Palmeiras 1×0 Cruzeiro: Mano não era o problema

Por SÍNDICO | Em 14 de setembro de 2019

CRUZEIRO contra Palmeiras, neste 14set19sab19h, no Allianz (43 mil), São Paulo, 19ª rodada, Brasileiro 2019.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Palmeiras, o 1º, com 16.914 pontos.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 18 pontos, Palmeiras, o 3º, com 36.

TEMPO nublado, temperatura 20º, vento 12 Km/h, umidade 80%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Jota Junior, comentários de Paulo Nunes e Maurício Noriega, reportagens de Fabíola Andrade..

ARBITRAGEM: Rodolpho Toski Marques, Bruno Boschilia, Victor Hugo Imazu dos Santos (PR). VAR: Paulo Roberto Alves Jr, Adriano Milczvski, Ivan Carlos Bohn (PR).

CRUZEIRO: Fábio — Orejuela, Cacá, Leo, R Santos — Henrique, Ederson — David, M Gabriel, Rocha — Fred. T: Rogério Ceni.

BANCO: Rafael, Fabruno, Dodô, Egídio, Jadson, Jadsom Silva, Adriano, Neves, Maurício, Robinho, Ezequiel, Sassá.

AUSENTES: Dedé, Weverton (lesionados), Cabral, Edílson, Rodriguinho (preparação física).

PENDURADOS: Cabral, Cacá, Dedé, Henrique, Robinho, Rodriguinho.

PALMEIRAS: Weverton — M Rocha, Victor Hugo, Gómez, Barbosa — Bruno Henrique, Felipe Melo, Scarpa — Willian, Luiz Adriano, Dudu —. T: Mano Menezes..

BANCO: Prass (G), Jailson (G), Mayke (L), Jean (L), Antonio Carlos (B), Luan B, Thiago Santos (V), Vitor Luis (L), Lucas Lima, Vitinho (M), (M), (A), Artur (A), Deyverson (A).

AUSENTES: Mayke (lesionado).

PENDURADOS: Antônio Carlos, Deyverson, Dudu, Marcos Rocha, Thiago Santos.

PALMEIRAS 1×0 CRUZEIRO Motivo: 19ª rodada Brasileiro 2019. Data/Hora: 14set19sab19h. Local: Allianz, São Paulo. Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR) Assistentes: Bruno Boschilia (PR), Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) VAR: Paulo Roberto Alves Junior (PR) GOL: Bruno Henrique, 45. Amarelos: Melo, Dudu, Marquinhos, Santos, Éderson. Público: 35.578 presentes, R$2.267.762. Palmeiras: Weverton; M Rocha, Gómez, Vitor Hugo, Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Scarpa (Lucas Lima); Dudu, Willian (Zé Rafael), Luiz Adriano (Borja). T: Mano Menezes. CRUZEIRO: Fábio, Orejuela, Cacá, Leo, R Santos (Egídio, 71); Henrique, Ederson; David (Neves, 64), M Gabriel, Rocha; Fred (Sassá, 69). T: Rogério Ceni.

HISTÓRICO: 96 jogos, Cruzeiro venceu 35, empatou 28, perdeu 33, marcou 136 gols, sofreu 142. Pelo Brasileiro, desde 1967, foram 63 partidas. Cruzeiro venceu 24, empatou 19, perdeu 20. Em Minas, 43 jogos. Cruzeiro venceu 23, empatou 12, perdeu, 8. No Independência, 3 jogos, 3 vitórias do Cruzeiro (2×1, 1975, 2×0, 1991, 2×1, 2012). Foram 3 decisões: Em 1996, Cruzeiro venceu a Copa do Brasil (1×1, Mineirão, 2×1, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Copa do Brasil (0×1, Mineirão, 2×0, Parque Antártica). Em 1998, Palmeiras venceu a Mercosul (1×2, Mineirão, 3×1 e 1×0, Parque Antártica.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.46o jogos, 633 vitórias, 393 empates, 435 derrotas, 2.119 gols marcados, 1.658 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 645 jogos, 29o vitórias, 141 empates, 214 derrotas, 966 gols marcados, 796 sofridos, aproveitamento de 53%.

Quais são as feras, afinal?

Por SÍNDICO | Em 13 de setembro de 2019

TIME CELESTE pra sábado, às 19h, no Allianz, contra o Palmeiras, segundo o Globo Esporte:

  • Fábio — Orejuela, Leo, Fabruno, Dodô — Henrique, Jadson (Cabral) — Robinho, M Gabriel (David), Rocha — Fred (David).

Mas o que, afinal, quer Bento Ceni? Tá muito confuso.

Trocar de técnico no meio da temporada é arriscado por isto. Periga o caboclo chegar e tentar impor suas ideias fora de hora e, quase sempre sem o elenco adequado a elas.

Melhor seria avaliar o elenco, entender o que se pode fazer com ele  não inventar moda.

João Saldanha, em sua primeira entrevista como treinador da Seleção Brasileira, escalou o time. e E disse: “essas são as feras!”.

Quais seriam as férias do Ceni? E as suas, caro leitor?

Eu acredito é na rapaziada…

Por SÍNDICO | Em 12 de setembro de 2019

O CRUZEIRO está na porta da zona, com imenso risco de entrar nela nas duas próximas rodadas. A situação c começa a ficar dramática, como já o ocorreu em 85, 94, 97 e 11.

O que eu  e pergunto éL en quem confiar num momento como este? Quem pode tirar o clube do sufoco? 

Na diretoria não confio. Aquilo não passa de um bando e amadores erráticos, sem projeto algumm sem credibilidade, nem rumo.

Na torcida também não acredito. Ela só ajuda quanto não e preciso, quando o céu é de brigadeiro. Nun meto ruim, ela se afasta ou, pior, vaia, tumultua, e acaba incentivando os adversários.

Do técnico não se pode esperar muita coisa. Com seu mega-ego, ele mete os pés pelas mãos inventando táticas e escalações, sem  conexão  coma realidade, apenas por se achar  capaz de bolar fórmulas salvadoras. 

Restam os atletas. Neles, que conquistaram quatro títulos em dois abismo boto fé. São profissionais inteligentes, dedicados e, por tudo isto, vão dar um jeito de sair dessa encrenca.

Zezé Perrella: “Compraram parte do Conselho”

Por SÍNDICO | Em 11 de setembro de 2019

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 36 de 2019, por MAURO FRANÇA: 

SEGUNDA, 02SET19 – REAPRESENTAÇÃO: regenerativo para titulares contra o Vasco e treino técnico para os demais, incluindo Pedro Rocha, Leo, Edilson, Dodô e Ezequiel, além de Luiz Gustavo, Alemão e Paulo, do Sub20. /// VIAGEM para Porto Alegre, à noite. /// DIVULGADA possível candidatura de FÁBIO à prefeitura de BH, na chapa do Solidariedade. /// RODRIGO BAZÍLIO, goleiro de 17 anos, assinou seu primeiro contrato profissional, válido até ago24. /// CONFIRMADA disputa do Mineiro Feminino. Clubes aceitaram arcar com as taxas de arbitragem e quadro móvel.

TERÇA, 03SET19 – TREINO fechado no CT do Grêmio. /// DEDÉ fez fisioterapia no hotel. /// LEO treinou normalmente. /// FÁBIO desmentiu candidatura à prefeitura: “Nunca falei ou pensei em política, meu foco sempre foi jogar. Usaram meu nome sem me comunicar, soltaram a notícia sem antes verificar a veracidade, sempre fui uma pessoa aberta para esclarecimentos. O caminho mais fácil e correto seria me perguntar. Então aprendam”. /// EDILSON suspenso por 2 jogos, pela expulsão contra o Avaí. /// DUDA e MICAELLY, meias do time feminino, convocadas para Seleção Brasileira que vai disputar a Liga Sul-Americana Sub19 em Buenos Aires, entre 09 e 14set.

QUARTA, 04SET19 – INTERNACIONAL 3×0 CRUZEIRO. Copa do Brasil, volta das semifinais, Beira Rio, Porto Alegre, 43.175 pagantes, R$ 2.389.469. Arbitragem: Flávio Rodrigues (SP), Alessandro Matos (BA), Fabricio Vilarinho (GO). VAR: Rodrigo Guarizo (SP). Gols: Guerrero, Edenílson. INTERNACIONAL: Lomba; Bruno, Moledo, Cuesta, Uendel (Sarrafiore); Lindoso, Edenílson, Patrick, D’Alessandro (Sóbis), Nico (Nonato); Guerrero.​ T: Odair Hellmann. CRUZEIRO: Fábio; Jadson; Dedé (Cabral), Fabruno, Dodô; Henrique, Robinho (Ederson); M Gabriel, Neves, David; Pedro Rocha (Fred). T: Rogério Ceni. /// CENI: “A responsabilidade é, como um todo, nossa, do Cruzeiro. Acho que fazíamos um bom primeiro tempo, tocando bola, criando oportunidades de gol, uma chance cara a cara logo no começo do jogo. Agora, erramos muitos passes, acho que isso foi o principal motivo da derrota. Quase 60 erros entre perda de bola e passes errados. Sem o princípio básico do jogo, você dificilmente consegue agredir o adversário”. /// JUDIVAN, atacante de 24 anos, emprestado ao Paraná, até o final da temporada.  /// ITAIR MACHADO reconduzido ao cargo de vice-presidente de futebol, por decisão do TJMG. /// CRUZEIRO 3×0 ATLÉTICO. Brasileiro Sub20, 13ª rodada, Alterosas, Belo Horizonte. Gols: Thiago (2), Caio. CRUZEIRO: Vinícius; Rômulo, Edu (Paulo), César, Ryan; Jonathan (Luiz Gustavo), Adriano, Jadsom (Marco Antônio), Michel (Rafinha); Thiago (Zé Eduardo), Popó (Caio). T: Ricardo Resende.

QUINTA, 05SET19 – TREINO na academia do hotel, em Porto Alegre. /// RETORNO para BH, à tarde. /// ZEZÉ PERRELLA, sobre a diretoria: “Eles estão acabando com o Cruzeiro. São irresponsáveis. O Wagner é uma ‘rainha da Inglaterra’. O presidente do Cruzeiro chama-se Itair Machado. O Wagner não manda nada, não é respeitado por ninguém lá dentro. Eu não sei o que fazer. Pra tirar eles, é só uma assembleia geral, com dois terços dos votos. Nós não temos esses votos, eles têm a maioria. Nós precisamos de 70% dos votos. Mal conseguimos chegar a 50%. Infelizmente eles compraram parte do conselho. Vejo com muita preocupação. Eles vão acabar com o Cruzeiro. Eu não tenho nenhuma dúvida disso. Nenhuma, se essa turma continuar”.

SEXTA, 06SET19 – TREINO fechado. /// DEDÉ sofreu torção no tornozelo direito no jogo contra o Inter. Sérgio Campolina descartou lesão grave. /// EZEQUIEL apresentado oficialmente. /// CONCEDIDO efeito suspensivo para Edilson. /// LEONARDO GACIBA palestrou para o elenco celeste na Toca II, sobre uso e importância do VAR. /// MARCELO DJIAN, sobre declarações de Thiago Neves após o jogo contra o Inter: “É a tal da entrevista logo após o jogo, depois das partidas, onde o jogador está com a cabeça quente e acaba se excedendo. Conversamos internamente e está tudo resolvido. Colocamos tudo que tinha que ser falado entre treinador e jogador e está resolvido”. /// RODRIGUINHO, ponteiro do Sada Cruzeiro, foi flagrado no antidoping do Pan-Americano de Lima e foi suspenso preventivamente por 30 dias. Clube informou não ter recebido notificação oficial.

SÁBADO, 07SET19 – TREINO fechado. /// AMÉRICA 1×1 CRUZEIRO. Mineiro Sub20, volta das quartas de final, Alterosas, Belo Horizonte. Gol: Caio. CRUZEIRO: Vinícius, Luiz Gustavo, César, Paulo, Pereira (Ryan); Edu (Bicalho), Jadsom (Rafinha), Michel (Alexandre Souza); Welinton (Stênio), Thiago, Popó (Caio). T: Ricardo Resende. /// CRUZEIRO classificado (agregado: 4×1). /// ADVERSÁRIO nas semifinais será o Atlético.

DOMINGO, 08SET19 – CRUZEIRO 1×4 GRÊMIO. Brasileiro, 18ª rodada, Independência, Belo Horizonte, público e renda não divulgados. Arbitragem: Rafael Traci, Helton Nunes, Eder Alexandre (SC). VAR: Rodrigo D’alonso (SC). Amarelos: Henrique, David, Alisson. Gols: Tardelli, Alisson, Fred, 36 (p), Cebolinha (2). CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacám Leo, Dodô; Henrique, Robinho (Sassá), Neves (Ezequiel), M Gabriel, David (Pedro Rocha), Fred. T: Rogério Ceni. GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo, Geromel (David Braz), Kannemann, Cortez; Michel (Luan), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre, Everton; Tardelli (Pepê). T: Renato Portaluppi. /// ROGÉRIO CENI: “A única coisa que eu digo é que se for para continuar no Cruzeiro tem que ser de maneira diferente. Precisamos mudar drasticamente a situação, mesmo que apanhe nos próximos jogos. A atitude temos que mudar. Também faço parte de tudo isso, apesar de ter chegado recentemente, mas já são três semanas de trabalho. Até me sinto envergonhado de vir aqui, para ser sincero. Eu preferia não dar entrevista. Vim por educação, cumprir o meu papel”. /// FÁBIO é o recordista de jogos pelo Brasileiro (576), ultrapassando Rogério Ceni.

Brasil 0x1 Peru: a vez do vice

Por SÍNDICO | Em 11 de setembro de 2019

BRASIL perdeu sua 3ª partida na Era Tite, jogando mal contra seu vice da Copa América,

BRASIL 0x1 PERU, 11set19qua00h, TEMPO nublado, temperatura 19º, vento 5 Km/h, umidade 80%. LOCAL: Coliseum (90 mil), Los Angeles, MOTIVOL amistoso. TRANSMISSÃO: Globo e Sportv. PÚBLICO: 32.287. ARBITRAGEM: Jair Marrufo, Frank Anderson, Corey Rockwell (Estados Unidos), AMARELOS: Alex, Aquino. GOL: Abram, 84. BRASIL: Ederson, Fagner, Marquinhos, Militão, Alex Sandro; Casemiro (Fabinho, 46), Allan; Neres (Paquetá 62), Coutinho (Bruno Henrique, 83); Richarlison (Vinicius Jr 72); Firmino (Neymar 62). T: Tite. PERU: Gallese, Advíncula, Zambrano (Santamaría, 69), Abram, Trauco; Tapia, Aquino (Gonzálesm 68), Yotún (Ballónm 92), Costa (Cuevam 71), Flores (Carrillo, 71); Ruidíaz (Reyna, 46). T: Ricardo Gareca.

Zuloobas: “Recuar Robinho foi a pior burrice”

Por SÍNDICO | Em 10 de setembro de 2019

PITACOS acerca do CRUZEIRO 1×4 GRÊMIO, no Independência, Belo Horizonte, 08set19dom11h, pela 18ª rodada do Brasileiro 2019: 

ROGÉRIO CENI: A única coisa que eu digo é que, se for para continuar no Cruzeiro, tem que ser de maneira diferente. Se a gente precisar mudar drasticamente a situação, mesmo que a gente apanhe nos próximos jogos, mas a atitude temos que mudar, caso contrário, não faz sentido nem eu ficar aqui, muito menos comparecer após jogo para dar entrevista. Também faço parte de tudo isso, apesar de ter chegado recentemente. Mas já são três semanas de trabalho. Até me sinto envergonhado de vir aqui, para ser sincero. Eu preferia não dar entrevista. Vim por educação, cumprir o meu papel. Eu já perdi na minha vida muitos jogos, mas existem maneiras e maneiras de ser derrotado. A situação já é muito delicada. Eu lamento ter de vir falar, pela situação, com derrota no meio de semana e hoje também. Não é tirar, afastar. Temos que fazer comportamentalmente, talvez fazer para alguns atletas uma intertemporada, parar por uma semana, sem jogo. Modificar a maneira de jogar, por mais que eu goste de um futebol ofensivo e tente privilegiar jogadores de alta qualidade técnica.

WASHINGTON RAMOS: No primeiro gol, ninguém acompanhou Galhardo. Dodô estava marcando Leo e quando foi já era tarde. Leo e Cacá deixaram Tardelli livre. No segundo, M Gabriel deu bom passe para Alisson, que tabelou com Everton e chutou fraco, como sempre, mas a bola passou. No terceiro, Neves perdeu a bola, algo corriqueiro, e Everton fuzilou sem perdão. No quarto, Everton passou no meio de Leo, que se enrolou com a bola, e não perdoou.

DOUGLAS VELLOSO: A forma como a equipe e seu treinador reagiram ao primeiro gol, ditou o que foi o resto da partida. O Cruzeiro se desalinhou, perdeu a concentração e o senso coletivo e desfez as linhas por conta de um desespero evitável. E os erros se repetiram: erros de passe na transição, falta de verticalidade, meio campo vazio, marcação frouxa e zaga desprotegida. Sobre a coletiva, pareceu que o Ceni agora tem todas as cartas para cobrar, já que quem abriu a boca não se justificou. É fechar a casinha e ser mais realista. O campeonato sempre foi outro.

FERNANDÃO ÁVILA: Ceni foi lamentável. Caminha a passos largos pra demissão. Insiste em comportamentos traíras, como fez com o David. Insiste em não proteger seu time adequadamente. Ignora que do outro lado há um adversário. Sua sorte é que as coisas estão um tanto confusas nos bastidores e a torcida acaba pegando leve com ele e seus erros. Em análise que extrapola o jogo de hoje, eu diria que ele demonstra uma capacidade nula de aprendizado com os próprios erros. Erros que vem se repetindo desde o jogo seguinte à estreia.

ZULOOBAS: De todas as burrices de Rogério, recuar Robinho foi a pior. Ele destruiu duas das poucas coisas que ainda funcionavam, em um time já combalido, a criação e a contenção. Incomoda-me o time na parte debaixo da tabela propondo jogo e jogando aberto contra o Grêmio. Catástrofe garantida. Escola Paulo Bento e Fernando Diniz. Isso é como querer fazer uma paella, com ingredientes de buchada.  

ROMAROL: Demorou quase um mês pra ficha do Ceni cair, Ele foi mais lúcido na entrevista do que no comandando a equipe, que colocou pra jogar como se o adversário fosse um Tupi ou Patrocinense, que bastava partir pra dentro e pronto. Ridículo!

MATÓN URUGUAYO: Sacaría a varios jugadores del equipo y dejaría de pagar los salarios de Neves, Fred, Cabral, Jadson, Robinho, Rocha, Egidio, Edilson y Marcos Gabriel hasta que pidieran su terminación en la Justicia. Sí, saldaría deudas con ellos solo para evitar pérdidas de puntos o rebajas en la liga. Al igual que con el caso Latorre, creo que nos llevaría muchos años pagarles.

Recomeça o festival…

Por SÍNDICO | Em 10 de setembro de 2019

FESTIVAL DE BABAQUICES recomeçou:

  1. Time não cai, mesmo que pra isso alguém tenha que morrer.
  2. Vestiário rachado.
  3. Dispensem o Neves, o Fred e o Edílson.
  4. Rogério Bento Ceni boicotado pelas etiquetas.
  5. Cachaçada.
  6. Time de masters.
  7. Volta pro Ipatinga, Itair!
  8. Organizada cria um disque-denúncia pra pegar jogador na balada.
  9. Rogério Bento Ceni promete mudanças drásticas.
  10. Superesportes feliz que nem pinto no lixo.

É uma mistura de falta do que fazer, palpite errado, estultice e viadagem. Poha, se tiver que ser rebaixado, que seja com dignidade. Ao menos isto.

Henrique se salvou no vexame do Horto

Por SÍNDICO | Em 9 de setembro de 2019

ATUAÇ!OES os protagonistas do CRUZEIRO 1×4 GRÊMIO, no Independência, Belo Horizonte, 08set19dom11h, pela 18ª rodada do Brasileiro 2019, por FERNANDÃO ÁVILA: 

TORCIDA CELESTE foi inconstante. Uma pequena galera vaiou e errou todos os alvos. Eu fui ao campo e também gostaria de transmitir um recado de insatisfação, mas como a opção seria a de aderir a algum dos coros de descontentes, perdi a chance, já que nenhum deles me representou.

FÁBIA começou gritando com a zaga e desobedecendo deliberadamente a ordem do chefe, bicando a bola pra onde o nariz apontava. Isso evitou alguns riscos imediatos. Nos gols não falhou, mas também não pegou nada digno de nota.

EDÍLSON fez um jogo correto, sem rompantes disciplinares, sem grandes vacilos defensivos. No ataque, ajudou pouco.

CACÁ começou empolgado se fazendo presente nas compactações ofensivas na intermediária ofensiva. No segundo tempo, esteve frente a frente com o Cebolinha e não conseguiu pará-lo.

LEO ficou exposto. O time não o ajudou e ele também não retribuiu. Havia pouco a fazer contra o esquadrão de gremistas em seu setor, o que torna injusto até o ato de avaliá-lo individualmente.

DID%O foi tenebroso. No primeiro gol, estava lá fazendo a sua figuração habitual. Não cortou o cruzamento, mas deu condição legal ao atacante adversário. Na construção de jogadas, limitou-se a recuar 100% das bolas que recebia, irritando até os companheiros. Robinho principalmente o pediu várias vezes pra passar, mas ele ignorou os apelos.

HENRIQUE fez o que pôde. Foi o melhor atacante do time, avançando pelo meio. Sofreu o pênalti no 1º tempo e uma falta perigosa no 2º. Desarmou, correu, mas nem sua disposição compensou os erros de escalação e de ideia de jogo.

ROBINHO não conseguiu ser o mágico que o Ceni queria. O mágico que acerta todos os passes em progressão para um time desconjuntado. Mas deu o melhor de si no 1º tempo, marcando, correndo e tentando. No 2º, com o sol batendo forte, fez mais o feijão com arroz.

DVID descolou a bola do jogo. Na primeira metade do 1º tempo, botou umaaçucrada pro Fred, mas o centroavante finalizou em cima do goleiro. Amarelado por ajudar o Dodô na esquerda, serviu de bode expiatório para o chefe mostrar que ele é desses, que mexe no 1º tempo mesmo. Saiu mais cedo do que devia.

ROCHA corre esquisito, o que pude conferir porque no Horto a arquibancada é perto do campo e eu o reparei no 2º tempo. É certo que uma das pernas dele dobra mais que a outra, ou que ele tem uma perna maior que a outra, sei lá. Completamente inoperante por todo o tempo em que esteve em campo.

NEVES ergue-se como a voz que afronta o chefe dentro do elenco, mas para justificar tal condição tinha que mostrar um cadinho mais de bola, né? A seu favor, voltou a ser escalado na última linha, jogando mais de costas do que armando o time.

EZEQUIEL entrou e deixou a torcida curiosa, sobre o que poderia fazer. Com vontade e velocidade apresentou um bom cartão de visitas.

M GABRIEL cometeu erros sucessivos de passe, por isto o ideal é pregá-lo à linha lateral ofensiva. Errou bisonhamente o passe que iniciou a jogada do segundo gol. O gênio do banco resolveu então utilizá-lo de volante na parte final do jogo, após a saída do Robinho (que não é volante!) para a entrada do Sassá.

FRED perdeu a bola do jogo logo no início. Àquela altura, ninguém sabia ainda, mas jogando em um time tão exposto e frágil defensivamente, começar vencendo teria sido primordial. No resto do jogo, brigou pela xepa, sem sucesso.

CENI foi lamentável. Caminha a passos largos pra demissão. Insiste em comportamentos traíras, como fez com o David. Insiste em não proteger seu time adequadamente. Ignora que do outro lado há um adversário. Sua sorte é que as coisas estão um tanto confusas nos bastidores e a torcida acaba pegando leve com ele e seus erros. Em análise que extrapola o jogo de hoje, eu diria que ele demonstra uma capacidade nula de aprendizado com os próprios erros. Erros que vem se repetindo desde o jogo seguinte à estreia.

CRUZEIRO foi um time sem controle emocional, mal escalado, vulnerável. Vou propor ao Síndico abolirmos as avaliações individuais dos jogadores enquanto Ceni estiver no comando. É injusto avaliar individualmente os caras com um time de jogo coletivo inexistente.

GRÊMIO enfrentou um adversário ideal pra esquecer a eliminação recente. Suportou o ímpeto adversário por 15 minutos e depois fez o que quis e como quis. Pierre é um baita meiocampista, esguio, lembra o Pogba correndo e acionando os colegas em melhor condição. Alisson e Cebolinha um em cada ponta gota rafemos pra defesa celeste.

ÁRBITROS trabalharam bem (Síndico). 

MelhorDoJogo => HENRIQUE [[[22]]]]] Jottar, Wagner, Rizzi, Fernandão, Penido,  Arreguy, Artur, Jotapê, Zuloobas, Chaves, Anchieta, Olivieri, Amaral, Ulhôa, Pinheiro, Palmeira, Nem, Bastos, França, Romarol, Síndico, Dudu —– FRED [[[3]]] Ge, Lucas, Barnabé —– FÁBIO [[[2]]] Seisaum, Lulu —– DODÔ [[[1]]] Pedro —– NEVES [[[1]]] Soeiro —– CACÁ [[[1]]] Chiabi —– TORCIDA CELESTE [[[3]] Polaco, Soalheiro, Rezende —– EVERTON [[[[4]]]] Schrier. Knijnik, Morato, Walterson —– TARDELLI [[[2]]] Angrisano, Sanchotene …

Cruzeiro 1×4 Grêmio: homenagem a Paulo Bento

Por SÍNDICO | Em 8 de setembro de 2019

CRUZEIRO contra Grêmio, 08set19dom11h, Independência (23 mil), Belo Horizonte, 18ª rodada do Brasileiro 2019.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 16º, com 15 pontos; Grêmio, o 11aaº, com 22.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 2º, com 15.822 pontos, Grêmio, o 3º, com 14.936.

TEMPO ensoalarado, temperatura 21º, vento 21 Km/h, umidade 78%.

TRANSMISSÃO: Premiere, com narração de Luiz Carlos Jr. e comentários de Grafite e Henrique Fernandes, reportagens de Maurício Paolucci e Victor La Regina. .

ARBITRAGEM: Rafael Traci, Helton Nunes, Eder Alexandre (SC). VAR: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC).

CRUZEIRO: Fábio — Edilson, Cacá, Leo, Dodô – Henrique, Robinho — M Gabriel, Neves, David — Fred. T: Rogério Ceni.

BANCO: Rafael, Fabruno, Egídio, Rafael Santos, Ederson, Adriano, Cabral, Jadson, Ezequiel, Sassá, Rocha.

AUSENTES: Orejuela (Seleção Colombiana), Rodriguinho, Dedé (lesionados).

PENDURADOS: Cabral, Cacá, Dedé, Robinho, Rodriguinho.

GRÊMIO: Paulo Victor — Galhardo, Geromel, Kannemann, Cortez — Michel, Matheus Henrique — Alisson, Jean Pyerre, Everton — Tardelli. T: Renato Portaluppi.

BANCO: Júlio Cesar G, Paulo Miranda B, David Braz B, Juninho Capixaba L, Rômulo V, Darlan V, Thaciano M, Da Silva A, André A, Pepê A.

AUSENTES: Leonardo, Maicon, Léo Moura, Felipe Vizeu, Marcelo Oliveira (lesionados).

PENDURADOS: Leonardo e Luciano.

CRUZEIRO 1×4 GRÊMIO, 08set19dom11h TEMPO ensoalarado, temperatura 21º, vento 21 Km/h, umidade 78% LOCAL: Independência, Belo Horizonte. TRANSMISSÃO: Premiere. PÚBLICO: 11.363 pagantes, 14.208 presentes, R$114.299, média R$10. ARBITRAGEM: Rafael Traci, Helton Nunes, Eder Alexandre (SC). VAR: Rodrigo D’alonso (SC). AMARELOS: Henrique, David, Alisson Gols: Tardelli, 18, Alisson, 27, Fred, 36 (p), Cebolinha, 63 e Cebolinha, 76. CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacám Leo, Dodô; Henrique, Robinho (Sassá,74), Neves (Ezequiel, 67), M Gabriel, David (Rocha, 29), Fred. T: Rogério Ceni. GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo, Geromel (David Braz, 51), Kannemann, Cortez; Michel (Luan, 79), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre, Everton; Tardelli (Pepê, 71). T: Renato Portaluppi.

HISTÓRICO: 76 jogos. Cruzeiro venceu 33, empatou 20, perdeu 24, marcou 96 gols, levou 79. Pelo Brasileiro, foram 56 jogos. Cruzeiro venceu 23, empatou 15, perdeu 19, marcou 71 e sofreu 66 gols. Pela Libertadores, 6 jogos. Cruzeiro venceu 3, empatou 2 e perdeu 1. Foram 29 jogos nos estádios do Grêmio (Olímpico e Humaitá). Cruzeiro venceu 6, empatou 10, perdeu 14, marcou 20 gols e sofreu 35. Cruzeiro e Grêmio já decidiram um título, a Copa do Brasil 93. No Olímpico, 0×0; no Mineirão, Cruzeiro 2×1.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 58 participações em 63 campeonatos, 1.46o jogos, 633 vitórias, 393 empates, 434 derrotas, 2.119 gols marcados, 1.657 sofridos. Aproveitamento de 53%. Nos pontos corridos: 644 jogos, 29o vitórias, 141 empates, 213 derrotas, 966 gols marcados, 795 sofridos, aproveitamento de 53%.

18bra19: Cruzeiro em 16º

Por SÍNDICO | Em 7 de setembro de 2019

18ª RODADA do Brasileiro 2019:

  • Corinthians 2-2 Ceará 07set19sab11h Itaquera
  • Vasco 0-2 Bahia 07set19sab11h São Januário
  • Fortaleza 0-1 Fluminense 07set19sab17h Castelão
  • Avaí 0-3 Flamengo 07set19sab17h Nacional
  • Internacional 1-0 São Paulo 07set19sab19h Beira Rio
  • Goiás 1-2 Palmeiras 07set19sab21h Serra Dourada
  • Cruzeiro 1×4 Grêmio 08set19dom11h Mineirão
  • Santos 1×1 Paranaense 08set19dom16h Vila Belmiro
  • Botafogo 2×1 Mineiro 08set19dom16h Engenhão
  • Alagoano 2×0 Chapecoense 08set19dom19h Rei Pelé