Quem foi o melhor no Zama Maciel?

Por Jorge Angrisano Santana | Em 30 de março de 2015

Em CAIXA ALTA, o nome do melhor do jogo URT 0×2 Cruzeiro.

URT 0×2 Cruzeiro: Deu trabalho manter a liderança

Por Jorge Angrisano Santana | Em 29 de março de 2015

CRUZEIRO contra URT, no Zama Maciel, Patos de Minas, às 16h de 29mar15, pela 10ª rodada do Mineiro 2015.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o líder com 21 pontos, URT, 9ª, com 7 pontos.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro (G), Ceará (L), Pará (L), Grolli (B), Bruno Edgar (V), Eurico (V), Gabriel Xavier (M), Henrique Dourado (A), Joel (A), Riascos (A)

AUSENTES no Cruzeiro: Mena, na seleção chilena, Arrascaeta, na uruguaia, Alisson, na brasileira sub23, Dedé, lesionado, Willians e Willian, em preparação física, Mayke, Paulo André e Henrique, poupados.

PENDURADOS no Cruzeiro: Ninguém.

MARCELO OLIVEIRA: “Não devemos nos precipitar em relação ao Marcos Vinícius, um dos poucos que o Cruzeiro tem na posição. É necessário dar confiança pro jovem render bem. Estamos fazendo isto e ele pode ser muito útil para o clube”.

BANCO da URT: Cassio (G), Ênio (B), Iran (B), Dudu (V), Robson Duarte (V), Danilo Fabian (M), Bruno Donizete (M), Túlio (A), Wellington (A).

AUSENTES na URT: Leandro Love (A), Matheus (G), lesionados.

PENDURADOS na URT: Ninguém.

IGOR JÚNIO BENEVENUTO, 34 anos (05dez80), assessor parlamentar, juiz da FMF e da CBF, já apitou 6 jogos do Módulo I e 1 do Módulo II, em 2015.

ADVERSÁRIO. A União Recreativa dos Trabalhadores, azul e branca de Patos de Minas, foi fundada em 09jul39 por um grupo de amigos liderados por João Fernandes, que seria eleito seu primeiro presidente. Suas maiores conquistas foram os títulos da Taça Minas Gerais (99, 00), da Segunda Divisão do Mineiro (13), do Campeonato do Alto Paranaiba (55, 56), do Campeonato Amador da LPD (80, 82), da Taça Patos (73, 76). O clube se orgulha também do 3º lugar no Mineiro de 2005 e das participações na Copa do Brasil (01, 02, 06).

O JOGO

1551 URT em campo, com camisas brancas, calções e meias azuis.

15h53 Cruzeiro em campo, com camisas azuis, calções e meias brancas.

15h58. COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita das tribunas, dá a saída.

01. Damião e Judivan tabelam na área da URT, defesa impede o arremate da jogada.

02 Judivan vai à linha de fundo, pela esquerda e cruza rasteiro. Defesa cede escanteio. Judivan cobra fechado, Fernando defende sem problemas.

03 Fernando, goleiro da URT foi contratado há 15 dias. Ele jogou 5 anos no Irã.

04 PÚBLICO lota o Zama Maciel. Torcida celeste atrás do gol à direita das tribunas.

05 QUASE. Damião rola pra Marquinhos, que dentro da área, chuta cruzado, rasteiro. Bola tira tinta no poste direito. 1ª chance perdida.

06 JARDIM. Gramado do Zama Maciel é bom, mas a grama é das antigas, tipo Mineirão d’antanho.

07 Falta cobrada por Robinho, bola não acerta o alvo.

08 Gilson faz ultrapassagem, recebe passe de Judivan e cruza da esquerda. Fernando defende.

09 Marcelo Oliveira quer mais rapidez, Eugenio Souza pede a o goleiro Fernando pra não ter pressa na reposição.

10 AMARELO. Formigoni, por falta em Marcos Vinícius na meiuca.

11 Marcos Vinícius tenta passar a Marquinhos com o peito, mas a jogada não se completa.

12 Damião lança Charles, mas a defesa da URT intercepta a bola.

13 Farias desarma Robinho e sai jogando. Galera local pede falta, que não houve.

14 POEIRA AZUL, organizada da URT, chama o juiz de ladrão.

15 Jogo equilibrado, com apenas uma chance de gol, desperdiçada por Marquinhos.

16 Bola alta, Gilson corta na defesa.

17 Willian Farias tenta arrematar de fora da área, mas é travado por Formigoni.

18 Formigoni deixa o campo com o braço dolorido e é atendido pelo médico.

19 Charles passa a Damião, que tenta girar na meia-lua, mas não consegue.

20 Formigoni volta a campo, com braço enfaixado.

21 DIVIDIDAS. Edu Pina cai sentindo dores na mão esquerda. Charles recebe pescoção de Ramon, tudo num lance só.

22 CEGO. Leandro Damião entra na área e chuta de canhota, Fernando espalma pra escanteio. Juiz dá tiro de meta.

23 AMARELO Ramon passa o rodo em Charles.

24 HIDRATAÇÃO. Jogo parado, atletas e árbitros matam a sede, à beira do gramado.

25 AMARRADO. Até agora, os dois times estão apostando nos contrataques. Assim, nada de jogo.

26 RECOMEÇA o jogo, com lateral a favor da URT.

27 URT no ataque. Ramon entra na área celeste, mas é desarmado por Marcos Vinícius.

28 Marcos Vinícius tanta lançar Judivan, mas põe muita força na bola e nada acontece.

29 PONTO SEM FUTURO. Júnior Paraiba faz lançamento no vazio.

30 Charles vai à frente. Ele é quem mais apoia o ataque.

31 Marcos Vinícius tenta finalizar da entrada da área, mas é travado e fica só na vontade.

32 Ramon cruza da direita, bola desvia em Gilson e sobra pra Marzagão, que chuta torto.

33 ENXERIDO. Júnior Paraiba, mesmo sem ser acionado, entra em impedimento e estraga ataque patense.

34 Marcos Vinicius faz jogada na área patense, mas a bola acaba com Fernando.

35 Gilson tenta encontrar Judivan, Ramon cede lateral.

36. Damião chuta, Fernando defende.

37 Marcel cobra falta de longe, bola sai à direita de Fábio.

38 Cruzeiro sai jogando calmamente, trocando passes, até Charles acionar Judivan, que se enrosca com a marcação e fica com um lateral.

39 Marcos Vinícius carrega a bola, fica sem ela e pede falta, que não houve.

40 VAI PRA ÁREA, PÔ! Damião fazendo jogada de pontesquerda, consegue apenas um lateral.

40’30″ Frangas fazem 1×0 no Villa e assumem a liderança.

41 Charles desarma Junior Paraiba, que tentava entrar na área celeste.

42 Tabela entre Marquinhos e Damião termina com Marcos Vinícius, que arremata em cima da bequeira.

43 Marquinhos cobra falta na pontesquerda, bequeira corta, na pequena área patense.

44 Charles aplica lençol em Ramon, mas é cercado por três adversários e fica sem a bola.

45 Leo Simões comete falta em Junior Paraiba. Rafinha cobra curtos fica tudo por isso mesmo.

45+1 Cruzeiro troca passe na intermediária patense, Carciano toma a bola e sai jogando.

45+2 FIM de 10 tempo. O empate sem gols espelha o que foi o jogo.

INTERVALO

17h03 COMEÇA o 2º tempo. URT dá a saída.

46 Judivan cobra corner na direita, Formigoni tora de cabeça.

47 Judivan cruza da esquerda. Marquinhos, bem marcado, não consegue concluir a jogada.

48 Marquinhos cruza da direita, muito fechado, Fernando defende.

48’30 Judivan recebe de Marquinhos, se enrola com a bola e o marcador na risca da grande área. Judivan aparece pra finalizar. Fernando encaixa.

49 Marquinhos cobra falta, bola sobe muito, Fernando defende.

49’30 Frangas fazem 2×0 no Villa.

50 GOL Marcos Vinícius conduz a bola pela meiadestra, passa a Damião, que faz um cortaluz na meialu e deixa a bola pra Marquinhos que chuta de prima. Bola entra à esquerda de Fernando. CRUZEIRO 1×0.

51 Cruzeiro volta à liderança. Frangas, caldense e América são as escoltas, pela ordem.

52 TROCA. Ramon x Wellington.

53 OFFSIDE. Judivan lança Marquinhos, que está na banheira.

54 CERA. Cruzeiro enseba pra cobrar lateral na pontesquerda. Quando o faz, Gilson cruza mal, pra fora.

55 PONTO SEM FUTURO. Robinho lança ninguém na área celeste. Tiro de meta pro Cruzeiro.

56 BUMBA, MEU BOI! Martinez tira bola da área do Poeira com um bico pro alto.

57 QUASE. Damião vacila, demora um pouco e perde chance de finalizar, dentro da pequena área. 2ª chance perdida.

58 Leandro Damião, na risca da pequena área, finaliza de bicicleta. Bola passa por cima do travessão.

59 Manoel recua de cabeça pra Fábio.

60 DEMOCRATA 1×0 MAMORÉ. João Paulo marcou e embolou a zona de rebaixamento, que recebe a URT, neste momento.

60’30 RAÇA. Leandro Damião está em todas da meiuca pra frente.

61 TROCA. Marcel x Bruno Donizete.

62 Charles cruza de dentro da área, Marcos Vinícius não consegue o arremata. Se conseguisse, não teria perdão pra URT.

63 AMARELO Gílson, por acertar Wellington, com o braço numa dividida.

64 TROCA. Marcos Vinícius x Joel.

65 Marquinhos tenta passar a Ceará, com toque prima. Bola sai pela lateral.

66 TROCA. Charles x Eurico.

67 Marquinhos luta contra dois na pontadireita e comete falta em Marzagão.

68 Judivan faz boa jogada pela esquerda, mas é desarmado por Carciano.

69 Leo lança Marquinhos na pontadireita, Carciano chega na cobertura e cabeceia bola pra lateral.

70 Leandro Damião mata no peito dentro da área, mas não consegue o giro pra arrematar.

71 TOMBENSE 1×1 AMÉRICA, no Almeidão. Carcará toma o 4º lugar do Coelho.

71.30″ Joel lança Marquinhos, que cruza da direita, Martinez corta, impedindo que a bola chegue a Damião.

72 URT tenta atacar, mas é lenta demais. Leo fica com a bola.

72’30″ Frangas fazem 3×0 no Villa. Caldense continua empatando com o Tupi, por 0×0.

73 Cruzeiro sai jogando lentamente. URT pregou e já não corre mais atrás. da bola.

74 TROCA. Judivan (cansado) x Gabriel Xavier.

75 TROCA. Robinho x Robson Duarte.

76 Fábio complica bola recuada por Leo e quase faz lambança, tentando levantar a bola pra chutá-la.

77 DEFESAÇA. Junior Paraiba dá um corte em Marquinhos, dentro da área, e enche o pé. Fábio defende com a mão direita.

78 QUASE Gabriel Xavier passa a Leandro Damião, que divide com Fernando, bola sobra pra Joel, que tenta marcar com um lençol e perde boa oportunidade. 3ª chance perdida.

79 Marquinhos levanta bola, Carciano corta de cabeça, na área.

80 Gabriel Xavier perde bola bisonhamente na pontadestra. Ataque desfeito.

81 Gabriel Xavier lança Damião que dribla o marcador, mas Carciano tira com um bico.

82. Leo Simões, seguro como sempre, desarma Bruno Formigoni, perto da área celeste.

83 Robson lança Wellington, que está na banheira.

84 DEFESAÇA Robson Duarte põe Junior Paraiba em condição de marcar. O chute é violento e Fábio tem de se virar pra impedir o gol patense.

85 PORRA, FÁBIO! Manoel recua, Fábio demora a rebater, Wellington aparece pra disputar a bola e quase complica vida do goleiro celeste.

86. PERIGO. Joel impede, de carrinho, dentro da área celeste, cruzamento com enorme potencial de gol.

87 PERIGO. Lateral sobre a área celeste, Eurico corta com um bico.

88 Gabriel Xavier comete falta na intermediária. Rafinha cobra, Ceará corta.

89. PRESSÃO. Cruzeiro passa um susto atrás do outro.

90 Gilson arranca e sofre falta na intermediária patense.

91 Falta cobrada, Marquinhos vacila, URT toma bola, mas nada faz com ela.

92 Joel prende bola na pontesquerda.

92’30″ Leo Simões tira bola da área celeste. Outra atuação perfeita do beque cruzeirense.

93 GOL Gabriel Xavier lança Marquinhos, que cruza. Joel, dentro da área, pela esquerda, ajeita e enche o pé, com a canhota. Fernando ainda toca na bola, mas não evita o gol. CRUZEIRO 2×0.

94 FIM de jogo. URT se armou bem na defesa, mas não podia mesmo neutralizar todas as investidas celestes. No ataque, o time de Patos de Minas só criou duas chances, já no final da partida. Pouco pra quem luta contra o rebaixamento. O Cruzeiro fez o suficiente pra vencer e se manter líder.

MARQUINHOS foi o destaque do jogo. O motorzinho do time do Cruzeiro, mais uma vez, foi fundamental pra vitória. O atacante marcou o primeiro gol e criou toda a jogada do segundo. Interessante é que ele se recupera de um gripe e ainda não está com 100% de suas condições físicas. (GloboEsporte)

JÚNIOR PARAÍBA: “Foi uma boa partida da nossa equipe, mas é difícil jogar contra o Cruzeiro, time bicampeão brasileiro e de muita qualidade”.

MARQUINHOS: “Ainda estou meio gripado, mas vale a pena jogar no sacrifício. Alguns companheiros estão na seleção e outros cansados. Estou sempre à disposição do professor”.

URT 0×2 CRUZEIRO, domingo, 29mar15, 6h. TEMPO bom, temperatura 29º, vento 17 Km/h, umidade 55%. LOCAL: Zama Maciel (4,8 mil), Patos de Minas. MOTIVO: 10ª Mineiro 2015. TRANSMISSÃO: Premiere FC. PÚBLICO: 3.795 pagantes, R$102.305, média R$27. ARBITRAGEM: Igor Júnio Benevenuto, Celso Luiz da Silva, Leandro Salvador da Silva, Hudson Fernandes da Silva (4ºA), mineiros. AMARELOS: Gilson (C), Formigoni, Marzagão (U). GOLS: Marquinhos, 50, Joel, 93. CRUZEIRO: Fábio, Ceará, Manoel, Leo Simões e Gilson; Willian Farias e Charles (Eurico); Marquinhos, Marcos Vinicius (Gabriel Xavier) e Judivan (Joel); Leandro Damião. T: Marcelo Oliveira. URT: Fernando; Rafinha, Martinez, Carciano e Marcel (Bruno Donizete); Marzagão e Bruno Formigoni; Júnior Paraíba e Robinho (Robson Duarte); Ramon (Wellington) e Edu Pina. T: Eugênio Souza. HISTÓRICO: Foi o 19º Cruzeiro x URT, com 18 vitórias do Cruzeiro e 1 empate. Os dois times jamais decidiram um torneio entre si.

9ª Est/PHD: PatosDeMinas, capital do fut brasilis neste fds

Por Jorge Angrisano Santana | Em 29 de março de 2015

Eis a 9ª rodada do Torneio PHD, com jogos dos estaduais 2015:

URT 0×2 CRUZEIRO, domingo, 29mar15, 6h. TEMPO bom, temperatura 29º, vento 17 Km/h, umidade 55%. LOCAL: Zama Maciel (4,8 mil), Patos de Minas. MOTIVO: 10ª Mineiro 2015. TRANSMISSÃO: Premiere FC. PÚBLICO: 3.795 pagantes, R$102.305, média R$27. ARBITRAGEM: Igor Júnio Benevenuto, Celso Luiz da Silva, Leandro Salvador da Silva, Hudson Fernandes da Silva (4ºA), mineiros. AMARELOS: Gilson (C), Formigoni, Marzagão (U). GOLS: Marquinhos, 50, Joel, 93. CRUZEIRO: Fábio, Ceará, Manoel, Leo Simões e Gilson; Willian Farias e Charles (Eurico); Marquinhos, Marcos Vinicius (Gabriel Xavier) e Judivan (Joel); Leandro Damião. T: Marcelo Oliveira. URT: Fernando; Rafinha, Martinez, Carciano e Marcel (Bruno Donizete); Marzagão e Bruno Formigoni; Júnior Paraíba e Robinho (Robson Duarte); Ramon (Wellington) e Edu Pina. T: Eugênio Souza.

ATLÉTICO-MG 3×0 VILLA NOVA, 29mar15dom16h. 10ª Mineiro 2015, Independência (23 mil), 13.081 pagantes, R$314.930, média R$24, gols de Carlos, 41, Pratto, 48, Carlos. 69. Árbitros: Ronei Cândido Alves, Marcus Vinícius Gomes e Leonardo Henrique Pereira, mineiros: Amarelos: Dionathan, João Paulo (V); Marcos Rocha, Rafael Carioca (A). ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Edcarlos (Leonardo Silva), Jemerson e Patric; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Cárdenas (Dodô) e Luan; Carlos e Lucas Pratto (Maicosuel). T: Levir Culpi. VILLA NOVA: Dionathan; Edvan, Lidio, Cleyton e Toledo (Paulinho); João Paulo, Michel Eloi, Kaká (Michel Douglas), e Leandro (Danilo Costa); Diego Clementino e Geovani. T: Wellington Fajardo.

PALMEIRAS 3×0 SÃO PAULO, 25mar15qua22h, 12ª Paulista 2015, Allianz Arena (43 mil), São Paulo, 25.804 pagantes, R$2.187.256, media R$85, gols de Robinho, 2, Rafael Marques, 23 e 52. Árbitros: Vinícius Furlan, Alex Ang Ribeiro e João Edilson Andrade, paulistas. Amarelos: Zé Roberto, Victor Hugo (P), Ganso (S). Vermelhos: Michel Bastos, Rafael Toloi (S). PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Victor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca e Robinho (Alan Patrick); Dudu (Leandro Pereira), Rafael Marques e Cristaldo (Gabriel Jesus). T: Oswaldo de Oliveira. SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Carlinhos; Denílson, Hudson, Michel Bastos e Ganso (Centurión); Alexandre Pato (Edson Silva) e Alan Kardec (Boschilia). T: Muricy Ramalho.

Brasil 1×0 Chile: Dunga 100%

Por Jorge Angrisano Santana | Em 29 de março de 2015

BRASIL contra Chile, partida amistosa, no Emirates Stadium, do Arsenal, em Londres, às 11h deste domingo.

BRASIL 1×0 CHILE, 29mar15qui11h. TEMPO bom, temperatura 14º, vento  20 Km/h, umidade 65º. LOCAL: Emirates Stadium (60 mil), Londres, Inglaterra. MOTIVO: Amistoso. PÚBLICO: 60.000. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: 60.000. ARBITRAGEM: Martin Atkinson, Gary Beswick e John Brooks, ingleses.. AMARELOS: Thiago Silva, Neymar, Miranda, Elias, Fernandinho (B); Albornoz, Mark González (C). GOL: Firmino, 72. BRASIL: Jefferson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo (Filipe Luís); Fernandinho, Souza (Elias), Douglas Costa (Willian) e Philippe Coutinho (Robinho); Neymar e Luiz Adriano (Roberto Firmino). T: Dunga. CHILE: Bravo; Isla, Albornoz e Jara; Medel, Aránguiz, Vidal (Vargas), Millar (Fernández) e Mena (Mark González); Hernández e Alexis Sánchez. T: Jorge Sampaoli.

Defenda a Serra do Curral!

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de março de 2015

SERRA DO CURRAL em perigo..

  • Em 1976, a empresa municipal Companhia Urbanizadora Serra do Curral vendeu uma gleba no bairro Mangabeiras ao oftalmologista Hilton Rocha, pra construção de seu centro de pesquisa e assistência oftalmológica, com a condição de que jamais o empreendimento mudasse de características ou destinação, sob pena de devolução do terreno à Prefeitura de Belo Horizonte. O médico construiu um prédio estupidamente feio bem aos pés da serra e, pior, a coisa não foi pra frente. Em 2009, o grupo Oncomed arrematou o imóvel, que agora pretende ampliar dos atuais 29.000 m2 pra 39.000 m2. Os moradores do bairro e o Ministério Público estão em pé de guerra contra o rompimento da cláusula do contrato original. E estão certos. Melhor seria demolir o monstrengo que está ali e construir o hospital noutras bandas. A Serra do Curral já foi roída pela mineração do lado de Nova Lima e agora corre o risco de ser descaracterizada do lado de Belo Horizonte. Logo ela que, em votação popular, foi eleita o maior símbolo da cidade.

Se vc gosta de BH e de sua serra, divulgue nas redes sociais.

Em 09abr15, o TJ vai julgar a causa. Se BH perder, ficará mais feia e desagradável.

Dnipro não pagou, Egídio se mandou

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de março de 2015

Marcos Motta, agente de atletas profissionais, hoje, no Twitter:

  • “Nosso cliente, o lateral esquerdo EGÍDIO, acaba de rescindir seu contrato de trabalho com Dnipro por falta de pagamento de salários”.

EGÍDIO disputou 106 jogos pelo Cruzeiro, marcou 4 gols (2 de falta) e deu 17 assistências. Em 2014, eleito pela CBF o melhor lateral-esquerdo do Brasileiro.

A decisão é sua, preclaro leitor: tem lugar pra ele no Cruzeiro 2015?

8ª Estaduais: Já tem grande ficando pelo caminho

Por Jorge Angrisano Santana | Em 28 de março de 2015

8ª rodada, Torneio PHD, com jogos estaduais disputados em 21/22/24mar15.

AMÉRICA 0×2 CRUZEIRO, 22mar15dom18h30, 9ª rodada do Mineiro 2015, Independência (23 mi), Belo Horizonte, 8.551 pagantes, R$224.110, média R$26, gols de Alisson, 19, Leandro Damião, 83. Árbitros: Wanderson Alves de Souza, Marcus Vinícius Gomes e Ricardo Júnio Souza, mineiros. Amarelos: Bryan, Lorenzi (A), Henrique (C). Vermelho: Fernando Leal (A, goleiro reserva). AMÉRICA: João Ricardo; Robertinho, Wesley Matos, Anderson Conceição (Alisson) e Bryan; Thiago Santos, Diego Lorenzi, Renato Silva, Felipe Amorim e Bruno Sávio (Pedrinho); Rubens (Rodrigo Silva). T: Givanildo Oliveira. CRUZEIRO: Fábio, Mayke, Leo Simões, Paulo André e Mena; Henrique e Willian Farias; Marquinhos (Judivan), Arrascaeta e Alisson (Gílson); Leandro Damião (Henrique Dourado). T: Marcelo Oliveira.

TOMBENSE 0×3 ATLÉTICO-MG, 22mar15dom16h, 9ª Mineiro 2015, Ipatingão (10 mil), Ipatinga, 8.403 pagantes, R$271.740, média R$32, gols de Luan, 14, Pratto, 24, Luan, 93. Árbitos: Cleisson Veloso Pereira, Guilherme Dias Camilo e Ricardo Vieira Rodrigues, mineiros. TOMBENSE: Darley; Gedeilson, Heitor, Alexandre e Mazinho; Coutinho, Joilson, Dejair (Lucas Silva) e Luiz Fernando (Rafael Pernão); Matheus e Daniel Amorim (Erick). T: Junior Lopes. ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Edcarlos, Jemerson e Conceição; Josué e Danilo Pires; Luan, Cárdenas (Dodô) e Carlos (Maicosuel); Lucas Pratto (Cesinha). T: Levir Culpi.

URT 0×1 CALDENSE, 22mar15dom16h, 9ª Mineiro 2015. Zama Maciel (5 mil), Patos de Minas, 1.924 pagantes, R$20.868, média R$11, gol de Plínio, 1. Árbitros: Ricardo Marques Ribeiro, Márcio Eustáquio Santiago e Wesley Moreira Carvalho, mineiros. Amarelos: Carciano (U), Nadson (C). URT: Fernando, Rafinha, Marcus Vinicius, Carciano e Marcel; Marzagão, Bruno Formigoni, Robinho (Danilo Fabian, 80), Ramon (Polako, 72), Júnior Paraíba, Wellington (Robson, 56). T: Eugênio Souza. Caldense: Rodrigo, Feijão (Marcelinho, 69), Paulão, Plínio e Mardley; Leo Baiano, Tiago Azulão (Nadson, 64), Yuri, Ewerton Maradona; Luiz Eduardo (Cristiano, 77) e Zambi. T: Leo Condé.

CONFIANÇA 2×2 SERGIPE, 21mar15sab16h, Sergipano 2015, Lourival Batista (15 mil), Aracaju, 7.188 pagantes, R$143.578, média R$20, gols de Wallace, 40, Everton, 57, Raphinha, 70, Diego Neves, 71. Árbitros: Claudionor Santos Junior, José Crispim, Daniel Vidal, sergipanos. Amarelos: Everson, Heverton, Altemar, Richardson, Leandro Kível (C), Rafael, Diego Neves (S). Vermelhos: Glauber (S), Richardson (C). CONFIANÇA: Everson, Amaral, Valdo, Heverton e Flávio (Wallace), Altemar, Everton, Richardson e Leandro Kível (Robério), Lucas Silva e Wallace. T: Betinho. SERGIPE: Neto (Jonatas), Glauber, Eduardo Teles e Lelo; Rodrigo (Raphinha), Danilo, Vagner Rosa, Rafael e Diego Neves; Muribeca (Leozinho), Jonathan. T: Elenilson Santos.

FLAMENGO 2×1 VASCO, 22mar15dom18h30, Maracanã (78 mil), Rio de Janeiro, 51.085 pagantes, R$, média R$, gols de Alecsandro, 17, Gilberto, 28, Alecsandro (pênalti), 52. Árbitros: João Batista de Arruda, Wagner de Almeida Santos e Jackson Massarra dos Santos, cariocas). Amarelos: Canteros, Marcelo Cirino, Cáceres, Alecsandro, Everton, Wallace, Paulinho (F); Serginho, Gilberto, Guiñazu, Christiano, Rodrigo (V). Vermelhos: Paulinho e Anderson Pico (F); Bernardo e Guiñazu (V). FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas (Cáceres), Márcio Araújo, Héctor Canteros e Gabriel (Gabriel); Marcelo Cirino e Alecsandro (Paulinho). T: Vanderlei Luxemburgo. VASCO: Martín Silva, Madson, Anderson Salles, Rodrigo e Christiano; Guiñazu, Serginho (Thalles), Julio dos Santos e Jhon Cley (Yago); Dagoberto (Bernardo) e Gilberto. T: Doriva.

SÃO BERNARDO 0×1 PALMEIRAS, 22mar15dom19h30, Paulista 2015, Primeiro de Maio (13 mil), São Bernardo do Campos, 11.650 pagantes, R$308.945, média R$27, gol de Victor Hugo (bicicleta), 54. Árbitros: Douglas Marques das Flores, Emerson Augusto de Carvalho e Vitor Carmona Metestaine, paulistas. Amarelos: Cañete e Luciano Castán (S); Cristaldo e Rafael Marques (P). SÃO BERNARDO: Daniel; Rafael Cruz, Diego Jussani, Luciano Castán e Vicente (Jean Carlos); Moradei, Dudu Lima (Vanger), Marino, Magal e Cañete (Lúcio Flávio); Maikon. T: Roberto Fonseca. PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca, Rafael Marques, Robinho (Renato) e Dudu (Leandro Pereira); Cristaldo (Gabriel Jesus). T: Oswaldo de Oliveira.

CORINTHIANS 2×0 PORTUGUESA, 24mar15ter21h30, Paulista 2015, Itaquera (48 mil), São Paulo, 20.050 pagantes, 25.269 presentes, R$1.008.916, média R$50, gols de Malcom, 27 e 63. ÁRBITROS: Luiz Flávio Oliveira, Emerson Augusto Carvalho e Carlos Augusto Nogueira Júnior, paulistas. Amarelos: Bruno Henrique (C); Leo Costa e Matheus Ortigoza (P). CORINTHIANS: Walter; Edílson, Felipe, Yago e Petros; Cristian (Ralf), Bruno Henrique (Fagner), Malcom, Danilo e Luciano (Romero); Vagner Love. T: Tite. PORTUGUESA: Rafael Santos; Filipi Souza, Guilherme, Valdomiro e Bruno Bertucci (Paulo Henrique); Ferdinando, Betinho, Bruno Piñatares (Diego) e Leo Costa; Edno (Cleiton) e Matheus Ortigoza. T: Aílton Silva.

FIGUEIRENSE 0×0 CRICIUMA, 22mar15dom16h, Catarinense 2015, Orlando Scarpelli (19 mil), Florianópolis, 5.967 Pagantes, R$73.360, Média R$12. Árbitros: Rodrigo D’Alonso Ferreira, Thiago Americano Labes e Eder Alexandre, catarinenses. Amarelos: Dener, Marquinhos Pedroso, Mazola; Rômulo, Rafael Pereira, Ezequiel, Joílson e Bruno Lopes (C). FIGUEIRENSE: Alex Muralha; Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Marquinhos Pedroso; França (Matheusinho), Dener e Rafael Bastos; Mazola, Clayton (Yago) e Marcão (Dudu). T: Argel Fucks. CRICIÚMA: Luiz; Ezequiel, Rafael Pereira, Joílson, Rômulo; Ruan, Natan (Kalil), Barreto, Cleber Santana; Roger Guedes, Bruno Lopes (Vitor Michels) e Lucca. T: Luizinho Vieira.

VITÓRIA 0×2 COLO-COLO, 21mar15sab18h30, Jogo de volta das quartas do Baiano 2015, Barradão (35 mil), Salvador, 4.348 pagantes, R$22.614, média R$5, gols de Jussimar, 12, Jackson, 32. Árbitros: Marielson Silva, Dijalma Ferreira Júnior e Paulo de Tarso Gussen, baianos. Amarelos: Waldson, Leo Natal, Marconi, Joadson, Jackson e Michel (C); Nino Paraíba e Rhayner (V). VITÓRIA: Fernando Miguel, Nino Paraíba, Ednei, Ramón e Euller; Amaral (Dakson), Flávio, Jorge Wagner e Vander (Rogério); Rhayner (Elton) e Neto Baiano. T: Claudinei Oliveira. COLO-COLO: Waldson, Edvan, Michel, Joadson e Danilo; Leandro, Marconi, Flávio e Jussimar (Xandy); Andrey (Leo Natal) e Jackson (Motta). T: Duzinho.

SANTA CRUZ 3×0 SERRA TALHADA, 21mar15sab19h30, Pernambucano 2015, Arruda (60 mil), Recife, 14.301 pagantes, R$124.665, média R$9, gols de Raniel, 12, Betinho, 18 e 91. Árbitros: Luiz Sobral, Fernanda Colombo e Karla Renata Cavalcanti, pernambucanos. Amarelos: Thiaguinho, Tiago Costa (SC), Luciano Totó, Júnior Juazeiro, Diogo, Alisson e Anderson (ST). SANTA CRUZ: Fred; Nininho, Alemão, Danny Morais e Tiago Costa; Edson Sitta, Bruninho, João Paulo (Guilherme Biteco) e Thiaguinho (Raniel); Betinho e Anderson Aquino (Emerson Santos). T: Ricardinho. SERRA TALHADA: Gleibson; Marcos Vinicíus (João Carlos), Anderson, Alisson e Rafinha; Luciano Totó (Lucas), Ramon, Diogo e Paulinho Mossoró; Bebeto e Júnior Juazeiro. T: Cícero Monteiro.

6 torneios, 8 times da Série A, 3 da B, 3 da C, 6 sem série.

LUGARES: 306.000. PUPAGANTE: 133.467. MÉDIA: 13.347. OCUPAÇÃO: 44%

Só eu e vc sabemos qual é o time certo

Por Jorge Angrisano Santana | Em 27 de março de 2015

No que se refere -isto é Dillma- à escalação do time celeste, estou convencido de que -isto é Lulla- Marcelo Oliveira não presta.

Ele nunca escala os eleitos pelos comentaristas do PHD, os cornetas das arquibancadas, nem os microfonistas mineiros.

Em sendo assim, vou escalar o time pra domingo, contra a URT, em Patos de Minas:

  • Fábio, Mayke, Leo Simões, Bruno Rodrigo e Pará; Eurico e Henrique; Marquinhos, Marcos Vinícius e Gílson; Leandro Damíão.

Judivan, Riascos e Joel ficam de stand bay.

Vc concorda comigo, experiente leitor? Não concorda? Então, escale seu time. Certamente, ele será melhor do que o escolhido pelo Pacote.

Marcos Vinícius não se avexou na podre

Por Jorge Angrisano Santana | Em 27 de março de 2015

GloboEsporte conta Marcos Vinícius:

Marcos Vinícius é de Marabá, no Pará. Com 5 anos de idade mudou-se com a família pra Ipirá, interior da Bahia, onde começou a jogar bola. O jovem meia fez tanto sucesso que foi parar no Corinthians, com apenas 13 anos. Aprovado nos testes, mas com poucas oportunidades no sub15, Marcos Vinícius deixou São Paulo e voltou pra cidade baiana.

Sua estadia no interior durou pouco. Ele foi logo  ele foi chamado pra jogar na base do Bahia. Em Salvador, Marcos não se adaptou às precárias condições que o clube baiano tinha na base, naquele momento, e preferiu ir pro Náutico em 2010, com 15 anos. Foi quando tudo começou a dar certo.

  • “Minha carreira começou na base do Náutico. Cheguei lá em 2010 e fiquei um bom tempo. Disputei um Brasileiro Sub20 no Rio Grande do Sul, inclusive, enfrentando o Cruzeiro. Nesse jogo, me destaquei e fiz um gol. Foi quando surgiu o interesse do Cruzeiro. Era pra ter vindo em 2012, mas não deu certo. Continuei trabalhando, e vim no final do ano passado. Disputei o Brasileiro Sub20 e fui integrado ao profissional este ano”.

No Náutico, Marcos Vinícius sempre foi tratado como joia, tanto que a diretoria o segurou enquanto pode. O Cruzeiro, entretanto, insistiu e, um ano e meio após a primeira investida, o jogador chegou, emprestado até o fim da temporada. O principal responsável pela vinda de Marcos Vinícius foi o superintendente da base, Bruno Vicintin. O dirigente gostou das atuações do meia contra o Cruzeiro, no Brasileiro Sub-20 de 2012 e, desde então, tentou sua contratação, até conseguir. Além do brasileiro de sua categoria, Marcos Vinícius disputou o Mineiro Sub20 pelo Cruzeiro e se destacou em ambos. Tanto que foi integrado ao time profissional no começo deste ano.

Com muitos jogadores no grupo, o empréstimo de Marcos Vinícius foi cogitado, em janeiro deste ano. Temendo perder o talentoso meia, Vicintin pediu a ajuda de Raul Plassmann, coordenador técnico da base, que conversou com Marcelo Oliveira, pedindo a permanência do jogador. Tico dos Santos, auxiliar de Marcelo, também foi fundamental pra Marcos ficar no Cruzeiro. Além disto, o próprio treinador gostou do que viu nos treinamentos: habilidade, velocidade e inteligência. Marcelo Oliveira elogiou o meia após o empate contra o Mamoré:

  • “Tem treinado muito bem, tem boa finalização de fora da área e entrou como segundo volante pro time ficar mais ofensivo. Ele fez a jogada do gol, tentou outras, e tem possibilidade de jogar na Libertadores. Tive confiança de colocá-lo numa situação adversa, embora o ideal, por ser jovem, seja entrar com o time ganhando. Ele entrou na adversidade e correspondeu, isso é importante”.

Marcos Vinícius tem asma. Em 2012, o meia começou a cansar mais do que o comum no final das partidas e teve a doença diagnosticada. Tratado por um pneumologista, tomou um remédio a base de corticoide e, desde então, não apresenta mais sinais da asma durante os jogos. A substância, porém, é proibida pela Comissão Nacional de Controle de Doping, mas a entidade, reconhecendo a necessidade do uso do medicamento, autorizou o atleta a continuar tomando a medicação, sem caracterizar má fé ou doping.

Diretoria e comissão técnica do Cruzeiro apostam muito no futuro de Marcos Vinícius no clube e não será surpresa se as chances do garoto entre os titulares ficarem cada vez mais frequentes. Mas, pra ele se tornar um ativo do clube, será necessário exercer a preferência de compra até julho deste ano. O Náutico tem 50% dos direitos econômicos, o restante pertence ao próprio jogador e ao empresário dele.  Marcos Vinícius se considera preparado pro desafio de ser titular:

  • “Pelas partidas que já fiz pelo Náutico nas séries A e B e pelos clássicos que já disputei, me sinto preparado. Não fico avexado e ansioso antes de entrar em campo, fico tranquilo e solto, como os outros profissionais. Quem tem personalidade e chama o jogo, passa por cima de qualquer obstáculo. É isto que procuro fazer dentro de campo. Mostrar minha qualidade e partir pra cima”.

Sorte do garoto ter sido lançado na fogueira. É nas podres que o talento aparece .

E Marcos Vinícius, realmente, não se avexou. Foi lá e crau!

JAS: “Time celeste criou oito chances de gol”

Por Jorge Angrisano Santana | Em 27 de março de 2015

Pitacos de blogueiros e protagonistas acerca do CRUZEIRO 1×1 MAMORÉ, no Mineirão, belo Horizonte, jogo adiado da 8ª rodada do Mineiro 2015, às 22h de 25mar15.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Tivemos volume bom no primeiro tempo e pecamos na hora de finalizar. O Joel deu uma cabeçada forte e o goleiro defendeu, e nesse tipo de jogo precisa do primeiro para mudar a proposta do rival, que ficou atrás o tempo todo. E eu tinha orientado a questão de eventuais contra-ataques e a bola parada. Tivemos desatenção numa, fazemos marcação individual e não podemos deixar cabecear sozinho. Foi um erro nosso e a partir dali tivemos a precipitação em algumas jogadas. O lado bom foi que persistimos o tempo todo, é um jogo para jogada individual, tabela e de lado de campo. Até saíram muitas jogadas, mas erramos os cruzamentos. Valeu pela persistência e pelo resultado, que nos dá a liderança.

HENRIQUE, volante do Cruzeiro: Faltou o gol. Criamos, mas não fomos felizes nas finalizações. Faltou mais frieza na hora de fazer o gol pra dar uma tranquilidade maior no resto do jogo. Os jogadores que ficaram fora são importantes. Sempre frisamos que estávamos buscando ritmo de jogo e entrosamento e disso os jogadores que permaneceram no clube são capazes. O grupo é competitivo e vai lutar pra fazer o melhor.

FLÁVIO CARNEIRO, no PHD: O Cruzeiro entrou em campo com 2 volantes e 4 atacantes (Joel, Riascos, Judivan e Damião), mas sem ninguém capaz de armar as jogadas e fazer a ligação defesa/ataque, já que os atacantes naturalmente jogam pelos lados do campo ou avançados, junto aos zagueiros adversários. Assim, o meio campo fica com um “buraco”, limitando as ações ofensivas…

JAS, no PHD: 05. BALIZA. Mayke cobra lateral, Damião recebe de costas pro gol, gira e chuta. Gilberto defende parcialmente, bola sobra na pequena área pra Riascos, que acerta o travessão. 1ª CHANCE PERDIDA. 11. QUASE. Mayke recebe na direita e cruza na cabeça de Joel que arremata e quase abre o placar. 2ª CHANCE PERDIDA. 19. DEFESAÇA. Blitz celeste, Judivan cruza da direita, Joel cabeceia, Gilberto faz bela defesa, Juliano limpa área. 3ª CHANCE PERDIDA. 40. DEFESAÇA. Pablo sai jogando errado, Damião toma-lhe a bola e passa a Riascos, na direita. O colombiano, frente a frente com o goleiro, chuta rasteiro. Gilberto faz boa defesa. 4ª CHANCE PERDIDA. 67. ANULADO. Marcos Vinícius faz boa jogada pela esquerda, chuta cruzado, Neilton faz o gol, mas está impedido. Bandeira acertou. 79. PERDEU. Damião ajeita pra Henrique, que livre, dentro da área, arremata mal. Tiro de meta pro Mamoré. 5ª CHANCE PERDIDA. 85. GOL. Marcos Vinícius faz jogada individual e chuta. Bola desvia na defesa e sobra limpa pra Leandro Damião, que faz o gol de empate com uma cavadinha. CRUZEIRO 1×1. 93. QUASE. Bate-rebate na área do Sapo. Joel quase marca. bequeira afasta bola como dá. 6ª CHANCE PERDIDA.

MARIANA RESENDE, no PHD: Assisti ao jogo do lado meu pai e passamos o jogo todo nos divertindo. O que nos resta? Quando a gente assiste ao time de 2015 in loco, é que dá pra perceber o tamanho do trabalho que o Marcelo terá. “Ah, mas ontem era praticamente o time todo reserva”, “o time está se entrosando”… O fato é que independentemente de quem entre em campo, esses 11 estão sob a sombra de 2013/2014, até a torcida!

ANA ROCHA, no PHD: Quando o time foi desmanchado pensei que teríamos dificuldade para montar uma equipe razoável. Mas, a situação está muito pior, não temos jogado bem nem campeonato mineiro.