Arena do Jacaré para iniciantes

Por SÍNDICO | Em 13 de julho de 2010

Arísio França Jr.

Em 28 de Janeiro de 2006, realizou-se o primeiro jogo oficial no Estádio Joaquim Henrique Nogueira – Arena do Jacaré -, antigo sonho dos amantes do futebol em Sete Lagoas.

A idéia do estádio começou a brotar ainda na década de 80 quando o pecuarista e ex-atleta do Democrata Futebol Clube, Joaquim Nogueira, doou ao clube um terreno às margens da Av. Perimetral.

Somente em 2004, com a proposta do Grupo Bretas para aquisição do Estádio José Duarte de Paiva, localizado no centro da cidade, foi possível alavancar o projeto da Arena.

O Democrata apurou cerca de R$1,5 milhão com a venda do antigo estádio. Ao término das obras, o custo final da Arena girou em torno de R$3,5 milhões.

Assim, o leitor já pode imaginar o que levou o clube para a 3ª divisão do futebol mineiro em 2009 e a razão para as dívidas trabalhistas e com fornecedores de R$1,5 milhão acumulada pelo Jacaré.

Apesar de todas as dificuldades, sem benfeitorias no entorno do estádio e sem iluminação, o estádio foi inaugurado com capacidade para 20 mil torcedores, com 750 cadeiras, 19 cabines de imprensa, 20 bilheterias e 8 banheiros.

A partida inicial foi uma festa só. O Jacaré tinha um time aguerrido, comandado por Brandãozinho. Empolgado com a nova casa, venceu o Atlético-MG por 3×0. O primeiro gol foi marcado por Paulo César, do Democrata, aos 15 do 1º tempo.

O jogo com maior público foi outro Democrata x Atlético-MG, pela 1ª rodada do Campeonato Mineiro de 2008, com nova vitória alvirrubra, dessa vez por 1×0, gol de Tuta.

O público oficial foi de 20.500 pessoas, mas a verdade é que havia 25 mil numa tarde marcada pela desorganização completa, desde a entrada dos torcedores.

A idéia de se aproveitar a Arena do Jacaré para jogos durante as reformas do Independência e do Mineirão foi do ex-Secretário de Esportes do Estado, Gustavo Correa.

A proximidade da Capital e do Aeroporto de Confins e o desenvolvimento econômico por que passa Sete Lagoas deram ao estádio a preferência para receber os primeiros investimentos do Estado para a Copa de 2014.

O acordo com o Governo do Estado tem validade de 10 anos e 4 meses, contados a partir de 18jun09.

Por ele, a Ademg ditará as regras na Arena que, após 10 meses do início das reformas, será oficialmente reinaugurada em 15jul10 com um novo jogo do Atlético-MG.

O total do investimento do Estado deve girar em torno de R$12,7 milhões, para uma previsão inicial de R$5 milhões, e uma capacidade inicial prevista de 21 mil torcedores.

Na semana passada, após avaliações para emissão de laudos de segurança, ficou estabelecida a redução da capacidade para 15 mil presentes, muito em função dos transtornos decorrentes das obras se prolongarem até o final de julho. O escritório da Construtora responsável pela reforma ainda permanece intacto.

Esta determinação fez com que Cruzeiro e Atlético-MG de majorassem os preços dos ingressos. As cadeiras no setor de imprensa custarão R$100. Os demais setores terão entrada custando R$40. Valores bem acima dos padrões do futebol mineiro e “salgados” para o padrão do estádio.

Seguem alguns dados relativos às reformas e condições da nova Arena do Jacaré:

  • Todo o maquinário que era utilizado no Mineirão para manutenção e conservação do gramado foi transferido para a Arena.
  • A Itograss, empresa responsável pelo gramado, calcula que o novo piso tem capacidade média de suportar 5 horas de bola rolando por semana.
  • A dimensão do gramado é de 105 x 68m. As medidas do Mineirão são 110x75m.
  • Foram construídas salas exclusivas para coletivas de atletas, dirigentes e treinadores, assim como duas capelas e salas para Juizado Especial, Polícias Militar e Civil e Promotoria de Justiça.
  • Foram criadas 21 saídas de emergência e outras 14 para acesso ao gramado em situações de risco para os presentes.
  • Haverá 5 bares com banheiros ao lado.
  • Além da reforma dos vestiários antigos, foram criados mais dois para equipes dos jogos preliminares.
  • A Arena tem um gerador exclusivo de energia para o sistema de iluminação.

Algumas dicas para o acesso ao estádio:

  • Quem vier a Sete Lagoas pela BR040, saindo de Belo Horizonte, deve evitar o trânsito do centro. Assim que entrar na avenida de acesso à cidade, Marechal Castelo Branco, fique atento pra virar a direita no primeiro viaduto a fim de entrar Av. Perimetral, que contorna a cidade e onde se localiza o estádio.
  • Quem chegar a Sete Lagoas, deixando Paraopeba, deve passar a primeira entrada, logo após a barreira da Polícia Rodoviária, para evitar o Centro e optar pela entrada de quem vem de Belo Horizonte.
  • Pela estrada velha, a MG-424 que passa por Pedro Leopoldo e Prudente de Morais, a chegada ao estádio é mais tranquila. Ao término da rodovia, após o semáforo, vira-se à esquerda na Perimetral. A Arena está a 500 metros do entroncamento.
  • No acesso externo das cadeiras do setor das cabines já existe estacionamento asfaltado de propriedade do Democrata com 600 vagas. Devem ser cobrados R$10 ou R$15 por veículo (a confirmar).
  • Quem ficar nos demais setores, não encontrará, de início, estacionamentos definidas pela Prefeitura e Ademg. Os donos de lotes vagos, contudo, vão criar estacionamentos particulares. Num primeiro momento, estas serão as opções mais seguras.

Fonte: Encarte do jornal Sete Dias de 09jul10.

Arísio França Jr., 33, cruzeirense, administrador de empresas, nasceu e mora em Sete Lagoas.

44 comentários para “Arena do Jacaré para iniciantes”

  1. OFFTOPIC
    Alguns comentaristas são pródigos em escrever as palavras censura, ditadura, moderação, perseguição. Tudo bravateiro que nem sabe o que significa isso. Pior que uns ainda babam ovo da midia.
    Pois bem… Comentário deixado para os comentaristas das notícias do Superesportes:
    Caros usuários,
    Devido à má utilização da ferramenta de comentários por uma pequena parcela dos nossos leitores, fomos obrigados a retirar temporariamente esta opção. Esperamos retornar em breve, acreditando no bom senso de nossa audiência para o bom e correto uso desta importante ferramenta de debate público.

    PS – Desculpa aí Arísio… mas tem uns comentaristas aqui que merecem é chibatada amarrado no tronco.

  2. Arísio,
    Você poderia detalhar melhor a epopéia de construir um estádio próprio com terreno doado e com a teoria de que a torcida ajuda… Se em Sete Lagoas, onde o desenvolvimento e crescimento econômico não foram afetados (as siderurgicas ainda passam por apertos, mas a cidade nem se abalou com isto), como pode o futebol ser tão vilipendiado que chegaram a vender a alma para as frangas. Como chegaram ao ponto de ter que ver um “senhor feudal” mandando em tudo e em todos (até em Cruzeiro e América!) para se apresentar como “dono do terreiro e da Arena”).
    O seu relato pode elucidar alguns cruzeirenses que defendem a construçào de um estádio só pela vaidade de dizer que “o Cruzeiro tem estádio próprio!”

  3. Arísio,
    Agradeço a sua recepção no dia do jogo-treino e ressalto que tivemos oportunidade de conversar com várias pessoas, e rever amigos de longa data, sobre a Arena.
    Muitas coisinhas pequenas por fazer mas que ainda levarão um longo tempo para se ajustarem.
    Efetivamente, verificamos alguns problemas que podem demorar mais a se acomodarem e passarem desapercebidos. A ADEMG, levou poucas pessoas para atuar em jogos. Espero que a ADEMG tenha tirado experiência com aquele público de quase 1000 pessoas que assistiram ao jogo-treino para se colocarem de maneira mais apropriada quando o publico for de 15mil.
    E jogando Democratra, America, Atletico-MG e Cruzeiro no estádio, o gramado NÃO VAI AGUENTAR. Vamos sofrer…

    • Arísio disse:

      Evandro, o prazer foi meu. E me desculpe não ter dado mais atenção mas tinha aqueles compromissos familiares e sociais no dia.

  4. Sábado à caminho de SEVEN LAKES.

  5. Mauro França disse:

    Quando eu fui na Arena em 2007, Cruzeiro 3×0 Democrata, a maior dificuldade foi para entrar no estádio. Os portões eram estreitos e formou-se o bolo de torcedores, ainda que a situação fosse bem mais tranquila do que em situações similares no Mineirão.

    • Arísio disse:

      A tendência é que isso não irá acontecer novamente, Mauro. Cada setor de cadeiras tem as suas próprias entradas. Antes, o acesso era único na parte central.

  6. Elias disse:

    Como perguntar não ofende: Quando vamos a 7 lakes prá ver um jogo do Cruzeiro, serrar a original ( ou Brahma Extra) do Arísio e de quebra colocar a resenha em dia??????

    • Arísio disse:

      Elias, já estou no aguardo. Sugiro que peguem a lista dos jogos do Cruzeiro aqui e disparem o famoso email pra ver quantos estão dispostos a vir. O resto é comigo.

  7. Frede disse:

    Pretendo passar um fim de semana em Seven Lakes para fazer turismo, aproveitar os prazeres mundanos e de quebra assistir ao jogo.

  8. mariana disse:

    Gosto de 7 Lagoas, tenho amigos lá. Vai ser ótimo ir fazer uma visita, e de quebra matar as saudades do Cruzeiro. Alguém sabe quando o Independência fica pronto? Vi imagens da reforma, me deu um desanimo…

  9. claudio(xina)lemos disse:

    Neste fim de semana eu não posso ir a Sete Lagoas. Estarei viajando a trabalho, mas pretendo passar um final de semana em sete lagoas também. Desfrutar da agradavel cidade do Arísio.

  10. Gustavo Bueno disse:

    Tô colado lá nesse finde!
    Alguém sabe se vai haver setorização para sócios? O de cadeira especial vai ficar junto do de 7a e 3 e 6?

    Porque já tô animando fazer um downgrade no meu sócio, 80 brau tão doendo na minha conta de universitário/professor.

  11. Rogério disse:

    Arisio explicou tudo muito bem, mas faltou falar sobre o esquema do sorteio.

  12. Damas disse:

    Post com riqueza de detalhes. Muito interessante e esclarecedor. Já havia lido o post anterior que trazia detalhes de hospedagem, turismo local, acessos, etc. No próximo clássico pretendo assistir ao vivo em Seven Lakes. Assim, solicito ao amigo Arísio que nos informe o nome, endereço e fone de contato para fazer reservas de seu hotel em 7 Lagoas. Abs.

    • Arísio disse:

      No primeiro clássico na Arena, nobre Damas, já foi definido que o mando é da cocota e com torcida única. Acho que é em 04 de agosto. Confirme se virá mesmo que te mando um email com as coordenadas.

  13. Othon disse:

    Lembrando a todos que o jogo é DOMINGO, 18:30 Hrs

  14. Naldo disse:

    Bom, o Cruzeiro se aproxima um pouco mais de Brasília. Tomara que consiga ir a Sete Lagoas ver algum jogo.

  15. Carlos Campos disse:

    O comunicado do Cruzeiro aos Sócios do Futebol e a tabela oficial do campeonato brasileiro, AVISAM:
    1- CRUZEIRO X GOIÁS- SABADO- DIA 17/07/2010- 1830H – SETE LAGOAS
    Não pode haver dúvidas! O torcedor precisa se programar! Othon, não sei onde vc viu a sua informação, Mas a correta é o jogo dia 17. Dia 25/07, domingo jogaremos contra o Gremio tb em Sete Lagoas.

    • Arísio disse:

      Carlos, no site da federação mineira está informado que o jogo é no domingo, 18:30hs. No sábado, a Arena irá receber o jogo do América pela série B às 16:10hs.

      • Rogério disse:

        É verdade, o jogo do Cruzeiro é domingo mesmo, também estava pensando que era no sábado.

    • Othon disse:

      mudou e nao foi ontem ou hj, mudou a data do jogo no sabado passado…estarei la !

  16. Carlos Campos disse:

    Putz… mudou tudo.??? ???? vou ter q alterar toda a programaçao de final de semana>?? ??? ??? ???

  17. joao novaes disse:

    conheço o estadio.
    espero que tenham ampliado os banheiros.
    e tbem os portoes de entrada.
    minha duvida: o alambrado fica muito rente à torcida!
    temo pelas pilhas, sandalias e INTERDIÇAO DO CAMPO.