Arquivo da Categoria ‘Dicas’

Vá e leve sua mulher sapiens

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Programas pra esta sexta-feira, 26jun15:

  • 18h às 22h, no BHBar, Savassi, lançamento do livro do ANDERSON OLIVIERI. As dúvidas podem ser postadas aqui. Ele as responderá no decorrer do dia.
  • 20h30, Na Sala Minas Gerais, Rua Tenente Brito Melo, esquina de Gonçalves Dias, no Barro Preto, concerto da Filarmônica de Minas Gerais. No programa, BERLIOZ (Abertura O Rei Lear), SAINT SAËNS (Concerto pra violino nº 3 em mi menor, OP 61, com a violinista Liza Ferschtman) e FRANCK (Sinfonia em ré menor).
  • 20h30, no SporTV, Colômbia x Argentina, quartas de final da Copa América.

O dinâmico leitor poderá escolher dois dos três programas e se divertir a dois, com a mulher sapiens amada ao lado.

P.S.: Dois grandes cruzeirenses fazem aniversário hoje: ALEXANDRE MINARDI, coordenador ada equipe de atletismo do Cruzeiro, e BRUNO PONTES, comentarista do PHD. Saúde a ambos.

O novo livro do Olivieri

sábado, 20 de junho de 2015

Novo livro do ANDERSON OLIVIERI: “2003: o ano do Cruzeiro – Diária da Tríplice Coroa”

RELEASE

Brilhante, irretocável, apoteótico, perfeito. São muitas as formas de definir o ano de 2003 na história do Cruzeiro Esporte Clube. Assim como são muitos os feitos reluzentes que ainda embalam o orgulho cruzeirense de ter visto Alex, Deivid, Aristizábal e cia. darem aula ao Brasil de futebol-arte. Afinal, quem não se lembra do gol de letra do camisa 10 no Maracanã, em plena final da Copa do Brasil? Ou do gol de Deivid, o da virada, no clássico contra o rival, pelo Mineiro? E da cavadinha do atacante colombiano no pênalti cobrado contra o Santos, naquele jogo que sentenciaram à época como “final antecipada do Brasileiro”? Ah, é claro que o cruzeirense se recorda…

Mas um ano perfeito, tríplice coroado, não se faz apenas de acontecimentos inesquecíveis e eternos como esses. Há, em cada um dos 365 dias, uma história a ser contada; um fato a ser revelado; uma proeza a ser propagada. E foi com a finalidade de esmiuçar 2003 em sua essência que Anderson Olivieri – autor também de “Anos 90: Um campeão chamado Cruzeiro” e “20 Jogos eternos do Cruzeiro” – escreveu este “2003: O ano do Cruzeiro”. Assim, passeando pelo dia a dia daquele ano azul que terminou com estrela amarela no peito, o leitor encontrará, nas 224 páginas desta obra, todos os detalhes que fizeram de 2003 o ano da Raposa.

A pré-temporada em Araxá; o amistoso humanitário em prol dos desabrigados pelas fortes chuvas de janeiro; os efeitos do início da guerra do Iraque na montagem do elenco; a viagem à paupérrima Caicó, no interior potiguar, para partida da Copa do Brasil; a presença de todos os funcionários da Toca da Raposa na delegação que foi ao Rio para a final contra o Flamengo… São várias as histórias de bastidores narradas com a mesma emoção dos grandes eventos, como as conquistas invictas do Mineiro e da Copa do Brasil e o triunfo retumbante no Brasileirão.

Não bastando a riqueza de conteúdo, a obra conta ainda com texto de orelha de Alex, a estrela-maior daquela constelação de time; prefácio de Mauro Beting, um dos mais renomados jornalistas esportivos do Brasil; e, na contracapa, declarações exclusivas de Tostão, Fernando Calazans, Cláudio Arreguy e Henrique Portugal, cruzeirense integrante da banda Skank. Enfim, “2003: O ano do Cruzeiro” é um livro imprescindível para quem quer conhecer literalmente o dia a dia do ano em que a imagem do Cruzeiro resplandeceu.

SERVIÇO

Lançamento: Brasília. Data: 22jun15, segunda-feira, 19h. Local: Restaurante Carpe Diem. Endereço: 104 Sul. Presença: Roberto Gaúcho.

Olacyrize-se

quinta-feira, 18 de junho de 2015

OLACYR MORAIS morreu, depois de uma vida longa, produtiva e divertida.

Ainda adolescente, começou a trabalhar com o pai. Tomou gosto pelo dinheiro e foi abrindo um negócio após o outro até se tornar o maior exportador de soja do mundo.

Encheu o Brasil de dólares e de empregos. E colecionou mulheres gostosas, justo prêmio pra uma cara alfa.

E seus ferozes críticos, o que andaram fazendo durante esse tempo?

Frequentaram assembléias estudantis, desfilaram em passeatas, assinaram manifestos, pegaram diploma de um curso superior qualquer, feito nas coxas, e arranjaram boquinhas no serviço público.

Resumindo: nada produziram, nada conquistaram, nenhum emprego geraram e, como castigo, “comeram” pouco e mal.

Se vc ainda é jovem, olacyrize-se.

Caça à onça

quinta-feira, 4 de junho de 2015
.
ONÇA

AS CAÇADAS DE PEDRINHO começa no Capoeirão dos Taquaraçus, quando o Marquês de Rabicó escuta um miado que mais parece rugido. Só podia ser onça pintada. E das grandes! Apesar do medo, a turma do Sítio do Picapau Amarelo cria coragem e, comandada por Pedrinho, a tropa composta por ele, Emília, Narizinho, Marquês de Rabicó e o Visconde, partem pra caçada. A notícia se espalha e a bicharada pressente que, depois da onça, será a vez dos demais. Convoca-se uma assembleia e fica decidido: o Sitio terá que ser atacado. No meio da confusão, aparece outro animal, um rinoceronte que escapou de um circo no Rio de Janeiro, e vai parar justamente no sítio de Dona Benta, onde recebe o nome de Quindim. O livro tem causado polêmica, devido às caçadas de animais silvestres, o que atualmente é proibido. Tentaram até tirá-lo de bibliotecas e livrarias. Besteira. Quando foi publicado, caçar bichos não era crime. Além disto, fica a lição da revolta dos bichos, que pode levar os jovens leitores a refletirem sobre o tema. O livro, de 1933, é ampliação do conto Caçada à Onça, que Monteiro Lobato publicou em 1924. Na nova versão, logo depois do conto original, vem Caçada ao Rinoceronte. Apesar das caçadas serem do esperto e corajoso Pedrinho, quem mais se destaca é a boneca Emília, chave da ação. Ela cria situações inesperadas. Negocia rinoceronte, tem solução pra tudo e é destemida. O caro leitor deve conferir. É leitura rápida e gostosa. E quem se aventura pelo Sitio do Picapau Amarelo uma vez, volta sempre, eu garanto.

Minha agenda de eventos

terça-feira, 2 de junho de 2015

Decidido meu futuro em estádios e no sofá ate dezembro:

  1. Brasileiro: sim, apesar dos bocejos.
  2. Copa América: sim
  3. Champions: não
  4. Mundial Sub20: sim, quando me lembrar.
  5. Roland Garros: não
  6. Wimbledon: só o feminino
  7. US Open: não
  8. Copa do Brasil: sim
  9. UFC: nem se me pagarem
  10. Liga Mundial de Vôlei: mais ou menos
  11. Superliga de Vôlei: só jogos do Cruzeiro
  12. Finais da NBA: só se não tiver nada melhor pra fazer.
  13. NFL: sim
  14. Hóquei: nem se me pagarem
  15. Baseball: só pra chamar o sono
  16. F1: só os melhores momentos
  17. Boxe: não
  18. Mundial de Clubes: não
  19. StockCar: uma espiada, de vez em quando
  20. São Silvestre: só enquanto o atleta do Cruzeiro estiver na ponta.
  21. Terceirona do Mineiro: pensando em acompanhar o Siderúrgica.
  22. Segundona do Brasileiro: quando não tiver poha nenhuma pra fazer e o PFC liberar imagens.

E vc, esportedependente leitor?

Antes que eu me esqueça: mesas redondas, nem pensar, nem que a vaca tussa, nem a pau Juvenal!

De táxi, mas sem desconto

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Eu e a Moema experimentamos, nesta quarta, a nova parceria do Cruzeiro, com o App 99Táxis.

O recibo chegou, hoje, por e-mail. Faltou o desconto de 25% prometido na propaganda.

Segundo o motorista, ele não estava cadastrado no sistema do aplicativo.

Quem me explica isto?

Recibo de Táxi

  • Você pode pagar suas corridas sem ter dinheiro na carteira! Na próxima vez, escolha pagar com PayPal. Veja como funciona
  • Recebi de JAS, R$32,90 pela prestação de serviços de táxi.
  • Corrida #: 24710622
  • Origem: Praça da Liberdade
  • Destino: Mineirão, Avenida Presidente Carlos Luz, Pampulha
  • Distância: 10,21 km
  • Data: 27mai15
  • Início: 20:36 /// Fim: 21:17
  • Motorista: JPR
  • Fone: 31.9742-xxxx
  • Tipo: Táxi comum
  • Modelo do carro: Voyage
  • Placa: HJF-xyzk

Conte um conto

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Escreva sobre o que te der na telha. Mas nada que a assuste.

As loiras

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

A revista PRAZERES DA MESA formou um júri de conhecedores para uma degustação às cegas a fim de eleger a melhor cerveja Pilsen do Brasil, entre marcas fáceis de encontrar nos supermercados.

Este é um condensado da matéria, publicada neste 15jan15.

Selecionamos as marcas mais comuns nos supermercados, antes de ir às compras. Respeitando os prazos de validade de cada marca, adquirimos as amostras e, por meio de sorteio definimos a ordem em que seriam apresentadas aos jurados. Apenas duas pessoas que, claro, não participaram da prova, sabiam a ordem das garrafas. Foram 21 marcas, que demandaram cerca de 2 horas de degustação.

A campeã foi a Heineken, com a melhor média, excluídas as maiores e menores notas que cada marca recebeu. Até o 6º lugar, pela ordem, ficaram: Eisenbahn, Kirin Ichiban, Therezópolis Gold, Saint Bier e Way, que além de notas altas receberam comentários positivos dos degustadores. As demais amostras, como tiveram notas com diferenças de décimos, formaram grupos.

PILSEN

As cervejas Pilsen são as mais consumidas no mundo. Relativamente jovens na história da cerveja, que tem aproximadamente 8 mil anos, o estilo surgiu em 1842, em Pilsen, na República Checa.

Até então as cervejas eram mais escuras, turvas e mais complexas. As Pilsen surgem como opção mais leve, fácil de beber e com uma bela cor dourada e brilhante.

O Brasil segue a tendência mundial, tendo-a como a cerveja mais consumida. Porém, especialistas alertam que nossa Pilsen é, na verdade, uma variação do estilo, diferente do que os guias técnicos mostram e de como a cerveja é oferecida em países tradicionais. As principais diferenças estão no amargor, bem mais baixo, e no uso de cereais não maltados, como milho e arroz, em sua fórmula, ao contrário das tradicionais, que usam apenas malte de cevada. Conservantes e estabilizantes também aparecem em algumas versões, o que não acontece nas que seguem a receita original.

O ponto mais polêmico é a temperatura de serviço. No Brasil, a regra do “estupidamente gelada” é levada à risca. Apesar do clima tropical, essa é uma estratégia da indústria pra mascarar eventuais defeitos ou atributos negativos no sabor, já que o frio inibe a ação das papilas gustativas. Além disso, como demonstrou a degustação, as marcas nacionais são bastante semelhantes entre si.

O frescor da Pilsen servida no copo é fundamental. Quanto mais perto da data de fabricação, melhor tende a ser a cerveja. Isso porque o estilo é bastante suscetível a variações de temperatura, trepidações, luz etc.

METODOLOGIA

Para nossa degustação, as cervejas nas gôndolas. Todas as amostras compradas estavam dentro da data de validade e nenhuma com menos de um mês da data final. No evento Ao Vivo, convidamos consumidores presentes, e alguns especialistas, a degustar as cervejas às cegas, em ordem aleatória sorteada pela revista.

A ideia de misturar consumidores e especialistas tinha como objetivo entender a percepção de duas frentes distintas. A primeira surpresa na tabulação das notas foi que ambos seguiram a mesma linha, com pequenas variações entre as preferências.

CLASSIFICAÇÃO

  1. Heineken
  2. Eisenbahn
  3. Kirin Ichiban
  4. Therezópolis Gold
  5. Saint Bier
  6. Way
  7. ÓTIMAS: Cristal, Bamberg, Colorado Cauim
  8. MUITO BOAS: Karavelli, Madalena, Original, Stella Artois
  9. BOAS: Bohemia, Budweiser, Brahma, DaDoBier, Itaipava
  10. PRECISAM MELHORAR: Schin, Kaiser, Skol

Café da amanhã saudável

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

FIQUEI COM PENA  Tava abandonada, então arranjei um emprego pra ela lá em casa.

Se vc não comeu de madrugada, estas são as sugestões pro desjejum. NATURAL (1 pote de iogurte desnatado, 1 colher de sopa de granola, 1 fatia de pão de forma integral, Creme de ricota para passar no pão, 1 copo de suco de laranja pequeno) PRÁTICO (1 copo de leite desnatado batido no liquidificador com 1 colher de sobremesa de aveia, ½ maça e ½ banana.) FORA DE CASA (1 copo de suco de laranja natural, 1 pão francês na chapa com queijo branco) REFORÇADO (1 xícara de leite com café, 1 pão francês, 1 fatia de queijo prato, 1 fatia de peito de peru, Margarina light pra passar no pão, 1 banana) CAPRICHADO (1 pote pequeno com leite desnatado, sucrilhos, 3 morangos cortados, ½ banana em rodelas e um fio de mel 1 fatia de pão de forma integral com cream cheese)  ECONÔMICO (1 xícara de chá, 4 biscoitos água e sal com requeijão, ½ mamão papaya, 1 taça de gelatina). Como se percebe, melhor mesmo é comer na calada da noite.

Sem23: Manoel, Neilton e Marquinhos, na Toca

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 23 de 2014, por MAURO FRANÇA.

SEGUNDA, 02jun14. Após a vitória sobre o Flamengo, jogadores foram liberados até 16jun. /// Em Curitiba, Alexandre Mattos, Mário Celso Petraglia, presidente do AtléticoPR, e Neco Cirne, agente, acertaram a contratação de MANOEL pelo Cruzeiro. Valores não foram divulgados. Imprensa divulgou que o Cruzeiro pagou cerca de €3 mi por 50% dos direitos econômicos do  jogador. /// BRUNO RODRIGO fez cirurgia no pé esquerdo, procedimento já previsto pelo Departamento Médico.

TERÇA, 03jun14. MANOEL realizou exames médicos em BH e falou à imprensa: “Estou muito feliz pelo carinho e pelo respeito que a torcida tem por mim. O Alexandre foi lá e negociou muito rápido. Deu tudo certo, estou muito feliz. Espero retribuir em campo. Estava só treinando na academia, estou bem fisicamente. Está vindo um jogador com muita alegria pra ajudar o Cruzeiro, com muita vontade e garra, isso nunca vai sair de mim. Vou sempre lutar e trabalhar pra ajudar meus companheiros e dar alegrias à torcida.” /// Campeões do Torneio de Toulon com a Seleção Sub21, LUCAS SILVA, WALLACE e ALISSON desembarcaram em BH. /// KLAUSS LOPES CÂMARA foi contratado para o cargo de coordenador de futebol da base, que estava vago. Ele já foi coordenador de captação e teve passagens por Figueirense, AtléticoPR e Fluminense. E será subordinado ao vice-presidente Marcio Rodrigues e ao superintendente Bruno Vicintin.

QUARTA, 04jun14. Contratação de MANOEL foi anunciada oficialmente. Manoel Messias Silva Carvalho, 24 anos, é natural de Bacabal/MA e jogava no AtléticoPR desde 2006. /// Diretoria confirmou o empréstimo de ELBER ao Coritiba, até o fim de 2014. /// Rádio ITATIAIA noticiou que um grupo de investidores proporia E9,5 milhões pelo beque WALLACE.

QUINTA, 05jun14.  Volante SOUZA foi emprestado ao Santos, até 31mai15. /// Contratados NEILTON e MARQUINHOS. Neilton Meira Mestzk, 20, de Nanuque/MG, foi revelado pelo Santos. O Cruzeiro adquiriu 40% de seus direitos econômicos. Marco Antônio da Silva Gonçalves, 24, de Prado/BA, jogou no Vitória (08 e 11/14), Palmeiras (09/10) e Flamengo (10/11). Seus direitos pertencem ao Desportivo Brasil, clube da Traffic.

SEXTA, 06jun14. Cruzeiro divulgou nota sobre a situação de WALLACE: “O Cruzeiro E C esclarece a situação do zagueiro Wallace para que não exista nenhuma dúvida para o nosso torcedor. O clube detém 100% dos direitos federativos e 60% dos direitos econômicos do atleta desde os tempos em que o jogador atuava em nossa categoria de base. Os outros 40% pertencem a um grupo de investidores, parceiro do Cruzeiro, que tem sinalizado com o interesse em adquirir os 100% da jovem revelação. Por isso, nos últimos dias, o Cruzeiro fixou os direitos econômicos do zagueiro em €9,5 mi de euros, cerca de 30 milhões de reais. Caso o investidor ou qualquer outro clube decida negociar com o Cruzeiro, esse é o valor. Se não for negociado, Wallace continuará a fazer parte do nosso grupo e no segundo semestre disputará importantes títulos nacionais”. /// O Santos tentou a contratação de MARLONE, por empréstimo. Cruzeiro recusou o negócio. /// Sites ucranianos publicaram que o Metalist aceitou proposta do Cruzeiro por WILLIAN. Diretoria informou que ainda aguarda resposta do clube ucraniano.

SÁBADO, 07jun14. COPA AMSTERDAM SUB20, grupo B, CRUZEIRO 3×0 PANATHINAIKOS. Gols: Pedro Paulo, Judivan e Emerson Carioca CRUZEIRO: Alan; Iago, Lucas Borges, Bruno Viana e Kelvin; Sávio, Bruno Edgar (Luís Felipe) e Emerson Carioca (Gabriel Louzada); Judivan (Wendel), Hugo Ragelli (Dodô) e Pedro Paulo (Dione). Tec: Paulo Ricardo. /// Portal Superesportes divulgou que o Cruzeiro pagou 2,4 milhões de euros, cerca de R$7,4 milhões, por 40% dos direitos de Manoel. Diretoria não se pronunciou oficialmente. /// Santos ofereceu meiatacante GEUVÂNIO em troca do empréstimo de Marlone. /// José Márcio Leão da Silva venceu a 64ª Corrida Internacional da Fogueira de Patrocínio/MG, com 46:22. João Gari foi o 3º, com 47:19 e Giomar Pereira da Silva o 4º, com 48:00. Sueli Pereira Silva venceu a prova feminina, com 54:26. Helena Pereira da Anunciação foi a 5ª, com 56:55.

DOMINGO, 08jun14. COPA AMSTERDAM SUB20, grupo B, 1º jogo, CRUZEIRO 1×1 DALIAN AERBIN (China). Gol: Pedro Paulo. CRUZEIRO: Alan; Iago, Lucas Borges, Bruno Viana e Kelvin; Sávio (Luís Felipe), Bruno Edgar e Emerson Carioca; Judivan (Dodô), Hugo Ragelli e Pedro Paulo (Wendel). 2º Jogo: CRUZEIRO 1×0 MEN UNITED (Holanda). Gol: Judivan. CRUZEIRO: Alan (Lucas França); Iago (Hugo Ragelli), Fabrício, Bruno Viana e Kelvin (Lucas Borges); Sávio, Luís Felipe, Dione e Gabriel Louzada; Judivan (Dodô) e Pedro Paulo (Wendel). O Cruzeiro classificou-se para as semifinais. /// MARCELO OLIVEIRA, sobre Marquinhos: “Com a situação indefinida do William, o empréstimo do Elber e a saída do Martinuccio, abriu-se espaço no setor ofensivo. Ele atua nos dois lados do campo, tem boa técnica e embora tenha tido dificuldades nos últimos clubes, amadureceu e pode ser útil.” /// Portal Gazeta Press divulgou interesse do Wolfsburg por DEDÉ. /// Altobeli dos Santos Silva venceu a etapa de São José dos Campos do Circuito da Longevidade Bradesco, com 17:10. Depois de competir no sábado em Patrocínio, Giomar Pereira da Silva e Sueli Pereira Silva disputaram a 6ª Etapa do Circuito Caixa, em Goiânia. Giomar ficou em 6º, com 30:58. Sueli foi a 5ª, com 36:33.