Tapa na cara

Por SÍNDICO | Em 18 de janeiro de 2017

FELIPE MELO, entre outras bravatas, avisou que vai dar tapa na cara de uruguaio, em Montevidéu.

Muito honesto da parte dele prevenir adversários e juízes. Aprovei. Agora, vamos ver como o Palmeiras vai se sair na Libertadores jogando com dez.

Armazém do Seu Gilvan

Por SÍNDICO | Em 17 de janeiro de 2017

HALEF PITBULL, 22 anos, do Vitória da Conquista, artilheiro da Copa Governador, da Bahia, com 5 gols em 7 jogos, está sendo contratado pelo Cruzeiro.

Assim como os meias Luiz Fernando e Caíque Valdívia, emprestados ao Mirassol e ao Criciúma, respectivamente, ele também será repassado a outro clube.

O modelo é o mesmo que se mostrou vantajoso com o atacante Rony, contratado ao Remo, emprestado ao Náutico e, recentemente, vendido (80% do passe) ao Albirex, do Japão. (Fonte: Superesportes)

O que o caro leitor acha dessa política? Eu a considero inteligente. Há muito tempo, clube não é só time, Virou empresa. Em variados sentidos.

Impávido colosso

Por SÍNDICO | Em 17 de janeiro de 2017

Arquibancada da Vila Belmiro caiu. Itaquera está afundando. Maracanã já começou a ser demolido. 

Impávido colosso, só mesmo o Mineirão, administrado por um consórcio. Resiste a tudo, até os maus agouros de muitos torcedores celestes. 

Fez bem o governador ao dar uma banana a seus seguidores e não mexer no time que está bem entrosado. 

A burrice não pode vencer sempre, nem mesmo no Brasil.

Teste

Por SÍNDICO | Em 16 de janeiro de 2017

Gostaria de saber do caro comentarista do PHD quem é o autor do primeiro comentário deste post. Desde já, muito obrigado.

Neves nos braços do povo

Por SÍNDICO | Em 16 de janeiro de 2017

THIAGO NEVES desembarcou em Confins, vestiu camisa e boné da Máfia Azul e foi carregado nas costas pelos fãs.

Me preocupa o fato de ele ter sido dispensado pelo Al Jazira de sei lá onde. Agora é torcer pra que ele entre em forma e vote a jogar bem.

Jogar bem, como no auge da carreira, é quase impossível. O tempo pune. Mas se jogar metade já pode ajudar muito o time. A conferir.

Copa SP: Cruzeiro 1×2 Flamengo. Fatalidade

Por SÍNDICO | Em 15 de janeiro de 2017

CRUZEIRO 1×2 FLAMENGO, 15jan17qua19h. TEMPO chuvoso, temperatura 22º, vento 10 Km/h, umidade 80%. LOCAL: José Liberatti (17 mil), Osasco. MOTIVO: 4ª fase, Copa SP Futebol Júnior. TRANSMISSÃO: SporTV. PÚBLICO: 10.000 (estimado). ARBITRAGEM: Cleber Luis Paulino, Risser Jarussi Corrêa, Osvaldo Apipe Medeiros Filho (SP). AMARELOS: Márcio, Hugo Moura, Vinicius Souza, Rafael Santos, Pepê. GOLS: Jean Lucas, 55, Tonhão, 84, Vinícius Jr, 92. CRUZEIRO: Jonathan; Vitinho, Patrick, Tonhão, Victor Luiz; Thiago Souza (Natan), Márcio (Lucas Soares); Cesinha (Luan), Vander (Marco Antônio). João Luiz (Rick Sena); Thonny Anderson. T: Marcos Valadares. FLAMENGO: Gabriel Batista; Klebinho, Dener (Bernardo), Rafael Santos, Moraes; Vinicius Souza (Gabriel Silva), Hugo Moura; Jean Lucas, Pepê, Vinicius Jr; Lincoln (Jardeu). T: Gilmar Popoca.

Divisionais em Dallas e Pittsburgh

Por SÍNDICO | Em 15 de janeiro de 2017

MAURO FRANÇA

O Divisional Round tem sequência neste domingo com mais dois jogos.

DALLAS COWBOYS x GREEN BAY PACKERS, 19h30 (horário de Brasília), AT&T Stadium (100.000), Arlington, Texas.

Um dos grandes clássicos da NFL, confronto carregado de tradição e história. Da última vez que se enfrentaram em playoffs, no Divisional da temporada 2014/15, há exatos dois anos, a vitória do Packers, 26×21, em casa, deixou um gosto amargo para o Cowboys. Nos minutos finais, os juízes reverteram uma marcação de touchdown que daria a vitória à equipe, em uma decisão que causou muita polêmica.

O Cowboys não parecia uma aposta segura antes do início dessa temporada. Em 2015, Tony Romo se machucou e a equipe fez uma campanha desastrosa. Ainda sem Romo, a responsabilidade recaiu nos calouros Dak Prescott, quarterback, e Ezekiel Elliott, running back. Depois de uma derrota na estreia, o Cowboys emendou 11 vitórias consecutivas e se tornou a sensação da temporada. Prescott teve desempenho expressivo e Elliott foi o corredor mais acionado e o melhor em jardas conquistadas. A série invicta incluiu vitórias expressivas sobre o Packers, na Semana 6, e Steelers, na Semana 10, ambas fora de casa. Agora, a dupla estreia em playoff, contra um adversário qualificado. O desafio é enorme. As chances do Cowboys dependem de como eles vão reagir. Outra força da equipe é a linha ofensiva, considerada a melhor da Liga. Seu ataque foi o 5º melhor no geral, 2º no jogo corrido, mas apenas o 23º no jogo aéreo. A defesa foi a 14ª em jardas cedidas e 5ª em pontos cedidos, 26ª contra o jogo aéreo e 1ª contra corridas.

A vitória sobre o Giants no Wild Card foi a 7ª seguida do Packers. Aaron Rodgers desequilibrou, com direito a big plays, incluindo um Hail Mary no final do 1º tempo. A má notícia é o desfalque confirmado de Jordy Nelson, alvo preferencial de Rodgers, com lesão nas costelas sofrida neste jogo. Ainda que Randall Cobb tenha dado conta do recado, a perda de Nelson é um golpe. O ataque perde seu melhor recebedor, como já havia perdido Eddie Lacy, o melhor corredor, desde a Semana 5. Rodgers é a chave. Com um desempenho fenomenal do seu QB, as chances do Packers aumentam. Seu ataque foi 8º em jardas conquistadas, 4º em pontos anotados, 7º melhor no jogo aéreo, mas apenas o 20º nas corridas. A defesa foi 22ª no geral, 21ª em pontos cedidos, 31ª contra o jogo aéreo e 8ª contra o corrido.

  • Temporada regular: Cowboys, 30×16, Semana 6, em Green Bay.
  • Playoffs: 7 jogos, Cowboys 4-3.
  • Histórico: 34 jogos, 17-17. 
  • DALLAS COWBOYS
  • Campanha: 13-3 (7-1 em casa, 6-2 fora). Campeão da NFC Leste, 1º na Conferência.
  • Playoffs: Desde 1970, 32ª classificação, 2ª desde 2014. 60 jogos, 34-26. Super Bowl: 8, venceu 5 (71,77,92,93,95), perdeu 3 (70,75,78).
  • Posição nos rankings: defesa – 14º; ataque – 5º; passes – 23º; corridas – 2º; pontos – 5º (26.3)
  • Destaques: Dak Prescott, QB, 23 anos, 1ª temporada, 23 TD, 4 INT, 3.667 jardas (19º) / Ezekiel Elliott, RB, 21 anos, 1ª temporada, 322 corridas (1º) – 1.631 jardas (1º), 15 TD (3º) / Dez Bryant, WR, 28 anos, 7ª temporada, 50 recepções – 796 jardas, 8 TD / Cole Beasley, WR, 27 anos, 5ª temporada, 75 recepções, 833 jardas, 5 TD / Sean Lee, OLB, 30 anos, 6ª temporada, 145 tackles (5º) /
  • Técnico:Jason Garrett, 50 anos, 7ª temporada, 2ª classificação para playoffs. Temporada regular: 58-46. Playoffs: 1-1. 
  • GREEN BAY PACKERS
  • Campanha: 10-6 (6-2 em casa, 4-4 fora). Campeão da NFC Norte, 4º na Conferência. No Wild Card, vitória sobre o Giants, 38×13.
  • Playoffs: Desde 1960, 27ª classificação aos playoffs, 8ª consecutiva. 44 jogos, 26-18. Disputou 5 Super Bowl, venceu 4 (66, 67, 96, 10), perdeu 1 (97).
  • Posição nos rankings: defesa – 22º; ataque – 8º; passes – 7º; corridas – 20º; pontos – 4º (27.0)
  • Destaques: Aaron Rodgers, QB, 33 anos, 12ª temporada, 40 TD (1º), 7 INT, 4.428 jardas lançadas (4º) / Ty Montgomery, RB, 23 anos, 2ª temporada, 77 corridas – 457 jardas, 3 TD / Jordy Nelson, WR, 31 anos, 8ª temporada, 97 recepções (5º) – 1.257 jardas (6º), 14 TD (1º) – fora do jogo / Davante Adams, WR, 24 anos, 3ª temporada, 75 recepções – 997 jardas, 12 TD (2º) / Clay Matthews, OLB, 30 anos, 8ª temporada, 24 tackles, 5.0 sacks.
  • Contra o Giants: Aaron Rodgers, 25-40 passes, 362 jardas, 4 TD / Davante Adams, 8 recep., 125 jardas, 1 TD / Randall Cobb, 5 recep., 116 jardas, 3 TD.
  • Técnico:Mike McCarthy, 53 anos, 11ª temporada, 9 classificações para playoffs, 8ª consecutiva. Temporada regular: 114-61. Playoffs: 9-7. Um Super Bowl (10).

KANSAS CITY CHIEFS x PITTSBURGH STEELERS, 23h00 (horário de Brasília), Arrowhead Stadium (76.400), Kansas City, Missouri.

Na Semana 4 o Chiefs foi massacrado pelo Steelers, em Pittsburgh. Daí em diante, venceu os 5 seguintes e 10 dos últimos 12 jogos, o que lhe valeu o título da Divisão e a 2ª melhor campanha da AFC. O desempenho consistente, pela segunda temporada consecutiva, credenciou o Chiefs como concorrente sério na briga pelo título da Conferência. É uma equipe equilibrada em todos os setores, e que está confiante no seu potencial. Alex Smith pode não ser um quarterback espetacular, mas é experiente e consistente. A variação de formações e jogadas de ataque tramada pelo técnico Andy Reid é uma das forças da equipe. Tyreek Hill, calouro que vem impressionando, pode ser um dos fatores decisivos para a vitória. Vale mencionar a ausência de Jamaal Charles, seu melhor running back, fora de ação com lesão no joelho. Ainda assim, a equipe manteve o poder de fogo ofensivo. A defesa também é parte importante no desempenho do time. A secundária é forte e eficiente, com uma das menores margens de erro. O desafio é parar Le´Veon Bell e melhorar o desempenho na red zone, que foi um dos piores da Liga na temporada regular.

O Big Three mais uma vez foi decisivo na vitória sobre o Dolphins na semana passada. Como ficou evidente, a chave para o sucesso é o desempenho de Le´Veon, que correu para 167 jardas. No jogo da Semana 4, foram 178. Bell tem a 3ª melhor marca de jardas corridas por jogo da história da Liga (157) e é Top 5 no total. Big Ben sofreu uma contusão no pé no final do jogo, chegou a usar uma proteção durante a semana, mas treinou nos últimos dias e deve jogar. O ataque é o 7º melhor em jardas conquistadas e 5º no jogo aéreo. Com muitos calouros na formação, a defesa melhorou muito nas últimas 7 rodadas, quando foi Top 4 em pontos e jardas cedidas e a melhor em sacks. No geral, foi apenas a 12ª em jardas cedidas, 16ª contra o jogo aéreo e 13ª contra corridas.

  • Temporada regular: 1 jogo, Steelers 43×14, em casa, Semana 4.
  • Playoffs: 1 jogo, Chiefs 27×24, Wild Card, 1993.
  • Histórico: 42 jogos, Steelers 21-11.

KANSAS CITY CHIEFS 

  • Campanha: 12-4 (6-2 em casa, 6-2 fora). Campeão da AFC Oeste, 2º na Conferência.
  • Playoffs: 18ª classificação, 2ª consecutiva. 24 jogos, 8-16. Disputou 2 Super Bowl, venceu 1 (69) e perdeu 1 (66).
  • Posição nos rankings: defesa – 24º; ataque – 20º; passes – 19º; corridas – 15º; pontos – 13º (24.3).
  • Principais jogadores: Alex Smith, QB, 32 anos, 12ª temporada – 4ª na equipe, 15 TD, 8 INT, 3.502 jardas / Spencer Ware, RB, 25 anos, 3ª temporada – 2ª na equipe, 214 corridas – 921 jardas, 3TD / Travis Kelce, TE, 27 anos, 4ª temporada, 85 recepções – 1.125 jardas (2ª na posição), 4 TD / Tyreeke Hill, WR, 22 anos, 1ª temporada, 61 recepções – 593 jardas, 6 TD / Marcus Peters, CB, 24 anos, 2ª temporada, 45 tackles, 6 INT (3º).
  • Técnico: Andy Reid, 58 anos, 18ª temporada, 4ª na equipe depois de 14 com o Eagles, 11ª classificação para playoffs, 2ª com a equipe. Temporada regular: 173-114, 43-21. Playoffs: 11-11, 1-2. 
  • PITTSBURGH STEELERS
  • Campanha: 11-5 (6-2 em casa, 5-3 fora). Campeão da AFC Norte, 3º na Conferência.
  • Playoffs: 29ª classificação, 3ª consecutiva. 58 jogos, 35-23. Disputou 8 Super Bowl, conquistou 6 (74,75,78, 79, 05, 08) e perdeu 2 (95,10).
  • Posição nos rankings: defesa – 12º; ataque – 7º; passes – 5º; corridas – 14º; pontos – 11º (24.9).
  • Principais jogadores: Ben Roethlisberger, QB, 34 anos, 13ª temporada, 29 TD (6º), 13 INT, 3.819 jardas lançadas (17º) / Le’Veon Bell, RB, 24 anos, 4ª temporada, 261 corridas (8º) – 1.268 jardas (5º), 75 recepções – 616 jardas, 7 TD / Antonio Brown, WR, 28 anos, 7ª temporada, 106 recepções (2º) – 1.284 jardas (5º), 12 TD (2º) / Lawrence Timmons, ILB, 30 anos, 10ª temporada, 114 tackles, 2.5 sacks, 2 INT.
  • Contra o Dolphins: Ben Roethlisberger, 13-18 passes, 197 jardas, 2 TD, 2 INT / Le’Veon Bell, 29 corridas, 167 jardas, 2 TD / Antonio Brown, 5 recep., 124 jardas, 2 TD.
  • Técnico: Mike Tomlin, 44 anos, 10ª temporada, 7ª classificação para playoffs. Temporada regular: 103-57. Playoffs: 7-5. Super Bowl: 2 – 1 título (08). 

Calote

Por SÍNDICO | Em 14 de janeiro de 2017

HURACÁN voltou a cobrar, em seu site, pagamento de parcela da compra de Ábila. E, agora, com juros pelo atraso.

Gilvan está pendurando um placa de CALOTEIRO no pescoço do Raposo. O próximo presidente terá um trabalhão pra colocar ordem na casa.

NFL, hoje, em Atlanta e Foxborough

Por SÍNDICO | Em 14 de janeiro de 2017

MAURO FRANÇA

A rodada do Wild Card não teve a habitual dose de equilíbrio, disputa e emoçãOo das partidas de playoffs. Foram jogos previsíveis, com amplo domínio dos times da casa. O Texans impôs a força de sua defesa sobre um desmantelado Raiders. O ataque do Steelers fulminou a defesa do Dolphins. O Seahawks não deu chances ao Lions. O Packers ainda teve alguma dificuldade contra o Giants, mas deslanchou e venceu com a maior diferença de pontos da rodada.

A expectativa é que os jogos do Divisional Round, as semifinais de Conferência, sejam mais equilibrados e disputados. Não é para menos. Texans, Steelers, Packers e Seahawks enfrentam Patriots, Chiefs, Cowboys e Falcons. Em ação, apenas campeões de Divisão, as melhores equipes da temporada, os melhores jogadores. A nata da temporada.

JOGOS DE SÁBADO

ATLANTA FALCONS x SEATTLE SEAHAWKS, 19h30 (horário de Brasília), Georgia Dome (71.000), Atlanta, Georgia.

Na única vez que se enfrentaram em playoffs, a vitória foi do Falcons, em casa, em um jogo épico decidido nos segundos finais. O então calouro Russell Wilson fez sua sua primeira partida de playoffs, com um desempenho espetacular. Matt Ryan não ficou atrás e salvou sua equipe de um desastre gigantesco. Foi a sua primeira e única vitória em playoffs, em 5 jogos.

O último jogo, na Semana 6, em Seattle, também foi acirrado e terminou com vitória apertada do Seahawks, em casa. Matt Ryan fez uma temporada espetacular. Melhor rating, 2º melhor em jardas aéreas e touchdowns anotados. Pela 6ª temporada seguida, lançou para mais de 4.000 jardas, alcançando a melhor marca da carreira. É candidato a MVP da temporada. Russell Wilson teve uma temporada atribulada por várias lesões. Se por um lado conseguiu a melhor marca da carreira em jardas lançadas, do outro teve a pior em corridas, uma de suas especialidades.

A fortaleza do Falcons é o ataque, 2º melhor da temporada, 3º no jogo aéreo, 5º no corrido e melhor média de pontos anotados por jogo. A defesa não é tão confiável, apenas a 25ª em jardas cedidas, 28ª contra o jogo aéreo e 17ª contra corridas. O técnico Dan Quinn, que faz sua estreia em playoffs, foi assistente técnico e coordenador defensivo do Seahawks entre 09/10 e 13/14.

Para buscar uma vitória fora de casa, Seahawks terá que contar com a força de sua defesa, 5ª melhor da temporada e 1ª contra o jogo corrido. Além de um desempenho acima da média de Russell Wilson e, principalmente, de Thomas Rawls, fator decisivo na vitória sobre o Lions com 161 jardas corridas.

  • Temporada regular: 1 jogo, Seahawks 26×24, em casa, Semana 6.
  • Playoffs: 1 jogo, Falcons 30×28, Divisional Round, 2012.
  • Histórico: 16 jogos, Seahawks 10-6. 
  • ATLANTA FALCONS
  • Campanha: 11-5 (5-3 em casa, 6-2 fora). 1º na NFC Sul, 2º na Conferência.
  • Playoffs: 13ª classificação, 1ª desde 2012. Em 6 não passou do wild card. 19 jogos, 7-12. Disputou 1 Super Bowl e perdeu (98).
  • Posição nos rankings: defesa – 25º; ataque – 2º; passes – 3º; corridas – 5º; pontos – 1º (33.8).
  • Principais jogadores: Matt Ryan, QB, 31 anos, 9ª temporada, 38 TD (2º), 7 INT, 4.944 jardas (2º) / Devonta Freeman, RB, 24 anos, 3ª temporada, 227 corridas – 1.079 jardas (9º), 54 recepções – 462 jardas, 11 TD (6º) / Julio Jones, WR, 27 anos, 6ª temporada, 83 recepções – 1.409 jardas (2º), 6 TD / Vic Beasley, OLB, 24 anos, 2ª temporada, 15.5 sacks (1º), 39 tackles.
  • Técnico: Dan Quinn, 46 anos, 2ª temporada como técnico principal, 1ª classificação aos playoffs. Temporada regular: 19-13. Playoffs: 0-0. 
  • SEATTLE SEAHAWKS
  • Campanha: 10-5-1 (7-1 em casa, 3-4-1 fora). Campeão da NFC Oeste, 3º na Conferência. Wild Card: Vitória sobre o Lions, 26×6.
  • Playoffs: 16ª classificação, 5ª consecutiva. 30 jogos, 16-14. Disputou 3 Super Bowl, venceu 1 (14) e perdeu 2 (06,15).
  • Posição nos rankings: defesa – 5º; ataque – 12º; passes – 10º; corridas – 25º; pontos – 19º (22.1).
  • Principais jogadores: Russell Wilson, QB, 28 anos, 5ª temporada, 21 TD, 11 INT, 4.219 jardas lançadas (10º), 259 jardas corridas. / Thomas Rawls, RB, 23 anos, 2ª temporada, 109 corridas – 349 jardas / Doug Baldwin, WR, 28 anos, 6ª temporada, 94 recepções (7º) – 1.128 jardas (11º), 7 TD / Jimmy Graham, TE, 30 anos, 7ª temporada, 2ª com a equipe, 65 recepções – 923 jardas, 6 TD / Bobby Wagner, MLB, 26 anos, 5ª temporada, 167 tackles (1º).
  • Contra o Lions: Russell Wilson, 23-30 passes, 224 jardas, 2 TD / Thomas Rawls, 27 corridas, 161 jardas / Doug Baldwin, 11 recepções, 104 jardas.
  • Técnico: Pete Carroll, 65 anos, 11ª temporada, 7ª na equipe, 7ª classificação para playoffs, 5ª com a equipe. Temporada regular: 103-72. Playoffs: 10-6, 9-4 com o Seahawks. Super Bowl: 2, 1-1 (14,15). 

NEW ENGLAND PATRIOTS x HOUSTON TEXANS, 23h15 (horário de Brasília), Gillette Stadium (72.220), Foxborough, Massachusetts.

Se há um jogo na rodada que tem um favorito destacado, é este. Provavelmente apenas os torcedores do Texans em uma vitória sobre o Patriots em pleno Gillette Stadium. As temporadas passam e a dupla Tom Brady e Bill Belichick segue acumulando títulos e recordes. O Patriots venceu seus últimos 7 jogos e fechou a temporada regular com a melhor campanha da Liga. O interminável Tom Brady ainda ostenta números expressivos. Ainda que tenha tido a pior marca de jardas lançadas desde 2006 e o menor número de tentativas desde 2001, teve seu melhor rating desde 2007, melhor aproveitamento de passes e o menor número de interceptações da carreira, mesmo ausente dos primeiros 4 jogos, por suspensão. Rob Gronkowski, lesionado, é um desfalque e tanto. Ainda assim o ataque do Patriots mostrou força, 4º melhor no geral e nos passes e 7º nas corridas, além de 3º em pontos marcados. LeGarrett Blount foi o running back que mais marcou touchdowns e o 2º mais acionado. A defesa foi a 8ª melhor, 12ª em jardas aéreas cedidas e a 3ª melhor contra o jogo corrido. O retrospecto também favorece o Patriots, que venceu 7 de 8 jogos contra o Texans.

Bill O´Brien, técnico do Texans, declarou que para buscar a vitória sua equipe vai precisar de um desempenho próximo à perfeição. A força do Texans é a defesa, a melhor da temporada, 2ª contra o jogo aéreo e 12ª contra o corrido. O ataque não foi tão efetivo. Foi apenas o 29º em jardas aéreas, 28º em média de pontos, 8º no jogo corrido. Contratado a peso de ouro no final da temporada passada, Brock Osweiler até aqui decepcionou. Chegou a ir para o banco, só voltando com a contusão de seu substituto. Foi o que bastou para passar pelo Raiders, mas terá que ser bem melhor para se consagrar como a zebra da rodada.

  • Temporada regular: 1 jogo, Patriots 27×0, em casa, Semana 4.
  • Playoffs: 1 jogo, Patriots 41×28, em casa, Divisional Round, 2012.
  • Histórico: 8 jogos, Patriots 7-1. 
  • NEW ENGLAND PATRIOTS
  • Campanha: 14-2 (6-2 em casa, 8-0 fora). Campeão da AFC Leste, 1º na Conferência.
  • Playoffs: 23ª classificação, 8ª consecutiva, 14ª em 16 temporadas. 46 jogos, 28-18. Disputou 8 Super Bowl, venceu 4 (01, 03, 04, 14) e perdeu 4 (85, 96, 07, 11).
  • Posição nos rankings: defesa – 8º; ataque – 4º; passes – 4º; corridas – 7º; pontos – 3º (27.6)
  • Destaques: Tom Brady, QB, 39 anos, 17ª temporada, 28 TD (7º), 2 INT, 3.554 jardas lançadas / LeGarrett Blount, RB, 30 anos, 8ª temporada – 4ª na equipe, 299 corridas (2º) – 1.161 jardas (8º), 18 TD (1º) / Julian Edelman, WR, 30 anos, 8ª temporada, 98 recepções (4º) – 1.106 jardas (13º), 3 TD / Martellus Bennett, TE, 29 anos, 9ª temporada – 1ª na equipe, 55 recepções – 701 jardas, 7 TD.
  • Técnico:Bill Belichick, 64 anos, 22ª temporada, 17ª pela equipe, 15 classificações para playoffs, 14 pela equipe. Temporada regular: 237-115. Playoffs: 23-10. Super Bowl: 4-2.
  • Houston Texans
  • Campanha: 9-7 (7-1 em casa, 2-6 fora). Campeão da AFC Sul pela 2ª vez consecutiva, 4º na Conferência.
  • Playoffs: 4ª classificação, 2ª consecutiva. 6 jogos, 3-3. Ainda não disputou Super Bowl.
  • Posição nos rankings: defesa – 1º; ataque – 29º; passes – 29º; corridas – 8º; pontos – 29º (17.4)
  • Destaques: Brock Osweiler, QB, 26 anos, 5ª temporada, 1ª na equipe depois de 4 com o Broncos, 15 TD, 16 INT (4º), 2.957 jardas lançadas / Lamar Miller, RB, 25 anos, 5ª temporada, 1ª na equipe, 268 corridas (6º) – 1.073 jardas (10º), 5 TD / DeAndre Hopkins, WR, 24 anos, 4ª temporada, 78 recepções – 954 jardas, 4 TD / Quintin Demps, SS, 31 anos, 9ª temporada, 5 na equipe, 55 tackles, 6 INT (2º).
  • Contra o Raiders: Brock Osweiler, 14-25 passes, 168 jardas, 1 TD / Lamar Miller, 31 corridas, 73 jardas, 1 TD / DeAndre Hopkins, 5 recepções, 67 jardas, 1 TD.
  • Técnico:Bill O´Brien, 47 anos, 3ª temporada na equipe e como técnico principal na Liga, 2ª classificação para playoffs. Temporada regular: 27-21. Playoffs: 1-1.

O elenco

Por SÍNDICO | Em 13 de janeiro de 2017

Eis o elenco de partida pra 2017:

Contratados: Caicedo, Barbosa, Hudson, Neves
Promovidos: Lucão, Kevin, Cerqueira, Ventura, Raniel
Retornado: Fabrício
Remanescentes: Rafael, Fábio, França, Mayke, Ezequiel, Bryan, Edimar, Leo, Dedé, Manoel, Romero, Henrique, Cabral, Robinho, Arrascaeta, Rafinha, Marcovinícius, Alex, Elber, Alisson, Ábila, Sobis, Judivan

Pergunto ao leitor:

  1. Quem deveria sair?
  2. Qual será o time do Mano?
  3. E o seu time?