Arquivo da Categoria ‘Cornetagem’

Já tempos time?

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

A SETE DIAS da estreia no Mineiro, o torcedor celeste ainda não sabe que time verá em campo.

  1. Fábio
  2. Orejuela ou Edílson ou Weverton
  3. Manoel ou Cacá
  4. Leo
  5. Rafael Santos ou João Lucas ou Hermes
  6. Edu ou Ramon
  7. Adriano
  8. Cabral
  9. Rodriguinho ou Maurício
  10. Fred ou Sassá ou Popó
  11. Welinton ou Judivan

Alguém aposta no time que Adílson poderá escalar?

E a vaia? Qua será seu alvo, caro leitor?

Adílson pede a permanência de Ramon

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

ADÍLSON BATISTA pediu a permanencia do beque Ramon, ex-Vitória, contratado por Itair e Wagner (e não por Zezé, como dissseram algumas bestas).

O salário de R$180 mil (recebia R$35 mil no Vitória) irritou o Núcleo Diretivo, que tentou desfazer o negócio. André Cury, agente do atleta, contratacou tirando Ederson do clube celeste.

Parece, contudo, que se chegou a um acordo, alongando-se o tempo de contrato, com redução salarial e o rapaz deve ficar na Toca II.

Sobre ele opinou o jornalista Vitor Villar, do Correio . “Ramon nunca fez o tipo xerifão. Teve altos e baixos no Vitória. É um cara tímido, mas que tem técnica, podendo inclusive jogar de volante. Surgiu em 2015 e foi muito bem na Série B. Não é vigoroso, mas sabe antecipar e desarma bem”.

Marcello Góis, da Rádio Excelsior, completou: “Ramon tem potencial. Começou no Vitória em 2005, vindo do Bahia de Feira, clube formador muito organizado. Ajudou no acesso à Série A, em 2015. Teve altos e baixos, mas atuou com todos os treinadores. Jogou também como volante, mas é zagueiro de ofício. Tem velocidade e boa antecipação, mas precisa atuar ao lado de alguém mais firme. Vai ajudar o Cruzeiro na Série B, pois tem experiência na competição”.

Como, provavelmente, Adílson só contará com Weverton na lateral direita e Adriano e Cabral na volância, ele deverá ser aproveitado nestas posições até mais do que na bequeira, onde não há carência de jogadores.

O que não pode é o termocéfalo vaiá-lo por ele não jogar tanto quanto Dedé, Orejuela ou Ederson. Um pouco de chá de realidade não fará mal aos torcedores cruzeirenses, mesmo os mais aloprados.

O elenco pra 2020

domingo, 12 de janeiro de 2020

Adílson Batista ainda não tem o elenco fechado, nem sequer sabe o time que mandará a campo contra o Boa, dia 22Jan, na estreia do Mineiro. Por ora, a situação é a seguinte:

  • SAÍRAM: Rocha, Jadson, Henrique, Egídio, Ezequiel, Dodô, Joel.
  • NEGOCIAM: Fábio, Dedé, Cabral, Fred, Manoel.
  • PERMANECEM: Rafael, Leo, Cacá, Robinho, Santos, Vinícius, Eudes, Judivan.
  • LITIGANDO: Neves, Fabruno, Ederson, David.
  • INDEFINIDOS: Orejuela, Edílson, Sassá, Ramon.
  • PROMOVIDOS: Edu, Adriano, Marco Antônio, Maurício, Popó, Welinton, Caio, Jonathan, Paulo, Arthur, Pereira.
  • EMPRESTADOS: Michel, Marcelo.
  • CONTRATÁVEIS: Everton Felipe, Jonathan Gomez, Tréllez, Ralf.

Dá pra montar um bom time com este pessoal? O que esperar deste elenco no Mineiro, na Copa do Brasil e na Série B?

Pedro Lourenço pediu o chapéu

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

PEDRO LOUREÇO deixou a vice-presidência de futebol do Cruzeiro. Em reunião de cerca de duas horas com membros do Núcleo Dirigente Transitório, nesta quinta-feira, na Sede Administrativa do clube, o empresário comunicou a saída do Conselho Gestor.

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal O Tempo e confirmada pelo Superesportes. A reunião na Sede Administrativa do Cruzeiro começou por volta de 7h40 desta quinta. Estiveram no encontro com Pedro Lourenço o presidente interino do clube, Dalai Rocha, o presidente do Núcleo Dirigente Transitório, Saulo Fróes, e o diretor geral André Argolo.

A saída de Pedro Lourenço do Conselho Gestor ocorre quatro dias depois do desligamento de Vittorio Mediolli da função de CEO do Cruzeiro.

FONTE: Superesportes

Pingos nos is

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

FERNANDO ROCHA, filho do Dalai, foi às redes criticar a falta de inciativa dos notáveis na questão da arrecadação de fundos para o clube, em especial, na demora para o lançamento de um novo programa de sócio.

Já existe um programa de sócio. Torcedor que está mesmo a fim de contribuir, não precisa esperar por um novo, basta aderir o quest. aí.

Mas ele tem razão em cobrar agilidade. Não basta dizerem que todo o dinheiro que pinga nas contas é bloqueado pela Justiça.

Se isto for verdade, ninguém mais receberá salários no clube. Nem com atraso! Neste caso, só resta pedir licença à FMF e à CBF, e parar de competir, por algum tempo.

Enquanto o clube estiver fechado, vende-se todo o patrimônio, pagam-se as dívidas e prepara-se o recomeço da estaca zero. Com duas salas alugadas no Joaquim de Paula ou no Helena Passig, na Praça Sete, pra servirem de sede administrativa. Daqui a uns 5 anos, talvez.

Ou então, que se peça a ajuda aos cartolas do Botafogo, Mineiro, Vasco e Fluminense, cujos clubes permanecem na ativa, com dívidas até maiores do que as do Cruzeiro.

Os notáveis, ou falam pra cacete, como Medioli, ou não falam nada, como os demais. E o Dalai , que é apenas um poder moderador, só dá uns toques sutis, porque não pode falar.

Em meio a esse silêncio, grassam as fofocas, as desinformações e as previsões catastróficas. O que desestimula o torcedor que já não é lá muito aguerrido.

Alguém tem de falar, pô! Mesmo que seja pra dizer que não se sabe o que fazer.

What is your young dream team?

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

TERMOCÉFALOS fizeram carreira nas redes exigindo etiquetas e mandando as contas às favas.

Agora, subtamente convertidos à austeridade e à responsabilidade fiscal, querem um time só de jovens pra temporada de 2019.

Veteranos são um estorvo. O negócio é aproveitar a plêiade de talentos da base. Guinada espetacular!

Só tenho uma curiosidade: que time seria esse? Alguém poderia arriscar uma uma escalação?

Cruzeiro, laboratório da Lei Pelé

terça-feira, 31 de dezembro de 2019

AGENTE de Fabruno e Rafael surrupiou documentos do Cruzeiro, que estavam sobre a mesa de Vittorio Medioli. O CEO foi atrás do sujeito e recuperou os papéis na marra.

EMPRESÁRIO que faturou R$750 mil mediando desnecessariamente contratos no Cruzeiro foi chamado pela Polícia pra se explicar e prometeu devolver a grana.

POLÍCIA desconfia de lavagem de dinheiro e de rachadinhas de empresários com dirigentes do Cruzeiro. Investigação em curso.

DÍVIDA de R$700 milhões do Cruzeiro equivale aos gastos de cada uma das campanhas presidenciais da presidente Dilma. E é maior que a dívida da Avianca.

LEI PELÉ colocou agentes e empresários de atletas no palco do futebol brasileiro. O espetáculo ficou imensamente mais caro. A diferença é paga pelos torcedores, nos programas de sócios e na bilheteria. E mesmo assim a conta não fecha.

O cuco e o escorpião

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

NOTÁVEIS estão com o discurso afinadíssimo. A cada vez que o cuco canta, um deles repete:

  • Cruzeiro tá quebrado.
  • Cruzeiro deve R$700 milhões.
  • Jogadores terão de baixar salários ou procurar outros clubes.
  • Credores têm de esperar o clube se recuperar pra receber.
  • Elenco será reduzido.
  • Base tem de suprir as carências do time.
  • Clube vai demorar dez anos pra se recuperar.
  • Torcedor terá de ter muita paciência.

Tá certo, já entendemos a mensagem. Mas precisamos sonhar, ter esperanças, mesmo que de pés plantados no chão.

Então, chegou a hora de esboçar uma agenda positiva:

  • Com o anúncio de novo programa de sócio-torcedor.
  • Com um projeto pra fazer o Barro Preto gerar receitas.
  • Com uma renegociação de contrato com a Minas Arena em que as duas partes ganhem pouco, mas que tenham perspectivas de lucros maiores no futuro.

Está em cima da hora, mas o 02Jan, quando o clube completará 99 anos, ao menos com uma lista de intenções a torcida deveria ser brindada.

Chega de depressão! Vamos começar 2020 arregaçando as mangas, propondo ações positivas. O torcedor, se convocado, se alentado, com certeza vai tirar o escorpião do bolso.

Meu time pra esses tempos sombrios

sábado, 21 de dezembro de 2019

ADÍLSON BATISTA não vai durar muito. Será abatido pelos itatiaios e seus seguidores estúpidos.

Vão cobrar dele os milagres que não cobraram do ídolo Rogério Ceni, esse cara cheio de história no Cruzeiro.

Mas enquanto não for derrubado pelas gralhas e hienas, Adílson terá que mesclar veteranos e jovens pra tentar ao menos competir decentemente nesta quadra terrível da vida celeste.

E este é o time que eu sugiro a ele, levando-se em conta os inevitáveis expurgos e as irremediáveis perdas:

  • Fábio — Weverton, Dedé, Leo, Egídio — Henrique, Ederson — Maurício, Marco Antônio, Caio — Popó.

Ele certamente não acatará minha sugestão, pois prefere jogar com três volantes. Neste caso, é só trocar Caio por Cabral.

O Mineiro será uma boa plataforma pra se testar a capacidade física de Marco Antônio e a maturidade de Maurício e Popó.

No banco, Rafael, Eudes, Cacá, Edu, Rafael Santos, Adriano, Jadson Silva, Sassá, David, Thiago e outros garotos terão sua vez nos revezamentos ao longo dos jogos.

Alguém tem equipe melhor a sugerir?

Nomes

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

NOMES pra reconstrução do Cruzeiro: Pedro Lourenço, Emílio Brandi, Aquiles Diniz, Walter Cardinalli e Jarbas Matias. Fora, Sá, Lemos e Granata!

PS: Caso vcs não consigam comentar aqui, como eu tb não estou conseguindo, este post será replicado na minha página do Facebook (Jorge Angrisano Santana) e na página JAS Olímpico, tb no Facebook. Apareçam pra trocarmos ideias por lá, até que o blog volte a funcionar normalmente.