Arquivo da Categoria ‘Cruzeiro’

Fluminense x Cruzeiro: Pra quebrar o lacre

domingo, 22 de abril de 2018

CRUZEIRO contra Fluminense, neste 22abr18dom16h, no Maracanã, Rio de Janeiro, pela 2ª rodada Brasileiro 2018.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 1º, com 15.288 pontos; Fluminense é o 12º, com 10.926.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 17º, com 0 ponto; Fluminense, o 14º, com 0.

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Leo, Manoel, Egídio — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Rafinha — Sobis. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, França, Ezequiel, Dedé, Digão, Hermes, Bruno, Lucas, Mancuello, Arrascaeta, Sassá, Marques.

AUSENTES: Fred, Raniel (lesionados).

PENDURADOS: Ninguém.

ARBITRAGEM: Flavio Rodrigues de Souza, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP).

FLUMINENSE: Júlio César — Renato Chaves, Gum, Frazan — Gilberto, Richard, Ayirton —— Jadson, Sornoza — Pedro, MarcosJr. T: Abel Braga.

BANCO: G, Diogo L, Reginaldo B, L, V, Orejuela V, Matheus Alessandro M, Wellington Silva A, Peu A, Robinho A, Pablo Dyego.

AUSENTES: Ibañez, Calazans (lesionados).

PENDURADOS: Ninguém.

TRANSMISSÃO: Globo para RJ, SC, MG, ES, GO, TO, MS, MT, BA, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF, com Luís Roberto, Juninho Pernambucano, Bob Faria e Paulo César Oliveira. Premiere e Premiere Internacional, com Eduardo Moreno e Lédio Carmona.

TEMPO ensolarado, temperatura 27º, vento 08 Km/h, umidade 66%.

HISTÓRICO: 77 jogos. Cruzeiro venceu 25, empatou 19, perdeu 33, marcou 108 gols, levou 119. Pelos campeonatos brasileiros, desde 1959, foram 62 partidas. Cruzeiro venceu 23, empatou 17 e perdeu 22, marcou 87, sofreu 84 gols. Os dois clubes jamais decidiram uma competição entre si, mas chegaram próximos no Brasileiro 2010, no qual o Flu campeonouu com 2 pontos a mais que o Cruzeiro.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 62 campeonatos, 1.368 jogos, 594 vitórias, 366 empates, 408 derrotas, 2.007 gols marcados, 1.550 sofridos. Aproveitamento de 52%

Mano: “Voltamos pra competição”

sábado, 21 de abril de 2018

PITACOS acerca do UNIVERSIDAD DE CHILE 0x0 CRUZEIRO, neste 19abr18qui21h30, no Nacional, Santiago, pela 3ª rodada do Grupo 5 da Libertadores 2018:

MANO MENEZES: Mudei o posicionamento da equipe, fazendo duas linhas de quatro porqueo adversário joga em linha de três. Com dois atacantes de de movimentação mais soltos, tivemos dificuldade no início, com a equipe mandante tomando iniciativa. Aos poucos, fomos entrando no jogo, trabalhando a bola com tranquilidade. No 2º tempo, tivemos quatro boas chances de marcar e sair com a vitória. No 1º tempo, só levamos perigo com um chute do Lucas, mas a equipe se comportou bem. No momento que o jogo abriu, quando a LaU nos deu espaços pra construir jogadas ofensivas, não conseguimos definir, mas voltamos pra competição. Agora, vamos ter a oportunidade, na nossa casa, de nos igualar na tabela com eles. Precisamos fazer, lotar a Toca III e sermos fortes dentro de casa como tem acontecido. Hoje, se tivesse que haver um vencedor, teria de ser o Cruzeiro. Mesmo com uma maneira que não agrada todo mundo. Porém, quem entende de futebol, sabe que é necessário passar por estes processos de vez em quando. As escolhas precisam obedecer critérios difíceis, mas coerentes. Vou pedir ao torcedor pra confiar nas pessoas nas quais ele tem que realmente confiar.

THIAGO NEVES: O Reyes cortou na hora certa um lance de gol e o Sassá fez uma jogada boa e bateu cruzado E=em outra. Tivemos algumas oportunidades no 2º tempo para fazer o gol, mas não caprichamos. Valeu pela empenho, pela determinação. Quando não dá pra ganhar, não podemos perder. O time está de parabéns pelo empenho e pelo ponto conquistado.

MATHEUS CHAVES: Foi  o manobol de sempre, como era de se esperar. Pontos positivos: 1. Lucas Silva foi muito bem, dando ótima dinâmica ao meio de campo e fazendo boa dupla com Henrique; 2. A parceria Leo e Dedé encaixou e um cobre o outro constantemente; 3. Robinho pode ajudar mais vindo do banco pra meia hora final; 4. Respiramos por aparelhos, mas respiramos. Pontos negativos: 1. Edílson muito mal nos passes, quase comprometendo em vários momentos; 2. Neves de centroavante é um desperdício de talento e pulmão; 3. Sem eficácia na finalização, adeus classificação.

JOTA DIAS: Jogo chato. Não gosto de ver o Cruzeiro jogando por uma bola. Quando o Mano escala esse time com falso 9 já sabemos que gol só sairá na sorte.

ZULOOBAS: O Cruzeiro fez um jogo sólido, não correu muitos riscos, teve chances de marcar gol e não foi competente. Pelo menos, jogou futebol mais com a cara da competição

DOMÊNICO CLERICUZIO: Mano teve frieza e inteligência pra se manter na competição e trazer a decisão pro Brasil. Os imediatistas jamais entenderão. Mas na hora de comemorar os canecos, eles esquecem tudo e rosetam!

TONINHO ALMEIDA: Mano foi perfeito. Quando se joga contra três zagueiros, é necessário entrar com três atacantes velocistas e habilidosos, como Arrascaeta, Neves e Rafinha, que acabam segurando os alas adversários.

MATHEUS PENIDO: Este empate pode ter sido o primeiro passo pra classificação ou o penúltimo pra desclassificação.

SETELAGOAS: Vasco já era. Cruzeiro  ainda está vivo, mas tem que colocar a bola na casinha.

CLAUDINEI VILELA: Comentarista da Itatiaia disse que “Mano erra por nao escalar os atscantes q o Cruzeiro tem no elenco”… Vai ver querem Fred e Raniel jogando de muletas.

Cruzeiro contra Furacão

sexta-feira, 20 de abril de 2018

CRUZEIRO jogará contra o Paranaense nas oitavas de final da Copa do Brasil. Fosse hoje, o campeão mineiro estaria desclassificado. Perderia na intensidade.

Como será mais à frente o jogo, Mano poderá tirar algum coelho da cartola. Quem sabe arranjando um nove e ensinando o time a criar jogadas pra ele finalizar?

Os demais jogos serão Chape x Franga, Vasco x Bahia, Grêmio x Goiás, Corinthians x Vitória, Palmeiras x América, Flamengo x Ponte, Santos x Luverdense.

Da turma que está na Libertadores, o Cruzeiro foi o mais castigado pelo sorteio. Único que não é favorito na fase.

Lucas fez sua melhor partida desde que voltou

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Quem foi o melhor de UNIVERSIDAD DE CHILE 0x0 CRUZEIRO, neste 19abr18qui21h30, no Nacional, Santiago, pela 3ª rodada do Grupo 5 da Libertadores 2018?

TORCIDA CELESTE recebeu a delegação, fez vigília, apareceu na televisão, com seus cartazes e cantos, foi ao jogo, fez barulho e recebeu afagos do time e seu treinador no final. Melhor assim do que ficar resmungando, xingando e dando vexame nas redes.

FÁBIO salvou um gol, fez outras três defesas importantes, encaixando chutes frontais e deu tranquilidade ao time.

EDÍLSON começou animado, mas foi murchando com o passar do tempo. Errou passes, mas não prevaricou na marcação.

DEDÉ jogou com aquele vigor de vaca de exposição, sempre pronto para se impor fisicamente. Rebateu, cortou, limpou a área. Só não acertou muito os lançamentos, aqueles esticões tão ao gosto do torcedor das antigas, esse ser que se recusa a sair do barranco do campo de várzea.

LEO fez outra atuação quase perfeita. Com excepcional senso de colocação, não precisou de jogadas heroicas, foi sempre na base da precisão, a dita cirúrgica, no linguajar dos comentaristas de futebol.

EGÍDIO marcou bem demais e ainda encontrou tempo e espaço para algumas escaramuças ofensivas, com qualidade, sem as doideiras que o torcedor tanto estima.

HENRIQUE errou uma saída de bola no fim do jogo. Ligado na marcação em integral, deixou o apoio com Lucas. E a dupla funcionou bem, como em outros carnavais.

LUCAS jogou o fino. Com a bola no chão, sem carrinhos e porradas (a bem da verdade, deu uma dura no começo, levou o amarelo e seguiu adiante sem correr riscos), sem precipitações. Amainou o frenesi do time adversário tomando conta da bola. Foi dele o melhor chute do jogo, uma bola que carimbou o travessão. Tentou outro, mas a bola desviou na defesa. Saiu mais, cedo, supostamente, cansado.

RAFINHA trabalhou com afinco para fechar as laterais do campo, mas não conseguiu criar boas jogadas ofensivas.

NEVES não conseguiu ser atuante o tempo todos, mas quando recebeu a bola não a maltratou. Faltou, como quase sempre, aquele gás para importunar mais a defesa azulina local.

ARRASCAETA foi o autor da melhor jogada individual, ao tomar a bola de Echeverria e partir pra decidir o jogo (e que conseguiu) , algo raro no time celeste. Fez outras tentativas, sem sucesso, mas como d0 meio pra frente ninguém fez cócegas no adversário, acabou sendo destaque do time. 

MANCUELLO trabalhou na faixa esquerda, com boa vontade, marcando e ocupando espaços mais do que criando. Cansou e saiu mais cedo, sem ter dado ao torcedor o retorno em boas jogadas que justificasse toda a mobilização pela sua escalação.

CABRAL entrou na reta final do jogo para renovar o fôlego de um meio de campo desgastado pela luta contra a boa troca de passes e a velocidade do time adversário. Saiu-se bem.

SASSÁ entrou na parte final do jogo e deu trabalho à bequeira da LaU. Seu maior problema é jogar num time que se recusa a privilegiar o centroavante, daí ele ter de ficar esperto para se aproveitar das vacilações da defesa adversária, mais do que de boas jogadas criadas para ele.

ROBINHO entrou no fim e pensou antes em marcar do que em atacar.

MANO armou o time com duas linhas de quatro e sem centroavante, preocupado com os alas Matias e Monzón, que nem são grande coisa. Neutralizou-os, ao custo da pouca intensidade ofensiva. Mesmo assim, seu time chutou mais a gol -13×8- e criou melhores chances de gol -4×2-, embora com menor posse de bola -47%. No fim das contas, comemorou a volta à disputa. E não estava errado, pois uma derrota teria sido o fim do sonho de avançar às oitavas.

CRUZEIRO gastou mais energia cercando do que atacando o adversário, mas teve boas oportunidades para marcar um gol, sem ter sofrido tanto na defesa. Lucas foi destaque, seguido por Fábio, Leo, Dedé, Egídio, Henrique e Arrascaeta. E ninguém foi tão mal que mereça ser bombardeado nas redes.

UNIVERSIDAD teve mais entusiasmo do que inspiração. Começou com três beques, dois alas, dois atacantes e três volantes, trocando um beque por um meiatacante na reta final. Queria vencer, mas não sabia exatamente como. Ficou com um empate que lhe mantém em posição de se classificar. Pizarro tratou com carinho a bola, Soteldo e Araos foram dinâmicos na frente e até Pinilla jogou bem, até mesmo quando saiu da área para criar em vez de arrematar no terço final da partida. Os alas, que tanto medo metiam no Mano foram neutralizados e as jogadas para o centroavante foram poucas.

ÁRBITROS não mexeram no placar. O Juiz distribuiu cartões no começo e descansou depois, afinal, jogador pendurado joga mais na bola do que na canela do adversário.

LUCAS [[[26]]] Chiabi, Ccc, Bastos, Penido, Dias, Bitencourt, Viana, Velloso, Setelagoas, Anchieta, Vanda, Gesoco, Velame, Gil, Baros, Barreto, Dias, Renato, Danilo, Palmeira, King, Walterson, França, Romarol, Mari, Dudu —– FÁBIO [[[4]]] Morato, Wagner, Nem, Pedro —– DEDÉ [[[3]]] Dourado, Maury, Rossi —– ARRASCAETA [[[2]] Uol, Síndico —– RAFINHA [[[2]]] Diogo, Sá —– LEO [[[2]]] Klauss, Jottar —– HENRIQUE [[[1]]] Barnabé —– SASSÁ [[[1]]] Burian —– MANO [[[3]]] Rosan, Toninho, Domênico —– PIZARRO [[[1]]] Fox.

Universidad de Chile 0x0 Cruzeiro: Sem riscos

quinta-feira, 19 de abril de 2018

CRUZEIRO contra Universidad de Chile, neste 19abr18qui21h30, no Nacional (49 mil), Santiago, Chile, pela 3ª rodada do Grupo 5 da Libertadores 2018.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 4º, com 1 ponto; Universidad de Chile, a 2ª, com 4.

CRUZEIRO: Fábio, Edílson, Dedé, Leo, Egídio; Rafinha, Henrique, Lucas, Mancuello; Neves, Arrascaeta. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Romero, Manoel, Cabral, Robinho, Sassá, Sobis.

AUSENTES: Fred, Murilo, Raniel (lesionados).

PENDURADOS: Ninguém.

ARBITRAGEM: Victor Hugo Carrillo (Fifa), Jonny Max Bossio, Raul Lopez Cruz (Peru).

UNIVERSIDAD DE CHILE: Johnny Herrera — Christian Vilches, Rodrigo Echeverría, Contreras — Matías Rodríguez, Lorenzo Reyes, David Pizarro, Monzón — Angelo Araos, Mauricio Pinilla, Yeferson Soteldo. T: Angel Hoyos.

BANCO: De Paul G, Rafael Vaz B, Franz Schultz V, Felipe Seymour V, Lorenzetti M, Guerra A, Isaac Diaz A.

AUSENTE: Gonzalo Jara B, Beausejour L (lesionado).

PENDURADOS: Ninguém.

TRANSMISSÃO: Fox, com narração de Teo José, comentários de Edmundo Animal e Paulo Vinícius Coelho, reportagens de Ricardo Lay..

UNIVERSIDAD DE CHILE 0x0 CRUZEIRO, 19abr18qui21h30. TEMPO: céu limpo, temperatura 22º, vento 8 Km/h, umidade 35%. LOCAL: Nacional (49 mil), Santiago, Chile. MOTIVO: 3ª rodada, Grupo 5, Libertadores 2018. TRANSMISSÃO: Fox. PÚBLICO: 46.000. ARBITRAGEM: Victor Carrillo (Fifa), Jonny Bossio, Raul Lopez (Peru). AMARELOS: Lucas, Dedé, Vilches, Reyes. CRUZEIRO: Fábio, Edílson, Dedé, Leo, Egídio; Rafinha, Henrique, Lucas (Cabral), Mancuello (Robinho); Neves, Arrascaeta (Sassá). T: Mano Menezes. LAU: Johnny Herrera; Vilches, Echeverría, Contreras (Guerra); Rodríguez (Schultz), Reyes, Pizarro, Monzón; Araos, Pinilla, Soteldo. T: Angel Hoyos.

HISTÓRICO: 5 jogos, 4 vitórias do Cruzeiro, 1 empate, 10 gols Cruzeiro e 2 da Lau. Os dois clubes nunca decidiram um título jogando entre si.

Mano misterioso

quarta-feira, 18 de abril de 2018

MANO MENEZES vai mudar seu time, pra que ele se encaixe no jogo da Universidad de Chile:

  • Vamos jogar com uma equipe que tem uma característica bem definida. Joga com linha de três defensiva e avança os alas. Nós teremos que fazer pequenas alterações pra encaixar bem, não dar espaço pra esses jogadores  e também tirar o melhor da característica dos nossos jogadores. Foi isto que fizemos nos dois últimos treinos. O importante é que nossa equipe esteja confiante pra jogar da forma que  pensamos ser a mais correta.

Tá fácil assim de entender, porque eu traduzi do Manês pro Português. 

Fato é que alterações serão feitas. De tática, com certeza. De nomes, provavelmente. 

resta saber que time será escalado. O arguto leitor quer tentar a sorte e decifrar o enigma que Mano promete desvendar a apenas uma hora do início do jogo?

Termocéfalos já começaram a estragar o jogo

quarta-feira, 18 de abril de 2018

LaU foi derrotada no clássico com o Colo Colo por 3×1, E perdeu a liderança do Chinelão, ops! Chilenão.

Deu boloblô: seus jogadores brigaram o Valdivia, o que é compreensível, e entre si, o que é incompreensível.

A torcida escolheu o lateral, ex-pontesquerda, Bausejour pra judas e  queimou a camisa dele.

Por aqui, teve torcedor pedindo que os jogadores celestes honrem a alma de Roberto Batata no jogo de amanhã.

Tinha tudo pra ser apenas um jogo de futebol, mas os termocéfalos entrarem em cena com seu habitual dramalhão…

Semana 15: Estreia frustrante no Brasileiro

terça-feira, 17 de abril de 2018

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 15 de 2018, por MAURO FRANÇA:

SEGUNDA, 09ABR18. FOLGA do elenco. /// MANO alcançou a 10ª posição entre os  técnicos que mais dirigiram o time (137 J, 70 V, 40 E, 27 D, 61%). ///ARTHUR, centroavante do Ceará, interessa ao Cruzeiro, segundo  Marcelo Djian. /// PATRICK BREY, lateral esquerdo, contratado. /// RENATO KAYSER, meiaatacante, contratado. /// VITINHO, lateral e ponta direita de 18 nos,  renovou contrato por 5 anos e foi integrado ao elenco profissional. /// ANDRÉ LUIZ ARAÚJO, gerente de conteúdo, no Superesportes:  “Em 2016, o canal do Cruzeiro no Youtube tinha 22 mil inscritos. Ao final de 2017, 66 mil. Em 2018, em 3 meses, 40 mil, com 89% de crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Conseguimos isso com conteúdo diferenciado, que aproxima o torcedor do jogador e dos ídolos. O Cruzeiro não fala mais sobre ele em terceira pessoa, agora é primeira pessoa. Esse foi o primeiro passo. A área de conteúdo produz materiais pro torcedor, que é nossa alma. Eu já era consumidor dos produtos do Cruzeiro bem antes de vir pra cá. O site era uma angústia, com um tipo de conteúdo que os torcedores não aceitam, não é interativo, nem o visual. O que vamos fazer é um site novo, responsivo, que aceite as diversas plataformas, interativo, compartilhável em redes sociais. Teremos site em português e espanhol, porque é importante ser visto lá fora”. /// CRUZEIRO 2×0 RED BULL. Copa Nike Sub15, 1ª rodada, Jarinu, SP. Gols: Allan, Wesley. Ceuzeiro: Rodrigo; Danilo (Allan), Gabriel Pitter, Weverton, Kaiki; Victor Hugo, Henrique, Bruno Paulo (Vinícius Fernando), Kelvyn, Stênio (João Victor); Wesley. T: Lucas Batista.

TERÇA, 10ABR18. REAPRESENTAÇÃO: treino físico. Goleiros, Ezequiel, Romero, Murilo, Sobis, Raniel, Cabral e Brey ficaram na academia. /// DEDÉ renova contrato até Dez19. /// BREY, lateral esquerdo de 19 anos, apresentado na Toca II. /// DIGÃO sondado por Sport e Vitória. /// VICTOR LUIZ, lateral esquerdo,  será emprestado. /// CRUZEIRO 2×3 BAHIA. Copa Nike Sub15, 2ª rodada, Jarinu, SP. Gols: Wesley, Gabriel Pitter. Cruzeiro: Rodrigo; Danilo (Allan), Gabriel Pitter (João Victor), Weverton, Kaiki; Victor Hugo, Henrique, Bruno Paulo (Liedson), Kelvyn, Vinícius Fernando (Ezequiel); Wesley. T: Lucas Batista. /// TAUBATÉ FUNVIC 3×0 SADA CRUZEIRO (25/21, 25/22, 25/23). Superliga, 2º jogo semifinais, Abaeté, Taubaté. Cruzeiro: Uriarte, Evandro, Filipe, Leal, Simon, Isac, Serginho + Cachopa, Alemão, Rodriguinho. T: Mendez.

QUARTA, 11ABR18. TREINO técnico. /// MURILO fez fisioterapia em campo. Manoel, Ezequiel, Romero e Raniel ficaram na academia. /// DEDÉ assina novo contrato. /// KAYSER emprestado ao Goianiense. /// CRUZEIRO 1×2 VASCO. Copa Nike Sub15, 3ª rodada, Jarinu, SP. Gol: Wesley. Cruzeiro: Ezequiel; Gabriel Pitter, Weverton, Victor Hugo, Kaiki; Henrique (Danilo), Allan, Vinícius Fernando (Bruno Paulo), Kelvyn, Stênio; Wesley. T: Lucas Batista.

QUINTA, 12ABR18. COLETIVO. Titulares: Fábio; Edilson, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral; Robinho, Neves, Arrascaeta; Sobis. Reservas: Rafael; Vitinho, Digão, Manoel, Hermes; Lucas, Bruno; David, Mancuello, Marques; Sassá. /// JOGO contra o Sport passou pra 13mai, 11hs, no Independência, pois haverá show no Mineirão. /// CRUZEIRO 0x2 SÃO PAULO. Copa Nike Sub15, 4ª rodada, Jarinu, SP. Cruzeiro: Rodrigo; Danilo, Weverton, Kaiki, Liedson; Victor Hugo, Henrique (Allan), Bruno Paulo (Vinícius Fernando), Kelvyn, Stênio (João Victor); Wesley. T: Lucas Batista.

SEXTA, 13ABR18. TREINO recreativo no Mineirão, acompanhado por 200 sócios do futebol.  /// CAMISA DOIS lançada, com homenagem à Islândia, dentro do projeto All Nations da Umbro. /// DATAFOLHA revela que a torcida celeste é a 5ª maior do país, maior fora do eixo Rio-SP, e 4ª no Sudeste. /// CRUZEIRO 0x1 CORITIBA. Copa Nike Sub15, 5ª rodada, Jarinu, SP. Cruzeiro: Rodrigo; Danilo, Gabriel Pitter, Weverton, Kaiki; Victor Hugo (Henrique), Allan, Stênio (Liedson), Kelvyn, João Victor (Vinícius Fernando); Wesley. T: Lucas Batista. /// SADA CRUZEIRO 3×0 TAUBATÉ FUNVIC (25/20, 25/19, 25/17). Superliga, 3º jogo semifinais, Riacho, Contagem. Cruzeiro: Uriarte, Evandro, Filipe, Leal, Simon, Isac, Serginho + Cachopa, Alemão. T: Mendez

SÁBADO, 14ABR18. CRUZEIRO 0x1 GRÊMIO. Brasileiro, 1ª rodada, Mineirão, 15.446 pag, R$418.305. Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Leo, Egídio; Henrique, Cabral (Mancuello), Robinho (Marques), Neves, Arrascaeta; Sobis (Sassá). T: Mano Menezes. Grêmio: Grohe; Leo Moura, Paulo Miranda, Kannemann, Cortez; Maicon (Jailson), Arthur, Ramiro, Cícero, Everton (Michel); André (Bressan). T: Renato Portaluppi. /// MANO: “Tivemos dificuldades no 1º tempo, com poucos contrataques e o Grêmio controlou bem o jogo. No 2º, diminuímos um pouco a diferença, mas mesmo assim sofremos no meio campo, tomamos o gol da maneira que não era pra tomar e que deu condição pro adversário administrar. Com a expulsão a gente sufocou, mas sem organização, só no abafa. Quando se é dominado da forma que fomos, é porque faltou posicionamento, força, vigor, porque quando não se consegue de um jeito tem que tentar de outro. É preciso ter outros mecanismos, que não são os ideais, um tipo de solução que a gente não encontrou”. /// CRUZEIRO 4×1 ARAXÁ. Mineiro Sub20, 1ª rodada, Toca I. Gols: Rissi, Ronaldo, Cesinha, Alesson. CRUZEIRO: Braz; Lucas, Arthur (Monteiro), Rissi (Ronaldo), Santos; Edu (Zé Gabriel), Márcio, Cesinha, João Luiz (Alesson), Marcelo; Diego. /// CRUZEIRO IMPERADORES 81×0 POUSO ALEGRE GLADIADORES. Mineiro, 1ª rodada, Universidade Federal de Juiz de Fora.

DOMINGO, 15ABR18. ATLETISMO: Ivamar Oliveira venceu o Circuito Rifaina Run, em Rifaina/SP. Marcela Cordeiro venceu a 2ª Corrida Clube Comercial Runners de Cascavel.

Vigília pra libertar o time da lanterna

terça-feira, 17 de abril de 2018

CRUZEIRO é o lanterna do Grupo 5 da Libertadores, com o que não se conforma muitos de seus torcedores. Alguns culpam o Juiz, outros vão à luta pra libertar o time dessa prisão. 

Em Santiago, haverá vigília. Militantes azuis já embrenharam na selva da bebedeira e prometem se sacrificar perdendo noites de sono pra mostrar o quando amam o clube.

No momento, estão num bar do bairro Bella Vista, tomando cerveja, à espera da partida contra a Universidad de Chile, nesta quinta as 21h45, no Estádio Nacional.

Há vigílias e vigílias. Esta é de gente que tem propósitos virtuosos. Que apoia quem trabalha honestamente pra encher a sede do Barro Preto de troféus.

Um tecladista, por favor!

segunda-feira, 16 de abril de 2018

ADÍLSON não servia pra treinar o Cruzeiro, porque era pardal e, principalmente, porque não escalou o ídolo Sorin na final da Libertadores.

CUCA não prestava porque era depressivo. JOEL, por ser boleiro. MANCINI, porque não tinha nível de Cruzeiro.

ROTH era retranqueiro, MARCELO sempre perdia pras frangas, porque torcia pra elas. LUXEMBURGO está ultrapassado.

BENTO desconhecia o futebol brasileiro. DEIVID não passava de um estagiário. MANO é técnico só de mata-mata, não treina o time, não sabe substituir e cousa e lousa.

O Cruzeiro recisa é de um tecladista das redes sociais treinando seu time. Um time montado pra ser campeão mundial merece uma dessas sumidades do mundo virtual.