Mundial Sub17: Brasil 2×1 México, É tetra!

Por SÍNDICO | Em 17 de novembro de 2019

MUNDIAL Sub17: decisão no Gama, Distrito Federal.

BRASIL 2×1 MÉXICO, 17nov10dom19h. TEMPO nublado, temperatura 24º, vento 3 Km/h, umidade 69%. LOCAL: Bezerrão (20 mil), Gama, Distrito Federal. MOTIVO: final do Mundial Sub17. TRANSMISSÃO: Globo e Sportv. PÚBLICO: 13.843 pagantes, R$189.760, média R$. ARBITRAGEM: Andris Treimanis, Haralds Gudermanis, Aleksejs Spasjonnikovs (Letônia). AMARELOS: A Gomez, Cabral. GOLS: Gonzalez, 65, Kaio, 83 (p), Lázaro, 92. MÉXICO: Garcia; Lara, Guzman, A Gomez, R Martinez; J Martinez, Pizzuto; Bryan Gomez, Luna (El-Mesmari), Alvarez (Ávila); Munoz (Gomez). T: Marco Ruíz. BRASIL: Donelli; Yan Couto (Garcia), Henri, Luan Patrick, Patryck; Cabral, Diego;  Veron, Pedro Lucas (Matheus Araújo), Peglow  (Lázaro); Kaio Jorge.. T: Guilherme Dalla Dea.

8 comentários para “Mundial Sub17: Brasil 2×1 México, É tetra!”

  1. SÍNDICO disse:

    CAMPEÕES MUNDIAIS. Goleiro: Cristian (Mineiro), Marcelo ( Fluminense), Donelli (Corinthians). Laterais: Yan Couto (Coritiba), Gustavo Garcia (Palmeira), Patryck (São Paulo), Renan (Palmeiras), Beques: Henri (Palmeiras), Luan Patrick (Paranaense), Noga (Flamengo). Volantes: Daniel Cabral (Flamengo), Talles Costa (São Paulo), Sandry (Santos), Diego Rosa (Grêmio). Meias: Matheus Araújo (Corinthians), Pedro Lucas (Grêmio). Atacantes: Gabriel Verón (Palmeiras), João Peglow (Internacional), Kaio Jorge (Santos), Lázaro (Flamengo), Talles Magno (Vasco).

  2. SÍNDICO disse:

    CAMPEÕES: [[[5]]] Nigéria — [[[4]]] Brasil — [[[2]]] México, Gana — [[[1]]] Suíça, Inglaterra, França, Arábia, União Soviética.

  3. SÍNDICO disse:

    FOI de virada pela terceira vez neste Mundial.

  4. SÍNDICO disse:

    BRASIL axerwiu o travessão duas vezes, mas só conseguiu marcar o fol da vitória em seu último ataque.

  5. SÍNDICO disse:

    LÁZARO, autor dos gols das viradas na semifinal e na final, só disputou o Mundial porque Juan, do Saumpaulo se lesionou às vésperas do torneio.

  6. SÍNDICO disse:

    CAMPANHA do México: Paraguai 0x0 México, México 1×2 Itália, México 8×0 Ilhas Salomão, Japão 0x2 México, México 1×0 Coreia do Sul, México 4-1×1-3 Holanda, Brasil 2×1 México.

  7. SÍNDICO disse:

    CAMPANHA do Brasil: Brasil 4×1 Canada, Brasil 3×0 Nova Zelândia, Brasil 2×0 Angola, Brasil 3×2 Chile, Brasil 2×0 Itália, Brasil 3×2 França, Brasil 2x1México.

  8. SÍNDICO disse:

    O JOGO. O Brasil começou partindo pra cima do México, vom grande movimentação dos atacantes Peglow, Verón, Pedro Lucas e Kaio Jorge. Foram várias chances perdidas. Verón perdeu três, Peglow acertou um chute no travessão. Mesmo dominado, o México não se apavorou e, aos poucos, esfriou o jogo. Com o tempo, chegaram a ter mais mais posse de bola, sem contudo in acomodar muito a defesa brasileira. A etapa inicial terminou em branco, tendo como destaque o atacante Luna. SEGUNDA ETAPA. Começou equilibrada, sem granes chances de gol. Mas o México começou a surpreender o Brasil, que ia com tudo para o ataque e deixava o pouca gente na defesa. Até que, aos 65, Pizzuto cruzou e Gonzáles abriu o placar. O Brasil acelerou o jogo em bisca do empate. O time foi com tudo ao ataque e mandou outra bola no travessão, num chute de Cabral, que Verón ainda pegou o rebote e cabeceou pra fora. Aos 82, o arbitro de vídeo pediu revisão do lance e o juiz de campo viu um carrinho da defesa mexicana em Verón. Pênalti, que Kaio Jorge cobrou no canto direito pra empatar o jogo. O Brasil insistiu e, aos 92, Yan Couto cruzou e Lázaro, dentro da área, acertou um chute de prima pra desempatar o partida e dar o tetracampeonato ao Brasil.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.