Arquivo da Categoria ‘Comentários’

Deivid: “Sem tempo, só pude treinar defesa e volantes”

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

PITACOS  de blogueiros e protagonistas acerca do PONTE PRETA 1×2 CRUZEIRO, no Moisés Lucarelli, Campinas, quarta-feira, 02set15, pela 22ª rodada do Brasileiro 2015.

DEIVID, técnico do Cruzeiro: Não tive muito tempo, só pude treinar a linha de quatro e os três volantes. Sabia que a Ponte gostava muito de jogar pelos lados. Centralizei o Henrique e puxei o Willians pelo lado. Acho que deu tudo certo. Estão todos de parabéns pela vitória. O Mano me deixou bem à vontade pra comandar a equipe e isso foi muito importante. A equipe estava com um peso muito grande, porque vinha de dois anos de conquistas, dois anos em que não passava pela situação de estar próxima da zona de rebaixamento. Agradeço ao torcedor, que nos incentivou no domingo, apesar da derrota. Acho que nada mais justo do que ajudar o clube em que tenho uma história, sempre me apoiou, sempre teve bastante carinho comigo.

VINÍCIUS ARAÚJO, centroavante do Cruzeiro: A gente quer ajudar o Cruzeiro de qualquer maneira. O Deivid falou pra eu entrar e fazer o gol. Não o decepcionei. Tive outras chances e o Lomba defendeu. Tenho Deus comigo, e graças a ele fui feliz. Primeiramente, queria agradecer a Deus e depois a meus companheiros, pois vinhamos lutando todo dia e treinando firme, mas infelizmente a vitória não vinha acontecendo. Com essa vitória, podemos mostrar à torcida que estamos lutando firme e ela pode comparecer ao estádio, pois estamos brigando e vamos tirar o Cruzeiro dessa situação.

SÉRGIO LUIZ, no PHD: Deivid sabedor que o adversário carrega bastante o seu jogo pelos flancos acertou ao colocar Allano para segurar o lateral e teve estrela ao colocar Vinícius Aaraújo, só vacilou ao voltar com Ariel Cabral. No momento, o gringo só tem fôlego pra um tempo.

FLÁVIO CARNEIRO, no PHD: O pênalti no Borges de fato foi claro, num erro infantil do Manoel que deixou ele tomar a frente no lance, mas o impedimento foi um lance muito difícil de ver, principalmente porque o defensor do Cruzeiro que dava condições (o pé dele) estava encoberto pelo próprio Borges. Nós também tivemos um pênalti a favor não assinalado!

HENDRIX, no PHD: Allano fez um excepcional 1º tempo, mas sumiu no 2º preocupado com o amarelo. Cabral foi muito bem, mas caiu pela falta de ritmo e condicionamento também. Pelo dois tempos regulares elejo Pará o melhor do jogo.

Cruzeiro vs Bayern, muito além da picuinha

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Dando sequência à série de sobre as maiores partidas dos 50 anos do Mineirão, o GloboEsporte abordou, hoje, o CRUZEIRO 0x0 BAYERN, jogo de volta da final do Mundial de Clubes de 1976. 

Depoimentos equilibrados, com boas análises e recordações interessantes de Wilson Piazza, Raul Guilherme Plassmann, Nelinho e do jornalista Antônio Melane.

Dirceu Lopes abordou o episódio da discussão sobre a premiação, ocorrido no dia do jogo, envolvendo Felício Brandi, Carmine Furletti e os atletas. 

O Princípe derrapou atribuindo ao episódio a perda do título. Suprema bobagem, sem respaldo dos demais depoentes. 

Eu vi. Mais de 130 mil pessoas viram in loco. Foi um jogo tremendo. O Cruzeiro não deu conta de vencer porque o adversário era fantástico. 

Foi um noite histórica, em que a torcida, reconhecendo o espetáculo, aplaudiu ao final. Mesmo sem o título. Precisamos aprender a perder sem recorrer a picuinhas pra justificar as derrotas.

Nessa Dirceu Lopes se apequenou. Desnecessariamente. Ao contrário do cada vez mais sábio Wilson da Silva Piazza.

Carneiro: “Foi bom GPT ter falado”

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Flávio Carneiro comentou a turbulência:

Foi bom que o GPT tenha dado coletiva. Ele precisava aparecer. Ninguém tem dúvida que ele é um abnegado ao clube e uma pessoa de bem, mas ele precisa reconhecer os graves erros cometidos este ano pra não repeti-los. Ficar colocando a culpa na imprensa e no comportamento de parte da torcida não ajuda. 

A demissão do Luxa e do Tinoco pode trazer um pouco de paz ao time, mas pra que essa paz permaneça será fundamental um bom resultado contra a Ponte. Os dois próximos jogos são fundamentais pro nosso futuro, principalmente porque são contra 2 adversários diretos na luta contra o rebaixamento. Agora é hora da torcida voltar a campo e apoiar, como fez no domingo. 

Com relação ao treinador, acho que o Mano pode ser a melhor opção de momento, apesar de eu não ser um fã do trabalho dele. Nesse momento precisamos de um treinador que tenha credibilidade entre os jogadores, por isso um treinador jovem e com pouca bagagem pode não ser o ideal agora. Adílson Batista, infelizmente, será um risco grande em função dos resultados recentes dele.

Concordo quanto à entrevista do presidente. Torcedor, crianção que é, perde o rumo por qualquer coisa e precisa de um pai sempre presente.

O resto só os jogadores podem resolver. Pra isto precisam ser mais adultos do que são. Não importa quem seja o técnico, importante é que os atletas tenham força anímica pra superar seus limites atuais.

No momento, do jeito que a coisa vai, nem Guardiola resolve. Negócio é a torcida tomar ansiolítico e jogador, antidepressivo.

Quem aproveitaria a crise pra se criar?

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Luxemburgo sempre foi sonho de consumo de GPT, que além de admirador se julga muito amigo do técnico. Pior, acredita que a recíproca é verdadeira.

Marcelo Oliveira só não caiu antes porque os resultados não autorizavam o presidente a cometer tal sandice.

Luxa vai continuar até o limite da insustentabilidade. Até o fim do ano, por exemplo, se o time se distanciar da zona de rebaixamento. Ou até 2016, se conseguir boa reação.

E se as coisas ficarem insustentáveis, de imediato, quem viria?

Meu candidato, escusado dizer é o Aderbal Lana, atualizado como a maioria dos comentaristas do PHD. Não complica, não inventa, não sai do trivial variado. E é carismático.

Mas de tamanha ousadia, GPT não dá conta. Aí, começa a enxurrada de nomes.O principal, a julgar pelos comentaristas do PHD, é Adílson Batista.

Sou contra. Como era contra a volta de Alex e Luxa. Como sou contra a volta de ZZP. Novas ideias são essenciais.

Adílson Batista já entrou na história por seus feitos como jogador e técnico. Sua volta só traria problemas.

Já imaginaram o time correr atrás da Série A 2015, com a Itatiaia, o Raher, o Dylan, o Carpedim e tantos outros mordendo seu calcanhar, por conta de ódio ao AB?

Melhor não. Nem ele, nem qualquer etiquetona. Tem uns caboclos mais novos, descansados, com mais futuro e dispostos a aproveitar essa grande chance que a crise celeste oferece.

Mente diabólica

sábado, 29 de agosto de 2015

Há vários dias, o comentarista Jotta R tenta emplacar isto no PHD:

Gilvan Tavares é a semente que Zezé Perrella fez questão de plantar em seu lugar. Raposa velha que só ele, Zezé jamais deixaria como seu sucessor alguém competente. Pelo menos não no quesito futebolístico.

Vitorioso demais e vaidoso em mesma valia, Zezé poderia até sair, mas com uma carta brilhante na manga. Ele estava puto da vida com a torcida em seu final de mandato (2011), porque ele vivia o mandando às favas (diga-se de passagem, com razão). Para seu único bem, ele bolou um plano astuto: “Deixarei em meu lugar um apaixonado pelo clube, mas que não entende patavina do riscado. Enfraqueço a diretoria (vide demissão no mínimo estranha do diretor de futebol Eduardo Maluf, até hoje, um dos profissionais mais respeitados e valorizados no mercado). Coloco em seu lugar um “excepcional empresário” de banda de pagode (Dimas Fonseca) e tá tudo certo!

Em 2012 o Cruzeiro cai pra série B e a torcida rural vai me pedir que volte, me carregando nos ombros e perdoando todos os meus desmandos e enriquecimento às custas do tráfico de influências que me beneficiaram durante a “Dinastia Perrella”. aParecia perfeito! Perfeito até demais! O azar de Zezé foi que DIimas, ameaçado pela torcida celeste, roeu a corda e sumiu do mapa para não virar estatística policial. Azar de uns, sorte de outros!!!

E, por sorte, aconselhado pela turma da peteca do Barro Preto, Gilvan, “a semente de Zezé”, foi instruído a buscar um aspirante a diretor junto ao primo mais pobre das Gerais. Um rapaz que trabalhara no América Mineiro e já se destacava como grande promessa no ramo, cruzeirense, que por tantas vezes foi visto nas arquibancadas do Mineirão cantando hinos de consagração celestes. Seu nome? Alexandre Mattos. E ele foi o grande responsável por, mesmo que indiretamente, avacalhar os planos de Zezé ao reconduzir o Cruzeiro à trilha de conquistas. Esse profissional conseguiu, além de tantos outros feitos (bicampeonato brasileiro), alavancar o nome do despreparado que Perrella elegeu!!!

Putz! Deve ter exclamado Perrella. E agora? Como hei de retornar? Calma, Zezé! Afinal, a semente que você plantou, pode não ter germinado da forma como planejou, mas nada como o tempo para realinhar as coisas. Então, mesmo com um atraso considerável de 3 anos, a concretização do maior “pulo do gato”, perdão, “da raposa” orquestrado por Zezé, está prestes a acontecer: o Cruzeiro na série B e seu retorno triunfal!!!

Gilvan, mesmo que inconscientemente, deu cabo de Mattos para desespero do futebol vitorioso e moderno do Cruzeiro, em contraponto ao sorriso hilariante de Zezé!!! Os apupos por sua volta, a volta de Zezé já se fazem ouvir em larga escala. Infelizmente, este é um verdadeiro caso de mais do mesmo da constituição humana. Egos superando a grandiosidade das instituições e literalmente dando uma banana à paixão de milhões de outros seres humanos! “Que se danem!”, esbravejam os egoístas. Afinal, tudo em prol do “EU” mais “EU” e mais “EU COMIGO MESMO”!!!

Acorda, China Azul!!! E com um pouquinho só de esforço intelectual, alocando-se as analogias corretas, Acorda, Povo Brasileiro!!!

Minha opinião? ZZP deveria reforçar sua segurança pessoal.

Azáfama

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Torcedores aprontando:

  1. Carpedim considera péssimo o elenco do Cruzeiro, mas a cada pré-jogo garante que o time vencerá. Ou por que ele, Carpedim, dará sorte comparecendo ao estádio ou pra não ser chamado de ser antitorcedor.
  2. Comunistas odeiam e perseguem Fábio. É o velho clássico Ateísmo x Espiritualismo. Chato pra cascalho, diga-se.
  3. Até hoje, Dra. Celeste acredita que o Cruzeiro só não aplicou outros 6×1 nas frangas por que o atleticano Marcelo Oliveira não deixou, naqueles 4×1 de 2013.
  4. Raé se encantou com grande atuação de Paulo André contra o Palmeiras.
  5. Luxmburgueses na miuda. Nem os mais entusiastas se animam a defender o ídolo.
  6. Gepetistas de primeira hora também se enfiaram no armário e não dizem nada.
  7. Rosan viu ajuda do juiz Daronco ao Palmeiras no jogo desta quarta.
  8. Adílson Baptista continua assombrando os eternos insatisfeitos com os Simca Zero, anos 2008 e 2009.
  9. Jotta R escreve um ensaio a cada meia hora ofendendo GPT. E todos são interditados por HAL, o Malvado.
  10. Hoje, a vizinha do 703, as duas recepcionistas do prédio da Av Brasil, o doutor, o manobrista e as meninas da loja de biscoitos me fizeram as mesmas perguntas: O que tá acontecendo? Luxa cai? Vamos sair dessa? Fiquei de consultar meus leitores antes de responder. E aí, galera?

Tempo, maestro! Vou ler o Jaeci e volto já.

Cruzeiro 2×3 Palmeiras: Pacote mata-matou

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

CRUZEIRO contra Palmeiras, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2015, às 22h de 26ago15.

CLASSIFICAÇÃO. O Cruzeiro está entrando diretamente nas oitavas de final, porque disputou a Libertadores no 1º semestre. O Palmeiras desclassificou Vitória da Conquista, Sampaio Corrêa e ASA nas fases anteriores da competição.

SITUAÇÃO: O Cruzeiro precisa vencer por 1×0 ou por dois ou mais gols de diferença pra avançar na competição. Vitória celeste por 2×1 leva a decisão pros pênaltis. Qualquer outro placar classifica o Palmeiras.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro (G), Ceará (L), Pará (L), Douglas Grolli (B), Bruno Rodrigo (B), Willians (V), Charles (V), Gabriel Xavier (M), Arrascaeta (M), Marcos Vinicius (M), Allano (M), Vinícius Araújo (A), Willian (A).

AUSENTES no Cruzeiro: Mayke, Dedé, Júlio Baptista, lesionados, Marinho, por ter participado da competição, defendendo o Ceará.

VANDERLEI LUXEMBURGO, técnico do Cruzeiro: “ ”.

BANCO do Palmeiras: Aranha (G), Nathan (B), Daniel (V), Fellype Gabriel (M), Kelvin (A), Cristaldo (A), Mouche (A), Gabriel Jesus (A) Leandro Pereira (A), Rafael Marques (A).

AUSENTES no Palmeiras: Arouca, Gabriel, João Pedro, Allione, lesionados, Alecsandro e Leandro Almeida, por já terem jogado por Flamengo e Coritiba, respectivamente, nesta Copa do Brasil.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Palmeiras: “ ”.

DATA. A Sociedade Esportiva Palmeiras completa 101 anos de existência hoje.

NÚMEROS. Em 2015, o Cruzeiro disputou 22 partidas no Mineirão, com 8 vitórias, 7 empates e 5 derrotas.

TRANSMISSÃO: Globo, pra MG, menos para Juiz de Fora, com Rogério Correa, Bob Faria e Márcio Rezende Freitas. SporTV 2, pra todo o Brasil, com Odinei Ribeiro e Wagner Vilaron.

O JOGO

21h53 TIMES em campo. Cruzeiro com camisas e mais azuis e calções brancos; Palmeiras, com camisas e meias brancas e calções verdes.

21h56. HINO Nacional.

22h COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita das tribunas. Palmeiras dá a saída.

01 Cruzeiro toma as rédeas no começo de jogo e tenta pressionar o Palmeiras. Luxemburgo já orienta os jogadores.

12 Damião recebe bola na área. A bola bate na coxa e depois no braço direito do atacante. Infração, e tiro livre para o Palmeiras.

13 Dudu chega perto da entrada da área e arrisca chute. A bola vai no meio do gol, e Fábio segura sem problemas.

04 Gabriel Jesus chega na linha de fundo, pela esquerda, tenta conseguir escanteio, mas Bruno Rodrigo é mais rápido e chuta a bola nas pernas do jogador palmeirense. Tiro de meta para o Cruzeiro!

05 Robinho chega pela intermediária e passa para Zé Roberto. O meia tenta achar Barrios na pequena área, mas Fábio dá um toque na bola e desvia a rota da bola.

06 João Pedro disputa bola com Mena pela lateral, leva a melhor, mas acaba atropelando o assistente de arbitragem Marcelo Bertanha Barison.

07 Leandro Damião é lançado no ataque, Fernando Prass sai do gol e afasta a bola.

08 GOL. Dudu toca na área, Gabriel Jesus passa de calcanhar, na medida para Barrios, que só toca na saída de Fábio. PALMEIRAS 1×0.

09 Cruzeiro tenta reagir e tem cobrança de escanteio pela direita.

10 Vinícius Araújo recebe passe de Fabrício, na grande área, e arrisca chute cruzado. A bola passa perto do gol, mas o assistente marca impedimento.

11 Torcida do Cruzeiro já pega no pé de Paulo André. Vaias para o zagueiro quando ele toca na bola.

12 Lucas Barrios cai no gramado, e árbitro pede que jogador saia do gramado para ser atendido.

13

14 Palmeiras toca a bola no campo de ataque. Cruzeiro se fecha e tenta evitar outro gol.

15 BEQUES mudam de lado. Paulo André vai pra direita, Bruno Rodrigo pra esquerda.

16

20

17 Alisson avança pela meia direita, tenta invadir a área, mas é derrubado por Amaral. Falta para o Cruzeiro, e amarelo para o palmeirense.

18 Fabrício solta uma bomba pela meia direita. A bola vai no meio do gol, e Fernando Prass espalma a bola de qualquer jeito.

19 Egídio recebe passe na lateral. Ceará chega duro, e é falta para o Palmeiras!

20

21 João Pedro é lançado na lateral direita, mas a bola corre demais.

22 Leandro Damião é lançado na grande área. O atacante fica cara a cara com Fernando Prass, tenta toque por cima, mas o goleiro espalma para o Palmeiras.

23 João Pedro invade a grande área pela direita e toca para Barrios. O atacante chuta no meio do gol, fraco, mas Fábio espalma para o Cruzeiro.

24 VERMELHO. Bruno Rodrigo, por calçar Gabriel de Jesus na meialua quando o atacante ia sair na cara do gol celeste completamente livre..

25 Falta perigosa para o Palmeiras. Pode levar perigo!

26 BALIZA. Egídio cobra falta, da entrada da área, e a bola explode no travessão de Fábio.

27 GOL. Egídio recebe livre na esquerda e cruza pra Gabriel Jesus, que sozinho toca de prima pra rede. PALMEIRAS 2×0.

28 Torcida do Cruzeiro já protesta contra a atuação do time.

29

30 Além de Paulo André, torcida do Cruzeiro também vaia Charles.

31

32 GOL. Dudu lança Gabriel Jesus na entrada da área. O atacante deixa Paulo André no chão, invade a área, dribla Fábio e toca pra rede. PALMEIRAS 3×0.

33 Bob Faria: Está uma peneira a defesa do Cruzeiro. Aliás, uma peneira furada

34 O Palmeiras toca a bola no campo de defesa. O Cruzeiro precisa fazer cinco gols para se classificar.

35

36 João Pedro cruza bola pela direita. A bola passa por Gabriel Jesus, e ninguém mais do Palmeiras pega a bola.

37 Lucas Barrios recebe na área, arrisca, e Fábio espalma. O atacante, mesmo com o goleiro no chão, não consegue marcar. No rebote, o Palmeiras ainda tenta outro chute, mas o goleiro cruzeirense afasta a bola.

38 GOL. Damião coloca Vinícius Araújo na cara do gol, com passe por cobertura. Prass defende o chute do garoto, que pega o rebote e manda a bola pra rede. CRUZEIRO 1×3

39

40 O Cruzeiro tenta reagir ainda no primeiro tempo e vai para cima do Palmeiras.

41 Robinho tenta lançamento para Barrios na grande área. Defesa do Cruzeiro afasta o perigo.

42 O Palmeiras fica atrás, apenas tentando aproveitar contragolpes.

43 Alisson recebe bola na esquerda, mas é derrubado por Egídio. É falta para o Cruzeiro!

44 DOIS minutos de acréscimo.

45 Alisson cobra a falta. A bola passa por Vinícius Araújo e sai pela linha de fundo.

46 Henrique manda a bola para a área. Leandro Damião raspa a cabeça na bola, mas a bola passa à direita de Fernando Prass.

47 FIM de 1º tempo.

VINÍCIUS ARAÚJO: Infelizmente o gol veio em um momento difícil, em que estávamos perdendo de 3 a 0. Mas não tem que lamentar, vamos jogar como o Cruzeiro e tentar reagir.

GABRIEL DE JESUS: Venho trabalhando, equipe vem concentrada forte. Estou aí para, quando o professor Marcelo quiser, eu estar à disposição

INTERVALO

23h03 TIMES voltam a campo.

23h04 TROCAS: Ceará x Manoel, Vinícius Araújo x Arrascaeta, Amaral, Andrei Girotto.

46 Egídio chega pela esquerda e tenta cruzamento. A bola resvala em Manoel, e é escanteio para o Palmeiras.

47

48 O Palmeiras toca a bola no campo de defesa, e o Cruzeiro fica todo recuado.

49 Andrei Girotto disputa bola com Leandro Damião, leva a pior em lance, e jogo é paralisado para atendimento.

50 Dessa vez por causa de Gabriel Jesus. O jogador recebe pancada nas costas de Charles e fica no chão. Ele é retirado do gramado.

51 Leandro Damião é lançado na grande área, cai no gramado, após disputa com Jackson, mas árbitro manda jogador levantar.

52

53 Jogo fica equilibrado no meio e, por enquanto, nenhum lance de perigo.

54 Bola é recuada para a grande área. Paulo André corre atrás da bola e afasta o perigo.

55 Meia chega de carrinho em Alisson e leva o amarelo. Falta para o Cruzeiro pela ponta esquerda.

56 Damião cai na grande área, colocando a mão na cara, e jogadores apontam que Lucas Barrios teria atingido atacante.

57 Lucas Barrios acertou, com um soco, o atacante Leandro Damião. Anderson Daronco chama a atenção dos jogadores e pede que a falta seja cobrada.

58 Alisson cobra a falta, direto para o gol. Fernando Prass espalma a bola para o Palmeiras.

59 Bob Faria: Cruzeiro está tentando, Palmeiras diminuiu um pouco do ritmo. Pelo menos, agora, o jogo está equilibrado

60 Fernando Prass lança a bola para o campo de ataque. Paulo André e Gabriel Jesus saem correndo atrás do gol. Melhor para o zagueiro, que consegue o toque na bola para Fábio segurá-la.

61

62 Egídio cruza bola da esquerda. Barrios recebe na área, domina e arrisca. Paulo André, na hora, impede o chute do jogador.

63 O Palmeiras ronda a defesa do Cruzeiro e sinaliza a busca pelo quarto gol.

64 Vanderlei Luxemburgo não deixa o banco de reservas neste segundo tempo, até agora.

65 TROCA. Entra Leandro Pereira Sai Lucas Barrios.

66

67 Paulo André se enrosca com Leandro Pereira e acaba derrubado o zagueiro. É falta para o Palmeiras!

68 Andrei Girotto arrisca chute na cobrança de falta. A bola resvala na barreira.

69 TROCA. Entra Allano Sai Leandro Damião

70

71 Bob Faria: Palmeiras está jogando tranquilo, no ritmo dele, só esperando a hora para sair.

72 Arrascaeta tabela com Alisson, recebe na grande área, mas recebe entrada dura de João Pedro.

73 Torcida do Cruzeiro grita nome do goleiro para que ele cobre pênalti.

74 AMARELO. João Pedro

75 GOL. Alisson cobra rasteiro, no canto esquerdo, Prass pro lado oposto. CRUZEIRO 2×3.

76 O Palmeiras toca a bola no meio de campo e tenta chegar ao gol do Cruzeiro.

77

78 TROCA. Entra Mouche Sai Zé Roberto

79 Dudu recebe na área, passa bola para Leandro Pereira, que arrisca chute no canto direito. Fábio cai e defende.

80

81 O Cruzeiro toca a bola no campo de ataque. O Palmeiras está todo no campo de defesa. Só um milagre tira a vaga do Verdão.

82 Allano recebe na direita, mas é derrubado por Egídio. É falta para o Cruzeiro.

83 Alisson cobra falta na grande área. Paulo André tenta cabeceio, mas a defesa do Palmeiras afasta o perigo.

84 AMARELO. Robinho

85 Marcelo Oliveira observa, atento, a partida à beira do gramado.

86

87Allano é lançado na grande área, mas o árbitro assinala impedimento do atacante.

88 A bola é lançada na grande área. Leandro Pereira recebe e manda para o gol, mas a bola passa por cima.

89 No primeiro lance, Fabrício arrisca da esquerda. Prass espalma. Jackson afasta o perigo, mas nos pés de Charles, que arrisca, da grande área, e a bola passa perto do gol do Palmeiras.

90 FIM  de jogo.

PAULLO ANDRÉ: Faz parte do jogo. Com o time não atuando bem, surgem vaias e cobranças.

DUDU: Nosso time foi bem, entrou compacto. Sabíamos que teríamos espaço nos contrataques, com o Jesus que é rápido. Todo mundo está de parabéns, mas a gente fica chateado de tomar dois gols com um a mais.

ALISSON: Ninguém faz sacanagem, ninguém quer rebaixar o Cruzeiro. Todo mundo está lutando, mas tem dias que as coisas não acontecem.

FERNANDO PRASS: A gente fez um bom 1º tempo, com um jogador a mais. Por mais que seja normal, tirar o pé, diminuir o ritmo, infelizmente tomamos um gol de pênalti.

CRUZEIRO 2×3 PALMEIRAS, quarta-feira, 26ago15, 22h. TEMPO: céu limpo, temperatura 22º, vento 10 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Mineirão (61 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: Jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2015. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: 16.972 pagantes, R$533.825, média R$. ARBITRAGEM: Anderson Daronco (RS/Fifa), Marcelo Bertanha Barison (RS), Rafael da Silva Alves (RS/AspFifa), trio de campo, Rodrigo Nunes de Sá (RJ), 4º A, Celso Luiz da Silva (MG), 5º A, Sérgio de Oliveira Santos (RJ), delegado. AMARELOS: Amaral, Zé Roberto, João Pedro, Robinho. VERMELHO: Bruno Rodrigo (C, 24). GOLS: Lucas Barrios, 8, Gabriel Jesus, 27 e 33, Vinícius Araújo, 38, Alisson, pênalti, 75. CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Manoel, intervalo), Bruno Rodrigo, Paulo André e Mena; Charles, Henrique e Fabrício; Vinícius Araújo (Arrascaeta, intervalo), Leandro Damião (Allano, 69) e Alisson. T: Vanderlei Luxemburgo. PALMEIRAS: Fernando Prass; João Pedro, Jackson, Vitor Hugo e Egídio; Amaral (Andrei Girotto, no intervalo), Robinho e Zé Roberto (Mouche, aos 33min do 2ºT); Gabriel Jesus, Lucas Barrios (Leandro Pereira, aos 20min do 2ºT) e Dudu. T: Marcelo Oliveira. HISTÓRICO: Foi o 84º Cruzeiro x Palmeiras. Cruzeiro venceu 31, empatou 22, perdeu 31, marcou 68 gols, sofreu 67. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 55 partidas. Cruzeiro venceu 21, empatou 16, perdeu 18. Em Minas, foram 39 jogos. Cruzeiro venceu 20, empatou 11, perdeu, 8. No Independência, 3 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro (2×1, em 1975, 2×0, em 1991, 2×1, em 2012). Foram 3 decisões entre ambos. Em 1996, o Cruzeiro venceu a Copa do Brasil (1×1, Mineirão, 2×1, Parque Antártica). Em 1998, o Palmeiras venceu a Copa do Brasil (0×1, Mineirão, 2×0, Parque Antártica). Ainda em 1998, pela Copa Mercosul, nova conquista do Palmeiras (1×2, Mineirão, 3×1 e 1×0, Parque Antártica).

Se o Itaú acertar, GPT terá que renunciar

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Deu no site da ESPN:

  • Segundo estudo do Itaú BBA, o banco de investimentos do grupo Itaú, a previsão para o fim de 2015 para o Cruzeiro é de um buraco de R$19 milhões (sempre lembrando que esse é o valor antes dos impostos), em uma análise que cita até a queda para a Série B. “Tradicionalmente, a gestão do Cruzeiro trabalha no limite da agressividade financeira. Usualmente apresenta geração de caixa negativa, muitos investimentos e a conta só fecha com entradas não operacionais”, diz trecho do estudo. O clube está longe de ter gestão financeira moderna que busca folga financeira, levando ao extrema a ideia de que clube de futebol não precisa de lucro, precisa de títulos. É verdade, mas no meio do caminho pode ter que lidar com alguma temporada na Série B, como quase aconteceu há alguns anos. É sempre um risco desnecessário”.

Isto depois de GPT ter reduzido a folha de pagamentos (sem encargos sociais) de R$14 milhões mensais pra R$7 milhões, de 2014 pra 2015.

E pensar que os doidivanas pensam o tempo todo em contratações bombásticas. Maior do que a burrice é a má fé mesmo.

O pior time de todos os tempos da última semana

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Ao lado do Vasco, o Cruzeiro é o pior time do Brasileiro, neste momento. E se não mudar muito e em pouco tempo, vai disputar a Série B em 2016.

O clube já bateu à porta    conseguiu milagrosas salvezzas em 1994, 1997 e 2011. Aí, vale aquele dito: tantas vezes vai o pote à fonte, que uma hora quebra.

Espero que não seja este ano, mas se for, paciência. Nenhum clube está livre de ser rebaixado. O prejuízo seria gigantesco, mas não impossível de ser corrigido ao longo dos anos.

Mas isto é assunto pra se discutir com mais calma, adiante. Por ora, vamos listar o que sai das cabeças pouco pensantes dos torcedores:

Faltam etiquetas! Poha nenhuma. Dedé, Mena, Damião, Cabral, Arrascaeta foram ou são  regularmente convocados pras seleções de seus países. Fábio, Henrique, Alisson, Eurico e Vinícius já estiveram na principal e nas inferiores algumas vezes. Ceará, Manoel, Bruno Rodrigo, Charles, Willians são testados, rodados, experientes, putaveias etc e tal.

Luxemburgo não treina o time. Tolice. Conversa fiada recorrente. Pra desmenti-la, basta ler o noticiário do dia a dia do time.

Jogadores estão na balada. Outro papo idiota. Do tempo em que se jogava uma vez por semana. Hoje em dia, em meio a treinos, viagens e jogos frequentes, nem querendo o boleiro dá conta de ir pra gandaia.

GPT não é bom administrador. Não é mesmo. É ultrapassado, manhoso, vaidoso, centralizador e o caralho a quatro. Mas não joga. Nem deixa faltar nada ao time. Tampouco atrasa os salários.

Volto mais tarde. Divirtam-se, enquanto isto.

Dillma, esse é dos seus!

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

ISAIAS TINOCO, o diretor de futebol tecém contratado por GPT,  disse, em coletiva hoje à tarde,  que já ouviu dizer que a torcida celeste não é a maior de Minas, mas que é muito exigente, pois está acostumada a conquistar títulos.

Conversa típica de carioca pra quem o Brasil começa na Gávea e termina em São Cristóvão. Qual é a surpresa?

Pior foi a torcida se descabelar e o clube soltar nota ofícial. Agora, sim, temos um case. Burrice amplificada por hidrófobos dando munição aos rivais. Dillma não está sozinha. O que tem de anta neztepaiz não está no gibi!