Arquivo da Categoria ‘Cornetagem’

Top 5: Êxitos do Mano

domingo, 10 de dezembro de 2017

JP ANCHIETA mandou esta lista:

  1. Recuperou Cabral, Hudson, Leo e Alisson.
  2. Montou uma defesa pouco vazada, mesmo com Ezequiel e Barbosa nas laterais.
  3. Levou Neves a ganhar uma Bola de Prata.
  4. Fez do menino Arrascaeta um adulto responsável, comprometido com a tática.
  5. Enquadrou taticamente o poderoso Grêmio.

E completou dizendo: “Mas nada disso deixa o torcedor feliz. Feliz mesmo, só fica quanto técnico faz o que ele quer”. 

Com a palavra o caro e crítico leitor do PHD.

Top 5 do desgosto profundo

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

O que mais me encheu o saco em 2017 (no futebol, por suposto):

  1. Calotes do Cruzeiro.
  2. Sucessão no Cruzeiro, com grana e conchavos vencendo ideias.
  3. Perseguição implacável do Mano ao Ábila.
  4. Heber Roberto Lopes não ter se aposentado.
  5. Rebaixamento do Avaí, time lutador e que apostou no técnico.

Teve mais, muito mais. Vou desfiando as mágoas nos comentários.

Por ora, só quero saber dos desgostos e mágoas, do caro leitor.

A cada dia, uma nova traminha

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

VICTOR LUIZ, lateral-esquerdo do Palmeiras emprestado ao Botafogo, é o novo alvo de Sá & Cia. Isto com Egídio recém-contratado e tendo Bryan e o Victor Luiz do Sub20 já no elenco. 

Precisa mesmo de tanta gente pra mesma beirada de campo? Às vezes, tenho a impressão de que os cartolas querem negociar, não importa quem, nem pra quê.  O negócio é negociar. 

E vc, atento leitor, que impressão tem desse transacionismo desenfreado? Sá ainda nem foi empossado e já se falou de Dudu, Rafinha, Pratto, Bruno, Victor, Carleto, Ricardo e o escambau! 

Enquanto isto, as frangas tentam Scarpa, um ótimo armador, sem se perder em especulações, nem conversa pra enganar torcedor trouxa. 

Reforços rodoviários

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

PRATTO é um paquiderme. Trocá-lo por Alisson, Arrascaeta, Manoel ou Elber é crime de lesa-clube. No máximo, por Rafael Marques. Pau a pau.

BEBEZÃO é brincadeira. Mano persegue Ábila e quer Bebezão? Só pode estar a fim de sacanear o clube e seus torcedores.

Sá disse que Itair é “homem da bola”. Entende muito de futebol. Fica, Gilvan! Volta, Vicintin! Ru, Itair! Vai pastar, Sá!

As escolhas de Mano

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

MIGUEL TOLENTINO

Pra formar o elenco de 2018, Mano terá que analisar melhor o mercado do que o fez em 2017.

A transição de 2016 para 2017 não foi brusca dada a manutenção da comissão técnica e uma das vantagens disto é quase sempre uma lista menor de reforços.

Mano Menezes em sua segunda passagem pelo Cruzeiro ao que se sabe não indicou muitos atletas, mas foi atendido quando resolveu observar o mercado.

O retorno de um velho conhecido e a contratação de alguns desconhecidos aconteceram por conta de pedidos dele.

Diogo Barbosa, um dos melhores da temporada pelo Cruzeiro, foi indicação dele. Fabrício, outro lateral-esquerdo, com quem Mano já tinha trabalhado em 2015, também voltou por opção do técnico.

Do Cruzeiro gaúcho veio o lateral-direito Lennon após ser observado pela comissão técnica.

Por fim, com a saída de Mayke (eleito por Mano um dos culpados pela eliminação na Sulamericana) chegou Rafael Marques, que recebeu muitos elogios do treinador, por supostamente desempenhar quatro funções em campo.

A ideia era ter Rafael Marques como alternativa de um primeiro homem mais móvel no ataque.

Ábila, por outro lado, embora eficiente, nunca contou com a simpatia do técnico.

Mano errou muito. Afora Barbosa, nenhum dos reforços foi titular. Nem mesmo reserva imediato.

Lennon não chegou a ser nem terceira opção, Fabrício foi repassado ao Paranaense e Marques não assumiu a vaga de Ábila.

As más escolhas desta temporada mostram o quanto Mano terá de melhorar o nível de suas observações, se quiser reforços úteis pra temporada 2018. Ainda mais nesse tempos de cofres vazios.

Mano, a solução bate à sua porta!

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

FÁBIO JR se oferece pra resolver o problema da camisa nove, que tanto esquenta a cabeça do mano: 

  • “Tenho muita vontade de encerrar a carreira no Cruzeiro, de ter a oportunidade de jogar pelo time, nem que seja mo Estadual. É um desejo meu. Tenho um carinho especial pelo clube, os torcedores me questionam porque não volto aos campos. Venho amadurecendo a ideia desde o ano passado. Disputei o Mineiro pelo Villa e precisei me afastar pra cuidar de coisas pessoais, mas nunca disse que havia encerrado a carreira. Tenho condições de jogar, falta só ter uma oportunidade”.

Como vc o receberia no mineirão –se é que vc pretende algum dia voltar ao estádio– caro torcedor celeste? Com vaia, aplauso ou indiferença? 

Eu entregaria o caso pro Zezé Perrella administrar. Depois que o Totti parou, a roma anda carente de um matador… Vai que cola novamente, né mesmo?

Sem etiqueta

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Destaques sem etiqueta nas séries A e B:

  • Rômulo A, JrDutra A, Douglas G, Apodi L, Fabruno B, Reinaldo L, Jandrei G, Carleto L, Wilson G, Jonathan L, Tiagoeleno B, Nino L, Victorluiz L, Gatito G, BrunoSilva V, Joaumpaulo M, Pimpão A, Scarpa M, Dourado A, Paulinho A, Jorginho M, LuizFernando M, Pacheco L, David A, Sá L, Edigar A, Jean G, ZeRafael M, Rômulo L, Cesar G, Airton L, Artur A, Cazeduardo A…

Algum deles pode ser útil  ao Cruzeiro?

O que há no mercado

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

DIOGO BARBOSA é perda técnica irreparável, posto que é o melhor da posição jogando no Brasil.

Mas foi passado nos cobres –poucos cobres, diga-se– e o time celeste precisará de reposição. 

Eis algumas opções: Egídio (Palmeiras), Pacheco (Goianiense), Carleto (Coritiba), Reinaldo (Chapecoense), Daniel Vançan (Ferroviária), Romário (Ceará), Victor Luiz (Botafogo), Victor Luiz (Cruzeiro), Pará (América).

  • Reinaldo é do Saumpaulo e deve voltar ao Morumbi.
  • Daniel Vançan é do Cruzeiro e está emprestado à Ferroviária. Vai disputar a final da Copa Paulista contra a Inter de Limeira. Está jogando bem, mas num torneio com menor grau de dificuldade do que o Brasileiro. Deveria ser testado no Mineiro.
  • Romário está na mira do Corinthians.
  • Carleto é experiente (28 anos) e tem feito o jogo preferido pelo Pacote, que é cruzar com qualidade. Estilo bastante diferente do Barbosa.
  • Egídio foi sacaneado e encostado no Palmeiras por responder a uma agressão verbal de um torcedor babaca, no aeroporto. 
  • Pará está no América, com desempenho razoável na Série B.
  • Victor Luiz Botafogo é do Palmeiras, que o quer de volta.
  • Victor Luiz, do Sub20 celeste, disputou o Mineiro pelo Democrata. está no time aspirante, com desempenho discreto.
  • Pacheco tem bons números no Brasileiro. Fez excelente campeonato. 

Agora, contratado leitor, o problema é seu. Contrate um deles. Mas diga como pretende pagar porque a fila de cobradores na Fifa já está grande. 

No seja mais um Gilvan, contrate com seriedade.

Gilvan rifou Barbosa

terça-feira, 14 de novembro de 2017

DIOGO BARBOSA, lateral-esquerdo, foi vendido por Gilvan Tavares, atual presidente do Cruzeiro, por R$4,3 milhões (25% dos direitos econômicos) para o Palmeiras.

Wagner Sá, futuro presidente, e Itair Machado, futuro vice de futebol, tentaram evitar, mas o Gilvan não quis saber de conversa.

Itair explicou: “Fizemos uma reunião com o Gilvan, à tarde, eu e o Wagner. Dissemos que tínhamos condições de cobrir a proposta e comprar o jogador. Ele preferiu vender pra pagar algumas coisas, salários…”.

Não conte com o torcedor pra pagar as compras

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

INTER, na Série B, tem média de 23 mil espectadores. Fortaleza, na C, 18 mil. Cruzeiro, na A, 16 mil. 

Média de público ridícula, calote a torto e a direito, técnico com salário de R$700 mil, auxiliar, levando R$140 mil, jogadores cedidos a outros clubes sugando R$700 mil por mês dos cofres e…

A torcida xingando o vendedor Zezé Perrella e sonhando com reforços milionários. Torcedor, pra ficar burro, tem que estudar muito ainda.