Arquivo da Categoria ‘Boca Maldita’

Loucuras ilimitadas

quarta-feira, 27 de julho de 2016

FLÁVIO CARNEIRO está absurdo:

Quem ler a matéria do globoesporte. sobre as contatações da era GPT vai ficar estarrecido.

Entre 2012 e 2015 foram contratados 68 jogadores, Apenas 7 se firmaram e permanecem no clube: Dedé, Brodrigo, Henrique, Willian, Manoel, Arrascaeta e Cabral.

Das 18 contratações feitas em 2015, apenas 2 permanecem: Arrascaeta e Cabral.

Dos contratado no início desta temporada, apenas o Romero conseguiu se firmar no time titular.

Somente depois da “vaca ir pro brejo” é que contratações de melhor qualidade começaram a ser feitas, numa tentativa desesperada de corrigir os erros, o que certamente está custando muito caro ao clube.

Isso tudo sem falar nas sucessivas trocas de treinador, já são 5 em 1 ano. O pior é que teremos que continuar pagando Paulo Bento sei lá quando…

A incompetência dessa diretoria está custando caro, só espero que não seja tarde demais para corrigir os erros.

Embora, o autor tenha se esquecido de algumas boas contratações, no geral está correto e seu receio é desse levar a sério.

O boêmio voltou novamente…

terça-feira, 26 de julho de 2016

Money Menezes tuitou:

  • Alô, torcida cruzeirense! Estou chegando! Que honra poder vestir o manto celeste do Cruzeiro outra vez!

Flw, cara!

Arranja os 30 pts, que ainda nos faltam, e a gente perdoa, mesmo que tu vás pro galinheiro, no fim do ano.

Desempate empatado

sexta-feira, 15 de julho de 2016

O BENFICA está disputando um torneio no Algarve, Portugal. Como seu primeiro jogo terminou empatado, a disputa foi pros pênaltis e eis que acontece o inusitado. Cobrados dez, o placar ficou 3×3.

E zefini, nenhum chute a mais! O regulamento não previa cobranças alternadas. Foi assim que terminou a primeira disputa de pênaltis empatada na história do futebol.

Não é nada disso!

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Idiotas me acusam de fazer campanha pela volta do Deivid. Idiotas não são bons interpretadores de textos. Idiotas vivem num mundo à parte, construído oligofrenicamente por eles mesmos.

A verdade é que eu não quero a volta do Deivid. Eu queria mesmo é que ele tivesse conseguido só 40% de aproveitamento e o Bento, 72%. Mas, como a fase não é boa, tá dando tudo ao contrário.

Sete, sete: Sóbis será um sucesso? Sabe-se lá…

segunda-feira, 11 de julho de 2016

SOBIS foi relacionado pro jogo desta segunda, contra o Cap, às 20h, no Mineirão.

Não creio que Bento o ponha pra jogar 90 minutos. Precaução. Mas isto é só um palpite.

Preocupante é imaginar que uma contratação tão cara pode dar errado.

Segundo comentaristas alemães do PHD, o futebol brasileiro não presta. E foi nele que Sobis se criou.

Pior, ele vem de outro futebol que também não presta, o mexicano.

Como se sabe, tal qual o Brasil, o México também andou levando, recentemente, uma goleada de sete.

E, como quem perde de sete está irremediavelmente condenado a ser um nada, Sobis também pode estar com nada.

Melhor, nesse caso, teria sido contratar mais um argentino. Ou muito me engano?

Parem de cuidar da vida alheia!

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Cornetas desafinadas estão rebeladas nas redes sociais. Exigem detalhes do tratamento médico dos atletas do Cruzeiro.

Mas com que direito se metem na relação médico-paciente? Seriam, por acaso, tutoras dos atletas?

Jogadores são incapazes de avaliar o tratamento que recebem? Seus agentes não ligam a mínima pro assunto?

São tão pobres e estúpidos que nem procuram uma segunda opinião sobre os tratamentos que recebem?

Minha sugestão: Vai trabalhar, cambada de sem-o-que-fazer! Quando chegar o momento, cada um que compre ingresso e vá ao estádio apreciar o jogo de futebol.

Torcedor não é médico, fisioterapeuta, preparador físico, técnico de futebol, nutricionista, nem massagista. E, se tem alguma formação nessas áreas, não conhece os casos específicos.

NBA dá mole pros rivais…

terça-feira, 28 de junho de 2016

Stephen Curry e LeBron James, os maiorais da NBA, não virão ao Rio.

Mas estão presentes:

  • Carmelo Anthony (Knicks),  Harrison Barnes (Warriors),  Jimmy Butler (Bulls),  DeMarcus Cousins (Kings), DeMar DeRozan (Raptors), Kevin Durant (Thunder), Paul George (Pacers), Draymond Green (Warriors), Kyrie Irving (Cavaliers), DeAndre Jordan (Clippers), Kyle Lowry (Raptors) e Klay Thompson (Warriors).

Ficou fácil pros adversários dos estados Unidos, né mesmo?

Só pode ser pegadinha!

segunda-feira, 20 de junho de 2016

ESPORTE INTERATIVO contou em 04dez15:

Após fazer apenas sua segunda partida com a camisa do Barcelona, o lateral-direito DOUGLAS virou piada na cidade.

Titular na partida contra o Huesca – que o Barcelona venceu por 4×0, pela Copa do Rei, Douglas teve sua atuação muito criticada pela imprensa espanhola.

Ressaltando que Douglas falha muito na parte defensiva, o jornal Sport classificou a exibição do brasileiro como “medíocre”.

O Mundo Deportivo foi além. Para a publicação, “Douglas não tem nível para jogar no Barcelona e precisa evoluir milagrosamente”.

Até na seção de humor, o lateral foi lembrado. No diário Sport foi publicada uma charge que, de forma irreverente, crítica sua presença em campo.

– Só em ver Pedro e Iniesta marcarem novamente, a partida contra o Huesca já valeu a pena!
– E para ver que é melhor continuar deixando Douglas no banco, também!

Torcida do São Paulo não duvida de nada do que foi dito pelos jornais espanhóis.

Resta torcer pra que tudo –avaliação e contratação– não tenha passado de um equívoco…

Que o gasto não seja de R$8 milhões, que o salário não seja de R$500 mil, que a vaca não esteja indo pro brejo…

Um 7 com efeito diverso

domingo, 19 de junho de 2016

O 7xo do Chile sobre o México na Copa América Centenário não é nada além de um acidente de percurso. Nenhum mexicano vai pedir passaporte chileno por conta desse jogo.

Ao longo da história, a Argentina já apanhou de 5xo da Colômbia, em Buenos Aires, e da Bolívia, por 6×1, em La Paz, pelas eliminatórias, e de 6×1 da Tchcoslováquia na Copa de 1958.

A Alemanha já tomou 8×3 da Hungria, em Copa, a Inglaterra levou de 6 da mesma Hungria em Wembley. E nada disso foi motivo de chilique, esta marca registrada do caráter brasileiro.

Jamais ocorreu a um argentino, inglês e alemão, querer virar colombiano, boliviano, tcheco ou húngaro. Como tantos brasileiros quiseram ser alemães depois da goleada na Copa 2014.

E o mais engraçado é que os alemães jamais aceitariam cidadãos tão covardes, frágeis emocionalmente e despersonalizados em seu meio. Em caso de dúvida, experimentem pedir um passaporte a eles.

Agora, vai!

terça-feira, 14 de junho de 2016

Quando saiu a escalação do Brasil pro jogo contra o Peru, foram vastos os elogios.

Galvão, Ronaldo, Casão, Luiz Carlos, Roger e Noriega ficaram extasiados. Finalmente, um time pra jogar bunitim!

“Lucas Lima é diferenciado”, “Gabigol é liso”, “Não tem volante de contenção”, “Toque de bola vai melhorar” e cousa e lousa, vibraram em uníssono os palpiteiros da Globo e da SporTV.

Deu chabu. A seleção perdeu. Os comentaristas, como sempre fazem, tiraram o deles da reta e despejaram a culpa no técnico Dunga.

A galera, é claro, ecoou as críticas, E a CBF, obviamente, jogou pra platéia e demitiu o técnico.

Agora, vai! E amos também começar a elogiar a Alemanha pela visão de longo prazo, pelo trabalho planejamento sem esses imediatismos tropicais.

O Brasil é pura diversão. E descompasso. Imprensa e torcida brasileiras vivem pacatamente 50 anos atrás.