Arquivo da Categoria ‘Comentários’

Preocupante

sábado, 24 de janeiro de 2015

ALON FEUERWERKER, jornalista e torcedor do Santos, tuitou isto:

  • Após saídas e contratações, o Santos tem elenco pra ir novamente à decisão do Paulista, o torneio mais importante do ano. Vanderlei > Aranha, Elano > Arouca, Chiquinho > Mena, Ricardo Oliveira > Leandro Damião. Simples assim.

Preocupante. Não pros santistas, mas pra nós cruzeirenses.

Julgamento

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

O presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, é um cidadão correto. Pode ser turrão, ruim e entrevista etc, mas é honesto, disse ninguém duvida.

Mas depois deste desmanche do time bicampeão brasileiro, ele pode virar ladrão. Basta perder o próximo RapoCota pro torcedor bater o martelo condenatório.

Será ofendido não só por hidrófobos e termocéfalos, mas também por simpatizantes, sofazistas e palpiteiros. Todos hão de jurar que ele tem parte do passe até da Salomé.

No circo do futebol brasileiro, um malabarista se vira no picadeiro, enquanto uma plateia inteira de palhaços torce pra ele se esborrachar.

Previsão de casa vazia

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Recebi esta mensagem hoje.

  • Bom dia, Jorge Santana. Aqui em Goval, o burburinho sobre os preços de ingressos pra Democrata x Cruzeiro, na abertura do Mineiro, às 19h30 de 01fev15, no Mamudão, indica que os preços serão de R$50 na metálica, R$100 no cimento e R$200 nas cadeiras, Se for realmente isso, é preço de Mineirão… Mas não há conformação. O Democrata disse que os preços só serão divulgados na semana do jogo, quando vão se iniciar as vendas. Mas quem trabalha há mais tempo na área espotiva, aqui em GV, tá acreditando que será isso mesmo. Abs, Fábio Velame

Se os preços forem estes, o Cruzeiro, mais uma vez, jogará em estádio vazio.

Como neste domingo, em Londrina. Como en todos os jogos no Mineiro de 2014, no interior.

Será que os cartolas do interior não acompanham futebol?

Ou estão confundindo Cruzeiro com Real Madrid?

Não adianta cobrar, clones não existem no fut

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Segundo comentaristas do PHD e meus amigos do Facebook, estes são os substitutos ideiais para o Ricardo Goulart:

  • [12] Júlio Baptista
  • [11] Alisson
  • [4] Cardenas
  • [3] Guilherme, Conca, Lucas Lima
  • [2] Montillo, Arrascaeta, Gedoz
  • [1] Cícero, Vitinho, Giuliano, Mas, Moutaouali.

A maior parte do pessoal mostrou ter juizo. A vez é de quem já vem roendo o osso sentado no banco, por dois anos.

Não faz sentido torrar toda a grana das vendas recentes em aquisições apressadas, num momento em que dívidas impedem a assinatura de um contrato de patrocínio..

Melhor pagar dívidas e sanear as finanças, enquanto Júlio Baptista e Alisson disputam a posição.

E sem a cobrança de uma substituição perfeita. Ou isto é pedir demais e os puros de alma e de cérebro vão exigir que os JB e Alisson sejam clones do RG?

Peixes escapolem do aquário

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Aranha, Matheus Índio, Arouca e Mena não apareceram pra treinar, hoje, no Santos. E entraram na Justiça pedindo liberação pra se acertarem com outros clubes, pois não recebem salários desde setembro.

Deu nisto o projeto megalomaníaco do ex presidente LAOR, tão babado por comentaristas do PHD. Neymar se foi a preço de banana e agora o elenco está se desmilinguindo.

Cartolagem brasileira precisa contratar um consultor em gestão de clubes de futebol. Zezé Perrella é o nome mais indicado. Com ele, jogador tinha que dar lucro técnico e financeiro.

E não adiantava torcedor fazer beicinho. Importante era pagar em dia, manter as finanças equilibradas e conquistar títulos.

NFL: Packers 26×21 Cowboys, Broncos 13×24 Colts

domingo, 11 de janeiro de 2015

A segunda rodada dos playoffs da NFL, o Divisional Round, tem sequência neste domingo com mais dois jogos.

No primeiro, o GREEN BAY PACKERS enfrenta o DALLAS COWBOYS pela NFC. Na sequência, DENVER BRONCOS e INDIANAPOLIS COLTAS se enfrentam pela AFC.

A ESPN transmite os dois jogos ao vivo.

GREEN BAY PACKERS x DALLAS COWBOYS, 16:00 (horário de Brasília), Lambeau Field (80.735), Green Bay, Wisconsin.

Certamente o confronto mais aguardado da rodada, tanto pela dose extra de tradição e rivalidade quanto pelo excelente momento das duas equipes. Packers e Cowboys fizeram decisões históricas e memoráveis e voltam a se encontrar em playoffs depois de quase vinte anos. O duelo deste domingo foi apelidado de Ice Bowl II, referência à mitológica decisão do título da antiga NFL em 67, disputado no Lambeau Field sob congelantes −26 °C, vencido pelo Packers nos segundos finais. Mais do que a história, vale mesmo é o desempenho de cada equipe no campo de jogo. E as credenciais apresentadas por Packers e Cowboys ao longo da temporada mais do que justificam a expectativa criada. Ambos fizeram campanhas excelentes de 12-4. O Cowboys fez 8-0 em jogos fora de casa, o Packers fez 8-0 nos jogos em casa. Tony Romo foi 1º em aproveitamento de passes e 4º em número de touchdowns anotados; Aaron Rodgers, 2º e 3º. Ambos são potenciais candidatos ao título de MVP da temporada. Romo ainda luta por reconhecimento e credibilidade. Rodgers, que não sofre interceptação em casa desde dezembro de 2012, busca seu segundo anel de campeão. Uma contusão na panturrilha sofrida na Semana 17 limitou sua presença nos treinamentos e pode ser um complicador. Além dos QB, cada equipe ainda conta com um arsenal de opções e estratégias. Resta saber qual fará melhor uso dele.

Confrontos: Em playoffs, 6 jogos, Cowboys 4-2 – Último jogo, Cowboys 38×27, final de conferência de 1995. Histórico: 31 jogos, Cowboys 16-15. Último jogo: Packers 37×36, rodada 15 de 2013, no Texas.

  • GREEN BAY PACKERS
  • Campanha: 12-4 (8-0 casa, 4-4 fora). Campeão da Divisão Norte da NFC, 2º na Conferência. Na primeira metade da temporada, fez 5-3, com 4 vitórias consecutivas. Na segunda, foram 7 vitórias, 5 consecutivas, e apenas uma derrota. Na rodada 17, venceu o Lions, em confronto direto pelo título da divisão.
  • Histórico: Uma das mais antigas franquias da NFL, fundada em 1919. Títulos de Divisão: 11, desde 1970. Classificação aos playoffs: 19, 6ª consecutiva. Finais de Conferência: 5, 3-2. Super Bowl: 3, 2-1. Venceu em 96 e 10 e perdeu em 97. Recorde em pós-temporadas (desde 1970): 34 jogos, 18-16.
  • Posição nos rankings: defesa – 15º; ataque – 6º; passes – 8º; corridas – 11º; pontos – 1º (30.4)
  • Destaques: Aaron Rodgers, QB, 31 anos, 10ª temporada, 38 TD (3º), 5 INT, 4.381 jardas lançadas (7º) / Eddie Lacy, RB, 24 anos, 2ª temporada, 246 corridas – 1.139 (7º), 9 TD (3º) / Jordy Nelson, WR, 29 anos, 7ª temporada, 98 recepções – 1.519 jardas (4º), 13 TD (2º) / Clay Matthews, OLB, 28 anos, 6ª temporada, 61 tackles, 11.0 sacks (12º).
  • Técnico: Mike McCarthy, 51 anos, 9ª temporada, 7 classificações para playoffs, 6ª consecutiva. Temporada regular: 94-49. Playoffs: 6-5. Um título de Super Bowl (10).

  • DALLAS COWBOYS
    • Campanha: 12-4 (4-4 em casa, 8-0 fora). Campeão da Divisão Leste da NFC, 3º na Conferência. No Wild Card, bateu o Lions, 24×20, em jogo dramático.
    • Histórico: Fundado em 1960. Títulos de Divisão: 18, desde 1970. Classificação aos playoffs: 27, 1ª desde 2009. Finais de Conferência: 14, 8-6. Super Bowl: 8, 5-3. Venceu em 71, 77, 92, 93 e 95, e perdeu em 70, 75 e 78. Recorde em pós-temporada: 52 jogos, 32-20.
    • Posição nos rankings: defesa – 19º; ataque – 7º; passes – 16º; corridas – 2º; pontos – 5º (29.2).
    • Destaques: Tony Romo, QB, 34 anos, 12ª temporada, 34 TD (4º), 9 INT, 3.705 jardas (14º) / DeMarco Murray, RB, 26 anos, 4ª temporada, 392 corridas – 1.845 jardas (1º), 13 TD (1º) / Dez Bryant, WR, 26 anos, 5ª temporada, 88 recepções – 1.320 jardas (8º), 16 TD (1º) / Bruce Carter, OLB, 26 anos, 68 tackles, 5 interceptações (4º).
    • Contra o Lions: Tony Romo: 293 jardas (4º), 2 TD / DeMarco Murray: 75 jardas (2º), 1 TD / Terrance Willians: 92 jardas (4º), 2 TD.
    • Técnico: Jason Garrett, 48 anos, 5ª temporada, 1ª classificação para playoffs. Temporada regular: 41-31. Playoffs: 1-0.

DENVER BRONCOS x INDIANAPOLIS COLTS, 19:30 (horário de Brasília), Sports Authority Field at Mile High (76.125), Denver, Colorado.

Primeiro duelo em playoffs de Peyton Manning contra o Colts e Andrew Luck, que o sucedeu no posto. Manning brilhou intensamente ao longo de suas treze temporadas pelo Colts, até sofrer uma grave contusão no pescoço e perder toda a temporada de 2011. A direção do Colts preferiu investir na renovação, o demitiu e contratou Luck. Manning foi para o Broncos, que àquela altura tinha um time pouco competitivo. Em 2012, eles avançaram até o Wild Card. Em 2013, Manning bateu recordes pessoais e da Liga e levou a equipe ao Super Bowl. Tudo perfeito até a surra aplicada pelo Seahawks na decisão. Agora, Manning não atingiu as marcas da temporada passada, mas manteve o nível alto, incluindo a marca de 8-0 em jogos em casa.  Andrew Luck tem correspondido bem ao desafio. Levou a equipe aos playoffs nas suas três primeiras temporadas como campeão de Divisão, com campanhas de 11-5. Nesta, liderou a Liga em touchdowns anotados e foi o 3º em jardas lançadas (Manning foi 2º e 4º). Teve uma atuação de gala contra o Bengals no Wild Card. O Colts vai precisar de outra, e algo mais, para sair do Colorado com uma vitória.

  • Confrontos: Playoffs: 2 jogos, Colts 2-0 (03, 04). Histórico: 23 jogos, Broncos 12-11. Último jogo: Broncos 34×31, rodada 1 de 2014.
  • DENVER BRONCOS
  • Campanha: 12-4 (8-0 casa, 4-4 fora). Campeão da Divisão Oeste da AFC, 2º na Conferência. Até a rodada 8 abriu 6-1. Sacramentou a classificação com 4 vitórias seguidas entre as rodadas 12 e 15. Últimos 5 jogos: 4-1.
  • Histórico: Fundado em 1960, em Denver. Títulos de Divisão: 14, 4 consecutivos. Classificação aos playoffs: 21, 4ª consecutiva. Finais de Conferência: 9, com 7-2. Super Bowl: 7, com 2-5. Venceu em 97 e 98, perdeu em 77, 86, 87, 89, 14. Recorde em playoffs: 38 jogos, com 20-18.
  • Posição nos rankings: defesa – 3º; ataque – 4º; passes – 4º; corridas – 15º; pontos – 2º (30.1)
  • Destaques: Peyton Manning, QB, 38 anos, 17ª temporada – 3ª na equipe, 39 TD (2º), 15 INT, 4.727 jardas lançadas (4º) / Emmanuel Sanders, WR, 27 anos, 5ª temporada – 1ª na equipe, 101 corridas – 1.404 jardas (5º), 9 TD / Demaryius Thomas, WR, 27 anos, 5ª temporada, 111 recepções – 1.619 jardas (2º), 11 TD / Von Miller, OLB, 25 anos, 4ª temporada, 59 tackles, 14.0 sacks (6º).
  • Técnico: John Fox, 59 anos, 13ª temporada – 4ª na equipe, 7 classificações para playoffs – 4 consecutivas pela equipe. Temporada regular: 119-89, 46-18 pela equipe. Playoffs: 8-6, 3-3 pela equipe. Super Bowl: 0-2 (03, 14).
  • INDIANAPOLIS COLTS

  • Campanha: 11-5 (6-2 em casa, 5-3 fora). Campeão da Divisão Sul da AFC, 4º na Conferência. Venceu o Cincinnati Bengals, 26-10, no wild card.
  • Histórico: Fundado como Baltimore Colts em 1953, mudou para Indianapolis em 1984. Títulos de Divisão: 15, 2º consecutivo. Classificações aos playoffs: 22, 3ª consecutiva. Finais de Conferência: 6, com 3-3. Super Bowl: 3, com 2-1. Venceu em 70 e 06 e perdeu em 09. Recorde em pós-temporada: 36 jogos, com 17-19.
  • Posição nos rankings: defesa – 11º; ataque – 3º; passes – 1º; corridas – 22º; pontos – 6º (28.6).
  • Destaques: Andrew Luck, QB, 25 anos, 3ª temporada, 40 TD, 16 INT, 4.761 jardas lançadas (3º) / Trent Richardson, RB, 24 anos, 4ª temporada – 2ª na equipe, 159 corridas – 519 jardas, 3 TD / T. Y. Hilton, WR, 25 anos, 3ª temporada, 82 recepções – 1.345 jardas (6º), 7 TD / D´Qwell Jackson, ILB, 31 anos, 9ª temporada – 1ª na equipe, 140 tackles (6º), 4.0 sacks.
  • Contra os Bengals: Andrew Luck: 376 jardas (1º), 1 TD / Dan Herron: 12 corridas – 56 jardas (3º), 10 recepções, 85 jardas (6º) / Jerrell Freeman: 15 tackles (1º), 1.5 sacks (4º)
  • Técnico: Chuck Pagano, 54 anos, 3ª temporada, 3ª classificação para playoffs. Temporada regular: 33-15. Playoffs: 2-2.

Cascudos pontuais

sábado, 27 de dezembro de 2014

Começou a conversa de time jovem pro Mineiro e time cascudo pra Libertadores.

Então, vamos lá! Pro Mineiro, não há necessidade de contratações:

  • Rafael Monteiro, Mayke, Alex, Leo Simões e Egídio; Henrique e Lucas Silva, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Willian; Joel.

Pra libertadores, sim, vamos precisar de uns cascudões pontuais:

  • Dida (Fábio), Ceará (Fabiano), Chicão (Dedé), Paulão (Manoel) e Samudio (Gílson); Guiñazu (Nílton), Seymour (Farias) e Petros (Souza Ferrugem); Júlio Baptista (Diego Souza); Walter (Rafael Moura) e Kleber Gladiador (Wellington Paulista).

O time do Mineiro treinaria na Toca II e dos cascudos, no Colégio Militar. Ou no campo do Pompéia.

O melhor campeonato do mundo

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Vem aí o melhor campeonato do mundo, o Mineiro, com bons estádios, rivalidades históricas, morro da pitimba e grandes revelações pipocando aqui e acolá.

De olho na Interlândia, o PHD recolheu algumas notícias. Se o caro leitor tiver outras, não as esconda do grande público. Publique -as na área de comentários.

GUARANI, o Bugre. Elenco reinicia treinos para o campeonato, nesta sexta, no Farião. O lateral-esquerdo Raul Barros, contudo, não vai aparecer. Ele foi baleado, ao ser abordado por dois ladrões, na véspera do Natal e foi internado na Unidade de Pronto Atendimento. O atleta ficou sem o carro, mas está bem e já recebeu alta.

MAMORÉ, o Sapo. Empresa de insumos agrícolas de Patos de Minas cuidou do gramado do Bernardo Rubinger. A cancha do campeão da 20 Divisão 2014 ficou perfeita para início da fase de treinos, na próxima segunda.

URT, a Poeira Azul.  A nova diretoria (Roberto Túlio de Miranda, presidente; Bartolomeu Ferreira Ribeiro, vice administrativo; Edno de Oliveira Brito, vice financeiro; Gedeon Borges, vice de patrimônio; Marlindo Celso Basílio, vice de futebol) tem propostas de um shopping e de um hipermercado pra vender o estádio Zama Maciel, que ocupa área de 17 mil m², em área nobre.  Caso seja concluído algum dos negócios, o clube construirá um novo estádio fora do centro da cidade e vai exigir participação nos lucros do empreendimento. No futebol, o destaque é o novo treinador Vílson Taddei, com larga história no futebol.

TUPI, o Carijó. Com o gramado do Municipal Mário Helênio em recuperação, o técnico Felipe Surian comanda treinos nas canchas do Colégio Grambery e no estádio do clube, no bairro Santa Terezinha. A grana está curta. Em 2012, a pré temporada foi num centro de treinamentos bem estruturado,em Ubá. Agora, está sendo feita em gramados precários.

BOA, a Coruja. O atacante Giancarlo perdoou dívida de R$20 mil pra rescindir contrato com o Treze, de Campina Grande, pra assinar com o clube de Varginha, que também incorporou o volante Gílson, buscado no Luverdense. Leonardo, beque de 19 anos, que o Cruzeiro buscou no Vila Nova, de Goiânia, também deve integrar o elenco, emprestado pelo tetracampeão brasileiro. A grande perda do time foi o centroavante Fernando Karanga, que assinou por dois anos com o Jeju United, da Coreia do sul.

DEMOCRATA, a Pantera. Os principais reforços para o time treinado por Gilmar Estevam são o lateral direito Leandrinho (ASA), lo meiatacante Lenadrinho, Willian Leandro (Coritiba), Marcus Vinícius (Estrela do Norte), o beque Ricardo Duarte (Cartaginés, da Costa Rica) e o lateral direito Osvaldir (Madureira), lateral. O alvinegro estreia contra o Cruzeiro, às 19h30 de 01fev14.

CALDENSE, a Veterana. Com um gol do atacante Luiz Eduardo, no 1º tempo, após cruzamento de Yuri, a Caldense venceu o Itapirense (Série A2 do Paulista), nesta terça, no Centro de Treinamento Ninho dos Periquitos. O técnico Leoescalou o time com Rodrigo; Andrezinho, Marcelinho, Plínio e Rafael Estevam; Serginho, Yuri e Nadson; Thiago Azulão, Luiz Eduardo e Zambi. A estreia do time será no Mineiro será em 01fev15, no Ronaldo Junqueira, contra o Mamoré.

TOMBENSE, o Carcará. O volante Joilson renovou contrato e Júnior Lopes, filho do delegado e treinador Antônio Lopes, é o novo técnico do campeão brasileiro da Série D.  Fora de campo, o clube está se preparando pra construir um centro de treinamentos com 4 campos e hotel para concentração.

VILLA NOVA, o Leão do Bonfim. O ex goleiro do América e do Cruzeiro, Wellington Fajardo, volta a treinar o time de Nova Lima. Fora das quatro linhas, a Prefeitura toca as obras do Centro de Treinamento de Honório Bicalho, que atenderá o Villa e outros clubes amadores da cidade. Três campos já estão prontos.

Duas caixas na camisa

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Dillma manterá a direção da Caixa, que por sua vez manterá a política de patrocinar clubes de futebol.

O Cruzeiro deve pegar R$20 milhões por um ano pra estampar o logo do banco oficial na barriga.

No ombro, sairá o GuaraMix e entrará a Cemil, aquela caixa de leite que vc encontra nas gôndolas de supermercados.

Muito bom! Muito bom! Mas eu não compro camisa abadá, pois não tenho vocação pra ser outdoor.

Confins está ficando cada vez mais longe de vc

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

O Campeonato Brasileiro acabou há três semanas e nenhuma contratação causou furor, impacto e, nem mesmo, cócegas no mercado.

Oswaldo Oliveira e Alexandre Mattos, no Palmeiras. Doriva no Vasco. Fabiano no Cruzeiro. Pratto será das frangas… Pfui…

Ah, sim, tem o Tite, com toneladas de marketing embarcado, tentando descolar o pouco mais de 50% do que esperava ganhar dos gambás. E o Real Madrid cozinhando Cruzeiro e Lucas Silva em fogo brando.

País devagar, quase parando, a presidente trocando keynesianos fracassados por neoliberais de carteirinha no Ministério da Fazenda e o Bank of America mandando  seus clientes investidores esquecerem Brasil e Rússia. Este é o panorama.

A boa notícia, caro leitor, é que vc não gastará tempo e combustível pra buscar etiquetas no aeroporto. Gostou?