Campeão de módulo não é campeão nacional

Por SÍNDICO | Em 24 de dezembro de 2010

A Justiça decidiu, há muito tempo, que o Campeão Brasileiro de 1987 é o Sport. Mas o Flamengo, ou melhor, os flamengos julgando-se fora do alcance das leis, ou acima dela, exigem que o Presidente da CBF, com uma canetada, mude a sentença.

Não vão conseguir. Mas a polêmica ajuda a mudar o foco da péssima administração rubronegra que, além de passar em branco em 2010, quase colocou o time mais popular do Rio na segundona federal.

Bem faz o Cruzeiro que, em 2000, conquistou um título semelhante ao do Fla em 1987, mas não quer inflá-lo por uma questão de bom senso. Afinal, campeão de módulo é tão somente isto: campeão de módulo. Não é campeão nacional.

100 comentários para “Campeão de módulo não é campeão nacional”

  1. Pedro disse:

    O que eu não entendo é por que em 87 o flamengo (e demais times do clube dos 13) não quis participar de um campeonato da cbf e agora quer por que quer ser reconhecido pela mesma?

  2. 1987…o ano do golpe do Clube dos Treze sobre os outros clubes.

  3. Dylan disse:

    eu considero tanto Flmanego quanto Sport são campeoes nacionais de 87. Os clubes so organizaram naquele ano porque a CBF nao quis e o campeonato foi sensacional, média de público enorme, jogos espetaculares. Ai a CBF resolveu dar a carteirada e instituiu a tal disputa dos módulos por pressão dos clubes menores. Não é a justiça, nem canetada da CBF que vai mudar o fato de que o Flamengo foi um legitimo campeão em 87. Assim como o Cruzeiro pra mim sempre foi campeão brasileiro de 66, quisesse a CBF ou não.

  4. reinaldo disse:

    Não concordo. Considero o Flamengo campeão.Perdemos a semi-final em 1987 para o Inter e se tivéssemos ganhado a chamada Copa União seríamos tri.

  5. RAUL MIRANDA PENNA disse:

    Não tive oportunidade de me manifestar neste espaço sobre a polêmica da unificação dos títulos. Mesmo sabendo que o assunto já deve ter sido por demais debatido por aqui gostaria de tecer apenas as seguintes considerações:
    1) Teria sido muito menos polêmico se a CBF apenas considerasse o campeão brasileiro o clube que houvesse conquistado a competição nacional mais importante do ano, como é atualmente;
    2) Chega a ser decepcionante ler (ouvir) pessoas esclarecidas e de competência inquestionável contestarem o título da Taça Brasil, sob a alegação de que o Cruzeiro , por exemplo, disputou apenas oito jogos para conquistá-lo. Não atentam para o fato de que para disputar a TB, o clube mineiro teve que disputar 22 jogos do Campeonato Mineiro e assim foi com todos os outros disputantes.

    • RAUL MIRANDA PENNA disse:

      Quanto ao título do Flamengo, existe uma questão legal e esportiva. Não há dúvida de que quem tem o poder de fazer as regras é ou era a CBF. Se a regra mandava cruzar os dois módulos, o Sport é o campeão. Entretanto, Qualquer um que acompanha futebol sabe que o Flamengo é o verdadeiro campeão brasileiro daquele ano. Seria o mesmo que hoje o Fluminense disputasse o título brasileiro de 2010 com o Coritiba. Absurdo.

      • simone b de castro disse:

        Concordo, absurdo mesmo. Mas eram as regras da época, ora! Aí o Flamengo participa de toda a competição, para no final não cumprir a regra? Antes não participasse! Seria mais digno. Tenho comigo que se um clube entra numa competição, concorda com as regras estabelecidas.

    • Raul,
      O Jorge Santana está fazendo a retrospectiva jogo a jogo do título de 1966, aliás invicto, porque passamos incólumes os TRINTA jogos do Mineiro de 1966 e depois eliminamos Americano, Grêmio, Fluminense e por fim o penta-campeão Santos… Sim 38 jogos, como agora para sermos campeões nacionais… O resto é fumaça…

  6. silverio candido disse:

    Discordo. Se nos tornamos campeões com menos de 10 jogos, acredito que o Flamengo também seja campeão. Pra ser sincero, esta CBF está, a cada dia, mais desacreditada. Se quiserem falar em MORALIZAÇÃO do futebol, deveriam, primeiramente, começar por profissionalizá-lo. E esta profissionalização deveria começar pela criação de uma LIGA de Futebol, DESVINCULADA da CBF e, principalmente, deste Sr. RICARDO TEIXEIRA. Ou então, os CLUBES criarem VERGONHA e mudarem o estatuto (se é que têm esse direito- não ocnheço às normas) proibindo mais de uma reeleição na entidade. Com a criação desta “LIGA”, profissionalizariam o departamento de árbitros, trazendo, inclusive, árbitros de fora, inicialmente, para compor o órgão. Isso tudo pra resumir que esta CBF não goza de CREDIBILIDADE ALGUMA no país.

  7. Eugenio Raggi disse:

    Puro sofisma.

    Em 1987, quando da fundação do Clube dos 13 e da rebeldia de se disputar a Copa União e não o campeonato bancado pela CBF, todos os times que disputariam a Copa União ( dentre eles o Cruzeiro, o São Paulo e o Flamengo) decidiram que não concordariam com o absurdo cruzamento de módulos proposto pela CBF. Isso antes de a competição começar. O legítimo campeão brasileiro de 1987 é o CR Flamengo. O Cruzeiro, se tivesse ganho a Copa União ( e teve chances razoáveis) também não aceitaria o despaupério de novos jogos com Guarani e Sport, portanto…

    No mais, seria completamente bizarra a disputa de um quadrangular entre Flu, Cruzeiro, Coritiba e Bahia para decidir o campeão de 2010. Em 1987 havia mais 2 módulos em disputa (Azul e Branco). Pq não participaram da final de 1987?

    • Jorge Santana disse:

      Desconhece a história. vá estudar, antes de dar pitacos errados. No PHD vc encontra a história completa, do primeiro ao último capítulo.

      • Eugenio Raggi disse:

        Seu argumento é forte como uma borboleta.

        1. Não havia regras para a disputa do campeonato de 1987. Vários times bem classificados na Taça de Ouro 1985 não disputaram a Taça de Ouro de 1986. Portanto, os critérios de participação ou não na elite poderiam ser definidos ao ble prazer de quem organizasse o torneio. Sempre foi assim.

        2. No mais, vários times que ficaram entre os 32 primeiros de 1986 foram condenados aos módulos Branco e Azul em 1987 e poderiam – portanto – reivindicar o título brasileiro. Só isso já invalidaria o título do Sport.

        3. A CBF não tinha legitimidade ppara definir quem seria ou não da elite em 1987, como não tinha em anos anteriores. O Clube do 13 foi um avanço, um grito de Independência.

    • simone b de castro disse:

      Alguém então me esclareça, por favor: o campeonato foi ou não patrocinado pela CBF?

      • Dylan disse:

        nao foi, a CBF estava quebrada e entregou o campeonato aos clubes que organizaram um campeonato sensacional com média de publico de 20 mil pesoas, jogos empolgantesa. Um sucesso sem precedentes que demonstra como estas federaçoes atrasam o futebol brasileiro com seus interesses politiqueirose campeonatos fajutos. Quando a CBF viu aquilo, agiiu pra retomar o controle dando a carteirada com a disputa de módulos.

      • simone b de castro disse:

        Então foi, uai! Tô confusa!

  8. simone b de castro disse:

    O Flamengo, na pele da sua presidente, só tá dando bola fora, seja em campo, ou fora dele.

    • silverio candido disse:

      Sem querer polemizar mas já polemizando, seria INCOMPETÊNCIA das mulheres para lidar com o futebol?

      • simone b de castro disse:

        Se for assim, e o tanto de homens que estão administrando mal, falindo seus clubes e os levando ao rebaixamento? As mulheres têm uma capacidade imensa de administrar, mas no caso da Patrícia, que era nadadora, isso não se concretizou.

  9. silverio candido disse:

    BOMBA!!!!

    Nem Grêmio, nem Flamengo, nem Palmeiras. Ronaldinho Gaúcho acaba de acertar com o Cruzeiro…

    http://kibeloco.com.br/platb/kibeloco/2010/12/22/tudo-azul-3/

  10. Naldo disse:

    Sport clube Recife: Campeõ Brasileiro de 1987. O Urubu fugiu da raia e dançou, bem feito. Se era o Campeão Brasileiro, porque temer o terrível Sport de Recife? Toda a arrogância será castigada. Chega desse negócio de burlar a lei e sair feliz e sorrindo. O Cruzeiro em 2000 ganhou o módulo azul e jogou contra o MALUTRON, time que nem se quer existe mais. Queria ver se fosse o Cruzeiro que tivesse ganho em 1987 e fujido se teria o apoio da Globo para ser o campeão.

  11. OT
    Participem da enquete Cruzeiro.Org sobre o retorno do atacante Kleber

    • Rogério disse:

      Acho que o Gladiador não volta, o Pepe Mala Dioguardi não vai deixar.

    • silverio candido disse:

      Quanto à volta do Kleber, tenho minha posição. O CRUZEIRO não tem um camisa 9. O WP é muito fraco e é marketeiro, fazedor de média com a Máfia Azul. O Problema é que pra contratar o Kleber tem que ter mais um porque ele adora uma expulsãozinha de graça. E já está marcado pelos juízes que apitam a Libertadores. Mas entre ele, Farias, WP, Eliandro e CIA, não há duvidas que seria uma ótima contratação.

      • Dylan disse:

        ja participei, sou 100% a favor.

      • Jorge Santana disse:

        Vamos ver se os caras que apoiaram as sacanagens do WP contra o Adílson vão apoiar as que ele fará com o Cuca se for parar no banco.

      • simone b de castro disse:

        É isso que eu tô imaginando…

      • Moema (MFox) disse:

        Quais sacanagens?

      • Danilo_VIX disse:

        Kleber é bem vindo no Cruzeiro, desde que seja para jogar bola e fazer gols. Mas eu não aumentaria tanto a folha salarial com ele, preferiria apostar na base (Sebá, Thiaguinho ou Eliandro) e, principalemnte, no Farias. Depois que ele se encontrar no time (e acho que isso acontece já no início do ano) e tiver oportunidades será o goleador que nos faltava. Mas o problema contianua sendo o “queridinho” WPaulista.

    • simone b de castro disse:

      Também já participei. Tô na dúvida. Gosto muito dele tecnicamente, mas ele me matou de raiva com suas atitudes. Mas se vier, a diretoria tem que ter uma séria conversa com ele. Se ele estivesse aqui no brasileiro, quem sabe teríamos sido campeões?

    • Frede disse:

      Quero que o Kleber e seu empresario pastem. Tem essa opçao na enquete?

    • Fui integralmente a favor da vinda do Kleber em temporadas passadas. Especialmente por que entendia que ele faria a diferença na Libertadores. NÃO FEZ, pelo contrário, prejudicou o time.
      Estou indeciso quanto à vinda dele. Se o Cruzeiro não contratar nenhum outro atacante que seja melhor que WPaulista, prefiro que ele venha. Se houver a contratação. Não deve vir.

  12. simone b de castro disse:

    Tô achando que temos alguns flamenguistas aqui….hehehehe

  13. simone b de castro disse:

    Resumindo: Já que o campeonato foi promovido pela CBF, o Flamengo teria que ter se sujeitado às regras pré-estabelecidas. Se não concordava, não participasse. Reivindicar algo que eles não cumpriram totalmente, é ridículo. Eles se acham campeões? OK. Alimentaram essa historinha durante anos, mas não são. E se eles não respeitaram as regras da CBF, porque querem reconhecimento da mesma?

      • Dylan disse:

        o campeonato foi organizado pelo clube dos 13, nao pela CBF.

      • Jorge Santana disse:

        A Copa Itatiaia tb não é organizada pela CBF. Nem pela FMF.

      • simone b de castro disse:

        Dylan, aí piorou: se o campeonato NÃO FOI organizado pela CBF, porque estão pedindo o reconhecimento da CBF? Como a CBF vai reconhecer algo que ela NÃO organizou??????????????

      • Dylan disse:

        porque a CBF outorgou ao clube dos 13 a organização do campeonato, Simone. Eles abriram mão porque estavam quebrados e no meio do caminho pressionado por outros clubes, criaram a disputa de módulos. Por isto eu acho que o critérios mais justo seria reconhecer tanto Flalmengo quanto Sport como campeoes.

      • Dylan,
        Serã que vocë consegue provar ou mostrar efeitos jurídicos legais do que você chama de “outorga” ?????
        Se você mesmo declara a incompeencia da CBF em realizar uma competição, e indica que ele outorgou a alguém a realização da mesma para fugir das responsabilidades jurídicas e legais (2000 é a repetição em forma de FARSA), você quer convencer a todos os não-flamenguistas que a manipulação deles< do C13, da mídia deve se sobrepor à análise da Justiça???? Depois ainda que ter razão por analogia...

  14. matheus t penido disse:

    Só sei que a presidenta do Flamengo já perdeu o respaldo da torcida e da imprensa e agora tenta recuperar o prestígio na marra com essa história de 87. Tá mais perdida que cego em tirotrio dentro e fora de campo. O que não tem nada a ver com o fato de ela ser mulher, claro.

  15. Beth Makennel disse:

    Amigos PHD, FELIZ NATAL para todos. Muita alegria, paz e comemorações. Que o menino Jesus esteja em cada lar abençoando o Natal. Que seja um Natal Azullllllllllllllll de felicidades.

  16. matheus t penido disse:

    Sobre 87 recomendo a leitura do post do PHD que considero bem mais esclarecedor do que as dezenas de matérias que a Placar fez durante anos tentando justificar o título do Flamengo. Confesso que não tenho uma opinião completamente formada sobre essa questão mas esse texto foi o melhor e mais bem argumentado que eu já li sobre o tema.

  17. Fabrício disse:

    Coisa do JK também, que é ótimo comentarista, mas que defende a Placar até a morte…às vezes coerente, às vezes não.

  18. Classificação do Campeonato Brasileiro ( os primeiros 16 colacados):

    1 – São Paulo
    2 – Guarani
    3 – Atlético Mineiro
    4 – América – RJ
    5 – Bahia
    6 – Fluminense
    7 – Corinthians
    8 – Cruzeiro
    9 – Criciuma
    10 – Palmeiras
    11 – Portuguesa
    12 -Inter de Limeira
    13 – Flamengo
    14 – Joinville
    15 – Vasco da Gama
    16 – Grêmio

    • na lista anterior os 16 primeiros colocados do campeonato de 1986 que teve 48 equipes.

    • Agora os times que disputaram a copa União:
      Atlético-MG , Botafogo, Bahia, Grêmio, Palmeiras , Flamengo , Santa Cruz, Corinthians, Internacional , Fluminense , Cruzeiro, Vasco da Gama, Góias, São Paulo , Coritba e Santos.

      Destes times: Botafogo, Santa Cruz, Internacional, Góias, Coritiba e Santos não ficaram entre os 16 primeiros colocados do campenato anterior.

      Então é muita falta de conhecimento falar que os outros módulos eram de times de segunda divisão.

  19. O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1986, conhecido na época como Copa Brasil (não confundir com Copa do Brasil), foi vencido pelo São Paulo. Foi o segundo título do São Paulo – como o de 1977, conquistado na disputa de pênaltis. Foi, ao todo, a terceira vez em que o Campeonato Brasileiro foi decidido nos pênaltis.

    Foi também, provavelmente, a edição mais desorganizada de toda a história do Campeonato Brasileiro de Futebol, embora a concorrência seja difícil (ver, por exemplo, os artigos relativos aos campeonatos de 1971, 1979, 1984 e 1985). Desta vez, a CBF resolveu juntar as Taças de Ouro, Prata e Bronze (respectivamente séries A, B e C) numa única competição, com nada menos que 80 clubes.

    De acordo com o regulamento original, seriam classificados para a segunda fase 28 clubes dos grupos A-D (os 6 primeiros colocados de cada grupo, mais 4 independente de grupo) e 4 dos grupos E-H (o vencedor de cada grupo), totalizando 32 clubes. Mas, como o Vasco não estava entre os classificados, entrou com um processo na Justiça Comum para anular a decisão do STJD, que concedera 2 pontos para o Joinville no jogo contra o Sergipe (1×1, em 29 de Setembro), por caso comprovado de doping – a anulação da decisão daria a vaga do Joinville para o Vasco. O Joinville também entrou na Justiça para garantir o seu direito, e a CBF decidiu classificar os dois clubes, eliminando então a Portuguesa, que seria punida por também haver entrado na Justiça, por uma questão de venda de ingressos. Vários clubes paulistas ameaçaram abandonar a competição em apoio à Portuguesa, o que fez com a CBF voltasse atrás em sua decisão e resolvesse classificar 33 clubes para a segunda fase. Poucos dias depois, porém, em função da dificuldade em organizar a tabela da segunda fase com um número ímpar de clubes, a CBF decretou a promoção de mais 3 clubes dos grupos A-D – que, pela ordem de classificação na primeira fase, foram Santa Cruz, Sobradinho e Náutico. Assim, em vez dos 4 grupos de 8 originalmente previstos, a segunda fase do campeonato teve 4 grupos de 9 clubes cada.

    Toda essa confusão resultou na criação, no ano seguinte, do Clube dos 13 e da Copa União, numa tentativa de reorganização institucional do futebol brasileiro.

    • Dylan disse:

      e 1987 foi um dos melhores campeonatos de todos. O que mostra o que poderia ter sido o futebol brasileiros sem a participação deletéria da CBF e das federaçoes com seus campeonatos ridiculos. Agora mesmo o Cruzeiro vai perder 5 meses preciosos em um que nao vale nada.

  20. Corrigindo o campeonato teve 80 clubes participantes.

  21. Eu sempre considerei o Sport como campeão de 87. Não tem pra ninguém, justiça seja feita. Sport campeão brasileiro de 1987.

  22. Aproveito a ocasião para desejar a todos os amigos do PHD, ao Jorge e Evandro do Cruzeiro.org e a todos que fazem deste o melhor espaço Cruzeirense da internet, um feliz Natal. Que as bençãos do Menino Deus sejam abundantes para todos nós.

  23. Feliz Natal e Boas Festas para todos.

  24. Frede disse:

    Que o flamengo, juca e que tais se exprodam! Sport é o campeao de 1987! Afinou. Pq nao jogou com o Sport?? bem feito hehehe

  25. Me impressiona a disposição do torcedor cruzeirense em alimentar questões que não nos dizem respeito.
    Fosse Cruzeiro, Inter ou Frangas a campeonarem no Módulo Verde ou Amarelo em 1987, iriam disputar tudo que fosse “exigido” pela CBF. Possivelmente ganhariam.
    O todo-poderos flam3rda, não quis. Agora quer o título…
    Para mim não fazia a mínima diferença a CBF determinar a unificação ou não.
    Estou ADORANDO a unificação só para ver a cara de tacho de RMPrados, KFouris, Patricias e quejandos. São PATETAS nacionais!!!!

  26. Fabrício disse:

    Assino também.

  27. Se o Flam3rda quer ser campeão de 1987, devemos pleitear ser campeão de 2000… Quem foi campeão do Módulo Principal???
    Aceitamos o confronto com times da Série C (coisa que os urubus não fizeram). E naquele ano, também, o Brasileiro não foi (des)organizado pela CBF.
    Já imaginaram se o Cruzeiro se recusa a disputar a final conta o Malutron????

    • Para ver como são as coisas e como certas pessoas veem algumas coisas enão veem outras.
      EM 2000, corria uma competição “não-organizada” pela CBF por causa de lambança na temporada anterior (qualquer semelhança com 1987 e 1986 é mera coincidência), e mais uma vez entra o famigerado Clube dos 13 e apresentava a tal disputa dos “módulos” com outro nome.
      O Cruzeiro, por algumas questões de descumprimento de regras, ameaçou não jogar no RJ (São Januário). Eurico fez o que quis. A CBF deu razão a ele e Scolari e ZZP ficaram falando ao vento.
      Agora estes mesmos cariocas patetas e paulistas patetíssimos como RMPrado e JKFouri, vem conversar M3RDA.
      Queremos o título brasileiro de 2000 !!!!

  28. Acontece que na CBF tem muita gente BURRA…
    Tava muito simples de reconhecer estes títulos anteriores a 1971, equiparando-os com o Brasileiro atual.
    É muito simples… bastava dar o prêmio para campeão e vice-campeão DESDE QUE eles tivessem representado o Brasil na Libertadores de 1960.
    O Peixe e Bostafogo “perderiam” um título Por não terem representado o Brasil na LIbertadores e o flam3rda e outros não teriam o que dizer.
    Era muito simples… mas a burrice é invencível!

  29. Fabrício disse:

    Pena que eles não vão ler isto…rs. Porrad@ neles!!

  30. Jorge Santana disse:

    Os flamengos se chateiam porque não podem mais ficar falando sozinhos. Com a internet, todo mundo fala e ninguém compra barato mais.

  31. Alguém sabe explicar pq não houve a decisão entre os módulospra indicar os campeões? Fosse o Cruzeiro, Grêmio, atlético mg ou outro time qualquer, procedriam da mesma forma que o Flamengo? Pq já ouvi dizer que o fato de não aceitar jogar era uma resolução do Clube dos 13.

  32. Eu quero saber, se fosse o Cruzeiro, o Cruzeiro também não teria jogado contra o Sport?

  33. Moema (MFox) disse:

    O bacana da internet é isso, você tem acesso a informações que antes seriam bem mais restritas, já que as fontes de informações eram poucas. Na época, eu nem imaginava que tinha outro campeonato, pra mim a Copa União (módulo que disputamos) era o Campeonato Brasileiro séria A, e o módulo disputado pelo Sport a série B. Foi o primeiro ano que comecei a acompanhar futebol de verdade (primeira vez que fui a campo, primeira camisa oficial, álbum de figurinhas, assistir todos os jogos na tv, etc). E naquela época, tomei como verdade o que era vendido por Globo e Placar. Então vai ser a eterna discussão sobre o que vale mais: o que era tomado como verdade na época dos fatos ou a prevalência das regras que – aparentemente – não eram aceitas ou mesmo conhecidas pelo grande público?

    • Jorge Santana disse:

      A Placar e a Globo te contaram uma versão da história. Com a qual a Justiça não concordou. Para saber mais, pesquise aqui no PHD.

      • Moema (MFox) disse:

        Foi aqui no PHD que tive acesso às informações e relatos que mudaram a forma com que eu via a coisa. Até então, eu achava um absurdo o Sport ser declarado campeão brasileiro de 1987. Hoje eu simplesmente ainda não tenho uma opinião definitiva (quanto ao Flamengo também ser declarado campeão deste ano), pelo que vivenciei na época em que o campeonato foi disputado.

      • Moema (MFox) disse:

        Mas o que eu e a maioria vivenciamos, ainda que por falta de conhecimento, foi uma disputa de título que acabou neste jogo: http://www.youtube.com/watch?v=7ZrvtlDcegY

      • Jorge Santana disse:

        Pois é, te enganaram.

      • Moema (MFox) disse:

        Depende de como se vê a história… O campeonato que todo mundo julgava como o mais importante foi o vencido pelo Flamengo… Assim como dizem que o campeonato que todos entendiam como brasileiro em 1966 era a Taça Brasil…

      • Jorge Santana disse:

        Falácia, diria o Evandrão. Em 1966, houve somente um campeonato. Não cabe discussão. Em 1987, um grupo de clubes escolheu quem deveria disputar sua copa sem qq critério técnico, ganhou patrocínio da Coca-cola, vendeu o produto pra Globo, recebeu apoio da Placar e descumpriu o regulamento geral. Pirataria. A Justiça, ouvida todas as partes, deu ganho de causa ao Sport. O resto é o velho coronelismo brasileiro praticado por jornalistas que atropelam a democracia e suas instituições.

      • Dylan disse:

        eu tenho pra mim que a memória e a história da cultura de um pais se escreve em outras instâncias muito superiores a uma detrminação judicial. A justiça ja considerou a escravidão legal. A ditadura militar também. Isso não impediu que estes dois episodios fossem condenados pela maioria das pessoas no decorrer do tempo. Não cabe a justiça dizer quem ganhou um campeonato. Nao é uma canetada da CBF que tornou o Cruzeiro campeão de 66. Acredito que Flamengo e Sport tenham razoes legitimas pra reinvindicar o título de 87, embora pra mim o real campeão seja o Flamengo.

      • Jorge Santana disse:

        Previsível. Fascistas não dão bola pra justiça. Pra eles, em caso de dúvida, aplica-se a força bruta. É a lei do mais forte. Faz parte do discurso tb querer comparar o estado de direito democrático com coronelismo, escravagismo, populismo e outras aberrações. Fascistas tentam, a custo, desmoralizar a democracia. Mas é preciso manter o país a salvo de quem se julga acima da lei e tenta impor verdades tiradas de cartilhas.

      • Dylan disse:

        os grandes clubes deram um banho de competencia e organização na CBF. É uma pena queo campeonato brasileiro não tivesse prosseguido daquela forma. Foi um campeonato empolgante, espetacular. E com certeza se um dia os grandes clubes romperem com as federaçoes e organizarem um campeonato pra mim o vencedor dessa competição será o legitimo campeão brasileiro. A verdadeira instituição de poder no futebol são os clubes, porque eles existem pela força de sua torcida. são legitimados por ela. Federaçoes são apenas entidades parasitárias, capitaneadas por caciques e chefestes com interesses pessoais. Se algum dia for escrita real história da FMF, por exemplo, o cardápio de barbaridades e desmando vai dar pra encher uma biblia.

      • Jorge Santana disse:

        A história do Flamengo terá capítulos para pedofilia, tráfico, roubo, assassinatos e cositas más. Segundo a presidente da instituição de tão bela história.

      • Dylan disse:

        o time do Flmanego em 87 que ganhou dos maiores clubes brasileiros da época era Ze carlos, Jorginho, leandro, Aldair e Leonardo; Andrade, Ailton e Zico, Renato Gaucho, Bebeto e Zinho. Só isto. Mas ei, a justiça falou que esse timaço ganhar de todo mundo no campo não é bom o bastante e o único campeão brasileiro é o Sport. Uai, então tá…

      • Jorge Santana disse:

        Não ganhou de dois semifinalistas do ano anterior, que foram afastados da CU por uma canetada. E não foi a qualidade dos adversários o objeto da disputa judicial.

  34. rosan amaral disse:

    Como nao consigo ficar longe do meu Cruzeiro, estou na terra do nossa camisa 10 Montillo. Daqui desejo aos amigos e colegas ¨Feliz Navidad¨.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.