Arquivo da Categoria ‘Comentários’

Lendas pra consumo de oligofrênicos

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Raé disse:

  • Alguém do time confirmou isso recentenente: Wagner e Ramires lideraram um movimento contrário à maioria e entraram de corpo mole contra um Estudiantes, que veio pra perder de pouco, mas vendo nosso frouxo time criou asas e ganhou o jogo. Wagner é um dos que nada fizeram em campo.

O que o Raé não disse:

  • Quem acusou Wagner e Ramires de liderarem um movimento contra o resto do time.

O que o Raé não suspeitava na ocasião e continua ignorando ainda hoje:

  • Que o Estudiantes era tricampeão da Libertadores e, com um currículo desse, nenhum time vem ao Mineirão pra perder de pouco.

O que o Raé não viu:

  • Que em La Plata, não fosse Fábio, a caixa do Cruzeiro era pra 4 ou 5, tamanha a superioridade dos pinchas.

O que não dá pra levar a sério:

  • Conversa fiada, paranoia e maledicência de torcedor.

E tome lenda:

  • O tapa do Obdúlio no Bigode, O soco do Kleber no Wagner, A estória do lebrão velho, A compra dos 6×1, O acordo da CBF com a Fifa pra dar o título de 98 à França, A CIA dopando Maradona…

E cretinces afins.

2ª Est15: Polícia vs Bandidos, na Allianz Arena

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

2ª rodada do Campeonato Brasileiro 2015 do PHD, disputada em 07/08fev15.

PALMEIRAS 0×1 CORINTHIANS, 08fev15dom17h, 3ª Paulista 2015, Allins (42 mil), São Paulo, 28.869 pagantes, R$2.646.894. Árbitros: Raphael Claus, Marcelo Carvalho Van Gasse e Anderson Jose de Moraes Coelho, paulistas.Amarelos: Robinho, Alan Patrick (Pal); Bruno Henrique, Cássio (Cor). Vermelho: Cássio (Cor). Gol: Danilo, 32. PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Amaral (Alan Patrick) e Gabriel; Allione (Rafael Marques), Robinho e Maikon Leite (Dudu); Leandro Pereira, T: Oswaldo de Oliveira. CORINTHIANS: Cássio; Edílson, Edu Dracena, Gil e Fábio Santos; Ralf, Bruno Henrique, Petros (Cristian), Danilo e Mendoza (Luciano); Guerrero (Walter). T: Tite.

SÃO PAULO 2×0 XV DE PIRACICABA, 07fev15sab19h30, 3ª Paulista 2015, Pacaembu (38 mil), São Paulo, 14.481 pagantes, R$493.235, média R$. Árbitros: Vinicius Furlan, Alex Ang Ribeiro e João Edilson de Andrade, paulistas. Amarelos: Ganso, Tolo, Denílson, Bruno, Hudson (S), Fabiano, Diogo Silva, Clayton, Tony (X). Gols: Luis Fabiano, 29, Rogério Ceni, pênalti, 57. SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Reinaldo (Hudson); Denilson, Maicon, Michel Bastos e Ganso; Alexandre Pato (Thiago Mendes) e Luis Fabiano. T: Muricy Ramalho. XV DE PIRACICABA: Diogo Silva, Éder Sciola, Leonardo Luiz, Zelão (Rodrigo) e Fabiano (Ednei); Clayton, Tony, Tiago (Chico) e Wander Luiz; Paulinho e Daniel Bueno. T: Roque Júnior.

RESENDE 1×2 FLAMENGO, 07fev15sab19h30, 3ª Carioca 2015, Raulino de Oliveira (19 mil), Volta Redonda, 5.700 pagantes, R$137.975, média R$. Árbitros: Grazianni Maciel Rocha, Rodrigo Henrique Corrêa e Thiago Corrêa Farinha, cariocas. Amarelos: Geovane Maranhão e Marcel (Res); Wallace (Fla). Gols: RESENDE: Anderson Pico, 62, Alecsandro, 72, Anderson Pico, contra, 75. RESENDE: Arthur, Cássio, Admilton (Marcelo), Lucas e Uallace; Iuri, Léo Silva, Jeferson Silva (William Carioca) e Marcel; Geovane Maranhão e Jhulliam (Marcio Carioca). T: Edson Souza. FLAMENGO: César, Pará, Wallace, Samir e Anderson Pico; Márcio Araújo, Canteros (Cáceres) e Arthur Maia (Alecsandro); Everton, Nixon (Luiz Antonio) e Marcelo Cirino. T: Vanderlei Luxemburgo.

FLUMINENSE 2×1 BANGU, 08fev15dom17h, 3ª Carioca 2015, Maracanã (78 mil), Rio de Janeiro, 13.284 pagantes, R$306.275, média R$. Juiz: Philip Georg Bennett, carioca. Gols: Fred, 22, Almir, 74, Robert, 84. FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Victor Oliveira (Mattis, intervalo), Henrique e Giovanni; Edson, Jean, Lucas Gomes (Robert, intervalo) e Marlone; Vinícius (Walter, 77) e Fred. T: Cristovão Borges. BANGU: Márcio; Iago, Sérgio Raphael, Luíz Felipe e Guilherme; Ives, Magno, Paulinho Fernandes (Marcus Vinicius, intervalo) e Almir; Matheus Pimenta (Anderson, 81) e Wendel (Bruno Luiz, intervalo). T: Mário Marques.

MAMORÉ 0×2 ATLÉTICO-MG, 07fev15sab17h, 2ª Mineiro 2015, Buernardo Rubinger Queiroz (8 mi), Patos de Minas, 7.232 pagantes, R$338.640, média R$, gols de Jemerson, 11, Luan, 63. Árbitros: Cleisson Veloso Pereira, Janette Mara Arcanjo e Ricardo Junio de Souza, mineiros. Amarelos: Pablo (M); Dátolo, Luan (A).  MAMORÉ: Gilberto, Bruno Limão, Pablo, Juliano e Marco Tiago (Ernani); Denilson, Maxsuel, Diego Sales, Alan Bahia e Charles (Esquerdinha); Bruno Aquino (Jhonatan Reis). T: Alexandre Barroso. ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Pedro Botelho; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Luan, Dátolo (Dodô) e Carlos (Maicosuel); Lucas Pratto (Jô). T: Levir Culpi.

MARINGÁ 0×2 LONDRINA, 08fev15dom17h, 3ª Paranaense 2015, Willie Davids (20 mil), Maringá, 3.042 pagantes, 3.310 presentes, R$57.314, média R$ . Árbitros: Lucas Paulo Torezin, Adair Carlos Mondini e Everson de Souza, paranaenses. Amarelos: Max, Marcelo Xavier, Ítalo (M). Allan Vieira, Vitor e Diogo Roque (L).Gols: Leo Maringá, falta, 64, Hiago, 84. MARINGÁ: Ednaldo; Rhuan, Fabiano (Ítalo), Marcelo Xavier e Edinho (Gerônimo); Eurico, Serginho Paulista, Max e Danilo Rios; Gabriel Barcos (Rodrigo Dantas) e Rafael Santiago. T: Claudemir Sturion. LONDRINA: Vitor; Lucas Ramon, Dirceu, Sílvio e Allan Vieira; Germano, Bidía, Léo Maringá (Diogo Roque) e Celsinho; Wéverton (Hiago) e Arthur (Anderson). T: Claudio Tencati.

ATLÉTICO-PR 1×0 PARANÁ, 08fev15dom19h30, 2ª Paranaense 2015, Baixada (42 mil), Curitiba, 9.666 pagantes, R$71.109.Árbitros: Edvaldo Elias da Silva, Bruno Boschilia e Weber Felipe Silva, para naenses. Amarelos: Mário Sérgio, Bruno Pelissari, Júnior Barros e Gustavo Marmentini (A); Netinho e Rossi (P). Vermelho: Júnior Barros (A).Gol: Junior Barros, 28. ATLÉTICO-PR: Alexandre; Mario Sérgio, Lula, Marcão e Sidcley; Mattheus, Gustavo Marmentini (Juninho), Jonathan Lucca (Guilherme Batata) e Bruno Pelissari; Júnior Barros (Zé Paulo) e Crysan. T: Marcelo Vilhena. PARANÁ: Marcos; Netinho (Rodrigo Tosi), Cleiton, Luiz Felipe e Bruninho (Yan); Jean (Paulo Henrique), Ricardo Conceição, Lúcio Flávio e Ricardinho; Carlinhos e Rossi. T: Luciano Gusso.

SPORT 1×0 NÁUTICO, 08fev15dom17h, 2ª, 2ª fase Pernambucano 2015, Arena Pernambuco (44 mil), São Lourenço da Mata. 13.519 pagantes, R$353.135, média R$. Árbitros: Emerson Sobral, Elan Vieira de Souza e Francisco Chaves Bezerra Júnior, pernambucanos. Amarelos: Diego, Gaston, Renato (N); Régis, Rodrigo Mancha (S). Gol: Samuel, 26. SPORT: Magrão; Vítor, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely (Neto), Rodrigo Mancha, Danilo (Ronaldo), Régis (Elber) e Diego Souza; Samuel. T: Eduardo Baptista. náutico:  Júlio César; David, Flávio, Diego e Gaston Filgueira; João Ananias, Fillipe Soutto, Jefferson Renan(Patrick); e Bruno Alves (Jefferson Nem); Josimar e Renato (Guilherme). T: Moacir Júnior.

CHAPECOENSE 2×0 CRICIÚMA,  2ª Catarinense 2015, Condá (22 mil), Chapecó, 7.100 pagantes, R$75.700, média R$. Árbitros: Bráulio da Silva Machado, Carlos Berkembrock e Johnny Barros de Oliveira, catarinenses. Amarelos: Lucca, Ezequiel, Rômulo e Perea (Cri). Vermelho: Lucca (Cri. CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Douglas Grolli, Rafael Lima e Dener; Wanderson, Gil, Nenén (Abuda) e Barbio (Hyoran), Ananias e Roger (Bruno Rangel). T: Vinícius Eutrópio. CRICIÚMA: David; Ezequiel, Rafael Pereira, Iago Maidana e Danilo Tarracha (Rômulo); Luizinho Mello (Gustavo), Ruan, Cléber Santana e Lucca; Roger Guedes e Bruno Lopes (Perea). T: Luizinho Vieira.

FORTALEZA 1×0 ICASA, 07fev15sab16h, 2ª Cearense 2015, Presidente Vargas (20 mil), Fortaleza, 7.360 pagantes, 7.825 presentes, R$111.596, média R$. Árbitro: Cleuton Lima, cearense. Gol: Lúcio Maranhão, 1. Amarelos: Lucio Maranhão, Rodrigo Vitor, Lima. Vermelho: Rodrigo Vitor. Gol: L’úcio Maranhão, 1. FORTALEZA: Deola; Pio, Genilson, Adalberto (Max Oliveira), Wanderson; Corrêa, Samuel, Vinícius Hess, Everton (Auremir); Uilliam (Maranhão) e Lúcio Maranhão. T: Nedo Xavier. ICASA: Rodolpho; Alan, Charles, Anderson Rosa (Ciro), Dieyson; Lima (Robert), Rodrigo Vitor, David Manteiga, Márcio Tarrafas (Coringa); Diego Ceará e Núbio Flávio. T: Vladimir de Jesus.

2ª Est.: 8 torneios, 9 times Série A, 3 Série B, 3 Série C, 1 Série D, 4 Sem Série. LUGARES: 333.000. PÚBLICO: 110.447. MÉDIA: 11.045. OCUPAÇÃO: 33%.

Sem dó do Fla

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Ontem, o Flamengo venceu o Barra Mansa por 4×0, pelo Carioca, mas o que está dando o que falar foi o ganhame de cada time.

O Fla faturou R$7 mil e o Barra, R$ 10 mil.

Vc está com dó do rubronegro, caro leitor? Eu não. Nem um pouco.

Esse papo de jornalista burro não me pega.

O Fla recebe uma fortuna de patrocínio, publicidade e cota de TV pra… botar o time em campo.

Sem o Barra Mansa do outro lado, este faturamento não se realiza.

Se pagar pra jogar contra o novato do interior, os flamengos ainda ganham os tubos, então…

Vão lamber sabão, pentear macacos e procurar outros trouxas pra enganar.

Preocupante

sábado, 24 de janeiro de 2015

ALON FEUERWERKER, jornalista e torcedor do Santos, tuitou isto:

  • Após saídas e contratações, o Santos tem elenco pra ir novamente à decisão do Paulista, o torneio mais importante do ano. Vanderlei > Aranha, Elano > Arouca, Chiquinho > Mena, Ricardo Oliveira > Leandro Damião. Simples assim.

Preocupante. Não pros santistas, mas pra nós cruzeirenses.

Julgamento

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

O presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, é um cidadão correto. Pode ser turrão, ruim e entrevista etc, mas é honesto, disse ninguém duvida.

Mas depois deste desmanche do time bicampeão brasileiro, ele pode virar ladrão. Basta perder o próximo RapoCota pro torcedor bater o martelo condenatório.

Será ofendido não só por hidrófobos e termocéfalos, mas também por simpatizantes, sofazistas e palpiteiros. Todos hão de jurar que ele tem parte do passe até da Salomé.

No circo do futebol brasileiro, um malabarista se vira no picadeiro, enquanto uma plateia inteira de palhaços torce pra ele se esborrachar.

Previsão de casa vazia

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Recebi esta mensagem hoje.

  • Bom dia, Jorge Santana. Aqui em Goval, o burburinho sobre os preços de ingressos pra Democrata x Cruzeiro, na abertura do Mineiro, às 19h30 de 01fev15, no Mamudão, indica que os preços serão de R$50 na metálica, R$100 no cimento e R$200 nas cadeiras, Se for realmente isso, é preço de Mineirão… Mas não há conformação. O Democrata disse que os preços só serão divulgados na semana do jogo, quando vão se iniciar as vendas. Mas quem trabalha há mais tempo na área espotiva, aqui em GV, tá acreditando que será isso mesmo. Abs, Fábio Velame

Se os preços forem estes, o Cruzeiro, mais uma vez, jogará em estádio vazio.

Como neste domingo, em Londrina. Como en todos os jogos no Mineiro de 2014, no interior.

Será que os cartolas do interior não acompanham futebol?

Ou estão confundindo Cruzeiro com Real Madrid?

Não adianta cobrar, clones não existem no fut

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Segundo comentaristas do PHD e meus amigos do Facebook, estes são os substitutos ideiais para o Ricardo Goulart:

  • [12] Júlio Baptista
  • [11] Alisson
  • [4] Cardenas
  • [3] Guilherme, Conca, Lucas Lima
  • [2] Montillo, Arrascaeta, Gedoz
  • [1] Cícero, Vitinho, Giuliano, Mas, Moutaouali.

A maior parte do pessoal mostrou ter juizo. A vez é de quem já vem roendo o osso sentado no banco, por dois anos.

Não faz sentido torrar toda a grana das vendas recentes em aquisições apressadas, num momento em que dívidas impedem a assinatura de um contrato de patrocínio..

Melhor pagar dívidas e sanear as finanças, enquanto Júlio Baptista e Alisson disputam a posição.

E sem a cobrança de uma substituição perfeita. Ou isto é pedir demais e os puros de alma e de cérebro vão exigir que os JB e Alisson sejam clones do RG?

Peixes escapolem do aquário

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Aranha, Matheus Índio, Arouca e Mena não apareceram pra treinar, hoje, no Santos. E entraram na Justiça pedindo liberação pra se acertarem com outros clubes, pois não recebem salários desde setembro.

Deu nisto o projeto megalomaníaco do ex presidente LAOR, tão babado por comentaristas do PHD. Neymar se foi a preço de banana e agora o elenco está se desmilinguindo.

Cartolagem brasileira precisa contratar um consultor em gestão de clubes de futebol. Zezé Perrella é o nome mais indicado. Com ele, jogador tinha que dar lucro técnico e financeiro.

E não adiantava torcedor fazer beicinho. Importante era pagar em dia, manter as finanças equilibradas e conquistar títulos.

NFL: Packers 26×21 Cowboys, Broncos 13×24 Colts

domingo, 11 de janeiro de 2015

A segunda rodada dos playoffs da NFL, o Divisional Round, tem sequência neste domingo com mais dois jogos.

No primeiro, o GREEN BAY PACKERS enfrenta o DALLAS COWBOYS pela NFC. Na sequência, DENVER BRONCOS e INDIANAPOLIS COLTAS se enfrentam pela AFC.

A ESPN transmite os dois jogos ao vivo.

GREEN BAY PACKERS x DALLAS COWBOYS, 16:00 (horário de Brasília), Lambeau Field (80.735), Green Bay, Wisconsin.

Certamente o confronto mais aguardado da rodada, tanto pela dose extra de tradição e rivalidade quanto pelo excelente momento das duas equipes. Packers e Cowboys fizeram decisões históricas e memoráveis e voltam a se encontrar em playoffs depois de quase vinte anos. O duelo deste domingo foi apelidado de Ice Bowl II, referência à mitológica decisão do título da antiga NFL em 67, disputado no Lambeau Field sob congelantes −26 °C, vencido pelo Packers nos segundos finais. Mais do que a história, vale mesmo é o desempenho de cada equipe no campo de jogo. E as credenciais apresentadas por Packers e Cowboys ao longo da temporada mais do que justificam a expectativa criada. Ambos fizeram campanhas excelentes de 12-4. O Cowboys fez 8-0 em jogos fora de casa, o Packers fez 8-0 nos jogos em casa. Tony Romo foi 1º em aproveitamento de passes e 4º em número de touchdowns anotados; Aaron Rodgers, 2º e 3º. Ambos são potenciais candidatos ao título de MVP da temporada. Romo ainda luta por reconhecimento e credibilidade. Rodgers, que não sofre interceptação em casa desde dezembro de 2012, busca seu segundo anel de campeão. Uma contusão na panturrilha sofrida na Semana 17 limitou sua presença nos treinamentos e pode ser um complicador. Além dos QB, cada equipe ainda conta com um arsenal de opções e estratégias. Resta saber qual fará melhor uso dele.

Confrontos: Em playoffs, 6 jogos, Cowboys 4-2 – Último jogo, Cowboys 38×27, final de conferência de 1995. Histórico: 31 jogos, Cowboys 16-15. Último jogo: Packers 37×36, rodada 15 de 2013, no Texas.

  • GREEN BAY PACKERS
  • Campanha: 12-4 (8-0 casa, 4-4 fora). Campeão da Divisão Norte da NFC, 2º na Conferência. Na primeira metade da temporada, fez 5-3, com 4 vitórias consecutivas. Na segunda, foram 7 vitórias, 5 consecutivas, e apenas uma derrota. Na rodada 17, venceu o Lions, em confronto direto pelo título da divisão.
  • Histórico: Uma das mais antigas franquias da NFL, fundada em 1919. Títulos de Divisão: 11, desde 1970. Classificação aos playoffs: 19, 6ª consecutiva. Finais de Conferência: 5, 3-2. Super Bowl: 3, 2-1. Venceu em 96 e 10 e perdeu em 97. Recorde em pós-temporadas (desde 1970): 34 jogos, 18-16.
  • Posição nos rankings: defesa – 15º; ataque – 6º; passes – 8º; corridas – 11º; pontos – 1º (30.4)
  • Destaques: Aaron Rodgers, QB, 31 anos, 10ª temporada, 38 TD (3º), 5 INT, 4.381 jardas lançadas (7º) / Eddie Lacy, RB, 24 anos, 2ª temporada, 246 corridas – 1.139 (7º), 9 TD (3º) / Jordy Nelson, WR, 29 anos, 7ª temporada, 98 recepções – 1.519 jardas (4º), 13 TD (2º) / Clay Matthews, OLB, 28 anos, 6ª temporada, 61 tackles, 11.0 sacks (12º).
  • Técnico: Mike McCarthy, 51 anos, 9ª temporada, 7 classificações para playoffs, 6ª consecutiva. Temporada regular: 94-49. Playoffs: 6-5. Um título de Super Bowl (10).

  • DALLAS COWBOYS
    • Campanha: 12-4 (4-4 em casa, 8-0 fora). Campeão da Divisão Leste da NFC, 3º na Conferência. No Wild Card, bateu o Lions, 24×20, em jogo dramático.
    • Histórico: Fundado em 1960. Títulos de Divisão: 18, desde 1970. Classificação aos playoffs: 27, 1ª desde 2009. Finais de Conferência: 14, 8-6. Super Bowl: 8, 5-3. Venceu em 71, 77, 92, 93 e 95, e perdeu em 70, 75 e 78. Recorde em pós-temporada: 52 jogos, 32-20.
    • Posição nos rankings: defesa – 19º; ataque – 7º; passes – 16º; corridas – 2º; pontos – 5º (29.2).
    • Destaques: Tony Romo, QB, 34 anos, 12ª temporada, 34 TD (4º), 9 INT, 3.705 jardas (14º) / DeMarco Murray, RB, 26 anos, 4ª temporada, 392 corridas – 1.845 jardas (1º), 13 TD (1º) / Dez Bryant, WR, 26 anos, 5ª temporada, 88 recepções – 1.320 jardas (8º), 16 TD (1º) / Bruce Carter, OLB, 26 anos, 68 tackles, 5 interceptações (4º).
    • Contra o Lions: Tony Romo: 293 jardas (4º), 2 TD / DeMarco Murray: 75 jardas (2º), 1 TD / Terrance Willians: 92 jardas (4º), 2 TD.
    • Técnico: Jason Garrett, 48 anos, 5ª temporada, 1ª classificação para playoffs. Temporada regular: 41-31. Playoffs: 1-0.

DENVER BRONCOS x INDIANAPOLIS COLTS, 19:30 (horário de Brasília), Sports Authority Field at Mile High (76.125), Denver, Colorado.

Primeiro duelo em playoffs de Peyton Manning contra o Colts e Andrew Luck, que o sucedeu no posto. Manning brilhou intensamente ao longo de suas treze temporadas pelo Colts, até sofrer uma grave contusão no pescoço e perder toda a temporada de 2011. A direção do Colts preferiu investir na renovação, o demitiu e contratou Luck. Manning foi para o Broncos, que àquela altura tinha um time pouco competitivo. Em 2012, eles avançaram até o Wild Card. Em 2013, Manning bateu recordes pessoais e da Liga e levou a equipe ao Super Bowl. Tudo perfeito até a surra aplicada pelo Seahawks na decisão. Agora, Manning não atingiu as marcas da temporada passada, mas manteve o nível alto, incluindo a marca de 8-0 em jogos em casa.  Andrew Luck tem correspondido bem ao desafio. Levou a equipe aos playoffs nas suas três primeiras temporadas como campeão de Divisão, com campanhas de 11-5. Nesta, liderou a Liga em touchdowns anotados e foi o 3º em jardas lançadas (Manning foi 2º e 4º). Teve uma atuação de gala contra o Bengals no Wild Card. O Colts vai precisar de outra, e algo mais, para sair do Colorado com uma vitória.

  • Confrontos: Playoffs: 2 jogos, Colts 2-0 (03, 04). Histórico: 23 jogos, Broncos 12-11. Último jogo: Broncos 34×31, rodada 1 de 2014.
  • DENVER BRONCOS
  • Campanha: 12-4 (8-0 casa, 4-4 fora). Campeão da Divisão Oeste da AFC, 2º na Conferência. Até a rodada 8 abriu 6-1. Sacramentou a classificação com 4 vitórias seguidas entre as rodadas 12 e 15. Últimos 5 jogos: 4-1.
  • Histórico: Fundado em 1960, em Denver. Títulos de Divisão: 14, 4 consecutivos. Classificação aos playoffs: 21, 4ª consecutiva. Finais de Conferência: 9, com 7-2. Super Bowl: 7, com 2-5. Venceu em 97 e 98, perdeu em 77, 86, 87, 89, 14. Recorde em playoffs: 38 jogos, com 20-18.
  • Posição nos rankings: defesa – 3º; ataque – 4º; passes – 4º; corridas – 15º; pontos – 2º (30.1)
  • Destaques: Peyton Manning, QB, 38 anos, 17ª temporada – 3ª na equipe, 39 TD (2º), 15 INT, 4.727 jardas lançadas (4º) / Emmanuel Sanders, WR, 27 anos, 5ª temporada – 1ª na equipe, 101 corridas – 1.404 jardas (5º), 9 TD / Demaryius Thomas, WR, 27 anos, 5ª temporada, 111 recepções – 1.619 jardas (2º), 11 TD / Von Miller, OLB, 25 anos, 4ª temporada, 59 tackles, 14.0 sacks (6º).
  • Técnico: John Fox, 59 anos, 13ª temporada – 4ª na equipe, 7 classificações para playoffs – 4 consecutivas pela equipe. Temporada regular: 119-89, 46-18 pela equipe. Playoffs: 8-6, 3-3 pela equipe. Super Bowl: 0-2 (03, 14).
  • INDIANAPOLIS COLTS

  • Campanha: 11-5 (6-2 em casa, 5-3 fora). Campeão da Divisão Sul da AFC, 4º na Conferência. Venceu o Cincinnati Bengals, 26-10, no wild card.
  • Histórico: Fundado como Baltimore Colts em 1953, mudou para Indianapolis em 1984. Títulos de Divisão: 15, 2º consecutivo. Classificações aos playoffs: 22, 3ª consecutiva. Finais de Conferência: 6, com 3-3. Super Bowl: 3, com 2-1. Venceu em 70 e 06 e perdeu em 09. Recorde em pós-temporada: 36 jogos, com 17-19.
  • Posição nos rankings: defesa – 11º; ataque – 3º; passes – 1º; corridas – 22º; pontos – 6º (28.6).
  • Destaques: Andrew Luck, QB, 25 anos, 3ª temporada, 40 TD, 16 INT, 4.761 jardas lançadas (3º) / Trent Richardson, RB, 24 anos, 4ª temporada – 2ª na equipe, 159 corridas – 519 jardas, 3 TD / T. Y. Hilton, WR, 25 anos, 3ª temporada, 82 recepções – 1.345 jardas (6º), 7 TD / D´Qwell Jackson, ILB, 31 anos, 9ª temporada – 1ª na equipe, 140 tackles (6º), 4.0 sacks.
  • Contra os Bengals: Andrew Luck: 376 jardas (1º), 1 TD / Dan Herron: 12 corridas – 56 jardas (3º), 10 recepções, 85 jardas (6º) / Jerrell Freeman: 15 tackles (1º), 1.5 sacks (4º)
  • Técnico: Chuck Pagano, 54 anos, 3ª temporada, 3ª classificação para playoffs. Temporada regular: 33-15. Playoffs: 2-2.

Cascudos pontuais

sábado, 27 de dezembro de 2014

Começou a conversa de time jovem pro Mineiro e time cascudo pra Libertadores.

Então, vamos lá! Pro Mineiro, não há necessidade de contratações:

  • Rafael Monteiro, Mayke, Alex, Leo Simões e Egídio; Henrique e Lucas Silva, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Willian; Joel.

Pra libertadores, sim, vamos precisar de uns cascudões pontuais:

  • Dida (Fábio), Ceará (Fabiano), Chicão (Dedé), Paulão (Manoel) e Samudio (Gílson); Guiñazu (Nílton), Seymour (Farias) e Petros (Souza Ferrugem); Júlio Baptista (Diego Souza); Walter (Rafael Moura) e Kleber Gladiador (Wellington Paulista).

O time do Mineiro treinaria na Toca II e dos cascudos, no Colégio Militar. Ou no campo do Pompéia.