Arquivo da Categoria ‘Cornetagem’

A bola parada já não é mais aquela

sábado, 14 de março de 2015

Todo mundo tem reparado que o desmanche trouxe uma problema que o time celeste há tempos desconhecia, o da bola parada ofensiva.

Marcelo Oliveira também está encucado com o tema:

É interessante essa situação da bola parada. Continuamos tendo bons cabeceadores e treinamos muito, mas às vezes a bola está chegando muito baixa ou muito alta. Eu fico irritado, porque é muito simples jogar uma bola na área. Esse problema está criando dificuldades pro time. Podemos ter um aproveitamento melhor. Nosso time é envolvente e insinuante, o que gera mais faltas e escanteios. Por isto, precisamos de um aproveitamento melhor da bola parada, como aconteceu nos anos anteriores.

E vc, bastante técnico leitor, o que opina e recomenda?

Os cobradores estão pegando mal na bola? Qual seria o jeito certo?

Os cabeceadores é que estão saindo pouco do chão?

A jogada está manjada e precisa de variações?

Marombou?

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

O lutador brasileiro de MMA, Anderson Silva, submeteu-se a três exames antidoping, antes e depois da luta contra Nick Diaz. Um deles deu positivo.

Ele nega e diz que vai botar advogado. O médico brasileiro da organização UFC, contratante do lutador, confia em Anderson. Mas nada garante.

Sou tão desligado desse esporte que nem vi a luta da madrugada de domingo. Mas não acho que o lutador leva jeito de quem usa anabolizantes.

Pra me orientar no tema, conto com vc, caro leitor. Qual é seu palpite: o cara está ou não marombado?

Qual é o seu esquema de fé?

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Esquemas:

  • WM, dos mais velhos.
  • 4-2-4, do Santos de Pelé.
  • 4-3-3, do Zagalo.
  • 3-5-2, do Muricy.
  • 4-6, imaginado pelo Pé de Uva.
  • 4-3-1-2, do Adílson Batista
  • 4-2-3-1, do bicampeão brasileiro 13/14.
  • 0-10, do torcedor.

E vc, tático leitor, o que tem a dizer?

Qual é o seu esquema de fé e como escalaria o Cruzeiro nele?

Meu Cruzeiro jogaria com

  • Fábio, Leo Simões e Bruno Rodrigo; Mayke, Henrique e Pará; Judivan, Júlio Baptista, Leandro Damião, Arrascaeta e Willian. T: Matturi Fabbi.

Nomeie o novo Nove

sábado, 20 de dezembro de 2014

Só existe uma vaga no atual time do Cruzeiro, a de centroavante. E são cinco os candidatos a ocupá-la:

  • LEANDRO DAMIÃO, o preferito de GPT.
  • FRED, o escolhido pela maior parte da torcida.
  • HUGO RAGELLI, artilheiro da Base.
  • ANSELMO RAMON, retornado da China.
  • JOEL, camaronês recém contratado junto ao Londrina.

Eu escalaria Fred, mas não pelo salário de exceção que ele recebe da Unimed.

Lançaria Hugo Ragelloino Mineiro, pra saber se ele dá conta do recado.

Mas estou apostando em Joel, como a boa surpresa do ano.

E vc, técnico leitor?

Ele sabe a resposta, mas pergunta mesmo assim

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

CARPE DIEM pergunta:

  1. ROBINHO foi apresentado no Santos e deve estrear contra o Cruzeiro, no próximo domingo. Assusta?
  2. NILMAR e JONAS ficaram sem contrato esta semana e estão disponíveis no mercado da bola. Algum dos dois caberia no Cruzeiro?
  3. GOIÁS conseguiu efeito suspensivo contra a perda de 4 mandos de campo (um deles contra o Cruzeiro). Como o julgamento ocorrerá no princípio de setembro, é a Cocota que se “beneficiará” jogando em campo neutro contra o time esmeraldino. Faz diferença? É vantagem jogar fora do ótimo Serra Dourada?
  4. CBF anuncia convocação de 46 atletas para amistosos das seleções principal e olímpica. Times serão desfalcados. Alguém duvida que Mayke, Lucas Silva, Alisson, Dedé, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart estarão na super convocação, atrapalhando o Cruzeiro no Brasileirão e na Copa do Brasil? E será que os empresários estão felizes com a exposição que Dunga, Gallo e Gilmar oferecerão a seus atletas?
  5. MÚRCIA está rebaixado à 3ª divisão espanhola, por não pagar dívidas. BOTAFOGO também corre tal risco? E outros times mega endividados, como Fla, Vasco e Cocota?

Renato Faria, o Carpe Diem, 52, cruzeirense, professor e psicólogo behaviorista, nasceu em Belo Horizonte, mora em Teófilo Otoni.

Por que não podem?

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Redes sociais despejando toneladas de impropérios contra o trio Rinaldi / Bledorn-Verri / Gallo, que comandará as seleções da CBF.

Eles não podem? Cometeram crimes? Quais? Ainda vão cometer? Quais?

São cidadãos de segunda classe e, por isto, estão impedidos de assinar contrato com uma entidade, que, diga-se, é particular?

Sou tã0 burro, alienado, desinformado e incompetente como vidente que me obrigo a implorar orientações ao preclaro leitor.

Por que você não os quer trabalhando na CBF? Uma luz, por favor!

Bom dia, cornetas!

quinta-feira, 20 de março de 2014

Hoje tem decisão. O Cruzeiro tem que vencer o Defensor pra continuar na Libertadores. Simples assim.

  • Mayke deveria jogar ou, no mínimo, ficar no banco. Mas não foi convocado por Marcelo Oliveira. É jogo pros melhores e melhor do que ele não há no elenco celeste.
  • O público de ficar em torno de 40 mil. O que é perigoso. Torcedor brasileiro não paga pra ver futebol, antes compra ingresso pra ver a vitória de seu time e, se desconfia que ela não vem, mete a boca no trombone durante a partida.
  • Torcedor de ocasião é perigoso. O poder de convocatória da Máfia Azul fará falta. Com sua cantoria, ela carrega junto a galera. Deixar a manada sem comando é perigoso. Se o time não faz gol em 15 minutos, começa o zunzum e daí à vaia é um pulo.
  • Júlio Baptista exercerá a centroavância, mas não será um cone entre os beques. Haverá movimentação no ataque.
  • Caso Dedé se mande pro ataque, alguém terá de ficar na boqueira. Eu mandaria o Ceará fazer isto e escalaria Lucas Silva pra fechar o corredor da direita.

E as suas cornetadas, sapiente leitor?

Pergunte ao Gobbi

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Três corintianos que invadiram, quebraram, distribuíram gravatas e surrupiaram celulares no Centro de Treinamentos Joaquim Grava já estão presos.

O clube forneceu imagens do circuito interno de televisão, o Ministério Público formalizou a denúncia e a polícia paulista organizou a Operação Hoolligan.

Simples, direto e eficiente. Questão de definir o alvo e acertá-lo.

Aqui em Minas, proíbe-se o uso de símbolos do clube, impede-se a presença da organizada no estádio e cosméticos afins. Dá em nada. Quem faz baderna é o vândalo e é ele quem tem de ser posto fora de circulação.

GPT, dê um telefonema ao Gobbi, peça uns conselhos e faça a coisa certa. Por enquanto, vc está bailando em torno dos objetivos, nada mais do que isto.

É assim que se faz

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Todo mundo se indignou com o charivari entre vascaínos e atleticanos, na última rodada do Brasileiro.

As polícias de Santa Catarina e do Paraná fizeram melhor. Identificaram, caçaram e prenderam os marginais.

Hoje, completa um mês que 25 deles estão presos em Joinville.

Os advogados tentaram dezenas de habeas corpus, sem sucesso, pois os juízes tomaram o caso como exemplo pra outros vagabundos.

É assim que se faz.

Medidas demagógicas como as que tomou o Conselho Deliberativo do Cruzeiro -como proibir escudos nos trapos e camisas das organizadas- não resolvem nada.

Teria feito melhor o clube celeste se acompanhasse, como parte interessada, o desfecho da briga de organizadas que impediu a festa do tricampeonato.

O que aconteceu, por exemplo, com os 50 detidos nos arredores do Mineirão?

O que se dizia

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

O que a maioria da torcida celeste dizia no começo de 2013:

  1. O Mineirão vai quebrar o Cruzeiro.
  2. Marcelo Oliveira é atleticano.
  3. GPT é um banana.
  4. GPT não devia abrir a boca.
  5. Ricardo Goulart é um fracassado.
  6. Egídio é jogador pra Goiás.
  7. Dagoberto está bichado.
  8. Tinga é um idoso.
  9. Dedé é invenção da imprensa carioca.
  10. Nílton é só chutador, mais nada.
  11. Marcelo Oliveira não é estrategista.
  12. Com Fábio, o Cruzeiro nunca vai ganhar título de expressão.
  13. ZZP quer obrigar GPT a vender Montillo pra ficar com a grana.
  14. Alexandre Mattos não é diretor de futebol, é contratador.
  15. Everton Ribeiro não é jogador de time grande.

Quem não disse ao menos uma dessas frases, é porque estava no muro.

E neste começo de 2014, o que a maioria anda dizendo?

  1. Este ano, o Cruzeiro fatura o Mineiro, a Liberta, a Copa do Brasil, o Brasileiro e o Mundial, fácil, fácil.

Dá medo.