Arquivo da Categoria ‘Comentários’

Jonathas

terça-feira, 22 de agosto de 2017

JONATHAS Cristian de Jesus, 26, natural de Betim (06mai91), centroavante de 1,90m revelado pelo Cruzeiro, campeão da Copa São Paulo 2007, foi contratado pelo Hannover.

Ele defendia o Rubin Kazan e assinou por 3 anos com o clube alemão. Jonathas foi campeão nacional e da Supercopa da Holanda na temporada 2008-09, defendendo o AZ Alkmaar.

Depois, passou por Brescia, Pescara, Torino, Latina, Elche e Real Sociedad, antes de se transferir pra Russia.

Jonathas marcou 84 gols em 232 partidas na carreira. Cinco em 10 jogos pelo Cruzeiro. A média de 0,36 é muito boa pra quem nunca defendeu times muito ofensivos.

Pergunto: O Cruzeiro sabe aproveitar suas revelações? 

Infiéis estão pagando seus pecados

terça-feira, 22 de agosto de 2017

INFIÉIS penando, hoje aqui na Terra, antecipando o que terão de enfrentar nos quintos dos infernos, no futuro. 

Ingressos pra amanhã estão praticamnte esgotados e o sistema está engasgando. Só tem roxo, que custa os olhos da cara.

Cruzeiro 2×0 Sport: Centroavantes decidiram

domingo, 20 de agosto de 2017

CRUZEIRO contra Sport, neste 20ago17dom16h, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, pela 21ª rodada do Brasileiro 2017.

RANKING: Cruzeiro é o 6º, cm 14.202 pontos, Sport é o 17º, com 8.019.

CLASSIFICACAO: Cruzeiro começou a rodada em 9º lugar, com 27 pontos. Sport, em 5º, com 29.

CRUZEIRO: Fabio — Ezequiel, Leo, Murilo, Barbosa — Henrique, Hudson — Rafinha, Neves, Alisson — Sassá. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, França, Bryan, Lennon, Arthur, Lucas Silva, Nonoca, Messidoro, Robinho, Elber, Raniel.

AUSENTES: Sobis, Digão (suspenso), Dedé, Cabral, Manoel, Judivan, Marques, Arrascaeta, Romero (lesionados).

PENDURADOS: Leo, Cabral, Romero, Robinho, Sassá, Neves.

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Henríquez, Mena; Rithely, Patrick; Everton Felipe, Diego Souza, Lenis; André. T: Wanderlei Luxemburgo.

BANCO: Agenor G, Prata L, Igor B, Durval B, Sander L, Rodrigo V, Anselmo V,  Thomás M, Juninho A, Índio A, Rogério A.

AUSENTES: Thallyson V (suspenso), Neris B e Osvaldo A (lesionados).

PENDURADOS: Everton Felipe, Patrick, Henríquez, Anselmo e Osvaldo.

ARBITRAGEM: Caio Max Augusto Vieira, Vinicius Melo Lima, Jean Marcio Santos, Flavio Gomes Barroca (4º A), Ìtalo Medeiros Azevedo, Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN).

TRANSMISSÃO: Globo pra PE, com Rembrandt Junior, Cabral Neto e Wilson Souza. Premiere e Premiere Internacional, com Rogério Correa e Bob Faria.

CRUZEIRO 2×0 SPORT, 20ago17dom16h. TEMPO: Céu limpo, temperatura 25º, vento 5 Km/h, umidade 40%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. TRANSMISSÃO: Globo, Premiere, Premiere Interncional. PÚBLICO: 7.765 pag, 10.393 pres, R$132.119, média R$17. ARBITRAGEM: Caio Max, Vinícius Lima, Jean Márcio (RN). AMARELOS: Rafinha. GOLS: Sassá, 34, Raniel, 87. CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Leo, Murilo, Barbosa; Hudson (Lucas), Henrique; Rafinha, Neves, Alisson (Elber); Sassá (Raniel). T: Mano Menezes. SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo, Henríquez, Mena (Anselmo); Rithely, Patrick; Lenis (Juninho), Diego Souza, Everton Felipe (Rogério); André. T: Vanderlei Luxemburgo.

HISTÓRICO: 40 jogos. Cruzeiro venceu 19, empatou 12, perdeu 9, marcou 57 gols e sofreu 25. Os dois clubes jamais se enfrentaram numa decisão de título.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 61 campeonatos, 1.366 jogos, 595 vitórias, 366 empates, 406 derrotas, 2.009 gols marcados, 1.554 sofridos. Aproveitamento de 53%.

Encantados

sábado, 19 de agosto de 2017

Flamengos estão encantados com Zerrueda, seu novo treinador.

Um saite diz que Arão nunca se sentiu tão exigido num treino.

Outro diz que o auxiliar técnico empurrava Rodolpho nos treinos de bolas cruzadas, a fim de simular situações de jogo.

O torcedor brasileiro se supera em babação.

Mas isto passa: em três meses, os flamengos estarão, a babar de ódio, exigindo a saída do novo técnico.

La noche de los gringos

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Gringos se deram bem em terras brasilis nesta quarta:

  • Em PoA, o Tomba saiu na frente, mas cedeu a virada por 2×1 ao Grêmio. Pode ter sido a despedida de Luan. Portuluppi se diz tranquilo. Tem planos B e C, caso seu craque vá se esconder no Spartak, uma espécie de Flamengo russo. Quanto ao Godoy Cruz Antonio Y=Toma, nenhum problema: esta é tão somente a terceira participação do clube mendocino na competição. Está aprendendo.
  • Em Sampa, o Barcelona Guayaquil fez um jogo parelho com o Palmeiras, perdeu por 1×0, mas venceu nos pênaltis. O sóbrio Jailson defendeu um chute e esteve perto de catar outros dois. Bruno e Egídio (o melhor do time) perderam suas cobranças.
  • Em Beagá, as frangas conseguiram uma proeza: antes delas nenhum brasileiro havia sido eliminado por um boliviano na Libertadores. Com o 0x0 elas quebraram esta incômoda escrita. E o Ronho só voltará a ser Robinho, quando se mandar de Vespasiano.

Chistes à parte, ficam duas certezas: futebol brasileiro não mete medo na vizinhança e os técnicos brazucas criam tantos esquemas, que seus bons jogadores não jogam mais.

O Palmeiras, por exemplo, passou a impressão de que deveria estar em Londres, no Mundial de Atletismo. O time do Cuca correu como se a polícia estivesse atrás, mas quase nada criou.

Mano: “Terceiro jogador na área confundiu Mina”

sexta-feira, 28 de julho de 2017

PITACOS acesa do CRUZEIRO 1×1 PALMEIRAS, neste 26jul17qua21h45, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2017?

MANO MENEZES: Sofremos um gol numa saída de bola errada, em chute de rebote, que desviou no Romero. Faz parte, futebol é duro. Um gol como esse pode tirar classificação. Mas tivemos força, superação, o torcedor nos ajudou muito. Precisamos desse comportamento até o fim. Nessa hora, vai no coração mesmo. A superação vem porque o torcedor empurra. A gente foi feliz, fez o gol de empate e passou. Sempre haveria alguém que aproveitaria pra dizer que ensaiou, mas não tenho esta cara de pau. Foi uma iniciativa importante do jogador, saber que nessa hora tem que fazer algo a mais. O cruzamento do Alisson só saiu porque o Diogo foi pra área. Ter um terceiro jogador na área é que faz confundir o Mina, que sabia tirado quase todas as bolas de cabeça. É isso, eles têm a liberdade de fazer, e é necessário que se faça nessa hora.

DIOGO BARBOSA, lateral esquerdo do Cruzeiro: Estava chateado por não sair esse primeiro gol com a camisa do Cruzeiro. Mas, se soubesse que sairia da forma que saiu, não ficaria chateado. Depois que tomamos o gol, sabia que se não acontecesse a classificação, seria muito doloroso pelo jogo que fizemos em São Paulo. A torcida foi sensacional. Apoiou e incentivou o tempo todo. Isso fez a diferença e nos deu uma força a mais.

SITE CRUZEIRO: Na raça e no peso da camisa, Maior de Minas garante vaga na semifinal.

ROSAN AMARAL: Passando a semana em João Pessoa, assisti o jogo pela televisão ao lado do Claret Namentala. Vibramos demais. Jogo com tradição. Prevaleceu quem tem maior personalidade, como Henrique. O Cruzeiro dominou, engoliu taticamente o adversário. Tomou um gol num misto de falha com fatalidade., mas foi mais consciente e estava mais preparado, colocando sempre três jogadores nas disputas de bola. O melhor do jogo foi Mano Menezes.

MAURY GOUVÊA: Henrique, um monstro! Problema agora é que sem Sassá e Marques, e com o Sobis, estamos sem centroavante pro restante da Copa do Brasil. Mais um exemplo da má gestão de futebol dessa diretoria.

MATHEUS CHAVES: A torcida estava apoiando legal, inclusive após o gol do Palmeiras. Deu aquele baque inicial, mas o apoio se manteve. Depois do nosso gol, o que a galera cantou não tá no gibi. Foi um desses momentos de catarse coletiva que não dá pra explicar. Só vivendo pra sentir.

ECONOMISTA: Mano erra, logo é humano. Mas com o passar do tempo, tem se mostrado mais do que mediano, calando torcedor insano. Já o critiquei, mas hoje tenho que ser humilde: Tamu junto, Mano!

IVANA RODRIGUES: Fábio tem que parar de usar camisa vermelha! Ela atrai fluidos negativos. E o Elber não precisa mais entrar em campo, pois só fica parado.

Henrique fez uma partida perfeita

quinta-feira, 27 de julho de 2017

ATUAÇÕES dos protagonistas do CRUZEIRO 1×1 PALMEIRAS, neste 26jul17qua21h45, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2017?

TORCIDA CELESTE compareceu em bom número (embora menor do que o jogo merecia) e apoiou o time. O medo de perder a vaga falou mais alto do que a decepção da provável perda após o gol porcino e a galera se mobilizou pra tentar o empate, que parecia impossível. Deu certo.

FÁBIO fez mais uma atuação perfeita, com posicionamento de goleiro experiente, defesas conforme pedia a ocasião: algumas bolas encaixadas, outras rebatidas. Com absoluto controle do espaço aéreo. Além de tudo, passou a segurança que o time precisava num duelo monumental contra o time de maior e melhor elenco do País.

ROMERO marcou bem e pouco apoiou o ataque. Marcou um gol contra de forma acidental e não merece criticas pelo lance. Acontecências do bálipodo, um esporte que as mentes obtusas imaginam ser passível de ser jogado sem momentos adversos.

LEO fez mais uma partida assombrosa. No bom sentido, ao contrário do que seus vesgos perseguidores hão de entender.

MURILO comportou-se como veterano: sem afobação, nem precipitações, jogando coma simplicidade dos mestres da posição. Manoel continuará sentado por um bom tempo ainda.

BARBOSA tomou cuidados defensivos especiais diante de um time cheio de cobras. No começo, virou beque varias vezes, deixando a lateral pro trabalhador Alisson. Depois, conteve-se mais como lateral tradicional. No fim, se mandou pro ataque e fez seu primeiro gol com a camisa celeste. Um gol inesquecível pra quantos viram o jogo.

HENRIQUE controlou o meio de campo, com posicionamento perfeito que dificultou a circulação de bola pelo Palmeiras. Desarmou e armou, com qualidade e começou a jogada do gol de empate. Uma atuação irretocável.

CABRAL, mestre dos passes, também fez grande jogo defensivo.

LUCAS entrou no fim do jogo pra fechar o meio de campo, E cumpriu a ordem recebida. 

ELBER trabalhou muito barrando Egidio e auxiliando Romero. Saiu antes do fim, numa alteração inexplicável, mas que acabou dando certo, pois Arrascaeta também fez uma bela partida.

NEVES jogou menos do que nas partidas recentes, mas não a ponto de enterrar o time. O problema é que os companheiros estavam demasiadamente envolvidos coma marcação e não se apresentaram tanto pra jogar com ele.

SOBIS correu muito, mas não se explicou. Saiu mais cedo pra outro produzir algo mais inteligível.

ALISSON foi lateral e ponteiro, formando uma dupla afinadíssima com Barbosa. Fez o cruzamento milimétrico pro gol do parceiro.

RANIEL entrou no decorrer da etapa final e lutou muito, mas não conseguiu produzir nada muito relevante. 

ARRASCAETA entrou na 2ª etapa, começando pela direita e passando depois pro lado oposto. Fez boas jogadas e, não fosse por uma defesaça de Jailson, teria feito o terceiro gol celeste. 

MANO apostou mais no bloqueio dos adversários do que na criação. E a coisa ia dando certo, até o gol porcino. Daí em diante, fez o que todo técnico, teórico ou prático, faz: mandou atacar sem medo de tomar contratagolpes. E tomou um, que Egidio desperdiçou. Por sorte, conseguiu o empate, caso contrário seria assombrado pela lembrança do goleador Ábila, que o torcedor mantém viva.

CRUZEIRO começou marcando a saída de bola do Palmeiras, mas com o tempo passou a marcar em seu campo e foi pressionado até sofrer um gol. Depois, foi à frente e conseguiu o empate. Nos últimos minutos segurou a bola no campo de ataque, como jamais tinha feito nesta temporada. 

PALMEIRAS buscou o resultado o tempo todo. No 2ª tempo, chegou a ter cinco atacantes, mas criou poucas oportunidades, porque a defesa celeste fez uma partida perfeita. 

ÁRBITROS deram muita colher de chá pra Egidio, que saiu de suas características pra sentar o pé em quem apareceu em seu setor. Erro capital, porém, nenhum.

  • HENRIQUE [[[27]]] Setelagoas, Soalheiro, André, Gabriel, Daniel, Wagner, Romarol, Walfrido, Trem, Lincoln, Estevão, Wallace, Palmeira, Fabrício, Braga, Garcia, Carvalho, Klauss, Celeste, Maury, Vicente, Schrier, Anchieta, Bastos, Saddi, França, Síndico —– BARBOSA [[[9]]] Itatiaia, Serelo, Bitencourt, Ramos, Pancho, Beth, Marcelo, Gil, Morato —– CABRAL [[[5]] Velloso, Marcoalex, Chiabi, Jottar, Taísa —– LEO [[[4]]] Julim, Ccc, Rocha, Barnabé —– MURILO [[[4]]] Velame, Barros, Cristiano, Rossi —– MANO [[[3]]] Rosan, Arreguy, Economista —– TORCIDA CELESTE [[[2]]] Barreto, Vanda.

Cruzeiro 1×1 Palmeiras: E o seis virou nove

quarta-feira, 26 de julho de 2017

CRUZEIRO contra Palmeiras, neste 26jul17qua21h45, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2017.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 6º, com 14.202 pontos; Palmeiras, o 2º, com 14.720.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro eliminou Volta Redonda, Sao Francisco, Murici, São Paulo e Chapecoense. Palmeiras eliminou o Internacional.

CRUZEIRO: Fábio — Romero, Leo, Murilo, Barbosa — Henrique, Cabral — Elber, Neves, Alisson — Sobis. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, França, Lennon, Manoel, Arthur, Bryan, Nonoca, Rafinha, Elber, Arrascaeta, Raniel.

AUSENTES: Sassá e Rafael Marques (sem inscrição), Robinho (em recondicionamento fisico), Hudson (lesionado), Ábila (em negociação com Boca e Huracán).

ARBITRAGEM: Wilton Pereira Sampaio, Bruno Raphael Pires e Cristhian Passos Sorence (GO).

PALMEIRAS: Jailson — Jean, Mina, Dracena, Egídio; – Thiago Santos, Felipe Melo — Guedes, Guerra, Dudu — Borja. T: Cuca.

BANCO: Fernando Prass (G), Vinicius Silvestre (G), Fabiano (L), Antonio Carlos (B), Tchê Tchê (V), Michel Bastos (M), Raphael Veiga (M), Hyoran (A), Erik (A), Keno (A).

AUSENTES: Mayke, Luan, Juninho, Bruno Henrique, Deyverson (sem inscrição); Willian (lesionado); Arouca, Moisés, Thiago Martins (em recuperação física)

PENDURADOS: Fernando Prass e Erik.

TRANSMISSÃO: Globo pra MG menos Juiz de Fora (Rogério Correa, Bob Faria, Marcio Rezende Freitas) e SporTV (Luiz Carlos Jr, Mauricio Noriega, Henrique Fernandes).

TEMPO nublado, temperatura 17º, vento 10 Km/h, umidade 57%.

CRUZEIRO 1×1 PALMEIRAS, 26jul17qua21h45. TEMPO nublado, temperatura 16º, vento 10 Km/h, umidade 60%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2017. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: 41.660 pag, 44.842 pres, R$1.277.729, média R$29. ARBITRAGEM: Wilton Sampaio, Bruno Pires, Cristhian Sorence (GO). AMARELOS: Alisson, Arrascaeta, Neves, Mina, Egídio, Dracena. GOLS: Keno, 70, Barbosa, 84. CRUZEIRO: Fábio; Romero, Leo, Murilo, Barbosa; Henrique, Cabral; Elber (Arrascaeta); Neves; Alisson (Lucas); Sobis (Raniel). T: Mano Menezes. PALMEIRAS: Jailson; Jean, Mina, Dracena, Egídio; Thiago Santos, Felipe Melo (Veiga); Guedes, Guerra (Keno), Dudu (Tchê Tchê); Borja. T: Cuca.

HISTÓRICO: Foi o 90º Cruzeiro x Palmeiras. Cruzeiro venceu 33, empatou 26, perdeu 31, marcou 78 gols, sofreu 74. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 59 partidas. Cruzeiro venceu 23, empatou 18, perdeu 18. Em Minas, foram 42 jogos. Cruzeiro venceu 22, empatou 12, perdeu, 8. No Independência, 3 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro (2×1, 1975, 2×0, 1991, 2×1, 2012). Foram 3 decisões entre ambos. Em 1996, o Cruzeiro venceu a Copa do Brasil (1×1, Mineirão, 2×1, Parque Antártica). Em 1998, o Palmeiras venceu a Copa do Brasil (0×1, Mineirão, 2×0, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Mercosul (1×2, Mineirão, 3×1 e 1×0, Parque Antártica).

Semana 29: Gilvan vendeu Ábila pra pagar Ábila

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 29 de 2017, por MAURO FRANÇA:

SEGUNDA, 17JUL17. Reapresentação, pela manhã: regenerativo pros titulares, coletivo contra o Sub20 pros reservas, física pra Arrascaeta, Manoel e Raniel, fisioterapia em campo pra Rafinha, Robinho e Judivan.  

TERÇA, 18JUL17. Treino na academia, à exceção de Ábila, que fez corridas em campo. /// Canal argentino TyC Sports anuncia acerto entre Cruzeiro e Boca pra transferência de ÁBILA. Cruzeiro receberia MESSIDORO, por empréstimo até Dez18, e parte dos direitos de Ábila. Boca assumiria dívida com Huracan. /// BARCELONA (Guayaquil) confirmou negociação pra empréstimo de CAICEDO. /// DIGÃO liberado pelo Al Sharjah. /// GABRIEL XAVIER, emprestado ao Nagoya Grampus até Dez18, tem contrato prorrogado até Dez19. /// CRUZEIRO 1×1 AVAÍ. Copa Base Brasil Sub15, 2ª rodada Grupo B, Morenão, Campo Grande.

QUARTA, 19JUL17. Coletivo. Relacionados pra viagem ao Rio: Fábio, França, Rafael, Ezequiel, Bryan, Barbosa, Fabrício, Arthur, Leo, Murilo, Cabral, Elber, Henrique, Romero, Lucas, Nonoca, Neves, Alisson, Marques, Raniel, Sassá. /// CAICEDO emprestado ao Barcelona (Guayaquil), por uma temporada. /// DIGÃO, beque, assina por 3 anos. /// ZEZÉ PERRELLA divulga vídeo de apoio a SERGIO RODRIGUES, com críticas à atual diretoria. /// CRUZEIRO 1×2 GUAICURUS. Copa Base Brasil Sub15, Jacques Luz, Campo Grande.

QUINTA, 20JUL17. FLUMINENSE 1×1 CRUZEIRO. Brasileiro, 15ª rodada, Giulite Coutinho, Mesquita, 4.757 pag, R$115.000. Gols: Sassá, 35, Richarlison, 41 (p). FLU: Júlio César; Lucas (Norton, 79), Henrique, Frazan, Leo Pelé; Orejuela, Marlon Freitas, Wendel, Scarpa; Richarlison, Pedro (Calazans, 70). T: Abel Braga. CRUZEIRO: Fábio; Romero, Leo, Murilo, Barbosa; Henrique, Lucas, Cabral (Marques, 60); Neves, Elber (Raniel, 76), Sassá (Bryan, 73). T: Mano Menezes. /// MANO: “Pontuar é fundamental. Quando não puder somar três, reconhecemos que um também faz parte de campanha. No 1º tempo, o Cruzeiro podia ter alcançado uma vantagem. Tivemos controle absoluto, volume e oportunidades. O Fluminense veio diferente no 2º tempo e tivemos dificuldade. Foi um empate justo”. /// Manoel, Arrascaeta e Sóbis se juntaram à delegação. /// DIGÃO foi apresentado na Toca II. /// GILVAN de Pinho Tavares: [Negociação com o Boca] “Está acertado, só faltam detalhes mínimos com o contrato do Messidoro. A negociação não foi prejudicial porque permanecemos com 15% do Ábila e estamos trazendo um atleta ambicionado por vários clubes do Brasil, que vai ter um valor econômico muito acima do investimento no Ábila”. [Contratação de lateral]: “Seria o Fábio, que está na Inglaterra. Ele estava louco pra vir pro Cruzeiro, mas o treinador dele exigiu sua permanência. Então vamos esperar, quem sabe na janela de janeiro ele venha, porque é a vontade dele”. /// MESSIDORO assinou contrato com o Cruzeiro, até Dez18. /// Goleiro RAFAEL renova contrato até Dez22. /// AtléticoPR fez sondagem por FABRÍCIO. /// CRUZEIRO 9×1 SIDROLÂNDIA. Copa Base Brasil Sub15, disputa 9º-16º, Jacques Luz, Campo Grande. /// VITÓRIA 2×2 CRUZEIRO. Brasileiro Sub20, 3ª rodada Grupo D, Barradas, Salvador. Gols: Jonata (2). CRUZEIRO: Brazão, Lucas, Edu, Carlos, Victor Luiz; Eduardo (Natan), Vander, Nickson (João Diogo), Thonny Anderson; Jonata (Gabriel), Juninho (João Luiz). T: Emerson Ávila.  

SEXTA, 21JUL17. Treino técnico pros reservas, mais Sóbis, Arrascaeta e Manoel, no campo do Flamengo, na Gávea, e regenerativo prosa titulares. Ezequiel e Alisson retornaram a BH. À tarde, delegação seguiu pra Florianópolis. /// CAICEDO, à rádio Deportiva de Guayaquil: “Não foi meu treinador, nem a diretoria, fui eu que pedi pra sair. Minha mãe precisa muitíssimo de mim, estava muito longe pra ajudar no que ela precisa. Pedi isso a eles pois não me sentia bem. O futebol tem que ser assim, aceitar quando não está bem, quando está mal, e eu não estava passando por um bom momento, estava mal de cabeça pra jogar”.

SÁBADO, 22JUL17. Recreativo no CT do Figueirense. /// FABRÍCIO liberado pra negociar transferência pro AtléticoPR. /// GALHARDO, 25, lateral direito, é contratado. KLAUSS CÂMARA: “Galhardo se apresenta no início da semana que vem, será submetido a exames, e, se aprovado, assinaremos um contrato com ele até o final da temporada, pra vermos a performance dele. Só depois, faremos um contrato com prazo maior”. /// ATLETISMO: Jair Silva foi 2º na 21ª Corrida de Santana de Caicó. Gleison Santos foi 3º. José Márcio Leão venceu a 1ª Meia Maratona de Sobral, seguido por Marcos Pereira. Gilmar Oliveira venceu os 10 km. Gilberto Silvestre venceu a 70ª Corrida da Fogueira de Juiz de Fora.

DOMINGO, 23JUL17. AVAÍ 1×0 CRUZEIRO. Brasileiro, 16ª rodada, Ressacada, Florianópolis, 5.355 pag, R$154.475. Gol: Dutra, 21. AVAÍ: Douglas; Leandro, Alemão, Betão, João Paulo; Judson, Simião (Lucas Otávio), Juan (Rômulo), Pedro; Dutra, Joel (Santana). T: Claudinei Oliveira. CRUZEIRO: Fábio; Romero, Leo, Murilo, Barbosa; Henrique, Lucas (Arrascaeta); Elber, Neves (Marques), Sobis, Sassá (Raniel), Sassá. T: Mano Menezes. /// MANO: “Nossa equipe foi amplamente superior, controlou as ações, mas não teve competência pra fazer gol na 1ª parte, quando houve certa facilidade devido às chances criadas. Nos precipitamos um pouco na conclusão e sofremos um gol numa bola que, na minha opinião, poderíamos ter evitado. Foi uma das poucas chances do Avaí em todo o jogo. No 2º tempo, voltamos com o propósito de empatar, com a equipe bem adiantada e com volume. A partir de um certo momento arriscamos mais, aí tivemos a penalidade máxima,  clara, que todo o estádio viu. Não tem como não apitar pênaltis como esse. Poderia ser o empate e até abrir caminho pra vitória, em função das inúmeras chances que estávamos criando”. /// LEO se igualou a Cris como 5º zagueiro que mais vestiu a camisa celeste (260 jogos). /// ATLETISMO: Em BH, Ivanildo Pereira venceu a Corrida do Bairro Castelo. Ivamar Oliveira foi 2º na 1ª Corrida da Produção de Presidente Olegário.

Tá osso, mas pode virar alcatra…

terça-feira, 25 de julho de 2017

Tá osso, este 2017…

O Mineiro se foi, da pior forma possível: com derrota pro rival citadino. Na Sul-americana, um vexame terrível. 

Restam três competições ao Cruzeiro: Primaliga, Brasileiro e Copa do Brasil.

Titulo da Primaliga não encherá a barriga d torcedor. No Brasileiro, a disputa será por uma vaga no G6.

Resta  a Copa d Brasil, que fará  a torcida lotar o Mineiro nesta quarta. 

Mas, atenção!, estádio lotado só garante renda pra forrar o combalido cofre do clube. 

Estádio lotado não garante empate, nem vitória, resultados que fariam o Cruzeiro avançar às semifinais.

Como é sabido, torcida brasileira não empurra time, ao contrario, é por ele empurrada. 

E ainda pode atrapalhar, se ficar apavorada ao primeiro susto. Espero que os torcedores circunstanciais compreendam isto.

De resto, é torcer pra que Sobis volte a jogar futebol, que Neves continue jogando e alguém assuma a responsabilidade de balançar a roseira da Sep.

Tá osso, mas pode virar alcatra, se time e torcida se ajudarem mutuamente. É pedir demais?