Arquivo da Categoria ‘Comentários’

Uruguai 1×4 Brasil: Camisa amarela vai aa Russia

quinta-feira, 23 de março de 2017

BRASIL vai aa Russia em 2018. Vitoria de 4×1 sobre o Uruguai, no Centenário, Montevidéu, pela classificatoria da Copa 2018, teve triplex de Paulinho.

  • URUGUAI 1×4 BRASIL, 23mar17qui20h, TEMPO: Ceu limpo, temperatura 21º, vento 11 Km/h, umidade 88%. LOCAL: Centenário, (60 mil), Montevidéu, Uruguai. MOTIVO: Fase classificatória do Mundial 2018. TRANSMSSAO: Globo e SporTV, P’UBLICO: 55.000. ARBITRAGEM: Patricio Lousta, Diego Bonfa, Gustavo Rossi (Argentina). AMARELOS: Pereira, Godín, Coates, Casemiro, Marcelo, Alves. GOLS: Cavani, pênalti, 9, Paulinho, 18 51, Neymar, 74, Paulinho, 91. URUGUAI: Martín Silva; Maxi Pereira, Coates, Godín, Gastón Silva; Arévalo Ríos, Vecino, Sánchez (Hernández), Cristian Rodríguez; Rolán (Stuani), Cavani. T: Óscar Tabárez. BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda, Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho (Willian), Renato Augusto (Fernandinho); Neymar; Roberto Firmino (Diego Souza). T: Tite.

Cruzeiro precisa do Everton Ribeiro?

quarta-feira, 22 de março de 2017

EVERTON RIBEIRO está voltando ao Brasil.

Torcida celeste, embora não esteja pagando o carnê, nem comparecendo aos jogos, quer sua contratação. 

O comentarista Bruno Furletti discorda: 

  • O Cruzeiro precisa contratar um atacante (com ou sem o Ábila) e não ficar sonhando com a volta do Everton Ribeiro para um time já cheio de armandinhos.

Vc concorda com o Bruno, caro leitor? 

Tsunamis sucessivos

terça-feira, 14 de março de 2017

FÁBIO é o melhor goleiro da história do Cruzeiro, depois do lendário Geraldo II. É também o jogador que mais vestiu a camisa celeste.

Deve ser titular, qualquer que seja o critério de análise. Mas não poderá tomar gol, se voltar ao time. De jeito nenhum. Nem de pênalti.

Se tomar um gol, o exército dos espiroquetas de teclado se levantará, em poderosa rebelião, pra derrubá-lo. E, junto com ele, Mano Menezes.

Mano, em tese, poderia evitar este mais do que previsível desfecho, mantendo Rafael titular. Mas, com Fábio no banco, ao primeiro gol em bola defensável, caem juntos técnico e goleiro.

Serão ambos liquidados pelos mesarredondistas de Norte a Sul deztepaiz. E, como se sabe, cartolas não têm personalidade pra bancar nada contra os boquirrotos.

Fato é que, qualquer que seja o goleiro, o Cruzeiro será engolido por tsunamis sucessivos. Não há saída. Nenhum time do mundo escapa da burrice de seu torcedor.

Higuaín: “Ronaldo, o melhor de todos os tempos”

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

GONZALO HIGUAÍN, 29 anos, centroavante da Seleção Argentina e da Juventus, não cita Maradona nem Messi, quando se trata de escolher o melhor atacante da história do futebol.

Pra ele, Ronaldo Fenômeno foi o maior de todos. Higuaín disse ao canal europeu Premium Sport:

  • “Messi é o melhor jogador da atualidade. Mas, quando eu era pequeno e acompanhava o futebol italiano, onde jogavam grandes atacantes como Trezeguet, Batistuta e Crespo, descobri o melhor de todos os tempos: Ronaldo”.

Falando sobre o início de sua carreira, o centroavante destacou Roberto Carlos, Raúl e Van Nistelrooy como os colegas que mais o ajudaram a se adaptar ao Real Madrid, onde jogou entre 2006 e 2013.” [Fonte: Estadão]

Pequenos, mas com personalidade

domingo, 26 de fevereiro de 2017

É comum, no futebol brasileiro, clubes pequenos ou novatos adotarem nomes e uniformes dos grandes.

Temos pencas de flamengos, vascos, palmeiras, santos, américas, internacionais, grêmios e até Peñarol, Colo Colo, Boca Júnior e River Plate.

O escudo do Betinense é semelhante ao do Barcelona e o do Atlético do Espírito Santo, com a sigla CAI, idêntico ao do xará mineiro.

Mas também há clubes com personalidade, que adotaram nomes, uniformes, hinos e cantos de torcida bem peculiares.

Eis alguns deles:

  • LINENSE, com sua camisa de listras horizontais vermelhas e brancas.
  • XV PIRACICABA, com sua camisa de listras horizontais pretas e brancas e torcida que entoa músicas e gritos únicos, valorizando o forte sotaque citadino.
  • BANGU, o primeiro vermelho e branco e também o primeiro a ter jogadores negros e brancos em seu time.
  • UBERABA, com seu incomparável hino operístico, que não lembra o de nenhum outro clube brasileiro..
  • BOA, com seu nome esquisto, que homenageia a si mesmo, pois remete ao ancestral Boa Vontade, de Ituiutaba.
  • DEMOCRATA, o de Sete Lagoas, que inaugurou um nome.
  • MADUREIRA, que adotou o nome do bairro e se veste com camisas amarelas, azuis e vermelhas.
  • PRINCESA DO SOLIMÕES, que está se lixando pra brincadeiras homofóbicas.
  • GOYTACAZ, que só tem compromisso com a indiarada de sua região.
  • TUPYNAMBÁS, o tradicional Baeta, de Juiz de Fora, que está ressurgindo das cinzas, com seu inegociável Y.
  • CORITIBA, que não acompanhou a mudança do CO pra CU do nome de sua cidade.
  • GALÍCIA, de Salvador, fiel a suas origens galegas.

Tem mais, muitos mais, mas vou deixar a pesquisa por conta dos leitores.

Centroavantes argentinos

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

ÁBILA, que os cruzeirenses garantem estar sempre em má fase, tem média de 0,52 gols no Maior de Minas. Mesma média alcançada no Huracán.

Pratto, que muitos cruzeiricanos tanto admiram, saiu do Segundo Maior, com média de 0,39.

S;o a incapacidade de fazer contas justifica tanto aplauso pro pior desempenho.

Salvando a Primaliga

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

PRIMA LIGA fracassou. Como qualquer projeto de cartolas brasileiros.

Gilvan, contudo, quer salvá-la transformando-a num torneio com uma só sede.

Vai dar merda de novo, porque vão escolher cidades com grande oferta de futebol.

Minha proposta:

  • 32 clubes de cidades que gostam de futebol, o que exclui Volta Redonda, por exemplo.
  • Eliminatórias simples. Os times de pior ranking jogam em casa. Empate dá disputa de pênaltis.
  • Final  em jogo único em Uberlândia, que tem grana e estádio. Ou em Chapecó, Cariacica, Erechim…
  • Convidados: Cruzeiro, Franga, América, Uberlândia, Villa Nova, Boa, Tombense, Grêmio, Inter, Caxias, Juventude, Brasil,  Paranaense, Coritiba, Londrina, Maringá, Paraná, Fla, Flu, Bangu, Goytacás, Madureira, Avaí, Jec, Criciúma, Figueira, Chape, Rio Branco, Desportiva, Goiás, Vila, Goianiense.

Aproveitando a deixa, sorteio logo a primeira rodada:

  1. Rio Branco x Cruzeiro
  2. Jec x Paraná
  3. Caxias x Flu
  4. Tombense x Fla
  5. Villa Nova x Coritiba
  6. Uberlândia x Paranaense
  7. Londrina x Inter
  8. Desportiva x Grêmio
  9. Boa x Chape
  10. Madureira x Goiás
  11. Goytacás x América
  12. Bangu x Figueira
  13. Brasil x Franga
  14. Vila x Avaí
  15. Maringá x Criciúma
  16. Juventude x Goianiense

As demais rodadas também seriam definidas por sorteio, sempre com o pior ranqueado jogando em casa.

Naldo: “Estádio acanhado, gramado ruim, faca nos dentes”

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

MANO MENEZES: Fizemos o gol de pênalti, e aí, na minha opinião, tivemos a maior falha: nos omitimos de jogar durante 10 minutos. Ficamos dando chutão na melhor hora de jogar, porque o espaço ia aparecer. Demos chutão, o adversário pegou a bola e, numa jogada bem trabalhada por dentro, teve méritos e empatou. Foi justo pelo que apresentaram as equipes. Você não pode deixar de jogar no momento mais importante. Lutamos tanto pra construir a vantagem, que foi difícil conseguir. Trabalhamos a bola, chegamos, tivemos o pênalti. Depois do gol, ficamos dando chutão. Nosso time não pode ficar dando chutão, não temos jogador na frente pra ficar disputando bola com a defesa. A característica do nosso time é outra. Não podemos deixar de jogar, o time tem que colocar a bola no chão, ter personalidade e não fazer o que fizemos naquele momento.

HENRIQUE: Infelizmente, empatamos. Não tivemos total domínio, erramos muito nos passes e não criamos tanto assim. Não gosto de colocar desculpas, mas hoje não tivemos felicidade.

CELESTE CAMPOS, comentarista do PHD: Jogo difícil. A URT jogou bem e nosso time repetiu algumas deficiências. Não adianta jogar bola alta quando o Ábila é o único homem na área e nem baixa, quando Leo e outros estão lá pra cabecear. Algumas ligações diretas não funcionaram e também ocorreram erros de finalização. Mano deveria insistir nas experiências. Com o tempo, as coisas se ajeitam. Não somos os melhores (como se apregoou pela sequência de vitórias) e nem nos tornamos timinho, afinal o adversário está bem montado, o campo é ruim e o calor estava implacável.

MATHEUS PENIDO, comentarista o PHD: Tomar empate numa bola enfiada no meio da zaga, com os dois volantes batidos numa jogada simples foi chato. E tenho impressão que se fosse o Fábio teria abafado aquele chute.

POLACO, comentarista do PHD: Arrascaeta lembrou o vovô Tinga, que se lesionava no aquecimento. Ainda bem que só lembrou, porque futebol esse uruguaio tem de sobra. Fato!

WASHINGTON RAMOS, comentarista do PHD: Elogiar o fraco futebol da URT, que entregou várias bolas na saída, é esconder o péssimo futebol apresentado pelo Cruzeiro. Azular o Maike só pode ser pra irritar alguém deste blog. Aquela entrada dele era pra vermelho, mas o Emerson deu só amarelo. Sobis conseguiu ser pior que o Alex. Leo tomou entre as pernas e Caicedo dormiu, dando condição de jogo ao Gabriel Cearense no gol. 

TATO, comentarista do PHD: Girar o elenco é importante. Gostaria de ter visto Silva e Romero neste jogo. E não sofrer gols deveria ser uma obsessão, desde o início de temporada.

NALDO, comentarista do PHD: Não achei tão o ruim, afinal o estádio é acanhado, o gramado ruim e o  adversário jogou com a faca nos dentes. 

Dezessete de Fevereiro

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Que dia!

  • Thiago Neves no BID.
  • Cruzeiro x São Francisco, com ingressos a partir de R$10.
  • Cajá fatura R$ 300 mil no Baêa, provando que Gilvan não é o único maluco do futebol.
  • Riascos desligado do Cruzeiro.
  • Henrique e Manoel renovaram contrato.

Que dia!

Susto

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Vitória do Volta Redonda sobre o Vasco por 1×0 assustou Mano Menezes, a diretoria e a maior parte da torcida celeste.

O regulamento favorece bastante ao Cruzeiro, que pode até empatar pra avançar na Copa do Brasil. Mas como futebol é a tal caixinha de surpresas…

Importante é que o time está embalado e trabalhando sério pro jogo. Deve passar de fase. Mas e se não passar?

Se não passar, paciência, faz parte do jogo. E tem competição a dar com pau este ano. Perde-se uma, avança-se em outras. E vida que segue.