Monteiro: “Gostei, não só pela vitoria, mas também pela atitude!”

Por SÍNDICO | Em 27 de junho de 2017

PITACOS acerca do CRUZEIRO 2×0 CORITIBA, neste 25jun17dom16h, no Mineirão, Belo Horizonte, pela 10ª rodada do Brasileiro 2017:

MANO MENEZES: Hoje era importante vencer. O torcedor não ia se contentar novamente com uma boa atuação e só um ponto. O time ser’a sempre forte e quando estiver bem fisicamente. Vão existir momentos em que o desgaste vai provocar pequenas quedas, mas aí se a confiança estiver alta, ela ajuda a superar o problema. O Coritiba foi um grande adversário. Mesmo fazendo um grande jogo, to Cruzeiro eve que tomar cuidado em alguns momentos pra não deixar o resultado escapar

IVAN MONTEIRO: Jogo muito bom! Gostei mesmo! Cabral joga muito! Hudson entrou meio confuso, mas logo conseguiu se firmar. Caicedo levaria um 8, mas fez uma jogada meio estranha e leva um 7. Gostei, não só pela vitoria, mas também pela atitude!

ROMAROL: Falta ao time celeste mais equilíbrio entre os lados direito e esquerdo, quando vai ao ataque. Ezequiel não tem a mesma desenvoltura que o Mayke no ataque. E trocamos nosso ex-lateral por um jogador que será reserva no ataque…

ERNESTO ARAUJO: Estou no grupo dos satisfeitos. Temos que encarar a realidade. O Cruzeiro luta contra suas dificuldades e contra os adversários. Portanto, as vitórias precisam ser muito valorizadas. Como qualquer torcedor do Cruzeiro, preferia ver um futebol de alta técnica o tempo todo. Mas isso é uma utopia nas condições atuais. Então vamos garantindo pontos do jeito que der e torcer por dias melhores.

RENATO: Mano Menezes tem gente suficiente pra fazer o time jogar. Essa anta está dilapidando patrimônio do Cruzeiro ao colocar o Ábila no final de uma fila quem tem Rafael Marques.

FELIPE CARDOSO: Rafael Marques e Sassá entraram porque o jogo já estava encaminhado e porque estão inscritos na Copa do Brasil por outros times, portanto irregulares pra quarta. Há críticas ao trabalho do Mano, mas precisamos de parcimônia pra não criticarmos por criticar pela força do hábito.

Cabral e Barbosa, os destaques no jogo do Mano

Por SÍNDICO | Em 26 de junho de 2017

ATUAÇÕES dos protagonistas do CRUZEIRO 2×0 CORITIBA, neste 25jun17dom16h, no Mineirão, Belo Horizonte, pela 10ª rodada do Brasileiro 2017:

TORCIDA CELESTE continua ausente. Os que aparecem apoiam.

TORCIDA CELESTE continua ausente. Os que apareceram apoiaram.

EZEQUIEL, firma na defesa, apareceu bem no ataque dando trabalho ao goleiro Wilson.

CAICEDO, tirante uma engrossada quando recuou mal pra Fábio, fez uma boa partida.

LEO fez o possível pra conter a avalanche do Coxa na segunda metade da etapa inicial. Recebeu criticas injustas por não cortar todas as bolas aéreas, o que não seria possível, pois nesse mister ele está sozinho num time de baixinhos. Era ele contra três ou quatro adversários altos na disputa aérea. Mas os cérebros de repolho dos teclados não observam particularidades de um jogo de futebol. E, pra decepção deles, o segundo gol celeste saiu de uma ligação direta do melhor beque do time na temporada, que deixou Sobis no mano a mano com o goleiro Wilson.

BARBOSA marcou bem, embora o técnico do Coxa tenha colocado seu melhor driblador e maior velocista, Rildo, em seu setor. Seguro, encontrou tempo e espaço pra atacar. Deu bons chutes e serviu Neves no primeiro gol. Uma grande partida!

ROMERO jogava com a sua proverbial boa vontade, quando num de seus lances típicos, o carrinho, contundiu-se teve de sair de campo. Mens mal que foi apenas uma entorse e ele não desfalcará o banco de reservas.

HUDSON substituiu o lesionado Romero. Começou vacilante, mas engrenou e fez um boa segunda etapa, com desarmes e apoio ao ataque.

CABRAL foi quem melhor tratou a pelota, buscando-a na defesa e entregando-a aos atacantes. Está jogando melhor a cada partida desmontando a argumentação dos que o criticavam por ser lento e ruim de desarmes.

ROBINHO teve atuação discreta, abaixo do seu habitual. Mas não comprometeu.

NEVES estava com vontade de jogar e o fez sem economizar energia. Marcou pouco, mas atacou bastante e fez um gol.

ALISSON manteve o nível das ultimas partidas, com boas arrancadas pela esquerda. Teve participação fundamental no primeiro gol, com um excelente passe pra Barbosa. 

SOBIS fez uma de suas melhores partidas no ano. Dedicou-se muito, tanto na marcação da saída de bola do Coxa, quanto na criação de jogadas. E fez o gol que resolveu a partida. 

MARQUES teve pouco tempo pra jogar e não conseguiu produzir nada.

SASSÁ passou em branco no pouco tempo em que esteve em campo.

MANO mandou sua força máxima a campo e colheu uma vitória providencial pra não se queimar de vez com a torcida. Ao que parece, está soltando as redes e deixando o time jogar mais solto, buscando o gol com mais contundência. Do jeito que a galera gosta. 

CRUZEIRO começou bem, impedindo o Axa de sair da defesa, mas com o passar do tempo perdeu um pouco da pegada e teve que contar com os milagres de Fabio pra não tomar gol. Justamente na fase mais difícil, abriu o placar e se tranquilizou. Na etapa final, fez sua melhor partida no campeonato e ampliou a vantagem.

CORITIBA deu trabalho em especial na bola aérea, pois conta com ao menos três bons cabeceadores: Werley, Alecsandro e Márcio. Seu jogador mais agressivo, o ponta Rildo, foi escalado pra conter o lateral-esquerdo Barbosa e não conseguiu. De resto, o armador Real foi o mais efetivo na criação de jogadas e  goleiro Wilson impediu um placar mais dilatado. 

ÁRBITROS não complicaram. 

  • CABRAL [[[20]]] Itatiaia, Burian, Chiabi, Pejota, Evans, Renato, Rosan, Rossi, Diogo, Edumano, Rocha, Milani, Olivieri, Andreluiz, Barreto, Wallace, Velloso, Penido, Ramos, Nascimento —- BARBOSA [[[15]]] Ge, Soalheiro, Wagner, Bitencourt, Oliveira, Morato, Clemenceau, França, Marcelo, Velame, Schrier, Bastos, Ernesto, Magno, Chaves —– FÁBIO [[[9]]] Anchieta, João, Fivestars, Silvercan, Carneiro, Frede, Síndico, Patricia, Dudu —– ALISSON [[[4]]] Viana, Galvão, Ccc, Leandro —– SOBIS [[[2]]] Ivana, Arreguy —– LEO [[[1]]] Barnabé —– NEVES [[[1]]] Fernandão —– CAICEDO [[[1]]] Beth —– MANO [[[1]]] Romarol.

Cruzeiro 2×0 Coritiba: De volta à 1ª página

Por SÍNDICO | Em 25 de junho de 2017

CRUZEIRO contra Coritiba, neste 25jun17dom16h, no Mineirão, Belo Horizonte, pela 10ª rodada do Brasileiro 2017.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 6º, com 14.202 pontos; Coritiba, o 14º, com 9.414.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro começou a rodada em 10º lugar, com 11 pontos; Coritiba em 5º, com 15 pontos.

ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido, Anderson Coelho, Miguel Rizo (SP).

CRUZEIRO: Fábio — Ezequiel, Leo, Caicedo, Barbosa — Romero, Cabral — Robinho, Neves, Alisson — Sobis. T: Mano Menezes.

BANCO: Rafael, Bryan, Lennon, Arthur, Murilo, Henrique, Hudson, Lucas, Elber, Marques, Ábila.

AUSENTES: Judivan, Alex, Dedé, Arrascaeta, Manoel e Raniel, lesionados, Rafinha, poupado.

PENDURADOS: Barbosa, Ezequiel, Henrique e Robinho

CORITIBA: Wilson — Leo, Márcio, Werley, William Matheus — Jonas, Galdezani — Tiago Real — Henrique Almeida, Alecsandro, Rildo. T: Pachequinho.

BANCO: William Menezes G, Bruno Brígido G, Dodô L, Walisson Maia B, Carleto L, Edinho V, Yan M, Tomas Bastos M, Iago A, Getterson A.

AUSENTES: Alan Santos (V), Daniel (M), Anderson (M).

PENDURADOS: Dodô, Márcio, Jonas, Tiago Real.

TRANSMISSÃO: Premiere e Premiere Internacional, com narração de Jaime Junior e comentários de Henrique Fernandes.

CRUZEIRO 2×0 CORITIBA, 25jun17dom16h. TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 12 Km/h, umidade 60%. LOCAL: Mineirão (62 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: 10ª rodada Brasileiro 2017. TRANSMISSÃO: Premiere e Premiere Internacional. PÚBLICO: 11.770 pag, 14.190 pres, R$213.928, média R$18. ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido R de Souza, Anderson José de Moraes Coelho, Bruno Salgado Rizo (SP). AMARELOS: Alecsandro, Leo do Coritiba. GOLS: Neves, 37, Sobis, 64. CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Leo, Caicedo, Barbosa; Romero (Hudson), Cabral; Robinho, Neves, Alisson (Marques); Sobis (Sassá). T: Mano Menezes. CORITIBA: Wilson; Leo, Werley, Márcio, William Matheus; Jonas, Galdezani (Tomás Bastos); Tiago Real; Henrique Almeida (Getterson), Alecsandro, Rildo (Iago Dias). T: Pachequinho.

HISTÓRICO: Foi o 49º Cruzeiro x Coritiba. O Cruzeiro venceu 23, empatou 13, perdeu 12, marcou 80 gols e sofreu 58. Pelo Brasileiro, foram 41 partidas. O Cruzeiro venceu 18, empatou 13, perdeu 10, marcou 66 gols e sofreu 50. Os dois clubes decidiram a Copa Sul Minas de 2001. O Cruzeiro foi campeão vencendo por 2×0 no Couto Pereira e 3×0 no Mineirão.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 61 campeonatos, 1.355 jogos, 591 vitórias, 362 empates, 403 derrotas, 1.994 gols marcados, 1.544 sofridos. Aproveitamento de 53%.

Três times: o meu, o seu e o do Mano

Por SÍNDICO | Em 24 de junho de 2017

RELACIONADOS pro jogo contra o Coritiba:

  • Fábio, Rafael, Bryan, Barbosa, Ezequiel, Lennon, Arthur, Leo, Caicedo, Murilo, Cabral, Henrique, Hudson, Romero, Lucas, Elber, Alisson, Robinho, Neves, Marques, Sobis, Ábila, Sassá.

Meu time:

  • Fábio — Ezequiel, Leo, Caicedo, Barbosa — Henrique, Cabral — Robinho, Neves, Alisson — Ábila. 

E o seu estratégico, tático e técnico leitor? 

9ª BR: Cruzeiro em 12º

Por SÍNDICO | Em 24 de junho de 2017

PONTE PRETA 1×0 CRUZEIRO, 22jun17qui19h30, 9ª BR 2017, Lucarelli (19 mil), Campinas, 4.465 pag, R$115.475. Árbitros: Grazianni Rocha, João Luiz Albuquerque, Wendel Gouveia (RJ). Amarelos: João, Bob, Lennon, Caicedo. GOL: Lucca, 42 (p). CRUZEIRO: Fábio; Lennon (Romero), Murilo, Caicedo, Bryan; Hudson, Lucas, Rafinha, Elber; Marques (Sassá), Ábila (Sobis). T: Lobo / Mano. PONTE: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo, João Lucas; Bob, Elton, Cajá (Leo Artur); Claudinho (Jadson), Lucca (Lins), Sheik. T:  Kleina.

MINEIRO 2×2 SPORT, 21jun17qua21h45, 9ª BR 2017, Independência (23 mil), 12.027 pag, R$274.082. Beagá, Árbitros: Wilton Sampaio, Fabricio Vilarinho, Leone Rocha (GO) Gols: Osvaldo, 16, Felipe, 21, Fred, 39, Diego, 65. Amarelos: Ralph, Fred, Ronaldo. FRANGA: Victor, Alex, Leonardo, Felipe, Santos, Carioca, Elias (Otero), Ralph (Roger Bernardo), Cazares, Robinho (Luan), Fred T: Roger. SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Durval, Ronaldo, Sander; Patrick, Rithely, Everton Felipe (Lenis), Diego Souza; Osvaldo (Juninho), André  T: Luxemburgo.

FLAMENGO 5×1 CHAPECOENSE, 22jun17qui21h, 9ª BR 2017, Lusobrasileiro (20 mil), Rio, 13.346 pag, R$. Árbitros: Leandro Marinho, Danilo Manis, Miguel Cataneo (SP). Amarelos: Everton, Juan, Girotto. Gols: Diego, 13, Guerrero, 18, Ramos, 55, Guerrero,74, Diego, 78, 81. FLA: Thiago, Rodinei, Réver (Rhodolfo), Juan, Trauco; Márcio Araújo (Romulo), Arão, Diego, Everton (Viniciusjr); Berrio, Guerrero. T: Ricardo. CHAPE: Jandrei, Apodi, Grolli, Victor Ramos, Reinaldo; Girotto, Luizantonio, Seijas (Perotti); Arthur, Rossi, (Lucas Mineiro), Wellington Paulista (Túlio Melo). T:  Mancini.

CORINTHIANS 3×0 BAHIA, 22jun17qui19h30, 9ª BR 2017, Itaquera (43 mil), Sampa, 34.250 pag, R$1.504.387. Árbitros: Dewson Freitas, Helcio Neves, José Ricardo Guimarães (PA). Amarelos: Gabriel, Balbuena, Romero, Allione, Becão, Renê. Vermelhos: Gabriel, Renê. Gols: Jô, 24, Balbuena, 79, Marquingabriel, 92. SCCP: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo, Arana; Gabriel, Maycon; Jadson (Marquingabriel), Rodriguinho (Camacho), Romero; Jô. T: Carille. BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Becão, Matheus Reis; Feijão, Renejr, Vinícius (Régis), Zé Rafael, Allione (Ferrareis); Edigar Junio (João Paulo). T: Jorginho.

GRÊMIO 2×0 CORITIBA, 22jun17qui19h30, 9ª BR 2017, Humaitá (55 mil), PoA, 21.095 pag, R$. Árbitros: Péricles Bassols, Clovis Amaral, Cleberson Leite (PE). Amarelos: Edílson, Geromel. Gols: Rocha, 9, Fernandinho, 84. GRÊMIO:  Grohe; Edílson, Thyere, Geromel, Cortez; Michel, Arthur (Maicon), Fernandinho, Luan, Rocha (Lincoln); Barríos (Everton). T: Portaluppi. COXA: Wilson; Dodô (Leo), Márcio, Werley, William Matheus; Jonas (Iago), Alan Santos (Tiago Real), Galdezani, Rildo; Henrique Almeida, Alecsandro. T: Pachequinho.

PARANAENSE 1×0 SÃO PAULO, 21jun17qua21h45, 9ª BR 2017, Baixada (42 mil), Curitiba, 19.150 pag, R$456.090. Árbitros: Wagner Magalhaes, Rodrigo Correia, Thiago Farinha (RJ). Amarelos: Jonathan, Pablo, Pratto, Lugano,  Nem. Gol: Wanderson, 3. CAP: Weverton, Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno, Sidcley; Otávio, Rossetto (Carlos Alberto), González (Deivid), Nikão, Coutinho; Grafite (Pablo) T: Baptista. SPFC: Renan Ribeiro; Militão (Wellington Nem), Lugano, Rodrigo Caio; Mendes, Jucilei, Cícero (Denílson), Tavares; Marcinho, Cueva (Brenner), Pratto. T: Ceni.

VITÓRIA 0x2 SANTOS, 21jun17qua19h30, 9ª BR 2017, Barradas (35 mil), Salvador, 7.855 pag, R$112.189. Árbitro: Heber Lopes, Carlos Berkenbrock, Helton Nunes (SC). Amarelos: Neílton, Geferson, Braz. Gols: Copete,33 e 76. VITÓRIA: Fernando Miguel; Salino (Neílton), Kanu, Fred, Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Patric, Gabriel Xavier (Todinho); David (André Lima), Kieza. T: Gallo. SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Veríssimo, Braz, Jean Mota; Renato, Alison (Cittadini), Vitor Bueno (Longuine); Copete (Gomes), Bruno Henrique, Kayke. T: Culpi.

BOTAFOGO 3×1 VASCO, 21jun17qua21h, 9ª BR 2017, Engenhão (40 mil), Rio, 13.287 pag, R$363.610. Árbitros: Leandro Vuaden, Jorge Bernardi, Mauricio Penna (RS). Amarelos: Victor, Carli, Roger, João, Cearense. Gols: Roger, 4, Victor, 45+4, Roger, 60, Caio, 84. BOTA: Gatito, Arnaldo, Carli, Rabello, Víctor Luís; Lindoso (Montillo), Bruno Silva (Guilherme), Fernandes (Cearense), João Paulo; Pimpão, Roger. T: Ventura. VASCO: Martin, Gilberto, Breno, Paulão, Henrique (Madson); Jean, Douglas, Pikachu (Paulo Vitor), Vital (Caio Monteiro), Nenê; Luis Fabiano. T: Mendes.

PALMEIRAS 1×0 GOIANIENSE, 21jun17qua21h, 9ª BR 2017, Allianz (43 mil), Sampa, 29.014 pag, R$1.500.702. Árbitros: Antonio Dib, Cleriston Clay, Fabio Pereira (SE). Amarelos: Mina, Guerra, Silva, Castro. Gol: 45. SEP: Prass; Mayke, Mina, Dracena, Egídio; Jean, Tchê Tchê (Luan); Guedes, Guerra, Keno (Dudu); Borja (Veiga). T: Cuca. GOIANIENSE: Felipe; André Castro, Eduardo Gabriel, Roger Carvalho, Pacheco; Silva, Marcão; Andrigo (Diego Rosa), Luiz Fernando, Brenolopes (Walterson); Everaldo (Viçosa). T: Doriva.

AVAÍ 0x3 FLUMINENSE, 21jun17qua21h45, 9ª BR 2017, Ressacada (17 mil), Floripa, 5.239 pag, R$124.862. Árbitros: Marielson Silva, Alessandro Matos, Elicarlos Oliveira (BA). Amarelos: Judson, Norton. Gols: Dourado, 28, Maicon, 32 (c), Mascarenhas, 57. AVAÍ: Kozlinski; Maicon (Leandro), Betão, Gustavo, Capa; Luan, Judson (Pedro Castro), Marquinhos (Willians), Juan; Romulo, Joel. T: Claudinei. FLU: Júlio César; Renato, Reginaldo, Henrique, Mascarenhas (Leo); Orejuela, Norton, Scarpa; Calazans (Lucas Fernandes), Richarlison, Henrique Dourado (Marquinho). T: Abel.

LUGARES: 337.000. PÚBLICO: 159.728. MÉDIA: 15.973. OCUPAÇÃO: 47%.

Chaves: “Vamos até o fim do ano nessa toada”

Por SÍNDICO | Em 23 de junho de 2017

PITACOS acerca de PONTE PRETA 1×0 CRUZEIRO, neste 22jun17qui19h30, no Moisés Lucarelli, Campinas, pela 9ª rodada do Brasileiro 2017:

SIDNEI LOBO, auxiliar técnico do Mano Menezes: Escalamos este time pra dar condicionamento aos atletas que já foram titulares e vêm treinando no dia a dia. Havia também desgaste dos que vinham jogando e nós temos confiança nos substitutos deles. Além disso, a Ponte teve dois dias a mais de descanso, no domingo teremos um confronto difícil contra o Coritiba e logo a seguir tem jogo da Copa do Brasil. A decisão foi essa e estou feliz porque os jogadores que entraram atuaram muito bem A resposta deles foi muito boa. Esse menino, o Murilo, é uma surpresa gratificante, entrou e deu resposta espetacular. Quanto ao jogo, digo que estava controlado, a equipe estava bem, podíamos ter um aproveitamento melhor na parte ofensiva, mas a equipe se comportou muito bem, fechando os espaços, não dando oportunidades à Ponte. Fábio, se pegou duas bolas, foi muito. As substituições foram pra agredir e ter mais velocidade, já que a defesa da Ponte estava com alguma dificuldade. Sassá está no início de sua preparação. Fez uma sequência na parte física e foi liberado pra atuar porque está bem nas partes técnica e tática. Ele tem muita força e técnica apurada, ainda não está no ritmo, mas é um grande acréscimo e vai corresponder.

RAFINHA: Controlamos bem o jogo. Em momento algum, a Ponte teve oportunidade de gols. Infelizmente, num lance isolado, fizeram um de pênalti. Nosso time estava diferente do que vinha jogando, mas lutou e está de parabéns.

MAGNO ANTUNES: Mano ficou com medo de perder jogadores e ter um time cansado, em caa, contra o Coritiba.  Teve medo de perder e ser vaiado por todo o estádio. Preferiu perder 3 pontos longe de casa. Só que aumentou a responsabilidade do time para o próximo jogo. 

CLAUDINEI VILELA: Entendo a decisão da comissão técnica em poupar os jogadores. Temos um time vários idosos e alguns canelas-de-vidro. Pra este jogo Cruzeiro tinha um beque experiente, que é terceiro reserva. O lateral direito Mayke foi negociado e ficamos com Ezequiel, quase sempre machucado, e uma aposta dum time pequeno do Rio Grande do Sul. Barbosa vinha em uma maratona pesadíssima. Henrique machucado, Cabral e Robinho cansados após 72 horas do jogo com Grêmio e o Sobis voltando de lesão. Ademais é oreciso ouvir os médicos. E, apesar da mediocridade, não fomos piores que o adversário. Merecíamos um resultado melhor, até porque o pênalti que decidiu o jogo foi Mandrake.

MATHEUS CHAVES: Nem critico o Mano pela escolha do time reserva, pois o titular já se apresentou até pior do que o time de ontem. O que desanima mesmo é a visão de futebol que ele tem, isso com time reserva ou titular. Uma partida como a de segunda, contra o Grêmio, será sempre exceção. Mano não topa o improviso, o imprevisto, a franqueza do ataque. Vamos nesta toada até o fim do ano, sem títulos e na 12ª posição do Brasileiro.

ECONOMISTA: Mano poupou três pontos.

Murilo, o melhor de um time desconjuntado

Por SÍNDICO | Em 23 de junho de 2017

ATUAÇÕES dos protagonistas de PONTE PRETA 1×0 CRUZEIRO, neste 22jun17qui19h30, no Moisés Lucarelli, Campinas, pela 9ª rodada do Brasileiro 2017:

TORCIDA CELESTE compareceu em bom número, apoiou e não foi recompensada. Voltou pra casa sem viver um momento sequer de emoção.

LENNON cometeu um pênalti acidental, levou amarelo e saiu no intervalo. Jogando não foi tão mal quanto sugerem os desvairados das redes sociais.

FÁBIO cumpriu sua parte catando as bolas que chegaram à sua área. Menos o pênalti, bem cobrado por Lucca.

CAICEDO não comprometeu, vencendo quase todas as disputas com os adversários.

MURILO jogou com personalidade, destacando-se na cobertura do setor esquerdo da defesa. Nas bolas cruzadas também esteve bem, demonstrando maturidade.

BRYAN não se omitiu, indo ao ataque desde o começo da partida. Mostrou, contudo, desentrosamento com os companheiros e falta de jogo, daí as jogadas com mau acabamento.

LUCAS cadenciou o jogo como é de seu estilo e como, provavelmente, o chefe mandou. Bom nos passes, fraco nos desarmes e apoio ao ataque.

HUDSON não estava com espírito de competição imprescindível a um jogo valendo três pontos. Ainda assim, fez um ou outro desarme importante. No ataque, esteve pouco inspirado.

RAFINHA fez uma partida acima da média das anteriores, com passes e lançamentos, além da boa vontade, que lhe é peculiar, na marcação.

MARQUES teve uma oportunidade gol, ao receber passe de alta qualidade de Ábila. Desperdiçou o lance. E mais nada fez que chamasse a atenção.

ELBER buscou jogo, chutou em gols, mas não construiu jogadas pra definição do centroavante, o que deveria ser sua obsessão.

ÁBILA jogava bem, considerando-se as limitações da equipe, deu um passe espetacular pra Marques, brigou coma bequeira da Ponte etc. Mas foi sacado pelo técnico. Por burrice e implicância do técnico.

ROMERO foi um improvisado e inexpressivo lateral-direito. Boa vontade, como sempre, não faltou.

SASSÁ recebeu bolas esticadas pra dividir coma defesa e não venceu as disputas. Também não conseguiu chutar a gol. Desentrosado.

SOBIS entrou tarde e não acrescentou nada ao jogo.

MANO escalou um time alternativo e desconjuntado. As substituições não funcionaram rifou três pontos.

CRUZEIRO foi um catadão, sem parecença alguma com um time de futebol. Tomou um gol de um pênalti acidental e não teve força pra reagir.

PONTE não jogou o suficiente pra justificar a vitória, com seu maestro, Cajá, abaixo da crítica. Mas fez o gol e contou com a falta de jogo do Cruzeiro pra somar mais três pontos.

ÁRBITROS cometeram erros sem grande relevância. O pênalti, num choque inintencional, era questão de interpretação. A do juiz carioca foi rasa, mas válida.

  • MURILO [[[15]]] Ge, Itatiaia, Marcoalex, Viana, Barreto, Penido, Burian, Renato, Ramos, Wagner, Galvão, Velloso, Schrier, França, Síndico —– ELBER [[[3]]] Fernandão, Velame, Dudu —– ÁBILA [[[3]]] Bitencourt, Anchieta, Barnabé —–ROMERO [[[2]]] Walterson, Edumano —–  LUCAS [[[1]]] Vilela —– RAFINHA [[[1]]] Ccc —– LENNON [[[1]]] Morato —– LUCCA [[[1]]] Luizito.

Ponte Preta 1×0 Cruzeiro: Com força mínima

Por SÍNDICO | Em 22 de junho de 2017

CRUZEIRO contra Ponte Preta, neste 22jun17qui19h30, no Moisés Lucarelli, Campinas, pela 9ª rodada do Brasileiro 2017.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 6º, com 14.201 pontos: Ponte a 15ª, com 9.076.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro começou a rodada em 8º, com 11 pontos, Ponte em 10º, com 11 também.

CRUZEIRO: Fábio — Lennon, Caicedo, Murilo, Brayan — Hudson, Lucas — Elber, Marques, Rafinha — Ábila. T: Sidnei Lobo / Mano Menezes.

BANCO: Rafael G, França G, Ezequiel L, Arthur B, Fabrício L, Romero V, Nonoca V, Robinho M,  Neves M, Alisson A, Sassá A, Sobis A.

AUSENTES: Cabral e Barbosa, com desgaste muscular. Henrique, com corte na perna direita, Manoel, Judivan, Raniel, Arrascaeta, lesões no joelho direito, Dedé, edema ósseo no joelho esquerdo, Alex, fisioterapia, Leo, suspenso.

PENDURADOS: Barbosa, Ezequiel, Henrique e Robinho.

PONTE: Aranha — Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo, João Lucas — Fernando Bob, Elton — Renato Cajá — Claudinho, Lucca, Emerson Sheik. Gilson Kleina.

BANCO: João Carlos G, Jeferson L, Kadu B, Luan Peres B, Fernandinho L, Naldo V, Fábio Braga V, Jadson V, Wendel V, Felipe Saraiva M, Leo Artur M, Lins A.

AUSENTES: Xuxa, recondicionamento físico, Negueba, entorse no tornozelo esquerdo, Yago, cirurgia no joelho.

PENDURADOS: Sheik.

CRUZEIRO 0x1 PONTE PRETA, 22jun17qui19h39. TEMPO limpo, temperatura 18º, vento 16 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Moisés Lucarelli (19 mi), Campinas. MOTIVO: 9ª rodada Brasileiro 2017. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 4.465 pag, 4.717 pres, R$115.475, média R$26. ARBITRAGEM: Grazianni Maciel Rocha, João Luiz Coelho Albuquerque, Wendel Paiva Gouveia (RJ). AMARELOS: João, Bob, Lennon, Caicedo. GOL: Lucca, 42 (p). CRUZEIRO: Fábio; Lennon (Romero), Murilo, Caicedo, Bryan; Hudson, Lucas, Rafinha, Elber; Marques (Sassá), Ábila (Sobis). T: Sidnei Lobo / Mano Menezes. PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo, João Lucas; Fernando Bob, Elton, Renato Cajá (Leo Artur); Claudinho (Jadson), Lucca (Lins), Emerson Sheik. T: Gilson Kleina. HISTÓRICO: Foi o 24º Cruzeiro x Ponte Preta. O Cruzeiro venceu 13, perdeu 6, empatou 5, marcou 50 gols, sofreu 23. DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 61 campeonatos, 1.354 jogos, 590 vitórias, 362 empates, 403 derrotas, 1.992 gols marcados, 1.544 sofridos. Aproveitamento de 53%.

8ª BR: Cruzeiro em 8º

Por SÍNDICO | Em 22 de junho de 2017

GOIANIENSE 0x1 PARANAENSE, 17jun17sab16h, 8ª BR 2017, Olímpico (13 mil), Goiânia, 3.274 pag, R$68.295. Árbitros: Bruno Arleu, Luiz Cláudio Regazone, Eduardo Couto (RJ). Amarelos: Marcão, Grafite, Deivid, Heleno, Guimarães. Gol : Sidcley, 3. GOANIENSE: Garcia; Castro, Bauermann, Carvalho, Pacheco; Marcão, Igor (Diego Rosa), Jorginho, Brenolopes (Walter); Andrigo (Luiz Fernando), Everaldo. T: Doriva. CAP: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno, Nicolas (Rossetto); Otávio, Deivid (Bruno Guimarães), Sidcley, Nikão, Coutinho; Grafite (Pablo). T: Baptista.

VASCO 1×0 AVAÍ, 17jun17sab19h, 8ª BR 2017, São Januário (24 mil), Rio, 9.966 pag, R$299.330. Árbitros: Rafael Traci, Ivan Bohn, Luciano Roggenbaum (PR), Amarelos: Paulão, Vital, Nenê, Juan. VASCO: Martín; Gilberto, Breno, Paulão, Henrique; Jean (Wellington), Douglas, Pikachu (Escobar), Vital (Andrezinho); Nenê, Luis Fabiano. T: Mendes. AVAÍ: Kozlinski; Leandro, Airton, Gustavo, Capa, Simião (Castro), Judson, Marquinhos (Lourenço), Juan, Diego (Willians), Romulo. T: Claudinei.

SANTOS 0x0 PONTE, 17jun17sab21h, 8ª BR 2017, Pacaembu (38 mil), Sampa, 17.526 pag, R$513.190. Árbitros: Igor Benevenuto, Marcio Santiago, Celso Silva (MG). Amarelos: Braz, Maia, Bruno, Rodrigo, Jeferson, Peres. SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Veríssimo, Braz, Jean Mota; Renato, Maia, Lucas Lima; Copete (Hernández), Bruno Henrique; Kayke. T: Culpi. PONTE: Aranha; Jeferson, Marllon, Rodrigo, João Lucas (Luan Peres); Fernando Bob, Elton, Cajá (Wendel); Claudinho (Lins); Sheik, Lucca. T: Kleina.

CORITIBA x CORINTHIANS, 18jun17dom11h, 8ª BR 2017, Couto (40 mil), Curitiba, 23.824 pag, R$1.07.545. Árbitros: Marcelo Henrique, Dibert Moisés, Michael Correia (RJ. Amarelos: Dodô, Márcio, Gabriel, Romero, Fagner. COXA: Wilson; Dodô, Werley, Márcio, William Matheus; Alan Santos (Berola), Jonas, Galdezani; Henrique Almeida (Tiago Real), Rildo (Iago); Alecsandro. T: Pachequinho. SCCP: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo, Arana; Gabriel (Camacho), Maycon; Marquingabriel (Clayson), Rodriguinho, Romero (Pedrinho); Jô. T: Carille.

FLUMINENSE 2×2 FLAMENGO, 18un17dom16h, 8ª BR 2017, Maracanã (78 mil), Rio, 33.111 pag, R$1.496.460. Árbitros: Vinicius Araújo, Rogério Zanardo, Herman Vani (SP)/ Amarelos: Berrío, Cuellar, Rodinei, Conca, Trauco, Guerrero, Norton. Gols: Wendel, 36, Diego, 54, Dourado, 81 (p), 94. FLU: Júlio César, Lucas, Henrique, Reginaldo, Mascarenhas (Leo); Wendel (Norton), Orejuela (Nogueira) , Calazans,  Scarpa; Richarlison, Dourado. T: Abel. FLA: Thiago, Rodinei, Réver, Juan, Trauco; Márcio Araújo (Arão), Cuellar (Conca), Diego; Everton, Viniciusjr (Berrío), Guerrero. T: Ricardo.

SÃO PAULO 1×2 MINEIRO, 18jun17dom16h, 8ª BR 2017, Morumbi (63 mil), Sampa, 22.704 pag, R$576.735. Árbitros: Braulio Machado, Kleber Gil, Neuza Back (SC). Amarelos: Cueva, Tavares, Carioca. Gols: Cazares, 7, Marcinho, 52, Mourões, 80. SPFC: Renan Ribeiro; Militão (Bruno), Lucão, Maicon; Marcinho; Jucilei, Cícero (Gilberto), Tavares; Wellington Nem (Thiago Mendes), Pratto, Cueva. T: Ceni. FRANGA: Victor, Alex, Leonardo, Felipe, Santos, Carioca (Ralph), Yago, Elias, Cazares (Rodrigão), Robinho (Luan), Moura. T: Roger.

BAHIA 2×4 PALMEIRAS, 18jun17dom16h, 8ª BR 2017, Fonte Nova (50 mil), Salvador, 33.186 pag, R$1.052.472. Árbitros: Rodolpho Toski, Bruno Boschilia, Victor Imazu (PR). Amarelos: Keno, Willian, Guedes, Juninho, Souza. Gols: Guedes, 17, Vinícius, 44,  Keno, 50, Mina, 82, João, 84, Willian, 92. BAHIA: Jean, Eduardo, Tiago, Becão, Matheus Reis (Armero); Juninho (João Paulo), Renêjr, Vinícius (Ferrareis), Zé Rafael; Mendoza, Edigar Júnio. T: Jorginho. SEP: Prass, Mayke (Tchê Tchê), Mina, Juninho , Egídio; Thiago Santos (Luan) Jean, Guerra; Guedes, Keno (Erik), Willian. T: Cuca.

CHAPECOENSE 0x1 BOTAFOGO, 18jun17dom16h, 8ª BR 2017, Condá (22 mil), Chapecó, 10.381 pag, R$252.020. Árbitros: Marcelo Aparecido, Anderson Coelho, Bruno Rizo (SP). Amarelos: Lindoso, Gatito. Gols: Roger, 28, Pimpão, 53. CHAPE: Jandrei, Apodi, Luiz Otávio, Victor Ramos, Reinaldo; Girotto, Luiz Antônio, Seijas (Nenén), Osman (Niltinho) (Túlio Melo); Wellington Paulista, Arthur Caike. T: Mancini. BOTA: Gatito, Arnaldo, Carli, Rabello , Victor Luis; Lindoso (Cearense), Bruno Silva, Fernandes, João Paulo; Pimpão (Guilherme), Roger (Montillo). T: Ventura.

SPORT 1×3 VITÓRIA, 18jun17dom19h, 8ª BR 2017, Retiro (35 mil), Recife, 6.061 pag, R$139.015. Árbitros: Andre Castro, Bruno Pires, Leone Rocha (GO). Gols: Correia, 16, Kanu, 37, Diego, 45, Lima, 78. SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval, Sander (Marquinhos); Fabrício (Thomás), Patrick, Rithely, Diego Souza; Osvaldo, André (Leandro Pereira). T: Luxemburgo. VITÓRIA: Fernando Miguel; Salino, Fred, Kanu, Geferson; Willian Farias, Uillian Correia (Renê), Patric, Yago (Cleiton Xavier); Neilton (André Lima), . T: Gallo.

CRUZEIRO 3×3 GRÊMIO, 19jun17seg20h, 8ª BR 2017, Mineirão (62 mil), BH, 17.327 pag, R$375.211. ARBITRAGEM: Raphael Claus, Alex Ang, Tatiane Sacilotti (SP). AMARELOS: Sobis, Barbosa, Robinho, Ezequiel, Leo, Ramiro, Michel. GOLS: Everton, 16, Michel, 42, Neves, 45, Sobis, 47, Ramiro, 59, Robinho, 61. CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Caicedo, Leo, Barbosa, Romero, Cabral (Lucas Silva); Robinho (Ábila), Neves, Alisson; Sobis (Elber). T: Mano. GRÊMIO: Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann (Thyere), Cortez; Michel, Arthur (Maicon), Ramiro, Luan, Rocha (Fernandinho); Everton. T: Portaluppi.

LUGARES: 425.000. PÚBLICO: 176.360. MÉDIA: 17.636. OCUPAÇÃO: 41%.

Recorde imbatível

Por SÍNDICO | Em 22 de junho de 2017

RECORDE IMBAT’ÍVEL: 132.834 torcedores lotaram o Mineirão, em 22jun97dom16h, pra decisão do Campeonato Mineiro. 

O Cruzeiro veneu o Villa Nova por 1×0 e sagrou-se bicampeão, pelo gol qualificado, pois havia perdidopor 2×1, uma semana antes, no Alçapão do Bonfim.  

Marcelo Ramos fez o gol. O estádio balançou, literalmente. 

Os portões tiveram que ser fechados antes da hora, pois não havia mais lugares. Eatima-se que 20 mil pessoas tenham voltado pra casa sem poder particuipar da festa.

Eu fui. Não imaginava que tanta gente fosse também. Na subida da Abraão Cara foi que percebi a enchente, Milhares de pessoas no contrafluxo indicavam estádio lotado.

Por sorte, tinha cadeiras cativas e consegui entrar, Mas assistimos, eu e meus filhos, de pé, nas escadas entre os setores de cadeiras. 

Foi impressionante. Jamais acontecerá novamente. 

Qual é a sua recordação dessa tarde fantástica, caro leitor?