Arquivo da Categoria ‘Brasileiro 2012’

Fábio garantiu o zero

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

ATUAÇÕES dos celestes e seus adversários no CRUZEIRO 0x0 INTERNACIONAL, no Mineirão,  domingo, 16ago15, às 16h, pela 19ª rodada do Brasileiro 2015.

Por Matheus Chaves

Torcida: lamentável o comparecimento. Até tentamos apoiar, mas com Máfia Azul e Geral Celeste falando idiomas diferentes, produzimos um zumbido inaudível. A TFC acabou?!?!

FÁBIO: salvou o time da derrota com ao menos duas defesas fantásticas.

Mayke: apoiou bem no primeiro tempo. Correto na marcação o restante do jogo.

Manoel: foi bem na defesa e tentou alguns lançamentos para o ataque, com aproveitamento razoável.

Paulo André: cometeu um ou outro deslize, mas espanou como era de se esperar.

Mena: foi raçudo e comprometido na marcação. Poderia ter aproveitado melhor a boa companhia do Alisson para atacar com mais frequência.

Willians: combateu bem e tomou bolas importantes. Mais que isso, impossível.

Henrique: lançado como elemento surpresa do ataque no primeiro tempo, rendeu menos que de costume. No segundo tempo, mais recuado, jogou melhor.

Charles: deu uma cochilada em lance que originou a primeira defesa do Fábio. Nas demais oportunidades, marcou corretamente e arriscou um bom chute de fora da área, sua principal virtude.

Marquinhos: uma âncora no lado direito, sem mobilidade para tentar confundir a defesa adversária. Participou de boa trama com Mayke, em nosso melhor lance no primeiro tempo.

Alisson: foi o responsável pelos momentos lúcidos de ataque.

Vinícius Araújo: mostrou raça enquanto esteve em campo, mas tem que ajustar posicionamento e ter calma para não perder as poucas chances criadas. Uma vídeo-aula dos lances do Fred pode ajudar.

Cabral: mostrou algumas qualidades no passe, mas pouca disposição na marcação. O do videogame é melhor.

Marinho: responsável pelos momentos lúdicos do ataque. Garantia de três ou quatro lances bizarros por jogo.

Leandro Damião: lutou contra a zaga colorada e finalizou uma vez contra o gol de Alisson, num chute que até minha avó defenderia.

Luxemburgo: ocupou o meio de campo, como o adversário exigia. Não consegue dar liga entre meio e ataque, principalmente porque seus ponteiros ficam quase sempre estacionados nos lados do campo, especialmente Marquinhos e Marinho. Evitou arriscar no segundo tempo e fez as substituições de sempre.

Cruzeiro: disputou o jogo, ao invés de assisti-lo como na última partida. Teve poucas chances mas também ofereceu menos espaço para o adversário marcar. A falta de sintonia entre meio, ataque e laterais continua sendo o maior mal desse ano, com MO ou VL.

Inter: dificultou o jogo marcando forte no meio e tentando sair em contragolpe. O cincazero deve ter sido obra do acaso, pois o time não é tão ruim assim.

Árbitros: não apareceram, o que é bom.

MelhorDoJogo => FÁBIO [[[14]]] Carpedim, Walterson, 7LRJ, Fonseca, Morato, Anchieta II, Ernesto, Jdias, Souza, Carneiro, Chaves, Mariana, Edilena, Síndico /// MENA [[[5]]] Chiabi, Velame, Vasconcelos, Arreguy, Dudu /// MANOEL [[[4]]] Rossi, Milani, Ferreira, Bastos CABRAL /// [[[4]]] Xina, Nanayoski, Guilherme, Mateus /// ALISSON [[[3]]] Salles, Mano, Leo /// HENRIQUE [[[1]]] Gil /// VINÍCIUS ARAUJO [[[1]]] PPS

Marcos Vinícius, o melhor do jogo

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Atuações dos celestes e seus adversários no CORITIBA 1×0 CRUZEIRO, domingo, 28jun15, 16h, no Couto Pereira, em Curitiba, pela 9ª rodada do Brasileiro 2015.

FÁBIO não teve culpa no gol. (Sérgio Luiz) /// Fez uma defesaça evitando gol de Kleber Gladiador, consertou uma bola mal atrasada por Manoel e foi correto nas demais intervenções (Síndico)

MAYKE, discreto, de cotado pra seleção, virou jogador comum. (Sérgio Luiz)

MANOEL fez de tudo pra complicar e conseguiu. (Sérgio Luiz)

PAULO ANDRÉ esteve seguro. (Sérgio Luiz)

PARÁ cometeu incontáveis erros de passe. Enquanto isso, Egídio gasta a bola na SEP. (Sérgio Luiz)

WILLIANS lutou em vão. (Sérgio Luiz)

HENRIQUE cometeu muitas faltas. Seu ciclo no clube está acabando. (Sérgio Luiz) /// Jogou mal, sem inspiração, apático, algo que quase nunca ocorre com ele. (Síndico)

ARRASCAETA teve lampejos. (Sérgio Luiz) / Quando pegou na bola, criou lances interessantes. O problema é que parece não jogar num time, mas sozinho, ele e Deus. Tem que se esforçar pra dar opção de passe aos colegas e combinar jogadas com eles. Caso contrário, sua habilidade será desperdiçada. (Síndico)

ALLANO foi o mais agudo, mas teve um excesso de vontade que o prejudicou. (Sérgio Luiz)

WILLIAN perdeu chance de marcar na cara do gol, excedeu-se nos passes errados. Fase horrorosa. (Sérgio Luiz)

LEANDRO DAMIÃO voltou a ser aquele do Peixe. E as desculpas e que a bola não chega vão até certo ponto apenas. (Sérgio Luiz) /// Fez uma boa finalização, mas andou sumido da área. O certo é que alguma coisa está fora da ordem quando Willian finaliza mais e está mais presente na zona do agrião do que o centroavante. (Síndico)

MARCOS VINÍCIUS fez muita espuma e só. (Sérgio Luiz)

JOEL provou que todos nós erramos. Se fosse possível, deveríamos trazer Riascos de volta e mandar o camaronês pro Vasco. (Sérgio Luiz)

HENRIQUE DOURADO, sem comentários. (Sérgio Luiz)

VANDERLEI LUXEMBURGO concedeu entrevista desanimada. Deve ter visto o tamanho da bucha que pegou. (Sérgio Luiz) /// Trabalhou durante uma semana e não viu resultado em campo. Deve estar dando tratos à bola pra descobrir como sacudir o time técnica e moralmente. Vai precisar, e muito, do apoio do torcedor. Se começarem as ondas, o barco afunda. (Síndico)

CRUZEIRO criou algumas oportunidades e permitiu outras ao adversário. Perdeu as suas e o outro time aproveitou uma. Até aí, tudo normal. O impressionante é como o time deixa o jogo se encerrar tão logo toma um gol. (Síndico)

CORITIBA teve um desempenho equilibrado, sem altos e baixos durante a partida e teve o mérito de fazer o gol, o que colocou ponto final na partida quando ainda faltava meia hora pro apito final. Os beques, o volante Helder, o meiatacante Galhardo eo centroavante Raphael Lucas foram seu melhores jogadores. Ney Franco, que não pôde contar com seis titulares e, ainda assim, armou um time organizado também merece ser destacado.. (Síndico)

ÁRBITROS não mexeram no placar (Síndico) /// O paulista Raphael Claus deixou de marcar algumas faltas e marcou outras inexistentes, embora tenha acompanhado os lances de perto. Esteve bem na parte disciplinar, distribuindo muitos cartões amarelos pra não perder o controle do jogo. Os bandeiras estiveram bem. (Superesportes)

MDJ => Marcos Vinícius [10], Willians [7], Fábio [4], Arrascaeta [2], Mayke, Paulo André, Ney Franco, Raphael Lucas, Raphael Claus [1].

Isabella Costa: “Foi inesperado e até um pouco chocante”

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Atuações dos celestes e seus adversários no CRUZEIRO 1×2 BAHIA, no Mineirão, Belo Horizonte, pela 37ª rodada do Brasileiro 2013, às 17h de 01dez13.

  1. MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Tivemos que fazer duas mudanças ainda no 1º tempo. Isso muda muito, pois tira opção de mexer taticamente durante o jogo. O Dagoberto terminou muito cansado, eu poderia ter colocado um jogador mais rápido, mas não se pode mexer imediatamente. Se a gente faz as três mudanças e o goleiro machuca, complica. (mais…)

38ª BR: Cruzeiro => 52 pts, 15 v, -4 sd, 47 g

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

38ª rodada BR 2012 => Público: 145.629 /// Média: 14.561 /// Lugares oferecidos: 326.000 /// Ocupação: 45%

Acumulado BR 2012 => Público: 5.007.890 /// Média: 13.179 /// Lugares oferecidos: 12.357.000 /// Ocupação: 41% (mais…)

Morrinhão opaco

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Deu no Estadão:

  • Após 380 jogos, a 10ª edição do Brasileiro nos pontos corridos teve 940 gols marcados. A média, de 2,47 gols por partida, é a pior em uma década com esta forma de disputa. Em 2011, o torneio terminou com 2,68 –o decréscimo, de 0,21, equivale a 77 gols a menos. Até este ano, a menor média de gols de um Brasileiro em pontos corridos havia sido registrada em 2010: 2,57. O auge aconteceu em 2005, quando o torneio foi manchado por um escândalo de arbitragem, mas viveu seu melhor momento em gols, com 3,14 por partida. A média de gols deste ano fica abaixo das seis principais ligas da Europa. Na Inglaterra, a temporada 2012/13 registra, por enquanto, 2,76 gols por partida. O torneio Italiano, conhecido pelos esquemas de jogo mais cautelosos, tem média de 2,71 gols. Espanha (2,90 gols por jogo na temporada 2012/13), Alemanha (2,89), Portugal (2,81) e França (2,60) também superam a média brasileira.

Pitaco do Síndico: Culpa do WP é que não é. Mesmo sendo reserva, ele marcou 10 gols.

Tela Vazia

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Deu no Almanaque da TV:

  • A temporada de 2012 do Campeonato Brasileiro que foi a mais cara da história para a Rede Globo -a emissora teria desembolsado mais de R$600 milhões pelos direitos de TV aberta-, também foi a de pior audiência. Até o domingo (25nov12), os jogos renderam 17,2 pontos de média. No ano passado, a média foi de 20,9 até a 37º rodada. Em um ano, o Brasileiro caiu 18% na audiência. Um em cada cinco telespectadores deixou de assistir os jogos na Globo. Mas não foi só o canal carioca que perdeu audiência. A Band caiu 23% em um ano. Marcou, em 2012, média de 5,1 pontos contra 6,6 de 2011. Somadas, as perdas de audiência de Globo e Band apontam que mais de 1 milhão de pessoas fugiram da frente da TV na hora do futebol na Grande São Paulo, onde cada ponto no Ibope equivale a cerca de 60 mil domicílios. Em tese, os pontos perdidos pelas emissoras que transmitem o Brasileiro na TV aberta não migraram para nenhum outro canal. No ano passado, o total de TVs ligadas durante o Brasileirão era de 56,5%. Neste ano, é de 50,9%. Somente o SBT cresceu na TV aberta durante esse período.

 

E na coluna de Lauro Jardim, no site da Veja:

  • Veja como o interesse do telespectador pelo Brasileirão foi para o espaço na última rodada. Há um ano, quando o título ainda estava em aberto no dia 4 dezembro, a Globo alcançou 31 pontos de audiência para Vasco e Flamengo segundo o Ibope no Rio de Janeiro, e 29 pontos no decisivo Corinthians e Palmeiras. Ontem, a rodada com cara de amistoso rendeu 12 pontos no Rio para Vasco e Fluminense, e 17 pontos no confronto entre Corinthians e São Paulo.

Pitaco do Síndico: Eu já previa.

Everton e Fábio, os melhores de um time lutador

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Atuações dos celestes e seus adversários no AtléticoMG 3×2 Cruzeiro, Independência, Belo Horizonte, 38ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012, domingo, 03dez12, 17h.

  • Torcida – Impedida de ir ao Independência, concentrou-se em bares, fez muita festa nos gols da virada e não destruiu a cidade nos gols da reviravolta. (Síndico)
  • Fábio – Perfeito. Defendeu um pênalti e salvou outros dois gols. Estragou as férias dos verdureiros. (Síndico) (mais…)

38ªBR: Cruzeiro fez 52 pts e ficou em 9º lugar

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

38 rodada do Campeonato Brasileiro de 2012.

  1. Vila Belmiro (16.000), 01dez12sab19h30, Santos 3×1 Palmeiras. Público: 11.641. R$275.695. Gols: Maikon Leite, 4, Victor Andrade, 12, Neymar, 22 (P) e 39. Santos venceu de virada e Neymar ofereceu último recital da temporada.
  2. Engenhão (41.000), 01dez12sab18h30, Flamengo 2×2 Botafogo. Público: 6.674. R$92.605. Gols: Sassá, 5, Nixon, 32, Vitor Júnior , 48, Vagner Love, 55. O Bota ficou duas vezes à frente, mas cedeu o empate.
  3. Independência (23.000), 02dez12dom17h, AtléticoMG 3×2 Cruzeiro. Público: 21.232. R$753.000. Gols: Bernard , 5, Martinuccio, 47, Francisco Everton, 50, Leonardo Silva, 60, Réver, 74. Cruzeiro virou, mas permitiu a reviravolta no placar nas bolas aéreas. Emplumados ficaram com o vice-campeonato, que o fará disputar seis ao invés de duas partidas na Libertadores.
  4. Olímpico (46.000), 02dez12dom17h, Grêmio 0x0 Internacional. Público: 46.209. R$1.549.340. Muita briga e pouco futebol.
  5. Engenhão (41.000), 02dez12dom17h, Fluminense 1×2 Vasco. Público: 5.470. R$195.940. Gols: Eder Luis, 71 e 80, Carleto, 85. Times reservas, pouco público, outro clássico esvaziado do futebol carioca.
  6. Pacaembu (38.000), 02dez12dom17h, São Paulo 1×3 Corintiãs. Público: 22.436. Gols: Gols: Guerrero, 12, Douglas, 14, Maicon, 23, Maicon, 76. De virada, reservas do Sumpaulo carimbaram passaporte dos corintianos, que viajam a Tóquio para o Mundial de Clubes.
  7. Canindé (19.000), 02dez12dom17h, Portuguesa 0x0 Ponte Peta. Público: 5.739. Torcida da Lusa compareceu em peso pra ajudar na salvezza de seu clube.
  8. Aflitos (20.000), 02dez12dom17h, Náutico 1×0 Sport. Público: 20.100. R$534.312. Gol: Araujo, 64. Timbu ajudou a empurrar o Leão pra segunda divisão.
  9. Couto Pereira (37.000), 02dez12dom17h, Coritiba 3×0 Figueirense. Público: 3.770. R$58.206. Gols: Everton Ribeiro, 9, Denis Neves, 62, Everton Ribeiro, 87. Gramado parecia uma lagoa. O que não atrapalhou o Coxa.
  10. Serra Dourada (45.000), 02dez12dom17h, AtléticoGO 0x1 Bahia. Público: 2.358. R$14.425. Gols: Rafael, 88. Baêa marcou no fim, mas nem precisava, pois já estava garantido na Série A de 2013.

 

Roth: “Abraço a todos e, quem sabe, até breve”

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Pitacos de protagonistas e bloqueios acerca do AtléticoMG 3×2 Cruzeiro, Independência, Belo Horizonte, 38ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012, domingo, 02dez12, 17h.

  1. Celso Roth, treinador do Cruzeiro: Foi um grande jogo, aberto, à altura do clássico. O AtléticoMG foi mais feliz na bola parada, mas o Cruzeiro jogou mais, merecia ter vencido ou pelo menos empatado. Agradeço a vocês pelo tempo de convívio, desejo a todos feliz Natal e boa passagem de ano. Os torcedores mineiros têm que estar felizes pelo espetáculo. Ganhou o AtléticoMG pelo ano que teve. O Cruzeiro foi melhor boa parte do tempo, senão em toda a partida. Foi mais time, tentou jogar o tempo todo, teve oportunidades, não conseguiu o resultado, mas teve chance. Um abraço a todos. E, quem sabe, um até breve. (mais…)

AtléticoMG 3×2 Cruzeiro: Vitória fugiu pelos ares

domingo, 2 de dezembro de 2012

Cruzeiro

  • Classificação: Após o Santos 3×1 Palmeiras na abertura da rodada, no sábado, está em 9º lugar com 49. No final da rodada, estará entre o 6º e o 10º.
  • Ausências: Diego Renan (LE), suspenso, Leo Simões (B), Victorino (B), Borges (A), Wallyson (A) e  Willian Magrão (V), lesionados.
  • Relacionados: Fábio, Rafael Monteiro (G) Ceará, Mayke, Francisco Everton (L), Mateus, Thiago Carvalho (B), Charles, Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Diego Arias, Lucas Silva (V), Alisson, Elber, Montillo, Souza, Tinga (M), Fabinho, Martinuccio, Anselmo Ramon, Wellington Paulista (A).
  • Celso Roth, treinador: Vim aqui pra desenvolver um trabalho, que exige tempo, erros e acertos. Só quem não tem a noção e experiência é que, às vezes, troca os caminhos. As coisas estão sendo muito bem conduzidas e espero que a gente consiga no domingo um bom resultado.(mais…)