Brasil 2×0 Catar: treino com botinada

Por SÍNDICO | Em 5 de junho de 2019

BRASIL contra Catar, no Nacional, em Brasília.

Neymar jogou 20 minutos, levou pancada no tornozelo e foi pro hospital.

BRASIL 2×0 QATAR, 05jun19qua21h30. TEMPO limpo, temperatura 19º, vento 18 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Nacional (72 mil), Brasília. MOTIVO: amistoso. Transmissão: Globo, Sportv. PÚBLICO: 34.204 pagantes, R$4.880.825. ARBITRAGEM: Jose Argote, Lubin Torrealba, Franchescoly Chacón (Venezuela). AMARELOS: Casemiro, Miguel, Madibo. GOLS: Richarlison, 16, Jesus 23. BRASIL: Ederson, Daniel Alves (Militão, 79), Marquinhos, Miranda, Filipe Luís (Alex Sandro, 75); Casemiro, Arthur (Fernandinho, 65), Coutinho (Paquetá, 67); Richarlison (Neres, 62), Neymar (Everton, 65), Jesus. T: Tite. QATAR: Al-Sheeb, Pedro Miguel, Al Hajri, Khoukhi, Salman, Hassan (Ali Afif, 82); Madibo, Haydos (Doozandeh, 78), Hatem (Abdulsalam, 86); Akram Afif (Alaaeldin, 87), Almoez Ali. T: Felix Sánchez.

17 comentários para “Brasil 2×0 Catar: treino com botinada”

  1. SÍNDICO disse:

    NEYMAR levou a milésima patada na carreia e se lesionou. Daqui a pouco, aparecem os lunáticos pra culpá-lo por ter sido caçado.

  2. SÍNDICO disse:

    NEYMAR não deve driblar, se levar patada, não pode cair, pintar cabelo tá proibido, ser capitão, vetado. E, pra piorar, nem comer sossegado pode mais. Pobre menino rico!

  3. SÍNDICO disse:

    A MOÇA disse que vale por quatro. Então, foi ménage à cinq e não estupro.

  4. Souza disse:

    Tamu f… com o futebol brasileiro. Acabou a fartura de bons jogadores. Há um bando de medianos. Alexandro, Militão e Cia é brincadeira.

  5. SÍNDICO disse:

    NEYMAR escolhido o melhor do jogo pelos internautas da Globo, com 41% dos votos, embora tenha jogado apenas 15 minutos.

  6. SÍNDICO disse:

    BRASIL 2×0 QATAR, 05jun19qua21h30. TEMPO limpo, temperatura 19º, vento 18 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Nacional (72 mil), Brasília. MOTIVO: amistoso. Transmissão: Globo, Sportv. PÚBLICO: 34.204 pagantes, R$4.880.825. ARBITRAGEM: Jose Argote, Lubin Torrealba, Franchescoly Chacón (Venezuela). AMARELOS: Casemiro, Miguel, Madibo. GOLS: Richarlison, 16, Jesus 23. BRASIL: Ederson, Daniel Alves (Militão, 79), Marquinhos, Miranda, Filipe Luís (Alex Sandro, 75); Casemiro, Arthur (Fernandinho, 65), Coutinho (Paquetá, 67); Richarlison (Neres, 62), Neymar (Everton, 65), Jesus. T: Tite. QATAR: Al-Sheeb, Pedro Miguel, Al Hajri, Khoukhi, Salman, Hassan (Ali Afif, 82); Madibo, Haydos (Doozandeh, 78), Hatem (Abdulsalam, 86); Akram Afif (Alaaeldin, 87), Almoez Ali. T: Felix Sánchez.

  7. Souza disse:

    Há muito que vota mais nestas enquetes são robôs. Assim como os geradores da maioria dos zaps que viralizam.

  8. Cruzeiro.Org disse:

    Cruzeiro avança com atuações decisivas de Fábio e Thiago Neves
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=51954 via @cruzeiro_org

  9. washington ramos disse:

    Neymar pisou torto no gramado, pancada é forçar demais. deu azar ou o azar o persegue.

  10. Bruno 7L RJ disse:

    Neymar cortado.

  11. Bruno 7L RJ disse:

    Em no máximo 3 anos, Neymar estará no Flamengo ou Palmeiras.

  12. Cruzeiro.Org disse:

    Responsável pelo portal Cruzeiro Sports é preso em blitz policial
    http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=51955 via @cruzeiro_org

  13. JOAOCOSTA disse:

    A “contusão” do Neymar foi providencial!

  14. HOJE EM DIA disse:

    A seleção brasileira venceu com tranquilidade o Catar por 2 a 0 em amistoso disputado nesta quarta-feira, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, no primeiro teste antes do início da Copa América. A vitória, no entanto, foi ofuscada pela lesão de Neymar.

    O camisa 10 deixou o campo com 20 minutos de partida após levar uma pancada e torcer o tornozelo direito. Ele foi para o vestiário com gelo na região machucada e deixou o estádio de muletas para realizar exames antes do intervalo. Com isso, deverá ficar de fora do amistoso de domingo contra Honduras, no Beira-Rio, em Porto Alegre, e é dúvida para a estreia no torneio continental, dia 14, contra a Bolívia, no Morumbi.

    Antes de a bola rolar, Neymar avisou que a partida seria uma das mais difíceis da carreira, pois fora de campo enfrenta uma acusação de estupro. As arquibancadas do Mané Garrincha demonstraram apoio ao jogador. Torcedores levaram cartazes e gritaram o nome dele. Após o apito do árbitro, o camisa 10 da seleção foi caçado em campo e sofreu duas faltas antes dos cinco minutos iniciais. Na segunda, se machucou.

    Neymar seguiu em campo. Ele viu Richarlison receber cruzamento de Daniel Alves e abrir o marcador de cabeça, aos 15. Mas não conseguiu comemorar. Foi para o banco de reservas e começou a chorar. Pouco depois, desceu para o vestiário.

    Everton substituiu o craque da seleção. O Brasil dominava a partida e ampliou o marcador aos 23. Richarlison tocou para Gabriel Jesus, que dominou na área e tirou do goleiro para marcar o segundo. Poderia ainda ter vindo o terceiro na etapa inicial. O árbitro inicialmente marcou uma mão na bola dentro da área. Philippe Coutinho se posicionou para bater o pênalti, mas o VAR anulou a marcação.

    No segundo tempo, a seleção brasileira tirou um pouco o pé, deu mais campo para o adversário. Mesmo assim ainda era superior e poderia ter ampliado em chute cruzado de Gabriel Jesus. Tite notou o cansaço da equipe e colocou David Neres no lugar de Richarlison.

    O Brasil estava satisfeito com o resultado e Tite passou a trocar os jogadores. Entraram Fernandinho, Paquetá, Alex Sandro e Militão. Nos acréscimos, o Catar teve um pênalti assinalado pelo VAR – o goleiro Ederson derrubou Abdulsalam na área. Mas Khoukhi acertou o travessão. Vale lembrar que para a partida Tite ainda não contou com Robreto Firmino e Alisson, que faturaram a Liga dos Campeões pelo Liverpool no sábado. Eles encontrarão o restante do elenco em Porto Alegre para o amistoso de domingo.