Arquivo da Categoria ‘Conversa Fiada’

Corações divididos

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Num esforço de pesquisa, o PHD descobriu o segundo time de cada comentarista do blog. Confiram: 

  • Romarol (Peñarol), Franca (Francana), Setelagoas (Bela Vista), Polaco (Legya), Zuloobas (Zulia), Chaves (Chaves), Velloso (Velo), Barros (Barroso), Mariana (Resende), Frede (Frederiquense), Celeste (Napoli), Arreguy (Estrela Vermelha), Tato (Tottenham), Vilela (Vila), Penido (Avenida), Braga (Bragantino), Beth (Bétis), Clemenceau (Pescara), Sobrinho (Sobradinho), Raher (Fazenda), Galvão (Galvez), Luizito (Carabobo).

Nenhuma segundo time desses cruzeirenses foi escolhido ao léu. Todos têm alguma afinidade com o torcedor. 

Pronto, escalei!

quarta-feira, 25 de abril de 2018

MANO enseba demais pra anunciar o time. Não vou esperar. Aqui vai minha escalação: 

  • Fábio — Edílson, Dedé, Leo, Barbosa — Henrique, Cabral —  Rafinha, Arrascaeta, Alisson — Ábila. 

E a Libertadores come solta.

Ontem, Santos 2×0 Estudiantes. Hoje, Tucumán 3×0 Strongest, Nacional 4×0 Garcilaso, Boca 0x2 Palmeiras, Santa Fé 0x0 Flamengo.

Maioria dos jogos nada vibrante. O que se vê é uma profusão de táticas e estratégias a la Mano.

Russos querem salvar a F1

sábado, 7 de abril de 2018

FÓRMULA UM sem grid girls é farsa! A Federação Internacional de Autombilismo tem de ser resgatada das mãos dos ideólogos de gênero, das patrulhas feministas e dos policiais do politicamente correto.

Por que essa violência gratuita contra as mulheres bonitas nas corridas de carro? O que elas fizeram pra merecer tanto ódio dos viadinhos ditadores de regras de comportamento?

Por sorte, os russos, que não são chegados a essa palhaçada que está tornando os ocidentais um bando de maricóns, não aceitaram enfeiar o esporte e vão convocar as meninas pra corrida deles.

Vc, caro leitor, vai torcer o nariz com a volta das garotas ou vai se aboletar n sofá com um latão de cerveja gelada pra acompanhar os bastidores da corrida cheios de vida e de beleza?

Nem o Ford de Bigode

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

PALIO nasceu, trabalhou durante 22 anos e se aposentou sem ver um bicampeonato das frangas. O Corolla, que já completou 50 anos no batente, mas se recusa a parar, também não viu. Acho que nem o Ford de Bigode viu.

Também não viram Fluminense e Botafogo conquistarem a Libertadores. Cruzeiro e Palmeiras faturarem o Mundial. Ponte Preta dar volta olímpica. São Paulo levantar a Copa do Brasil. Botafogo e Palmeiras abiscoitarem Copinha. Muito menos o  Valeriodoce campeonar em Minas.

De fato…

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Borja custou R$33 milhões, Diegossouza, R$10,5 milhões, Dourado, R$11 milhões e, agora, Bebezão, R$12 milhões.

Conclusão do meu amigo Rogério Bastos: “Fred tá ficando cada dia mais barato!”. 

E num é que é? 

Pela volta dos pelés, garrinchas e tostões

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Esta será uma longa e insossa semana. Vamos, então, conversar fiado.

O Cruzeiro tem dois jovens na base cujos nomes homenageiam Riquelme. São o Riquelmy e o Riquelmo.

As frangas acabam de lançar um Alerrandro. Assim mesmo, com dois erres.

O São Paulo tem um beque Sub20 que atende pelo nome de Walce. Alguma dúvida de que, em sendo promovido aos profissionais, será chamado de “O Alce” pelos torcedores rivais?

O Boca tem um beque chamado Pinola. Vai ver no Serro, Sete Lagoas ou Itauna também gente com esse nome. Provavelmente, uma doceira gorda que atende por Dona Pinola.

Caraglio e Pusseto é uma dupla de boleiros argentinos que jamais se encaixaria num time brasileiro.

Por estes e outros, sou favorável à volta dos apelidos. Já fui contra, mas pais e mães de jogadores me convenceram do contrário.

Sócio-camisa, uma nova modalidade

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Cruzeiro e Umbro lançarão uma nova camisa do Cabuloso em fevereiro.  Mais uma! Estão lançando camisa nova a cada 4 meses. 

O colecionador compra e lota todos os armários da casa. Até o dia em que sua patroa dá um ultimato: “Ou eu ou elas!”.  

O melhor seria o cidadão que não vai a campo, nem se associa, comprar a camisa pra crianças em situação de risco: sobrinhos, netos e filhos de amigos que estão com um pé no galinheiro.

Teríamos assim, o sócio-camisa, o cara que contribuiria comprando a azul-estrelada e mais nada. Vc se associria nesta modalidade, Economista?

Conosco ninguém pode?

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

ENQUETE do Superesportes:

Depois das ações no mercado, qual clube é o favorito na Libertadores?

  • Cruzeiro, 77% —– Boca, 8% —– Palmeiras, 5% —– River, Grêmio, 2% —– Chape, Medellín, Corintiãs, Vasco, Flamengo, 1%.

Pergunto ao caro leitor:

  • O Cruzeiro é mesmo o favoritaço?
  • Se (que nem Deus tal permita) nosso favoritismo não se confirmar, quem abiscoita o caneco?

PS: Evandro fica dispensado da habitual xaropada de explicar que enquete não é pesquisa, de que enquete não é coisa séria e besteiras afins.

O pândego já escalou o time

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

TORCEDOR celeste escolheu o time ideal do cabuloso pra 2018, em enquete do Superesportes: 

  • Fábio — Edílson, Dedé, Murilo, Egídio — Henrique, Bruno — Arrascaeta, Neves, David — Fred. 

O fanático não se importa com o fato de um dos caras ter que entrar de muleta em campo. 

E confia plenamente no David, que até uma semana atrás desconhecia.

Mais do que fanfarrão, o torcedor é pândego.

Top 5: O que deu certo no Futebras 2017

sábado, 30 de dezembro de 2017

Isto funcionou no futebras em 2017:

  • CORINTHIANS, que conquistou os dois campeonatos mais difíceis disputados por times brasileiros, o Paulista e o Brasileiro. Sem rasgar dinheiro, só com inteligência e paciência.
  • MINEIRÃO, que ofereceu condições perfeitas pra se jogar e assistir futebol e não registrou cenas lamentáveis. Cada vez mais, o melhor estádio do Brasil.
  • CHAPECOENSE, que conseguiu se reerguer das cinzas e terminou a temporada com o título estadual, vaga na Libertadores e o 6º lugar em curtidas nas redes.
  • TORCIDA do Paraná, que empurrou seu time na volta à Série A, com muita vibração. Em seu ponto mais alto, quebrou o recorde de público da Baixada no 1×0 sobre o Inter, pela Série B.
  • NOVO HAMBURGO, que passou por cima de Grêmio e Inter e conquistou o Gaúcho. Foi o campeão, dentre os times brasileiros, com a melhor relação entre custo e benefício.

Algo mais, caro leitor? Gilvan? Pratto? Crefisa? Grêmio? Coelho? Seleção? Diz aí, sou todo olhos e ouvidos. Mas justifique suas escolhas.