Arquivo da Categoria ‘Brasileirão’

Fábio: “A culpa não é só dos jogadores”

sexta-feira, 27 de maio de 2016

PITACOS acerca do SANTA CRUZ 4×1 CRUZEIRO, no Arruda, Recife, em 25mai16qui11h, pela 3ª rodada do Brasileiro 2016.

PAULO BENTO, técnico do Cruzeiro: Quando se perde por números como os de hoje, é evidente qye faltou competitividade. Tivemos alguns contratempos, já foram falados, mas que não interessa agora continuar repetindo. Isso é futebol, no Brasil ou em qualquer parte do mundo. Jogar é uma coisa, competir é outra. A primeira parte jogamos bem, mas não competimos bem como deveríamos ter competido. Tem que ser mais contundente, mais agressivo, mais intenso e ter uma forma diferente de marcar. Nós com quatro, cinco oportunidades na primeira parte não o fizemos e acabamos depois por ser penalizados por isso. Temos que assumir. Eu sou o primeiro grande responsável da equipe. No 1º tempo tivemos quatro, cinco chances de marcar. Creio que fizemos bem os primeiros 45 minutos, muitas vezes faltou organização, mas com eficácia entre os setores. A verdade é que nos primeiros 45 minutos jogamos bem, mas temos que melhorar na finalização. Construímos condições para marcar, mas eles acabaram por fazer um gol na única vez que chutaram na nossa baliza. E depois, na 2ª parte, conseguimos chegar no empate. A partir do segundo gol deixamos de fazer o que deveria ser feito. Quisemos apenas manter a bola para impedir o adversário e acabamos por oferecer também o segundo gol. E isso complicou as coisas. Ao contrário do jogo da 2ª rodada, não tivemos aqui a capacidade psicológica que tivemos contra o Figueirense. E fomos penalizados, mas os números são exagerados pelo que as duas equipes fizeram.

FÁBIO, goleiro do Cruzeiro: Tem que trabalhar, não dá pra falar nada. Absorver a derrota com D maiúsculo. O Santa teve todo o mérito. Jogamos o 1º tempo melhor e não fomos felizes nas finalizações. Eles foram. As oportunidades que tiveram, fizeram com qualidade. A gente tem que trabalhar, chamar a responsabilidade pra vencer a próxima partida. Somos um grupo. Todos os jogadores têm sua parcela de culpa, eu tenho a minha na pênalti. O juiz viu que eu bati no Grafite. Também não consegui defender o pênalti. Todos temos a parcela de responsabilidade. Todo mundo têm suas funções de recomposição, não somente a defesa. Essa parcela de culpa não pode ser somente dos jogadores. Precisamos do torcedor, do presidente, da diretoria. Dentro de campo estamos fazendo o melhor.

MATHEUS CHAVES, no PHD: Parafraseando a best@ do Kaiu: “a derrota é dos jogadores, mas a goleada é do treinador”. Tirar Cabral e Lucas pra colocar Alex e Pisano escancarou o time pro Santa Cruz terminar de liquidar a fatura. Paulo Bento ainda está longe de conhecer o elenco e vai repetindo a equivocada ‘proposta’ de jogo do Deivid. Todo time que souber contra-atacar vai nos derrotar.

FÁBIO VELAME, no PHD: O time celeste jogou bem até o 1×1, apesar de a defesa ter deixado Grafite partir da partir da intermediaria até sofrer o pênalti. Depois do segundo gol do Santa Cruz, em que Grafite passou como um trator pela defesa azul, o time se abateu e não jogou mais nada.

JOTTA R, no PHD: GPT não morreu? Ah, que pena… foi a mãe dele que faleceu!

Arrascaeta e Grafite deram brilho ao jogo

quinta-feira, 26 de maio de 2016

ATUAÇÕES no SANTA CRUZ 4×1 CRUZEIRO, no Arruda, Recife, em 25mai16qui11h, pela 3ª rodada do Brasileiro 2016.

TORCIDA CELESTE compareceu, boa parte vestida com camisas da Máfia Azul, apoiou o time e terminou com cara de tacho.

FÁBIO defendeu o que foi possível. As bolas dos gols eram indefensáveis.

LUCAS apoiou pouco e sem brilho. Defendeu razoavelmente. Saiu antes do fim, com cãibras.

BRUNO VIANA não esteve seguro e nem tinha como, A presença de Grafite por perto incomoda qualquer beque.

BRUNO RODRIGO perdeu dois lances capitais, que Grafite transformou em gols. Coisa de jogo. Mas o suficiente pra torná-lo o novo culpado universal na ótica dos termocéfalos e hidrófobos.

SÁNCHEZ MIÑO não foi decisivo,mas também não fez lambanças. Apoiou o ataque quando e como pôde, dentro de suas limitações.

BRUNO RAMIRES ainda não está conseguindo repetir o futebol que o levou a receber o apelido de seu antecessor famosa da posição. Não teve a pegada defensiva, nem a explosão ofensiva do ídolo, atualmente na China. Mas isto seria pedir-lhes máximo, o que não é justo, por ora.

HENRIQUE foi um dos poucos a manter um bom ritmo do início ao fim, cumprindo à risca suas obrigações: saída de bola, viradas de jogo, passes pra quem pode começar as jogadas ofensivas com qualidade e controle da marcação por zona, orientando os companheiros de volância. Para os hidrófobos é pouco. Pra quem gosta de futebol e não de catch as catch can, teve bom desempenho.

CABRAL apareceu bem na etapa inicial quando o Cruzeiro dominou o jogo, com boa participação ofensiva. Na etapa final, desapareceu.

ARRASCAETA atuou com intensidade, sempre buscando a jogada mais aguda. Fez um golaço de falta, mas ao que parece não teve forças pra ir até o fim e acabou substituído. Foi o melhor do time.

PISANO entrou no fim, quando a vaca já estava no brejo e não pôde contribuir com o time.

ELBER esforçou-se, buscou o jogo individual, levou algum perigo pelas pontas, mas não conseguiu descolar ä jogada”, o lance decisivo.

WILLIAN não foi bem individualmente, nem deu grande contribuição pro jogo de equipe confundindo a bequeira tricolor, que não se desarrumou com sua presença por perto.

ALEX tentou uma ou outra enfiada de bola, mas não tem a pegada que o momento requeria.

DOUGLAS COUTINHO pouco fez e não foi por sua culpa, mas porque a parada estava decidida quando ele entrou.

PAULO BENTO montou o time que o elenco permite: serelepe. Mas a ocasião está pedindo mais pegada. Mais arrojo individual e decisão, em especial, no ataque. O diabo é que ele não tem caras com esse perfil num elenco raquítico.

CRUZEIRO fez e aconteceu na etapa inicial, mas foi nocauteado numa jogada individual. Na etapa final não fez, nem aconteceu e ainda levou outros diretos dos objetivos atacantes do Santinha. E o estilo Uefa, de compactarão máxima só rendeu contrataques fulminante do adversário.

SANTA CRUZ jogou fechado e contratado com eficiência. Nocauteou pra não correr o risco de perder por pontos.

MelhorDoJogo => ARRASCAETA [[[12]]] GeGalera, Ccc, Paulo, Klauss, Ferreira, Souza, Ernesto, Andrade, França, Velame, Penido, Síndico — ELBER [[[3]]] Ge, Cardoso, Rosan — BRODRIGO [[[1]]] Adonias — BENTO [[[1]]] Ianni — GRAFITE [[[13]]] Schrier, Schulman, Jdias, Daniel, Bruno, Naldo, Wagner, Gil, Viana, Gouvêa, Braga, Carneiro, Chaves — KENO [[[2]]] Blank, Jornalista — MENDES [[[1]]] Rocha.

3ª BR: Tem time que ainda não sabe a que veio…

quinta-feira, 26 de maio de 2016

BOTAFOGO 2×1 ATLÉTICO-PR, 25mai16qua19h30, 3ª BR 16, Mário Helênio (15 mil), Juiz de Fora, 4.384 pag, R$.15.520, Árbitros: Dewson Freitas (PA), Márcio Correia, Hélcio Araújo. Amarelos: Salgueiro, Ribamar, Eduardo, Hernani. Gols: Ribamar, 17, Vinícius, 58, Neilton, 72. BOTA: Helton Leite, Luis Ricardo, Emerson, Emerson Silva, Victor Luis; Bruno Silva, Lindoso (Marquinho, 39); Fernandes, Salgueiro (Nuñez, 84), Gegê (Neilton, 57); Ribamar. T: Ricardo Gomes. CAP: Weverton, Eduardo, Cleberson, Thiago Heleno, Sidcley; Otávio, Hernani, Nikão (Anderson Lopes, 74); Pablo (Vinícius, intervalo), André Lima (Walter, 69), Ewandro. T: Bruno Pivetti.

FIGUEIRENSE 2×2 SANTOS, 25mai16qua21h, 3ª BR 16,  Orlando Scarpelli (19 mil), Floripa, 5.849 pagantes, R$86.670. Árbitros: Wagner Magalhães (RJ), Rodrigo Correa (RJ), Luiz Claudio Regazone (RJ). Amarelos: Elicarlos, Jaime, Longuine, Paulinho, Nolasco. Vermelho: Gustavo Henrique. Gols: Moura, 37, Bueno, 42, Joel, 56, Ermel, 91. FIGUEIRA: Fernández; Ayrton, Bruno Alves, Jaime, Marquinhos Pedroso; Elicarlos (Ermel, 69), Jocinei, Ferrugem, Bady (Ortega, 81), Guilherme Queiroz (Dudu, intervalo), Rafael Moura. T: Vinicius Eutrópio. SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique, Zeca; Thiago Maia, Renato, Rafael Longuine (Matheus Nolasco, 64), Vitor Bueno (Serginho, 92); Paulinho, Joel (Luiz Felipe, 70). T: Dorival Jr.

AMÉRICA 1×1 VITÓRIA, 25mai16qua21h, 3ª BR 16, Independência (23 mil), BH, 1.218 pag, R$21.825. Árbitros: Gilberto Rodrigues (PE), Clovis Amaral (PE), Cleberson Leite (PE). Amarelos: Hélder, Tiago Luis, Bastos, Norberto, Ramos. Vermelho: Norberto. Gols: 
Victor Rangel, 73, Kieza, 84. AMÉRICA: João Ricardo; Hélder, Alison (Artur), Sueliton, Danilo Barcelos; Guerreiro, Claudinei, Rafael Bastos (Barbio), Guilherme Xavier; Tiago Luís (Ernandes), Victor Rangel. T: Givanildo Oliveira. VITÓRIA: Fernando Miguel; Norberto, Victor Ramos, Ramon, Diego Renan; Amaral, Willian, Leandro Domingues (Euller), Tiago Real (Dagoberto); Marinho (Alípio), Kieza. T: Vagner Mancini.

FLAMENGO 2×2 CHAPECOENSE, 25mai16qua21h, 3ª BR 16, Raulino Oliveira (19 mil), Volta Redonda, 2.252 pag, R$34.720. Árbitros: Diego Real (RS), Rafael Alves (RS), Lúcio Beiersdorf (RS). Amarelos: Juan, Duarte, Ederson, Jorge, Marcelo. Vermelho: Everton. Gols: Vizeu, 7, Rangel, 12, Hyoran,79, Alan Patrick, 95 (p ). FLA: Paulo Victor, Rodinei, Juan (Rafael Dumas), Leo Duarte, Jorge; Márcio Araujo, Arão, Alan Patrick, Everton; Cirino (Sheik), Felipe Vizeu (Ederson). T: Jayme de Almeida. CHAPE: Danilo, Gimenez, Marcelo, Thiego, Dener; Gil, Josimar, Cleber Santana; Silvinho (Rodrigo Andrade), Lucas Gomes (Hyoran), Bruno Rangel (Kempes). T: Guto Ferreira.

PALMEIRAS 2×0 FLUMINENSE, 25mai16qua21h45, 3ª BR 16, Allianz (43 mil), Sampa,  28.534 pag, R$1.567.292. Árbitros: Sandro Meira Ricci (SC), Nadine Schramm (SC), Helton Nunes (SC). Amarelo: Thiago Martins. Gols: Vitor Hugo, 57, Alecsandro, 58. PALMEIRAS: Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo, Egídio (Alecsandro); Matheus Sales, Tchê Tchê, Róger Guedes, Cleiton Xavier (Moisés), Gabriel Jesus (Zé Roberto); Dudu. T: Cuca. FLU: Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique, Wellington Silva; Pierre, Edson (Marcos Jr), Cícero, Scarpa (Magno Alves); Osvaldo (Richarlison), Fred. T: Levir Culpi.

SANTA CRUZ 4×1 CRUZEIRO, 25mai16qua21h45, 3ª BR 16, Arruda (60 mil), Recife, 16.331 pag, R$257.225, média R$16. Árbitros: Anderson Daronco (RS), Dibert Moisés (RJ), Elio Nepomuceno (RS). Amarelos: Fábio, Bramires, Brodrigo, Costa, Moura. Gols: Grafite, 19 (p), Arrascaeta, 52 (f), Grafite, 63, Arthur, 76, Keno, 89. CRUZEIRO: Fábio, Lucas (Pisano), Brodrigo, Viana, Miño; Bramires, Henrique, Cabral (Alex), Arrascaeta (Coutinho), Elber; Willian. T: Paulo Bento. SANTA CRUZ: Tiago Cardoso, Leo Moura (Leandrinho), Neris, Danny Morais, Tiago Costa; Alex Bolaño (Wallyson), Willian Correia; Fernando Gabriel (João Paulo), Arthur, Keno, Grafite. T: Milton Mendes.

CORITIBA 1×1 SÃO PAULO, 25mai16qua21h45, 3ª BR 16, Couto Pereira (40 mil), Ctba, 9.979 pag, R$264.030. Árbitros: Marinelson Silva (BA), Christian Sorence (GO), Leone Rocha (GO). Amarelos: João Paulo, Negueba, Maicon, Mendes. Gols: Alan Santos, 63, Rogério,78. CORITIBA: Wilson, Ceará, Rafael Marques, Juninho, Carlinhos; João Paulo (Thiago Lopes, 83), Alan Santos, Juan, González (Leandro, 58); Vinícius (Negueba, 57), Kleber. T: Pachequinho. SÃO PAULO: Denis, Auro (Rogério, 74, Lucão, Maicon, Matheus Reis; Thiago Mendes, Wesley, Lucas Fernandes (Ytalo, 68); Kelvin (Bruno, 85), Kardec, Centurión. T: Edgardo Bauza.

CORINTHIANS 3×0 PONTE PRETA, 26mai16qui11h, 3ª BR 16, Itaquera (46 mil), Sampa, 35.573 pag, R$2.059.840. Árbitros: Elmo Cunha (GO), Fábio Baesteiro (SP), Bruno Rizo (SP). Amarelos: Vilson, Cristian, Bruno, João Carlos, Cristian, Renê. Gols: Kadu, 15 (c ), Bruno Henrique, 22, Guilherme, 79. CORINTHIANS: Walter; Fagner, Felipe, Vilson, Uendel (Arana); Bruno Henrique, Cristian, Marquinhos Gabriel, Guilherme, Giovanni Augusto (Marlone); Luciano (André). T: Tite. PONTE: João Carlos, Jeferson, Grolli, Kadu, Reinaldo; João Vitor, Matheus Jesus (Renê Jr), Ravanelli (Cristian); Felipe Azevedo, Clayson (Thiago Galhardo), Wellington Paulista. T: Eduardo Baptista.

INTERNACIONAL 1×0 SPORT, 26mai16qui16h, 3ª BR 16, Beirarrio (40 mil), PoA, 24.840 pag, R$891.140. Árbitros: Igor Benevenuto (MG), Eduardo Cruz (MS), Marconi Vieira (MG). Amarelos: Vitinho, Paulão, Sasha, Vinícius. Gol: Renê, 57 (c.). INTER: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando, Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anselmo (Ferrareis, 35), Andrigo; Sasha, Vitinho (Aylon, 84). T: Argel Fucks. SPORT Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval, Renê; Rithely, Serginho (Luiz Antonio, 67), Gabriel Xavier, Everton Felipe (Lenis, 67), Diego Souza; Vinícius Araújo (Túlio Melo, 67). T: Oswaldo Oliveira.

ATLÉTICO-MG 0x3 GRÊMIO, 26mai16qui21h, 3ª BR 16, Independência (23 mil), BH, 17.426 pag, R$350.900. Árbitros: Rafael Claus (SP), Tatiane Sacilotti (SP), Gustavo Oliveira (SP).  Amarelos: Pablo, Oliveira, Luan, Douglas, Hermes, Maicon. Gols: Marcelo Oliveira, 17, Luan, 25 e 45+2. CAM: Victor; Marcos Rocha, Edcarlos, Tiago, Carlos César (Patric, intervalo) ; Leandro Donizete, Carioca, Urso (Capixaba, intervalo), Hyuri (Pablo, 73) ; Clayton, Carlos. T: Marcelo Oliveira. GRÊMIO: Grohe, Edilson, Geromel, Fred (Bressan, 56), Marcelo Oliveira (Marcelo Hermes, 36) ; Wallace, Maicon, Giuliano, Douglas; Luan, Henrique Almeida (Everton, 65) . T: Roger Machado.

LUGARES: 338.000. PUPAGANTE: 146.536. MÉDIA: 14.654. OCUPAÇÃO: 43%.

Santa Cruz 4×1 Cruzeiro: Portuga deles sabe mais que o nosso

quarta-feira, 25 de maio de 2016

CRUZEIRO contra o Santa Cruz, no Arruda, Recife, pela 3ª rodada do Brasileiro 2016.

CLASSIFICAÇÃO. Cruzeiro é o 16º, com 1 ponto; Santa Cruz, o 1º, com 7.

CRUZEIRO: Fábio — Lucas, Bruno Rodrigo, Bruno Viana, Sanchez Miño — Bruno Ramires, Henrique, Cabral — Arrascaeta — Elber; Willian. T: Paulo Bento.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro (G), Lucas França (G), Fabrício Bruno (B), Leo Simões (B), Bryan (L), Romero (V), Marciel (V), Gino (V), Bruno Nazário (M), Alex (M), Pisano (M), Douglas Coutinho (A).

AUSENTES no Cruzeiro: Mayke, Dedé, Manoel, Marcos Vinícius, Alisson, Robinho, Allano e Judivan, lesionados, Romero, suspenso.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso — Leo Moura, Neris, Danny Morais, Tiago Costa — Alex Bolaño, Uillian Correia — Fernando Gabriel, Arthur — Keno, Grafite. T: Milton Mendes.

BANCO do Santa Cruz: Edson Kölln (G), Alemão (B), Leonardo (B), Roberto (L), Allan (L), Daniel Costa (M), João Paulo (M), Everaldo (A), Bruno Moraes (A), Wallyson (A).

AUSENTES no Santa Cruz: Lelê, Renatinho, Vitor, Wellington Cézar, lesionados.

O JOGO

21h45 COMEÇA o jogo. Cruzeiro, com uniforme tradicional, à esquerda das tribunas. Santinha, com uniforme tradicional dá a saída.

01 Henrique desarma Grafite e recebe falta.

02 Miño cobra falta com bola aérea. William apanha rebote e é derrubado por Correia na pontadestra.

03 Willian cobra falta Bruno Rodrigo cabeceia, bola desvia, corner. Cobrança dá em nada.

04 Até agora, só o Cruzeiro atacou. Santinha tenta uma saída pela direita, mas não vai a lugar nenhum.

05 Cruzeiro aperta saída de bola, santinha não consegue sair da defesa.

06 Arrascaeta passa a Cabral, na meia-lua, defesa tricolor faz o desarme do argentino.

07 Santinha tenta jogada pela esquerda. Tiro de meta, cruzeiro.

08 Elber, Willian, Cabral e Arrascaeta dentro da área tricolor. Defesa passa aperto pra se livrar deles.

10 Sánchez Miño cruza da esquerda, Thiago Costa corta de cabeça/

12 Lucas cruza da direita, nas mãos de Thiago Cardoso.

13 Keno faz boa jogada na pontesquerda, mas finaliza mal, bola alta demais.

14 Cabral chuta de longe, pra fora.

15 BOB FARIA, comentarista da Globo: “Jogadores do Cruzeiro estão se movimentando mais, trocando de posições…”

17 PÊNALTI. Grafite deixa Viana e Rodrigo pra trás, entra na área e sofre falta de Fábio.

18 AMARELO. Fábio.

19 GOL. Grafite cobra no canto esquerdo, Fábio vai na bola, mas não consegue desviá-la. SANTA CRUZ 1×0.

20 CAMISA NOVE. Grafite já fez 13 gols na temporada, 5 no Brasileiro.

21 Lucas tenta jogada com Bramires na pontadestra, defesa tricolor cede lateral.

22 DEFESAÇA. Willian aparece livre na cara do gol, após receber passe de Arrascaeta, mas não consegue marcar…

23 Lucas chuta de fora da área, pra fora.

24 Willian chuta de fora da área, pra fora.

25 TROCA. Fernando Gabriel x João Paulo.

26 Arrascaeta chuta forte, Thiago Cardoso defende, Willian pega o rebote, mas chuta alto demais.

27 Elber derrubado. Falta a 31 metros do arco tricolor.

28 Arrascaeta cobra a falta, bola passa por cima do arco.

29 Thiago Costa cruza da esquerda, Fábio defende pelo alto.

30 Viana marca Grafite em cima, mas…

31 Miño passa a Élber, que finaliza do bico direito da área tricolor. Bola sobe muito.

32 Grafite impedido, ataque perdido.

33 Lucas cruza direita, Arrascaeta pega de prima, bola explode na bequeira e não vai no alvo.

34

35 POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 65%.

36

37 AMARELO. Bruno Ramires, por falta em Thiago Costa.

38 Cruzeiro está muito acomodado. Precisa de maior pegada.

39 Falta frontal a favor do Cruzeiro.

40 Willian cobra falta, Cruzeiro ganha corner na direita.

41 Willian cobra corner, defesa corta, Arrascaeta pega de prima, bola sai rente ao poste direito.

42 FINALIZAÇÕES, Cruzeiro 14×3.

43 Cruzeiro troca passes na intermediária tricolor. Não há espaços.

44 Cruzeiro troca passes na esquerda, Miño cruza, defesa corta, Santinha sai no contrataque.

45 Santinha prende a bola na pontesquerda.

46 Bruno Rodrigo impede avanço de Grafite na pontesquerda.

47 FIM de 1º tempo.

INTERVALO

22h51 COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro, sem modificações, dá a saída.

46 Cruzeiro no ataque, Danny Moraes rebate tirando a bola da área tricolor.

47 Lucas vence disputa com Keno e vai pro ataque.

48 Henrique lança Elber na pontesquerda, na sequência Arrascaeta tenta passe pra Willian, mas quem fica com a bola é o goleiro do Santinha.

49 Lucas dá rasteira em Keno. Falta na pontesquerda.

50 João Paulo cobra falta com chute enviesado, Fábio tira com os punhos.

51 DEFESAÇA. Miño cruza da esquerda, Arrascaeta arremata na entrada da pequena área. Cardoso faz milagre.

52 AMARELO. Alex Bolaño, por falta violenta em Cabral.

52 GOL. Arrascaeta cobra falta encobrindo a barreira. Bola entra no canto direito, goleiro fica pregado no chão. CRUZEIRO 1×1.

53 Elber cruza da esquerda, bola trisca no travessão e sai pela linha de fundo.

54 TROCA. Alex Bolaño x Wallyson.

55 Santinha vai ao ataque, mas agora quem se fecha bem é o Maior de Minas.

56 Grafite impedido, Santinha perde ataque.

57 Arrascaeta tenta drible, mas é desarmado por Uillian Correia na pontesquerda.

58 Grafite disputa corrida com Viana e é desarmado quando ia arrematar, na cara do gol.

59 Wallyson chuta cruzado, aproveitando rebote da defesa. Fábio defende, com grande dificuldade.

60 Boa trama do ataque celeste, Lucas enche o pé de for a da área. Tiro de meta, Santinha.

61 Cabral corta bola cruza sobre a área celeste. Santinha pressiona.

62 CÃIBRAS. Lucas cai e é atendido por Fábio.

63 GOL. Grafite recebe de Leo Moura na entrada da área celeste, vence disputa com Bruno Rodrigo e encobre Fábio. SANTA CRUZ 2×1.

64 Grafite tá riscando o Cruzeiro do mapa. Três rodadas, três centroavantes esculhambando a defesa celeste.

65 TROCA. Cabral x Alex.

66 PÚBLICO: 16.331 pagantes, R$257.225, média R$16.

67 Bola recuada pra Thiago Cardoso, que limpa sua área com um bico.

68 Arrascaeta cobra falta na pontesquerda, Cardoso espalma. Corner, Cruzeiro.

69 TROCA Arrasceta x Douglas Coutinho.

70 Cruzeiro pressiona, chove bola na área tricolor. Defesa tira todas.

71 Artur dispara pela direita e cruza rasteiro, Henrique corta, dentro da área celeste.

72 AMARELO. Thiago Costa dispara rumo à área celeste, mas é obstruído por Bruno Rodrigo.

74 AMARELO. Thiago Costa, por rasteira em Elber.

75 Wallyson é parado com falta na meiuca.

76 GOL. Keno tenta cruzar uma vez, defesa rebate, tenta de novo, e encontra Artur que cabeceia à queima roupa. SANTA CRUZ 3×1.

77 TROCA, Lucas x Pisano.

78 Cruzeiro aperta. Bruno Rodrigo na área do santinha.

79 Elber cobra corner na esquerda, Uillian Correia corta de cabeça.

80 Alex chuta de fora da área, Thiago Cardoso encaixa.

81 AMARELO. Leo Moura, por rasteira em Douglas Coutinho.

82 TROCA: Leo Moura x Leandrinho.

83 DESALENTO é o estado de espírito do torcedor celeste no Arruda.

84 Thiago Costa dispara pela esquerda, deixa Pisano pra trás e chuta rasteiro. Bola sai à esquerda de Fábio.

85 Elber perde a bola no ataque e volta na marcação até seu campo de defesa.

86 Alex lança Willian, Neris corta pra lateral.

87 Bola recuada pra Thiago Cardos, Coutinho vai pra disputa, goleirotira da área.

88 Baterrebate na área tricolor, Coutinho arremata, Thiago Cardoso defende.

89 GOL. Keno dispara pela esquerda, deixa Bruno Rodrigo pra trás e coloca no canto direito, sem chance de defesa pra Fábio. SANTA CRUZ 4×1.

90 Cruzeiro troca passes no ataque, santinha só espia.

91 CÃIBRAS. Keno cai.

92 Uillian Correia deve estar rindo da torcida celeste. Com razão.

93 Santinha troca passes.

94 FIM de jogo. Cruzeiro cai pra 19ª posição, Santa Cruz é líder.

SANTA CRUZ 4×1 CRUZEIRO, quarta-feira, 25mai16, 21h45. TEMPO nublado, temperatura 27º, vento 23 Km/h, umidade 73%. LOCAL: Arruda (60 mil), Recife. MOTIVO: 3ª rodada do Brasileiro 2016. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 16.331 pagantes, R$257.225, média R$16. ARBITRAGEM: Anderson Daronco (RS), Dibert Pedrosa Moisés (RJ), Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS). AMARELOS: Fábio, Bruno Ramires, Bruno Rodrigo, Thiago Costa, Leo Moura. GOLS: Grafite, 19 (p), Arrascaeta, 52 (f), Grafite, 63, Arthur, 76, Keno, 89. CRUZEIRO: Fábio — Lucas (Pisano), Bruno Rodrigo, Bruno Viana, Sanchez Miño — Bruno Ramires, Henrique, Cabral (Alex) — Arrascaeta (Douglas Coutinho) — Elber; Willian. T: Paulo Bento. SANTA CRUZ: Tiago Cardoso — Leo Moura (Leandrinho), Neris, Danny Morais, Tiago Costa — Alex Bolaño (Wallyson), Uillian Correia — Fernando Gabriel (João Paulo), Arthur — Keno, Grafite. T: Milton Mendes. DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Campeonato Brasileiro: 56 participações em 60 campeonatos, 1.312 jogos, 574 vitórias, 353 empates, 386 derrotas, 1.944 gols marcados, 1.495 sofridos. HISTÓRICO: Foi o 21º Cruzeiro x santa Cruz. O Cruzeiro venceu 10,  empatou 6 e perdeu 5. Marcou 35 gols e sofreu 21. Os dois times jamais decidiram um título entre si. DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Campeonato Brasileiro: 56 participações em 60 campeonatos, 1.313 jogos, 574 vitórias, 353 empates, 387 derrotas, 1.945 gols marcados, 1.499 sofridos.

Bento: “Equipe de futebol é sempre processo inacabado”

segunda-feira, 23 de maio de 2016

PITACOS acerca do CRUZEIRO 2×2 FIGUEIRENSE, neste 21mai16sab21h, no Mineirão, Belo Horizonte, pela 2ª rodada do Brasileiro 2016:

PAULO BENTO, técnico do Cruzeiro: Enalteço a capacidade de reação. Há muitos jovens nessa equipe, que não têm tantos jogos disputados no Brasileiro, e é necessário algum tempo, alguma paciência, para ganharem consistência. No 1º tempo, fomos uma equipe mais organizada, mais equilibrada e conseguimos, especialmente nos primeiros 25 minutos, colocarmos em prática algumas coisas que fizemos durante a semana. No 2º tempo, as coisas complicaram com o gol que sofremos de bola parada, mas conseguimos diminuir logo em seguida e acabamos por chegar ao empate, mas nos desorganizamos um pouco e não fomos tão equilibrados. Mesmo tendo dominado, tendo mais volume, acabamos penalizados por alguns erros que cometemos. Uma equipe de futebol é sempre um processo inacabado. Há sempre algo para melhorar, há sempre algo para fazer. E todo processo necessita de tempo. É verdade que no futebol não há muito tempo e não teremos muito tempo para treinar também, mas uma semana não dá para fazermos uma equipe nas condições em que pretendemos. Vamos tentar o mais rápido possível por a equipe para jogar de acordo com as nossas ideias indo ao encontro das características dos jogadores. Será um processo com alguma dificuldade. Não tínhamos dúvidas disso antes de chegarmos e não temos dúvidas agora também.

ERNESTO ARAUJO, no PHD: Gino começou até bem, apoiando o ataque e arriscando alguns chutes relativamente bons. Além disso, jogou fora de sua posição, totalmente improvisado, como fez Henrique contra o América recentemente. Mas, cá entre nós, um profissional de futebol errar cobrança de lateral sequencialmente é muito grave. E o restante da partida foi pífio.

FELIPE CARDOSO, no PHD: Henrique movimentou-se bem durante todo o jogo, acertou a grande maioria dos passes verticais, foi constante durante os 90 minutos e orientou Bruno Ramires acertando seu posicionamento. Foi o melhor do jogo.

MOEMA FOX, no PHD: Todo mundo mal, errou muito, individual e coletivamente –exceto Fábio. De positivo, só a vontade, ainda que tímida.

FERNANDO HENRIQUE, no PHD: Coutinho entrou querendo mostrar serviço e mostrou.

JOÃO PAULO MOTA, no PHD: Ponto precioso!

2ª BR: Ex-cruzeirenses estão rindo à toa

domingo, 22 de maio de 2016

PONTE PRETA 2×1 PALMEIRAS, 21mai16sab16h, 2ª BR 16, Moisés Lucarelli (19 mil), Campinas, 7.061 pag, R$233.200, gols Azevedo, 23 e 32, Moisés, 90. Árbitros: Leandro Vuaden (RS), Daniel Ziolli (SP), Ricardo Lanutto (SP). Amarelos: Wellington Paulista, Matheus Jesus, Galhardo, Sales, Tchê, Martins, Gabriel Jesus. PONTE PRETA: João Carlos; Jeferson, Grolli, Kadu, Reinaldo; João Vitor, Matheus Jesus (Tiago Alves), Ravanelli (Cristian); Clayson (Thiago Galhardo), Wellington Paulista, Felipe Azevedo. T: Eduardo Baptista. PALMEIRAS: Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo, Egídio; Matheus Sales (Dudu), Jean, Cleiton Xavier; Roger Guedes (Moisés), Gabriel Jesus, Alecsandro (Rafael Marques). T: Cuca.

FLUMINENSE 2×2 SANTA CRUZ, 21mai16sab18h30, 2ª BR 16, Raulino de Oliveira (19 mil), Volta Redonda, 2.325 pag, R$, gols Grafite, 52, Scarpa, 57 (f), Gum, 59, Grafite, 81 (p). Árbitros: Jailson Freitas (BA), Elicarlos Oliveira (BA), Sidmar Meurer (MG). Amarelos: Correia, Keno, Cesar, Neris; Silva, Henrique, Jonathan. FLUMINENSE: Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique, Wellington Silva; Pierre, Cícero, Scarpa; Osvaldo (Marcos Jr), Richarlison (Gerson), Fred. T: Levir Culpi. SANTA CRUZ: Tiago Cardoso, Leo Moura (Everaldo), Danny Morais, Neris, Tiago Costa; Wellington César (Bruno Moraes), Uillian Correia, Arthur, Fernando Gabriel (Wallyson), Keno; Grafite. T: Milton Mendes.

CRUZEIRO 2×2 FIGUEIRENSE, 21mai16sab21h, 2ª BR 16, Mineirão (60 mil), BH, 12.647 pag, R$300.811, Árbitros: Wagner Reway (MT), Fábio Rubinho (MT), Fábio Pereira (TO). Amarelos: Viana, Miño, Cabral, Pedroso. Gols: Moura, 40 e 54, Elber, 56, Coutinho, 62. CRUZEIRO: Fábio, Gino, Bruno Rodrigo, Bruno Viana, Sánchez Miño; Henrique, Bruno Ramires; Pisano (Douglas Coutinho), Arrascaeta (Allano) (Cabral); Elber, Willian. T: Paulo Bento. FIGUEIRENSE: Fernández, Jefferson, Jaime, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jocinei; Ferrugem (Dudu), Bady (Michael Ortega); Guilherme Queiroz (Ermel), Rafael Moura. T: Vinícius Eutrópio.

ATLÉTICO-PR 1×1 ATLÉTICO-MG, 22dom1611h, 2ª BR 16, Baixada (42 mil), Ctba, 11.804 pag, gols André Lima, 9, Cazares, 76 (p ). Árbitros: Flavio Souza (SP), Alessandro Matos (BA), Carlos Berkenbrock (SC). Amarelos: Eduardo Franga, Eduardo, Hernani, Pablo. CAP: Weverton, Eduardo, Cleberson, Thiago Heleno, Sidcley; Otávio, Hernani, Ewandro (Marcos Guilherme), Pablo; Nikão (Anderson Lopes), André Lima (Walter). T: Paulo Autuori. CAM: Victor; Marcos Rocha, Edcarlos, Erazo, Douglas Santos; Carioca, Eduardo (Carlos Eduardo), Cazares, Patric (Dátolo); Clayton, Carlos (Hyuri). T: Marcelo Oliveira.

SANTOS 2×1 CORITIBA, 22dom1611h, 2ª BR 16, Vila Belmiro (16 mil), Santos, 7.472 pag, R$212.190, gols Kleber, 19, Bueno, 61, Renato, 91. Árbitros: Ricardo Ribeiro (MG), Pablo Costa (MG), Celso Silva (MG). Amarelos: Ferraz, Zeca, Bueno, Gustavo, Alan, Kleber. SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz, Zeca; Renato, Thiago Maia, Vitor Bueno (Matheus Nolasco), Lucas Lima; Gabriel, Joel (Ronaldo Mendes). T: Dorival Jr. CORITIBA: Wilson; Dodô, Rafael Marques, Juninho, Carlinhos; João Paulo, Alan Santos (Ícaro), Ruy (Thiago Lopes), Cesar González; Leandro, Kleber Gladiador (Guilherme Parede). T: Gilson Kleina.

CHAPECOENSE 3×1 AMÉRICA, 22dom1616h, 2ª BR 16, Condá (22 mil), Chapecó, 2.177 pag, R$21.450, gols Rafael Bastos, 19 (p), Bruno Rangel, 47 (p), Silvinho, 76, Bruno Rangel, 77.  Árbitros: Eduardo Valadão (GO), Bruno Pires (GO), Rafael Trombeta (PR). Amarelos: Sueliton, Alison, Danilo, Arthur. CHAPE: Danilo; Gimenez, Marcelo, Rafael Lima, Dener Assunção; Gil, Josimar, Cleber Santana, Lucas Gomes (Hyoran); Ananias (Silvinho), Bruno Rangel (Kempes). T: Guto Ferreira. AMÉRICA João Ricardo, Artur, Alison, Sueliton; Hélder, Guerreiro, Claudinei, Rafael Bastos, Danilo; Tiago Luís, Barbio (Vitinho). T: Givanildo Oliveira.

VITÓRIA 3×2 CORINTHIANS, 22dom1611h, 2ª BR 16, Barradão (35 mil), Salvador, 12.417 pag, R$314.847, gols Uendel, 25, Domingues, 29, Fagner, 38, Marinho, 56, Kieza, 64. Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC), Kleber Lucio Gil (Fifa-SC) e Bruno Boschilia (Fifa-PR). Amarelos: Welison, Renan, Vander, Norberto, Balbuena, Elias, André, Bruno Henrique. Vermelho: Vander. VITÓRIA: Fernando Miguel; José Welison (Norberto), Victor Ramos, Ramon, Diego Renan; Amaral, Marcelo, Leandro Domingues, Marinho; Vander, Kieza (Dagoberto). T: Vagner Mancini. CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Balbuena, Uendel; Bruno Henrique, Elias (Luciano), Marquinhos Gabriel (Marlone), Guilherme, Giovanni Augusto (Romero); André. T: Tite.

GRÊMIO 1×0 FLAMENGO, 22dom1611h, 2ª BR 16, Humaitá (60 mil), PoA, 15.976 pag, r$, GOL fRED, 53. ÁrbitroS: Luiz Flavio Oliveira (SP), Danilo Manis (SP), Anderson Coelho (SP). Amarelos: Luan, Fred, Guerrero, Everton.  GRÊMIO: Grohe; Edilson, Geromel, Fred, Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano (Pedro Rocha), Bolaños (Douglas); Luan, Bobô (Everton). T: Roger Machado. FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, Juan, Duarte, Jorge; Cuéllar (Arão), Márcio Araújo, Alan Patrick, Everton (Ederson); Gabriel (Cirino), Guerrero. T: Jayme Almeida (interino).

SÃO PAULO 1×2 INTERNACIONAL, 22dom1611h, 2ª BR 16, Morumbi (63 mil), Sampa, 19.509 pag, R$615.680, gols Sasha, 36, Lugano, 86, Sasha, 88. Árbitros: Péricles Bassols (PE), Emerson Carvalho (SP), Guilherme Camilo (MG). Amarelos: Calleri, Lugano, Wesley, Hudson, Anselmo, Bob, Artur, Ernando, Alex, Sasha. Vermelho: Alex.  SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Lugano, Matheus Reis; Hudson, Wesley (Rogério), Kelvin (Lucas Fernandes), Ganso, Centurión (Kardec); Calleri. T: Edgardo Bauza. INTER: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando, Artur; Anselmo (Nilton), Fernando Bob, Fabinho, Andrigo (Alex); Vitinho (Bruno Baio), Sasha. T: Argel Fucks.

SPORT 1×1 BOTAFOGO, 22dom1618h30, 2ª BR 16, Ilha do Retiro (35 mil), Recife, 6.117 pag, R$, gols Diego Souza, 16, Fernandes, 38. Árbitros: Vinicius Furlan (SP), Márcia Caetano (SP), Alex Ribeiro (SP). Amarelos: Durval, Gabriel, Bruno, Luis. SPORT: Magrão, Samuel Xavier, Henríquez, Durval, Renê; Serginho, Gabriel Xavier, Diego Souza, Lenis (Everton Felipe), González (Luiz Antonio); Vinícius Araújo (Túlio Melo). T: Oswaldo Oliveira. BOTAFOGO: Helton Leite, Luis Ricardo, Carli (Emerson Santos), Emerson Silva, Victor Luis; Bruno Silva, Lindoso, Fernandes, Leandrinho; Neilton (Luis Henrique), Ribamar (Anderson Aquino). T: Ricardo Gomes.

LUGARES: 371.000. PUPAGANTE: 97.503. MÉDIA: 9.750. OCUPAÇÃO: 26%.

Elber fez um golaço e foi eleito o Melhor

domingo, 22 de maio de 2016

Quem foi o melhor de CRUZEIRO 2×2 FIGUEIRENSE, neste 21mai16sab21h, no Mineirão, Belo Horizonte, pela 2ª rodada do Brasileiro 2016?

TORCIDA CELESTE compareceu em baixa quantidade, apoiou, vaiou, voltou a apoiar e todas essas coisas fartamente documentadas nos manuais das torcidas brasileiras.

 FÁBIO fez uma defesas, um milagre e não teve culpa nos gols que levou.

GINO, fora de posição, errou a mão. se mandou pro ataque e deixou espaços pro contrataque do Figueira. Sorte que a franga Moura é muito ruim de bola e não emplacou nenhum, pois ficou sozinha na pontesquerda durante toda a etapa final. Individualmente, cometeu erros grosseiros em cobranças de laterais. Mas é preciso registar: lutou bastante e não aceitou a derrota parcial.

VIANA alternou bons e maus momentos. 

BRODRIGO foi menos esperto que a franga Moura no primeiro gol do Figueira e cometeu alguns erros mais. Mas também não foi essa draga que alguns relataram.

MIÑO errou um monte de cruzamentos, quase sempre dando bolada nas canelas figueiras, mas acertou o cruzamento do gol de empate. Na defesa, não conseguiu a notar o número da camisa de Jefferson no gol inaugural. 

BRAMIRES fez bons lançamentos e errou passes fáceis. Numa saída infeliz quase decretou a derrota do time. Mas tem uma coisa: não foi nem um pouco tímido, apresentando-se pro jogo com desenvoltura.

HENRIQUE foi o melhor do jogo. Boa saída de bola, seleção perfeita de jogadas e grande capacidade de organização. E, como sempre, sem carrinhos, cotovelaços, agarrões, rasteiras e fricotes que alguns torcedores exigem de volantes. 

PISANO tentou ser uma meia clássico, o armador de jogadas tradicional. E não foi de todo mal.

ARRASCAETA correu, buscou jogo, mas nã esteve inspirado.

ELBER fez um golaço, que apagou da memória do torcedor outras tantas arrancadas ineficientes. E lutou sem tréguas, este provavelmente seu maior mérito.

WILLIAN esteve apagado e ainda cobrou falta, sem tomar distância, com peteleco. Só pra me encher o saco, com certeza.

COUTINHO, como sempre, entra entusiasmado. Fez um gol numa cabeçada improvável e brigou por outros que não vieram por falta de bolas ajeitadas.

ALLANO jogou poucos minutos e saiu machucado. Alguns minutos, contudo, bastaram pra ser mordido pelos hidrófobos. 

CABRAL entrou com a caixa de ferramentas aberta e desceu o porrete no primeiro que passou à sua frente. 

BENTO surpreendeu com Viana e Bramires, ao invés de Leo e Cabral. E se deu mal, pois nenhum deles justificou a confiança do chefe. Acertou na entrada de Coutinho, que se movimentou melhor do que Willian na zona do agrião. Taticamente, apostou em dois meias e dois volantes, um deles, Bramires, com liberdade pra atacar. Elber foi seu coringa no ataque, alternado jogadas pelos dois lados, e não decepcionou. Deu mostras de ser realista, sem ser medroso. Bom começo.

CRUZEIRO correu muito no começo e não soube criar chances claras. Tomou dois gols, mas não se entregou e buscou o empate. Valeu pelo entusiasmo.

FIGUEIRENSE teve pouca posse de bola, mas tratou-a a melhor do que o Cruzeiro, não se afobando na construção de jogadas. Se a franga Moira tivesse um pouco de habilidade, teria vencido à base de contrataques, pois ela passou a etapa final livre na esquerda. Menos mal que, da testa pra baixo, é não serve nem pra jogar vôlei.

ÁRBITROS apitaram sem dar bola pra manha de jogador. E, nessa, deixaram passar algumas faltas. Nada muito grave.

MelhorDoJogo => ELBER [[[17]]] Soalheiro, Bitencourt, Razger, Ramos, Gouvêa, Oliveira, Wagner, Ferreira, Rosan, Barreto, Morato, Clemenceau, Seixas, Mota, França, Milani, Patrícia —– FÁBIO [[[6]]] Jdias, Velloso, Mano, Moema, Anchieta I, Ernesto —–  BRAMIRES [[[7]]] Ge, Beth, Pj, Ccc, Adonias, Soraggi, Walterson —– COUTINHO [[[5]]] Fh,Venâncio, Blank, Arreguy, Gil —– HENRIQUE [[[4]]] Azul, Cardoso, Celeste, Síndico —– VIANA [1] Dudu —– BRODRIGO [[[1]]] Galvão —– BENTO [[[2]]] Jornalista, Bruno —– MOURA [[[3]]] Reis, Brasil, Damião —– EUTRÓPIO [[[1]]] Soeiro.

Cruzeiro 2×2 Figueirense: Tabela favorável? Sei…

sábado, 21 de maio de 2016

CRUZEIRO contra Figueirense, no Mineirão, Belo Horizonte, neste sábado, 06set15, às 21h, pela 2ª rodada do Brasileiro 2016.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 3º, com 0 ponto. Figueirense, o 2º, com 1 ponto.

CRUZEIRO: Fábio — Gino, Bruno Rodrigo, Bruno Viana, Sánchez Miño — Henrique, Bruno Ramires — Pisano, Arrascaeta — Elber, Willian. T: Paulo Bento.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Lucas França, Leo Simões, Fabrício Bruno, Bryan, Marciel, Cabral, Bruno Nazário, Alex, Allano, Douglas Coutinho.

AUSENTES no Cruzeiro: Mayke, Dedé, Manoel, Marcos Vinícius, Alisson, Robinho e Judivan, lesionados; Lucas e Romero, suspensos.

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández — Jefferson, Jaime, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso — Elicarlos, Jocinei — Ferrugem, Bady — Guilherme Queiroz, Rafael Moura. T: Vinícius Eutrópio.

BANCO do Figueirense: Júnior Oliveira, Marquinhos, Dodô, Michael Ortega, Dudu, Jackson Caucaia, Ayrton, Ermel e Guilherme Morassi.

AUSENTES no Figueirense: Leandro Silva, Nirley, Dener, Carlos Alberto, Everton Santos, Lins e Gabriel Esteves, lesionados.

RANKING Nacional de Clubes: Cruzeiro é o 3º, com 14.064 pontos; Figueirense é o 16º, com 9.012.

PÚBLICO: A média do Brasileiro 2016 é de 12.614 espectadores, com 37% de ocupação dos estádios.

FIGUEIRENSE FC, Furacão ou Figueira, alvinegro fundado em 12jun21, é resultante da vontade dos amigos Albino Ramos, Balbino Felisbino da Silva, Domingos Joaquim Veloso e João Savas Siridakis, na Figueira, região central de Florianópolis. Só mais tarde o clube mudou-se para o Estreito, bairro da parte continental da cidade, onde construiu o Orlando Scarpelli pra 19 mil espectadores. O clube possui 16 títulos catarinenses, 2 copas SC, 1 Supercampeonato de SC e 1 Torneio Mercosul.

TRANSMISSÃO. Première, com narração de Rogério Correia e comentários de Henrique Fernandes.

O JOGO

20h54 TIMES em campo, Cruzeiro com camisas azuis, meias e calções brancos. Figueira com camisas listradas em preto e branco, calções e meias pretas.

20h56 HINO Nacional.

21h COMEÇA o jogo. Cruzeiro à direita das tribunas, Figueirense dá a saída.

01 Elber cruza da esquerda, defesa alvinegra corta.

02 Outro cruzamento da esquerda, nenhum atacante celeste aparece para concluir.

03 William põe Arrascaeta na cara do gol, mas Marquinhos Pedroso corta com um bico.

04 Gino cruza da direita, Fernández fica com a bola.

05 POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 67%.

05 Jocinei recebe dentro da área e arremata de canhota, sem sucesso.

06 Ferrugem, Bady e Jocinei tentam articular jogada ofensiva, mas são contidos pela defesa celeste.

07 Arrascaeta recebe em profundidade, rola bonito para Pisano, que chega batendo de primeira, firme. A bola, no entanto, vai no meio do gol, e Gatito faz a defesa firme,

07 GOLEIRO Gatito Fernández estava fora desde a última rodada do Catarinense, devido a fratura num dedo da mão.

08 Pisano chuta, nada acontece.

09 Marquinhos Pedroso, mesmo bem marcado, vai à linha de fundo e cruza, Fábio cata.

10 Cruzeiro insiste nas jogadas pelo lado esquerdo do Figueirense, onde o volante Jefferson está improvisado, pois Leandro Silva está lesionado.

11 Cruzeiro troca passes.

12 Elicarlos e Pedroso batem cabeça, bola sobra pra Pisano, que passa de calcanhar a Gino, Uruguaio chuta de prima, mas não acerta o gol.

13 Lançamento pra William, bola sai pela linha de fundo.

14 Sánchez Miño chuta rasteiro, de longe, pra fora.

15 FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 3×1.

16 POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 70%.

17 Cruzamento da direita, Fernandes defende, sem problemas.

18 Cruzeiro tem mais posse de bola e envolve o Figueira, que está armado pra contratacar, mas não consegue desfechar o golpe.

19 Escanteio, Cruzeiro. Defesa corta.

20 LANCE INTERESSANTE. Gino chuta da direita, com efeito. Fernandez espalma pra corner.

21 ORGANIZADAS: China Azul, Pavilhão, FanatiCruz, NAV, Cachazeiros, Motozeiros, Jovem, Jovem Itatiaiuçu, Máfia Azul, Rasta, Geral Celeste.

22 Pisano chuta, Fernandez espalma, Willian fica com o rebote e passa a Henrique, que chuta de fora da área. Bola explode na defesa Catarina

23 FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 7×1.

24 Cruzamento da esquerda, Pedroso dá um chutão pra cima. Fernandez fica com a bola.

25 PÉ DE OUVIDO. Ricardo Peres, auxiliar de Pedro Bento, dá instruções a Bruno Viana, na beira do gramado.

25 Willian limpa e tentar arrematar, mas é brecado por Bruno Alves. Beque sente a perna, Wagner Reway para o jogo pra atendimento.

26 Queiroz tenta jogada individual, mas perde a bola na meiuca.

27 Arrascaeta é parado com falta na meiuca.

28 Figueira acertou 27 e errou 12, mas continua sendo dominado.

29 Ferrugem cruza, Rafael Moura disputa com Bruno Viana pelo alto. Melhor pro beque celeste.

30 Escanteio, Cruzeiro. Arrascaeta fica coma sobra e chuta forte, bola vai longe do gol.

31 Torcida celeste não economiza grito no apoio a seu time.

32 Bady chuta do meio de campo. Pra fora, evidentemente.

33 BOA! Pisano lança, Elber corta pra dentro e chuta de fora da área, Fernandez defende no ângulo esquerdo.

34 Pisano cruza da direita e encontra Elber atrás da zaga do Figueira, mas o cruzeirense chega atrasado e não arremata em go

35 DESPERDÍCIO. Bruno Ramires cruza, Arrascaeta, na pequena área, escora, mas a bola passa por cima do gol. Melhor chance da partida.

35 Cruzeiro é mais veloz, Figueira segura mais a bola

36 Elber chapela marcador, mas perde a bola na sequência.

37 Figueira troca passes, mas não encontra espaços na defesa celeste.

38 Pedroso cruza da esquerda, Bady raspa no primeiro poste, ninguém aparece pra concluir. Tiro de meta, Cruzeiro.

39 Figueira avança marcação, Willian tem de recuar bola pra Fábio.

39 Paulo Bento pede que seu time ataque mais.

40 GOL. Ferrugem aplica caneta na meiuca e passa a Jefferson na direita. O lateral cruza com perfeição, Rafael Moura arremata de peixinho. FIGUEIRENSE 1×0.

41 CÉREBRO DE GALINHA! Moura comemora tirando sarro da torcida celeste, criando o bicampeonato mundial de vôlei. Um fracassado e ignorante nem sabe quando tem fome e dá palpite no que entende.

42 CRUZEIRO finalizou 11 vezes, com 3 chances de gol. Figueira finalizou 2 vezes e marcou um gol..

43 Figueira segura bola no ataque. Cruzeiro se desarticula.

44 Guilherme Queiroz chuta prensado, Fábio fica coma bola.

45 Bruno Alves dá um bico pra lateral.46 FIM de 1º tempo. Torcida celeste vaia seu time.

BRUNO RODRIGO: Rafael estava livre. Eu tinha que estar mais atento, mas num descuido, ele se antecipou. A equipe está bem, vamos caprichar mais no 2º tempo pra buscar o jogo.

RAFAEL MOURA: Foi bom o posicionamento do ataque. Dou parabéns para o Jefferson que foi feliz no cruzamento.

INTERVALO

22h02 COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.

46 Bruno Ramires aciona Gino na direita, Pedroso cede lateral.

47 Pisano lança Elber, que tenta armar jogada com Miño. Defesa do Figueira recupera a bola.

48 Henrique impede progressão de Guilherme Queiroz. Corner, Figueira.

49 Ferrugem aciona Moira na pontesquerda, Bruno Ramires desarma a franga.

50 Jocinei solta uma bomba da entrada da área, Fábio defende, com dificuldade.

51 Henrique aciona Ramires que chita. Bola fica na área celeste, defesa corta.

52 HENRIQUE FERNANDES, comentarista do Premiere: “Cruzeiro começa com a mesma ideia, mas errando mais passes, sem a mesma efetividade, sem a mesma qualidade da etapa inicial”.

53 Pisano chuta de fora da área, bola desvia e quase engana Fernandez, que consegue a defesa, cm dificuldade.

54 GOL Bady cobra escanteio na direita, com curva. Rafael Moura sobe mais que Bruno Viana e cabeceia sem chance pra Fábio. FIGUEIRENSE 2×0.

55 Torcida celeste vaia seu time.

56 GOL Elber ganha dividida com Jocinei, deixa Jaime no chão, tira de Bruno Alves e chuta na saída de Fernandez. Golaço! CRUZEIRO 1×2.  

57 Paulo Bento não comemora o gol. Ainda deve estar puto com o gol do Figueira.

58 TROCA: Matias Pisano x Douglas Coutinho.

59 Cruzeiro marca forte, catarinas ficam acuados.

60 Na banheira, a franga Moura estraga ataque catarina.

61 FRANGA LIVRE. Rafael Moura, a franga, chuta de fora da área. Pra fora. Ela está jogando livre na pontesquerda, sem marcação.

62 GOL. Sánchez Miño cruza da meiesquerda, Douglas Coutinho cabeceia pra cima, bola sobe e cai no canto direito. Fernandez fica vendo pela trajetória da bola. CRUZEIRO 2×2.           

63 DEFESAÇA. Bruno Ramires engrossa na saída de bola, Guilherme Queiroz se aproveita do vacilo e chuta cruzado. Fábio vai buscar a bola no canto.

64 Torcida celeste canta alto.

65 Paulo Bento dá instruções a Bruno Rodrigo na beira do gramado.

66 Miño cobra falta frontal, pra fora.

66 TROCA. Guilherme Queiroz x Ermel, Bady x Michael Ortega.

67 AMARELO. Bruno Viana, por falta em Ermel.

68 Falta cobrada, com bola na área celeste, defesa corta.

69 Henrique recua bola pra Fábio, que limpa área com um chutão. Figueira pressiona saída de bola do Cruzeiro.

70 Willian cabeceia pra área, Douglas Coutinho está impedido.

70 IMPEDIMENTOS: 1×1.

71 AMARELO. Sánchez Miño, por falta em Ermel.

71 FINALIZAÇÕES. Cruzeiro 16×10.

72 AMARELO. Marquinhos Pedroso, por falta em Elber.

73 Miño cruza da esquerda, Marquinhos Pedroso corta de cabeça.

74 Bruno Ramirez cruza, mas Bruno Alves corta, Lateral, Cruzeiro.

75 Rafael Moura chuta de prima, sem direção.

76 Allano vem aí!

77 TROCA. Arrascaeta x Allano.

78 PASSES ERRADOS: Cruzeiro 42×35.

79 TROCA. Ferrugem x Dudu. Figueira, com 3 atacantes.

79 Figueira aperta saída de bola do Cruzeiro.

80 Elber, Willian e Bruno Ramires triangulam. Ramires cruza, Bruno Alves quase marca autogol. Corner, Cruzeiro.

81 Willian sofre falta. É frontal.

82 PETELECO. Willian não toma distância e chuta fraco, na barreira.

83 Bruno Alves levanta demais o pé e acerta o rosto de Douglas Coutinho. Falta perigosa.

84 Falta cobrada por Willian, defesa catarina corta.

85 DEFESAÇA. Dudu lança a Rafael Moura, que aparece livre na cara do gol. Fábio cresce e a franga vacila chutando em cima dele.

86 ALLANO cai na disputa de bola com Dudu. Sente dores no ombro e será substituído.

87 TROCA. Allano x Cabral.

88 Bola jogada na área celeste. A franga Moura tenta, mas não consegue finalizar.

89 AMARELO. Cabral, por falta dura em Jefferson.

90 Sánchez Miño cobra escanteio, defesa catarina corta.

91 PÚBLICO: 12.647 pagantes, R$300.811, média R$24

92 Figueirense ganha lateral e demora a cobrar.

93 FIM de jogo. Torcida celeste não gostou.

NÚMEROS: Posse: Cruzeiro, 62% — Finalizações: Cruzeiro 18×12 — Chances: Cruzeiro 5×4 — Faltas: Figueira 12×10 — Passes errados: Cruzeiro 48×32 — Passes certos: Cruzeiro 281×116 — Figueira 39×32.

CRUZEIRO 2×2 FIGUEIRENSE, sábado, 21mai16, 21h. TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 8 Km/h, umidade 78%. LOCAL: Mineirão (60 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 2ª rodada Brasileiro 2016. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 12.647 pagantes, R$300.811, média R$24. ARBITRAGEM: Wagner Reway (MT), Fábio Rodrigo Rubinho (MT), Fábio Pereira (TO). AMARELOS: Viana, Miño, Cabral, Pedroso. GOLS: Moura, 40 e 54, Elber, 56, Coutinho, 62. CRUZEIRO: Fábio — Gino, Bruno Rodrigo, Bruno Viana, Sánchez Miño — Henrique, Bruno Ramires — Pisano (Douglas Coutinho), Arrascaeta (Allano) (Cabral) — Elber, Willian. T: Paulo Bento. FIGUEIRENSE: Fernández — Jefferson, Jaime, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso – Elicarlos, Jocinei — Ferrugem (Dudu), Bady (Michael Ortega) — Guilherme Queiroz, Rafael Moura. T: Vinícius Eutrópio. HISTÓRICO: Foi o 27º Cruzeiro x Figueirense. O Cruzeiro venceu 13, empatou 6, perdeu 8, marcou 47 gols, sofreu 30. Os dois clubes nunca decidiram um torneio entre si. DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Campeonato Brasileiro: 56 participações em 60 campeonatos, 1.312 jogos, 574 vitórias, 353 empates, 386 derrotas, 1.944 gols marcados, 1.495 sofridos.

Escala tu, ora pois, pois!

sexta-feira, 20 de maio de 2016

PAULO BENTO divulgou a  lista dos relacionados pro jogo contra o Figueira, amanhã, 21h, no Mineirão: 

Fábio, Rafael, França, Viana, Brodrigo, Fabruno, Leo, Bryan, Miño, Alex, Allano, Cabral, Nazário, Bramires, Arrascaeta, Elber, Gino, Henrique, Marciel, Pisano, Coutinho, Willian.

A escalação, conforme norma da escola portuguesa, só será fornecida após o jogo.

Mas o tático e técnico leitor do PHD pode fazer sugestões.

E, então, qual é a sua, meu rei?

Doidos antecipam o apocalipse

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Segunda-feira movimentada nas hostes celestes:

  • Desocupados foram encher o saco do presidente e Dedé bateu boca com eles.
  • Paulo Bento disse querer 100% de cada jogador. Os jogadores também vão querer 100% dele pra saírem do buraco.
  • Presidente Gilvan anuncia volta do atacante Riascos, que estava no Vasco. 
  • Especula-se acerca de um possível interesse do Cruzeiro por Maxwell e Rafael Sóbis. 
  • Alisson, Robinho e Arrascaeta foram liberados pra treinamentos com bola.
  • Jornalista e outros adivinhos dão como certo o rebaixamento do Cruzeiro, transcorrido 2,6% do Morrinhão.

Em quanto isto, nas redes sociais, torcedores preveem o apocalipse.

É muita maluquice pra tão pouco campeonato. That’s Morrinhão!