Arquivo da Categoria ‘Boca Maldita’

Comparando elencos

domingo, 15 de outubro de 2017

LUIZITO DEL PLATA

Os elencos de 2003 e 2013, que dispunham de excelentes treinadores, acabaram ficando mais valorizados do que o atual grupo do Cruzeiro, vencedor da Copa do Brasil.

Pra aclarar, vamos comparar os três conjuntos, tendo como ponto de partida as formações de cada um em suas pré-temporadas.

1. Fabio-Rafael 2017 X Gomes-Fávaro 2003 X Fabio-Rafael 2013. MELHOR pra 2016. Quem era Gomes antes de 2003? Rafael em 2016 estava em grande fase! Em 2012, ninguém conhecia Rafael.

2. Ezequiel-Mayke 2017 X Maurinho-Maicon 2003 X Ceará-Mayke 2013. MELHOR pra 2003.

3. Leo-Murilo-Caicedo 2017 X Cris-Luisão 2003 X Brodrigo-Leo 2013. MELHOR pra 2003.

4. Manoel-Dedé 2017 X Dracena-Batatais 2003 X Paulão-Nirley 2013. MELHOR pra 2017. Quem era Dracena antes de 2003 e quem era Batatais? Paulão e Nirley são piadas.

5. Barbosa 2017 X Leandro 2003 X Egídio-Everton 2013. MELHOR foi o de 2017. Barbosa fez um bom Brasileiro pelo Botafogo em 2016, Leandro só jogou naquele time de 2003 e Egídio disputou a Série B pelo Goiás em 2012.

6. Romero-Herique 201 X Recife-Melo 2032 X Henrique-Uellinton 2013. MELHOR pra 2017. Tanto Romero, quanto Henrique terminaram 2016 jogando bem. Recife só jogou com Luxa. Henrique é bom, mas Uelliton é piada.

7. Cabral-Hudson 2017 X Wendel-Maldonado 2003 X Nilton-Lucas 2013. MELHOR pra 2017. Cabral terminou 2016 bem e Hudson era respeitado no Saumpaulo. Maldonado já era bom, mas Wendel surgiu por mérito do Luxa. Nilton já era bom, mas Lucas era da base e cresceu com Pacote.

8. Neves-Robinho 2017 X Alex-Martinez 2003 X Diego-Ribeiro 2013. MELHOR pra 2003. Alex esteve no Maior de Minas em 2001 e decepcionou! Em 2002, nem a diretoria, nem a torcida o queriam, mas luxa fez questão de ter seu talento. Neves e Robinho são melhores que Diego e Everton Ribeiro. Ribeiro não era nada antes de 2013.

9. Arrascaeta-Sobis 2017 X Aristizábal-Alex Dias 2003 X Dagoberto-Goulart de 2013. MELHOR pra 2017.  Sobis conquistou 2 Libertadores e foi ídolo no Inter. No Fluminense, conquistou um Brasileiro e foi ídolo. No Tigres, conquistou um Mexicano e foi ídolo. Sempre como atacante. No Maior de Minas, o Antiabila o obrigou a ser auxiliar de lateral e, aí, ele acabou. Arristizábal já era bom, mas Alex Dias era fraco. Dagol já era bom, mas Goulart era fraco ate cair naquele time de 2013.

10. Ábila 2017 X Deivid 2003 X Anselmo-Borges 2013. MELHOR pra 2017. Ábila, em 2016, até ser substituído por Bigode, estava fazendo um gol por jogo! Em 2002, Deivid fez 36 gols em 96 jogos pelo Corinthians…

11. Alisson-Elber 2017 X Marcelo-Mota 2003 X Alisson-Elber de 2013. MELHOR pra 2017. Marcelo Ramos era bom, mas Mota só jogou naquele time de 2003 (mérito de Luxa). Alisson e Elber de 2017 são melhores que Elber e Alisson de 2013.

Brasil alternativo pra encarar o Chile

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

DATASAN entrevistou, depois da rodada de ontem das eliminatórias, 20.000 torcedores brasileiros, de 80 cidades espalhadas por 20 estados.

Pesquisa por telefone, com a seguinte pergunta: Que time vc escalaria para o jogo contra o Chile?  Eis a oresultado:

  • Alex Muralha — Nino Paraíba, Leonardo Silva, Rafael Vaz, Capa — Márcio Araújo, Jucilei — Ganso — Sobis, Fred, Ronho. T: Micale (interino).

Senti firmeza. Torcedor sabe o que quer. E vc, caro leitor, concorda com as escolhas?

Juiz de vídeo, a nova babaquice do futebol

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

MESARREDONDISTAS idiotas discutem o lance do gol anulado do Corinthians, com base nas imagens da Globo.

Esquecem-se os cretinos de que o diretor de imagem foi quem  definiu o momento em que a imagem foi frisada.

Ele pôde, assim, definir o como legal, Como poderia ter decidido o oposto. Pode isso? É isso que se pretende?

Na verdade, o funcionário da rede de televisão e não o bandeira, o juiz, Einstein ou Deus decide é quem apitará o jogo, se o tal juiz de vídeo for estabelecido.

O que não está previsto no livrinho de regras do futebol. Capiscaram? Não, né? Eu previa…

Eu votaria no Sérgio Rodrigues, por novas ideias

domingo, 1 de outubro de 2017

CRUZEIRO elege novo presidente amanhã; Não voto, mas se votasse o faria em Sérgio Rodrigues. Porque…

  • O Cruzeiro precisa se livrar da gerontocracia.
  • O Cruzeiro precisa de um choque de gestão.
  • O Cruzeiro precisa formar líderes para o futuro e não para o passado.
  • O Cruzeiro precisa de gente sóbria no comando.
  • O Cruzeiro precisa limpar seu nome parando de dar calote.
  • O Cruzeiro precisa ganhar dinheiro com seu patrimônio.
  • O Cruzeiro precisa de alternância, como qualquer outra instituição.
  • O Cruzeiro precisa ter planejamento sério.
  • O Cruzeiro precisa ter orçamento e segui-lo com firmeza.

E vc, caro leitor, caso pudesse votar, quem escolheria. Por quê?

PS: Antes que os ratos de confrarias me ataquem, informo que não conheço pessoalmente nenhum dos candidatos, nem seus apoiadores. 

Rachid

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

RIVER 8-0 WILSTERMAN. Bolivianos têm todo o direito de rachar a conta com as frangas.

Estado de espírito

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

DATASAN liberou relatório com os numeros do estado de espirito do Síndico pra final da Copa do Brasil

Eis os resultados, numa escala de 0 a 100:

  • Ansiedade: 0
  • Confiança no penta: 53
  • Preocupação coma possibilidade de disputa de pênaltis: 97
  • Impaciência com o auê: 100 (saco cheio)

E os números do  seu relatório, caro leitor, quais são?

Vem aí “O Fracassão”

terça-feira, 19 de setembro de 2017

FRANGAS vão construir um estádio. Pelo que li, passarão adiante mais uma fatia do shopping de Lourdes, venderão o nome do campo a um empreiteiro da cidade, receberão ajuda de um banqueiro que ficou famoso no Mensalão e por aí vai.

Cruzeirenses não param de falar nisto. E me pedem opinião. Não tenho paciência pro tema, mas se querem, listo alguns palpites: o custo inicial de R$400 milhões vai dobrar, a divida atual do clube, que é de R$600 mi, vai explodir, a torcida vai lotar o campo no começo, mas depois vai sumir, o lucro presumido de R$2 mi mensais vai ficar na vontade.

Tudo isto, na melhor das hipóteses, Na pior, bem, vamos aguardar os escândalos pra contabilizar o tamanho da encrenca.

Blaise Pascal no futebol

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

DEDÉ, Manoel, Caicedo, Leo e Murilo, pela ordem seriam os beques do Cruzeiro pra temporada 2017.  No momento, Leo, Murilo, Digão, Arthur, Manoel e Dedé, pela ordem compõem a lista.

Sobis e Ábila disputavam a centroavância, no começo da temporada. No momento, Sassá e Raniel protagonizam a disputa.

Doidivanas da torcida já sacaram Genrique do time, em favor de Willians, Romero, Marciel, Lucas, Hudson e qualquer outro que passou pela porta da Toca II chutando uma lata de sardinha. Hoje, o Capitão é absoluto, mesmo sem distribuir carrinhos, pontapés, agarrões, cotoveladas, nem fazer heroicas e estúpidas ligações diretas.

Alisson, que os torcedores broncos davam como acabado pro futebol há pouco mais de um ano, agora, é titular e causa revolta sua provável ausência na partida decisiva da Copa do Brasil.

Parafraseando Pascal: “O futebol tem razões que a própria razão desconhece”. Ou, melhor ainda, que a razão do torcedor maluquinho dá conta de perceber.

Sobre o 3º jogo do século, 5º da vida e 10º ano

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

MAIS UM Cruzeiro x Flamengo. E, como todos os demais, jogo da vida, do ano, do século, da histoóia e o caralho a quatro, no discurso de mesarredondistas, cartolas, técnicos, jogadores e torcedores. 

Suspeito, contudo, que, no final das contas, assistiremos a somente uma partida de futebol. Importante, mas nada que interesse a mais gente do que cruzeirenses, flamengos e frangas. 

O Cruzeiro é favorito. Tem técnico estrategista, que se diz copeiro, seus atletas estão ultra descansados e o time tem uma pilha de vexames a esconder na temporada, o que o fará disputar o… Jogo da vida, do ano, do século e o caralho a quatro!

Flamengos também andam dizendo as mesmas besteiras, mas é bom se lembrarem de que as recentes contratações milionárias não poderão jogar. Os artilheiros também não. E o técnico Zerrueda, coitadinho, ainda não teve tempo de exorcizar os espiritos malignos deixados por seu antecessor. 

Numa boa e sem máscara: Cruzeiro 4×0! Será um time na ponta dos cascos contra outro com os cascos sem ponta, inofensivo. E o placar mais elástico servirá pra evitar, caso a zebra passeie no Mineirão, uma disputa de penaltis, com aqueles petelecos típicos da moçada de azul. 

De calotes, pênaltis e fiascos

domingo, 3 de setembro de 2017

MANO MENEZES é um técnico renomado, cobra caro, mas tem poucos títulos no currículo. 

Este ano ainda não conquistou nada e já está no terceiro fiasco: a anêmica final do Mineiro, o vexame da Sul-americana e a entrega da Primeira Liga. 

Ele é bom de estratégia e de coletiva. Mas não ataca as questões técnicas. Seus jogadores repetem erros tecidos e táticos em todos os jogos.

Mas hoje, entra o Londrina, ele e seu preposto Sidnei Lobo se superaram. O goleiro do Tubarão encaixou uma cobrança de pênalti!

Encaixar cobrança de pênalti é de amargar! Será que Mano e Lobo prepararam o garoto Arthur antes de lhe incumbir da cobrança? 

E o Alex, com sua reincidente malemolência? Mano e Lobo, realmente, esperavam que ele se desse bem cobrando pênalti? Suspeito que jamais viram o cara cobrar um.  

Apesar de tudo, sou favorável a se cumprir integralmente o contrato com Mano. E, depois, contratar um técnico barato, o mais barato que estiver dando sopa por ai. 

Gilvan gastou os tubos com etiquetas , transformou o Cruzeiro num clube caloteiro e os resultados são parcos. Todos os calotes esperam pela conquista da Copa do Brasil a fim de se justificarem.

É pouco resultado pra tanto calote! É pouco pra técnico com tanto nome! É pouco gol pra tanto pênalti cobrado!