Arquivo da Categoria ‘Cornetagem’

Cruzeiro, Franga, governos, vírus

segunda-feira, 30 de março de 2020

irus

O VÍRUS CHINÊS e os brasileiros:

ESTAMOS TRABALHANDO há 15 dias sem derrotas.

CRUZEIRO negocia pagamento parcelado de suas dívidas com credores que obtiveram sentenças favoráveis na Fifa. A Cruzeiro mundial pode ajudar, pois se falir, o credor não recebe.

FRANGAS anunciam corte de 25% nos salários de atletas, treinadores e diretores, dev;ido à crise econômica provocada pelo corona.

MARCELO CRIVELLA, prefeito do Rio, afrouxa restrições ao com;erice e diz que a única vacina disponível para o corona ;e a infecção das pessoas fora dos grupos de risco. São elas que trarão barreiras para o avanço da epidemia.

BOLSANDO visitou as cidades satélites de Ceilândia, Sobradinho e Taguatinga, no Distrito Federal, pra conversar com pessoas simples. O que mais ouviu foram pedidos de autorização para trabalhar e para participar de cultos religiosos presenciais.

Dois estaduais em 2020, uma Havelange em 2021

sexta-feira, 20 de março de 2020

LUÍZ HENRIQUE MANDETTA, Ministro da Saúde, disse que o pico da gripe provocada pelo vírus chinês (ou por sua mutação italiana) deve ocorrer entre abril e maio. Depois haverá um decrécimo dos casos até agosto e, só daí em diante, o País começará a voltar à normalidade.

O futebol não vai escapar desse calendário. Por volta de agosto e setembro, terão de ser feitas pré-temporadas e não haverá tempo pra se disputar um Campeonato Brasileiro, evidentemente.

Minha proposta é declarar campeões estaduais os atuais líderes dos certames, promovendo outros entre setembro e dezembro. E, em 2021, realizar a segunda Copa João Havelange, com os times de todas as divisões, durante toda a temporada.

Com dois estaduais em 2020, todos os clubes retomarão suas atividades este ano e reduzirão seus prejuízos, sem terem que gastar muito com logística, nem desgastar os atletas, com jogos empilhados. Não vejo outra saída racional. Alguém vê?

Neocartolas, já vetustos, demitiram o técnico

domingo, 15 de março de 2020

ADÍLSON estava testando todo mundo, dando oportunidade a todos. O momento é pra isto mesmo. Seu único erro foi insistir com Everton Felipe, um cara que não acerta uma jogada sequer por jogos e jogos e, hoje, por medo de uma bolada, meteu um gol contra.

ADÍLSON precisava testar a garotada na qual o torcedor depositava muita confiaça. Torcedor que não a conhecia, obviamente. Se não escalasse os garotos, o técnico seria crucificado. Escalou, levou tinta e é crucificado do mesmo jeito.

(mais…)

Artilheiros fundamentais

sábado, 29 de fevereiro de 2020

ARTILHEIROS celestes do passado recente e do futuro:

RAMÓN ÁBILA participou de 60 partidas oficiais, jogando 3.245 minutos (36 jogos completos) e marcou 25 gols, 1 a cada 129 minutos.

MARCELO MORENO participou de 80 partidas oficiais, jogando 5.557 minutos (61 jogos completos) e marcou 39 gols, 1 a cada 142 minutos.

WELLINGTON PAULISTA participou de 137 partidas oficiais, jogando 9.418 minutos (104 jogos completos) e marcou 60 gols, 1 a cada 156 minutos.

Com qualquer um deles no time de 2019, o Cruzeiro teria se mantido na Série A.

Fred, que já marcou mais gols do que eles, estava no time, mas com outras obrigações além de centroavantar e sem bolas pra arrematar, então, não conta.

Times medíocres não podem prescindir de goleadores. Falso nov e é coisa pra times de ponta, times ricos, nos quais pululam craques.

Mas o torcedor mesa-redondistizado prefere o nehnhenhém dos palpiteiros do rádio e da teleivsão. Fazer o quê?

PESQUISA: Leonardo Anchieta, nascido em Beaux Champs, Picardia, France, é analista de desempenho e prosélito do ludopédio, marido da Gigi, pai da Beatriz e da Marina.

Vc continua cruzeirense?

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Algumas dúvidas sobre o momento do Cruzeiro:

  1. Fábio é o culpado pela deserção do Rafael?
  2. Roberson é uma contratação pior do que foi a do Rafael Marques?
  3. Vale a pena vender todo o patrimônio pra quitar a dívida do Cruzeiro?
  4. Por que vc ainda não se associou? Doze reais por mês é um preço exorbitante?
  5. Vc continua empolgado coma candidatura de Pedro Lourenço à presidência do Cruzeiro?
  6. As revelações devem continuar sendo vendidas pela primeira oferta que aparece?
  7. O Cruzeiro deve insistir em jogar pra dez mil pessoas no Mineirão?
  8. Qual foi a última vez que vc pagou ingresso pra assistir a um jogo do Cruzeiro?
  9. Que cidade da Série B vc retende visitar pra assistir a um jogo do Cruzeiro?
  10. Vc acompanhará a Série A em 2020? Vai torcer por qual time?

Já tempos time?

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

A SETE DIAS da estreia no Mineiro, o torcedor celeste ainda não sabe que time verá em campo.

  1. Fábio
  2. Orejuela ou Edílson ou Weverton
  3. Manoel ou Cacá
  4. Leo
  5. Rafael Santos ou João Lucas ou Hermes
  6. Edu ou Ramon
  7. Adriano
  8. Cabral
  9. Rodriguinho ou Maurício
  10. Fred ou Sassá ou Popó
  11. Welinton ou Judivan

Alguém aposta no time que Adílson poderá escalar?

E a vaia? Qua será seu alvo, caro leitor?

Adílson pede a permanência de Ramon

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

ADÍLSON BATISTA pediu a permanencia do beque Ramon, ex-Vitória, contratado por Itair e Wagner (e não por Zezé, como dissseram algumas bestas).

O salário de R$180 mil (recebia R$35 mil no Vitória) irritou o Núcleo Diretivo, que tentou desfazer o negócio. André Cury, agente do atleta, contratacou tirando Ederson do clube celeste.

Parece, contudo, que se chegou a um acordo, alongando-se o tempo de contrato, com redução salarial e o rapaz deve ficar na Toca II.

Sobre ele opinou o jornalista Vitor Villar, do Correio . “Ramon nunca fez o tipo xerifão. Teve altos e baixos no Vitória. É um cara tímido, mas que tem técnica, podendo inclusive jogar de volante. Surgiu em 2015 e foi muito bem na Série B. Não é vigoroso, mas sabe antecipar e desarma bem”.

Marcello Góis, da Rádio Excelsior, completou: “Ramon tem potencial. Começou no Vitória em 2005, vindo do Bahia de Feira, clube formador muito organizado. Ajudou no acesso à Série A, em 2015. Teve altos e baixos, mas atuou com todos os treinadores. Jogou também como volante, mas é zagueiro de ofício. Tem velocidade e boa antecipação, mas precisa atuar ao lado de alguém mais firme. Vai ajudar o Cruzeiro na Série B, pois tem experiência na competição”.

Como, provavelmente, Adílson só contará com Weverton na lateral direita e Adriano e Cabral na volância, ele deverá ser aproveitado nestas posições até mais do que na bequeira, onde não há carência de jogadores.

O que não pode é o termocéfalo vaiá-lo por ele não jogar tanto quanto Dedé, Orejuela ou Ederson. Um pouco de chá de realidade não fará mal aos torcedores cruzeirenses, mesmo os mais aloprados.

O elenco pra 2020

domingo, 12 de janeiro de 2020

Adílson Batista ainda não tem o elenco fechado, nem sequer sabe o time que mandará a campo contra o Boa, dia 22Jan, na estreia do Mineiro. Por ora, a situação é a seguinte:

  • SAÍRAM: Rocha, Jadson, Henrique, Egídio, Ezequiel, Dodô, Joel.
  • NEGOCIAM: Fábio, Dedé, Cabral, Fred, Manoel.
  • PERMANECEM: Rafael, Leo, Cacá, Robinho, Santos, Vinícius, Eudes, Judivan.
  • LITIGANDO: Neves, Fabruno, Ederson, David.
  • INDEFINIDOS: Orejuela, Edílson, Sassá, Ramon.
  • PROMOVIDOS: Edu, Adriano, Marco Antônio, Maurício, Popó, Welinton, Caio, Jonathan, Paulo, Arthur, Pereira.
  • EMPRESTADOS: Michel, Marcelo.
  • CONTRATÁVEIS: Everton Felipe, Jonathan Gomez, Tréllez, Ralf.

Dá pra montar um bom time com este pessoal? O que esperar deste elenco no Mineiro, na Copa do Brasil e na Série B?

Pedro Lourenço pediu o chapéu

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

PEDRO LOUREÇO deixou a vice-presidência de futebol do Cruzeiro. Em reunião de cerca de duas horas com membros do Núcleo Dirigente Transitório, nesta quinta-feira, na Sede Administrativa do clube, o empresário comunicou a saída do Conselho Gestor.

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal O Tempo e confirmada pelo Superesportes. A reunião na Sede Administrativa do Cruzeiro começou por volta de 7h40 desta quinta. Estiveram no encontro com Pedro Lourenço o presidente interino do clube, Dalai Rocha, o presidente do Núcleo Dirigente Transitório, Saulo Fróes, e o diretor geral André Argolo.

A saída de Pedro Lourenço do Conselho Gestor ocorre quatro dias depois do desligamento de Vittorio Mediolli da função de CEO do Cruzeiro.

FONTE: Superesportes

Pingos nos is

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

FERNANDO ROCHA, filho do Dalai, foi às redes criticar a falta de inciativa dos notáveis na questão da arrecadação de fundos para o clube, em especial, na demora para o lançamento de um novo programa de sócio.

Já existe um programa de sócio. Torcedor que está mesmo a fim de contribuir, não precisa esperar por um novo, basta aderir o quest. aí.

Mas ele tem razão em cobrar agilidade. Não basta dizerem que todo o dinheiro que pinga nas contas é bloqueado pela Justiça.

Se isto for verdade, ninguém mais receberá salários no clube. Nem com atraso! Neste caso, só resta pedir licença à FMF e à CBF, e parar de competir, por algum tempo.

Enquanto o clube estiver fechado, vende-se todo o patrimônio, pagam-se as dívidas e prepara-se o recomeço da estaca zero. Com duas salas alugadas no Joaquim de Paula ou no Helena Passig, na Praça Sete, pra servirem de sede administrativa. Daqui a uns 5 anos, talvez.

Ou então, que se peça a ajuda aos cartolas do Botafogo, Mineiro, Vasco e Fluminense, cujos clubes permanecem na ativa, com dívidas até maiores do que as do Cruzeiro.

Os notáveis, ou falam pra cacete, como Medioli, ou não falam nada, como os demais. E o Dalai , que é apenas um poder moderador, só dá uns toques sutis, porque não pode falar.

Em meio a esse silêncio, grassam as fofocas, as desinformações e as previsões catastróficas. O que desestimula o torcedor que já não é lá muito aguerrido.

Alguém tem de falar, pô! Mesmo que seja pra dizer que não se sabe o que fazer.