Mistérios

Por SÍNDICO | Em 22 de novembro de 2017

Nunca saberemos:

  1. Se Capitu traiu Bentinho.
  2. Quem matou Celso Daniel.
  3. Quem subornou a Portuguesa.
  4. O que sairá da caixa preta do Barro Preto.
  5. Das tratativas entre Janota, Miler e Wesley.
  6. Quanta grana rolou nas eleições do Cruzeiro.
  7. Quem mandou apagar os reflectores do Independência.
  8. Os termos do contrato do Bnfes com o Governo de Cuba.
  9. Se Mariza realmente era a culpada por todos os malfeitos.
  10. Quanta propina cartolas sulamericanos receberam de televisões.
  11. O que levou Ruy Rei a forçar sua expulsão contra gambás em 1977.
  12. O que conversaram Janota e o advogado Friboi atrás de engradados de cerveja num boteco de Brasília.

Melhor, então, a gente criar teorias conspiratórias.

Selecione um tema destes e crie sua TC, caro leitor.

Semana 46: Gilvan vendeu Barbosa

Por SÍNDICO | Em 22 de novembro de 2017

Notícias do Cruzeiro na SEMANA 46 de 2017, por MAURO FRANÇA:

SEGUNDA, 13NOV17. Reapresentação, pela manhã: regenerativo e treino técnico. /// ITAIR MACHADO, sobre negociações: [Hudson] “Cogitei abater os R$750 mil que temos a receber do Edimar, mas a atual direção aceitou reduzir pra R$400 mil. Ficou difícil, porque é muito pouco do total pedido pelo Hudson. Pedi desconto, São Paulo disse que não dá, mas ganhou desconto pro Edimar. Seguiremos negociando até dezembro”. [Bruno Silva] “Conversamos com Carlinhos Sabiá, manifestamos interesse, ele ficou de conversar com o Botafogo, pois o contrato vai até Dez18. Gilvan declarou que o jogador estava contratado, deixando o Botafogo chateado. Estamos tentando contornar, mas complicou”. [Diogo Barbosa] “Mattos me ligou dizendo que formalizaria proposta. Documento chegou hoje. Wagner entrou em contato com Gilvan dizendo não ter interesse navenda. Diante da proposta, Cruzeiro tem que decidir se compra ou não. Vamos comprar e ficar com ele mais 4 anos. Mas como o Cruzeiro não tem dinheiro, comporíamos o negócio com percentual de Alisson e Murilo. É a minha proposta inicial. Outra possibilidade será encontrar um investidor”.

TERÇA, 14NOV17. Treino tático. Alisson, Sobis e Manoel ficaram na academia. Cabral fez atividade física. EZEQUIEL fará cirurgia pra retirada de hérnia inguinal. /// Relacionados pro jogo contra o Avaí: Fábio, Rafael, França, Bryan,  Barbosa, Galhardo, Lennon, Arthur, Digão, Leo, Manoel, Elber, Henrique, Lucas , Romero, Nonoca, Messidoro, Rafinha, Robinho, Neves, Jonata, Judivan. /// DIOGO BARBOSA vendido ao Palmeiras. Diretoria calou-se. /// Inaugurada Barbearia Seu Elias na Toca II.

QUARTA, 15NOV17. CRUZEIRO 2×2 AVAÍ. Brasileiro, 35ª rodada, Mineirão, BH, 7.173 pag, R$107.928. Gols: Dutra, 21 (p), Neves, 58, Judivan, 78 (p), Dutra, 92. CRUZEIRO: Fábio; Galhardo (Bryan, 64), Leo, Digão, Barbosa (Judivan, 74); Henrique, Romero; Robinho, Neves, Rafinha; Jonata (Elber, 55). T: Mano Menezes. AVAÍ: Douglas; Maicon, Alemão, Betão, João Paulo; Judson, Simião; Pedro Castro (Luanzinho, 76), Marquinhos (Caio César, 67); JrDutra, Rômulo (Maurinho, 72). T: Claudinei Oliveira. /// MANO: “Saímos atrás, viramos num lance que não foi pênalti. e, àquela altura, não se deveria mais deixar empatar. O Cruzeiro deixou de jogar durante 5 minutos, entregou muita bola no meio. Era momento de segurança, mas muitos se desgastaram. O que nos deixa tristes é ter escapado o resultado. Mas foi especial pela volta do Judivan”. /// Relacionados pro jogo contra o São Paulo, pelo Brasileiro de Aspirantes: Brazão, Jonathan, Paulinho, Raphinha, Guilherme, Patrick, Ronaldo, Eurico, Gabriel Luiz, Natan, ZéGabriel, Andrey, Daniel, Matheus, Careca, Latorre, Luan, Tiago. /// Cruzeiro receberá R$5,85 mi por 25% dos direitos de Diogo Barbosa. GILVAN se pronunciou: “O Cruzeiro comprou 25% dos direitos econômicos por €700 mil, em 10 prestações, mas os direitos federativos e os restantes 75% continuaram com o Coimbra. Teria opção de adquirir mais 25% por €1 milhão, mas se chegasse proposta acima de €2,8 milhões, Cruzeiro seria obrigado a entregar o atleta. Não tivemos condições de adquirir mais 25%. Mesmo se conseguíssemos, o Coimbra ainda poderia negociar o atleta. Investiríamos €1,8 milhão e se eles vendessem por 2,8 milhões esse valor seria dividido por dois. Ou seja, o Cruzeiro teria prejuízo. Poderíamos comprar o restante dos direitos econômicos, mas no momento não temos condições. As coisas não andam bem no futebol brasileiro e, para o Cruzeiro, a crise é ainda maior. Além de ter diminuído o público nos estádios, 25% de todas as receitas de bilheteria estão confiscados pela justiça por causa da ação da Minas Arena. Não recebemos a totalidade da bilheteria. Nós conversamos longamente com a diretoria eleita sobre o problema. Recebemos uma intimação do Coimbra dando um prazo de 48 horas pro pagamento de €4,5 milhões. Eles disseram que conseguiriam um fundo de investimento. Perguntei se conseguiriam dentro desse prazo e eles disseram que não, mas que iriam tentar uma prorrogação. Eu disse que já tinha tentado e não conseguido. Então o que eu fiz: em vez de €4,5 milhões, consegui o aumento para €6 milhões, para que o Cruzeiro pudesse receber €1,5 milhão pelos 25%. Fomos obrigados a respeitar o contrato porque não tínhamos dinheiro suficiente pra cobrir esse valor. Temos 13º salário pra pagar e rescisões de contrato”. /// Alegando quebra de acordo firmado entre Pires de Sá e Zezé Perrella, vice-presidente eleito RONALDO GRANATA registrou chapa pra eleição dos membros do Conselho Deliberativo. ///  ALYSSON, beque, e  ALEJANDRO, atacante, convocados pra Seleção Sub15, que disputará o Nike Friendlies, nos Estados Unidos.

QUINTA, 16NOV17. Reapresentação, à tarde: regenerativo e treino técnico. Alisson e Arrascaeta participaram. Sobis ficou na academia.  Ezequiel fez cirurgia. /// Nota oficial: “MANOEL não tem indicação de nova cirurgia, seguirá o processo de cicatrização final da fratura e permanecerá fora das atividades com objetivo de otimizar o retorno na próxima temporada”. /// Divulgada tabela do Mineiro-18. Cruzeiro estreia contra Tupi, no Mineirão, em 17Jan. /// SÃO PAULO 1×0 CRUZEIRO. Brasileiro de Aspirantes, 5ª rodada Grupo A, Canindé, São Paulo. CRUZEIRO: Brazão, Paulinho, Patrick, Ronaldo, Raphinha; Eurico, ZéGabriel (Natan), Gabriel, Andrey; Careca (Luan), Latorre (Matheus). T: Célio Lúcio.

SEXTA, 17NOV17. Treino técnico. /// MANO, sobre a tabela do Mineiro: “Dei uma olhada na tabela. Me chamou atenção o clássico ser marcado exatamente depois da nossa estreia na Libertadores. Isto mostra que não mudou o Mineiro. Algumas coisas se repetem e a gente precisa ficar atento”. /// BARBOSA postou vídeo de agradecimento à torcida.

SÁBADO, 18NOV17. Treino tático. Relacionados pra viagem à Salvador: Fábio, França, Rafael, Galhardo, Lennon, Arthur, Digão, Leo, Murilo, Bryan, Arrascaeta, Elber, Henrique, Romero, Lucas, Messidoro, Nonoca, Rafinha, Alisson, Jonata, Judivan. /// ATLÉTICO-MG 0x1 CRUZEIRO. Mineiro Sub14, 2º jogo Final, CT Vespasiano. Gol: Wesley. CRUZEIRO: Rodrigo, Danilo, Weverton, Igor, Kaiki; Henrique, Ricardinho (Renato), Bruno (Liedson), Kelvyn; Stênio (Vinicius), Wesley. T: Brostel. /// ATLÉTICO 0x0 CRUZEIRO. Supercopa Sub20, jogo ida, Independência, BH. CRUZEIRO: Eudes; Lucas  (João Luiz), Cacá, Rissi, Victor Luiz; Márcio, Vander, Vitinho, Nickson (Cesinha), Marcelo (João Diogo); Thonny Anderson. T:  Ávila. /// MINAS TÊNIS 0x3 SADA CRUZEIRO (23/25, 24/26, 24/26). Superliga, 7ª rodada, Arena JK, BH.  CRUZEIRO: Uriarte, Evandro, Filipe, Leal, Simon, Isac, Serginho. Entraram: Cachopa, Alemão. T:  Mendez. /// CORITIBA CROCODILES 10×17 SADA CRUZEIRO FA. Brasil Futebol Americano, semifinal, Couto Pereira, Curitiba, 2.300 pag. /// ATLETISMO: Jair Silva venceu os 5 km da etapa Maceió do Circuito Sesi. John Lennon foi 4º. José Márcio Leão, 1º nos 10 km. Marcos Pereira, 2º na Volta de Aracaju. Reginaldo Silva venceu a 3ª Corrida Noturna de Barbacena.

DOMINGO, 19NOV17. VITÓRIA 1×1 CRUZEIRO. Brasileiro, 36ª rodada, Barradas, Salvador, 13.095 pag, Gols: David, 20 (p), Alisson (76). CRUZEIRO: Fábio; Galhardo (Judivan), Leo, Murilo, Bryan; Henrique, Romero; Rafinha (Messidoro), Arrascaeta, Alisson; Jonata (Elber). T: Mano. VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Wallace, Kanu, Geferson; Soutto (Ramon), Uillian (Neilton), José Welison, Yago (André Lima); David, Tréllez. T: Mancini. /// MANO: “Estou satisfeitíssimo com nossa atuação. É  difícil jogar aqui. Fomos bem em quase tudo. Tivemos paciência, posse, empurramos o Vitória pra trás,  com dificuldades na última bola, mas como o futebol é surpreendente fizemos um gol de cabeça com o Alisson, colocando um pouco mais de justiça no placar. Fico feliz pela entrega dos jogadores”.  /// ATLETISMO: Jair  Silva venceu a 17ª Corrida do Fogo de Maceió. Ivamar Oliveira venceu a 1ª Corrida Rústica de Itapecerica.

Sem etiqueta

Por SÍNDICO | Em 21 de novembro de 2017

Destaques sem etiqueta nas séries A e B:

  • Rômulo A, JrDutra A, Douglas G, Apodi L, Fabruno B, Reinaldo L, Jandrei G, Carleto L, Wilson G, Jonathan L, Tiagoeleno B, Nino L, Victorluiz L, Gatito G, BrunoSilva V, Joaumpaulo M, Pimpão A, Scarpa M, Dourado A, Paulinho A, Jorginho M, LuizFernando M, Pacheco L, David A, Sá L, Edigar A, Jean G, ZeRafael M, Rômulo L, Cesar G, Airton L, Artur A, Cazeduardo A…

Algum deles pode ser útil  ao Cruzeiro?

Mano: “Tivemos paciência, posse e empurramos o Vitória”

Por SÍNDICO | Em 20 de novembro de 2017

MANO MENEZES: Tivemos paciência, posse e empurramos o Vitória pra trás. Foi rondando o gol. Tinha um pouco de dificuldades no acabamento, na última bola, porque não havia jogadores com característica de cabeceio. Mas o futebol é realmente surpreendente e fomos fazer um gol de cabeça, colocando um pouco mais de justiça no placar. Fico feliz pela entrega dos jogadores faltando duas rodadas pra terminar o campeonato. Vamos terminar a temporada nas primeiras posições, valorizando o que fizemos até aqui e juntando com o título da Copa do Brasil. Foi uma boa temporada. Mas importante foi ter uma ideia de futebol e trabalhar em cima dela durante a temporada. Achamos essa ideia e os jogadores que entram, mesmo mudando um pouco as características, como hoje, quando fomos forçados a tirar o Jonata e colocar o Elber, sabem a que aquela posição necessita em termos de movimentação. Hoje encontramos espaços pra trabalhar a bola entre as linhas, soubemos usa-los e a bola chegou com qualidade pra se definir. Isso fortalece o grupo, é importante pra todos os jogadores e me deixa contente.

HENRIQUE: Tivemos oportunidades, fomos bem e buscamos sempre a vitória, mas não tivemos a felicidade de sair com os três pontos.

DOUGLAS VELLOSO: Jogo dentro das expectativas. Mas algumas peças foram abaixo, como Murilo, Elber, Messidoro. E, como sempre, faltou definição nas jogadas ofensivas. Galhardo e Bryan foram bem acionados e não comprometeram, mas também não nada fizeram de excepcional. No 2º tempo, o Cruzeiro precisava ser mais efetivo, mais intenso, mais individual, o que pouco aconteceu.

GABRIEL OLIVEIRA: Depois desse jogo, quem acha que escanteio não serve como assistência, deveria repensar essa opinião. Os petelecos do Alisson e do Arrascaeta, em que a bola custou a chegar ao primeiro poste, são das piores coisas deste time do Cruzeiro.

ROSAN AMARAL: Bryan não foi o melhor, mas foi o nome do jogo. Depois da partida, disse que a bola bateu em sua mão. Mentira! Ele levou a mão na bola, tal qual um armador de basquete puxando contrataque. Henrique foi o melhor. Leo e Galhardo jogaram bem, Romero e Arrascaeta, medianos. Elber e Judivan deram um “up” no time.

ROMAROL: Gostei das jogadas de Alisson e Bryan na esquerda. Do passe do Romero pro Henrique no lance do possível gol. Da bequeira, com Leo e Murilo. O Vitória jogou muito recuado e restou ao Cruzeiro partir pra cima. Depois, Mancini botou seu time no 5-0-5 e o jogo ficou até gostoso de se ver, com lances importantes a cada minuto

MATHEUS CHAVES: O Cruzeiro jogou muito bem e merecia um resultado melhor.

KING ARTHUR: Depois daquele pênalti ridículo, desliguei a TV e fui tocar violão. Juro. Paciência zero.

Henrique foi o maestro

Por SÍNDICO | Em 20 de novembro de 2017

ATUAÇÕES dos protagonistas de VITÓRIA 1×1 CRUZEIRO, neste 19nov17dom17h, no Barradas, Salvador, pela 36ª rodada do Brasileiro 2017:

TORCIDA CELESTE compareceu. Algumas centenas foram ao Manuel Barradas, vestidos a caráter, e comemoraram o empate, com bom futebol.

FÁBIO defendeu o que era possível. O pênalti, com paradinha, não deu pra ele. 

GALHARDO não repetiu a boa atuação da estreia. Motivo simples: Pelo seu lado estava jogando David, o melhor do Vitória. Ainda assim, arriscou uma ou outra subida corajosa ao ataque. E fez alguns cruzamentos de perna esquerda também. Um muito bom e outro péssimo. Mas vem ganhando condição física e técnica. Promete ser mesmo um bom reforço.

LEO, mais que perfeito. Inteligente, não se limita a rebater. Fez a cobertura da lateral direita e, nas bolas aéreas ofensivas, criou problemas pra defesa baiana.

MURILO jogou com a tranquilidade de sempre. Nem os pequenos erros o fazem ficar apavorado.

BRYAN cometeu pênalti, com um toque de mão involuntário, mas no se deixou abater. Marcou apoiou com eficiência, chutou bola na baliza e deu assistência pro gol de empate. Não tem a classe do Barbosa, mas tem fome de bola.

HENRIQUE fez uma partida perfeita. É um volante que compreende bem o conceito da posição. Dá boa saída, faz a bola girar e escolhe bem as jogadas de ataque. De quebra, fez um gol, que nem ele viu. Muito menos, juiz e adicional.

ROMERO deu um passe de craque, pra uma finalização de Henrique. Mas também deu uma patada, por trás, num baiano, que poderia ter resultado num cartão vermelho. Era só o rubro-negro valorizar, que a maionese desandava. De resto, a mesma boa vontade de sempre.

RAFINHA jogou com a dedicação de sempre, mas não produziu lances decisivos no ataque. Na recomposição, foi perfeito.

ARRASCAETA participou intensamente do jogo, mas não conseguiu desequilibrar, como costuma fazer em lances pessoais. Nos escanteios, foi mal, com cobranças chochas.

ALISSON esforçou-se como se o jogo valesse título. No lance do gol, fez de tudo: tabelou e arrematou, com um peixinho espetacular.

JONATA cumpria sua missão de segurar os beques e conferir as poucas bolas que chegavam à área. Machucou-se num choque com Patric e saiu antes do fim da etapa inicial.

ELBER foi o novo falso nove encontrado por Mano Menezes. E não decepcionou. Partiu pra cima da defesa baiana, bem ao seu estilo, deu trabalho, só faltou um gol pra se garantir no elenco de 2018.

MESSIDORO, mais desinibido do que em suas primeiras partidas, arriscou jogadas individuais e deu bons passes.

JUDIVAN jogou sem medo, sem evitar os choques. Só não teve bolas pra arrematar.

MANO escalou o que tinha de melhor, fez os testes prometidos e deixou a rapaziada se divertir jogando sem muitas amarras. Pra não perder o costume, deu trabalho pros árbitros com suas reclamações de sempre. Na coletiva, contudo, limpou a barra do juiz no lance do gol de Henrique.

CRUZEIRO jogou com disposição, desmentindo a tese dos torcedores absenteístas de que o time não quer nada com a competição. Os volantes e os beques foram os destaques, com atuações impecáveis. Os testados não decepcionaram e continuam na batalha por um lugar no elenco da Libertadores.

VITÓRIA foi um time bem armado, mas inseguro, até meio apavorado. Saiu na frente e não soube esfriar o jogo, levando pressão até ceder o empate. David é um ótimo atacante e Tréllez, inteligente e perigoso. Faltou, contudo, criatividade aos meio-campistas, bons pra desarmar, fracos pra fazer a bola chegar aos atacantes.

ÁRBITROS sofreram com lances duvidosos. Na dúvida, beneficiaram os baianos no lance do go de Henrique e do pênalti sobre Elber.

  • MelhorDoJogo=> HENRIQUE [[[12]]] Polaco, Klauss, França, Rosan, Seixas, Bastos, Vanda, Velloso, Celeste, Bastos, Mari, Síndico —– ROMERO [[[4]]] Barros, Andreluiz, Patrícia, Dudu —– ALISSON [[[4]]] Carneiro, Romarol, Domênico, Morato —– Bryan [[[2]]] Marcoalex, Vilela —– GALHARDO [[[1]]] João —– LEO [[[1]]] Barnabé —– ARRASCAETA [[[1]]] Ivana —– ELBER [[[1]]] Schrier.

Vitória 1×1 Cruzeiro: Celestes mereciam a vitória

Por SÍNDICO | Em 19 de novembro de 2017

CRUZEIRO contra Vitória, neste 19nov17dom17h, no Manuel Barradas, Salvador, pela 36ª rodada do Brasileiro 2017.

RANKING da CBF: Cruzeiro é o 6º, com 14.202 pontos; Vitória é o 20º, com 7.547.

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 5º, com 55 pontos; Vitória, o 16º, com 39.

CRUZEIRO: Fábio — Galhardo, Leo, Murilo, Bryan — Henrique, Romero — Rafinha, Arrascaeta, Alisson — Jonata. T: Mano Menezes.

BANCO: França, Rafael, Lennon, Arthur, Digão, Lucas, Nonoca, Messidoro, Elber, Judivan, Alisson.

AUSENTES: Dedé, Hudson, Cabral, Manoel, Sassá, Raniel, Sobis (lesionados), Neves, Rodinho (suspensos).

PENDURADOS. Ezequiel, Hudson, Lennon, Sobis, Raniel, Sassá.

ARBITRAGEM: Luiz Flávio de Oliveira, Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP).

VITÓRIA: Fernando Miguel — Patric, Kanu, Wallace, Geferson — Felipe Soutto, José Wellison, Uillian Correia, Yago — David, Tréllez. T: Vagner Mancini.

BANCO: Ronaldo G, Caíque G, Bruno Bispo B, Alan Costa B, Renê Santos B, Ramon B, Carlos Eduardo V, Jhemerson V, Danilinho M, André Lima A, Kieza A, Neilton A.

AUSENTES: Caíque Sá (suspenso), Willian Farias, Thallyson, Todinho, Juninho (lesionado)

PENDURADOS: Caíque, Carlos Eduardo, David, Fernando Miguel, Geferson, Juninho, Trellez.

TEMPO parcialmente nublado, temperatura 27º, vento 26 Km/h, umidade 78%.

TRANSMISSÃO: Globo pra Minas Gerais, com narração de Rogério Corrêa, comentários de Bob Faria e Márcio Rezende Freitas, reportagens de Guto Rabelo. Premiere e Premiere Internacional, com narração de Rainan Peralva e comentários de Carlos Cereto.

VITÓRIA 1×1 CRUZEIRO, 19nov17dom17h. TEMPO parcialmente nublado, temperatura 27º, vento 26 Km/h, umidade 78%. LOCAL: Manuel Barradas (35 mil), Salvador. MOTIVO: 36ª rodada, Brasileiro 2017. TRANSMISSÃO: Globo e Premiere. PÚBLICO: 13.095 pag, 14.315 pres, R$140.774, média R$11. ARBITRAGEM: Luiz Flávio Oliveira, Danilo Manis, Miguel Cataneo (SP). AMARELOS: Kanu, Yago, Neilton, Alisson. GOLS: Deivid, 20 (p), Alisson (76). CRUZEIRO: Fábio; Galhardo (Judivan), Leo, Murilo, Bryan; Henrique, Romero; Rafinha (Messidoro), Arrascaeta, Alisson; Jonata (Elber). T: Mano Menezes. VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Wallace, Kanu, Geferson; Fillipe Soutto (Ramon), Uillian Correia (Neilton), José Welison, Yago (André Lima); David, Tréllez. T: Vagner Mancini.

HISTÓRICO: 50 jogos. Cruzeiro venceu 30, empatou 9, perdeu 11, marcou 97 e levou 55 gols. Pelo Brasileiro, 36 partidas. Cruzeiro venceu 21, empatou 8 e perdeu 7, marcou 72 gols, sofreu 39. Pela Copa do Brasil, 6 jogos, com 4 vitórias do Cruzeiro e 2 do Vitória. Os dois jamais decidiram um título entre si.

DESEMPENHO do Cruzeiro na história do Brasileiro: 57 participações em 61 campeonatos, 1.365 jogos, 594 vitórias, 365 empates, 406 derrotas, 2.005 gols marcados, 1.546 sofridos. Aproveitamento de 52%.

36ª BR: Cruzeiro em 5º

Por SÍNDICO | Em 18 de novembro de 2017

SÃO PAULO 0x0 BOTAFOGO Pacaembu – Sao Paulo

FLAMENGO 3×0 CORINTHIANS Luso Brasileiro – Rio

VITÓRIA 1×1 CRUZEIRO Barradas – Salvador

SPORT 1×0 BAHIA Retiro – Recife

GOIANIENSE 1×1 CHAPECOENSE Ludovico – Goiania

MINEIRO 3×0 CORITIBA Independência – Beagá

SANTOS 1×0 GRÊMIO Vila Belmiro – Santos

PARANAENSE 3×1 VASCO Baixada – Curitiba

FLUMINENSE 2×0 PONTE Maracanã – Rio

AVAÍ 2×1 PALMEIRAS Ressacada – Floripa

Os desacreditados

Por SÍNDICO | Em 18 de novembro de 2017

Atualmente, Torcida Celeste se divide em dois grupos. Um com 10.000 fiéis, que se revezam nas cadeiras do Mineirão. Outro, com 7.990.000 fanáticos das redes sociais. 

O grupo majoritário fala muito e acerta pouco. Partiu de seus componentes a avaliação de que Raniel amarelou. Machucou por conta da tensão de um jogo decisivo.

Também informaram que Sassá ficaria afastado das canchas por ter sido flagrado no antidoping interno com drogas no sangue. 

Pois o Sassá está andando de muletas, após uma cirugia no joelho, e Raniel só voltará aos gramados na pré-temporada, devido a uma lesão muscular grave.

Erraram feio. São burros. Estão desacreditados. Terão que voltar às cadeiras do Mineirão pra se reciclarem. Ou continuarão a ser desmoralizados pelo futebol real, aquele que se joga nos estádios.

35ª BR: Cruzeiro em 5º; gambás campeões

Por SÍNDICO | Em 17 de novembro de 2017

PONTE PRETA 2×1 PARANAENSE, 15nov17qua17h, 35ª BR17, Lucarelli (19 mil), Campinas, 5.997 pag, R$52.090. Árbitros: Wilton Sampaio, Bruno Pires, Leone Rocha (GO). Amarelos: Elton, Guilherme, Pavez. Gols: Barcelos, 35, Barcelos, 46, Sidcley, 76. PONTE: Aranha, Nino, Yago, Rodrigo (Marllon, 45+3), Jeferson, Elton, Naldo, Leo Artur (Cajá, 80), Danilo Barcelos (Sheik, 80), Lucca, Gamalho. T: Baptista. CAP: Weverton, Zé Ivaldo, Paulandré, Thiago Heleno, Fabrício, Rossetto (Sidcley, 70), Pavez, González, Guilherme, Pablo (Coutinho, 68), Ribamar (Edersson, 56). T: FabianoSoares.

GRÊMIO 1×0 SÃO PAULO, 15nov17qua19h30, 35ª BR17, Humaitá (55 mil), PoA, 20.542 pag, R$720.733, Árbitros: Rodolpho Toski, Bruno Boschilia, Victor Imazu (PR). Amarelos: Fernandinho, Jucilei, Arboleda, Hernanes. Gol: Kannemann, 33. GRÊMIO: Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann, Cortez; Jailson, Arthur, Ramiro (Michel, 82), Luan, Fernandinho (Everton, 69); Barrios (Jael, 70). T: Poratluppi. SPFC: Sidão; Araruna (Gilberto, 78), Arboleda, Rodrigo Caio, Edimar; Jucilei, Petros (JrTavares, 71), Hernanes; Maicosuel (Lucas Fernandes, 46), Marcos Guilherme, Pratto. T: DorivalJr.

CRUZEIRO 2×2 AVAÍ, 15nov17qua19h30, 35ª BR17, Mineirão (62 mil), Beagá, 7.173 pag, R$107.928. Árbitros: Leandro Vuaden, Eduardo Calza, Maurício Penna (RS). Amarelos: Digão, Leo, Neves, Judson, Douglas. Gols: Dutra, 21 (p), Neves, 58, Judivan, 78 (p), Dutra, 92. CRUZEIRO: Fábio; Galhardo (Bryan, 64), Leo, Digão, Barbosa (Judivan, 74); Henrique, Romero; Robinho, Neves, Rafinha; Jonata (Elber, 55). T: Mano. AVAÍ: Douglas; Maicon, Alemão, Betão, João Paulo; Judson, Simião; Pedro Castro (Luanzinho, 76), Marquinhos (Caio, 67); JrDutra, Rômulo (Maurinho, 72). T: Claudinei.

VASCO 1×1 MINEIRO, 15nov17qua21h45, 35ª BR17, São Januário (24 mil), Rio, 11.486 pag, R$351.480. Árbitros: Flavio Souza, Daniel Ziolli, Daniel Marques (SP). Amarelo: Evander. Gols: Rios, 25, Fred, 52. VASCO: Félix; Madson (Gilberto), Breno, Paulão, Henrique; Wellington, Evander (Caio), Pikachu (Wagner), Nenê; Paulinho, Ríos. T: ZéRicardo. FRANGA: Victor; Rocha, Leonardo, Bremer, Santos; Adilson (Yago), Elias, Otero (Blanco), Valdívia (Roger Bernardo); Ronho, Fred. T: Oswaldo.

CORINTHIANS 3×1 FLUMINENSE, 15nov17qua21h45, 35ª BR17, Itaquera (46 mil), Sampa, 45.775 pag, R$2.882.688. Árbitros: Braulio Machado, Kleber Gil, Neuza Back (SC). Amarelos: Gabriel, Dourado, Reginaldo, Leo, Pedro, Henrique. Gols: Henrique, 1, Jô, 46 e 48, Jadson, 84. SCCP: Caíque; Fagner, Pedro Henrique, Pablo, Arana; Gabriel, Camacho (Jadson, 46); Rodriguinho, Clayson (Maycon, 84), Romero; Jô (Danilo, 93). T: Carille. FLU: Cavalieri; Lucas, Reginaldo, Henrique, Leo Pelé; Marlon Freitas (Pedro, 78), Wendel, Scarpa, Sornoza (Alessandro, 64), MarcosJr (Peu, 72); Dourado. T: Abel.

CHAPECOENSE 2×1 VITÓRIA, 16nov17qui20h, 35ª BR17, Condá (22 mil), Chapecó, 6.963 pag, R$139.780. Árbitros: Anderson Daronco, Rafael Alves, Elio Nepomuceno (RS). Amarelos: Wp, Uillian, Sá, Wallace. Gols: David, 19, Caike, 24, Túlio, 77.  CHAPE: Jandrei; Apodi (Luiz Otávio), Douglas, Fabricio Bruno, Reinaldo; Amaral, Moisés Ribeiro; Luizantonio, Canteros (João Pedro), Caike; Wellington Paulista (Túlio Melo). T: Kleina. VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Ramon, Wallace, Geferson; Uillian (René), José Welison (Alan Costa); Yago, Sá (André Lima), David; Tréllez. T: Mancini.

BOTAFOGO 1×2 GOIANIENSE, 16nov17qua20h, 35ª BR17, Engenhão (40 mil), Rio, 8.460 pag, R$132.260. Árbitros: Claudio Francisco (SE), Cleriston Clay, (SE) e Fábio Pereira (TO). Amarelos: Luiz, Ronaldo, Andrigo, Guilherme, Gols: Jorginho, 40, João Paulo, 42, Luizfernando, 59. BOTA: Gatito; Arnaldo, Carli, Rabello, Gilson; Lindoso, Bruno Silva (Pimpão, 67) João Paulo, Marcos Vinicius (Valencia, 61); Guilherme, Brenner (Tanque, 61) T: Ventura. ACG: Klever; Jonathan (Marcão Silva, 79) William Alves, Gilvan, Breno Lopes; André Castro, Igor (Ronaldo, 68) Andrigo (Bauermann, 88), Jorginho, Luiz Fernando; Diego Rosa. T: JPSanches.

PALMEIRAS 5×1 SPORT, 16nov17qua20h, 35ª BR17, Allianz (43 mil), Sampa, 18.744 pag, R$935.055. Árbitros: Rafael Traci, Ivan Bohn, Luciano Roggenbaum (PR). Amarelos: Anselmo, Diego. Gols: Deyverson, 11, Luan, 63, Deyverson, 78, Diego, 82, Dudu, 89, Keno, 91. SEP: Prass; Jean, Dracena (Antonio Carlos, 65), Luan, Michel Bastos; Felipe Melo (Thiago Santos, 83), TchêTchê, Moisés (Willian, 76); Keno, Dudu, Deyverson. T: Valentim. SPORT: Magrão; Prata, Henríquez, Durval, Sander; Patrick, Anselmo, Diego Souza; Marquinhos (Rogério, 65), Mena (Índio, 80), André. T: DanielPaulista.

BAHIA 3×1 SANTOS, 16nov17qua21h45, 35ª BR17, FonteNova (50 mil), Salvador, 23.185 pag, R$. Árbitros: Meira Ricci, Emerson Carvalho, Marcelo VanGasse (SP). Amarelos: RenêJr, Tiago, Eder, Mota, Lucas. Gols: Brunenrique, 16, Mendoza, 22, Alison 54 (c), Edigar, 78. BAHIA: Jean; Eduardo (Eder), Tiago, Martins, Capixaba; RenêJr, Juninho (Edson), Zé Rafael, Allione (Régis); Edigar Junio, Mendoza. T: Carpegiani. SANTOS: Vanderlei; Ferraz, Veríssimo, Braz (Luiz Felipe), Jean Mota; Alison, Renato (Yuri), Lucas Lima; Bruno Henrique, Gomes (Hernández), Ricardoliveira. T: Elano.

LUGARES: 361.000. PÚBLICO: 148.322. MÉDIA: 14.832. OCUPAÇÃO: 41%.

Mano: “Jogo especial, pela volta do Judivan”

Por SÍNDICO | Em 16 de novembro de 2017

PITACOS acerca do CRUZEIRO 2×2 AVAÍ, neste 15nov17qua19h30, no Mineirão, Belo Horizonte, pela 35ª rodada do Brasileiro 2017:

MANO MENEZES, técnico do Cruzeiro: Saímos atrás, viramos num lance que não foi pênalti. Mas, como erraram contra a gente lá no primeiro turno, quando o goleiro quase arrancou a cabeça do Elber, hoje erraram a favor. O futebol é assim. Em função disso, àquela altura, não se deixa mais empatar. Acho que o Cruzeiro deixou de jogar durante cinco, oito minutos. Entregou muita bola no meio. Era momento de jogo de segurança. Momento de desgaste, estamos em novembro. Muitos se desgastaram muito, como Thiago, Rafinha e Robinho. Quando é assim, tem que cuidar pra não perder uma bola no meio de campo, como a que originou o segundo gol do Avaí. O sentimento é triste em função disso. O futebol tem que ser bem jogado, como jogamos. Triangulamos muitas vezes, entramos pelos dois lados. Foi uma boa atuação. O que nos deixa tristes é que escapou o resultado. Foi um jogo especial pela volta do Judivan, com um gol. Só de jogar alguns minutos já seria uma vitória. E hoje se abriu a possibilidade que eu disse que se abriria num jogo dentro de nossa casa.

JUDIVAN: Foi bem rápido, no meu primeiro lance, roubei a bola do zagueiro e acabou saindo o pênalti. Glorifico a Deus por eu voltar ao futebol. Muito feliz com o gol. Infelizmente levamos o empate, mas eu tenho motivos pra comemorar. Passei por muito sofrimento e nada melhor do que comemorar com os médicos. Meu filho está na arquibancada, é um dia especial.

CLÁUDIO ARREGUY, jornalista: Pela primeira vez na temporada, Cruzeiro explora mais o lado direito, com o estreante Galhardo, do que o esquerdo, com o de saída Diogo Barbosa, mas esbarra sobretudo no goleiro Douglas.

THIAGO CINCO ESTRELAS, comentarista satisfeito: Gostei da forma como o time jogou, jogadas pelos dois lados, time buscando a linha de fundo. Galhardo bem na estréia, garoto Jonata um pouco afoito mas não foge do jogo. Judivan emocionante.

MATHEUS PENIDO, comentarista esperançoso: O Avaí conseguiu mais do que fez por merecer. Já o Cruzeiro atuou razoavelmente, com o lateral Galhardo jogando bem e dando esperança pelo lado direito, especialmente, na parte ofensiva.

ERNESTO ARAÚJO, comentarista pioneiro: O time celeste esteve mais solto no ataque, trocando melhores passes, envolvendo mais o adversário, acertando mais que errando. Neves se destacou pelo gol e pela insistência. Gostei dos cruzamentos do Galhardo, da atuação mais participativa do Robinho, da boa entrada final do Elber (as novas chuteiras laranjas devem ter ajudado), do sempre esforçado Rafinha. De negativo, a falta de força para segurar o placar até o final.