Arquivo da Categoria ‘Conversa Fiada’

Comparando elencos

domingo, 15 de outubro de 2017

LUIZITO DEL PLATA

Os elencos de 2003 e 2013, que dispunham de excelentes treinadores, acabaram ficando mais valorizados do que o atual grupo do Cruzeiro, vencedor da Copa do Brasil.

Pra aclarar, vamos comparar os três conjuntos, tendo como ponto de partida as formações de cada um em suas pré-temporadas.

1. Fabio-Rafael 2017 X Gomes-Fávaro 2003 X Fabio-Rafael 2013. MELHOR pra 2016. Quem era Gomes antes de 2003? Rafael em 2016 estava em grande fase! Em 2012, ninguém conhecia Rafael.

2. Ezequiel-Mayke 2017 X Maurinho-Maicon 2003 X Ceará-Mayke 2013. MELHOR pra 2003.

3. Leo-Murilo-Caicedo 2017 X Cris-Luisão 2003 X Brodrigo-Leo 2013. MELHOR pra 2003.

4. Manoel-Dedé 2017 X Dracena-Batatais 2003 X Paulão-Nirley 2013. MELHOR pra 2017. Quem era Dracena antes de 2003 e quem era Batatais? Paulão e Nirley são piadas.

5. Barbosa 2017 X Leandro 2003 X Egídio-Everton 2013. MELHOR foi o de 2017. Barbosa fez um bom Brasileiro pelo Botafogo em 2016, Leandro só jogou naquele time de 2003 e Egídio disputou a Série B pelo Goiás em 2012.

6. Romero-Herique 201 X Recife-Melo 2032 X Henrique-Uellinton 2013. MELHOR pra 2017. Tanto Romero, quanto Henrique terminaram 2016 jogando bem. Recife só jogou com Luxa. Henrique é bom, mas Uelliton é piada.

7. Cabral-Hudson 2017 X Wendel-Maldonado 2003 X Nilton-Lucas 2013. MELHOR pra 2017. Cabral terminou 2016 bem e Hudson era respeitado no Saumpaulo. Maldonado já era bom, mas Wendel surgiu por mérito do Luxa. Nilton já era bom, mas Lucas era da base e cresceu com Pacote.

8. Neves-Robinho 2017 X Alex-Martinez 2003 X Diego-Ribeiro 2013. MELHOR pra 2003. Alex esteve no Maior de Minas em 2001 e decepcionou! Em 2002, nem a diretoria, nem a torcida o queriam, mas luxa fez questão de ter seu talento. Neves e Robinho são melhores que Diego e Everton Ribeiro. Ribeiro não era nada antes de 2013.

9. Arrascaeta-Sobis 2017 X Aristizábal-Alex Dias 2003 X Dagoberto-Goulart de 2013. MELHOR pra 2017.  Sobis conquistou 2 Libertadores e foi ídolo no Inter. No Fluminense, conquistou um Brasileiro e foi ídolo. No Tigres, conquistou um Mexicano e foi ídolo. Sempre como atacante. No Maior de Minas, o Antiabila o obrigou a ser auxiliar de lateral e, aí, ele acabou. Arristizábal já era bom, mas Alex Dias era fraco. Dagol já era bom, mas Goulart era fraco ate cair naquele time de 2013.

10. Ábila 2017 X Deivid 2003 X Anselmo-Borges 2013. MELHOR pra 2017. Ábila, em 2016, até ser substituído por Bigode, estava fazendo um gol por jogo! Em 2002, Deivid fez 36 gols em 96 jogos pelo Corinthians…

11. Alisson-Elber 2017 X Marcelo-Mota 2003 X Alisson-Elber de 2013. MELHOR pra 2017. Marcelo Ramos era bom, mas Mota só jogou naquele time de 2003 (mérito de Luxa). Alisson e Elber de 2017 são melhores que Elber e Alisson de 2013.

Rachid

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

RIVER 8-0 WILSTERMAN. Bolivianos têm todo o direito de rachar a conta com as frangas.

Infiéis estão pagando seus pecados

terça-feira, 22 de agosto de 2017

INFIÉIS penando, hoje aqui na Terra, antecipando o que terão de enfrentar nos quintos dos infernos, no futuro. 

Ingressos pra amanhã estão praticamnte esgotados e o sistema está engasgando. Só tem roxo, que custa os olhos da cara.

Four de ases

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Não foi pênalti. Fábio chegou antes, não alcançou a bola e parou pra não cometer a falta. Diego Souza veio depois e trupicou no goleiro pra cavar o pênalti. Pressionado por ter desagradado a torcida um pouco antes, juiz mandou a bola pra cal e o jogo terminou 1×1.

Na mesarredonda do SporTV, Roger Flores elogiou a malandragem do atacante do Sport. Sérgio Xavier ficou uma arara, de vez que pra politicamente correto não se pode elogiar malandragens. Nem dentro das quatro linhas!

Imagino o Xavier jogando pôquer. Antes dos demais apostadores pingarem, ele adverte: “Atenção, companheiros, pensem bem, estou com um four de ases na mão!”

O pior time do país

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Aprendo muito com o torcedor cruzeirense das redes sociais. 

Tanto que recolhi algumas de suas avaliaçoes.

  • Fábio é cristão, velho, gordo e frangueiro.
  • Mayke só pensava na Europa.
  • Lennon não sabe marcar.
  • Ezequiel é bichado.
  • Leo é gordo.
  • Manoel ganha muito e joga pouco. 
  • Caicedo é baixote e ruim de bola.
  • Barbosa é irregular.
  • Bryan é tosco.
  • Fabrício deve ter empresário amigo do Mano.
  • Henrique é aéreo, não suja o calção e marca com os olhos.
  • Cabral é lento e não sabe marcar.
  • Elber é foguete molhado.
  • Alisson não sabe chutar.
  • Ábila não sabe jogar fora da área.
  • Neves é baladeiro.
  • Sobis não sabe fazer gols.
  • Rafinha só sabe marcar.
  • Arrascaeta é uruguaio sem raça.
  • Mano é retranqueiro. 

Por ora, salvam-se Rafael, Dedé, Hudson e Romero. 

E o torcedor dos teclados, o que é?

Alegações

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Torcida do Cruzeiro mandou e a diretoria demitiu (ou demitirá)…

Com as seguintes alegações:

  • PACOTE: atleticano; não sabe disputar mata-mata;
  • LUXA: ultrapassado;
  • DEIVID: estagiário;
  • BENTO: burro;
  • MANO: retranqueiro.

Quantos títulos a torcida comemorou após todas essas dispensas? 

Divertidas alucinações

quinta-feira, 11 de maio de 2017

DRAMALHÃO, uma necessidade. Torcedor gosta. Eu também aprecio.

Em cartaz:

  • Culpa do GPT, que se aliou ao Benecy e ao Valdir.
  • Time começou a tomar gols com a volta do Henrique.
  • Cruzeiro está pedindo pra ser rebaixado.
  • Leo foi culpado pela derrota, por conta da expulsão.
  • Culpa do Fábio, que exigiu titularidade.
  • O ambiente está ruim, segundo Hudson.
  • Arrascaeta é uruguaio sem raça.
  • Caicedo é ruim de bola, eu avisei.
  • Sobis sofreu contusão administrativa. Aí tem!!!
  • Não sou do tipo que morre abraçado com treinador de futebol.
  • Mano não é treinador prum tem do nível do Cruzeiro.
  • Ábila não tem técnica pra vestir a camisa celeste.
  • A nau está à deriva!

O nível está excelente. Vou continuar recebendo inscrições.

No fim do dia, a melhor o comentário mais dramático Dara direito e ingresso no setor roxo.

Caprichem!

Séries

sábado, 29 de abril de 2017

Pra relaxar antes do RapoCota:

  1. Alfa, Beta, ______, Delta e Épsilon.
  2. Barone, Mendes, Cruz, ______ e Oliveira.
  3. Felix, Carlos, ______, Wilson e Everaldo.
  4. Humberto, ______, Emílio, Ernesto e João.
  5. Guaicurus, Caetés, Tupinambás, Carijós e _____.
  6. Oscar, Marcel, Israel, Gerson e ______.
  7. Laimbeer, Edwards, Rodman, Dumars e ______.
  8. Jagger, Richards, Jones, ______ e Watts.
  9. Portela, ______, Salgueiro, Mangueira e Grande Rio.
  10. ______, Tombense, Uberlândia, Joinville e São Paulo.

Completem pra cada serie ficar perfeita.

O vencedor receberá um prêmio virtual.

Onde o futebol não tem vez

domingo, 26 de março de 2017

Algumas cidades brasileiras desprezam o futebol. Se lixam. Desmentem o verso “aqui é o pais do futebol”.

Estas, por exemplo:

  • VOLTA REDONDA. Se receber Brasil x Argentina, nåo põe mais de 5 mil pessoas no Raulino Oliveira. Nem o Flameno tem publico na Cidade do Aço.
  • BARRETOS é rica, mas sø gasta sua grana pra ver corrida de touro, jamais bola correndo.
  • POUSO ALEGRE montou um bom time hå tres decadas, revelou Nonato, construiu um estádio e mudou de assunto.
  • MONTES CLAROS detonou os históricos Casimiro e Ateneu, inventou outros dois, o Montes Claros e o Funorte, mas deixou-os de lado, migrando pro vølei.
  • PRESIDENTE PRUDENTE tem um grande estádio, mas nåo tem time.
  • SETE LAGOAS tem estadio pra servir times de fora, pois moeu os históricos Democrata, Bela Vista e Ideal. E nåo deu bola pro neøfito Minas Boca.
  • ITU tem um dos maiores estádios de SP, que está sempre vazio, mesmo tendo um time campeão estadual.

E a sua cidade, caro leitor, que importåncia då ao futebol?

Pequenos, mas com personalidade

domingo, 26 de fevereiro de 2017

É comum, no futebol brasileiro, clubes pequenos ou novatos adotarem nomes e uniformes dos grandes.

Temos pencas de flamengos, vascos, palmeiras, santos, américas, internacionais, grêmios e até Peñarol, Colo Colo, Boca Júnior e River Plate.

O escudo do Betinense é semelhante ao do Barcelona e o do Atlético do Espírito Santo, com a sigla CAI, idêntico ao do xará mineiro.

Mas também há clubes com personalidade, que adotaram nomes, uniformes, hinos e cantos de torcida bem peculiares.

Eis alguns deles:

  • LINENSE, com sua camisa de listras horizontais vermelhas e brancas.
  • XV PIRACICABA, com sua camisa de listras horizontais pretas e brancas e torcida que entoa músicas e gritos únicos, valorizando o forte sotaque citadino.
  • BANGU, o primeiro vermelho e branco e também o primeiro a ter jogadores negros e brancos em seu time.
  • UBERABA, com seu incomparável hino operístico, que não lembra o de nenhum outro clube brasileiro..
  • BOA, com seu nome esquisto, que homenageia a si mesmo, pois remete ao ancestral Boa Vontade, de Ituiutaba.
  • DEMOCRATA, o de Sete Lagoas, que inaugurou um nome.
  • MADUREIRA, que adotou o nome do bairro e se veste com camisas amarelas, azuis e vermelhas.
  • PRINCESA DO SOLIMÕES, que está se lixando pra brincadeiras homofóbicas.
  • GOYTACAZ, que só tem compromisso com a indiarada de sua região.
  • TUPYNAMBÁS, o tradicional Baeta, de Juiz de Fora, que está ressurgindo das cinzas, com seu inegociável Y.
  • CORITIBA, que não acompanhou a mudança do CO pra CU do nome de sua cidade.
  • GALÍCIA, de Salvador, fiel a suas origens galegas.

Tem mais, muitos mais, mas vou deixar a pesquisa por conta dos leitores.