A alma do negócio futebol

Por Jorge Angrisano Santana | Em 18 de setembro de 2010

A Fifa está certa: o chororô é a alma do negócio futebol.

Por isto, devemos suspeitar de um complô pró-Corintiãs, chamar o juiz de ratão, vociferar, espernear, imprecar, praguejar e cousa e lousa.

Heber Roberto Lopes marcou um pênalti inexistente a favor do Botafogo. Lance semelhante ao que aconteceu no Brasil x Espanha da Copa de 62, quando um jogador da Fúria se atirou sobre Nílton Santos dentro da área.

O juiz daquela ocasião mandou seguir o jogo. O de hoje mandou a bola pra cal. E errou por falta de discernimento. Burrice tipicamente brasileira.

Quando discutimos aquele lance, aqui no PHD, fui voto vencido. A maioria viu pênalti. Houve até quem exaltasse a malandragem verde-amarela.

Hoje, estão todos do outro lado. Mas eu mantenho minha opinião. O atacante se jogou sobre o beque em 1962 e também em 2010. Mas quem viu falta naquela Copa, hoje, não pode reclamar.

Já o lance do gol anulado do Farias, que nós vimos com os olhos privilegiados da TV, me parece, não tenho certeza absoluta, de que a bola não saiu.

Não posso jurar porque ela não estava rolando no relvado com uma risca por baixo. Nem precisa continuar, certo?

O tal pênalti da bola na mão também não aconteceu. Se começarem a punir este tipo de lance,  beque maneta vai começar a valer mais do que centroavante goleador.

E esta história de que o juiz errou a favor do Bota pra favorecer o Timão não cola. Afinal, o time carioca também está no calcanhar do paulista.

O juiz errou contra o Cruzeiro. Como, às vezes, também erra a nosso favor.

O jogo é um só, mas os olhares são diferentes. Os nossos são os das câmeras de TV. Os dele são os que a mãe natureza conseguiu produzir. São menos eficientes do que os nossos, cuja tecnologia é mais avançada. Capiscaram?

Sem contar que podemos ver o lance várias vezes e o juiz só uma.

Mas não vamos parar com o chororô. Segundo a Fifa, sem ele o futebol ficaria chato, não seria este jogo apaixonante que é.

*****

E o gramado da cancha do Botafogo, hem? É pior do que o da Arena do Jacaré. Perde até para os da  Fazendinha, Parque do Azulão e Corcovado.

O cocoruto do Farião, ao menos, é na meiúca. O do Engenhão é na zona do agrião. Hoje, ele marcou um gol para o Bota e, por pouco, não faz um pro Cruzeiro.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.