Arquivo da Categoria ‘Boca Maldita’

Termocéfalos já começaram a estragar o jogo

quarta-feira, 18 de abril de 2018

LaU foi derrotada no clássico com o Colo Colo por 3×1, E perdeu a liderança do Chinelão, ops! Chilenão.

Deu boloblô: seus jogadores brigaram o Valdivia, o que é compreensível, e entre si, o que é incompreensível.

A torcida escolheu o lateral, ex-pontesquerda, Bausejour pra judas e  queimou a camisa dele.

Por aqui, teve torcedor pedindo que os jogadores celestes honrem a alma de Roberto Batata no jogo de amanhã.

Tinha tudo pra ser apenas um jogo de futebol, mas os termocéfalos entrarem em cena com seu habitual dramalhão…

Vigília pra libertar o time da lanterna

terça-feira, 17 de abril de 2018

CRUZEIRO é o lanterna do Grupo 5 da Libertadores, com o que não se conforma muitos de seus torcedores. Alguns culpam o Juiz, outros vão à luta pra libertar o time dessa prisão. 

Em Santiago, haverá vigília. Militantes azuis já embrenharam na selva da bebedeira e prometem se sacrificar perdendo noites de sono pra mostrar o quando amam o clube.

No momento, estão num bar do bairro Bella Vista, tomando cerveja, à espera da partida contra a Universidad de Chile, nesta quinta as 21h45, no Estádio Nacional.

Há vigílias e vigílias. Esta é de gente que tem propósitos virtuosos. Que apoia quem trabalha honestamente pra encher a sede do Barro Preto de troféus.

Um tecladista, por favor!

segunda-feira, 16 de abril de 2018

ADÍLSON não servia pra treinar o Cruzeiro, porque era pardal e, principalmente, porque não escalou o ídolo Sorin na final da Libertadores.

CUCA não prestava porque era depressivo. JOEL, por ser boleiro. MANCINI, porque não tinha nível de Cruzeiro.

ROTH era retranqueiro, MARCELO sempre perdia pras frangas, porque torcia pra elas. LUXEMBURGO está ultrapassado.

BENTO desconhecia o futebol brasileiro. DEIVID não passava de um estagiário. MANO é técnico só de mata-mata, não treina o time, não sabe substituir e cousa e lousa.

O Cruzeiro recisa é de um tecladista das redes sociais treinando seu time. Um time montado pra ser campeão mundial merece uma dessas sumidades do mundo virtual.

Celeuma besta

quinta-feira, 12 de abril de 2018

CELELUMA sem fim essa da decisão do Paulista. Palmeirenses não encaixaram bem a derrota. Mas o fato é que perderam em campo, com arbitragens corretas etal.

Ah, mas o diretor de arbitragem estava onde não devia na hora do pênalti marcado e desmarcado! Estava, mas ninguém o viu orientando o Juiz. E, ademais, juízes ouvem um monte durante a partida. Torcedores, jogadores bandeiras, auxiliares, a patroa e os amigos, pelo celular, no intervalo, e cousa e lousa. O ser humano é muito comunicativo, entenderam?

E toda essa chatice é alimentada justamente por mesarredondistas, que vivem pedindo árbitro de vídeo, ou seja, interferência externa. Melhor virar a página e discutir a bola que rolou numa decisão sensacional. É o que interessa.

A recaída da “rádia”

segunda-feira, 9 de abril de 2018

ITATIAIA teve recaída de sua velha doença emplumada. Depois do jogo, cortou a coletiva do técnico campeão pra dar voz ao chororô do presidente e do técnico derrotados.

E arranjou um comentarista de arbitragem, que se estivesse em campo teria expulsado meia dúzia de jogadores do campeão. Estava atacado o palpiteiro!

Depois, durante a viagem de volta do estádio, ouvindo a “rádia”, cheguei a ter dúvidas sobre quem havia sido campeão, tamanho o tempo dedicado a elogiar e a justificaras as aves abatidas pouco antes.

Quem sabe joga, quem não sabe fica no sofá

segunda-feira, 9 de abril de 2018

VOLANTES Henrique e Cabral passaram a semana ouvindo =e e lendo tolices da galera osvaldofariana. Foram acusados de serem aéreos, marcarem mal, darem passes de apenas três metros e asneiras do tipo. 

Ontem, eles campeonaram, comandando um time que remontou placar adverso de três gols na final do Mineira. E sem dar carrinhos, patadas, cotoveladas, rasteiras, agarrões, unhadas, rabos de arraia, mata-leões, tampouco cometendo as ligações diretas, que enternecem o coração dos torcedores adeptos do futebol voluntarista. 

Só praticaram o bom e velho ludopédio, no qual o jogo é pensado, os passes são precisos e pra quem pode recebê-los, a ocupação de espaços é fundamental, as coberturas são inteligentes e sem forçação de jogadas heroicas, que arrancam suspiros do peitos dos torcedores do futebol arranca-toco.

Enquando isto, o heroico Willians, hoje no CRB, o “Galo de Maceió”, levou virada e perdeu o Alagoano pro azulino CSA. E os queridaços das galeras falastronas, General Donizete e Pierre, ficaram no sofá assistindo pela televisão os craques malditos campeonarem.

Russos querem salvar a F1

sábado, 7 de abril de 2018

FÓRMULA UM sem grid girls é farsa! A Federação Internacional de Autombilismo tem de ser resgatada das mãos dos ideólogos de gênero, das patrulhas feministas e dos policiais do politicamente correto.

Por que essa violência gratuita contra as mulheres bonitas nas corridas de carro? O que elas fizeram pra merecer tanto ódio dos viadinhos ditadores de regras de comportamento?

Por sorte, os russos, que não são chegados a essa palhaçada que está tornando os ocidentais um bando de maricóns, não aceitaram enfeiar o esporte e vão convocar as meninas pra corrida deles.

Vc, caro leitor, vai torcer o nariz com a volta das garotas ou vai se aboletar n sofá com um latão de cerveja gelada pra acompanhar os bastidores da corrida cheios de vida e de beleza?

Adeus às ilusões

quarta-feira, 4 de abril de 2018

GRITO DE ALERTA! O Tupi não é igual ao Boca, avisou Del Plata. O Tupi não igual à Franga, concluiu Raé. O Tupi não é o Real, pontificou Talentim. Os fatos dão razão a eles. E mais: o Tupi não é também não igual ao Barça, ao City e, talvez, nem igual ao Vasco. Quem não sabia, agora já sabe, então, adeus às ilusões, galera.

L’amante sciocco della Vecchia Signora

terça-feira, 3 de abril de 2018

CRISTIANO RONALDO destruiu a Juventus em Turim, hoje, pelo Champions. Na vitória de 3×0 do Madrid, ele fez dois gols, um deles de bicicleta, e colocou Marcelo na cara do gol pra acabar com a brincadeira.

A Juve não apanhava há séculos em jogos do torneio europeu em sua casa. CR7 não tomou conhecimento da escrita e passou o rolo compressor na Velha Senhora.

Nas redes Ilare Talentini, torcedor da Juve, reclamou: “Essa história de jogador arrebentar com o adversário num dia iluminado não existe. Foi tudo culpa do técnico e dos beques!”.

Como se vê não é só a Torcida Celeste que está infestada de beócios.

Dedé de nada adiantaria

terça-feira, 3 de abril de 2018

O festival de asneiras dos torcedores celestes, depois do RapoCota deste domingo, foi de matar de vergonha. Ou de riso, como queiram.

Destaco uma parte da comédia, a que dá conta de que Dedé, por ser bom nas bolas aéreas, evitaria os três gols nas tais “bolas alçadas sobre a área”. 

Pra fazer isto, ele teria que pular no pé do Ricardo no primeiro gol, na cintura do Adílson, no segundo, ou a três metros de altura no terceiro. Com opção de se abaixar pra encontrar a bola como fez o centroavante das frangas (depois de empurrar o Egídio), posto que a redonda subiu pra carvalho e, subitamente, descaiu.

Dedé, com seus um metro e noventa e tantos de altura, teria sido inútil nos três lances. Simplesmente não eram bolas pra se disputar pelo alto. 

Ao natural, o torcedor é burro pra cacete. Mas consegue ficar pior, quando movido pela emoção. Ele se imagina um entendido universal nas funções do jogo: especialista em goleiragem, becagem, volantagem e por aí vai. E é com essa confiança no taco, que o tresloucado ataca o teclado pra fazer comédia. De muito mau gosto, diga-se.

Agora, me antecipando, como um beque de alta categoria, vou corrigir antecipadamente os péssimos exegetas de posts. Prestem atenção: eu não disse que o Dedé é ruim de bola. Foi isto que vc entendeu, eu sei, mas não foi isto que eu disse. Combinado?