Brasileiro 2019

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º, com 36 pontos; Vasco, o 13º, com 44 pontos.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Vasco, o 14º, com 9.360.

TEMPO nublado, temperatura 22º, vento 16 Km/h, umidade 87%.

TRANSMISSÃO: Sportv e Premiere, com narração de Jader Rocha e comentários de Bob Faria e Pedrinho. As reportagens são de Eudes Júnior e Guto Rabelo.

ARBITRAGEM: Wilton Pereira Sampaio, Bruno Raphael Pires, Leone Carvalho Rocha (GO), VAR: André Luiz Freitas (GO).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Leo, Egídio — Henrique, Ederson, Cabral — David, Joel, Rocha. T: Adílson Batista.

BANCO: Rafael G, Edílson L, Fabruno B, Dodô L, Jadson V, M Gabriel M, Robinho M, Sassá A, Ezequiel A, Fred A.

AUSENTES: Dedé, Rodriguinho (lesionados), Maurício (seleção sub20).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Dodô, Edilson, Egídio, Fábio, Henrique, Jadson, M Gabriel, Orejuela, Robinho, Rodriguinho, Neves.

VASCO: Fernando Miguel — Pikachu, Henriquez, Castán, Henrique — Richard,,  Andrey, Guarín —  Rossi, Ribamar, Marrony,  T: Vanderlei Luxemburgo.

BANCO: Sidão G, Raul Cáceres L, Danilo Barcelos L, Ricardo B, Werley B, Alexandre Melo L, Felipe Bastos V, Bruno Gomes V, Marquinho M, Felipe Ferreira M, Bruno César M, Tiago Reis A.

AUSENTES: Talles Magno (lesionado), Raul (suspenso), Gabriel Pec (seleção sub20), Marcos Jr (poupado).

PENDURADOS: Fernando Miguel, Henríquez, Ricardo, Henrique, Guarín, Andrey, Bruno César.

VASCO 1×0 CRUZEIRO, 02dez19seg20h. TEMPO nublado, temperatura 22º, vento 15 Km/h, umidade 87%. LOCAL: São Hanuárui (24 mil), Rio de Janeiro. MOTIVO: 36ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Sporv e Premiere. PÚBLICO: 19.314 pagantes, 19.796 presentes, R$567.032, média R$29. ARBITRAGEM: Wilton Sampaio, Bruno Pires, Leone Rocha. VAR: André Castro (GO). AMARELOS: Richard, Rossi, Guarín, Ederson, M Gabriel, Fred. GOL: Guarín, 10. VASCO: Fernando Miguel; Pikachu, Henríquez, Castán, Henrique; Richard (Fellipe Bastos, 65), Guarín, Andrey; Rossi, Ribamar (Tiago Reis, 62), Marrony (Bruno Gomes, 78). T: Vanderlei Luxemburgo. CRUZEIRO: Fábio, Orejuela, Cacá, Leo, Egídio; Henrique, Ederson (M Gabriel, 46), Cabral; David, Rocha (Ezequiel, 70), Joel (Fred, 46). T: Adilson Batista.

HISTÓRICO: 99 jogos. Cruzeiro venceu 36, empatou 31, perdeu 32, marcou 147 gols e sofreu 127. Pelo Brasileiro, 60 partidas. Cruzeiro venceu 23, empatou 20, perdeu 18, marcou 90, levou 72 gols. Os dois clubes decidiram o Brasileiro de 1974, no Maracanã. O Vasco venceu por 2×1.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.477 jogos, 636 vitórias, 402 empates, 440 derrotas, 2.130 gols marcados, 1.672 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 662 jogos, 293 vitórias, 151 empates, 218 derrotas, 977 gols marcados, 810 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 0x1 Csa: vítima do sobrenatural

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

CRUZEIRO contra CSA, 28nov19qui21h30, Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, 35ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º, com 36 pontos, Csa, o 18º, com 28.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, CSA, o 45º, com 2.850 pontos.

TRANSMISSÃO: Sportv (menos MG) e Premiere, com narração de Rogério Corrêa e comentários de Bob Faria e Fábio Júnior.

TEMPO chuvoso, temperatura 24º, vento 10 Km/h, umidade 76%.

ARBITRAGEM: Vinícius Gonçalves Dias Araújo, Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, Bruno Salgado Rizo (SP). VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Leo, Egídio — Henrique, Ederson — Ezequiel, Neves, Rocha — Fred. T: Abel Braga.

BANCO: Rafael, Edílson, Fabruno, Rafael Santos, Jadson, Cabral, Robinho, Marquinhos Gabriel, David, Joel, Sassá.

AUSENTES: Dedé, Rodriguinho. Dodô lesionados).                                

PENDURADOS: Robinho, Egídio, Neves, Henrique, Dodô, Jadson, Edilson, David, Fábio, Orejuela, M Gabriel, Dedé, Cabral e Rodriguinho.

CSA: Jordi — Dawhan, Alan Costa, Castán, Rafinha — Nílton, João Vítor, Jonatan Gomez, Euller — Apodi, Ricardo Bueno. T: Argel Fucks.

BANCO: João Carlos G, Fabrício G, Lucas Dias B, Ronaldo Alves B, Jean Cleber V, Warley L, Matheus Prado M, Bruno Alves M, Didira M, Safira A.

AUSENTES: Alecsandro, Bustamante, Cajuru, Pedroso, Naldo (lesionados).

PENDURADOS: Apodi, Alan Costa, Warley, Ricardo Bueno, Jonatan Gómez, Jean Cleber, Carlinhos e Naldo.

CRUZEIRO 0x1 CSA, 28nov19qui21h30. TEMPO chuvoso, temperatura 24º, vento 10 Km/h, umidade 76%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 35ª rodada do Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO Sportv e Premiere. PÚBLICO: 30.193 pagantes, 34.290 presentes, R$R$354.764, média R$12. ARBITRAGEM: Vinicius Gonçalves Dias, Miguel Cataneo, Bruno Rizo. VAR: Rodrigo Guarizo (SP). AMARELOS: Jordi, Euller, Gomez, J Vítor. GOL: Alan, 42. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Leo, Egídio; Henrique, Ederson (Robinho, 46), Ezequiel (Sassá, 68), Neves, Rocha; Fred (Joel, 46). T: Abel Braga. CSA: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Castán, Rafinha; João Vítor, Nílton, Jonatan Gomez, Euller (Warley, 58); Apodi (Bruno Alves, 68), Ricardo Bueno. T: Argel Fucks.

HISTÓRICO: 9 jogos, 6 vitórias do Cruzeiro, 2 do Csa, 1 empate, 15 gols marcador pelo Cruzeiro, 5 pelo Csa.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.476 jogos, 636 vitórias, 402 empates, 439 derrotas, 2.130 gols marcados, 1.671 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 661 jogos, 293 vitórias, 151 empates, 217 derrotas, 977 gols marcados, 809 sofridos, aproveitamento de 53%.

Santos 4×1 Cruzeiro: um final de jogo medonho

sábado, 23 de novembro de 2019

CRUZEIRO contra Santos, 23nov19sab21h, Vila Belmiro, Santos, pela 34ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 36 pontos; Santos, o 3º, com 65.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Santos, o 4º, com 14.682.

TEMPO chuvoso, temperatura 23º, vento 10 Km/h, umidade 90%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Daniel Pereira e comentários de Mauricio Noriega.

ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden, José Eduardo Calza, Lúcio Beiersdorf Flor. VAR: Daniel Nobre Bins (RS).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Fabruno, Egídio — Henrique, Ederson — Robinho, Neves, David — Sassá. T: Abel Braga.

BANCO: Rafael, Vinícius, Edilson, Leo, R Santos, Cabral, Jadson, M Gabriel, Maurício, Ezequiel, Fred, Joel.

AUSENTES: Rodriguinho, Dedé, Dodô (lesionados), Rocha (suspenso).

PENDURADOS: Henrique, Dodô, Jadson, Edilson, David, Fábio, Orejuela, M Gabriel, Dedé, Cabral, Rodriguinho.

SANTOS: Everson — Pará, Veríssimo, Gustavo Henrique, Felipe Jonatan; Alison, Sánchez, Evandro — Marinho, Sasha, Soteldo. T: Jorge Sampaoli.

BANCO: Vanderlei G, John G, Victor Ferraz L, Luan Peres B, Luiz Felipe B, Aguilar B, Pituca V, Jean Mota M, Sandry M, Derlis González A, Tailson A, Kaio Jorge A.

AUSENTES: ninguém.

PENDURADOS: Gustavo Henrique, Marinho, Jean Mota, Jobson e Luan Peres.

SANTOS 4×1 CRUZEIRO, 23nov19sab21h. TEMPO chuvoso, temperatura 23º, vento 10 Km/h, umidade 90%. LOCAL: Vila Belmiro,(16 mil), Santos. MOTIVO: 34ª rodada do Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: premiere. PÚBLICO: 7.905 pagantes, R$266.945, média R$34. ARBITRAGEM: :eandro Vuaden, Jose Eduardo Calza, Lucio Beiersdorf . VAR: Daniel Bins, Vinicius Amaral, Andre Bitencourt (RS). AMARELOS: Gustavo, Egídio. GOLS: Orejuela, 13, Sasha, 22, Marinho, 59, Soteldo , 67, Pituca, 91.SANTOS: Everson; Pará, Veríssimo, Gustavo Henrique, Felipe Jonatan (Luan Peres, 89); Alison, Sánchez, Evandro; Marinho, Sasha (Pituca, 75), Soteldo (Kaio Jorge, 87). T: Jorge Sampaoli. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabruno, Egídio; Henrique, Ederson; Robinho (Ezequiel, 73); Neves (M Gabriel, 84), David; Sassá (Joel, 61). T: Abel Braga.

HISTÓRICO: 82 jogos. Cruzeiro venceu 30, empatou 22, perdeu 30; marcou 119 gols e levou 132. Pelo Brasileiro, foram 63 partidas. Cruzeiro venceu 23, empatou 18, perdeu 22; marcou 85 gols e sofreu 91. Nas duas vezes em que decidiram um título brasileiro, o Cruzeiro levou a melhor. Em 1966, venceu por 6×2 no Mineirão e 3×2 no Pacaembu. Em 2003, colocou 13 pontos de frente sobre seu rival após vencer pro 3×0, no Mineirão, em uma espécie de final antecipada do primeiro Brasileiro de pontos corridos.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.475 jogos, 636 vitórias, 402 empates, 438 derrotas, 2.130 gols marcados, 1.670 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 660 jogos, 293 vitórias, 151 empates, 216 derrotas, 977 gols marcados, 808 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 0x0 Avaí: fora da zona

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

CRUZEIRO contra Avaí, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, 18nov19seg20h, 33ª rodada, Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 15º, com 35 pontos; Avaí, o 20º, com 17.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Avaí, o 21º, com 6.394.

TEMPO nublado, temperatura 16º, vento de 15 Km/h, umidade 76%.

TRANSMISSÃO: Sporrv (menos MG) e Premiere (para todo o Brasil), com narração de Rogério Corrêa e comentários de Bob Faria e Fábio Júnior.

ARBITRAGEM: Diego Pombo Lope (BA), Eduardo Goncalves da Cruz (MS), Elicarlos Franco de Oliveira (BA)m Antônio Marcio Teixeira da Silva (4ºA, MG). VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO), Jefferson Ferreira de Moraes (GO), Leone Carvalho Rocha (GO), Gilberto Corrale (SP).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Fabruno, Dodô — Henrique, Ederson — M Gabriel, Neves, David — Sassá. T: Abel Braga.

BANCO: Rafael, Edílson, Leo, Egídio, Jadson, Cabral, Maurício, Robinho, Joel, Ezequiel, Fred, Rocha.

AUSENTES: Rodriguinho, Dedé (lesionados).

PENDURADOS: Henrique, Dodô, Jadson, Edilson, Rocha, David, Fábio, Orejuela, M Gabriel, Dedé, Cabral, Rodriguinho.

AVAÍ: Vladimir — Lourenço, Marquinhos. Kunde, Igor Fernandes — Luanderson, Pedro Castro, Richard Franco, Luan Pereira — Caio Paulista, Vinicius Araújo. T: Evando Camillato.

BANCO: Lucas Frigeri G, Ramon Pereira L, Zé Marcos B, Wesley V, Matheus Barbosa M, Igor Goularte A, Gabriel Lima A. Matheus Lucas A.

AUSENTES: Alex Silva, Betão, Daniel Amorim, Iury (lesionados), João Paulo (suspenso).

PENDURADOS: Luanderson, Gegê, Leo, Mosquera, Lourenço, Marquinhos, Ferrareis, Kunde.

CRUZEIRO 0x0 AVAÍ, 18nov19seg20h. TEMPO chuvoso, temperatura 20º, vento 10 Km/h, umidade 90%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 33ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 15.012 pagantes, 21.217 presentes, R$285.905, média R$19. ARBITRAGEM: Diego Pombo (BA), Eduardo Cruz (MS), Elicarlos Oliveira (BA),  Antônio Marcio Teixeira (4ºA, MG). VAR: Elmo Resende Cunha (GO), Jefferson Moraes (GO), Leone Rocha (GO), Gilberto Corrale (SP).. AMARELOS: Neves, Rocha, Igor, Vinicius. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabruno, Dodô; Henrique, Ederson (Robinho, 75); M Gabriel (Rocha, 46), Neves, David (Fred, 60); Sassá. T: Abel Braga. AVAÍ: Vladimir, Lourenço, Marquinhos. Kunde, Igor Fernandes; Luanderson (Wesley, 84), Pedro Castro, Richard Franco, Luan Pereira (Matheus Barbosa, 61); Caio Paulista (Matheus Lucas, 91), Vinicius Araújo. T: Evando Camillato.

HISTÓRICO: 12 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro, 8 empates, 1 vitória do Avaí, 18 gols do Cruzeiro, 12 do Avaí.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.474 jogos, 636 vitórias, 402 empates, 437 derrotas, 2.129 gols marcados, 1.666 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 659 jogos, 293 vitórias, 151 empates, 215 derrotas, 976 gols marcados, 804 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 0x0 Atlético-MG: defesas dominantes

domingo, 10 de novembro de 2019

CRUZEIRO contra Atlético-MG, 10nov19dom16h, Mineirão, Belo Horizonte, 32ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 34 pontos, Atlético-MG, o 11º, com 39.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Atlético-MG, o 7º, com 13.352.

TEMPO ensolarado, temperatura 29º, vento 11 Km/h, umidade 47%.

ARBITRAGEM: Jean Pierre Gonçalves Lima, Rafael Silva Alves, Leirson Peng Martins (RS). VAR: Daniel Nobre Bins (RS).

TRANSMISSÃO: Globo pra Minas Gerais, com narração de Rogério Corrêa e comentários de Bob Faria, Fábio Júnior e Márcio Rezende Freitas. Premiere, para todo o Brasil, com narração de Jaime Júnior e comentários de Henrique Fernandes, reportagens Maurício Paolucci e Elton Novaes.

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Fabruno, Dodô — Henrique, Ederson —  Robinho, Neves, M Gabriel — Fred. T: Abel Braga.

BANCO: Rafael, Edílson, Edu, Leo, Rafael Santos, Jadson, Cabral,, Ezequiel, Joel, David.

AUSENTES: Dedé, Egídio, Rodriguinho (lesionados), Sassá (suspenso).

PENDURADOS: Dodô, Jadson, Edilson, Rocha, David, Fábio, Orejuela, M Gabriel, Dedé, Cabral, Rodriguinho.

MINEIRO: Cleiton — Patric, Réver, Rabello, F Santos — Welison, Martinez — Cazares, Luan, Otero — Di Santo. T: Vagner Mancini.

BANCO: Uílson G, Guga L, Silva B, Maidana B, Hulk L, Terans M, Vinícius M, Marquinhos M, Bolt A, Bruninho A, Ricardo O A, Geuvânio A.

AUSENTES: Victor, Nathan, Blanco, Chará, Elias (lesionado).

PENDURADOS: Cleiton, Di Santo, Rabello, Jair, Welison, Leonardo Silva, Luan, Hernández, Réver, Vinícius.

CRUZEIRO 0x0 ATLÉTICO-MG, 10nov19dom16h. TEMPO nublado, temperatura 32º, vento 11 Km/h, umidade 47%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 32ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 37.844 pagantes, 43.205 presentes, R$1.165.329, média R$31. ARBITRAGEM: Jean Pierre Goncalves, Rafael Alves, Leirson Peng (RS). VAR: Daniel Bins (RS). AMARELOS: Santos, Henrique. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabruno, Dodô; Henrique, Ederson; M Gabriel (David, 46) ,Robinho (Rocha, 68), Neves (Ezequiel, 83); Fred. T: Abel Braga. MINEIRO: Cleiton; Patric, Réver, Rabello, F Santos; Welison, Martínez (Marquinhos, 79), Luan, Cazares (Bruninho, 69), Otero; Di Santo (Ricardo O, 90). T: Vagner Mancini.

HISTÓRICO: 474 jogos. Cruzeiro venceu 161, empatou 129, perdeu 184, com 606 gols a favor e 661 contra. Pelo Brasileiro, foram 68 jogos. O Cruzeiro venceu 22, empatou 22, perdeu 24, marcou 89 gols, sofreu 86. Os dois clubes já se enfrentaram em 23 decisões do Mineiro. O Cruzeiro venceu 13 (40, 67, 72, 77, 87, 90, 98, 04, 08, 09, 11, 14, 18, 19), perdeu 9 (31, 54, 62, 76, 85, 00, 07, 13, 17) e empatou uma (56). Na Copa dos Campeões Mineiros 1999, a vitória foi do Cruzeiro. Em fases preliminares, o Cruzeiro foi eliminado pelo rival nas quartas do Brasileiro de 1999 e o eliminou nas semifinais da SulMinas de 2001 e 2002, do Mineiro de 2005 e 2006, da Copa Montevidéu 2009, da Copa do Brasil 2019 e foi eliminado nas semifinais do Mineiro 2015. Na Copa do Brasil, o Cruzeiro perdeu a final de 2014. Foram 242 clássicos no Mineirão. O Cruzeiro venceu 88, empatou 78, perdeu 75, marcou 284 gols, sofreu 257. Pelo Mineiro, foram 273 jogos, com 93 vitórias do Cruzeiro, 71 empates, 109 derrotas, 297 gols a favor, 344 contra. Pela Primeira Liga, 1 jogo, 1 vitória do Cruzeiro que fez 1 gol e não sofreu nenhum. Pela Copa do Brasil, 4 jogos, com 1 vitória do Cruzeiroe r3 do Atlético. Cruzeiro marcou 3 gols e sofreu 5.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.473 jogos, 636 vitórias, 401 empates, 437 derrotas, 2.129 gols marcados, 1.666 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 658 jogos, 293 vitórias, 150 empates, 215 derrotas, 976 gols marcados, 804 sofridos, aproveitamento de 53%.

AthleticoPR 0x0 Cruzeiro: empate heroico

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

CRUZEIRO contra Athletico-PR, neste 06nov10qua21h30, Baixada (42 mil), Curitiba, 31ª rodada, Brasileiro 2019.\

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro está em 16º lugar, com 33 pontos, Paranaense é o 6º, com 46.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Athletico-PR é o 8º, com 11.380.

TEMPO nublado, temperatura 17º, vento 11 Km/h, umidade 87%.

TRANSMISSÃO: Globo, exceto Uberlândia, Uberaba, Ituiutaba e Juiz de Fora, com narração de Rogério Correa e comentários de Bob Faria e Fabio Junior.

ARBITRAGEM: Luiz Flávio de Oliveira, Anderson José de Moraes Coelho, Bruno Salgado Rizo (SP), Leonardo Ferreira Lima (PR, 4ºA). VAR: José Claudio Rocha Filho (SP).

CRUZEIRO: Fábio — Edílson, Cacá, Fabruno, Egídio — Henrique, Ederson — M Gabriel, Robinho, David — Sassá. T: Abel Braga.

BANCO: Rafael G, Vítor Eudes G, Leo B, Dodô L, Adriano V, Jadson V, Cabral V, Maurício M, Joel A, Ezequiel A.
AUSENTES: Rodriguinho, Dedé, Rocha (lesionados), Neves (poupado), Fred, Orejuela (suspensos).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Dodô, Edilson, Fábio, Jadson, M Gabriel, Rocha e Rodriguinho.

PARANAENSE: Santos – Madson, Thiago Heleno, Leo Pereira, Márcio Azevedo – Bruno Guimarães, Wellington – Leo Cittadini, Nikão, Rony – Marco Ruben. T: Eduardo Barros.

BANCO: Leo G, Khellven L, Pedro Henrique B, Robson Bambu B, Abner L, Erick V, Lucho González V, Bruno Nazário M, Thonny Anderson A, Braian Romero A.

.AUSENTES: Adriano, Jonathan, Lucas Halter (lesionados).
PENDURADOS: Everton Felipe, Leo Cittadini, Leo Pereira, Madson, Márcio Azevedo, Marco Ruben, Matheus Rossetto, Nikão, Rony, Thiago Heleno.

ATHLETICO-PR 0x0 CRUZEIRO, 06nov19qua21h30. TEMPO nublado, temperatura 17º, vento 11 Km/h, umidade 87%. LOCAL: Baixada (42 mil), Curitiba. MOTIVO: 31ª rodada, Brasileiro 2019. PÚBLICO: 12.885 pagantes, R$216.370, média R$18. ARBITRAGEM: Luiz Flávio Oliveira, Anderson Moraes Coelho, Bruno Rizo (SP), Leonardo Ferreira Lima (PR, 4ºA). VAR: José Cláudio Rocha (SP). AMARELOS: Sassá, Wellington, Ruben, Pereira, VERMELHO: Sassá, ATHLETICO: Santos; Madson, Thiago Heleno, Leo Pereira, Márcio Azevedo; Wellington (Cirino, 68), Bruno Guimarães (Camacho, 50), Cittadini (Bruno Nazário, 73); Nikão, Rony, Marco Ruben. T: Eduardo Barros. CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacá, Fabruno,Egídio (Dodô, 30); Henrique, Ederson; M Gabriel, Robinho (Cabral, 76), David (Ezequiel, 65); Sassá. T: Abel Braga.

HISTÓRICO: 62 jogos, 24 vitórias do Cruzeiro, 20 empates, 18 do Paranaense. Cruzeiro marcou 89 gols, levou 78. Eles já decidiram duas competições nacionais entre si. Em 1999, o Paranaense conquistou a Seletiva da Libertadores vencendo por 3×0 na Baixada e perdendo por 2×1 no Mineirão. Na SulMinas 2002, o Cruzeiro venceu por 2×1, na Baixada, e 1×0, no Mineirão, na despedida de Sorín, com 70 mil espectadores.\

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.472 jogos, 636 vitórias, 400 empates, 437 derrotas, 2.129 gols marcados, 1.666 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 657 jogos, 293 vitórias, 149 empates, 215 derrotas, 976 gols marcados, 804 sofridos, aproveitamento de 53%.

Cruzeiro 1×1 Bahia: árbitros roubaram dois pts

domingo, 3 de novembro de 2019

CRUZEIRO contra Bahia neste 03nov19dom19h, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, pela 30ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 32 pontos; Bania, o 9º, com 41.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Bahia, o 15º, com 8.862.

TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 10 Km/h, umidade 65%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Rogério Corrêa e comentários de Henrique Fernandes.

ARBITRAGEM: Wagner Reway (PB), Bruno Raphael Pires (GO), Oberto Silva Santos (PB), VAR: Paulo Roberto Alves Júnior (PR).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Leo, Dodô — Henrique, Ederson — M Gabriel, Neves, David — Fred. T: Abel Braga.

BANCO: Rafael, Eudes, Edílson, Edu, Egídio, Jadson, Cabral, Robinho, Sassá, Joel, Ezequiel.

AUSENTES: Fabruno (suspenso), Rocha, Dedé, Rodriguinho (lesionados).

PENDURADOS: Dodô, Jadson, Fred, Edilson, Rocha, David, Fábio, Orejuela, Marquinhos Gabriel, Dedé, Cabral e Rodriguinho.

BAHIA: Douglas — Nino Paraíba, Fonseca, Juninho, Moisés — Flávio, João Pedro, Marco Antônio — Elber, Fernandão, Artur. T: Roger Machado.

BANCO: Anderson G, Ezequiel L, Wanderson B, Ernando B, Giovanni L, Edson V, Guerra M, Shaylon M, Gilberto A, Lucca A, Arthur Caíke A, Rogério A.

AUSENTES: Gregore, Ronaldo (suspensos), Elton (lesionado).

PENDURADOS: Flávio, Guerra, Fonseca, Ronaldo.

CRUZEIRO 1×1 BAHIA, 03nov19dom19h, TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 10 Km/h, umidade 65%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 21.933 pagantes, 25.913 presentes, R$395.657, média R$18. ARBITRAGEM: Wagner Reway (PB), Bruno Pires (GO), Oberto Santos (PB). VAR: Paulo Roberto Alves (PR). AMARELOS: Orejuela, Fred, Henrique, GOLS:  Fernandão, 66 (p), Sassá, 75. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Leo, Dodô; Henrique, Ederson; M Gabriel (Ezequiel, 72), Neves, David (Sassá, 68), Fred (Edilson, 77). T: Abel Braga. BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Juninho, Fonseca, Moisés; Flávio, Marco Antônio (Lucca, 72), João Pedro, Elber (Rogério, 74), Artur, Fernandão (Arthur Caike, 76) . T: Roger Machado

HISTÓRICO: 64 jogos. Cruzeiro venceu 33, empatou 16, perdeu 15, marcou 98 gols e sofreu 56. Pelo Brasileiro, foram 48 jogos. Cruzeiro venceu 27, empatou 11, perdeu 10, marcou 80, sofreu 39.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.471 jogos, 636 vitórias, 399 empates, 437 derrotas, 2.129 gols marcados, 1.666 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 656 jogos, 293 vitórias, 148 empates, 215 derrotas, 976 gols marcados, 804 sofridos, aproveitamento de 53%.

Botafogo 0x2 Cruzeiro: saiu da zona!

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

CRUZEIRO contra Botafogo, neste 30out19qui21h30, no Engenhão (42 mil), Rio de Janeiro, pela 29ª rodada do Brasileiro 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Botafogo, o 11º, com 10.619.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º colocado, com 29 ponto; Botafogo, o 13º, com 33.

TEMPO ensolarado, temperatura 26º, vento 8 Km/h, umidade 80%.

TRANSMISSÃO: Sportv e Premiere, com narração de Daniel, comentários de Dejan Petkovic e Henrique Fernandes, reportagens de  André Pessoa e Rodrigo Franco. 

ARBITRAGEM: Caio Max Augusto Vieira (RN), Jean Márcio dos Santos (RN), Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE). VAR: Grazianni Maciel Rocha (RJ).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Fabruno, Egídio — Henrique, Ederson —M Gabriel, Neves, David — Fred. T: Abel Braga.

BANCO: Rafael, Edílson, Edu, Leo, Dodô, Jadson, Cabral, Robinho, Sassá, Joel, Ezequiel.

AUSENTES: Dedé, Rodriguinho, Rocha (lesionados).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Edilson, Fábio, Fabruno, Fred, Jadson, Marquinhos Gabriel, Orejuela, Rocha e Rodriguinho.

BOTAFOGO: Gatito Fernandez — Marcinho, Carli, Gabriel, Yuri — Bochecha, João Paulo — Luiz Fernando, Diego Souza, Valencia – Victor Rangel. T: Alberto Valentim.

BANCO: Cavalieri G,  Fernando L, Kanu B, Lucas Barros L, Rickson V, Cícero V, Jean V, Wenderson V, Alex Santana M, Igor Cássio A, Vinícius Tanque A, Rhuan A.

AUSENTES: Marcelo Benevenuto, Gilson, Rodrigo Pimpão, Marcos Vinícius (lesionados).

PENDURADOS: Cícero, Yuri, Fernando, Victor Rangel, Alex Santana, Marcinho, Gustavo, Leo Valencia.

BOTAFOGO 0x2 CRUZEIRO, 30out19qui21h30. TEMPO ensolarado, temperatura 26º, vento 8 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Engenhão (42 mil), Rio de Janeiro. MOTIVO: 29ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Sportv e Premiere. PÚBICO: 20.690 pagantes, 22.412 presentes, R$305.525, média R$15. ARBITRAGEM: Caio Max Vieira (RN), Jean Márcio Santos (RN), Nailton Junior Sousa Oliveira (CE). VAR: Adriano Milczvski (PR), Adriano de Assis Miranda (SP), Flavio Gomes Barroca (RN). AMARELOS: Diego, Neves, Fabruno, Dodô. GOLS: Cacá, 25, Ederson, 96. BOTAFOGO: Gatito; Marcinho, Carli, Gabriel, Yuri; Bochecha (Vinicius Tanque, 78), João Paulo, Diego Souza; Luiz Fernando, Victor Rangel (Igor Cássio, 46), Valencia (Alex Santana, 65). T: Alberto Valentim. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Fabruno, Egídio; Henrique, Ederson; M Gabriel (Dodô, 68), Neves, David (Sassá, 74); Fred (Cabral, 72). T: Abel Braga.

HISTÓRICO: 92 partidas, Cruzeiro venceu 39, empatou 29, perdeu 24, marcou 132 gols, sofreu 106. Os dois clubes jamais decidiram um título entre si.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.470 jogos, 636 vitórias, 398 empates, 437 derrotas, 2.128 gols marcados, 1.665 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 655 jogos, 293 vitórias, 147 empates, 215 derrotas, 975 gols marcados, 803 sofridos, aproveitamento de 53%.