Adílson Baptista: “Eu sou um cruzeirense”

Por SÍNDICO | Em 4 de junho de 2010

Pitacos de protagonistas e blogueiros acerca do Cruzeiro 0×0 Santos, no Mineirão, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, em 02jun10:

  1. Adilson Batista, treinador do Cruzeiro: Vou fazer meu último jogo lá em Goiânia, contra o Atlético-GO, e um abraço. É isso aí. É meu último jogo. Pra felicidade geral da nação, de alguns, eu faço meu último jogo lá. Já conversei com o Zezé, ele até nem queria que eu falasse isso aqui hoje, mas estou chateado com algumas coisas. Só cego que não vê o que é trabalhar uma equipe, o que é ter dificuldade, o que é organizar. Mas isso aí, tem muita gente do outro lado aí expert em futebol. A gente vai com calma, aprendendo todo dia. Quando o adversário joga contra o Santos é o jogo do ano. Quando somos nós, é jogo sob pressão. É assim que funciona aqui em Minas Gerais. Fico chateado com algumas pessoas vaiando o presidente, lamento, pela contribuição do presidente, pela história, pelos títulos, pelas conquistas, isso machuca a gente. Eu tenho só a agradecer, eu sou um cruzeirense, tenho carinho muito grande pelo clube, vou continuar torcendo pelo clube, mas a gente tem que pensar profissionalmente e chegou o momento de sair. Vida que segue. Vou rezar pra que um bom profissional entre e tenha sucesso. Vejo um Cruzeiro forte, competitivo, com grandes jogadores. Na parada da Copa, tem condições de reverter. Gosto muito do Maluf, é um grande profissional, muito correto, não deixava vazar muita coisa, porque vocês gostam muito de uma fonte segura, sempre têm fontes de informação, e o Maluf é firme, sério, cobrando, lutando, agindo com responsabilidade. Mas ele é um profissional capacitado, que daqui a pouco está no meio. A gente lamenta, mas é uma decisão do presidente, precisamos respeitar. Faz parte no futebol. Daqui a pouco volta. Não é em função do Maluf. Eu já estava conversando com o Maluf, em Atibaia eu coloquei que o meu intuito não era prejudicar. Mas já estava dentro dos planos. Grande motivo da saída e futuro destino: o coração, o meu coração. O coração é que está deixando. Não falo nada sobre futuro. Vou fazer o jogo, cheio de jogadores com dor, e tenho um compromisso em São Paulo na segunda-feira. Só isso. Tenho respeito pela imprensa, sempre tive. A gente tem que conviver de maneira saudável, honesta, procurando ser imparcial, ser profissional. Respeito muitos de vocês, pelo trabalho, sei o grau de dificuldade. Precisamos é conversar mais, esclarecer mais, ter um pouquinho mais de cuidado, porque hoje é blog, é twitter, é facebook, todo mundo fala. Esses dias a Miriam Leitão estava criticando o Júlio Baptista, o Gilberto, disse que ia tomar um remédio tarja preta. Quer dizer, todo mundo fala de futebol. Esses dias, o Cerezo encontrou o Maluf no aeroporto e elogiou o Cruzeiro. Esse está na minha seleção. Isso me dá satisfação, não quem escuto dizendo que tem que jogar esse daqui, esse aqui precisa pegar ritmo. Até esse pegar ritmo, eu caí, porque o futebol é muito dinâmico. Eu respeito, nós precisamos melhorar, eu tenho a minha linha de raciocínio, mas não fico fazendo média com ninguém, não dou informação para ninguém, trato todo mundo igual. Acho que ninguém deve ter privilégio de informação e alguns ficam bravos. Mas eu durmo tranquilo, um grande abraço para vocês. Voltar um dia? Volta tem. Isso daí… No futebol acontece muita coisa e a gente espera um dia voltar, mas a cabeça é só fazer esse jogo contra o Atlético-GO e não tem jeito, a gente gosta de trabalhar e vamos pensar o que fazer com calma. O Cruzeiro tem o meu respeito, a própria torcida. A minoria fica vaiando presidente, este, aquele, isso faz parte. Mas sempre tive o carinho, a admiração. Vejo o torcedor inteligente me apoiando, sabendo, tendo noção, discernimento de perceber algumas coisas. O clima está tranqüilo no grupo. Eles estão chateados, porque gostariam de estar numa situação melhor. Mas .enfrentamos um grande adversário. No Cruzeiro, cria-se crise. O Ceará está ganhando de todo mundo. Na Vila o Ceará jogou contra o Santos, que só não tinha o Robinho, e o Santos teve dificuldade. Teve um pênalti no Misael, que dá trabalho pra todo mundo. Pelo carinho, pelo respeito que tenho pelo Cruzeiro, eu procuro cobrar dos atletas pra que se entreguem naquilo que estão fazendo. Por algumas razões, não coloquei A, B ou C e é assim que vou agir em qualquer clube. Um atleta tem que ter esse comprometimento, tem que se dedicar, pois ele é bem remunerado. É evidente que uma hora vai perder. Mas tem de vender a derrota caro. O torcedor gosta de ver o jogador lutando.
  2. Dimas Fonseca, Diretor de Futebol do Cruzeiro: O Cruzeiro, por ser um time de ponta, vai trazer um treinador de ponta, não vai trazer treinador que esteja começando. O Cruzeiro precisa de um treinador que tenha o perfil dessa nova filosofia do Adílson, que prestigiava muito a base, haja vista outros atletas que foram revelados enquanto ele esteve à frente do time. Qualquer que seja o treinador, terá que ter esse perfil e dar importância aos jogadores revelados na base. No momento, são muitos os oferecidos ao Cruzeiro. Estamos conversando com esses que foram oferecidos, analisando o melhor nome, mas nós não temos ainda um nome com uma conversa adiantada. Até porque, a conversa do presidente Zezé Perrella com o Adílson foi ontem. Então, esse é um tempo muito curto pra se definir quem vai ser o novo técnico.
  3. Fábio, goleiro do Cruzeiro: A gente conseguiu parar uma boa equipe, com jogadores de bastante velocidade. A defesa parou eles muito bem e eu ainda tive a oportunidade de fazer uma boa defesa e ajudar a equipe neutralizando as oportunidades do adversário. No 2º tempo, a gente melhorou, chegou mais e criou mais. Tivemos chances de gol, então não podemos lamentar. Todo mundo sabe que em um jogo como esse detalhes fazem a diferença. Anulamos bem a equipe do Santos, mas quando tivemos oportunidade não fizemos gol. Aqui, vivi muitas alegrias, fiz muitas defesas e, graças a Deus, isto é o importante. Com certeza, o Mineirão vai fechar pra ficar muito mais confortável. O torcedor mineiro, principalmente o cruzeirense, merece. Agradeço a Deus, à minha família e ao Cruzeiro. Gravar as mãos na Calçada da Fama do Mineirão é muito importante pra mim. Uma homenagem que ficará gravada em minha memória.
  4. Gil, beque do Cruzeiro: Graças a Deus, eu e o Thiago Heleno conseguimos segurar ali atrás e junto com o Fábio e o restante do setor defensivo, conseguimos fazer com que a bola não chegasse ao André e ao Neymar. Seguramos o ataque deles.
  5. Henrique, volante do Cruzeiro: A equipe estava muito aguerrida e determinada na marcação. Só faltou o detalhe essencial, que é o gol. Mas a equipe já teve uma melhoria muita boa em relação à ultima partida. E é assim que tem que ser. Uma equipe vibrante.
  6. Pedro Ken, volante do Cruzeiro: Foi difícil. Todo mundo sabe da qualidade do Santos. No geral, fomos melhores, mas não conseguimos fazer o gol. Ficamos com a bola o tempo inteiro, e eles criaram só uma chance.
  7. Sebá, atacante do Cruzeiro: É muito bom entrar contra o Santos, equipe que vem fazendo bons campeonatos. Tenho que parabenizar ao grupo que se dedicou ao máximo desde o início da partida.
  8. Thiago Ribeiro, atacante do Cruzeiro: Foi um jogo muito movimentado. Fomos um pouco superiores ao Santos e tivemos duas chances claras. Uma no 1º tempo, a da trave, e outra no 2º, em uma bola que o Eliandro deixou escapar um pouco. Às vezes essas oportunidades desperdiçadas fazem falta. No mais, o Cruzeiro mostrou vontade e determinação.
  9. Edu Dracena, beque do Santos: Só tenho que agradecer ao Cruzeiro e à sua torcida, que sempre vão estar guardados na minha cabeça e em meu coração. Estou feliz, com uma satisfação enorme, eu nunca tinha sentido isso. Fico feliz com o torcedor gritando meu nome. É um sentimento maravilhoso saber que o seu trabalho foi reconhecido. Eu agradeço de coração ao carinho que o torcedor cruzeirense tem comigo, porque foram três anos e meio com cinco títulos aqui. Tenho contrato com o Santos por mais dois anos, mas quem sabe um dia eu volte a vestir a camisa do Cruzeiro, onde eu fui muito feliz?
  10. Dorival Júnior, treinador do Santos: Hoje, não foi uma partida com confiança das duas equipes, com futebol de toque, de penetração, como estão acostumadas, mas foi muito disputada. Acabamos fugindo das nossas características, mas voltamos a ter vibração e isso foi muito importante. Com a pouca recuperação entre as partidas, as dificuldades aumentam a cada rodada, por isso a parada será muito boa pra nós. Sair de uma competição e entrar em outra não é tão simples. Alcançamos um objetivo importante que seriam as finais da Copa do Brasil e depois já começaram outras partidas dificílimas. É muito complicado pra todas equipes que estavam brigando em duas competições paralelas.
  11. Rafael, goleiro do Santos: Foi uma estréia importante. Valeu foi determinação do grupo. Passei por momentos de dificuldades, mas graças a Deus foi tudo superado. Agradeço ao Dr. Joaquim Grava, que me operou, a minha família, e a todos da fisioterapia do Santos. Estou feliz pelo treinador ter confiado em mim também. Os dois times estavam bem postados, bem marcados, e isso criou dificuldades. Se não tivesse ocorrido a expulsão do Marcel, poderíamos ter tido um resultado melhor.
  12. Wesley, meia do Santos: O Cruzeiro é um bom time e todo mundo sabe da qualidade que eles têm. Não é fácil jogar no Mineirão e, felizmente, conquistamos um pontinho importante fora de casa. Eles têm uma equipe com jogadores muito bons e, por isso, acredito que foi um ótimo resultado pra gente, jogando com um a menos.
  13. André, atacante do Santos: Jogar com o Cruzeiro foi difícil. A gente estava com um a menos. Mas não foi mau resultado. Agora é só ganhar domingo que a gente vai cumprir nosso objetivo até a pausa da Copa. O clima está o mesmo de antes. Robinho sem dúvida faz falta, na bagunça e em tudo. Mas é normal essa queda de rendimento, a gente sabia que ia acontecer. Estamos tranquilos. Estamos focados pra ganhar domingo e terminar entre os quatro. Essas especulações são de gente de fora. O pessoal tem que ter o que falar. A gente aqui dentro está como sempre, sabe que o grupo está unido. Isso é coisa de fora.
  14. Lédio Carmona, em seu blog: Por falar em Cruzeiro, parece que a parada para a Copa será fundamental na Toca da Raposa. O técnico Adilson Batista resolveu encerrar seu ciclo no comando da equipe no próximo domingo. Não suportou a pressão da exigente torcida cruzeirense, apesar de ter montado ótimas escalações e ter levado à final da Libertadores 2009. Coisas do futebol. Agora o Cruzeiro fica sem técnico e sem seu principal jogador. Torçamos para que reponha à altura. No Mineirão, a partida entre Cruzeiro e Santos foi o típico duelo de duas equipes que não estão focadas no campeonato. Um 0 a 0 clássico, onde emoção foi raridade. O Santos precisa começar a pontuar na competição. Estão apostando todas as fichas no título da Copa do Brasil. Esquecem que tem pela frente o entrosado Vitória. A tática de Dorival não me parece ser a mais inteligente…
  15. Vitor Birner, em seu blog: Jogo de poucas emoções no Mineirão. Os bastidores foram mais movimentados que a partida. O presidente do Cruzeiro afirmou que Kleber será liberado para o Palmeiras, e Adilson Batista anunciou a sua saída da Raposa. No gramado, a defesa santista funcionou, o time de Dorival Jr atuou mais fechado do que de costume. Mostrou outra característica, e deu certo. Gil cabeceou bola na trave, na melhor chance do 1° tempo. E Marcel, que acabara de entrar, foi expulso aos 25 da etapa complementar, deixando o Peixe com um a menos. O time paulista suportou a pressão. Despedida melancólica do Mineirão que fechará para reformas.
  16. Leandro Mattos, em seu blog: O Cruzeiro vive dias turbulentos desde a eliminação precoce na Libertadores da América 2010. O empate sem gols com o Santos, nessa quarta-feira, no Mineirão, encerrou a ‘era Adílson Batista’ na Toca da Raposa II. Foi o próprio treinador quem resolveu colocar o ponto final na história. Adílson somou um bom tempo no comando da equipe estrelada, principalmente se levarmos em conta o ‘padrão’ da maioria dos clubes brasileiros, que trocam de técnicos pelo menos duas vezes por ano. A relação de Batista com parte da torcida já estava desgastada, os títulos almejados não vieram e a cobrança excessiva, tida como exagerada pelo ex-comandante celeste, pôs um fim na história. “Vou fazer meu último jogo lá em Goiânia, contra o Atlético-GO, e um abraço. É isso aí. É meu último jogo. Para felicidade geral da nação, de alguns, eu faço meu último jogo lá”, disse Adílson, ao abrir sua entrevista coletiva após a igualdade com o Peixe. Pra mim, Adílson tem um grande potencial, é um técnico que trabalha muito, mas precisa -caso queira atingir o ápice de sua profissão- aprender a lidar melhor com as críticas, enxergar que também erra, como qualquer profissional, e trabalhar um pouco mais a questão da humildade. Quando temos um trabalho público, estamos sim sujeitos a julgamentos, críticas, elogios e avaliações das mais variadas. O Cruzeiro chega ao final da semana sem Eduardo Maluf (ex-diretor de futebol), Kléber e Adílson Batista. Por sorte, o Campeonato Brasileiro será paralisado para a Copa do Mundo e o clube azul terá um tempo razoável para se reorganizar e tentar colher um segundo semestre mais feliz.
  17. Gustavo Martins, no PHD: Foi um grande jogo. Um Cruzeiro totalmente diferente do time que nos fez passar raiva nos últimos jogos. E quem diria que nossa zaga, todos temiam, iria se sair tão bem hoje? Quanto ao Adílson, foi realmente uma pena. Um técnico acima da média, que nos levou a importantes vitórias. E quase entrou pra história, se tivesse conquistado aquela maldita Libertadores. Trabalhador, sincero, autêntico. Vai fazer falta. Só os tolos não enxergavam que ele conseguia transformar um time mediano em um time bem competitivo. E sempre me lembrarei dos 5×0 nas cocotas e dele dando as respostas pro pessoal da rádio câncer. Que ele seja feliz. E que nós sejamos ainda mais felizes, com o novo técnico.
  18. Evandro Oliveira, no PHD:  Juro que tive um acesso de risadas quando técnico do “melhor time dos últimos dez anos no Brasil” tirou o André e colocou o conhecido Marcel (procurem saber quem é empresário do Marcel, do técnico etc e tal). Mas como existem visões diferenciadas, é bom respeitar.
  19. Renato-SP, no PHD: Parabéns ao time pelo jogo. A dupla de zaga fez uma ótima partida. Gil matou a pau. Quando o time tem uma pegada melhor os jogadores referência estavam em baixa. TR e Jonathan erraram 95% dos passes. Acontece. Gostei da movimentação e proteção do Eliandro. Gostei das investidas do Sebá. Thiago Heleno merece uma menção honrosa por finalizar o jogo mesmo estando contundido. E não se poupou em nenhum lance. Triste pela saída do comandante. Uma pena mesmo. Perdemos mais uma batalha para a rádio das frangas. Não há de ser nada, na volta da Copa estaremos com outra postura. Espero.
  20. Celeste Campos, no PHD: Vi o jogo pela Bandeirantes. Antes de começar, a Dimara tentou induzir o Roger a criticar o Adílson Baptista pelo fato de mantê-lo na reserva. O meia se saiu bem e disse que o momento era de apoio integral ao técnico e ao grupo que estava em campo. Durante toda a transmissão, o comentarista Neto criticou o técnico por manter o Pedro Ken e o Roger na reserva. Ele certamente não viu os últimos jogos deles pelo Cruzeiro.

Pesquisa: Romarol

140 comentários para “Adílson Baptista: “Eu sou um cruzeirense””

  1. Jorge Santana disse:

    Pra compensar essa multidão de traíras e seca-pimenteiras, temos gente da melhor qualidade como Adílson Baptista, Edu Dracena e Fábio em nossa torcida.

  2. Alan Mendonca disse:

    Estou no interior, e acessando pouco a internet, entao e verdade que o Joel santana recusou convite do cruzeiro? Graças a Deus! Espero que DJ, cuca, Geninho, facam o mesmo! O profexo nao tem perigo, pois ele tem muito curriculo, vai acabar arrumando emprego em empresa de RH.

  3. Edu Mano disse:

    O Cruzeiro vai estreiar uma nova filosfia: time SEM técnico.
    Pq essa torcida que a gente tem não gosta de ninguém! Não pode o Adílson… ai não pode o Levir, depois não pode o Abelão… Se não for o Scolari não pode ninguém na Toca?!

    Poxa, se tiver uma competição de torcida mais “mala” do Brasil, a do Cruzeiro vai entrar na briga pelo G4! (Os inteligentes irão entender que não estou falando de toda nossa torcida).

    Pode ser quem for, o cara só pode ser cobrado se tiver material. Ponto.
    Que cheguem bons jogadores. O Robert é “bom”, agora rpecisamos de um MUITO bom para o ataque. Muitos vão sair agora… Paraná pode ser um deles. O importante é repor nosso elenco com peças melhores.

    Que domingo possamos somar mais 3 pontinhos trabalhar com mais calma na Copa.

    • Ernesto Araujo disse:

      Bom, se vc quer ter como técnico um cara que te chamou de BIBA que diz que torcida MESMO é a do nosso rival, BE HAPPY !!

      • Edu Mano disse:

        Quem disse q eu quero A ou B? No comentário to me referindo ao fato de, de um modo geral, nossa torcida reclama de tudo, que é chata. Não sei de onde vc tirou estas suposições malucas.

      • Ernesto Araujo disse:

        Calma, meu caro Edu ! Entendi suas colocações. Realmente nossa torcida é reclamona DEMAIS. Mas o AB (ABEL BRAGA) não terá o meu apoio NUNCA !

  4. Alan Mendonca disse:

    Vou tomar uma Skol aqui na roça pra ver se o tempo passa, me avisem quando o Felipao for anunciado, ou quando o AB mudar de ideia e voltar.

  5. rosan amaral disse:

    Aos secas pimenteiras eu lembro uma frase do JFerrari (que é novo blogueiro no Cruzeiro.org): “Prefiro ser feliz do que acertar”.

  6. Cresce especulação sobre saída de Marquinhos Paraná após ausência na relação do próximo jogo. Jogador já fez seis partidas pelo Cruzeiro no Brasileiro e, caso participasse da sétima, não poderia se transferir para outro clube do país.

    • Ernesto Araujo disse:

      Olha, não é por nada não mas se isso se confirmar, os cornetas vão parar BH…

  7. Elias disse:

    Guiotti especulando quem? Isso mesmo o sempre animado e prá cima CUCA. E fala tb em José Pekerman. E confirma que titio Joel disse não. E o Ney Franco não está disposto a descascar o abacaxi em que o Cruzeiro se meteu. Tá danado!!!

    • Ernesto Araujo disse:

      Pekerman… Humm… Bons tempos em que a Hicks punha dinheiro no Cruzeiro. Cuca SIM !! Esse eu apoio !!! Será outro treinador no nível dos cornetas !!

    • Cuné disse:

      Será que a torcida estava pensando que após chutar o AB iríamos escolher a dedo o treineiro? Desliga o rádio gente!!!!

    • Matheus Reis disse:

      Teve um que disse lá pelo orkut. Daqui a pouco saiu o tweet em algum lugar: “Mario Sérgio recusa proposta do Cruzeiro”

  8. Elias disse:

    Agora vai: http://itatiaia.com.br/site/noticias/noticia/331 Hahaha… nossa presidente de fato quer ouvir a torcida. (Desculpem a colagem, não resisti)

  9. Papatuty disse:

    Segundo o Twitter do “Semprecruzeiro”… Ney Franco recusou a proposta do Cruzeiro… os treinadores tão com medo da torcida e da rádia… Cômico!!! Se preparem pra um Wagner Mancini, Pericles Chamusca, Gilson Kleina…

  10. Eduardo Arreguy Campos disse:

    Pouca coisa pra acertar o time. Gil vem crescendo na zaga. Os laterais são razoáveis. Um volante e um atacante, e se o Fabrício, ou um outro, assumir a liderança dentro de campo, vamos pra cabeça, com condições de disputarmos pau a pau com qualquer desses times que disputam o brasileiro, com condições de ganhar o título. Treinador? Qualquer um que não atrapalhe.

    • Jorge Santana disse:

      Treinador é assunto pro Seu Mané, por isto vc não se mete no assunto, certo?

    • Sobrinho disse:

      Concordo. Tem um trabalho a ser continuado, é só o cara chegar e não querer mudar tudo. Se fizer trabalho melhor que o Abap seremos campeões, se for igual, estamos na Libertas ano que vem, um pouco pior, vamo de Sulamericana mesmo e se avacalhar geral é rezar para não cair. Torço muito pela primeira opção, mas acho o mais provável a terceira. Vamos aguardar!

      • Vinicius Cabral disse:

        Acho que neste segundo semestre, dependeremos mais de quem sai e de quem entra (jogador) do que propriamente do treinador.

  11. Nós como simples torcedores não podemos escolher técnico não, esta função cabe à diretoria do Cruzeiro. Nós temos apenas que apoiar, independente de quem seja: Pirulito ou Alex Ferguson, Mourinho ou Nedo Xavier, Felipão ou Brandãozinho.

  12. Jorge Santana disse:

    Eduardo Arreguy: “Pouca coisa pra acertar o time.” Uai, então por que vc se alinhou com os microfonistas e teleguiados pra derrubar o ex-treinador?

    • Rogério disse:

      Está faltando um pouco de coerencia neste comentario de Arreguy.

      • Eduardo Arreguy Campos disse:

        Sou contra ficar trocando de treinadores. Todos são teimosos, erram e acertam mais ou menos na mesma proporção. A troca é a última alternativa e me parece que a hora do Adílson chegou. Ele já não conseguia motivar o time. A impressão é de que os jogadores se acomodaram, alguns achando que o treinador não gostava deles, outros achando que o treinador gostava muito. Parece que o time só estava funcionando na base do esporro, então, que venha outro.

  13. Matheus Reis disse:

    Por onde anda o Lazaroni?

  14. Jorge Santana disse:

    Cambada de preguiçosos, leiam ao menos a declaração do Dracena.

  15. Se o Joel viesse seria uma boa, pois a torcida teria que fazer curso de inglês pra cornetar.

  16. Parece que o Ney recusou mesmo a proposta. Eu particularmente estava achando extranho ele ter aceitado a proposta do Cruzeiro. Otimo quem deve estar feliz com isto é o Dudu.

    • Spu a favor de efetvar o Emerson Ávila logo, depois da tentativa de contratar Joel Santana, fiquei extremamente preocupado.. Graças a Deus Joel não aceitou.. Colochos é Cruzeirense sem duvida nenhuma.

      • Jorge Santana disse:

        Colocho pode até ser, mas o treinador Coloxa Branca não parecer ser mais, pois recusou o convite.

      • JS o Ney é muito caxias e Êtico, dificil ele deixar um time na mão por $$ ou por achar que aquele time vai projetar melhor ele. Se fosse um PC Gusmão chutava o balde na hora ele não.
        Sinceramente foi melhor para ele e o Cruzeiro pois vai deixar Dudu na ponta dos cascos para 2011

    • Acho que Emerson Àvila via colocar Uchoa como títular neste próximo Domingo.. vamos aguardar..

  17. Gladiador, você não deveria estar fazendo os exames médicos hoje no Palmeiras????

  18. Vinicius Cabral disse:

    Gostei da entrada do Sebá. Entrou com personalidade o menino. O Eliandro ficou meio perdidão durante o jogo mas mostrou que pode ser melhor que o Uélito cai-cai e reclamão.

  19. Jorge Santana disse:

    Edu Dracena, beque do Santos: Só tenho que agradecer ao Cruzeiro e à sua torcida, que sempre vão estar guardados na minha cabeça e em meu coração. Estou feliz, com uma satisfação enorme, eu nunca tinha sentido isso. Fico feliz com o torcedor gritando meu nome. É um sentimento maravilhoso saber que o seu trabalho foi reconhecido. Eu agradeço de coração ao carinho que o torcedor cruzeirense tem comigo, porque foram três anos e meio com cinco títulos aqui. Tenho contrato com o Santos por mais dois anos, mas quem sabe um dia eu volte a vestir a camisa do Cruzeiro, onde eu fui muito feliz?

    • Rogério disse:

      Vai voltar a vestir a camisa do Cruzeiro sim, grande jogador que é merece voltar a jogar no maior de Minas, mas antes tem que pedir autorização pra “rádia”, teve aquele negócio do bigode do Ziza, provavelmente, seu Mané não vai aprovar a contratação, aí já viu né, primeiro erro, o Mané autoriza as vaias e os Manés vaiam.

      • Elias disse:

        é melhor ele não voltar. Vai ser vaiado, como o Ricardinho, o Geovanni e tantos outros. É o mesmo caso da estranha indicação do Sorin prá treinar o Cruzeiro. Ele não merece vaias…

  20. Rogério disse:

    O que está me preocupando são estes rumores que o Mestre Paraná vai deixar o Cruzeiro, perder o comandante e o mestre na mesma semana vai ser muito complicado.

  21. Gleyton disse:

    Extremamente exagerado a forma como trataram a responsabilidade da torcida na saída do Adilson do clube aqui no blog. Esta mesma torcida apoiou a permanência do Adilson (80%) após a derrota pro SP, segundo enquete da Itatifrangas. Nos últimos jogos os protestos eram endereçados mais á diretoria e ao pífio futebol do time do que especificamente ao treinador. A imprensa, esta sim, não deu sossego ao Adílson, nem antes, e muito menos agora.

    • Jorge Santana disse:

      Vc tem ido ao estádio, Gleyton? Tem ouvido a Itatiaia?

      • Gleyton disse:

        Pressão normal Jorge. Fossati foi esculhambado mesmo tendo classificado o Inter para a semi-final. Silas mal havia chegado ao Grêmio e parte da torcida gremista queria ele fora. Burrices e irracionalidades comuns a todas as torcidas brasileiras . Adilson conviverá com coisas do tipo enquanto for treinador.

      • Vinicius Cabral disse:

        Gleyton, eu até concordo que isto exista em outros lugares. O que não justifica os erros que são cometidos por algumas torcidas.

    • Vinicius Cabral disse:

      Grande parte desses 80% devem ter ficado em casa. Pois no estádio, boa parte da torcida insistia em vaiar.

  22. César disse:

    Se o Marquinhos Paraná sair só porque o AB saiu, e isso for uma decisão dele, vou perder todo respeito que tinha com ele.

  23. Vinicius Cabral disse:

    A ausência do Kleber deixou o Cruzeiro mais rápido, na minha visão. O Kleber sabe prender a bola quando não quer cavar faltas, mas não acho que saiba a hora certa de prendê-la e de soltá-la com rapidez, o que acaba, muitas vezes, matando nossos contra ataques. Como disse anteriormente, o Eliandro esteve meio perdido, o que atrapalhou o seu posicionamento. Mas ele tem futuro, mostrou que não tem medo de ir para cima e ainda nos dará alegrias. O Sebá entrou bem pelo lado direito e em poucos minutos se mostrou mais objetivo do que o Guerron.

  24. Gleyton disse:

    Ao Adilson, meu ídolo da adolescência naqueles memoráveis jogos de Mineirão lotado no início dos anos 90, que seja feliz e volte em breve.

  25. Othon disse:

    Lori Sandri…otimo nome pra torcida que ajudou a derrubar o Adilson…

  26. César disse:

    Tá parecendo que quem saiu foi o CRUZEIRO e ficou o ADÍLSON. Agora , seja quem for o novo técnico, caso vá mal no início, a “cornetagem” vai ser por parte do fã-clube do AB, que vai ficar falando “olha lá, com o AB fizemos isso, aquilo, mimimi, toma 5×0-5×0”. Torçam para o Cruzeiro, dane-se a por.ca.ria do técnico.

    • Rogério disse:

      Pode ficar tranquilo, os mesmos que defendiam o Adilson defenderam o próximo treinador e os mesmo que atacavam o Adilson, atacaram o próximo.

      • Vinicius Cabral disse:

        Simples assim.

      • Ernesto Araujo disse:

        Bem provável. Deveriam torcer pro Barcelona… NÃO ! Pro Real… NÃO ! Pro Inter-ITA… NÃO… Ah sei lá… Torçam pro que estiver ganhando… Amam títulos, não o clube.

      • Bruno Pontes disse:

        O Rogério disse tudo. Espere só pra ver…

    • Sobrinho disse:

      O Cruzeiro não tem novo técnico. Nova modalidade de patrulhamento? Patrulhamento preventivo? Antes de haver viúvas do Adilson já xinga quem tem potencial de virar viúva e de quebra ainda manda um dane-se a porcaria do técnico. Osso.

    • Ernesto Araujo disse:

      Não da minha parte, Celso. Darei ao próximo treinador o mesmo tratamento de apoio que dei a todos os outros. Até porque o treinador só tem uma parcela de responsabilidade na vitória e na derrota. Os jogadores também fazem parte dessa equação.

    • Vinicius Cabral disse:

      Não espere isto de mim. Não me rebaixarei ao nível dos que secam o Cruzeiro para fazerem valer suas convicções. Seu pensamento de situação/oposição é ridículo. Não digo que é absurdo porque muitos pensam como você. É por isto que entra ano, sai ano e as vaias não acabam.

    • Ernesto Araujo disse:

      O UNICO que não apoio é justamente o ídolo dos Cornetas: Abel Braga. Esse não apoio MESMO !!! Mas tudo bem… Pelo Cruzeiro jamais faria com ele nem 5% do que fizeram com AB.

    • Rogério disse:

      Este comentário do César foi o exemplo do que a maioria faz, que é julgar os outros baseado em sim.

  27. Binho disse:

    Pois pra mim deveriam efetivar o Emerson Ávila. Entre ele, Ney Frango e Levir, fecho negócio com o primeiro na hora. Sabe do potencial da base como ninguém e tenho certeza que vou ver meu sonho de ver os garotos jogando. Que ele fique até o final do campeonato.

    • Elias disse:

      Binho…o problema é a pressão. Não sei se ele aguenta o tranco em caso de uma derrota num clássico, por exemplo. Ou emplacar 4 resultados adversos. O Luxa tá vendo o barco naufragar mas tá firme lá. O Muricy aguentou a barra no Flu. Ou seja, sem resoaldo fica dificil. Mas imagino que o Emerson seja o cara dos sonhos da diretoria. B B B –> Bonzim, bunitim, baratim.

      • Vinicius Cabral disse:

        É bom lembrar que em 2004, se não me engano, o Ney Franco foi efetivado e não durou muito. Exatamente por conta da pressão.

  28. Ernesto Araujo disse:

    Calma, meu caro Edu Mano! Entendi suas colocações. Realmente nossa torcida é reclamona DEMAIS. Mas o AB (ABEL BRAGA) não terá o meu apoio NUNCA !

  29. Papatuty disse:

    Tô achando que pode pintar o Parreira por aqui após a copa. Ele reasgou elogios ao Cruzeiro, a diretoria, a estrutura, etc. E falou que após a copa volta ao Brasil… pois está com saudade da familia. Dentre tantos acho a melhor opção.

    • walfrido disse:

      Depois da copa vai descansar até dezembro e ainda não sabe o que fará em 2011.

  30. Azul Celeste disse:

    Parreira e Filipão são caros. Os que estão empregados não querem vir treinar o Cruzeiro. Logo a lista se reduz a: Cuca, Tite, Zago, Pirulito, Nedo Xavier.

    • Sobrinho disse:

      Acho que Cuca vem aí.

      • Azul Celeste disse:

        Dormi com o ABAP e acordei de cara com a CUCA

      • Alex Martins AMC disse:

        antes o Celso Roth do que o baixo astral do Cuca

      • Cuné disse:

        Concordo, traz o Roth e quando faltar dez rodadas para o final (enqto o time estiver líder) dispensa e contrata qualquer um… Não quero ser flanela, hehe…

      • Dylan disse:

        Cuca é uma boa. Fez um trabalho muito bom no Fluminense ano passado. Joal Santana que já recusou e Nei Franco também não sao maus nomes. Qualquer um destes tres é melhor que o Adilson.

      • Rogério disse:

        Uai Dylan, não estou entendendo, voce sempre falou aqui que para considerar que o treinador fez bom trabalho tem que ganhar titulos importantes?? Que titulo importante o Cuca ganhou no ano passado para voce dizer que ele fez um bom trabalho??

      • Walterson disse:

        Cuca ganhou o que mesmo?

      • Rogério disse:

        Outra pergunta Dylan, o trabalho do Cuca no ano passado foi melhor que o do Adilson??

      • Elias disse:

        Cuca mandou muito bem, vc tem total razão. Não ganhou nada e tirou o Flu da segundona. Com Fred, Conca & Cia. Sem contar o “altíssimo” astral.O cara sabe tudo…

      • Elias disse:

        É tão bom que está cheio de propostas. Inter, Palmeiras, Cruzeiro…

      • Dylan disse:

        Cuca não ganhou nada importante mas tem chance de vir ganhar aqui. Se o Adilson teve e desperdiçou por que não ele?

      • Dylan disse:

        meu principio é que todo treinador, independentemente de quem seja, deve ter tempo de desenvolver seu trabalho. Por isto apoiei a permanencia do Adilson em 2008 mesmo ele sendo diretamente responsavel pela eliminação do Cruzeiro diante do Boca.

      • Rogério disse:

        De acordo com o raciocionio “Dylaniano” o Adilson disperdiçou a Libertadores do ano passado sendo vice campeão, já o Cuca conseguiu fazer um bom trabalho já que foi Vice campeão da Sulmericana no ano passado, agora ele se superou em incoerencia.

      • Dylan disse:

        raciocina um pouco, Rogerio. O Cuca pegou o Flumiennse faltando dois meses pro fim da temporada. Conseguiu o milagre de salvar o time do rebaixamento. Deu um nó no Adilson aqui mesmo no Mineirão. Se voce levar em conta que o Adilson teve um ano e meio de trabalho, sua comparação é totalmente estapafúrdia. Eu defendo que quaqleur treiandor precisa de tempo para mostrar serviço.

      • Jorge Santana disse:

        Ex-Rodrigo está animicamente morto desde o duplo cinco a zero. Volte pra sua cripta, vampiro da bola!

      • Dylan disse:

        opa, viuva de treinador fracassado a um passo da demencia. Cuidado…

      • walfrido disse:

        Ahahahahahahaha…. engraçado demais!

      • E aí sr. Dylan, o que dizer do seu técnico corajoso que para jogar contra o Cruzeiro no Mienrião mudou o esquema de jogo ?
        Onde está o 4-3-3 do Dorival Jr… sr. Dylan ou Ricardo BsB ou quem quer que o seja ?
        Os volantes que o sr defenestra arregaçaram com os seus craques e o que eu vi foi : EliCarlos botar o Neymar no bolso, vi Henrique marcar o Ganso muito bem o tempo inteiro, vi o Fabrício esconder o tal Marquinhos, vi Gil + Thiago Heleno arrebentarem com o menino André e vi Paraná olhando o Wesley.
        Pois é sr. Dylan, o massacre não aconteceu como o sr previra. O Santos deu 2 petelecos a gol em 90′. E só não perdeu porque a trave ajudou.
        E terminou o jogo num 4-5-0 (sem atacantes).
        E o covarde é Adílson ?
        Responde aí gênio (rs, rs, rs).

      • Sobrinho disse:

        Você continuam debatendo com um cara que defende que um treinador deveria ser demitido logo após ser vice campeão da Libertadores.

      • Rogério disse:

        É verdade Sobrinho, não vale a pena mesmo, agora poderiamos fazer um bolão. Quem será o primeiro a criticar o próximo treinador, depois que ele começar a trabalhar no Cruzeiro?? Eu aposto no Dylan..

      • Sobrinho disse:

        Sobre o Cuca, já está no mercado dos clubes de ponta à uns 5 ou 6 anos, rodou por metade dos clubes grandes e só ganhou um campeonato estadual. Já virou o típico técnico substituto que fica 3 meses e é contratado para tirar time da zona do rebaixamento. Pode fazer um trabalho razoável no Cruzeiro, mas não acredito nem em Libertadores com ele.

      • Dylan disse:

        sensatos sao voces que atacam um treinador que ganhou tudo pelo Cruzeiro com muito menos tempo de trabalho do que este glorificado no blog. A impressão que eu tenho é que se alguém chegasse com a taça Libertadores no colo do Adilson e falasse toma, corri o risco de ele deixar o cair no chão, tal sua aversão em ganhar títulos.

      • Ricardo Malafaia disse:

        É… Dylan realmente abandonou seu time do coração para abraçar de com força a erística.

      • Dylan disse:

        lamento que pense assim, Malafaia o que me leva a conclusão que voce é como outros aqui nesse blog que erguem conclusões sobre pessoas que nao conhecem a partir de opiniões. É um padrão de debate raso, aliás, estabelecido pelo próprio blogueiro.

  31. Beth Makennel disse:

    É muito bom ver profissionais que atuaram no Cruzeiro falar do amor que sentem e carregam pelo clube. Seja feliz Adilson e um dia retorne a sua casa e a seu clube de paixão.

  32. Mario Lucio Vaz disse:

    Esse que derrubaram o AB, merece é o Nelsinho Baptista.

  33. Walterson disse:

    Para o lugar do AB, se A nem B aceitar, virá o AB.

  34. Esse foi o último nó tático do AB, desta vez à Diretoria do clube. Estava perdendo de goleada: 1000 a 0, mas agora reagiu (por cansaço, não por opção). Na verdade ele é tão bom caráter que demorou em reagir diante do que ela fez sempre com ele. Teve que se virar sempre sozinho com os embates da imprensa e dos torcedores que nunca quiseram saber, nem entender, que ele era um funcionário que trabalhava com a mercadoria que lhe davam.

  35. Lamentaremos sua saída, também, por dois jogadores que irão seguramente com ele: Marquinhos Paraná e Henrique.

  36. Aposto na mudança e sou otimista. Tinham-se criado verdadeiras batalhas fratricidas (torcedores), com a imprensa, e isso repercute negativamente no desenvolvimento profissional. Acho que por um tempo voltará a esperança.

    • Humm disse:

      Esse negócio de otimismo/pessimismo é relativo. Eu achava que era um cara pessimista até conhecer este blog. Graças a ele hoje me sinto uma verdadeira Poliana.

  37. Romarol disse:

    Fico cada vez mais fã do Adilson Batista. Deu traulitada até na Miriam ‘Suína’ Leitão. A diferença dela e do Jr. Brasil é que o microfone dela é nacional. A semelhança dos dois é que precisam estudar bastante para terem alguma credibilidade.

    • Ismail disse:

      Junior Brasil é um caso perdido. Não adianta nada estudar. Ouvi seus comentários na quarta-feira, de madrugada. Disse que suas ponderações são válidas, porque também estuda. Estuda mas não aprende. Não sabe nada de bola. Aliás, na Itatiaia, só o Dr. Maurílio Costa manja alguma coisa. O resto são focas, da pior qualidade. A armação do jogo de quarta-feira foi uma demonstração cabal de que alguns, que realmente sabem, são capazes de fazer omelete sem ovos. Tivessemos um centroavante trombador, sairíamos com 3 pontos.

  38. Humm disse:

    Câmbio.

  39. César disse:

    Mais importante pra mim são jogadores, não técnico. Se vir Mourinho ou Cuca, ambos não vão invocar de brinde um zagueiro, ou um meia, ou um atacante.

  40. Elias disse:

    Ney Franco e titio Joel. Duas portas na cara. O Cruzeiro vira notícia. Do jeito que a cornetada sempre desejou.

  41. César disse:

    Os dois técnicos que o Cruzeiro tentou estão trabalhando já em clubes, com um contrato. Ney Franco, já haviam falado aqui, não quebraria o contrato, e o mesmo deixou claro que o sonho dele é vir treinar o Cruzeiro, mas o contrato no Coxa ainda não acabou. Joel já tinha dado uma “portada” no Flamengo, clube com o qual ele tem muito mais identificação que o Cruzeiro, então já era esperado.

    • Elias disse:

      Uai…Se os caras estavam empregados, prá que contactá-los?
      A impressão que fica é que a diretoria está mais perdida que cachorro caido de caminhão de mudança…

      • César disse:

        É, aí é erro deles.

      • Beth Makennel disse:

        O ZZP não queria a saída do Adilson. Sabendo da dificuldade de conseguir técnico de bom nível, por agora, ele procurou de todas as formas segurar o Adilson. Não merece esta culpa. Não é dele esta responsabilidade. Ele até que procura, pelo que pode pagar, mas não acha. Já sabia disso! Os culpados, na minha modesta opinião, são os teleguiados, as vaias sem fim desde o início dos jogos, a perseguição de uma parte chata de torcedores rancorosos ou ingênuos e toda a mídia pateticana de BH e até mesmo de profissionais Cruzeirenses que trabalham na mídia e também estão sendo facilmente teleguiados, manipulados a jogar no time dos contras pelos despeitdos pateticanos, diretores e donos de 99% da mídia de BH. O ZZP vai ter muita dificuldade para resolver este grave problema. Deus nos ajude!

  42. Beth Makennel disse:

    Agora, tentam jogar a culpa no coitado do ZZP. É bravo!!! A culpa é de que tudo fez para derrubar o Adilson. ZZP tentou a todo custo segurá-lo pois já sabia a dificuldade seria conseguir bom técnico neste momento. Vamos torcerrrrrrrrrrrrrrr e aguardar os acontecimentos.

  43. Edu Mano disse:

    Estou preocupado… Essas duas recusas me preocupam pois as opções vão acabando… Me pergunto o que vai “sobrar” pra gente.

    Temos que decidir logo, pois acho que o novo treinador tem que chegar AGORA para poder trabalhar o time na parada da copa. E também decidir reforços e a manutenção de jogadores. Pois o “desmanche” está a caminho…

    Bora Zezé! Estou torcendo para você dar aquela cartada bacana e surpreender todo mundo (inclusive eu) com um bom treinador e otimos jogadores.

  44. Ricardo Malafaia disse:

    O Dimas está vacilando. Tenta trazer para o Cruzeiro técnicos consagrados e reconhecidamente fabulosos como Joel e Ney – buscando obviamente um salto de qualidade em relação a Adilson – quando deveria apostar no novo e barato. Um comissão de interinos, por exemplo. Ávila e Jorginho, ex-palmeiras, é a minha sugestão. Tudo a favor e nada contra: ambos conhecem futebol; gostam da base; cobram menos do que R$23.300,00 por dia; e, melhor de tudo, revezariam no banco. Quando os grandes analistas, profissionais ou não, começassem a entoar seus cânticos positivos e motivadores, do tipo “Ei, Ávila, vai tomatecru”, sempre haveria a chance de retrucar: “Cara, presta atenção, hoje o técnico é o Jorginho”.E vice-versa.

  45. CA9.Seixas disse:

    puxa João aí vc está exigindo demais do Dylan hehehe…gente, esqueceram o nome do Helio dos Anjos rsrsrs, agora que liberaram o AB(pra alegria de muitos) tá cheio de “esse não serve”. A verdade é: não tem ninguem melhor do que o Adilson no momento. Vamos dar força ao Ávilla E NO MAIS , “VAMOS AGUARDAR…” Valeu Adilson.

  46. lorena disse:

    Adílson , para mim um dos melhores que ja passou pelo cruzeiro !