Arquivo da Categoria ‘Cruzeiro’

O cartola, o comentarista e o avaliador

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

DIRETORIA DO CRUZEIRO consultou o elenco sobre quem deveria ser o novo técnico do time, antes de fechar contrato com Rogério Ceni. Os atletas aprovaram o nome do ex-goleiro.

Muricy Ramalho achou estranha a consulta. Avalia que a diretoria revelou falta de convicção. E os jogadores, que não estão isentos de culpa pelo mau momento do time, não tinham o direito de dar palpite na escolha. 

Quem está com a razão? Se o time se recuperar, os cartolas. Se afundar ainda mais, o comentarista. No futebol, só o resultado interessa. O torcedor, que é avaliador, tem raciocínio binário. 

Alô, Ceni!

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

ALÔ, CENI!, aqui vão algumas dicas:

  1. Ederson pode ser o Peledenílson que o Tostão tanto pede. Teste-o. 
  2. Não escute o torcedor. Edílson é o únvio lateral0direito do elenco que sabe marcar, cruzar e chutar. Só precisa levar uma enquadrada pra perder a mania de ser desleal. “Carque os ferro” nele, mas o ponha pra jogar. 
  3. Mande o torcedor pastar pela perseguição ao Egídio, o melhor da posição no elenco. Ele é um dos poucos que conseguem correr 100 minutos. E o único que apoia, sem medo, o ataque e que sabe cruzar. 
  4. Maurício deve ser aproveitado pelo lado direito do ataque, com incumbência de atacar e recompor.  Pra armar pelo meio, prefira o Robinho. 
  5. Qualquer um dos centroavantes serve. Mas se a bola não chegar, nenhum escapará da ira dos termocéfalos. 
  6. Fábio é o melhor goleiro do Brasil. Melhor até do que vc foi. Mas o Rafael precisa e merece jogar mais vezes. 
  7. David precisa de apoio. Rocha, de autorização pra embucetar defesa adentro. Amime-os.
  8. Cabral é lento, mas a bola passada por ele é veloz. Não se deixe guiar pra falta de percepção do torcedor cegueta. 
  9. Neves só deve ser escalado, se estiver voando de perfeita saúde. 
  10. Fábio, Dedé, Leo e Henrique são os pilares do time. Chova o faça sol, são eles que seguram a onda. 

Semana 32: cai Mano, chega Ceni

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 32 de 2019, por MAURO FRANÇA

SEGUNDA, 05ago19. TREINO fechado, seguido de concentração. /// HALEF PITBULL rescinde contrato, que venceria em 2021. Ele não chegou a atuar pelo time. /// MAURÍCIO, meiatacante de 18 anos, marcou 2 gols na vitória de 3×2 da Seleção Sub18 sobre o Sampaio Correa, na Granja Comary. /// CONVOCADOS Bazílio, goleiro, e Paulo, beque, pra amistosos da Sub17 contra o Chile, em 15 e 17ago.

TERÇA, 06ago19. TREINO fechado. /// ROMERO assina por 4 anos com o Independente, nas o Cruzeiro espera a retirada na Fifa, da cobrança pela transferência de Pisanom feita pelo clube de Avellaneda, para liberar o passe do volante. 

QUARTA, 07ago19. CRUZEIRO 0x1 INTERNACIONAL. Copa do Brasil, ida das quartas de final, Mineirão, Belo Horizonte, 32.886 pag, R$905.798. Arbitragem: Luiz Flavio Oliveira, Marcelo Van Gasse, Danilo Manis (SP). Var: Braulio Machado (SC). Amarelos: Dedé, Sobis. Gol: Edenílson, 76. Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé, Leo, Dodô; Henrique, Cabral (Maurício); Robinho (M Gabriel), Neves; Sassá (Fred), Rocha. T: Mano Menezes. Inter: Lomba; Bruno, Moledo, Cuesta, Uendel; Lindoso, Edenilson (Nonato), Patrick; Nico (Wellington), Sobis (Sarrafiore), Guerrero. T: Odair Hellmann. /// MANO: “Comunico a interrupção do trabalho à frente do Cruzeiro, porque entendo que era o momento de fazer isso, não poderíamos estender mais essa fase difícil. São 18 jogos e uma vitória, sabemos que isso no futebol não se sustenta. A decisão parte da consciência de que as coisas podem piorar, e elas não podem piorar. Tenho muito respeito pelo Cruzeiro e não vou permitir que isso atrapalhe ainda mais este momento difícil que o clube e a equipe vêm atravessando. A série de jogos, a maneira como a gente está perdendo, as coisas que acontecem como aconteceram hoje dizem que algo precisa ser mudado”. /// MANO MENEZES deixa o clube após 3 anos, tendo dirigido o time em 235 partidas, com 112 vitórias, 69 empates, 54 derrotas, 333 gols marcados, 205 sofridos, conquistando dois Mineiros (18, 19) e duas Copas do Brasil (17, 18). /// FIFA marca o terceiro julgamento do caso da dívida com o Defensor pela aquisição de Arrascaeta, em 2015. /// BRENO TANNURI, advogado do clube na ação: “O Cruzeiro está se defendendo. Temos que agir com paciência. Mesmo com um eventual revés no Comitê Disciplinar ainda cabe recurso na Corte Arbitral do Esporte. Antes de dois anos, tenho certeza que não haverá uma decisão”. /// CRUZEIRO 1×0 BOTAFOGO. Brasileiro Sub20, 9ª rodada, Alterosas, Belo Horizonte. Gol: Caio. Cruzeiro: Vinícius; Luiz Gustavo, César (Carlos), Paulo, Ryan; Jonathan, Jadsom, Welinton (Michel), Marco Antônio (Pereira), Caio (João Luiz); Thiago (Zé Eduardo). T: Ricardo Resende.

QUINTA, 08ago19. REAPRESENTAÇÃO: regenerativo e treino técnico. /// RICARDO RESENDE, 39 anos, técnico do Sub20, definido como interino. /// AUXILIARES DE MANO, Sidnei Lobo e James Freitas, o preparador técnico Eduardo Silva e o analista de desempenho Rafael Vieira, deixam o clube. /// DORIVAL JR é o nome mais especulado pela imprensa pra substituir Mano Menezes.  

SEXTA, 09ago19. TREINO fechado. /// ROGÉRIO CENI é o nome preferido pela diretoria celeste pra substituir Mano Menezes. /// JOBSON, volante de 23 anos, interessa ao Cruzeiro. Santos exigiu compensação financeira ou troca por algum jogador. /// MENA, ex-pateral esquerdo cobra na Justiça, R$800 mil de verbas indenizatórias. Audiência de conciliação foi agendada.

SÁBADO, 10ago19. TREINO fechado. /// VIAGEM para Florianópolis. /// INTER SÃO GOTARDO 0x2 CRUZEIRO. Mineiro Sub15, 11ª rodada, Olavo Bica de Resende, São Gotardo. Gols: Lucas Pessoa, Victor Alex. Cruzeiro: João Pedro; Ítalo, Antonny, Nicolas, Nakamura; Vitão, Kauã, Matheus Xavier (Lucas Pessoa), João Wellington (Victor Alex), João Rodrigues (Gabriel Araxá); Ícaro (Rikelmy). T: Fábio Brostel. /// INTER SÃO GOTARDO 1×1 CRUZEIRO. Mineiro Sub17, mesma rodada e local. Gol: Alejandro. Cruzeiro: Bazílio, Júlio César (Riquelme), Weverton, Nardoci, Kaiki; Riquelmy, Allan (Victor Huggo), Alejandro, Rikelme (Henrique); Riquelmo, Wesley (Cassio). T: Estephano Djian. /// AMÉRICA-TO 1×2 CRUZEIRO. Mineiro Sub20, 14ª rodada, Municipal, Ibirité. Gols: Zé Eduardo, Thiago. Cruzeiro: Marlon; Danilo (Luiz Gustavo), César, Carlos, Pereira; Rômulo (Stênio), Bicalho (Jadsom), Alexandre Jesus (Caio), João Luiz, David (Marco Antônio); Zé Eduardo (Thiago). T: Alexandre Grasseli.

DOMINGO, 11ago19. AVAÍ 2×2 CRUZEIRO. Brasileiro, 14ª rodada, Ressacada, Florianópolis, 4.921 pag, R$ 98.425. Arbitragem: Paulo Roberto Alves, Bruno Boschilia, Ivan Carlos Bohn (PR), Var: Adriano Milczvski (PR). Amarelos: Robinho, Edílson, Douglas. Vermelhos: Edílson, Leo (A). Gols: Castro, 22, Rocha, 61, Brenner, 73 (p), Sassá, 96. Avaí: Vladimir; Leo (Yury), Betão, Marquinhos, Paulinho; Franco, Castro; Lourenço (Caio Paulista), João Paulo, Bruno Sávio (Douglas), Brenner. T: Alberto Valentim. Cruzeiro: Fábio; Orejuela (Edílson), Dedé, Leo, Egídio (Dodô); Henrique, Cabral (David); Robinho, M Gabriel, Rocha; Sassá. T: Ricardo Resende (interino). /// RICARDO RESENDE: “Vamos parabenizar o grupo pelo poder de reação. Há muito tempo o Cruzeiro não fazia gols e eles conseguiram fazer dois. Temos que olhar o lado positivo também. Pra mim foi uma experiência fantástica, agradeço aos atletas. Fui muito bem recebido por todos, é um grupo muito profissional, torcemos para que eles possam sair dessa situação.  Esperamos que o Rogério Ceni possa fazer um grande trabalho”. /// ROGÉRIO CENI é o novo técnico da equipe. Contrato vai até Dez20. /// MARCELO DJIAN: “Começamos a conversar com o Rogério na quinta. A princípio, ele hesitou, pelo vínculo com o Fortaleza, onde estava desde 2018. Ele disse que ia refletir bastante. Eu deixei ele bem à vontade, disse que ele era o nome que a gente gostaria que viesse. Nessa conversa ele acabou decidindo vir. Hoje ele confirmou. Ele é um líder nato, um treinador que tem um esquema definido, determinado. Trouxemos pra ele ter sucesso conosco”.

Começou a Era Ceni

terça-feira, 13 de agosto de 2019

ROGÉRIO CENI tomou posse, deu entrevista, foi fotografado, desentocou Pires de Sá e já começou a treinar o elenco celeste.

Ele quer um time rápido, não vê problemas em ter jogadores com mais de 30 anos e nem com menos de 20. Importante, pra ele, é a entrega de cada um e a capacidade de assimilar sua proposta de jogo.

Fez também sua média dizendo que é um presente estar no clube e que já sofreu muito jogando contra o Cruzeiro. Declarações de praxe. Agora é trabalhar e, principalmente somar pontos. De preferência, de 3 em 3.

Resende: “Pelas circunstâncias, o empate eleva o moral dos atletas”

terça-feira, 13 de agosto de 2019

PITACOS acerca do AVAÍ 2-2 CRUZEIRO, na Ressacada, Florianópolis, 11ago19dom16h, pela 14ª rodada do Brasileiro 2019:

RICARDO RESENDE: Foram três dias intensos. Procuramos melhorar algumas coisas no jogo ofensivo. A gente veio para buscar a vitória, até porque o Fluminense e a Chapecoense perderam e era a oportunidade de sair da zona do rebaixamento. De acordo com as circunstâncias do jogo, o 2×2 eleva o moral dos atletas, que ainda têm uma caminhada longa na temporada. Optei pela entrada do Egídio. Tanto ele, quanto o Dodô, são ótimos laterais. A ideia era ficar com o Henrique e o Cabral como volantes. Na beirada do campo ficariam o  Egídio, que tem um jogo ofensivo bom, e o Rocha pra fazer o dois contra um. Do lado direito, o Orejuela com o Marquinhos. Com a ausência do Neves, trouxe o Robinho para o meio, porque ele é organizador. O primeiro gol no início atrapalhou a estratégia. Querendo ou não, veio toda a carga da Libertadores, de perder o clássico e a derrota para o Inter. No segundo tempo, a troca do Cabral com o Robinho, a equipe melhorou ainda mais, o David entrou muito bem. O Rocha é muito lúcido, fez uma partida brilhante. A gente conseguiu fazer o 1×1, tivemos a chance de fazer o 2×1, com o Sassá, que estava impedido. É parabenizar o grupo pelo poder de reação. Há muito tempo, o Cruzeiro não fazia gol, e hoje eles fizeram dois.

SASSÁ: É horrível a demora para o Var pra validar o gol. Demorou muito, mas conseguimos o gol e o resultado não foi tão ruim.

EDÍLSON: Foi um pouco difícil pra mim voltar depois de dois meses. Fiz questão de falar e explicar a expulsão. Achei totalmente desnecessária. Fazia dois meses que não jogava, faltava um pouco de ritmo ainda. Foi minha primeira semana treinando com bola. Acredito que o árbitro errou, ele se confundiu um pouco ali. Me deu o cartão tentando me intimidar, porque eu só falei pra ele cuidar um pouco do Avaí e me esquecer. Estou muito indignado com a expulsão. Poderia ajudar mais a minha equipe, ainda mais em um jogo que a gente estava perdendo. Estava entrando com muita vontade. Achei que ele errou demais e acabou punindo a mim e à minha equipe.

KLAUSS MOURÃO: O Cruzeiro foi um time desorganizado, o que é compreensível pelo momento conturbado. Dedé, como sempre, e Sassá merecem elogios pela luta, E só!

MATHEUS PENIDO: Técnica e taticamente, foi uma atuação assustadora do Cruzeiro. De bom, apenas o poder de reação. Pelo visto, a briga contra o rebaixamento será mais dura do que se imaginava.

ROSAN AMARAL: David fez o que os armadores não têm feito: colocar o centroavante na cara do gol.

Sassá e Dedé, os melhores na Ressacada

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Quem foi o melhor de AVAÍ 2-2 CRUZEIRO, na Ressacada, Florianópolis, 11ago19dom16h, pela 14ª rodada do Brasileiro 2019?

TORCIDA CELESTE compareceu e fez barulho. Chato foi, em seu momento de maior empolgação, ter saído o primeiro gol havaiano. Não merecia. Mas o esforço foi recompensado, com o gol nos acréscimos.

FÁBIO, sem culpa nos gols, com a sorte de a bola bater na baliza e não voltar para o adversário, e com boas intervenções, fez uma boa partida.

OREJUELA sofreu demais com João Paulo e Paulinho, mas contou com a ajuda providencia de Dedé para suportar as agruras do jogo. No ataque, nada produziu. Saiu mais cedo, lesionado.

EDÍLSON entrou no decorrer da segunda etapa, deu um bom chute a gol, marcou bem, mas aplicou um carrinho –do jeito que a galera gosta–, vou amarelo e, pouco depois, reclamou de uma besteira qualquer e recebeu outro amarelo e o vermelho. Obviamente, foi massacrado nas redes. Mas ainda é o melhor lateral-direito do elenco.

DEDÉ depois de 85 minutos jogando bem como beque, passou os restantes 5 no ataque e deu trabalho à defesa avaiana. Ótima partida.

LEO perdeu uma ou outra disputa, mas foi muito bem no geral. Nos estertores do jogo salvou o gol de desempate do Avaí.

EGÍDIO não fez uma grande partida, mas também não foi o fracasso que os termocéfalos viram. No primeiro gol do Avaí, ele estava bem colocado, fazendo a cobertura da bequeira, mas Pedro Castro que, é bom lembrar, também tinha entrado em campo para jogar futebol, teve a competência e a sorte de acertar uma bola que passou por meio mundo, sem ser tocada. No segundo gol, é possível discutir até a legitimidade do pênalti. Foi mesmo? Se foi, trata-se de falta que todo defensor comete em atacante driblador. Egídio não foi o primeiro, nem será o último. No ataque, o lateral apareceu para jogar com Cabral e Rocha, embora as combinações entre os três no tenham resultado em grandes lances. Enfim, não fez um grande jogo nem, tampouco, foi esse desastre que estão dizendo. Saiu a dez minutos do fim, trocado por Dodô, que também não incomodou muito a defesa avaiana.

DODÔ jogou pouco mais de dez minutos e buscou o ataque. Pouco conseguiu, mas valeu pelo interesse em tentar o empate.

HENRIQUE não foi o Peledenílson que a torcida exige, mas cumpriu suas tarefas, com excelência. Foi primeiro volante, lateral e beque, sempre marcando bem, desarmando e passando a bola, com segurança.

CABRAL jogou bem –compasses verticais, registre-se– até começar a ficar sem fôlego. Saiu para o time ganhar poder de ataque.

ROBINHO errou alguns passes, acertou outros, chutou duas vezes a gol, cobrou bem uma falta. Foi participativo, mas não decisivo.

M GABRIEL mudou de posição e função ao sabor das necessidades do time. Seu melhor momento foi quando acertou o belo chute que resultou no gol de Rocha. Vai contar como serviço, sim senhores!

ROCHA, quando acordo. fez gol, chutou a gol, criou algumas boas jogadas. Isto depois de passar longo tempo sem participar do jogo.

DAVID entrou na etapa final e fez boas jogadas, culminando com o serviço para o gol de Sassá.

SASSÁ buscou o gol tempo todo, fez dois, um valeu. Não foi opção para o jogo aéreo, mas sede bem quando a bola chegou rasteira.

RESENDE escalou o que tinha de melhor, fez substituições corretas, inclusive, para fortalecer o ataque. No limite, mostrou audácia para liberar Dedé para jogar no ataque, correndo um sério risco de tomar o desempate, mo que foi salvo por Leo, no último lance.

CRUZEIRO mostrou forca para buscar o empate duas vezes. Poderia até ter vencido, se a arbitragem não deixasse passar um pênalti de Marquinhos em Dedé. As novidades em relação ao estilo do técnico anterior foram apenas no jogo mais conservador dos laterais e no abafa final, com Dedé liberado para jogar de centroavante.

AVAÍ fez sua melhor partida no campeonato, com muito volume, boas trocas de passes e cruzamentos. Betão, Leo, Paulinho, Castro e João Paulo foram os destaques. Douglas, que entrou no fim, deu passes de alta categoria e pode ser uma peça importante para o time buscar uma, até então, improvável salvezza.

ÁRBITROS mexeram no placar. Houve pênalti claro de João Paulo em Dedé, que nem os juízes de baixo, nem os de cima viram. O auxiliar Boschilia também estava contra o Cruzeiro, com seu braço tendencioso que levantava a bandeira a cada gol de Sassá.

MelhorDoJogo => SASSÁ [[[15]]] Gil, Bitencourt, Talentim, Rizzi, Ianni, Milani, Romarol, Ulhôa, Chaves, Velloso, Ivana, Clodoália, Zéfiro, Penido, Síndico —– DEDÉ [[[9]]] Seisaum, Esdras, Ramos, Walery, Chiabi, França, Guilherme, Patrícia, Dudu —– DAVID [[[5]]] Zuloobas, Vasconcelos, Rosan, Pinheiro, Tadeu —– HENRIQUE [[[4]]] Celeste, Anchieta, Marilu, Barnabé —–ROCHA [[[3]]] Rezende, Morato, Castelões —– EGÍDIO [[[2]]] Telespectador, Schrier —– M GABRIEL [[[1]]] Bastos —– RESENDE [[[1]]] Clemenceau —– CASTRO [[[3]]] Uol, Bob, Correia…

Avaí 2×2 Cruzeiro: um ponto na superação

domingo, 11 de agosto de 2019

CRUZEIRO contra Avaí, na Ressacada (17 mil), Florianópolis, 11ago19dom16h, 14ª rodada, Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º, com 10 pontos; Avaí, o 20º, com 5.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos; Avaí, o 21º, com 6.394.

TEMPO nublado, temperatura 16º, vento de 15 Km/h, umidade 76%.

TRANSMISSÃO: Globo para MG e SC, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Marcio Rezende Freitas. Premiere e Premiere Internacional, com narração de Marcio Meneghini e comentários de Raphael Rezende.

ARBITRAGEM: Paulo Roberto Alves Jr, Bruno Boschilia, Ivan Carlos Bohn (PR), Diego da Costa Cidral, Marco Antônio Martins (SC). VAR: Adriano Milkzviski, José Mendonça da Silva Jr, Victor Hugo Imazu dos Santos, Nílson de Souza Monção (PR).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, M Gabriel, Rocha — Sassá. T: Ricardo Resende.

BANCO: Rafael, Vítor Eudes, Edílson, Cacá, Fabruno, Dodô, Ederson, Jadson, Maurício, David, Popó, Welinton.

AUSENTES: Rodriguinho (lesionado), Fred, Neves (Suspensos).

PENDURADOS: Cabral, Dedé, Rodriguinho.

AVAÍ: Vladimir — Leo, Betão, Marquinhos Silva, Paulinho — Pedro Castro, Franco — Lourenço, João Paulo, Bruno Sávio — Brenner. T: Alberto Valentim.

BANCO: Lucas Frigeri G, Iury L, Kunde B, Mateus Barbosa V, Luanderson V, Wesley V, Luan Pereira M, Gegê M, Douglas M, Julinho M, Ferrareis M, Caio Paulista A.

AUSENTES: André Moritz V, Daniel Amorim A, Alex Silva (lesionados), Igor Fernandes LE (suspenso).

PENDURADOS: Marquinhos, Ferrareis, Kunde.

AVAÍ 2×2 CRUZEIRO, 11 de agosto de 2019, às 16h. TEMPO nublado, vento 15 Km/h, umidade 75%. LOCAL: Ressacada (17 mil), Florianópolis. MOTIVO: 14ª rodada, Brasileiro 2019. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: ARBITRAGEM: Paulo Roberto Alves, Bruno Boschilia, Ivan Carlos Bohn (PR), VAR: Adriano Milczvski (PR). AMARELO: Robinho, Edílson, Douglas. VERMELHOS: Edílson, Leo Avaí. GOLS: Castro, 22, Rocha, 61, Brenner, 73 (P), Sassá, 96. AVAÍ: Vladimir; Leo (Yury, 55), Betão, Marquinhos Silva, Paulinho; Richard Franco, Pedro Castro; Lourenço (Caio Paulista, 50), João Paulo, Bruno Sávio (Douglas, 70), Brenner. T: Alberto Valentim. CRUZEIRO: Fábio; Orejuela (Edílson, 48), Dedé, Leo, Egídio (Dodô, 85); Henrique, Cabral (David, 54); Robinho, M Gabriel, Rocha; Sassá. T: Ricardo Resende (interino).

HISTÓRICO: 11 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro, 7 empates, 1 vitória do Avaí, 18 gols do Cruzeiro, 12 do Avaí.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.457 jogos, 631 vitórias, 393 empates, 433 derrotas, 2.115 gols marcados, 1.653 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 641 jogos, 288 vitórias, 141 empates, 212 derrotas, 962 gols marcados, 791 sofridos, aproveitamento de 53%.

Rogério Ceni, a próxima vítima

domingo, 11 de agosto de 2019

ROGÉRIO CENI despediu-se do Fortaleza. Nem vai dirigir o Tricolor nesta segunda contra o Alagoano. E amanhã, será anunciado como o novo técnico do Cruzeiro. 

Que tenha boa sorte, mas desde já sabendo que há milhões de torcedores celestes mais entendidos de futebol do que ele. É bom saber também, que sofrerá oposição dos que pediam a contratação de Abel ou Dorival.

Tem mais: será cornetado, vaiado e ofendido se não botar o time pra jogar bonito, praticar o tal futebol-arte, o jeito moleque de jogar, um estilo bem faceirinho, e outras baboseiras da lavra dos mesa-redondistas. 

Finalmente, deve se preparar pra um fim de trabalho melancólico, como já aconteceu, recentemente, com Adílson, Cuca, Marcelo e Mano, vaiados, execrados e humilhados pelos idiotas dos teclados e das arquibancadas.

Os dezoito jogos malditos

sábado, 10 de agosto de 2019

“UMA VITÓRIA EM 18 JOGOS!” bradam os apopléticos termocéfalos. É uma sequência ruim, mesmo. Mas não foi construída somente com péssimas apresentações, nem com o mesmo time.

Teve de tudo: prejuízo causado por más arbitragens, grandes exibições dos adversários, time recheado de estagiários etc. Como teve também jogos de péssima qualidade do time celeste. Enfim, a terra jamais foi plana nesses dezoito jogos.

  • 1×2 Emelec. Cruzeiro foi muito prejudicado pela arbitragem.
  • 1×3 Inter. Cruzeiro jogou um tempo bom, outro péssimo.
  • 1×1 Fluminense. Cruzeiro abriu vantagem, segurou o resultado, mas levou um gol irregular aos 95.
  • 1×4 Fluminense. Cruzeiro jogou mal e voltou a levar gol aos 95.
  • 1×2 Chapecoense. Cruzeiro jogou melhor que o adversário, mas perdeu.
  • 1×1 São Paulo. Cruzeiro jogou bem, mas o goleiro Volpi fehou o gol tricolor.
  • 2×2 Fluminense. Cruzeiro jogou bem, levou outro gol aos 95, mas venceu nos pênaltis.
  • 0x0 Corinthians. Cruzeiro jogou bem, mas o goleiro Walter fez milagres e salvou seu time.
  • 1×2 Fortaleza. Cruzeiro disputou uma péssima partida.
  • 3×0 Mineiro. Show de bola contra as frangas.
  • 0x0 Botafogo. Cruzeiro dominou, mas falhou nas conclusões.
  • 0x2 Mineiro. Cruzeiro fez uma partida conservadora, pra manter a vantagem e foi garfado.
  • 0x0 Bahia. Time de garotos disputou bela partida e criou mais chances do que o tricolor. 
  • 0x0 River. Cruzeiro fez um jogo estratégico e, por pouco não arranca uma vitória.
  • 0x2 Paranaense. Cruzeiro voltou a jogar com os garotos, mas desta vez muito mal.
  • 0/2×0/4 River. Cruzeiro criou mais chances de gol, foi pros pênaltis e perdeu.
  • 0x2 Mineiro. Cruzeiro teve mais posse, mas foi pouco criativo e tomou dois gols, um em cada acréscimo de tempo.
  • 0x1 Internacional. Cruzeiro dominou, mas não soube furar o bloqueio defensivo e acabou tomando um gol.

Os terraplanistas do futebol viram apenas péssimas exibições do time celeste. Alguns por burrice, outros por má fé. Há também o caso dos que nem viram todos os jogos, mas destamparam falatório cheio de lugares comuns e frases feitas.

That’s football.

14bra19: Cruzeiro em 17º

sábado, 10 de agosto de 2019

14ª RODADA, Brasileiro 2019

  • Ceará 4x1Chapecoense 10ago19sab17h Castelão
  • São Paulo 3×2 Santos 10ago19sab17h Morumbi
  • Flamengo 3×1 Grêmio 0ago19sab19h Maracanã
  • Mineiro 2×1 Fluminense 11ago19sab21h Independência
  • Internacional 0x0 Corinthians 10ago19 11ago19 Beira rio
  • Palmeiras 2×2 Bahia 11ago19dom16h Allianz
  • Botafogo 2×1 Paranaense 11ago19dom16g Engenhão
  • Avaí 2×2 Cruzeiro 11ago19som16h Ressacada
  • Goiás 0x1 Vasco 11ago19dom19h Serra Dourada
  • Alagoano 0x2 Fortaleza 12ago19seg20h Rei Pelé

Ceará deuce show contra a irregular Chape. Fortaleza venceu com autoridade o frágil Alagoano.

Flamengo e Botafogo fizeram o dever de casa contra Grêmio e Paranaense desfalcados.

Inter, sem Peledenílson, parou na forte defesa corintiano. Flu pressionou, mas perdeu pra Franga.

Palmeiras e Avaí estiveram duas vezes à frente, mas cederam o empate a Bahia e Cruzeiro.

Em casa, Goiás apanhou do Vasco e está despencando. A turma da zona está à espera dos esmeraldinos, de braços abertos.

E no melhor jogo da rodada, São Paulo virou contra o Santos e já está na cola dos dianteiros.