Arquivo da Categoria ‘Campeonatos’

Cruzeiro está na final do Brasileiro Sub20

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

CRUZEIRO empatou com o Paranaense, em Curitiba, e disputará a final do Brasileiro Sub20, em busca do tetracampeonato.

A etapa inicial foi equilibrada entre as equipes, mas com poucas chances de gol.

A primeira chance clara de gol aconteceu após falha da defesa rubronegra, com o beque Jacy recuando mal pro goleiro Caio. Thonny Anderson bateu de prima, mas a bola por cima do travessão.

O Cruzeiro abriu o placar aos 71, num contrataque. Thonny Anderson carregou a bola pelo meio e passou na direita a Marcelo, que chutou cruzado, sem chance pra Caio.

O atlético empatou aos 84. Vitor Naum recebeu na área e chutou forte, de canhota, no ângulo.

Como o primeiro jogo, em Minas, terminou 0x0, o gol fora classificou o time celeste pra final, contra o Coritiba, que desclassificou o São Paulo, jogando fora de casa.

O primeiro jogo das finais será em Minas, pois o Coxa, com melhor campanha, tem o direito de decidir em casa.

PARANAENSE 1×1 CRUZEIRO, 04out17qua19h30, Baixada (42 mil), Curitiba, 1.883 pagantes. . Árbitros: Fábio Filipus, Jefferson Piva, João Machado (PR). Amarelos: Cantão, Victor, Márcio. Gols: Marcelo, 71, Naum, 84. PARANAENSE: Caio (Juliano, 52); Cantão (Leonardo, 76), Jacy, Weverton, Lodi; Geovane (Guilherme, 76), Riuler, Marcelo, Alexsander (Demethryus, 77), Renzo (Naum, 76); Danilo (Souza, 67). T: Tiago Nunes. CRUZEIRO: Eudes; Lucas, Cacá, Rissi, Victor Luiz; Marcio, Vander (Eduardo, 58), Thonny Anderson, Nickson (Vitinho, 81), Marcelo (João Luis, 85); Jonata. T: Emerson Ávila. 

Só jogo decisivo

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Mais uma quarta, com o cruzeirense na frente da televisão.

  • No Rio, Fla 4×0 Chape. Previsível. Os catarinas são muito irregulares. Flamengos assustam…
  • Em Buenos Aires, Racing 0x0 Corinthians. Brasileiros, como sempre, reclamaram do Juiz.
  • Em Porto Alegre, Grêmio 1×0 Botafogo. Faltaram melhores armadores e um artilheiro ao Glorioso.
  • Em Santos, Santos 0x1 Barcelona. O falastrão Levir Culpi fracassou. Vai botar a culpa no pastor?
  • Em Campinas, Ponte 1×0 Sport. Faltou um gol pra Macaca passar.

Depois dos jogos, nenhum técnico proferiu aquela frase célebre do Morrinhão: “Este pontinho será muito importante lá na frente…”

Lobo: “Disse a eles pra não ficarem chateados”

terça-feira, 5 de setembro de 2017

PITACOS acerca do LONDRINA 2×2 CRUZEIRO (3×1 nos pênaltis), neste 03set17dom11h, no Estádio do Café, Londrina, semifinal da copa da Primeira Liga 2017:

SIDNEI LOBO: Conversamos depois do jogo e passei pra eles que isso faz parte da vida do atleta. Estão começando a carreira e vai acontecer outras vezes. Fui atleta por muito tempo e sei o que acontece. Tranquilizei, disse a eles pra não ficarem chateados. Não só pro Vander, mas pro Nickson também. É uma semana decisiva, esses jogadores vão ser usados no próximo jogo. É a final da Copa do Brasil, eles fazem parte do processo e precisam estar com a cabeça erguida. Infelizmente o empate aconteceu num lance meio duvidoso. Na minha visão, não houve pênalti. Vuaden é até um bom árbitro, sempre apitou firme, mas na minha visão não houve pênalti.

RAFAEL: Tivemos tudo pra sair daqui classificados. Fizemos um grande jogo, poxa! Saímos chateados, porque tínhamos que sair daqui com a classificação. Agora não adianta ficar remoendo isso. Vamos voltar para BH e focar na quinta, quando teremos o primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil. Mas, independentemente disso, a equipe toda está de parabéns. Dedicou-se muito e por detalhes não saímos classificados.

CORREIO DO PAPAGAIO: De forma heroica, o Londrina está na final da Primeira Liga. Mesmo saindo atrás no placar, pressionou, com o apoio de mais de 17 mil torcedores no estádio,  buscou o ataque durante todo o jogo, acertou a trave de Rafael em duas oportunidades e só não venceu o duelo durante o tempo normal graças ao goleiro do Cruzeiro.

DANIEL CARVALHO: Desclassificação desmoralizante, pela forma como aconteceu: vantagem no marcador, gols perdidos, postura errada, mexidas erradas… O Cruzeiro tem protagonizado situações ridículas neste anojo Nacional do Paraguai e agora pra um time de Série B.

ERNESTO ARAUJO: Inteligente, Safira foi pra cima do jovem Vander e conseguiu cavar o pênalti (que aliás não houve). O Cruzeiro errou ao passar quase metade do 2º tempo recuado deixando os caras chutarem a gol e cruzarem bolas de tudo quanto é jeito. Não tem do que reclamar. Deixou o adversário crescer na partida, é isso que acontece.

SÍNDICO: Nas últimas 3 disputas, os batedores do Cruzeiro converteram 5 de 13 pênaltis cobrados.

Sassá e Rafael não deram vexame

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

ATUAÇÕES dos protagonistas de LONDRINA 2×2 CRUZEIRO (3×1 nos pênaltis), neste 03set17dom11h, no Estádio do Café, Londrina, semifinal da copa da Primeira Liga 2017:

TORCIDA CELESTE compareceu, fez festa antes da hora, provocou e saiu com o rabo entre as pernas.

RAFAEL evitou pelo menos quatros gols no tempo normal e defendeu um pênalti. Fez a parte dele.

LENNON fez sua melhor partida no Cruzeiro. Marcando, pois atacando nada acrescentou.

ARTHUR fez boa partida, mas cobrou pênalti com chute de moça.

DIGÃO trabalhou muito durante os 40 minutos de pressão do Londrina. E não cometeu gafes.

BRYAN esteve bem na marcacaoo e chutou ao menos uma bola perigosa contra o gol dos cafeeiros.

NONOCA alternou bons e mas momentos. Razoável.

LUCAS fez um gol, deu bons passes, ajudou na marcação, mas cobrou um pênalti de amador.

ELBER esteve bem na marcação e pouco efetivo no ataque.

MESSIDORO adiou sua estreia. Não viu a cor da bola. Saiu mais cedo, porque não tomava tenência, nem com as cobranças do técnico.

RAFINHA não luziu. Ficou no lusco-fusco habitual.

ALEX, tão logo pisou na cancha, fez um belo lançamento que resultou no segundo gol. Depois, foi consumido pela malemolência. E chutou um pênalti de futebol feminino. fez a galera sentir saudades do Bruno Soneca.

SASSÁ não viu a cor da bola na etapa inicial. Brigou por ela, mas a danada não queira nada com ele. Na etapa final, marcou golpe centroavante farejador. Saiu mais cedo e a biqueira londrinense, agradecida por não ter mais quem a incomodasse, foi pra cima da defesa celeste.

VANDER entrou tarde, mas a tempo de cometer um pênalti de juvenil. E ficou nisso.

NICKSON entrou no finalzinho e nem teve como jogar, Ia cobrar pênalti, mas os incompetentes que bateram antes não lhe deram a oportunidade de mostrar serviço.

MANO, convenientemente expulso contra o Grêmio, não compareceu. Mas enviou um time desentrosado e sem forca anímica. Enquanto isto, seus titulares, que ele garante não serem de vidro, ficam duas semanas descansando.

LOBO foi cordeiro. Assustado com a pressão do Londrina, retratou o time. O castigo veio aos 96, com o gol de empate. Para as cobranças, escalou jogadores com pés de moça. Nunca deve tê-los visto chutar uma bola, foi o que deu a entender. No fim elogiou todo mundo, passou a Mao na cabeça dos incompetentes e boa parte da torcida achou bacana essa atitude perdedora.

CRUZEIRO deu vexame.

LONDRINA foi mais time durante os 100 minutos de jogo e mereceu a classificação. Buscou um empate improvável e chutou os penaltis com fome de gol. Cesar, Dirceu, Ayrton, Artur e Safira sobraram no jogo, com fibra e qualidade técnica.

ÁRBITROS apitaram bem, sem pagar pau pro time grande, que foi punido pela cera que fez. No lance do pênalti, o Juiz estava a dois metros dos atores e marcou sem pestanejar.

SASSÁ [[[9]]] Schrier, Milani, Chiabi, Rezende, Ccc, Rocha, André, Viana, Barnabé —– RAFAEL [[[6]]] Romarol, Vilela, Velloso, Penido, Síndico, Dudu —–  LUCAS [[[1]]] Barreto —– RAFINHA [[[1]]] Diogo —– LENNON [[[1]]] Barros —– ARTUR [[[2]]] Walterson, Dourado —– CESAR [[[2]]] Maury, Saddi —– GERMANO [[[1]]] Fábio —– TENCATI [[[3]]] Morato, Marcone, Ernesto.

Londrina 2/3×2/1 Cruzeiro: Fiasco de Mano e Lobo

domingo, 3 de setembro de 2017

CRUZEIRO contra Londrina, neste 03set17dom11h, no Estádio do Café, Londrina, semifinal da Copa da Primeira Liga 2017.

RANKING da CBF: Cruzeiro é 0 6º, com 14.202 pontos, Londrina, o 45º, com 2.993.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro terminou em 1º de seu grupo (1×0 Franga, 2×0 Chape, 0x0 Joinville). Nas quartas, venceu o Grêmio (2×0). O Londrina foi o 1º de seu grupo (1×0 Figueirense, 1×0 Avaí, 2×1 Paraná). Nas quartas, venceu o Fluminense (2×0).

CRUZEIRO: Rafael — Lennon, Arthur, Digão, Bryan — Nonoca, Lucas — Elber, Messidoro, Rafinha — Sassá. T: Sidnei Lobo / Mano Menezes.

BANCO: França, Soares, Lennon, Victor Luiz, Ronaldo, Romero, Eduardo, Vander, Alex, Nickson, Careca.

AUSENTES: Dedé, Judivan, Cabral, Manoel e Marques (lesionados), Fábio, Ezequiel, Leo, Murilo, Barbosa, Henrique, Hudson, Neves, Sobis, Raniel (poupados).

PENDURADO: Romero.

ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden, Jorge Eduardo Bernardi e Lúcio Beiersdorf Flor. (RS)

LONDRINA: César — Reginaldo, Edson, Dirceu, Ayrton — Jardel, Germano, Rômulo — Celsinho — Artur, Carlos Henrique. T: Cláudio Tencati.

BANCO: Alan G, Telo L, Silvio B, Marcondes B, Quaresma L, Bidia V, Marcinho M, Gava M, Patrick M, Lopes A, Safira A, Machado A.

AUSENTES: William Henrique, Igor Miranda, Raí Ramos, Jumar, Ícaro e Lucas Ramon (lesionados).

PENDURADOS: Ninguém.

TRANSMISSÃO: SporTV, menos PR, Premiere e Premiere Internacional, com Linhares Jr e Henrique Fernandes.

LONDRINA 2/3×2/2 CRUZEIRO, 03set17dom11h. TEMPO ensolarado, temperatura 27º, vento 10 Km.h, umidade 50%. LOCAL Café (30 mil), Londrina. MOTIVO: Semifinal da Copa da Primeira Liga 2017. TRANSMISSÃO: SporTV e Premiere. PUBLICO: 15.420 pag, 17.061 pres, R$150.183, média R$. ARBITRAGEM: Leandro Vuaden, Jorge Bernardi, Lúcio Beiersdorf (RS). AMARELOS: Germano, Lucas, GOLS: LUCAS, 19, Sassá, 53, Safira, 80, Germano, 96 (p). LONDRINA: César; Reginaldo, Dirceu, Edson, Ayrton; Germano, Rômulo (Patrick Vieira), Jardel (Marcinho), Celsinho (Safira); Artur, Carlos Henrique. T: Cláudio Tencati. CRUZEIRO: Rafael; Lennon, Digão, Arthur, Bryan; Nonoca, Lucas, Rafinha, Messidoro (Alex), Elber (Nickson); Sassá (Vander). T: Sidnei Lobo / Mano Menezes. HISTÓRICO: 12 jogos, Cruzeiro venceu 6, empatou 3, perdeu 3, marcou 18 gols, sofreu 11.

Robinho: “Faixa de capitão não é pra mim”

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

PITACOS cerca do CRUZEIRO 2-0 GRÊMIO, neste 30ago17qua21h45, no Mineirão, Belo Horizonte, quartas de final da Primeira Liga 2017:

MANO MENEZES: Controlamos bem a maior parte do jogo, com volume, mas um pouco de dificuldade de criação. O melhor em campo disparado foi o goleiro do Grêmio. Ele fez no mínimo 10 boas defesas. Por isso, a gente demorou a marcar os gols. Foi merecida a vitória, isso é importante. Tivemos que alterar planos de substituições em função do jogo e da resposta de jogadores que estavam lá dentro. Vencer sempre é bom. Passamos por um adversário importante e estamos semifinal.

RANIEL, atacante: Estou fazendo meu máximo. Graças a Deus ajudei na vitória. Isso é muito importante pra mim, que  venho batalhando em busca da titularidade. Veio hoje. Na jogada do gol, decidi me jogar na bola, vai que ela entra. Acabou que deu certo

ROBINHO, meiatacante: Errei o gol, fiquei bravo, aí peguei e joguei a braçadeira; faixa de capitão não é pra mim não. É pro Leo, pro Henrique… Eu tenho uma liderança no grupo, independentemente da faixa ou não. Isso aqui só serve pra assinar a súmula.

MATHEUS PENIDO: Valeu pela vitória, pela volta do Arrascaeta em bom nível e pelo Raniel começar a gostar de balançar as redes. De negativo, só o chilique do Robinho depois de perder um gol. Tem que ter calma pra recuperar o bom futebol, ele tem condições pra isso, o que não pode é apelar.

MARC BSB: Nem falo de velocidade, no caso do Lucas Silva. Falo de demora pra receber, dominar e passar. Vejam como flui o jogo do Grêmio. Os jogadores de meio deles costumam tocar de primeira, rapidamente, pra não dar chance pro adversário se organizar. Lucas quase nunca toca de primeira (e este é um dos grandes motivos porque não deu certo na Europa; lá não pode ficar segurando a bola). Às vezes, ele até consegue um grande lançamento, como aconteceu contra o Santos, mas isso é exceção.

BRUNO FURLETTI: Gostei. O time chutou mais. Quanto ao público, com todo mundo jogando contra a competição (torcedor, clube, imprensa etc) não iria aparecer quase ninguém mesmo. Eu gosto do estádio vazio, tranquilo na arquibancada e fácil pra ir embora.

Arrascaeta jogou bem 90 minutos

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

ATUAÇÕES dos protagonistas do CRUZEIRO 2-0 GRÊMIO, neste 30ago17qua21h45, no Mineirão, Belo Horizonte, quartas de final da Primeira Liga 2017:

TORCIDA CELESTE não se animou nem com ingresso médio a R$12. Compareceu em baixa quantidade e focou com preguiça de torcer. Só o batuque das organizadas não parou um minuto sequer.

RAFAEL foi bem, quando exigido. Encaixou duas bolas bem chutadas e passou tranquilidade ao time. Só uma vez, comprometeu, com uma saída errada no fim da partida.

LENNON mais errou do que acertou. Escorregou algumas vezes, dialogou mal com a pelota em outras, mas teve participação num dos gols, prêmio por jamais desistir de buscar o jogo.

ARTHUR fez um jogo de segurança. Ao menor problema, sentava o pé e mandava a bola pra longe. Saiu um pouco mais cedo, devido a cãibras, mas não complicou.

MURILO jogou 15 minutos, com sobriedade.

DIGÃO, tranquilo, não fez besteiras. Desempenho melhor do que na partida anterior. Mas também não sofreu 1/10 do que o fez sofrer o ataque santista.

BRYAN marcou e apoiou bem, embora, sem muito brilho.

LUCAS jogou bem, nada de extraordinário, mas bem, acertando passes e se dedicado bastante à marcação.

NONOCA jogou como veterano, desarmando e passando bem. Mas como fraldinha na hora de chutar.

ROBINHO trabalhou com afinco, mas não foi brilhante, Quando teve chance de fazer a diferença, não conseguiu o gol e, puto, jogou a braçadeira de Capitão no relvado.

SOBIS, pelo meio ou pelos lados, enrolou e não criou nada digno de registro. A fase tá braba!

ARRASCAETA jogou o tempo too, com disposição e criando jogadas interessantes. No fim, ou melhor, depois do fim, fez um gol de puro oportunismo. Valeu!

RANIEL jogou adiantado, entre os peques, e pouco pode fazer, pois o tem não tem vocação pra servir um camisa nove. No fim, fez um gol espirita e decidiu o jogo.

SASSÁ entrou no decorrer da eta final e decidiu fazendo as jogadas dos gols. Como sempre, com vibração e ímpeto. Tudo em apenas meia hora.

ALISSON entrou a meia hora do time se movimentou bem. Mais pra se desenferrujar do que pra resolver os problemas ofensivos do time.

MANO poupou titulares, escalou um time inédito e foi expulso. O time teve posse de bola, inciativa, mas foi pouco contundente… Até um centroavante de oficio entrar e transforma volume de jogo em tiroteio contra o arco gremista.

CRUZEIRO dominou amplamente, de ponta a ponta, mas teve dificuldades pra marcar os gols, o que só ocorreu nos minutos finais. Antes, o goleiro Jardim e falta de vocação goleadora dos atacantes celestes fez um jogo que se anunciava simples ficar dramático.

GRÊMIO dedicou-se a defender em tempo integral e contou com trio final, formado por Jardim, Thyere e Rodrigo, pra segurar o zero até o finalzinho. Na frente, o guri Patrick foi o que mais chamou a atenção.

ÁRBITROS não mexeram no placar. Mas o Juiz foi bem enrolado, complicando lances fáceis.

ARRASCAETA [[[19]]] Velame, França, Espigão, André, Ccc, Walfrido, Cadu, Reis, Walterson, Venâncio, Bastos, Soalheiro, Azevedo, Geisel, Velloso, Barreto, Romarol, Barnabé, Dudu —– SASSÁ [[[10]]] Morato, Bitencourt, Rocha, Campos, Marcoalex, Wallace, Arreguy, João, Gil, Síndico —– NONOCA [[4]]] Schrier, Barros, Setelagoas, Penido —– RANIEL [[[2]]] Galvão, Patrícia —–LUCAS [[[1]]] Estevão —– JARDIM [[[1]]] Bohrer

Cruzeiro 2×0 Grêmio: Em cima da hora!

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

CRUZEIRO contra Grêmio, neste 30ago17qua21h45, no Mineirão (62 mil), Belo Horizonte, quartas de final da Primeira Liga 2017.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 6º, com 14.202 pontos; Grêmio, o 1º, com 15.038.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro terminou em 1º de seu grupo (1×0 Franga, 2×0 Chape, 0x0 Joinville). Grêmio foi o 2º de seu grupo (0x2 Flamengo, 1×0 América, 1×1 Ceará).

CRUZEIRO: Rafae — Lennon, Arthur, Digão, Bryan — Nonoca, Lucas — Robinho, Arrascaeta, Sobis — Raniel. T: Mano Menezes.

BANCO: França, Ezequiel, Barbosa, Murilo, Alex, Henrique, Messidoro, Rafinha, Alisson, Sassá.

AUSENTES: Dedé, Judivan, Cabral, Manoel e Marques (lesionados), Fábio, Romero, Leo, Hudson, Neves, Elber (poupados).

PENDURADO: Romero.

ARBITRAGEM: Paulo Roberto Alves, Victor Hugo Imazu, afael Trombeta (PR).

GRÊMIO: Jardim — Gomes, Thyere, Brodrigo, Conrado — Kaio, Machado — Pierre, Esperon, Patrick — Beto Silva. T: Felipe Endres / Renato Portaluppi.

BANCO: Dida G, Leonardo L, Raul L, Rex B, Araujo V, Dudu V, Zé Augusto M, Batista A, Dionathã A, Poletto A.

AUSENTES: Geromel, Arroyo, Bolaños, Douglas e Jael (lesionados).

PENDURADOS: Ninguém.

TRANSMISSÃO: SporTV, menos MG, e Premiere, com Rogério Correa e Bob Faria.

CRUZEIRO 2×0 GRÊMIO, 30ago17qua21h45. TEMPO: Céu limpo, temperatura 18º, vento 0 Km/h, umidade 55%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte MOTIVO: Quartas de final da Primeira Liga 2017. TRANSMISSÃO: SporTV e Premiere. ARBITRAGEM: Paulo Roberto Alves, Victor Imazu, Rafael Trombeta (PR). AMARELOS: Arthur, Raniel, Machado. VERMELHO: Mano Menezes. GOLS: Raniel, 89, Arrascaeta, 91. CRUZEIRO: Rafael; Lennon, Arthur (Murilo, 80), Digão, Bryan; Nonoca, Lucas (Sassá, 69); Robinho, Sobis (Alisson, 66), Arrascaeta; Raniel. T: Mano Menezes. GRÊMIO: Jardim; Gomes, Thyere, Bruno Rodrigo, Conrado; Kaio, Machado, Esperon (Dionathã, 46), Patrick (Dudu, 58), Jean Pyerre; Beto Silva (Batista, 86). T: Felipe Endres / Renato Portaluppi.

HISTÓRICO: Foi o 73º Cruzeiro x Grêmio. O Cruzeiro venceu 32, empatou 19, perdeu 22, marcou 93 gols, levou 73. Pelo Brasileiro, foram 52 jogos. Cruzeiro venceu 22, empatou 14, perdeu 17, marcou 68 e sofreu 60 gols. Pela Libertadores, se enfrentaram 6 vezes. Cruzeiro venceu 3, empatou 2 e perdeu 1. Foram 28 jogos nos estádios do Grêmio (Olímpico e Humaitá). Cruzeiro venceu 5, empatou 10, perdeu 14, marcou 19 gols e sofreu 35. Cruzeiro e Grêmio já decidiram um título nacional, a Copa do Brasil 1993. No Olímpico, 0×0; no Mineirão, Cruzeiro 2×1.

Seu infiel d’uma figa!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

PÚBLICO na temporada 2017:

  • 1º Palmeiras 31.284 — 2º Corintiãs 30.408 — 3º Sumpaulo 27.401 — 4º Fla 21.988 — 5º Grêmio 18.701 — 6º Paranaense 16.805 — 7º Inter 16.587 — 8º Bota 16.172 — 9º CRUZEIRO 15.768 — 10º Bahia 15.738 — 11º FRANGA 14.570 — 12º Flu 12.186 —13º Vasco 11.621 — 14º Coxa 11.473 — 15º Santos 11.199 — 16º Ceará 10.433 — 17º Remo 9.270 — 18º Vitória 9.137 — 19º Paysandu 9.002 — 20º Chape 8.962 — 21º Sport 8.404 — 22º Fortaleza 7.368 — 23º Csa 6.566 — 24º Vila 6.445 — 25º Ponte 6.138 — 26º Avaí 5.815 — 27º Goiás 5.552 — 28º BotaPB 5.509 — 29º Santa 5.454 — 30º Paraná 5.212.

Numa boa, caro amigo torcedor: vc não se envergonha desse fiasco da torcida celeste?

E não me venha com chorumelas: Gilvan fez um monte de besteiras, mas te atendeu nas contratações.

Fez a parte dele, mesmo colocando o clube em risco, e vc não faz a sua nem que a vaca tussa!

Ah, vá…

Recorde imbatível

quinta-feira, 22 de junho de 2017

RECORDE IMBAT’ÍVEL: 132.834 torcedores lotaram o Mineirão, em 22jun97dom16h, pra decisão do Campeonato Mineiro. 

O Cruzeiro veneu o Villa Nova por 1×0 e sagrou-se bicampeão, pelo gol qualificado, pois havia perdidopor 2×1, uma semana antes, no Alçapão do Bonfim.  

Marcelo Ramos fez o gol. O estádio balançou, literalmente. 

Os portões tiveram que ser fechados antes da hora, pois não havia mais lugares. Eatima-se que 20 mil pessoas tenham voltado pra casa sem poder particuipar da festa.

Eu fui. Não imaginava que tanta gente fosse também. Na subida da Abraão Cara foi que percebi a enchente, Milhares de pessoas no contrafluxo indicavam estádio lotado.

Por sorte, tinha cadeiras cativas e consegui entrar, Mas assistimos, eu e meus filhos, de pé, nas escadas entre os setores de cadeiras. 

Foi impressionante. Jamais acontecerá novamente. 

Qual é a sua recordação dessa tarde fantástica, caro leitor?