Arquivo da Categoria ‘História’

#boraRECONSTRUIR !

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

#BORARECONSTRUIR

Torcedores celestes estão concentrados na porta da sede administrativa do Cruzeiro à espera do lançamento do programa Sócio da Reconstrução. Quem aqui no PHD participará desse esforço coletivo pra voltar o trem pros trilhos?

#BORARECONSTRUIR

O Relatório Medioli

sábado, 11 de janeiro de 2020

RECOMENDAÇÃO DE MEDIDAS IMEDIATAS NO CRUZEIRO

  1. Finalizar auditoria da BDO de 2018 e realizar a de 2019;
  2. Contratar a Kroll Investigação para apurar responsabilidades criminais e embasar recuperação de créditos, desvios, apropriações seguindo a fuga de divisas e valores;
  3. Contratar a EY nos moldes do Botafogo para conduzir o projeto de Clube Empresa e ordenar planejamentos e estratégias operacionais;
  4. Auditar todos os contratos de atletas de base e profissionais para determinar seus verdadeiros titulares;
  5. Inserir no estatuto a obrigatoriedade de auditoria internacional, contábil, financeira e operacional em todos os setores do clube;
  6. Preparar para um plano de recuperação financeira semelhante a recuperação judicial, até que o projeto de lei específico de recuperação judicial de clubes seja devidamente sancionado;
  7. Estudar, para fins de suporte financeiro emergencial, a participação de uma empresa SPE de prazo limitado de 24 meses capitalizada por investidores e torcedores;
  8. Estabelecer regras de contratação de Recursos Humanos (RH);
  9. Vetar a prática de nepotismo de conselheiros e dirigentes em qualquer setor do clube, ressalvados casos de relevante interesse, referendado pela Conselho;
  10. Estabelecer organograma que permita visualizar tarefas, responsabilidades, autonomia, poderes, fluxogramas e processos;
  11. Unificar o jurídico sobre uma única diretoria subordinada a presidência;
  12. Enxugar os quadros do clube mantendo 55% (295 funcionários), dos 533 funcionários contratados; reduzir a folha mensal administrativa de R$4,5 milhões para R$ 1,6 milhão; a folha de futebol dos atuais R$ 16,1 milhões para R$ 3,0 milhões; e limitar despesas administrativas e operacionais em R$1,1 milhão por mês, realinhando o orçamento para geração de superávit que permita amortizar as dívidas do clube;
  13. Adaptar o clube a uma realidade de Série B, esquecendo momentaneamente a Série A;
  14. Renegociar contratos e situação dos principais atletas;
  15. Renegociar o PROFUT (REFIS do futebol), apresentando compromisso de reorganização do clube;
  16. Regularizar e disponibilizar para venda os imóveis Barro Preto, Toca 1, Campestre 2 oferecendo-os a garantia de quitação de R$ 300 milhões de dívidas, mantendo-se Toca 2, Campestre 1 e Sede Timbiras;
  17. Venda de atletas valorizados para captar R$80 milhões que seriam usados para atender as principais dívidas de curto prazo garantindo a sobrevida do clube;
  18. Rever contrato da Adidas ou instituir marca própria seguindo a tendência dos clubes em fase de reestruturação (Bahia, Fortaleza, Coritiba e Ceará);
  19. A marca própria poderá acrescentar receitas de R$25 a R$30 milhões por ano em relação ao contrato da Adidas. Contrato este altamente desfavorável em relação a outros clubes firmados pela própria Adidas na Argentina, como por exemplo o Boca. Juniors e River Plate (na ordem de R$32 a R$40 milhões fixos por ano, mais participação nas vendas);
  20. Abrir uma tomada de propostas para concessão de uso da marca para peças de vestuários, sapatos, acessórios, academias, produtos variados como bebidas, alimentos e utilidades;
  21. Adotar parcerias estratégicas com clubes de menor porte para desenvolvimento atlético;
  22. Elaborar um plano estratégico de enfrentamento imediato, outro de longo prazo, que sinalize ao mercado e aos investidores um sério trabalho de redenção do clube atualmente execrado pela péssima administração.

Canecos na prateleira

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Campeões de 2019:

  • [[[3]]] Flamengo: (estadual, brasileiro, libertadores)
  • [[[2]]] Paranense (estadual, copa do brasil), Fortaleza (estadual, copa do nordeste): Fortaleza.
  • [[[1]]] Cruzeiro, Vitória Capixaba, Remo, Manaus, Acreano, Santos Amapaense, Gama, Grêmio, Avaí, Corinthians, Vilhenense, Goianiense, São Raimundo Roraimense, Botafogo Paraibano, Imperatriz, Águia Negra, River, América Potiguar, Bahia, Frei Paulistano, Alagoano, Palmas, Sport (estadual). Bragantino (série b). Náutico (série c). Brusque (série d). Cuiabá (copa verde).
  • [[[0]]] Mineiro, América Mineiro, Inter, Chape, Figueira, Coritiba, Londrina, Operário, Paraná, Santos, Palmeiras, Saumpaulo, Vasco, Botafogo, Fluminense, Vitória Baiano, Santacruz, Ceará, Brasil Pelotas, Caxias, Juventude, Criciúma, Joinville, Guarani, Ponte, Botafogo Paulista, Operároo ParanaenseOeste, São Bento, Desportiva, Rio Branco, Brasiliense, Comercial, Operário sul-matogrossense, Mixto, Asa, Itabaiana, Operário norte-matogrossense. Paysandu, Rio Negro, Nacional, Fast, Abc, Brasil Alagoano, Campinense, Treze, Sergipe, Confiança, Vila Nova, Goiás, Moto, Sampaio, Flamengo Piauiense…

Post em construção. Quem quiser pode pesquisar e andar a completar.

Notáveis a postos!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

NOTÁVEIS: Presidente: Saulo Fróes (Lokamig) —– Vice-presidente: Vittorio Medioli (Sada) —– Departamento de futebol: Pedro Lourenço (Supermercados BH) —– Administração e financeiro: Emílio Brandi (Nova Safra)

  • FINANCEIRO: Alexandre Faria, Anísio Ciscotto, Aquiles Diniz.
  • ADMINISTRATIVO: Saulo Froes, Jarbas Reis.
  • INFORMÁTICA: Saulo Froes, Jarbas Reis.
  • MARKETING: Saulo Froes, Carlos Ferreira.
  • SOCIAL: Saulo Froes, Jarbas Reis.
  • JURÍDICO: Walter Cardinalli, Kris Reis.
  • PATRIMÔNIO: Pietro Sportelli.

Clubes formadores de craques celestes

sábado, 16 de novembro de 2019

CLUBES MINEIROS que revelaram jogadores históricos do Cruzeiro:

  • YALE: Bengala
  • AMÉRICA: Tostão e Fred
  • SETE DE SETEMBRI: Amaury de Castro
  • ATLÉTICO: Nello Nicolai
  • ALVES NOGUEIRA: Caieira
  • BELA VISTA: Genuíno
  • ASAS: Rossi
  • GUARANY da Lagoinha: Souza
  • NACIONA de Uberaba: Vanderlei
  • POUSO ALEGRE: Nonato
  • PEDRO LEOPOLDO: Pelau
  • VILLA NOVA: Bento Russain e Neco
  • RETIRO: Pires
  • RENASCENÇA: Procópio e Piazza
  • SPORT: Zé Carlos
  • MERIDIONAL: Elmo
  • SIDERÚRGICA: Paulo Florêncio e Geraldino
  • CRUZEIRO de Luz: Azevedo

Quem contribuiu mais?  É possível que se repita algo assim no futuro?

A divisão política que causou estragos

terça-feira, 15 de outubro de 2019

JOÃO CHIABI DUARTE

O Cruzeiro só se ferrou com a divisão que aconteceu após a eleição da atual diretoria. Mas agora apareceu uma saída para o caos no qual o clube se meteu por gestão irresponsável e incompetente.

Quando Alexandre Mattos saiu do clube em 2014, o endividamento era de R$220 milhões, com perfil de dívidas tranquilo, porque as dívidas com bancos eram baixas (creio que na faixa de R$ 60 milhões).

No início de 2015, as vendas de Goulart, Ribeiro, Lucas, Nilton e Egídio aportaram perto de R$100 milhões ao caixa do clube.

Mas com Gilvan acumulando as funções de vice e de diretor de futebol concluiu as vendas. Mas, na hora da reposição, falhou.

Em junho demitiu Marcelo Oliveira que havia perdido os vestiários e trouxe Luxa, e, porco depois, Isaías Tinoco, que não durou um mês.

Bruno Vicintin foi nomeado diretor de futebol e com ele veio Thiago Scuro. Mais adiante, Mano Menezes, que que livrou o time do rebaixamento, mas, recebeu proposta da China e foi embora.

Numa das últimas vezes que conversei com o Bruno Vicintin no início de 2016, ele me reclamava que era muito difícil se fazer futebol sem dinheiro.

Foi a época da planilha do Scuro. O Cruzeiro investiu em Deivid como treinador, que foi dispensado após ser eliminado nas semifinais do Mineiro e trouxe Paulo Bento.

Com o português, o Cruzeiro fez a festa dos adversários, com uma campanha muito ruim. Vicintin trouxe Mano de volta e ele novamente fez campanha de recuperação em 2016.

Scuro saiu e veio Klaus Câmara que havia trabalhado com Bruno na base. Foi montado um elenco cascudo, que teve Thiago Neves como seu maior expoente.

A Folha se expandiu com um elenco reforçado. Diz-se que o Cruzeiro recebeu nesta época R$96 milhões pela renovação com a Globo a título de luvas.

No final de 2017, com a conquista da Copa do Brasil, a situação venceu as eleições por estreita margem. Mas, logo em seguida,  Gilvan e Vicintin romperam com Wagner Pires de Sá por conta da contratação de Itair Machado. Não era o combinado, disseram os dois.

Zezé Perrela, que havia sido derrotado, viu no fato uma oportunidade de se aproximar de Wagner. Fizeram acordo e retiraram do Conselho nomes que eram desafetos de ambos, como o pessoal ligado ao Vicintin, que inclusive por não ser conselheiro nato ficou de fora do clube.

Wagner e Zezé indicaram, cada um, 159 nomes para o Conselho e a chapa única se elegeu para o triênio 1918/20. Zezé Perrela foi eleito presidente do Conselho.

Iniciava-se assim a gestão de Wagner Pires de Sá. Uma das primeiras providências do novo presidente foi contratar uma auditoria das contas do futebol.

Descobriu-se, então, que ao invés de um superávit de R$30 milhões, o exercício de 2017 tinha dado prejuízo de R$50 milhões. Com isto, ao invés de R$338 milhões de endividamento, o valor correto era foi de R$418 milhões.

Além disto, o clube havia sido recebido com atrasos de 2 meses de salários e 5 meses de direitos de imagem de alguns atletas, além da caução da Minas Arena cujo débito era estimado em R$26 milhões (parte depositada em juízo).

Então começou aí uma série de ações da oposição dificultando a gestão do clube… Fui pouco ao Cruzeiro em 2018 e 2019, mas, conversando com as pessoas no clube, nestas raras oportunidades, ouvia que a situação financeira era caótica.

Porém o Cruzeiro foi campeão Mineiro de 2018, hexa da Copa do Brasil em 2018 e novamente campeão mineiro em 2019. E era o time de melhor performance do Brasil nos primeiros 4 meses de 2019.

A diretoria arrumou um empréstimo de R$300 milhões com carência de 18 meses. Seria um bom negócio, mas a crise aprofundou coma reportagem do Fantástico e deu no que deu. O empréstimo ficou inviável e o resto da história todos sabem qual foi.

Agora, para botar a casa em ordem, só pondo um ponto final nessa divisão política. Conseguiremos?

Torcidas brasileiras

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

MARCOS PINHEIRO

Fui no site do Datafolha e achei dados mais completos site a pesquisa das torcidas publicada hoje.

Com base neles, calculei os percentuais estimados do tamanho de cada torcida, sem arredondamento.

  1. Flamengo – 20,2%
  2. Corinthians – 14,1%
  3. São Paulo – 7,8%
  4. Palmeiras – 5,5%
  5. Vasco – 4,0%
  6. Cruzeiro – 3,6%
  7. Grêmio – 3,5%
  8. Internacional – 2,8%
  9. Santos – 2,7%
  10. Mineiro – 2,3%
  11. Sele
  12. Selecão – 1,9%
  13. Botafogo, Bahia, Fluminense – 1,3%
  14. Sport – 1,1%

A torcida cruzeirense tem 47% de seu contingente na faixa entre 16 e 34 anos, É maior percentual festa faixa dentre todos os times.

Em relação aos mineiros, o resultado do Datafolha 2019 está coerente com a última pesquisa feita exclusivamente de Minas Gerais, pelo Paraná Pesquisas, entre 31Mar e 5Abr2017, com 2,5% de margem de erro:

  1. Cruzeiro – 32,7%
  2. Mineiro – 20,5%
  3. Flamengo – 7,5%
  4. Corinthians – 4,9%
  5. São Paulo – 2,1%
  6. Vasco – 1,9%
  7. Palmeiras – 1,3%
  8. Botafogo – 1,2%
  9. Fluminense – 0,8%
  10. Santos – 0,7%
  11. América – 0,6%
  12. Não torce – 24,8%
  13. Outros – 1,0%

Um País do Avesso

sexta-feira, 29 de março de 2019

Esqueçam a política. Este caso vai muito além. Tem a ver com valores. Com justiça. Com decência. Com caráter nacional.

UM PAÍS DO AVESSO
 
Será retomado o julgamento sobre ação de vítima de terroristas em 1968
  
Já que o regime militar está na pauta, vale ler o que publicamos em março do ano passado, sobre Orlando Lovecchio Filho, vítima de um atentado a bomba perpetrado por terroristas da Aliança Libertadora Nacional, em 1968. Ele perdeu parte de uma das pernas e não pôde seguir a carreira de piloto de avião.
 
O autor do atentado recebeu pensão vitalícia do Estado três vezes maior do que a pensão especial que lhe foi concedida a duras penas.
 
Lovecchio entrou na Justiça. O caso está no TRF3. O julgamento, parado há um ano, será retomado no dia 11, com a apresentação do voto do desembargador Fábio Prieto.
 
Leia a nota publicada em 2018:
 
Em 19 de março de 1968, Orlando Lovecchio Filho, então com 22 anos, estava no estacionamento do Conjunto Nacional, para pegar o seu carro, quando foi colhido pela explosão de uma bomba que havia sido colocada no prédio por terroristas da Aliança Libertadora Nacional — o alvo era o consulado americano em São Paulo, então instalado no prédio da Avenida Paulista.
 
Lovecchio Filho saiu vivo do atentado, mas perdeu parte de uma das pernas e não pôde seguir a carreira de piloto de avião.
 
Ele entrou com uma ação na Justiça Federal, porque o autor do atentado terrorista recebe uma pensão vitalícia do Estado brasileiro três vezes maior do que a pensão especial que lhe foi concedida. Já é um escândalo que ex-terroristas recebam pensão por terem escolhido ser terroristas, mas sigamos com a história.
 
Com a redemocratização, Lovecchio Filho pleiteou uma indenização junto à Comissão de Anistia, porque foi perseguido pelo regime militar como suspeito inicial do atentado. Para a sua surpresa, a Comissão de Anistia lhe exigiu uma prova de militância de esquerda.
 
Mais: a Comissão de Anistia concluiu que o atentado terrorista havia sido “fatalidade”, “acidente” –Lovecchio Filho, ora vejam só, “embrenhou-se por vias erradas” ao postular o pedido via Comissão.
 
Não, não é piada: a vítima de um atentado terrorista se tornou culpada de um vago destino e um pedido formulado no balcão errado. É como responsabilizar a vítima de uma “bala perdida” por estar no lugar errado na hora errada.
 
Lovecchio Filho entrou com uma ação na Justiça Federal e, em seguida, no TRF-3, mas os juízes de ambos os tribunais decidiram contra ele, alegando prescrição. Lovecchio Filho não entendeu nada, porque o STJ considerou que atos de exceção praticados durante o regime militar eram imprescritíveis.
 
Neste exato momento, o seu último recurso — embargos de declaração — está no TRF-3. O juiz federal Paulo Sarno não acolheu o pedido de Lovecchio Filho, mas o julgamento foi interrompido por pedido de vista do desembargador Fábio Prieto.
 
É um país do avesso.
ANTAGONISTA, 29mar19

Cinco dias turbulentos, em tuítes

sexta-feira, 15 de março de 2019

Segunda a sexta em tuítes. Mais uma com quase nada pra se comemorar.

  1. TERRORISTA NEOZELANDÊS não aprova miscigenação brasileira, nem democracia. Ama videogames, cruzados, nazismo e comunismo chinês.
  2. MANO já escalou o Cruzeiro pra jogar contra o Tupi: Fábio — Edilson, Leo, Dedé, Egídio — Romero, Henrique — Robinho, Rodriguinho, Rafinha — Fred.
  3. RAIOS, TROVÕES, GRANIZO… Defesa Civil emite alerta para possibilidade de pancadas de chuva nesta sexta, em Belo Horizonte.
  4. 21 MIL cargos eliminados, com economia da R$195 milhões / ano no governo federal.
  5. VAGABUNDAGEM, videogame, ateísmo, apatia, loucura, mochila, revólver, besta, machado, drogas, filmes, séries, novelas, jornalismo.
  6. RONNIE, o vizinho do Jair Messias, está de mudança. Em breve, será vizinho do Luiz Inácio.
  7. IRÃ chefiará Subcomissão da Mulher, na ONU, após aiatolás condenarem feminista Nasrin Sotoudeh a 38 anos de cana e 148 chibatadas.
  8. LARA não consegue driblar Maduro e o Cruzeiro é obrigdo a liderar seu grupo na Libertadores, sem jogar.
  9. CORONÉ chamou GLEISI de chefe da quadrilha. Gleisi chamou Coroné de oportunista. O espetáculo não pode parar. A moçada pede bis! Bravo! Bravo! Bravo!
  10. DELENDA EST FOUCAULT! Vamos parar de achar que doido é quem acha que doido é doido e tirar de circulação os pirados violentos.
  11. PIÇOLO-PETISTAS já montaram palanque na tragédia de Suzano. Não deixam nem os mortos serem velados, antes de começar a política.
  12. GOVERNO Bolsonaro tem 51% de aprovação no Ceará, estado governado pelo Petê e curral de coronéis populistas de esquerda.
  13. TABELINHA DESFEITA. Coutinho viajou fora do combinado.
  14. GENTE DOIDA: 75% dos brasileiros aprovam governo do Bolso, mas 46% não querem saber de reforma da previdência.
  15. TRIPLEX do Cristiano em Turim. Juventus precisva fazer 3×0 no A Madrid pra avançar na Champions. Cristiano Ronaldo fez os três.
  16. SUAVE EXÍLIO: Tiburi (Paris), Wyllys (Berlin), Mourighela (Los Angeles), Caê (Leblon), Chico (Lagoa). Caracas e Havana, não!
  17. FAKENEWS 2018: spam no Whatsapp (Folha), suástica na lacradora (G1), Mourão torturador (Haddad), Haddad vira em SP (Ibope).
  18. MARCAS: Cruzeiro, 200 jogos no Novo Mineirão; Dedé, 150 jogos com a camisa celeste, Rafael, 109 jogos; Popó subiu da Base carregando 127 gols e 44 assistências.
  19. TRETA NA TL é o negócio do Bolso. Governar ele deixa por conta dos ministros. Melhor assim. Fosse o contrário, estaríamos fritos.
  20. DITADURA venezuelana mata na fronteira, nas ruas, nos hospitais com aparelhos desligados e faz crianças matarem aula. PT apoia.

Família

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Parentesco:

  • CRUZEIRO: Belo Horizonte, Porto Alegre/Cachoeirinha…
  • RAPOSA: Cruzeiro, Campinense, Leicester…
  • AZUL E BRANCO: Cruzeiro, Cruzeiro RS, Everton, Chelsea, Millonarios, Urt, Porto, Vitória ES, Csa, Avaí, Confiança, Nacional AM, Remo, Espanyol, Rio Branco Andradas, Leicester, Rangers, Católica, Dom Bosco, Alianza, Casimiro de Abreu, Macaé, Olympic, Schalke, São Bento, Cruz Azul, Minas São João del-Rei…

Pesquise e descubra outros parentes do Cruzeiro, caro leitor.