Arquivo da Categoria ‘Comentários’

8ª MG: Caldense, líder provisória

terça-feira, 17 de março de 2015

8ª rodada do Mineiro 2015, disputada em 14/15/16mar15.

DEMOCRATA-GV 0×1 CALDENSE, 16mar15seg29h39, 8ª Mineiro 2015, Mammoud Abbas (8,6 mil), Governador Valadares, 2.308 pagantes, R$46.445, média R$20, gol de Luiz Eduardo, 15. Árbitros: Cleisson Veloso Pereira, Magno Arantes Lira e Douglas Almeida Costa, mineiros. Amarelos: Leomar, Amilton (D), Serginho, Helder, Feijão. DEMOCRATA: Fábio Noronha, Douglas, Ricardo Duarte, Leomar e Denílson; Marcel, Júlio César, Paulinho (Rodrigão, 59), João Paulo, Kaio Wilker e Amilton (Leandrinho, 59). T: Gilmar Estevam. CALDENSE: Neguette, Feijão, Helder, Paulão e Rafael Estevam; Serginho, Tiago Azulão (Leo, 76), Yuri, e Nadson (Cristiano, 70); Luiz Eduardo e Zambi (Ewerton Maradona, 58). T: Leo Condé.

BOA 0×0 AMÉRICA, 14mar15sab18h30, 8ª Mineiro 2015, Dilzon Melo (10 mil), Varginha, 780 pagantes, R$8.170, média R$10. Árbitros: Emerson Almeida Ferreira, Frederico Soares Vilarinho e Felipe Alan Costa Oliveira, mineiros. Amarelos: Felipe Amorim, Diego Lorenzi (A), Fernando (B). BOA ESPORTE: Fernando; Leo Baiano, Thiago Carvalho, Everton Sena e Jackson (Hiltinho, 69); Gabriel Dias (Leonardo, 59), Marinho Donizete, Gilson e Moacir; Pedro Felipe (Alexandre, intervalo) e Uallison Pikachu. T: Ney da Matta. AMÉRICA: João Ricardo; Robertinho, Wesley Matos, André e Bryan; Thiago Santos, Diego Lorenzi, Renato Silva (Pedrinho,73), Felipe Amorim e Bruno Sávio (Diney, 84); Rubens (Rodrigo Silva, 79). T: Givanildo Oliveira.

ATLÉTICO-MG 4×0 URT, 15mar15dom16h, Independência (23 mil), Belo Horizonte, 7.757 pagantes, R$133,560, média R$, gols de Luan, Marcos Rocha, Lucas Pratto e Dudu, contra. Árbitros: Jerferson Antônio Costa, Marcus Vinícius Gomes e Wesley Moreira Carvalho, mineiros. ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha (Patric), Edcarlos, Jemerson e Douglas Santos; Josué, Rafael Carioca, Cárdenas (Maicosuel), Luan e Carlos (Dodô); Pratto. T: Levir Culpi. URT: Mateus Andrade (Giulliano), Rafinha, Carciano, Marcus Vinícius e Marcel; Marzagão, Formigoni, Júnior Paraíba e Robinho; Danilo (Robson) e Wellington (Dudu). T: Eugênio Souza.

TUPI 3×0 VILLA NOVA, 15mar15dom16h, Mário Helênio (10 mil), Juiz de Fora, 1.291 pagantes, R$12.640, média R$10, gols de Daniel Morais, 45, 71 e 89. Árbitros: Wanderson Alves Souza, Janette Mara Arcanjo e Felipe Souza Leal, mineiros. Amarelos: Fabrício, Hugo Sanches, Osmar (T), Rafael Gomes, Toledo, Danilo Costa. Vermelho: Bruno Arrabal (T), 9. TUPI: Glaysson, Osmar, Maylson, Thiago e Fabrício; Genalvo, Rafael Assis (Ygor, 80), Bruno Arrabal, Ulisses (Hugo Sanches, 77), Noé (Emerson, 69); Daniel Morais. T: Felipe Surian. VILLA NOVA: Thiago Braga, Edvan, Danilo Costa, Cleyton e Toledo; João Paulo, Humberto (Dodô, intervalo), Michel Eloi, Rafael Gomes (Paulo Henrique, 58), Gabriel Davis (Kaká, intervalo), Diego Clementino. T: Wellington Farjado.

GUARANI 1×2 TOMBENSE, 15mar15dom16h, 8ª Mineiro 2015, Waldemar Faria (4,1 mil), Divinópolis, 2.164 pagantes, R$20.830, média R$10, gols de Betinho, 36, Carlos Renato, 53, Joilson, 77. Árbitros: Igor Junio Benevenuto, Márcio Eustáquio Souza Santiago e Ricardo Vieira Rodrigues, mineiros. Amarelos: Cris, Leandro Ferreira (G), Heitor, Jilson, Daniel Amorim (T). Vermelho, Betinho, 43. GUARANI: George, Roger (Michel Cury, intervalo), Cris, Tiago Papel e Carlos Renato; Washigton (Tardelli, 68), Leandro Ferreira, Vinícius Kiss (Walterson, 65), Djalma, Fábio Jr e Marcinho. T: Gian Carlos. TOMBENSE: Darley, Gedeilson, Heitor, Alexandre e Mazinho; Coutinho, Betinho, Rafael Pernão (Joilson, 62), Daniel Amorim, Luiz Fernando (Dejair, 62), Mateus (Alex, 71). Técnico: Júnior Lopes.

CRUZEIRO 1x1MAMORÉ, quarta-feira, 25mar15, 22h. TEMPO nublado, temperatura 23º, vento 12 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 8ª rodada do Mineiro 2015. TRANSMISSÃO: Globo Minas, pra todo o estado. PÚBLICO: 5.978 pagantes, 6.850 presentes, R$170.080, média R$28. ARBITRAGEM: Jerferson Antônio da Costa, Marcus Vinicius Gomes e Felipe Alan Costa de Oliveira, trio da FMF. AMARELO: Nenhum. GOLS: Juliano, 55, Leandro Damião, 85. CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Leo Simões, Paulo André (Manoel) e Gilson; Henrique e Willian Farias (Marcos Vinícius); Riascos (Neilton), Judivan e Joel; Leandro Damião. T: Marcelo Oliveira. MAMORÉ: Gilberto; Bruno Limão (Radar), Pablo, Juliano e Ernani; Tales, Maxsuel, Erick (Denílson) e Luizinho; Charles (Diego Sales) e Jonathan Reis. T: Carlos Alberto Pael.

CLASSIFICAÇÃO: 1. Cruzeiro, 18 /// 2. Caldense, 18 /// 3. AtléticoMG, 16 /// 4. Tombense, 16 /// 5. America, 16 /// 6. Villa Nova, 12 /// 7. Tupi, 10 /// 8. URT, 7 /// 9. Boa, 6 /// 10. Mamoré, 5 /// Democrata, 4 /// 12. Guarani, 3.

ARTILHARIA: 7. Leandro Damião (Cruzeiro) /// 6. Luiz Eduardo (Caldense) /// 5. Daniel Morais (Tupi) /// 4. Cristiano (Caldense), João Paulo (Democrata) /// 3. Daniel Amorim, Joilson, Betinho (Tombense), Luan (Franga).

LUGARES: 117.700. PUPAGANTE: 20.278. MÉDIA: 3.380. OCUPAÇÃO: 17%

Despedido por desobediência

quinta-feira, 5 de março de 2015

Deu no site da Veja:

  • O técnico Enderson Moreira foi demitido do Santos na manhã desta quinta. Mesmo com bons resultados no Paulista -líder do Grupo 4, com 5 vitórias e 2 empates-, a diretoria rompeu contrato. O presidente Modesto Roma Jr. convocou entrevista a fim de explicar a demissão, hoje às 16h. O principal motivo seria o desentendimento entre treinador, diretoria e jogadores jovens. Enderson estaria sendo pressionado pra escalar os garotos revelados pelo clube -Caju, Gustavo Henrique e Gabriel-, mas resistia. O clima ruim ficou evidenciado em entrevista de Enderson à Bandeirantes na quarta, quando ele disse que “alguns atletas acham que são mais do que são; ainda não conquistaram nada, não são referências e têm muito que caminhar”. Mas o fator decisivo teria sido a bronca de Enderson no zagueiro Gustavo Henrique, 21 anos, no treino desta manhã. Enderson Moreira, 43 anos, ficou apenas 6 meses no Santos, com 16 vitórias, 5 empates e 9 derrotas.

Com 59% de aproveitamento, Enderson não cavou sua demissão em campo. Como já havia acontecido com Adílson Batista, que atingiu a marca de 61%, mesmo sem contar com Ganso e Neymar, convocados pela CBF na ocasião.

Isto revela que os critérios na Vila Belmiro não são técnicos. Prevalece naquelas bandas a intriga, a cornetagem e a opinião dos padeiros. Puro amadorismo.

Mas, pra além das picuinhas, resta saber por que a diretoria do Santos contratou Ricardo Oliveira, Elano, Renato, Robinho e outros “pouco jovens”, se a ordem é escalar a garotada na marra.

Que GPT não aprenda nada com esses jecas praianos.

Lendas pra consumo de oligofrênicos

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Raé disse:

  • Alguém do time confirmou isso recentenente: Wagner e Ramires lideraram um movimento contrário à maioria e entraram de corpo mole contra um Estudiantes, que veio pra perder de pouco, mas vendo nosso frouxo time criou asas e ganhou o jogo. Wagner é um dos que nada fizeram em campo.

O que o Raé não disse:

  • Quem acusou Wagner e Ramires de liderarem um movimento contra o resto do time.

O que o Raé não suspeitava na ocasião e continua ignorando ainda hoje:

  • Que o Estudiantes era tricampeão da Libertadores e, com um currículo desse, nenhum time vem ao Mineirão pra perder de pouco.

O que o Raé não viu:

  • Que em La Plata, não fosse Fábio, a caixa do Cruzeiro era pra 4 ou 5, tamanha a superioridade dos pinchas.

O que não dá pra levar a sério:

  • Conversa fiada, paranoia e maledicência de torcedor.

E tome lenda:

  • O tapa do Obdúlio no Bigode, O soco do Kleber no Wagner, A estória do lebrão velho, A compra dos 6×1, O acordo da CBF com a Fifa pra dar o título de 98 à França, A CIA dopando Maradona…

E cretinces afins.

Sem dó do Fla

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Ontem, o Flamengo venceu o Barra Mansa por 4×0, pelo Carioca, mas o que está dando o que falar foi o ganhame de cada time.

O Fla faturou R$7 mil e o Barra, R$ 10 mil.

Vc está com dó do rubronegro, caro leitor? Eu não. Nem um pouco.

Esse papo de jornalista burro não me pega.

O Fla recebe uma fortuna de patrocínio, publicidade e cota de TV pra… botar o time em campo.

Sem o Barra Mansa do outro lado, este faturamento não se realiza.

Se pagar pra jogar contra o novato do interior, os flamengos ainda ganham os tubos, então…

Vão lamber sabão, pentear macacos e procurar outros trouxas pra enganar.

Preocupante

sábado, 24 de janeiro de 2015

ALON FEUERWERKER, jornalista e torcedor do Santos, tuitou isto:

  • Após saídas e contratações, o Santos tem elenco pra ir novamente à decisão do Paulista, o torneio mais importante do ano. Vanderlei > Aranha, Elano > Arouca, Chiquinho > Mena, Ricardo Oliveira > Leandro Damião. Simples assim.

Preocupante. Não pros santistas, mas pra nós cruzeirenses.

Julgamento

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

O presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, é um cidadão correto. Pode ser turrão, ruim e entrevista etc, mas é honesto, disse ninguém duvida.

Mas depois deste desmanche do time bicampeão brasileiro, ele pode virar ladrão. Basta perder o próximo RapoCota pro torcedor bater o martelo condenatório.

Será ofendido não só por hidrófobos e termocéfalos, mas também por simpatizantes, sofazistas e palpiteiros. Todos hão de jurar que ele tem parte do passe até da Salomé.

No circo do futebol brasileiro, um malabarista se vira no picadeiro, enquanto uma plateia inteira de palhaços torce pra ele se esborrachar.

Previsão de casa vazia

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Recebi esta mensagem hoje.

  • Bom dia, Jorge Santana. Aqui em Goval, o burburinho sobre os preços de ingressos pra Democrata x Cruzeiro, na abertura do Mineiro, às 19h30 de 01fev15, no Mamudão, indica que os preços serão de R$50 na metálica, R$100 no cimento e R$200 nas cadeiras, Se for realmente isso, é preço de Mineirão… Mas não há conformação. O Democrata disse que os preços só serão divulgados na semana do jogo, quando vão se iniciar as vendas. Mas quem trabalha há mais tempo na área espotiva, aqui em GV, tá acreditando que será isso mesmo. Abs, Fábio Velame

Se os preços forem estes, o Cruzeiro, mais uma vez, jogará em estádio vazio.

Como neste domingo, em Londrina. Como en todos os jogos no Mineiro de 2014, no interior.

Será que os cartolas do interior não acompanham futebol?

Ou estão confundindo Cruzeiro com Real Madrid?

Não adianta cobrar, clones não existem no fut

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Segundo comentaristas do PHD e meus amigos do Facebook, estes são os substitutos ideiais para o Ricardo Goulart:

  • [12] Júlio Baptista
  • [11] Alisson
  • [4] Cardenas
  • [3] Guilherme, Conca, Lucas Lima
  • [2] Montillo, Arrascaeta, Gedoz
  • [1] Cícero, Vitinho, Giuliano, Mas, Moutaouali.

A maior parte do pessoal mostrou ter juizo. A vez é de quem já vem roendo o osso sentado no banco, por dois anos.

Não faz sentido torrar toda a grana das vendas recentes em aquisições apressadas, num momento em que dívidas impedem a assinatura de um contrato de patrocínio..

Melhor pagar dívidas e sanear as finanças, enquanto Júlio Baptista e Alisson disputam a posição.

E sem a cobrança de uma substituição perfeita. Ou isto é pedir demais e os puros de alma e de cérebro vão exigir que os JB e Alisson sejam clones do RG?

Peixes escapolem do aquário

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Aranha, Matheus Índio, Arouca e Mena não apareceram pra treinar, hoje, no Santos. E entraram na Justiça pedindo liberação pra se acertarem com outros clubes, pois não recebem salários desde setembro.

Deu nisto o projeto megalomaníaco do ex presidente LAOR, tão babado por comentaristas do PHD. Neymar se foi a preço de banana e agora o elenco está se desmilinguindo.

Cartolagem brasileira precisa contratar um consultor em gestão de clubes de futebol. Zezé Perrella é o nome mais indicado. Com ele, jogador tinha que dar lucro técnico e financeiro.

E não adiantava torcedor fazer beicinho. Importante era pagar em dia, manter as finanças equilibradas e conquistar títulos.

Cascudos pontuais

sábado, 27 de dezembro de 2014

Começou a conversa de time jovem pro Mineiro e time cascudo pra Libertadores.

Então, vamos lá! Pro Mineiro, não há necessidade de contratações:

  • Rafael Monteiro, Mayke, Alex, Leo Simões e Egídio; Henrique e Lucas Silva, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Willian; Joel.

Pra libertadores, sim, vamos precisar de uns cascudões pontuais:

  • Dida (Fábio), Ceará (Fabiano), Chicão (Dedé), Paulão (Manoel) e Samudio (Gílson); Guiñazu (Nílton), Seymour (Farias) e Petros (Souza Ferrugem); Júlio Baptista (Diego Souza); Walter (Rafael Moura) e Kleber Gladiador (Wellington Paulista).

O time do Mineiro treinaria na Toca II e dos cascudos, no Colégio Militar. Ou no campo do Pompéia.