Azáfama

Por SÍNDICO | Em 28 de agosto de 2015

Torcedores aprontando:

  1. Carpedim considera péssimo o elenco do Cruzeiro, mas a cada pré-jogo garante que o time vencerá. Ou por que ele, Carpedim, dará sorte comparecendo ao estádio ou pra não ser chamado de ser antitorcedor.
  2. Comunistas odeiam e perseguem Fábio. É o velho clássico Ateísmo x Espiritualismo. Chato pra cascalho, diga-se.
  3. Até hoje, Dra. Celeste acredita que o Cruzeiro só não aplicou outros 6×1 nas frangas por que o atleticano Marcelo Oliveira não deixou, naqueles 4×1 de 2013.
  4. Raé se encantou com grande atuação de Paulo André contra o Palmeiras.
  5. Luxmburgueses na miuda. Nem os mais entusiastas se animam a defender o ídolo.
  6. Gepetistas de primeira hora também se enfiaram no armário e não dizem nada.
  7. Rosan viu ajuda do juiz Daronco ao Palmeiras no jogo desta quarta.
  8. Adílson Baptista continua assombrando os eternos insatisfeitos com os dois Simca Zero de 2008 e 2009.
  9. Jotta R escreve um ensaio a cada meia hora ofendendo GPT. E todos são interditados por HAL, o Malvado.
  10. Hoje, a vizinha do 703, as duas recepcionistas do prédio da Av Brasil, o doutor, o manobrista e as meninas da loja de biscoitos me fizeram as mesmas perguntas: O que tá acontecendo? Luxa cai? Vamos sair dessa? Fiquei de consultar meus leitores antes de responder. E aí, galera>

Tempo, maestro! Vou ler o Jaeci e volto já.

20ª BR: Cruzeiro avacalhou a Cocota

Por SÍNDICO | Em 28 de agosto de 2015

21,11420ª rodada do Brasileiro 2014, disputada em 22/23ago15:

SANTOS 5×2 AVAÍ, 22ago15sab18h30, 20ª BR 2015, Vila Belmiro (16 mil), Santos, 12.036 pagantes, R$289.880. Árbitros: Leandro Pedro Vuaden (RS), Alessandro Rocha Matos (BA), Marcelo Barison (RS). Amarelos: Lucas (S); Jéci, Romário, Adriano (A). Gols: Gabriel, 10, Thiago Maia, 13, Leo Gamalho, 29, Ricardo Oliveira, 47, Nilson, 80, Leo Gamalho, 82, Lucas Lima, pênalti, 92. SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz; Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Gabriel (Leandro), Ricardo Oliveira (Nilson) e Geuvânio (Marquinhos Gabriel). T: Dorival Júnior. AVAÍ: Diego; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Jéci e Marrone (Romário); Adriano, Pablo, Tinga (Roberto) e Camacho; Rômulo (Conrado) e Leo Gamalho. T: Gilson Kleina.

GOIÁS 3×0 VASCO, 22ago15sab18h30, 20ª BR 2015, Serra Dourada (41 mil), Goiânia, 11.177 pagantes, R$277.865. Árbitros: Luiz Flávio Oliveira, Alex Ang Ribeiro, Miguel Cataneo Ribeiro Costa, paulistas. Amarelos: Gimenez, Zé Love, Bruno Henrique (G); Rodrigo, Riascos (V). Vermelhos: Jorge Henrique, Rodrigo (V). Gols: Zé Love, 4, Erik, 61 e 76 (pênalti). GOIÁS: Renan, Gimenez, Fred (Valmir Lucas), Felipe Macedo e Diogo Barbosa; Rodrigo (Ygor), Patrick, David e Bruno Henrique; Erik e Zé Love (Murilo). T: Julinho Camargo. VASCO: Martin Silva, Madson, Rodrigo, Anderson Salles e Christianno; Guiñazú (Jhon Cley), Serginho, Julio dos Santos (Lucas) e Nenê; Jorge Henrique e Riascos (Herrera). T: Jorginho.

FIGUEIRENSE 2×1 SPORT, 22ago15sab21h, 20ª BR 2015, Orlando Scarpelli (19 mil), Florianópolis, 4.879 pagantes, R$62.130. Árbitros: Wagner Nascimento Magalhães, Dibert Pedrosa Moisés, Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha, cariocas. Amarelos: Dudu (F); Mancha, Xavier, Hernane (S). Gols: René, 31, Dudu, 63, Bruno Alves, 69. FIGUEIRENSE: Felipe; Leandro Silva (Sueliton, 55), Thiago Heleno, Bruno Alves e Marcos Pedroso; Dener, Fabinho, Yago (Jefferson, 73) e Celsinho (Thiago Santanna, intervalo), Clayton e Dudu. T: René Simões. SPORT: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely e Rodrigo Mancha, Maikon Leite (Samuel, 84), Marlone (Elber, 62), Diego Souza e André (Hernane, 72). T: Eduardo Baptista.

PONTE PRETA 0x0 GRÊMIO, 23ago15dom11h, 20ª BR 2015, Moisés Lucarelli (19 mil), Campinas, 8.612 pagantes, R$145.880. Árbitros: Emerson de Almeida Ferreira (MG), Bruno Boschilia (PR), Sidmar Santos Meurer (MG). Amarelos: Biro (P); Grohe (G). PONTE PRETA: Marcelo Lomba, Rodinei, Renato Chaves, Pablo e Gilson; Fernando Bob e Elton; Felipe Azevedo, Bady (Leandrinho, 69) e Biro Biro (Keno, 78); Borges (Diego Oliveira, 8). T: Doriva. GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Edinho, 47), Douglas, Giuliano e Fernandinho (Pedro Rocha, 77); Luan (Braian Rodríguez, 57). T: Roger Machado.

CORITIBA 1×0 CHAPECOENSE, 23ago15dom11h, 20ª BR 2015, Couto Pereira (40 mil), Curitiba, 21.114 pagantes, 23.489 presentes, R$399.145, gols de HenriqueAlmeida, 31. Árbitros: Ricardo Marques Ribeiro, Marcus Vinicius Gomes, Marconi Helbert Vieira, mineiros. Amarelos: João, Henrique, Maia (Cor); Bruno, Cléber, Costa (Cha). CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Walisson Maia, Rafael Marques (Luccas Claro) e Carlinhos; João Paulo, Cáceres (Marcos Aurélio), Lúcio Flávio e Ruy (Misael); Henrique Almeida e Negueba. T: Ney Franco. CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Vilson, Rafael Lima e Tiago Costa; Bruno Silva, Gil (Maranhão) e Cleber Santana; Tiago Luis (Wagner), Roger e Ananias (Camilo). T: Vinícius Eutrópio.

CORINTHIANS 3×0 CRUZEIRO, 23ago15dom16h, 20ª BR 2015, Itaquera (46 mil), São Paulo, 41.014, R$2.671.942. ARBITRAGEM: Péricles Bassols Pegado Cortez, Rodrigo Henrique Correa, Luiz Claudio Regazone, cariocas. AMARELOS: Fabrício (Cru); Bruno Henrique, Gil (Cor). GOLS: Vagner Love, 14, Jadson, 43, Vagner Love, 47. CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Felipe e Uendel; Elias, Bruno Henrique (Ralf), Jadson (Matheus Pereira) e Renato Augusto; Malcom e Vagner Love (Danilo). T: Tite. CRUZEIRO: Fábio; Mayke (Fabiano), Manoel, Paulo André e Mena; Charles (Willian), Henrique e Fabrício; Marquinhos (Arrascaeta), Leandro Damião e Alisson. T: Vanderlei Luxemburgo.

FLAMENGO 2×1 SÃO PAULO, 23ago15dom16h, 20ª BR 2015, Maracanã (78 mil), Rio de Janeiro 23ago15dom16h. Árbitros: Anderson Daronco (RS) Fabrício Vilarinho Silva (GO), Fabio Pereira (TO) 36.991 pagantes, R$1.163.960 Amarelos: Canteros, Patrick, Wallace, Everton (F); Bruno (S). GOLS: Luiz Eduardo, 35, Ederson, 42, Guerrero, 48. FLAMENGO: César; Pará, Wallace, Samir e Everton; Marcio Araujo, Canteros, Ederson (Paulinho) e Alan Patrick (Luiz Antônio); Emerson Sheik e Guerrero. T: Oswaldo Oliveira. SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Lucão (Wesley), Luiz Eduardo e Michel Bastos; Rodrigo Caio, Thiago Mendes e Hudson; Carlinhos, Alexandre Pato e Centurion (Wilder). T: Juan Carlos Osorio.

INTERNACIONAL 2×0 ATLÉTICO-PR, 23ago15dom16h, 20ª BR 2015, Beira Rio (50 mil), Porto Alegre, 19.241 pagantes, R$463.150. Árbitros: Raphael Claus, Emerson Augusto Carvalho, Marcelo Carvalho van Gasse, paulistas. Amarelos: Leo (I); Hernâni, Kadu, Gustavo (A). Gols: Valdívia, 3; Paulão, 69. INTERNACIONAL: Alisson; Leo, Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Nilton, D’Alessandro (Rafael Moura) e Eduardo Sasha (Wellington); Valdívia e Vitinho (Alex). T: Argel Fucks. ATLÉTICO-PR: Weverton; Bruno Pereirinha (Walter), Kadu, Gustavo e Sidcley; Otávio, Hernâni e Bruno Mota (Marcos Guilherme); Douglas Coutinho (Ewandro), Cléo e Nikão. T: Milton Mendes.

JOINVILLE 2×1 FLUMINENSE, 23ago15dom16h, 20ª BR 2015, Arena (19 mil), Joinville, 12.395 presentes, R$293.04. Árbitros: Emerson Luiz Sobral (PE), Guilherme Dias Camilo (MG), Clóvis Amaral Silva (PE). Amarelos: Guti, Naldo, Marion (J); Marlon, Marcos Jr (F). Gols: Cícero, 25, Mário Sérgio, 80, Marlon (contra), 91. JOINVILLE: Agenor, Mario Sérgio, Bruno Aguiar, Guti e Diego; Naldo, Anselmo e Kadu (Ricardo Bueno); William Popp (Silvinho), Marcelinho Paraíba (Marion) e Edigar Junio. T: Paulo César Gusmão. FLUMINENSE: Julio Cesar, Renato (Rafinha), Gum, Marlon e Gustavo Scarpa; Edson, Jean e Cícero; Marcos Junior (Vinícius), Wellington Paulista e Fred (Lucas Gomes). T: Enderson Moreira.

ATLÉTICO-MG 2×1 PALMEIRAS, 23ago15dom18h30, 20ª BR 2015, Independência (23 mil), Belo Horizonte, 17.464 pagantes, R$683.385. Árbitros: Sandro Meira Ricci (SC) , Carlos Benkenbrock (SC), Eduardo Gonçalves Cruz (MS). Amarelos: Lucas, Dudu (P), Jemerson (A) . Gols: Girotto, 4, Pratto 17 e 36 (pênalti). ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Edcarlos, Jemerson, Douglas Santos, Rafael Carioca, Leandro Donizete, Giovanni Augusto (Guilherme), Luan (Dátolo), Thiago Ribeiro (Patric) e Lucas Pratto. T: Levir Culpi.  PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Vitor Hugo, Jackson, Egídio (Robinho), Amaral, Andrei Girotto (Gabriel Jesus), Zé Roberto, Rafael Marques, Dudu e Alecsandro (Lucas Barrios). T: Marcelo Oliveira.

LUGARES: 351.000. PUPAGANTE: 185.975. MÉDIA: 18.598. OCUPAÇãO: 53%.

Alisson: “Ninguém tá de sacanagem”

Por SÍNDICO | Em 27 de agosto de 2015

PITACOS de blogueiros e protagonistas acerca do CRUZEIRO 2×3 PALMEIRAS, no Mineirão, Belo Horizonte, volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2015, quarta-feira, 26ago15, às 22h.

VANDERLEI LUXEMBURGO, técnico do Cruzeiro: Perdemos prum grande adversário, é bom deixar bem claro e, mais uma vez, com um erro individual. O time estava bem posicionado, mas saímos atrás no marcador, outra vez. Aí veio a expulsão e desatirculou tudo. No 2º tempo, poderíamos até ter empatado. Tirando os erros individuais e a qualidade do Palmeiras, olhando com tranquilidade, a equipe não esteve tão mal. Cobrança existe e é correta. Mas eu já tenho um passado de trabalho. Já passei por isso e tenho que aceitar as cobranças duras. Mas também tenho que ter tranquilidade pra tocar o trabalho. A responsabilidade é minha. Entendo a insatisfação do torcedor, que vem de conquista de campeonato e quer que o time ganhe e cobra do treinador e dos jogadores. É preciso ter tranquilidade. O grupo está querendo. A gente está no futebol há muito tempo e sabe. Se o grupo fosse sacana, teria tomado 5 ou 6 no 2º tempo. Nossa realidade é de insatisfação plena. Estamos perdendo e temos que reagir. Precisamos fazer mais ainda do que fizemos até agora.

CHARLES, volante do Cruzeiro: Impressionante, estamos tentando e trabalhando, o professor faz a melhor escalação possível, mas não vem dando liga quando a gente entra em campo. Não temos outra solução no momento a não ser trabalhar e tentar melhorar cada dia mais. Está difícil, a torcida quer ver resultado e vem pro estádio ver um bom espetáculo, que infelizmente não estamos apresentando.

ALISSON, atacante do Cruzeiro: Ninguém está de sacanagem, ninguém quer rebaixar o Cruzeiro. Todo mundo está lutando, mas tem dia que as coisas não acontecem.

DUDU, atacante do Palmeiras: Nosso time entrou compacto e jogou bem. Sabíamos que teríamos espaço nos contrataques, com o Jesus que é rápido. Só ficamos chateados de tomar dois gols com um jogador a mais.

RAFAEL VASCONCELOS, no Facebook: O 1º tempo parecia o da goleada alemã. Estamos pagando a conta do desastre de gestão no clube este ano. Bruno Rodrigo foi o melhor. Ele evitou que o segundo gol saísse mais cedo e, com isto, sustentou o comércio do Mineirão até os 30 do 2º tempo.

MAIA, no PHD: Nota zero pro time e nota negativa pra torcida, que fez um papelão. Havia muito tempo que não sentia tanta vergonha. Gente vaiando jogador ainda no 1º tempo e pedindo a cabeça do técnico. Um verdadeiro vexame dentro e fora de campo.

BRUNO FURLETTI, no PHD: Joguei a tolha para o Luxemburgo. Não recompor a zaga foi um dos maiores absurdos que já vi num campo de futebol.

TEIXEIRA, no PHD: O 1º tempo foi decepcionante. O 2º, surpreendente. Com um jogador a menos, o Cruzeiro jogou com muita dignidade e quase arrancou o empate.

AZUL CELESTE, no PHD: O Cruzeiro está igual ao Costa Concordia: indo rumo á pedra, afundando, e o capitão Schettino sendo o primeiro a pular fora.

MARIANA RESENDE, no PHD: Tenho muito medo de time que se acostuma a perder.

Alisson se destacou, apesar de tudo

Por SÍNDICO | Em 27 de agosto de 2015

ATUAÇÕES  dos celestes e seus adversários no CRUZEIRO 2×3 PALMEIRAS, Mineirão, Belo Horizonte, volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2015, quarta-feira, 26ago15, às 22h.

TORCIDA CELESTE não compareceu na quantidade que a ocasião exigia e passou tempo vaiando Paulo André (muito) e Charles (pouco). Pior: ofendeu o presidente de forma vergonhosa. Pra completar, despediu-se do técnico Luxemburgo. Neste caso, ao menos, com bom humor. (Síndico)

FÁBIO praticou os habituais milagres impedindo mais gols da SEP. (Síndico)

CEARÁ foi envolvido pelos rápidos palmeirenses, que armaram jogadas no seu setor. Saiu no intervalo. (Síndico)

PAULO ANDRÉ foi batido com facilidade no mano a mano por Jesus, E também por outros caras que     duelaram com a bequeira celeste. Teve personalidade pra jogar debaixo de vaias, sem vomter novos erros a partir do terceiro gol. (Síndico)

BRUNO RODRIGO jogou pouco mais de 20 minutos, até ser expulso por derrubar Jesus na meialua, após bola perdida pelo companheiro de zaga. Até então, estava bem na partida. (Síndico)

MANOEL entrou na etapa final pra recompor a zaga e cumpriu sua missão. (Síndico)

MENA jogou com as habituais raça e seriedade, mas levou um baile assim mesmo. (Síndico)

CHARLES foi o lutador de sempre, como volante na etapa inicial e lateral na final. Não comprometeu.

HENRIQUE recompôs a bequeira após a expulsão de Bruno Rodrigo consertando o setor, Na etapa final, voltou pra volância e ajudou o time a reagir, com seu jogo simples e prático.

VINÍCIUS ARAUJO brigou muito e até fez seu golzinho, mas tecnicamente ainda está abaixo do garoto que foi vendido pra Europa. (Síndico)

LEANDRO DAMIÃO tentou marcar um golzinho, mas Prass não deixou. Deu um belo passe pra Vinícius guardar o primeiro do Cruzeiro. E lutou, como tem feito nos últimos jogos, mas sem conexão com o pessoal que tem obrigação de municiá-lo. (Síndico)

ALISSON fez suas jogadas habituais pessoais e marcou um gol de pênalti. Mas também não dialoga muito com o restante do time. (Síndico)

ALLANO entrou tarde, ciscou e não criou nada de relevante. (Síndico)

CRUZEIRO levou meia hora de vareio até se equilibrar, encaixar a marcação e dar algum trabalho à SEP. Pela insistência em buscar o gol na etapa final, mesmo em desvantagem de jogadores, merecia o empate, que Charles perdeu no último minuto. (Síndico)

PALMEIRAS arrebentou na primeira meia hora pressionando a saída de bola e forçando o erro da defesa celeste com muita frequência. Quando o Cruzeiro recompôs a bequeira e ajustou o 4-4-1, teve dificuldade pra manter a vitória. Mas nunca a classificação, obviamente. (Síndico)

ÁRBITROS só erraram ao economizar nos acréscimos dos dois tempos. (Síndico)

ALISSON [[[15]]] Cruzeirenses no GE, Carpedim, Cardoso, Douglas, Evandro, Carneiro, Rossi, Morato, Ferreira, Milani, Mano, Rocha, Anchieta I, França, Dudu /// GABRIEL [[[4]]] Bruno, Walterson, Penido, Dovalle /// FÁBIO [[[3]]] Wagner, Tadeu, Síndico /// DAMIÃO [[[2]]] Schrier, Furletti /// LUXEMBURGO [[[2]]] Tury, Talentim /// MARCELO OLIVEIRA [[[2]]] S@muel, PJorge /// BRUNO RODRIGO [[[1]]] Vasconcelos /// MENA [[[1]]] Vilela /// PAULO ANDRÉ [[[1]]]] Raher /// ARRASCAETA [[[1]]] Romarol /// FABRÍCIO [[[1]]] Hendrix

Cruzeiro 2×3 Palmeiras: Pacote mata-matou

Por SÍNDICO | Em 26 de agosto de 2015

CRUZEIRO contra Palmeiras, no Mineirão, Belo Horizonte, jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2015, às 22h de 26ago15.

CLASSIFICAÇÃO. O Cruzeiro está entrando diretamente nas oitavas de final, porque disputou a Libertadores no 1º semestre. O Palmeiras desclassificou Vitória da Conquista, Sampaio Corrêa e ASA nas fases anteriores da competição.

SITUAÇÃO: O Cruzeiro precisa vencer por 1×0 ou por dois ou mais gols de diferença pra avançar na competição. Vitória celeste por 2×1 leva a decisão pros pênaltis. Qualquer outro placar classifica o Palmeiras.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro (G), Ceará (L), Pará (L), Douglas Grolli (B), Bruno Rodrigo (B), Willians (V), Charles (V), Gabriel Xavier (M), Arrascaeta (M), Marcos Vinicius (M), Allano (M), Vinícius Araújo (A), Willian (A).

AUSENTES no Cruzeiro: Mayke, Dedé, Júlio Baptista, lesionados, Marinho, por ter participado da competição, defendendo o Ceará.

VANDERLEI LUXEMBURGO, técnico do Cruzeiro: “ ”.

BANCO do Palmeiras: Aranha (G), Nathan (B), Daniel (V), Fellype Gabriel (M), Kelvin (A), Cristaldo (A), Mouche (A), Gabriel Jesus (A) Leandro Pereira (A), Rafael Marques (A).

AUSENTES no Palmeiras: Arouca, Gabriel, João Pedro, Allione, lesionados, Alecsandro e Leandro Almeida, por já terem jogado por Flamengo e Coritiba, respectivamente, nesta Copa do Brasil.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Palmeiras: “ ”.

DATA. A Sociedade Esportiva Palmeiras completa 101 anos de existência hoje.

NÚMEROS. Em 2015, o Cruzeiro disputou 22 partidas no Mineirão, com 8 vitórias, 7 empates e 5 derrotas.

TRANSMISSÃO: Globo, pra MG, menos para Juiz de Fora, com Rogério Correa, Bob Faria e Márcio Rezende Freitas. SporTV 2, pra todo o Brasil, com Odinei Ribeiro e Wagner Vilaron.

O JOGO

21h53 TIMES em campo. Cruzeiro com camisas e mais azuis e calções brancos; Palmeiras, com camisas e meias brancas e calções verdes.

21h56. HINO Nacional.

22h COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita das tribunas. Palmeiras dá a saída.

01 Cruzeiro toma as rédeas no começo de jogo e tenta pressionar o Palmeiras. Luxemburgo já orienta os jogadores.

12 Damião recebe bola na área. A bola bate na coxa e depois no braço direito do atacante. Infração, e tiro livre para o Palmeiras.

13 Dudu chega perto da entrada da área e arrisca chute. A bola vai no meio do gol, e Fábio segura sem problemas.

04 Gabriel Jesus chega na linha de fundo, pela esquerda, tenta conseguir escanteio, mas Bruno Rodrigo é mais rápido e chuta a bola nas pernas do jogador palmeirense. Tiro de meta para o Cruzeiro!

05 Robinho chega pela intermediária e passa para Zé Roberto. O meia tenta achar Barrios na pequena área, mas Fábio dá um toque na bola e desvia a rota da bola.

06 João Pedro disputa bola com Mena pela lateral, leva a melhor, mas acaba atropelando o assistente de arbitragem Marcelo Bertanha Barison.

07 Leandro Damião é lançado no ataque, Fernando Prass sai do gol e afasta a bola.

08 GOL. Dudu toca na área, Gabriel Jesus passa de calcanhar, na medida para Barrios, que só toca na saída de Fábio. PALMEIRAS 1×0.

09 Cruzeiro tenta reagir e tem cobrança de escanteio pela direita.

10 Vinícius Araújo recebe passe de Fabrício, na grande área, e arrisca chute cruzado. A bola passa perto do gol, mas o assistente marca impedimento.

11 Torcida do Cruzeiro já pega no pé de Paulo André. Vaias para o zagueiro quando ele toca na bola.

12 Lucas Barrios cai no gramado, e árbitro pede que jogador saia do gramado para ser atendido.

13

14 Palmeiras toca a bola no campo de ataque. Cruzeiro se fecha e tenta evitar outro gol.

15 BEQUES mudam de lado. Paulo André vai pra direita, Bruno Rodrigo pra esquerda.

16

20

17 Alisson avança pela meia direita, tenta invadir a área, mas é derrubado por Amaral. Falta para o Cruzeiro, e amarelo para o palmeirense.

18 Fabrício solta uma bomba pela meia direita. A bola vai no meio do gol, e Fernando Prass espalma a bola de qualquer jeito.

19 Egídio recebe passe na lateral. Ceará chega duro, e é falta para o Palmeiras!

20

21 João Pedro é lançado na lateral direita, mas a bola corre demais.

22 Leandro Damião é lançado na grande área. O atacante fica cara a cara com Fernando Prass, tenta toque por cima, mas o goleiro espalma para o Palmeiras.

23 João Pedro invade a grande área pela direita e toca para Barrios. O atacante chuta no meio do gol, fraco, mas Fábio espalma para o Cruzeiro.

24 VERMELHO. Bruno Rodrigo, por calçar Gabriel de Jesus na meialua quando o atacante ia sair na cara do gol celeste completamente livre..

25 Falta perigosa para o Palmeiras. Pode levar perigo!

26 BALIZA. Egídio cobra falta, da entrada da área, e a bola explode no travessão de Fábio.

27 GOL. Egídio recebe livre na esquerda e cruza pra Gabriel Jesus, que sozinho toca de prima pra rede. PALMEIRAS 2×0.

28 Torcida do Cruzeiro já protesta contra a atuação do time.

29

30 Além de Paulo André, torcida do Cruzeiro também vaia Charles.

31

32 GOL. Dudu lança Gabriel Jesus na entrada da área. O atacante deixa Paulo André no chão, invade a área, dribla Fábio e toca pra rede. PALMEIRAS 3×0.

33 Bob Faria: Está uma peneira a defesa do Cruzeiro. Aliás, uma peneira furada

34 O Palmeiras toca a bola no campo de defesa. O Cruzeiro precisa fazer cinco gols para se classificar.

35

36 João Pedro cruza bola pela direita. A bola passa por Gabriel Jesus, e ninguém mais do Palmeiras pega a bola.

37 Lucas Barrios recebe na área, arrisca, e Fábio espalma. O atacante, mesmo com o goleiro no chão, não consegue marcar. No rebote, o Palmeiras ainda tenta outro chute, mas o goleiro cruzeirense afasta a bola.

38 GOL. Damião coloca Vinícius Araújo na cara do gol, com passe por cobertura. Prass defende o chute do garoto, que pega o rebote e manda a bola pra rede. CRUZEIRO 1×3

39

40 O Cruzeiro tenta reagir ainda no primeiro tempo e vai para cima do Palmeiras.

41 Robinho tenta lançamento para Barrios na grande área. Defesa do Cruzeiro afasta o perigo.

42 O Palmeiras fica atrás, apenas tentando aproveitar contragolpes.

43 Alisson recebe bola na esquerda, mas é derrubado por Egídio. É falta para o Cruzeiro!

44 DOIS minutos de acréscimo.

45 Alisson cobra a falta. A bola passa por Vinícius Araújo e sai pela linha de fundo.

46 Henrique manda a bola para a área. Leandro Damião raspa a cabeça na bola, mas a bola passa à direita de Fernando Prass.

47 FIM de 1º tempo.

VINÍCIUS ARAÚJO: Infelizmente o gol veio em um momento difícil, em que estávamos perdendo de 3 a 0. Mas não tem que lamentar, vamos jogar como o Cruzeiro e tentar reagir.

GABRIEL DE JESUS: Venho trabalhando, equipe vem concentrada forte. Estou aí para, quando o professor Marcelo quiser, eu estar à disposição

INTERVALO

23h03 TIMES voltam a campo.

23h04 TROCAS: Ceará x Manoel, Vinícius Araújo x Arrascaeta, Amaral, Andrei Girotto.

46 Egídio chega pela esquerda e tenta cruzamento. A bola resvala em Manoel, e é escanteio para o Palmeiras.

47

48 O Palmeiras toca a bola no campo de defesa, e o Cruzeiro fica todo recuado.

49 Andrei Girotto disputa bola com Leandro Damião, leva a pior em lance, e jogo é paralisado para atendimento.

50 Dessa vez por causa de Gabriel Jesus. O jogador recebe pancada nas costas de Charles e fica no chão. Ele é retirado do gramado.

51 Leandro Damião é lançado na grande área, cai no gramado, após disputa com Jackson, mas árbitro manda jogador levantar.

52

53 Jogo fica equilibrado no meio e, por enquanto, nenhum lance de perigo.

54 Bola é recuada para a grande área. Paulo André corre atrás da bola e afasta o perigo.

55 Meia chega de carrinho em Alisson e leva o amarelo. Falta para o Cruzeiro pela ponta esquerda.

56 Damião cai na grande área, colocando a mão na cara, e jogadores apontam que Lucas Barrios teria atingido atacante.

57 Lucas Barrios acertou, com um soco, o atacante Leandro Damião. Anderson Daronco chama a atenção dos jogadores e pede que a falta seja cobrada.

58 Alisson cobra a falta, direto para o gol. Fernando Prass espalma a bola para o Palmeiras.

59 Bob Faria: Cruzeiro está tentando, Palmeiras diminuiu um pouco do ritmo. Pelo menos, agora, o jogo está equilibrado

60 Fernando Prass lança a bola para o campo de ataque. Paulo André e Gabriel Jesus saem correndo atrás do gol. Melhor para o zagueiro, que consegue o toque na bola para Fábio segurá-la.

61

62 Egídio cruza bola da esquerda. Barrios recebe na área, domina e arrisca. Paulo André, na hora, impede o chute do jogador.

63 O Palmeiras ronda a defesa do Cruzeiro e sinaliza a busca pelo quarto gol.

64 Vanderlei Luxemburgo não deixa o banco de reservas neste segundo tempo, até agora.

65 TROCA. Entra Leandro Pereira Sai Lucas Barrios.

66

67 Paulo André se enrosca com Leandro Pereira e acaba derrubado o zagueiro. É falta para o Palmeiras!

68 Andrei Girotto arrisca chute na cobrança de falta. A bola resvala na barreira.

69 TROCA. Entra Allano Sai Leandro Damião

70

71 Bob Faria: Palmeiras está jogando tranquilo, no ritmo dele, só esperando a hora para sair.

72 Arrascaeta tabela com Alisson, recebe na grande área, mas recebe entrada dura de João Pedro.

73 Torcida do Cruzeiro grita nome do goleiro para que ele cobre pênalti.

74 AMARELO. João Pedro

75 GOL. Alisson cobra rasteiro, no canto esquerdo, Prass pro lado oposto. CRUZEIRO 2×3.

76 O Palmeiras toca a bola no meio de campo e tenta chegar ao gol do Cruzeiro.

77

78 TROCA. Entra Mouche Sai Zé Roberto

79 Dudu recebe na área, passa bola para Leandro Pereira, que arrisca chute no canto direito. Fábio cai e defende.

80

81 O Cruzeiro toca a bola no campo de ataque. O Palmeiras está todo no campo de defesa. Só um milagre tira a vaga do Verdão.

82 Allano recebe na direita, mas é derrubado por Egídio. É falta para o Cruzeiro.

83 Alisson cobra falta na grande área. Paulo André tenta cabeceio, mas a defesa do Palmeiras afasta o perigo.

84 AMARELO. Robinho

85 Marcelo Oliveira observa, atento, a partida à beira do gramado.

86

87Allano é lançado na grande área, mas o árbitro assinala impedimento do atacante.

88 A bola é lançada na grande área. Leandro Pereira recebe e manda para o gol, mas a bola passa por cima.

89 No primeiro lance, Fabrício arrisca da esquerda. Prass espalma. Jackson afasta o perigo, mas nos pés de Charles, que arrisca, da grande área, e a bola passa perto do gol do Palmeiras.

90 FIM  de jogo.

PAULLO ANDRÉ: Faz parte do jogo. Com o time não atuando bem, surgem vaias e cobranças.

DUDU: Nosso time foi bem, entrou compacto. Sabíamos que teríamos espaço nos contrataques, com o Jesus que é rápido. Todo mundo está de parabéns, mas a gente fica chateado de tomar dois gols com um a mais.

ALISSON: Ninguém faz sacanagem, ninguém quer rebaixar o Cruzeiro. Todo mundo está lutando, mas tem dias que as coisas não acontecem.

FERNANDO PRASS: A gente fez um bom 1º tempo, com um jogador a mais. Por mais que seja normal, tirar o pé, diminuir o ritmo, infelizmente tomamos um gol de pênalti.

CRUZEIRO 2×3 PALMEIRAS, quarta-feira, 26ago15, 22h. TEMPO: céu limpo, temperatura 22º, vento 10 Km/h, umidade 70%. LOCAL: Mineirão (61 mil), Belo Horizonte. MOTIVO: Jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2015. TRANSMISSÃO: Globo e SporTV. PÚBLICO: 16.972 pagantes, R$533.825, média R$. ARBITRAGEM: Anderson Daronco (RS/Fifa), Marcelo Bertanha Barison (RS), Rafael da Silva Alves (RS/AspFifa), trio de campo, Rodrigo Nunes de Sá (RJ), 4º A, Celso Luiz da Silva (MG), 5º A, Sérgio de Oliveira Santos (RJ), delegado. AMARELOS: Amaral, Zé Roberto, João Pedro, Robinho. VERMELHO: Bruno Rodrigo (C, 24). GOLS: Lucas Barrios, 8, Gabriel Jesus, 27 e 33, Vinícius Araújo, 38, Alisson, pênalti, 75. CRUZEIRO: Fábio; Ceará (Manoel, intervalo), Bruno Rodrigo, Paulo André e Mena; Charles, Henrique e Fabrício; Vinícius Araújo (Arrascaeta, intervalo), Leandro Damião (Allano, 69) e Alisson. T: Vanderlei Luxemburgo. PALMEIRAS: Fernando Prass; João Pedro, Jackson, Vitor Hugo e Egídio; Amaral (Andrei Girotto, no intervalo), Robinho e Zé Roberto (Mouche, aos 33min do 2ºT); Gabriel Jesus, Lucas Barrios (Leandro Pereira, aos 20min do 2ºT) e Dudu. T: Marcelo Oliveira. HISTÓRICO: Foi o 84º Cruzeiro x Palmeiras. Cruzeiro venceu 31, empatou 22, perdeu 31, marcou 68 gols, sofreu 67. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 55 partidas. Cruzeiro venceu 21, empatou 16, perdeu 18. Em Minas, foram 39 jogos. Cruzeiro venceu 20, empatou 11, perdeu, 8. No Independência, 3 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro (2×1, em 1975, 2×0, em 1991, 2×1, em 2012). Foram 3 decisões entre ambos. Em 1996, o Cruzeiro venceu a Copa do Brasil (1×1, Mineirão, 2×1, Parque Antártica). Em 1998, o Palmeiras venceu a Copa do Brasil (0×1, Mineirão, 2×0, Parque Antártica). Ainda em 1998, pela Copa Mercosul, nova conquista do Palmeiras (1×2, Mineirão, 3×1 e 1×0, Parque Antártica).

Semana 33: Voxx, Luxa e Quick deram o que falar

Por SÍNDICO | Em 25 de agosto de 2015

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 33 por MAURO FRANÇA.

SEGUNDA, 17ago15. Reapresentação. Titulares fizeram regenerativo. Demais participaram de coletivo comandado por Deivid. Time A: Elisson; Fabiano, Grolli, Bruno Rodrigo e Pará; Marquinhos, Fabrício e Ariel Cabral; De Arrascaeta, Leandro Damião e Willian. Time B: Rafael; Dione, Alex, Bruno Viana e Gabriel Xavier; Eurico, Bruno Edgar, João Victor e Marcos Vinícius; Marinho e Santiago. Recuperado de lesão muscular, Ceará iniciou preparação física.

TERÇA, 18ago15. Luxemburgo comandou treino técnico em campo reduzido. À tarde, delegação embarcou pra São Paulo, com 24 jogadores: Fábio, Rafael, Elisson, Mayke, Fabiano, Grolli, Bruno Rodrigo, Manoel, Paulo André, Mena, Fabrício, Charles, Eurico, Henrique, Ariel Cabral, Willians, Gabriel Xavier, Alisson, Arrascaeta, Marcos Vinicius, Leandro Damião, Marquinhos, Vinícius Araújo e Willian. /// VOXX Suplementos, empresa do Grupo Cimed que produz suplementos alimentares, que terá sua marca estampada no calção e no site oficial por 1 ano.

QUARTA, 19ago15. PALMEIRAS 2×1 CRUZEIRO. Allianz Parque, São Paulo, Jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil 2015, 24.889 torcedores, R$1.621.115. Arbitragem: Marcelo Lima Henrique (PE), Kleber Lucio Gil (SC), Rafael Silva Alves (RS). Amarelos: Charles, Fabrício (C), Zé Roberto (P). Gols: Cleiton Xavier, 7, Leandro Damião, 49, Rafael Marques, 63. CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Paulo André e Mena; Charles (Cabral), Henrique e Fabrício; Marquinhos (Vinícius Araújo), Leandro Damião e Alisson (Arrasceta). T: Vanderlei Luxemburgo. PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Jackson, Vitor Hugo e Egídio; Arouca (Rafael Marques) e Andrei Girotto; Dudu, Zé Roberto e Cleiton Xavier (Amaral); Lucas Barrios (Cristaldo). T: Marcelo Oliveira. /// LUXEMBURGO: “A equipe jogou com personalidade e atitude. Leandro Damião foi prova disto, jogou com determinação. Na Copa do Brasil, fazer um gol fora de casa é sempre bom. O torcedor tem que abraçar o time. São 180 minutos e temos condições de virar em casa”. /// Luxemburgo fraturou o dedo mínimo da mão esquerda, após trombada com Dudu. /// Delegação, com a inclusão de Marinho, seguiu de ônibus pra Atibaia. /// Daniel “Quick” Gomes, diretor da Máfia Azul, vazou na internet áudio de sua conversa com Gilvan de Pinho Tavares no portão da Toca II, na qual cobrava a volta dos privilégios pra organizada. Gilvan se posicionou: “Ele foi descortês ao gravar escondido e divulgar de maneira mentirosa, porque colocou na rede social minha fotografia com o título ‘presidente libera ingresso’ e a conversa foi no sentido contrário. Não vou liberar, exceto nos jogos fora, porque existe uma norma entre os clubes de fornecer ingressos ao visitante. Se você não repassar, acaba perdendo. É uma forma de colaborar com quem viajou, fez esforço de acompanhar o time. Acho que o torcedor tem que colaborar com o clube. Não pode haver diferença entre torcedor de organizada e o torcedor comum.” Daniel Quick soltou nota com pedido de desculpas.

QUINTA, 20ago15. À tarde, jogadores que atuaram contra o Palmeiras fizeram regenerativo em Atibaia. Demais fizeram musculação. /// João Sérgio, empresário de FÁBIO, sobre a renovação do contrato: “Temos uma determinação do Fábio de não falar com ninguém antes do dia 4, prazo para um pré-contrato. É aqui que ele quer ficar, ele é o maior ídolo do clube. Estamos conversando com o Isaías diariamente. Está caminhando dentro da normalidade. Não tem nada de São Paulo e Palmeiras, ou qualquer outro clube. O que tem é especulação do México, EUA e até da China. Escuto todo mundo, na educação, mas não estamos negociando.” /// BRASILEIRO SUB20, Pituaçu, Salvador, 6ª rodada 2ª Fase, BAHIA 3×2 CRUZEIRO. Gols: Allano e Fabrício. CRUZEIRO: Lucas, Dione, Fabrício, Bruno Viana e Victor Luiz; Luis Felipe (Thiago), Wellington (Roni) e Luiz Fernando (Santiago); Andrey, Allano e Alex Sandro. T: Emerson Ávila. Cruzeiro eliminado. /// 18ª COPA DA AMIZADE BRASIL/JAPÃO, Centro de Futebol Zico, Rio de Janeiro, 1ª rodada Grupo C, CRUZEIRO 3×0 CFZ BRASÍLIA. Gols: Vinícius Henrique (2) e Thiago Nascimento.CRUZEIRO: Gabriel Brazão (Robson); Guilherme Eulálio, Lucas Edu, Geysson (Bruno Higor) e Pedro Venaque, Otávio (João Vitor), Fernando (Thiago Nascimento), Lucas Thadeu e Erick Daniel (Vinicius Popó); Mauro Carlos e Vinícius Henrique (Jean). T: Alexandre Lemos.

SEXTA, 21ago15. Luxemburgo comandou treino técnico. /// GloboEsporte noticiou proposta do Cruzeiro pelo volante UILIAN CORREIA, recusada pelo Ceará. /// 18ª COPA DA AMIZADE BRASIL/JAPÃO, Centro de Futebol Zico, Rio de Janeiro, 2ª rodada Grupo C, CRUZEIRO 0x2 FLUMINENSE. CRUZEIRO: Gabriel Brazão; Guilherme Eulálio (Matheus Felipe), Lucas Edu, Geysson e Pedro Venaque (Thiago Nascimento); Nathan (Vinicius Popó), João Vitor, Otávio (Lucas Thadeu) e Erick Daniel (Jean Paulino); Vinicius Henrique e Mauro Carlos. T: Alexandre Lemos.

SÁBADO, 22ago15. Recreativo encerrou a preparação para o jogo contra o Corinthians. À tarde, delegação retornou a São Paulo. /// 18ª COPA DA AMIZADE BRASIL/JAPÃO, Centro de Futebol Zico, Rio de Janeiro, 3ª rodada Grupo C, CRUZEIRO 6×1 KASHIMA TSUKUBA. Gols: Vinícius, Geysson, Nathan (2) e Mauro Carlos (2). CRUZEIRO: Gabriel Brazão; Lucas Thadeu, Lucas Edu, Geysson e Pedro Venaque (Votorantim); Fernando (Guilherme Eulálio), Thiago Nascimento (Luís), Nathan (Jean) e Erick (Popó); Mauro Carlos e Vinícius. T: Alexandre Lemos. /// Fábio Andrade estreou pela equipe de atletismo vencendo a Carrera Ecológica da Ciudad de El Torno, Bolívia. Mineiro de Lagoa Dourada, Fábio reside em Cochabamba.

DOMINGO, 23ago15. CORINTHIANS 3×0 CRUZEIRO, Itaquera, São Paulo, 20ª rodada, Brasileiro 2015, 41.014 pagantes, R$2.671.942. Arbitragem: Péricles Bassols, Rodrigo Henrique Correa e Luiz Claudio Regazone, cariocas. Amarelos: Fabrício (Cru); Bruno Henrique, Gil (Cor). Gols: Love, 14, Jadson, 43, Love, 47. CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Felipe e Uendel; Elias, Bruno Henrique (Ralf), Jadson (Matheus Pereira) e Renato Augusto; Malcom e Vagner Love (Danilo). T: Tite. CRUZEIRO: Fábio; Mayke (Fabiano), Manoel, Paulo André e Mena; Charles (Willian), Henrique e Fabrício; Marquinhos (Arrascaeta), Leandro Damião e Alisson. T: Vanderlei Luxemburgo. /// LUXEMBURGO: “Sofremos gols em erros individuais. A equipe não jogou mal, teve chances e não fez, eles tiveram e fizeram. Errar contra o Corinthians é morrer, porque eles têm uma estratégia de se fechar e sair no contragolpe. É um resultado que poderia acontecer. Do jeito que perdemos é que é complicado. Tem que cobrar do técnico, dos jogadores, mas se tivéssemos com a equipe pronta, não estaríamos como estamos. Temos algumas deficiências. Nossa realidade é somar o máximo de pontos. Temos que diminuir o percentual de erros”. /// 18ª COPA DA AMIZADE BRASIL – JAPÃO, Centro de Futebol Zico, Rio de Janeiro, quartas de final, CRUZEIRO 0x0 FLAMENGO. Prorrogação: Flamengo 3×1. Gol: João Vitor. /// ATJosé Nilson de Jesus venceu a etapa de Aracaju do 6º Circuito das Farmácias Pague Menos (30:17), seguido por Johannes Max Boa Morte Araújo (30:31). José Márcio Leão da Silva venceu a 1ª Etapa do Circuito SESC 2015 em Iguatu/CE (30:04). Justino Pedro da Silva venceu a Corrida do Fogo do Corpo de Bombeiro de Juazeiro da Bahia (14:27), seguido por Edson Amaro Arruda dos Santos (14:53). Ivamar de Oliveira venceu a 3ª Corrida das Indústrias de Cláudio (14:56). Antônio Ferreira da Silva foi o 3º (15:30). Reginaldo José da Silva foi o 6º no 3º Desafio Rivelli de Barbacena (32:15).

Se o Itaú acertar, GPT terá que renunciar

Por SÍNDICO | Em 25 de agosto de 2015

Deu no site da ESPN:

  • Segundo estudo do Itaú BBA, o banco de investimentos do grupo Itaú, a previsão para o fim de 2015 para o Cruzeiro é de um buraco de R$19 milhões (sempre lembrando que esse é o valor antes dos impostos), em uma análise que cita até a queda para a Série B. “Tradicionalmente, a gestão do Cruzeiro trabalha no limite da agressividade financeira. Usualmente apresenta geração de caixa negativa, muitos investimentos e a conta só fecha com entradas não operacionais”, diz trecho do estudo. O clube está longe de ter gestão financeira moderna que busca folga financeira, levando ao extrema a ideia de que clube de futebol não precisa de lucro, precisa de títulos. É verdade, mas no meio do caminho pode ter que lidar com alguma temporada na Série B, como quase aconteceu há alguns anos. É sempre um risco desnecessário”.

Isto depois de GPT ter reduzido a folha de pagamentos (sem encargos sociais) de R$14 milhões mensais pra R$7 milhões, de 2014 pra 2015.

E pensar que os doidivanas pensam o tempo todo em contratações bombásticas. Maior do que a burrice é a má fé mesmo.

O pior time de todos os tempos da última semana

Por SÍNDICO | Em 24 de agosto de 2015

Ao lado do Vasco, o Cruzeiro é o pior time do Brasileiro, neste momento. E se não mudar muito e em pouco tempo, vai disputar a Série B em 2016.

O clube já bateu à porta    conseguiu milagrosas salvezzas em 1994, 1997 e 2011. Aí, vale aquele dito: tantas vezes vai o pote à fonte, que uma hora quebra.

Espero que não seja este ano, mas se for, paciência. Nenhum clube está livre de ser rebaixado. O prejuízo seria gigantesco, mas não impossível de ser corrigido ao longo dos anos.

Mas isto é assunto pra se discutir com mais calma, adiante. Por ora, vamos listar o que sai das cabeças pouco pensantes dos torcedores:

Faltam etiquetas! Poha nenhuma. Dedé, Mena, Damião, Cabral, Arrascaeta foram ou são  regularmente convocados pras seleções de seus países. Fábio, Henrique, Alisson, Eurico e Vinícius já estiveram na principal e nas inferiores algumas vezes. Ceará, Manoel, Bruno Rodrigo, Charles, Willians são testados, rodados, experientes, putaveias etc e tal.

Luxemburgo não treina o time. Tolice. Conversa fiada recorrente. Pra desmenti-la, basta ler o noticiário do dia a dia do time.

Jogadores estão na balada. Outro papo idiota. Do tempo em que se jogava uma vez por semana. Hoje em dia, em meio a treinos, viagens e jogos frequentes, nem querendo o boleiro dá conta de ir pra gandaia.

GPT não é bom administrador. Não é mesmo. É ultrapassado, manhoso, vaidoso, centralizador e o caralho a quatro. Mas não joga. Nem deixa faltar nada ao time. Tampouco atrasa os salários.

Volto mais tarde. Divirtam-se, enquanto isto.

Dillma, esse é dos seus!

Por SÍNDICO | Em 24 de agosto de 2015

ISAIAS TINOCO, o diretor de futebol tecém contratado por GPT,  disse, em coletiva hoje à tarde,  que já ouviu dizer que a torcida celeste não é a maior de Minas, mas que é muito exigente, pois está acostumada a conquistar títulos.

Conversa típica de carioca pra quem o Brasil começa na Gávea e termina em São Cristóvão. Qual é a surpresa?

Pior foi a torcida se descabelar e o clube soltar nota ofícial. Agora, sim, temos um case. Burrice amplificada por hidrófobos dando munição aos rivais. Dillma não está sozinha. O que tem de anta neztepaiz não está no gibi!

Dourado: “O presidente tem muito crédito”

Por SÍNDICO | Em 24 de agosto de 2015

PITACOS de blogueiros e protagonistas acerca do Corinthians 3×0 Cruzeiro, em Itaquera, São Paulo, domingo, 23ago15, às 16h, pela 20ª rodada do Brasileiro 2015.

VANDERLEI LUXEMBURGO, técnico do Cruzeiro: Sofremos gols em erros individuais. A equiope não jogou mal, teve chances e não fez, eles tiveram e fizeram. Errar contra o Corinthians é morrer, porque eles têm uma estratégia de se fechar e sair no contragolpe. Tivemos erro no primeiro gol, conseguimos equilibrar, mas tomamos outro gol em outro erro. E teve o escorregão, que a gente não pode culpar o jogador. O campo é bastante escorregadio, com certeza uma estratégia bem usada, porque o adversário do Corinthians sempre escorrega bastante. Resultado ruim. Já deixei bem claro que nosso 2º turno é outro campeonato, outra história. Essa derrota contra o Corinthians é um resultado que poderia acontecer. Aqui eles perdem muito pouco, duas derrotas na temporada. Do jeito que perdemos é que é complicado. Tem que cobrar do técnico, dos jogadores, mas se tivéssemos com a equipe pronta, não estaríamos como estamos. Temos algumas deficiências. Nossa realidade é somar o máximo de pontos. Temos que diminuir o percentual de erros, tem que haver cobrança de quem está no Cruzeiro.

LEANDRO DAMIÃO, centroavante do Cruzeiro: Como o treinador falou, temos que ter hombridade, temos que melhorar muito pra sair desta situação, que preocupa muito. A gente não queria chegar neste ponto. Foi o primeiro jogo do returno, temos que ter uma sequência melhor, senão vai ficar complicado.

MAURÍCIO NORIEGA, comentarista do SporTV: Grande jogo do Corinthians, lembrando momentos que a equipe protagonizou no começo do ano, com consciência tática, agressividade. Impôs ao Cruzeiro muitas dificuldades.

BRUNO RJ7L, no PHD: Apesar das orientações, avisos e avisos, vi o repeteco do jogo de madrugada. O Cruzeiro esteve razoável até levar o terceiro gol, depois desmoronou de vez. Falhas e escorregões decidiram a partida. E não achei que os gambás foram envolventes, apesar da inoperância do time celeste.

ERNESTO ARAUJO, comentarista do PHD: O Cruzeiro não jogou tão mal como contra o Joinville (aquilo foi uma nulidade inacreditável) mas por outro lado cometeu erros individuais incríveis. Numa situação normal, ficaria zero a zerom mas o time celeste conseguiu sofisticar seus erros. Até agora, os gols adversários saíam de uma forma mais normal, até mais graças aos méritos dos oponentes. Mas hoje foi algo surreal. Aquela bola do Mayke eu nunca vi.

JOÃO CHIABI DUARTE, no Facebook: Na boa é fácil. A hora de mostrar quem é torcedor de verdade é esta. A fase é ruim, mas não é hora de abandonar o time.

PROFESSOR DOURADO, no PHD: Tem uns caras que escrevem muito e só pra criticar. O presidente tem muito crédito, pode estar fazendo tudo errado este ano, mas fez muito nos dois anos imediatamente anteriores. Só falam em Alexandre Matos e Marcelo Oliveira, que também contribuíram muito, sem considerarem que nenhum time consegue ficar muito tempo no topo, ganhando tudo! E não vamos cair pra Série B!!!

MARIANA RESENDE, no PHD: Eu só sei de uma coisa: estarei no Mineirão, na quarta e no domingo.

ANIVERSÁRIOS DE HOJE: Diogo Lara e Dudu. Saúde e duas vitórias seguidas do Maior de Minas pra ambos recuperarem o humor são os votos do Síndico.