Arquivo da Categoria ‘Cruzeiro’

Fábio: “Glória a Deus, pela partida que fizemos”

sábado, 23 de maio de 2015

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do RIVER PLATE 0×1 CRUZEIRO, no Monumental de Nuñez, Buenos Aires, jogo de ida das quartas de final da Libertadores 2015, às 22h de 21mai15.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: O Cruzeiro foi equilibrado e competiu muito. Estudamos o adversário pra neutralizá-lo e sair do contrataque. Marcamos adiantado pra não dar espaços, e, no fim das contas, o Fábio não fez tantas defesas difíceis como em outros jogos. Trabalhou mais em chutes de fora da área e em lançamentos que ele teve de cortar. Nossa vantagem é importante, mas não definitiva. Fiz as substituições porque o River tinha trocado e ficado com dois atacantes mais rápidos e nossos jogadores estavam um poucos cansados, por isso, quis fortalecer o meio. Charles vem treinando bem, [e atleta importante, experiente. Fechou bem pelos lados, e, por incrível que pareça, depois da entrada dele, atacamos mais. Mas é uma alteração perigosa também, porque, se tomássemos o gol, o motivo destacado seria o fato de ter colocado mais um volante, o que traria o time pra trás. Não foi essa a ideia. Os jogadores que têm entrado estão correspondendo, o Gabriel é um deles. Se o coloco desde o início, tem que sair, por isso tenho optado em utilizá-lo com o jogo mais solto e aberto. Ele tem se preparado e acredito que isso é importante pra sequência da carreira dele no Cruzeiro.

FÁBIO, goleiro do Cruzeiro: Gloria a Deus pela partida que fizemos. Jogamos pra frente e não ficamos só defendendo. Igualamos pela determinação e qualidade e ainda criamos várias chances. Merecems a vitória.

GABRIEL XAVIER, meiatacante do Cruzeiro: O River Plate deve ter se surpreendido com nosso comportamento. Não ficamos só recuados e marcando, mas também saímos pro jogo. Essa postura foi fundamental pra alcançarmos nosso objetivo.

ROBERTO PERFUMO, colunista do Olé (antes do jogo): Um time brasileiro, geralmente, não afina jogando fora, mas o River tem que definir no Monumental, porque lá em Belo Horizonte é difícil. Mas se conseguir sair de lá classificado, terá enorme chance de campeonar.

ATILIO COSTA FEBRE, narrador da Rádio River Monumental: Funes Mori tentou tirar da área, ficou com Xavier, sobrou pra Marquinhos, gol! Gol do Cruzeiro, Marquinhos! Marquinhos! O River errou atrás e Marquinhos aproveitou pra empurrar pra rede. É uma equipe brasileira, tem que marcar pra ganhar futebolisticamente, ficou claro. Marquinhos, Cruzeiro um, River zero.

OLÉ, diário esportivo argentino: Cruzeiro es un equipo serio, con dos zagueros imponentes, dos 5 con sacrificio y buen primer pase, mucho vértigo por las bandas, un talentoso lagunero y un nueve que arrastra como una yunta de bueyes.

GLOBO ESPORTE, no day after: Nem tudo foi festa pra alguns torcedores, que foram a Buenos Aires. O ônibus de um grupo de cruzeirenses foi apedrejado por torcedores do River, quando ia pro Aeroporto de Ezeiza. Um dos torcedores foi atingido por estilhaços de vidro. Ele lamentou, mas demonstrou estar bem após o ocorrido.

JAS, no PHD: O Cruzeiro é o único clube a ter vencido Boca e River -os dois e não apenas um deles- em seus estádios em jogos da Libertadores.

ISMAIL SALLES, no PHD: Achei a narração do Nivaldo Prieto muito ruim. Cheia de platitudes, gritaria e desconexão para com o jogo que realmente estava acontecendo no campo. Os comentários do PVC, naturalmente, foram infinitamente melhores que os do Mário Sérgio, que jamais deveria comentar jogo do Cruzeiro.

MATHEUS PENIDO, no PHD: Arrascaeta foi o único que jogou mal no Cruzeiro. Muito mal mesmo. Caiu, escorregou, tentou cavar falta, não acompanhou na marcação, enfim, fez tudo que não se deve fazer num jogo desse. Por compensação, Gabriel Xavier entrou muito bem, participou de duas ótimas jogadas (uma delas a do gol) e ajudou a manter a posse de bola com sua habilidade em dribles curtos.

J DIAS, no PHD: Manoel voltou a jogar como nos tempos do A. Paranaense.

ANA ROCHA, no PHD: Oh, meu Zeeeeeroooo!!! Ah, ser Cruzeiro é bom D+++++++++++++!!!

Os favoritos das quartas

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Saíram as previsões do Instituto DataSan para as quartas de final da Libertadores.

  • EMELEC, 57%. Fator de desequilíbrio: Bolaños.
  • RACING, 55%. Fator de desequilíbrio: tribunas.
  • SANTA FÉ, 53%. Fator de desequilíbrio: a possibilidade de marcar gols fora de casa.
  • CRUZEIRO, 51%. Fator de desequilíbrio: o medo de repetir os duelos contra Estudiantes e Onze Caldas em pretéritas edições da Libertadores.

Os resultados dos jogos de ida mostraram equilíbrio técnico entre os times.

Não se recomenda, pois, a nenhuma das oito torcidas, estocar foguetes, até porque a margem de erro da pesquisa é de 10%.

Quem foi o melhor do jogo no Monumental?

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Atuações dos celestes e seus adversários no RIVER PLATE 0×1 CRUZEIRO, no Monumental de Nuñez, Buenos Aires, jogo de ida das quartas de final da Libertadores 2015, às 22h de 21mai15.

TORCIDA CELESTE compareceu em grande número, apoiou o time e, ao que parece, não deu trabalho à polícia. FanatiCruz e Máfia Azul foram as organizadas presentes.

FÁBIO fez duas grandes defesas e foi tecnicamente perfeito nas demais intervenções.

MAYKE cuidou mais da defesa, encarando o desafio de marcar Vangioni e Martínez, contra os quais venceu a maioria das disputas. Foi perfeito também na cobertura da bequeira. Só não foi ao ataque, pois a estratégia pedia cuidados defensivos especiais pra não levar gols.

MANOEL perdeu um gol debaixo do travessão logo de cara, mas na defesa cortou até pensamento. Um gigante.

BRUNO RODRIGO esbanjou tranquilidade e objetividade. Quando não dava pra cortar e sair jogando, mandava a ola pro mato, como fazem os beques inteligentes.

MENA marcou bem e contou com as ajudas de Willian e, depois, Charles pra conter os bons Mammana, Mayada e Mora que escolheram seu lado pra jogar.

WILLIANS correu muito atrás dos meias e atacantes adversários, virou o jogo e deu bons passes nas saídas de bola. Como todo jogador real, daqueles que não jogam na fértil imaginação do torcedor, também cometeu erros. Só que os acertos foram tão maiores, que foi escolhido o jogador da partida pelos comentaristas da Fox da Argentina.

HENRIQUE perdeu duas bolas, o suficiente pra deixar eufóricos seus críticos. Também não sujou o calção, pois sua concepção de futebol é a mesma de Zé Carlos, Piazza e outros craques verticais, o que irrita os pierristas, que apreciam jogadores horizontais, que se esparramam pelo gramado o tempo todo. Certo é que o volante trazido para o Cruzeiro pelo grande Adílson Batista desarmou e apoiou, inclusive desferindo um tirambaço contra o arco do River, com grande classe.

CHARLES entrou pra ajudar o lado esquerdo da defesa a conter Mayada e Mammana, que se soltaram após as substituições de Marcelo Gallardo na metade da etapa final. Cumpriu sua missão à risca e ainda foi ao ataque pra quase deixar sua marca.

MARQUINHOS foi bom ponteiro e marcador de ponteiro quando preciso, mas em seu melhor momento estava  centroavantando com habilidade pra concluir a jogada de Xavier, que calou a barulhenta torcida argentina. É outro que vai, aos poucos, matando de desgosto seus preconceituosos críticos.

ARRASCAETA não encontrou um posicionamento adequado e ficou só assistindo a bola passar de um lado pra outro. Com a bola nos pés, é ótimo, mas precisa dar um sanguinho a mais e correr atrás dos adversários, do que às vezes se esquece.

GABRIEL XAVIER substituiu Arrascaeta no intervalo e entrou com fome de bola e partindo pra cima dos gringos com sua cara de Chuck Norris sem anabolizantes. De seus pés e por conta de sua habilidade saíram dois lances de gol, um deles concretizado. Foi o melhor da partida pro comentarista Paulo Vinícius Coelho, comentarista da Fox.

WILLIAN fez o de sempre: marcou, recompôs e deu opções de jogo aos companheiros. Em seu melhor momento, ó não fez o gol de abertura do placar, porque Vangioni cortou a bola em cima da risca.

LEANDRO DAMIÃO foi o pivô, embora Maidana não permitisse que ele executasse a função com qualidade. No lance do gol, ele venceu a disputa pelo alto e deu sua inestimável contribuição pra vitória.

HENRIQUE DOURADO entrou no finalzim, só pra dar uma paradinha no jogo e esfriar o River. Não teve tempo pra jogar.

MARCELO OLIVEIRA desapontou seus críticos, com um time bem montado e vibrante. Trocou a única peça nula no intervalo e, quando foi preciso, reforçou a marcação pra garantir o zero no placar.

ÁRBITROS não trocaram os números do placar. Anularam gol do River corretamente e levaram o jogo sem maiores encrencas.

OS CEREBRAIS Gilvan, Benecy e Valdir  voltaram a mandar bem e magoaram profundamente seus perseguidores implacáveis. A continuar assim, vão merecer reajuste salarial, em breve.

River Plate 0×1 Cruzeiro: Monumental!

quinta-feira, 21 de maio de 2015

CRUZEIRO contra River Plate, jogo de ida das quartas de final da Libertadores 2015, no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, às 22h, desta quinta-feira, 21mai15.

CLASSIFICAÇÃO: Nas oitavas, o Cruzeiro passou pelo São Paulo, com 0×1, 1×0 e 4×3 nos pênaltis; o River passou pelo Boca, com 1×0 e 0×0.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro (G), Pará (L), Leo Simões, Paulo André (B), Charles, Eurico (V), Gabriel Xavier (M), Henrique Dourado, Riascos (A).

AUSENTES no Cruzeiro: Willian Farias, com dores no púbis, Joel, sem liberação pra entrar na Argentina, Alisson, recuperando-se de lesao, Ceará lesionado.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “Às vezes, adversário se impõe, mas alertei muito hoje pra marcarmos adiantado. Nas partidas anteriores, quando sofreram esse tipo de marcação, eles tiveram problemas. Mas tem que ter atenção. Haverá marcação por setor. Alguns jogadores são bastante técnicos, como o Sánchez, o Martínez, o Mora e o Téo Gutiérrez”.

BANCO do River Plate: Julio Chiarini (G), Gabriel Mercado (L), Germán Pezzella (B), Camilo Mayada, Ariel Rojas, Leonardo Pisculichi (M), Fernando Cavenaghi, Lucas Boyé (A).

AUSENTES no River Plate: Driussi, com infecção viral. Gio Simeone, treinando com a Sub20 pro Mundial, na Nova Zelândia.

RIVER PLATE, no placar eletrônico: “Vamos aproveitar o espetáculo, como espectadores responsáveis”.

TRANSMISSÃO: Globo, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Márcio Rezende Freiras; SporTV, com narração de Luiz Carlos Júnior, comentários de Maurício Noriega e reportagem de Luciana Machado; Fox, com narração de Nivaldo Prieto, comentários de Paulo Vinícius Coelho e Carlos Eugenio Simon, reportagens de Fernando Caetano e André Fernandes.

RIVER PLATE 0×1 CRUZEIRO, quinta-feira, 21mai15, 22h. TEMPO bom, temeratura 22º, sem vento, umidade 78%. LOCAL: Monumental de Nuñez (60 mil), Buenos Aires. MOTIVO: jogo de ida das quartas de final da Libertadores 2015. TRANSMISSÃO: Globo, SporTV e Fox. PÚBLICO: 58.000. ARBITRAGEM: Enrique Osses, Carlos Astroza e Marcelo Barraza, chilenos. AMARELOS: Ponzio, Kranevitter (R); Willians, Mena, Xavier (C). GOL: Marquinhos, 82. RIVER PLATE: Marcelo Barovero; Emanuel Mammana, Jonatan Maidana, Funes Mori e Leonel Vangioni; Carlos Sánchez, Matías Kranevitter, Leonardo Ponzio (Camilo Mayada) e Gonzalo Martínez (Leonardo Pisculichi); Rodrigo Mora (Fernando Cavenaghi) e Teófilo Gutiérrez. T: Marcelo Gallardo. CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Eugenio Mena; Willians, Henrique, Giorgian De Arrascaeta (Gabriel Xavier) e Willian (Charles); Marquinhos e Leandro Damião (Henrique Dourado). T: Marcelo Oliveira. HISTÓRICO. Foi o 13º Cruzeiro x River, com 10 vitórias do Cruzeiro, 3 do River, 24 gols do Cruzeiro, 10 do River. Os dois já decidiram a Libertadores 1976, o torneio 2o Anos do Mineirão 1985, a Supercopa 1991 e a Recopa 1998, sempre com vantagem do Cruzeiro.

Liberta 2015: Jogos de ida das quartas de final

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Em Manta, no Jocay, EMELEC 1×0 TIGRES.

Em Assunção, no Defensores Del Chaco, GUARANI x  RACING.

Em Bogotá, no El Campin, SANTA FÉ x INTERNACIONAL.

Em Buenos Aires, no Monumental de Nuñez, RIVER PLATE  x CRUZEIRO.

Carta ao leitor com ideia fixa na Copa

terça-feira, 19 de maio de 2015

Belo Horizonte, 19 de maio de 2015.

Prezado leitor do PHD:

Tendo em vista as partidas de quartas de final da Libertadores entre Cruzeiro e River, tenho a declarar o que se segue.

  1. O passado não joga. A freguesia do River não conta. Aconteceu em tempos pretéritos, com outros jogadores e em circunstâncias bem diferentes das atuais.
  2. Azelitecelesti já lotaram um voo charter e prometem lotar outro. Isto sem falar do grande número de aventureiros avulsos. Até meu amigo Carvalho Coelho está de malas prontas.
  3. Não é porque perdeu pro Huracán, que o Cruzeiro necessariamente perderá pro River. Recentemente, o Globo, tido e havido como timinho pelos termocéfalos e hidrófobos, bateu o time da faixa vermelha na final da Supercopa.
  4. Por quem torcerá Jorge Schulman? Pelo River, provavelmente. E estará certo se o fizer. É seu time muito antes de o Cruzeiro também entrar em seu coração.
  5. A torcida do River tem tanta capacidade quanto a do Boca de acabar  com uma partida de futebol, de agredir e cometer crimes. Na Argentina, os barrabravas estão no poder. Literalmente. Na Recopa vencida pelo Cruzeiro, em 1998 (99?) a hinchada millionaria atirou cadeiras no time celeste, depois do apito final.
  6. Se for pra jogar a bolinha do Morumbi, da Pantanal ou da Vila Belmiro, o Cruzeiro nem precisa pisar na cancha de Nuñez.
  7. Arrascaeta ou Xavier? Um dos dois tem que que ser o spalla, dar o tom da orquestra. O resto do time, bom ou ruim, está pronto, não há o que fazer pra melhorá-lo no curto prazo. O problema é o enganche que não tem funcionado.
  8. Tenho o pressentimento de que Bruno Rodrigo vai acertar um cabezazo fatal contra Barovero. A conferir.

Sem mais para o momento, coloco-me à disposição do caro leitor para maiores esclarecimentos.

Atenciosamente,

Síndico

Semana 19: Fábio aposentou Rogério Ceni

terça-feira, 19 de maio de 2015

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 19, por MAURO FRANÇA.

SEGUNDA, 11mai15. Jogadores que atuaram contra o Corinthians fizeram regenerativo. Demais participaram de treino técnico, seguido por treinamento de cobrança de pênaltis. Fabiano sofreu entorse no tornozelo. /// LEANDRO DAMIÃO foi convocado pela Seleção Brasileiro para o grupo de suplentes da Copa América. /// ARRASCAETA e MENA figuraram na relação inicial de convocados de Uruguai e Chile pra Copa América. /// JUDIVAN e GEORGEMY se apresentaram à Seleção Sub20, que treina em Atibaia pro Mundial da categoria.

TERÇA, 12mai15. Marcelo Oliveira fechou parte do treinamento à imprensa, que só pôde acompanhar o rachão. /// RELACIONADOS 19 jogadores pro jogo contra o São Paulo: Fábio, Rafael, Mayke, Bruno Rodrigo, Léo, Manoel, Mena, Pará, Bruno Edgar, Henrique, Willian Farias, Willians, Arrascaeta, Gabriel Xavier, Henrique Dourado, Leandro Damião, Willian, Marquinhos e Joel. /// Benecy Queiroz informou que o empréstimo de RIASCOS e NEILTON ao Botafogo depende do acerto salarial entre as partes. /// Vice-presidente Márcio Rodrigues informou que a contratação de RODRIGO FONSECA pro cargo de técnico do Sub17 estava praticamente acertada. Fonseca, que dirigiu o BotafogoSP na Taça São Paulo, assumiria o lugar de Diogo Giacomini, que aceitou convite pra treinar o Sub20 do AtléticoMG.

QUARTA, 13mai15. CRUZEIRO (4) 1×0 (3) SÃO PAULO. Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta das oitavas de final da Libertadores 2015, 37.719 pagantes, 38.900 presentes, R$2.044.295. Arbitragem: Andrés Cunha, Miguel Nievas e Gabriel Popovirs, uruguaios. Amarelo: Reinaldo (S). Gol: Leandro Damião, 54. CRUZEIRO: FábioMayke (Willian Farias), ManoelBruno RodrigoMenaWillians Henrique; MarquinhosArrascaetaWillian (Gabriel Xavier); Leandro Damião. T: Marcelo Oliveira. SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael ToloiLucão e Reinaldo; Denilson, Souza, Wesley (Centurión), Michel Bastos (Hudson) e Paulo Henrique Ganso; Alexandre Pato (Luís Fabiano). T: Milton Cruz. /// MARCELO OLIVEIRA: “Conseguimos a classificação de forma exuberante, jogando impecavelmente. Vínhamos de atuações irregulares e o adversário jogando muito bem, com um time técnico e organizado. Precisávamos dar uma resposta, surpreender, e nos superarmos. Os jogadores estavam concentrados, organizados, lutando e marcando muito, o que nos deu a condição da classificação. Foi emocionante para o torcedor. Esses jogos são importantes para o time ganhar confiança e o torcedor continuar apoiando. Essa parceria é necessária e fundamental. Não pode haver acomodação em cima da classificação, porque ainda faltam seis jogos complicados para chegarmos ao nosso principal objetivo, que é ser campeão”.

QUINTA, 14mai15. Reapresentação. Titulares fizeram regenerativo. Marcelo Oliveira deu treino técnico pros reservas. Alisson fez fisioterapia em campo. /// Globoesporte noticiou que MARCELO OLIVEIRA recebeu proposta US$4 milhões anuais de um clube dos Emirados Árabes. Por meio de sua assessoria de imprensa, o treinador declarou que não iria se pronunciar sobre o assunto. /// SÓCIO DO FUTEBOL atingiu a marca de 70 mil associados. WILSON PIAZZA foi o homenageado, com a carteirinha 70.000. /// CBF divulgou tabela do Brasileiro Sub20. Na 1ª fase, o Cruzeiro estreia contra o Goiás, em 03jun, na Arena do Jacaré. Depois, enfrenta Ceará (F), Botafogo (C) e Palmeiras (F).  /// Justino Pedro da Silva venceu a Corrida de Emancipação Política de Ouricuri/PE, com 14:44 (5 km).

SEXTA, 15mai15. Jogadores fizeram atividades físicas na academia. Apenas os goleiros foram a campo para treino especifico. /// MARCELO OLIVEIRA informou que o clube tentará adiar as apresentações de Mena e Arrascaeta às suas Seleções, agendadas para 25mai, dois dias antes da segunda partida das quartas de final da Libertadores.

SÁBADO, 16mai15. Marcelo Oliveira comandou treino tático. À tarde, DELEGAÇÃO viajou pra Santos com 20 jogadores: Fábio, Rafael, Bruno Rodrigo, Léo, Manoel, Fabrício, Pará, Charles, Eurico, Bruno Edgar, Henrique, Willians, Willian Farias, Arrascaeta, Gabriel Xavier, Henrique Dourado, Joel, Marquinhos, Neilton e Willian. /// Guilherme Mendes informou que a situação de JOEL foi regularizada e o jogador terá condições de entrar na Argentina. /// CONMEBOL excluiu o Boca Juniors da Libertadores e confirmou o River Plate como adversário do Cruzeiro nas quartas de final. /// ESTADUAL Sub20, 7ª rodada Grupo B, Toca I, CRUZEIRO 3×0 SOCIAL (Oliveira). Gols: Alex, Matheus Santos e Fabrício. CRUZEIRO: Lucas França; Dione, Fabrício, Bruno Viana e Victor Luiz; Joilson, Wellington (Thiago Souza), Alex (Matheus Santos) e Roni (Dudu); Denner (João Gabriel) e Andrey (Alex Sandro). T: Emerson Ávila. /// COPA DADAZINHO Sub14, final, estádio Municipal de Ibirité, CRUZEIRO 1×0 ATLÉTICO-MG. Gol: Samuel. CRUZEIRO: Gustavo Duarte; Douglas, João Vitor, César e Ruan; Júlio César, Lucas Miguel (Matheus Milagres), João Pedro (Murilo) e Pedro Henrique; Vinícius (Arthur) e Samuel (Gustavinho). /// Ivamar de Oliveira venceu a Corrida Estrela Night Run de Divinópolis, com 32:00 (10 km).

DOMINGO, 17mai15. SANTOS 1×0 CRUZEIRO. Vila Belmiro, Santos, 2ª rodada Brasileiro 2015, 7.246 pagantes, R$250.060. Arbitragem: Péricles Bassols, Rodrigo Henrique Correa e Rodrigo Pereira Joia, cariocas. Amarelos: Chiquinho (S); Willians, Fabrício, Willian (C). Gol: Geuvânio, 44. SANTOS: Vladimir; Victor FerrazWerleyDavid Braz e Chiquinho; Lucas Otávio (Thiago Maia) e RenatoLucas LimaGeuvânio (Gabriel), Ricardo Oliveira e Robinho (Elano). T: Marcelo Fernandes. CRUZEIRO: Fábio; Willian Farias (Eurico), ManoelBruno Rodrigo e Fabrício; WilliansHenrique; Marquinhos, Arrascaeta (Gabriel Xavier) e Willian; Henrique Dourado (Joel). T: Marcelo Oliveira. /// MARCELO OLIVEIRA: “Não marcamos bem. Até que no 1º tempo houve um equilíbrio, chegamos algumas vezes em bons contrataques que resultaram em cruzamentos, mas não em chances claras de gol. Mas num erro nosso, O Santos fez o gol e voltou mais forte pro 2º tempo, quando tivemos que sair pro jogo e eles aproveitaram bem os espaços, tendo muito volume de jogo e oportunidades pra fazer mais gols. Foi um resultado justo. Temos que absorver essa derrota, sabendo que ainda temos longa jornada pela frente no Brasileiro”. /// No Troféu Brasil de Atletismo, Kleidiane Barbosa Jardim foi 2ª nos 5.000 metros rasos e 3ª nos 1.500, e obteve o índice pros Jogos Panamericanos. Ivamar de Oliveira venceu a prova dos 10 km da 7ª Corrida do Milho de Patos de Minas, com 30:04. João Gari venceu a 29ª Corrida de Santa Quitéria de Esmeraldas, com 30:44. Em Caldas Novas, Sueli Pereira da Silva venceu a 2ª Meia Maratona de Goiás, com 1:20:18. No masculino, Sergio Celestino da Silva foi o 2º, com 1:06:10, e João da Bota o 6º, com 1:09:02. Ronald Moraes da Silva venceu a prova dos 10 km, com 31:55. Edson Amaro Arruda dos Santos foi o 5º na 21ª Maratona Internacional de São Paulo, com 2:24:48. Correndo pela primeira uma maratona, José Márcio Leão da Silva e Reginaldo José da Silva não completaram o percurso. Jaciane Barroso Araújo foi a 9ª na 30ª edição da Corrida 10 Km da Tribuna FM, em Santos.

Mãe do Ianni: “Por que jogou tão bem na quarta e tão mal no domingo?”

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do SANTOS 1×0 CRUZEIRO, na Vila Belmiro, santos, pela 2ª rodada do Brasileiro 2015, às 16h de domingo, 17mai15.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Não conseguimos marcar bem. No 1º tempo, ainda equilibramos um pouco, chegamos algumas vezes, mas num erro o Santos fez seu gol e voltou fortalecido pro 2º tempo. Continuamos não marcando bem e ainda tivemos que sair, faciltando os contrataques deles. O resultado foi justo. Ganhar ou perder por 1×0 aqui é absolutamente lógico, mas em função da derrota na estreia a gente sente mais. Agora, se eu ficar muito preocupado, passo isso pros jogadores. Temos é que ficar indignados com as atuações ruins e fazer ajustes. E não tem esse negócio de recuperar depois, precisamos é buscar a vitória, é importantíssimo reagir nas próximas partidas pra se candidar ao título.

WILLIAN, meiatacante do Cruzeiro: Não fomos bem, deixamos a equipe deles jogar. Eles fizeram um gol e tiveram a oportunidade de fazer mais, enquanto nós criamos poucas chances. A gente tem que saber que se entrar desligado no Brasileiro vai acontecer isso e depois fica difícil.

UOL ESPORTE: O pior do jogo na Vila Belmiro foi a marcação do Cruzeiro. Ao longo dos 90 minutos, o time mineiro nunca apertou o Santos, com ou sem a bola, especialmente no meio-campo. O resultado foi um jogo inteiro de sustos pra torcida, que viu o time praiano aproveitar os espaços dados e vacilar na finalização.

CARPE DIEM, no PHD: O time celeste jogou sem lateral direito. William Farias e Eurico só marcaram. Marquinhos não tinha um companheiro pra tabelar na direita. E teve o sumiço do Arrascaeta. Se o gringo estivesse inspirado e o Mayke jogando como quarta, o Cruzeiro ia deitar e rolar no lado esquerdo do Santos, porque o Marquinhos, mesmo sozinho, já fez um carnaval por ali.

TOMAS PEDERSOLI, no PHD: Os volantes do Cruzeiro estão sempre muito distantes do meio-campo e o time acaba produzindo pouco na faixa central e fica muito dependente de jogada pelas pontas. É um verdadeiro samba de uma nota só.

CLÁUDIO IANNI, no PHD: Minha mãe (92 anos) perguntou porque o Cruzeiro jogou mal e não venceu hoje, se jogou tão bem na quarta e venceu o São Paulo na quarta. Eu disse a ela que nosso time é só mais ou menos. Mais pra menos do que pra mais...

Marquinhos, melhor até do que os vitoriosos

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Atuações dos celestes e seus adversários no SANTOS 1×0 CRUZEIRO, na Vila Belmiro, santos, pela 2ª rodada do Brasileiro 2015, às 16h de domingo, 17mai15.

TORCIDA CELESTE compareceu e apoiou o time. (Síndico)

FÁBIO não teve culpa no gol, fez boa defesa num chute de Robinho e saiu sempre bem do gol, fechando ângulo. (Chiabi Duarte)

WILLIAN FARIAS não estava comprometendo até sair contundido. (Chiabi Duarte)

EURICO tirou um gol feito do Santos, marcou razoavelmente, mas não fez nada mais de especial. Trocou de posição com Henrique e isto também não melhorou o time. (Chiabi Duarte)

MANOEL marcou bem Ricardo Oliveira. Firme, saiu jogando quando deu e, quando não deu, zagueirou. (Chiabi Duarte)

BRUNO RODRIGO no mesmo nível do colega de zaga. (Chiabi Duarte)

FABRÍCIO não esteve bem na marcação e não se soltou no ataque. Também salvou uma bola em cima da linha. Estava descansado, poderia ter jogado mais. (Chiabi Duarte)

WILLIANS sofreu com a obrigação de cobrir um grande setor de marcação, mas não se deixou abater. Lutou muito. (Chiabi Duarte)

HENRIQUE voltou a marcar com o olho. Não se doou como fizera contra o São Paulo. Quando o time marca mais atrás, o futebol dele desaparece. Não faz marcação efetiva. (Chiabi Duarte)

MARQUINHOS foi quem mais tentou criar alguma chance, mas também não teve êxito. Lutou o jogo inteiro e sua raça tem que ser destacada. (Chiabi Duarte) /// Foi guerreiro, marcou, roubou bola, lançou e chutou a gol. (Hiram Ferreira) /// Fez outra partidaça, vencendo todas as disputas na direita, chutando uma bola perigosa e servindo Xavier, que perdeu a chance de empatar. Além disto, correu mais do que todos os colegas somados. (Síndico)

ARRASCAETA não brilhou. Não criou uma só jogada. Foi sacado no intervalo porque acusou cansaço. (Chiabi Duarte)

GABRIEL XAVIER entrou na etapa final e fez o time melhorar, porque pelo menos tentou mais jogadas ofensivas. De qualquer forma, também não emplacou uma jogada de destaque, como em outros jogos. (Chiabi Duarte)

WILLIAN deixou a desejar, novamente. Não acertou uma conclusão e nem criou boas chances de gol. (Chiabi Duarte)

HENRIQUE DOURADO nada fez. (Chiabi Duarte)

JOEL correu mais que Henrique Dourado, mas também não produziu um só lance de destaque. (Chiabi Duarte)

MARCELO OLIVEIRA escalou quem poderia e deveria, mas o time voltou a se posicionar muito atrás. Não tirou os espaços de Lucas Lima, Geuvânio e Robinho, não impondo dificuldades ao time santista, que saiu jogando como quis. Não gostei. (Chiabi Duarte)

CRUZEIRO escapou de tomar sete gols e criou três chances, todas com Marquinhos (falta, sem pulo e cruzamento pro Xavier). Os laterais não atacaram, os armadores não armaram e os centroavantes não viram a cor da bola. Lamentável. (Síndico)

SANTOS dominou do início ao fim, fez um gol, acertou o travessão, viu os beques do Cruzeiro tirarem duas bolas na risca, Fábio salvar o time celeste num arremate de Robinho, e seus atacantes deperdiçarem mais três oportunidades. Foram oito oportunidades pra marcar contra três do Cruzeiro. Isto define seu desempenho. (Síndico)

ÁRBITROS não “tussiram, nem mugiram”. (Síndico)

VALDIR & BENECY devem ter sido os culpados pela derrota, pois não contrataram Lucas Lima, que estava implorando pra jogar no Cruzeiro, era dispensável na Vila Belmiro e fora insistentemente oferecido pelo presidente do Santos. É nisto que acreditam os hidrófobos. (Síndico)

MDJ => Marquinhos [20], Lucas Lima [10], Manoel [3], Fábio, Geuvânio [2], Eurico, Fabrício, Bassols [1].

Santos 1×0 Cruzeiro: Desfalcado e desanimado

domingo, 17 de maio de 2015

CRUZEIRO  contra Santos, hoje, 17mai15, às 16h, na Vila Belmiro, Santos, pela 2ª rodada do Brasileiro 2015.

Classificação: O Cruzeiro está em 17º lugar, com zero ponto; o Santos é 13º, com 1 ponto.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro (G), Leo Simões (B), Pará (L), Charles, Eurico, Bruno Edgar (V), Gabriel Xavier (M), Joel, Neilton (A).

AUSENTES no Cruzeiro: Dedé, Ceará, Alisson, Marcos Vinícius, Júlio Baptista, Fabiano, lesionados, Mayke, Mena, poupados, Leandro Damião, impedido por cláusula de contrato de empréstimo do Santos para o Cruzeiro.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “Damião não pode jogar. Dourado e o Joel têm características diferentes, mas estão treinando bem. Mayke está mais casando e também não será relacionado. Os outros ficarão à disposição. Trabalharemos pra ter um time forte e vencer, não só porque perdemos o primeiro jogo, mas porque precisamos acumular vitórias e pontos. A base do time é que enfrentou o São Paulo num jogo que esperamos ser marcar uma fase de regularidade”..”

AUSENTES no Santos: Vanderlei, recuperando-se de cirurgia, Alison, lsionado, Valencia, liberado pra conhecer a filha na Colômbia.

BANCO do Santos: Gabriel Gasparotto (G), Cicinho (L), Paulo Ricardo (B), Leandrinho, Thiago Maia (V), Elano, Rafael Longuine (M), Gabriel, Lucas Crispim (A).

MARCELO FERNANDES, técnico do Santos: “É o Cruzeiro! Não tem essa de titular ou reserva. Lá tem grandes jogadores como em qualquer time. Nós acabamos de enfrentar um Londrina difícil aqui na Vila, não dá pra subestimar adversário”.

ROBINHO completa, hoje, 250 jogos com a camisa do Santos.

PÉRICLES BASSOLS Pegado Cortez, 39, nascido no Rio de Janeiro em 03jul75, é dentista e juiz de futebol da federação carioca, desde 2009, e da Fifa, desde 2010.

TRANSMISSÃO: TV Globo transmite a partida pra SP, RS, PR, MG (menos Juiz de Fora, Uberlândia e Ituiutaba), GO, TO, MS (menos Corumbá), MT e BA, com Cleber Machado, Caio Ribeiro, Bob Faria e Paulo Cesar Oliveira. O Premiere e o PFCI, com Jota Jr e Luiz Ademar, pra todo o país.

O JOGO

15h30 Som da Vila Belmiro toca um samba feito depois da conquista do Paulistão 2015. E, pra falar a verdade, é bem legal e contagiante a música. (Marco Astoni, GloboEsporte).

15h55 TIMES em campo. Cruzeiro todo de azul, Santos todo de branco.

i o 16h COMEÇA. Cruzeiro, à esquerda das tribunas, dá a saída.

01 Robinho cobra corner na esquerda, Ricardo Oliveira chuta, bola acerta bequeira e sai da área.

02 Dourado tromba com Werley na meialua e fica sem a bola.

03 MARCAÇÃO feroz. Três santistas cercam Henrique e recuperam a bola.

04 Robinho chuta de longe, bola sai à esquerda de Fábio.

05 Chiquinho cede corner, após disputa com Marquinhos. Cobrança dá em nada.

06 Geuvânio tenta cruzar da direita, Henrique desvia pra corner.

07 Willian cede novo corner na direita do ataque do Santos. Robinho cobra fechado, Werley comete falta em Fábio.

08 Werley machuca o nariz e recebe atendimento em campo.

09 Fabrício passa por dois, mas é desarmado por Renato na pontesquerda.

10 Marquinhos chuta de longe, bola sai quase na bandeira de corner.

11 Geuvânio recebe lançamento longo, corta pra dentro e chuta forte. Fábio encaixa.

12 Marquinhos passa a Farias que corta. Willian cabeceia, Vladimir defende, mas o bandeira Rodrigo Joia dá impedimento do Bigode.

13 Werley faz ligação direta, Willians corta.

14 Henrique desarma Lucas Lima, mas Arrascaeta sofre falta e a jogada não tem sequência.

15 Ricardo Oliveira tenta acionar Robinho, Manoel intercepta o passe. Cruzeiro ataca com Arrascaeta, bola fica com Vladimir.

16 Victor Ferraz cruza direita, Bruno Ribeiro se antecipa a Robinho e corta de cabeça.

17 Cruzeiro troca passes. Os times abandonaram a marcação adiantada e congestionam seus campos de defesa.

18 Henrique aciona Marquinhos, que cruza da direita. Werley corta de cabeça.

19 Lucas Lima derruba Henrique. Marquinhos cobra na direita, Deivid tira de cabeça.

20 MARCELO OLIVEIRA ainda não parou de gritar e cantar o jogo na beira do campo.

21 Willian cobra corner na esquerda, Vladimir defende pelo alto.

22 Chiquinho derruba Henrique na pontadestra. Willian Farias é desarmado após a cobrança.

23 Victor Ferraz passa por Fabrício e cruza da direita, Robinho aparece na corrida, mas cabeceia pra fora.

24 Willian Farias contundiu-se e vai sair.

25 Geuvânio cruza da direita, Manoel cede corner.

26 TROCA. Willian farias x Eurico.

27 BALIZA. Robinho cruza da esquerda, Werley cabeceia, bola bate no travessão e sai pela linha de fundo.

28 Manoel derruba Oliveira na meiuca.

28’30″ Arrascaeta desarma Lucas Lima parando ataque do Peixe.

29 Bruno Rodrigo, dentro da área celeste, desfaz jogada perigosa de Victor Ferraz.

30 Chiquinho passa por Eurico e cruza da linha de fundo, na pontesquerda. Ninguém aparece pra arrematar.

31 Cruzeiro está vulnerável nas laterais, principalmente na esquerda.

32 SE DOMINA, é rede! Fabrício cruza da esquerda, Marquinhos não consegue dominar a bola na área santista, Chiquinho fica com ela.

33 Willian Farias sentiu lesão na coxa direita.

34 Arrascaeta perde bola na meiuca, bola fica com Robinho, que é desarmado por Willians.

35 CANETA de Arrascaeta em Otávio na área santista.

35’30″ No contrataque, Robinho quase marca, mas Bruno Rodrigo desvia pra corner.

36 Troca de passes do Cruzeiro, Dourado engrossa e ataque celeste dá em nada.

37 Eurico cruza da direita, Deivid corta, na área santista.

38 Geuvânio comete falta em Fabrício na pontesquerda celeste. Jogo enrolado.

39 TÉCNICOS. Marcelo Fernandes, 44, completa 18 jogos no Santos; Marcelo Oliveira, 60, está chegando ao 165º no Cruzeiro.

40 Ricardo Oliveira dá uma canelada no nariz de Eurico, na área celeste.

41 Lucas Lima cobra corner na esquerda. Henrique corta.

42 Robinho dribla Willians e Fabrício dentro da área, na esquerda, mas sai com a bola pela linha de fundo.

43 FINALIZAÇÕES: Santos 9×0.

44 GOL. Geuvânio entorta Fabrício e chuta, do bico esquerdo da área celeste, de curva, por cobertura, bola entra no ângulo direito, sem chance pra Fábio. SANTOS 1×0.

45 DEFESAÇA. Robinho recebe de frente pro gol e enche o pé. Fábio espalma pra corner.

46 Outro corner. Robinho cobra fechado, Fábio defende.

47 FIM de 1º tempo.

NÚMEROS do 1ª tempo. Posse de bola: Cruzeiro, 55%. Finalizações: Santos 10×1. Passes errados: 14×14. Faltas cometidas: Santos 9×5.

INTERVALO

17h06 TROCA. Arrascaeta x Gabriel Xavier.

17h07 COMEÇA o 2º tempo. Santos dá a saída.

46 Marquinhos recebe lançamento na pontadestra, cai e sente dores no ombro.

47 Marquinhos sai de campo, jogo recomeça.

47’30″ Geuvânio e Victor Ferraz trabalham na pontadestra, cercados apenas por Fabrício.

48 Marquinhos volta ao jogo.

49 Marquinhos é derrubado por Lucas Otávio na entrada da área peixeira.

50 MALÍCIA. Marquinhos cobra falta, tirando a bola da barreira, pelo lado de fora. Goleiro voa e espalma no canto esquerdo.

51 Robinho cruza da direita, Henrique se antecipa a Geuvânio e corta.

52 FINALIZAÇÕES: Santos 10×2.

53 PERDEU. Robinho cruza direita, Geuvânio entra na corrida e embola com Eurico e Fábio, perdendo boa oportunidade marcar.

54 Lucas Lima derruba Eurico e perde boa chance de contratar.

55 Willians lança Marquinhos, Deivid Braz intercepta bola.

56 Victor Ferraz passa a Robinho, que é desarmado por Willians, na lateral da área celeste.

57 Willians tenta virar o jogo, da direita pra esquerda, mas a bola fica com a defesa do peixe.

58 Gabriel Xavier passa a Willian, que arremata mal, bola vai nas nuvens.

59 RODO. Lucas passa o rodo em Willian, Bassols não mostra o amarelo.

60 Lucas Lima aproveita erro de saída de bola, vai ao fundo e cruza. Oliveira cabeceia mal, pra fora.

61 QUASE PERFEITO. Marquinhos mata no peito bola vinda da esquerda e, sem deixar a redonda quicar, chuta forte. Bola sai tirando tinta no poste direito.

62 TROCA. Henrique Dourado x Joel.

62’30″ CAIO RIBEIRO, comentarista da Globo: “A leitura do Marcelo Oliveira foi perfeita. Henrique Dourado mal participou do jogo. Joel pode criar mais, é um jogador de movimentação. Ainda não apareceu, mas me agrada muito este estilo”.

63 AMARELO. Willians, por falta em Lucas Lima, parando contrataque.

64 Marquinhos passa a Eurico, que cruza da pontadestra. Deivid Braz cede corner.

65 AMARELO. Chiquinho, por pontapé sem bola em Gabriel Xavier.

66 Chiquinho ataca pela esquerda, Manoel corta pra corner.

67 Geuvânio cobra corner na esquerda, Deivid Braz cabeceia pra fora.

68 Fabrício tenta atacar pela esquerda, mas é cercado e perde a bola.

69 GABIGOL vem aí. Sinal de encrenca.

70 TROCA. Geuvânio x Gabriel.

71 Lucas Silva dá em Gabriel na pontadestra. Tiro de meta pro Cruzeiro.

71’30” BOMBARDEIO. Bolas cruzadas da direita e da esquerda sobre a área celeste. Gabriel e Robinho cabeceiam, mas não acertam o alvo.

72 AMARELO. Fabrício, por reclamação.

72’30″ Ricardo Oliveira entra na área do Peixe, ela esquerda, e cruza rasteiro. Bruno Rodrigo carrinha pra corner.

73 Marquinhos cruza direita, bola acerta Deivid Braz, cruzeirense pede pênalti, juiz manda seguir.

74 MILAGRE. Chiquinho cruza do fundo, Robinho enche o pé, Fabrício corta em cima da risca.

75 FINALIZAÇÕES: Santos 14×4.

76 INACREDITÁVEL. Lucas Lima põe Gabigol na cara do gol. O centroavante arremata, bola passa pela pequena área e sai rente ao poste direito.

77 Cruzeiro jogando mal, está no lucro com este placar mínimo.

78 HENRIQUE chuta do meidarrua, bola sai à direita do arco santista.

79 Lucas Otávio sente cãibras.

80 TROCA Lucas Otávio x Thiago Maia.

81 Willian recebe lançamento na pontesquerda, mas está impedido.

82 INACREDITÁVEL. Lucas Lima põe Gabriel na cara do gol. Eurico salva em cima da risca.

83 AMARELO. Bruno Rodrigo pisa no calcanhar de Chiquinho. Falta perigosa.

84 TROCA. Robinho x Elano.

85 Elano cobra falta, bola fica na barreira celeste.

86 EXPULSO. Juvenilson dos Santos, preparador físico do Cruzeiro, vai mais cedo pro chuveiro. Reclamação.

87 PERDEU. Marquinhos cruza da direita. Gabriel chega livre e dá um peixinho na pequena área santista, mas manda a bola pra linha de fundo.

88 Elano chuta, bola chega quicando, Fábio desvia pra corner. Elano cobra, Eurico manda a bola novamente pra corner. Elano volta a cobrar, desta vez, pra fora.

89 Marquinhso faz boa jogada pela direita, corta pra dentro e tenta tabela com Willian, que é desarmado por Deivid Braz.

90 Marquinhos cobra falta, Deivid Braz corta de cabeça, na área do Peixe.

91 Manoel corta na meialua. Na sequência, falta a favor do Cruzeiro.

92 Cruzeiro vai ao ataque aos trancos e barrancos e nada consegue.

93 AMARELO. Willian, por reclamação.

94 FIM de jogo. Cruzeiro jogou mal, foi inofensivo, e pode fechar a rodada segurando a lanterna.

MDJ => Marquinhos [20], Lucas Lima [10], Manoel [3], Fábio, Geuvânio [2], Eurico, Fabrício, Bassols [1].

RICARDO OLIVEIRA, centroavante do Santos: “O que deixamos contra o Avaí, buscamos aqui. Foi positivo um ponto lá, porque hoje somamos três aqui, quando fizemos uma belíssima partida contra o Cruzeiro”.

WILLIAN, meiatacante do Cruzeiro: “O time não foi muito bem, demos muitos espaços e eles criaram. Tiveram a oportunidade de fazer mais gols, enquanto nós tivemos poucas. Já perdemos duas no Brasileiro, depois fica difícil correr atrás”.

SANTOS 1×0 CRUZEIRO, domingo, 17mai15, 16h. TEMPO nublado, temperatura 28º, vento 8 Km/h, umidade 45%. LOCAL: Vila Belmiro (16 mil), Santos. MOTIVO: 2ª rodada Brasileiro 2015. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 7.246 pagantes, R$250.060, média R$35. ARBITRAGEM: Péricles Bassols, Rodrigo Henrique Correa e Rodrigo Pereira Joia, cariocas. AMARELOS: Chiquinho (S); Willians, Fabrício, Willian (C). GOL: Geuvânio, 44. SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Werley, David Braz e Chiquinho; Lucas Otávio (Thiago Maia) e Renato, Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel), Ricardo Oliveira e Robinho (Elano). T: Marcelo Fernandes. CRUZEIRO: Fábio; Willian Farias (Eurico), Manoel, Bruno Rodrigo e Fabrício; Willians e Henrique; Marquinhos, Arrascaeta (Gabriel Xavier) e Willian; Henrique Dourado (Joel). T: Marcelo Oliveira. HISTÓRICO: Foi o 70º Cruzeiro x Santos. O Cruzeiro venceu 24, empatou 20, perdeu 26; marcou 105 gols e levou 118. Pelo Brasileiro, foram 50 partidas. O Cruzeiro venceu 20, empatou 16, perdeu 20; marcou 80 gols e sofreu 86. Nas duas vezes em que decidiram um título brasileiro, o Cruzeiro levou a melhor. Em 1966, venceu por 6×2 no Mineirão e 3×2 no Pacaembu. Em 2003, colocou 13 pontos de frente sobre seu rival após vencer pro 3×0, no Mineirão, em uma espécie de final antecipada do primeiro Campeonato Brasileiro de pontos corridos. DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Campeonato Brasileiro: 55 participações em 59 campeonatos, 1.275 jogos, 560 vitórias, 342 empates, 373 derrotas, 1.898 gols marcados, 1.460 gols sofridos.