Barros: “Mano foi o melhor do jogo!”

Por SÍNDICO | Em 7 de maio de 2019

PITACOS acerca do CRUZEIRO 2×1 GOIÁS, Mineirão, Belo Horizonte, 05mai19dom16h, 3ª rodada do Brasileiro 2019:

MANO MENEZES: O Cruzeiro jogou melhor que contra o Ceará. Criou mais, pressionou alto, recuperou bolas na frente, deu menos liberdade ao adversário. Quase que o neutralizou. Mereceu a vitória. Criou boas oportunidades, teve mais volume, mais chegadas. Mas precisamos ajustar detalhes para entrar no ritmo do Brasileiro. Na substituição do Orejuela, não bastava colocar outro jogador de beirada. A bola estava chegando na área. Naquele momento, era preciso preencher melhor a área. Neves é um jogador que preenche a área melhor. Rodriguinho sai um pouco mais e em determinados momentos o Fred ficou sozinho para concluir a jogada, na bola que chegava à área. Mas a defesa goiana estava levando vantagem, porque havia um zagueiro bom marcando o Fred, um outro na sobra. Aí não adiantava ficar metendo bola na área se não tem chegada. Como nós estávamos tendo volume, entendi que quem deveria entrar era Thiago, para se juntar com Rodriguinho. Rodriguinho e Thiago Neves junto, como todo mundo pedes. Nas circunstâncias deste jogo, deu para fazer. Com o time levando a bola lá, dá para fazer. Se o time não estivesse levando a bola lá, aí teríamos que encontrar outras soluções.

LUCAS SILVA: Agradeço pelos votos, pela moral e principalmente pelo voto do treinador. A gente sai mais feliz de campo, mas eu ressalto a partida individual e a premiação são devido ao nosso coletivo que no primeiro jogo do Brasileiro não encaixou tão bem, no segundo foi duro mas já está reencontrando o bom futebol e hoje sim voltando a ser aquele Cruzeiro invicto da temporada, feliz pela participação de todos e por nossa reação depois do empate Tive uma rápida conversa com o Mano, no dia disse que não queria perder nenhum jogador do elenco e eu ressaltei pra ele a minha vontade de permanecer, então ele disse que ia passar isso pra diretoria pra trabalhar em cima disso e vejo que o nosso elenco muito qualificado, desde a minha volta acho que esse é o nosso plantel mais qualificado. Tem dois ou três jogadores em todas as posições, com condições totais de serem titulares. Isto me motiva também a permanecer.

RODRIGUINHO: Foi normal perder força e cair o rendimento com a sequência de jogos, mas estou feliz por ajudar o time a vencer.

SOUZA: Jadson cometeu um erro aos 90, que quase custou a vitória. Num time experiente como esse, não pode ocorrer um erro como aquele. Ainda bem que o atacante do Goiás errou e o Cruzeiro garantiu o 100% de aproveitamento em casa.

JOÃO COSTA: O Cruzeiro teve 61% de posse de bola e chutou 5 vezes a gol. O Goiás chutou 4 vezes, com pouco mais de um terço de posse.

BRUNO BARROS: Mano foi o melhor do jogo, por ter saído da casinha e tentado algo diferente, mais condizente com o elenco que possui. O primeiro tempo foi muito bom, e nas substituições continuou sua tentativa de algo além. Foi melhor notícia da tarde.

CLAUDINEI VILELA: Mano montou o time num 4-1-4-1. Henrique ficou na ala direita, Lucas sozinho na frente da zaga.  Na outra linha, Orejuela, Robinho (sim, foi puxado mais para o meio), Rodriguinho e Rocha. Fred, é claro, ficou no posto mais avançado.

CELESTE CAMPOS: O time celeste estava ansioso pelo gol e alguns chutes sem direção foram desferidos e escanteios foram mal batidos. Ainda assim, foi melhor que o adversário. Uma sequência de bons resultados trará tranquilidade aos jogadores.

92 comentários para “Barros: “Mano foi o melhor do jogo!””

  1. SÍNDICO disse:

    MANO já fez alterações táticas em outros jogos: três beques, losango, dois atacantes enfiados etc. Por que só agora, uma variação tática causou tanto frisson?

    • Bruno 7L RJ disse:

      Mano fez alterações simples e sempre em resposta à uma situação de jogo (ex: 3 beques para segurar resultado). Mas começar assim com a alteração tática fazendo parte do plano de jogo? Jamé!

    • Tolentino disse:

      Linhas altas desde o começo do jogo com uma formação mais leve foi a primeira vez. E convenhamos 3 beques em meados da segunda etapa para tentar suportar chuva de bolas na área nem se quer pode ser considerado “variação tática”.

  2. SÍNDICO disse:

    EDÍLSON é superior a Orejuela.

    • mrr disse:

      Orejuela está em formação, tem velocidade, será importante quando jogarmos contra adversários fechados no meio se o Mano deixar.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Depende do jogo. Edilson é mais cascudo, campeão. Mas o colombiano tem potencial demais.

    • Tolentino disse:

      Quanto esforço para tentar justificar o custo do Paquiderme! Lateral que entrega menos que o Jhonatan do CAP por um valor absurdo. A jamanta tricolor tem mais tempo de casa que o colombiano e até aqui foi discretíssimo.

  3. SÍNDICO disse:

    EGÍDIO é superior a Dodô.

  4. SÍNDICO disse:

    HENRIQUE e LUCAS, formam a melhor dupla de volantes do Cruzeiro.

  5. SÍNDICO disse:

    DAVID não vai entregar a rapadura a Rocha, de mão beijada.

  6. SÍNDICO disse:

    FRED está recebendo marcação reforçada, devido à quantidade gols que marcou no início de temporada. O torcedor, contudo, recorde à eterna bengala do “caiu de produção”.

    • mrr disse:

      No começo da temporada voltava mais para receber a bola, Nos últimos jogos tem ficado mais na “banheira”!

    • Bruno 7L RJ disse:

      Fred está simplesmente cansado. Não vi ninguém falar que ele caiu de produção. Desde a partida na Venezuela, vem faltando um pouco de perna.

    • Tolentino disse:

      Também sinto que o avante tá estafado, tem buscado muito o jogo sem a bola e construído as jogadas. Coisa que nunca teve o costume de fazer ao longo da carreira.

  7. SÍNDICO disse:

    TODOS OS TIMES já pontuaram. Quem ainda trabalha com ideias como “time pequeno / time grande”, “favoritismo”, “jogo pra três pontos”, “vencer por boa margem” e que tais vai cair do cavalo varias vezes a cada rodada.

    • mrr disse:

      Vamos ver até onde irá o fôlego (dinheiro) dos times pequenos e médios.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Começo de campeonato é assim mesmo. Já já a coisa fica normal. Anota aí.

      • Tolentino disse:

        Também acho que no decorrer do campeonato tudo volta a seu devido lugar. Tem que ter elenco para suportar a maratona de jogos da série A. Mas até aqui to gostando do que vejo, um bom nível de competitividade até dos times de menor orçamento. Não tá dando para cochilar ou achar que já tá ganho.

  8. SÍNDICO disse:

    FÁBIO anda fazendo muita cera. Quando um juiz resolver aplicar a regra dos seis segundos, o time terá problemas.

    • mrr disse:

      Tem (tinha) três coisas que não gosto (gostava) no Fábio: 1. Aquela mania terrível de pular pra ver a bola, quando tem falta contra nossa meta. 2. Mania de querer formar grupo e converter todo mundo. 3. Essa cera de esperar o jogador chegar pra pegar a bola com a as mãos. Muitos fazem isso? Sim! Mas a frequência com que o goleiro celeste faz ninguém supera!

      • mrr disse:

        Pular pra ver a bola!

      • Matheus Penido disse:

        Que porra é essa de pular pra ter a bola?

      • mrr disse:

        Mania de querer formar grupo e converter todo mundo

      • Eduardo Arreguy Campos disse:

        Fábio corrigiu seu pior defeito, que era gesticular criticando a zaga quando o adversário conseguia chutar a gol. Queimava o filme dos companheiros com a imprensa e com a torcida. Parou com isso e se tornou o melhor goleiro do país, talvez tenha ficado mais leve. 🙂

      • Bruno 7L RJ disse:

        Mandou bem, Arreguy. Amadureceu, né?

      • Matheus Penido disse:

        O peso do Fábio varia de acordo com os resultados. No início de 2013 ele estava pesando uns 140 quilos. Hoje em dia deve estar no máximo com 90. Mas bastarão três derrotas pro goleiro voltar aos três dígitos.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Bobeira isso, Penido. E não sei se prejudicou a performance, mas Fábio andou ostentando uma pancinha há uns 4, 5 anos atrás sim. Aí vira um prato cheio aos críticos.

      • Tolentino disse:

        Pelo em ovo, chifre em cabeça de cavalo, bi-campeonato das frangas, justamente o que o mrr tem procurado.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Arreguy, em tempo, quem amadureceu foi o Fábio!!

    • JOAOCOSTA disse:

      Ele e todos os outros goleiros do campeonato. Só param momentaneamente, quando o juizão lhes apresenta o cartão de visita.

      • SÍNDICO disse:

        RIZZI, que diabos é esse trem de pular pra ver a bola? Elabore mais.

      • mrr disse:

        Síndico, Fábio tinha o costume de na cobrança de falta contra sua meta, dar um pulo para visualizar o batedor no momento da cobrança, quando o jogador está correndo em direção a bola.

    • SÍNDICO disse:

      RIZZI de onde vc tirou essa info de que o Fábio forma grupos? Vc tem algum amigo que vive o dia a dia dos atletas do Cruzeiro?

      • mrr disse:

        Permita-me corrigir o que postei. O que queria dizer é que o Fábio tem essa mania de querer converter todos no GRUPO, nada contra, mas fica uma coisa forçada. Não se lembram temporadas onde todos tinham que ajoelhar após o gol e apontar para o céu. Aquilo foi influência do Fábio, nas comemorações se percebia isso.

      • Matheus Penido disse:

        Resumindo: é puro chute.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Quando exatamente começou a parceria com o Robertinho? Fábio hoje é muito mais goleiro que em 2013/2014, por exemplo. Desse jeito joga mole mole mais 3 ou 4 anos em alto nível.

  9. SÍNDICO disse:

    EGÍDIO têm fôlego privilegiado. Dá piques aos 90. Coisa rara no futebol atual.

  10. SÍNDICO disse:

    LUCAS chuta forte, mas não tem boa pontaria. Deve ter solução para o caso. Qual é, não sei.

    • mrr disse:

      Quantos anos tem o jogador? Se não acertou isso até agora, complica!

    • Matheus Penido disse:

      Volantes que pegam bem de média distância estão rareando. O último que passou pela Toca foi Charles. Ao Lucas falta direção e até um pouco de sorte. Henrique tem um histórico, mas arrisca pouco e raramente tem acertado o gol. Cabral e Romero são chutadores de bunda de vaca.

    • Eduardo Arreguy Campos disse:

      Treino. Treino e mais treino. Se no salão o povo aprendeu a chutar de bico, com força e direção, uma bola que parecia um tijolo, porque ele não pode corrigir a pontaria?

    • Bruno 7L RJ disse:

      Só treinar. Depois do treino, pega um goleiro da base e bora chutar 20, 30 minutos.

    • Tolentino disse:

      De acordo, quanto a pontaria do Lucas não vejo tanto assim. O goleiro do Goiás chegou a fazer boas defesas em chutes de média distância no último jogo. Uma hora entra.

  11. SÍNDICO disse:

    NÃO VOTARAM no melhor do jogo: Souza, Claudinei, Ernesto, Efeagá, Danilo e outros.

  12. SÍNDICO disse:

    POST DA RODADA: quem puder mandar as fichas dos jogos ajudará bastante. Chiba contará nele o título do alviceleste capixaba.

  13. DOURADO disse:

    ENGANADORA essa liderança na Libertadores! Times muito fracos! Mesmo o título mineiro não pode ser muito considerado. O time não está jogando um futebol consistente!

    • Tolentino disse:

      Sou da opinião do Ernesto, o nível de dificuldade e a competitividade dos adversários no Brasilierão são incomparáveis. Quem é fase mequetrefe de grupos ou rural! Ainda sim o Cruzeiro fez bonito até aqui, matou com certa tranquilidade os adversários mais frágeis. Já vi o mesmo Cruzeiro sofrer em grupos considerados fáceis da LA.

  14. Bruno 7L RJ disse:

    Pitacos antagônicos! Pois eu gostei muito do que vi. Acho que o Mano aproveitou bem o jogo para fazer estes testes. Essas variações farão a diferença em jogos decisivos.

    • Tolentino disse:

      De acordo, se fazia necessário experimentar alternativas de times mais ofensivas. Nem sempre o Cruzeiro terá o privilégio de jogar por uma bola ou querer o antijogo. As vezes precisaremos correr atrás de placares desfavoráveis sejam eles nos 90 ou nos 180. Por isso é bom testar as linhas altas e fazer ajustes nesse sistema de marcação para ser mais efetivo no ataque e correr riscos calculados na defesa.

  15. Bruno 7L RJ disse:

    OT – E esse empréstimo do Vitinho, hein? CEC precisa urgentemente mudar o perfil. Dou a mão à palmatória e reconheço que o trabalho do Mano é bom (apesar do pragmatismo excessivo). Mas tá na hora de mudarem as diretrizes. O sub 20 está com uma base muito boa, temos que aproveitar bastante esses moleques. Bora mesclar.

    • Bruno 7L RJ disse:

      Tomemos por exemplo o SPFW. Cuca sentou o Hernanes e o Everton, que seriam titulares na maioria dos times brasileiros. E está lançando um monte de garoto, um melhor que o outro. Fernando Diniz idem, Sampaoli idem.

      • JOAOCOSTA disse:

        Bruno, confesso que não entendi sua afirmação quanto ao Cuca: Sentou ou tentou o Hernanes e o Everton? Em ambos os casos, se o o “grande” Cuca não achou uma alternativa pra esses caras, um, consagrado, veterano e o outro, quase, jogarem nesse time meia boca do SPFW, é porque a qualidade do treinador não é lá essas coisas. Cuca chegou outro dia, já se passaram 3 longas rodadas do BR e já tem gente afirmando coisas, tecendo teorias!!

      • Matheus Penido disse:

        Também bato nessa tecla, mas com duzentas e oitenta e cinco etiquetas no elenco fica complicado. O caso Murilo é a famosa exceção que confirma a regra. A responsabilidade tem que ser compartilhada entre Mano e diretoria.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Sentou no banco. Foi só um exemplo. O Anthony e o Toró não demoram vão sair por varios milhões de Euros. E a gente só inflacionando a folha e cheio de talentos na base.

      • Matheus Penido disse:

        João, de fato os exemplos citados pelo Bruno não são os melhores, embora eu concorde com a premissa dele. No caso do São Paulo foi necessidade pura, Mancini não tinha quem escalar e achou o time com os moleques. Vamos ver como o Cuca se sairá na missão de enxertar alguns veteranos. Diniz tem um elenco franciscano no Flu. E, finalmente, Sampaoli é outro departamento. O argentino pode tudo. Se resolver dar treino pelado, o nudismo futebolístico vira regra.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Mancini não tinha quem escalar, Penido? Pablo, Diego Souza, Éverton… e o Cuca foi quem sentou os medalhões. E os caras respeitaram.

      • Matheus Penido disse:

        Everton estava machucado, Pablo operou, Diego vazou, Hernanes chegou fora de forma, Nenê emburrou. Enfim, do problema veio a solução.

    • Tolentino disse:

      Os principais destaques do sub-20 na Copa do Brasil pertencem ao Deportivo Brasil. Vivemos para ver até a Toca I virar barriga de aluguel dos outros. Que vexame! Quanto essa ida do Vitinho ao Palmeiras, se a multa for isso tudo mesmo, ótimo. Eles que sirvam de barriga de aluguel para gente. Já que por aqui talento das inferiores sempre foi subaproveitado mesmo.

      • Thiago 5 estrelas disse:

        A multa do Brasão também era alta e saiu “de graça”. Vitinho se oferecerem 5 milhões levam.

      • Tolentino disse:

        Verdade, tinha me esquecido disso. Do jeito que as coisas estão é bem possível que vire meio mês de folha salarial do time.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Ele está com passe fixado. Duvido que o valor é igual a multa.

      • Matheus Penido disse:

        Esse Vitinho se meteu em alguma confusão grave? Sinceramente, acho que só isso pode justificar a medida.

  16. JOAOCOSTA disse:

    Se jogadores de base, à exceção de gênios, tipo Pelé, Maradona, Ronaldo e Neymar, fossem a solução, os times todos da série A brasileira, e em todo o planeta, jogariam com os sub-20, Sub-17, etc. O buraco é bem mais embaixo, minha gente!

    • Tolentino disse:

      João, está comentando a respeito como se a diferença entre os gênios e os demais estejam somente na qualidade para jogar ou não. O buraco é bem mais em baixo, sim. Os gênios (exceção) chegam quase prontos ao profissional, os demais precisam de transição bem conduzida, sequência, cancha, treinadores que olhem para eles. Porque a esmagadora maioria não chega pronta ao profissional. Ocorre que no Brasil a maioria dos treinadores por medo da demissão preferem as primas velhas.

      • Thiago 5 estrelas disse:

        Mas com um treinador há muitos anos no clube, vários experientes e bons jogadores, time em boa fase. Não vejo cenário melhor para inserir jogadores da base.

      • Tolentino disse:

        Mano Menezes é o rei das primas velhas, não se iluda.

      • Bruno 7L RJ disse:

        Show de bola, Five Stars e Talentim. Lembro muito bem que com o MO era diferente. Houve um jogo que terminamos um jogo (jogando bem) com 5 jogadores oriundos da base (Mayke, Wallace, LS, Alisson e Vinicius Araújo).

      • Bruno 7L RJ disse:

        Complementando o que disse o Talentim, imagina o Mano em 2013? Seria bem provável o Diego Souza não sair (Bigode não viria) e o RG ficaria no banco e acabaria emprestado.

      • Matheus Penido disse:

        Essa mudança de filosofia deveria ter ocorrido após a saída do gastador Mattos em 2015, mas de lá pra cá a coisa só piorou. Olhem pras vendas do Palmeiras, do Flamengo, do SP. Chega a ser constrangedor comparar com as do Cruzeiro. Alguém acha que desse jeito o Maior de Minas se manterá competindo de igual pra igual com esses clubes?

      • Matheus Penido disse:

        E olha que eu estou me limitando a analisar a questão das vendas de atletas. Se formos ampliar pra patrocínio e sócio-torcedor, a lavada que o Cruzeiro leva dos poderosos do eixo só aumenta. Então, em que se apegar pra imaginar um Cruzeiro no nível deles? Argumentos metafísicos do tipo “a camisa joga sozinha”? Crença na impunidade e esculhambação

      • Matheus Penido disse:

        ?

      • Tolentino disse:

        Esse tipo de filosofia passa pelo comando técnico como o Bruno bem disse. Treinador que baba por um Pedro Rocha jamais vai olhar para um Vitinho.

    • Bruno 7L RJ disse:

      João, nem tanto o céu e nem tanta a terra. Dodô, Marquinhos Gabriel, Pedro Rocha, renovação do TN, todos esses jogam muito, mas preferiria ter definido uma espinha dorsal do time (sempre quis dizer isso!) e completar com a base.